De carro na Califórnia, parte 2: de Monterey a Carmel

17-Mile Drive

O Aquário de Monterey (falei nele na parte 1) marca o início do filé da viagem costeira pela Califórnia. Filé, não: medalhão de bife de Kobe. Nos próximos 60 km você vai passar por dois tipos radicalmente diferentes de beleza à beira-mar: a beleza produzida pela mão do homem (aproveitando já um belo cenário) e a beleza selvagem da natureza. Cada uma provoca um uau diferente.

A beleza cenografada está neste primeiro trecho que percorremos no final do primeiro dia da viagem.

De Monterey a Carmel pela 17-Mile Drive

Saindo do Aquário, mande seu GPS levar você à 17-Mile Drive. Você vai dar num portão do condomínio de Pebble Beach, onde o tiozinho da guarita vai cobrar US$ 9,50 (a tarifa é por carro, não por pessoa) e te dar um mapinha.

17-Mile Drive

Quase tudo aqui é de mentirinha, a começar pelo nome. A estradinha não tem 17 milhas, e sim 9. Tipo assim menos de 15 km. A paisagem é fabulosa: campos de golfe que parecem ter brotado naturalmente, enfeitados por tapetes de florzinhas cor-de-rosa e lilás e uma ou outra árvore vergada (dessas que costumam dar expediente como o cartão-postal de Aruba). As mansões se contentam em ficar ao longe.

17-Mile Drive

17-Mile Drive

17-Mile Drive

É tudo tão arrumadinho e harmônico que você chega a desconfiar que até as pedras que emergem do mar junto ao costão também foram colocadas lá pelo pessoal do escritório de paisagismo. Meu Deus, quanto é que será que esses pássaros pagam de condomínio?

17-Mile Drive

17-Mile Drive

17-Mile Drive

Saindo do condomínio pelo Carmel Gate, você já dá dentro de Carmel-by-the-Sea.

Carmel-by-the-Sea

E ali, apesar da gente continuar no tema gente-fina-na-praia, o estilo muda totalmente. Carmel é toda petititiquinha, com casas aparentemente despojadas, construídas em escala humana. A praia é linda (preciso investigar se a areia branca é nativa ou se veio voando do Caribe).

Carmel-by-the-Sea

Carmel-by-the-Sea

Aproveitamos a última luz do dia para percorrer a Scenic Drive, a beira-mar carmelense (carmelita? carmeliana? camarleira? carmélica?). Se tivéssemos uns dois dois por lá, certamente caminharíamos por tudo.

Carmel-by-the-Sea

O centrinho fica duas quadras acima da praia e se resume a uns dez quarteirões. É incrível a quantidade de galerias. Tem até uma galeria do Rodrigue, artista da Louisiana que romerobritteia um cachorro azul.

Carmel-by-the-Sea

Você sabe que está em Carmel quando… o relógio de rua tem esta marca:

Carmel-by-the-Sea

… e os “artistas de rua” trabalham assim:

Carmel-by-the-Sea

Hospedar-se em Carmel não é barato. Os hotéis mais em conta, no fim de semana, começam para lá dos 20o dólares. É possível ficar bem mais baratinho em Monterey (a 10 minutos pela freeway, sem precisar pegar a 17-Mile Drive); a Maryanne do Hotel California Blog indica o Mariposa Inn (veja outros comentários de leitores da Maryanne aqui).

Resolvi, porém, fazer a coisa toda com estilo, e fiquei no Pine Inn (farei uma resenha em seguida). Queria ter ficado no Cypress Inn, da Doris Day (que seria o equivalente carmelino do Hotel Coxixo da Maria della Costa em Paralty!!!!),  mas não tinha mais vaga.

À noite rodamos pelo centrinho, adorável, e jantamos na cantina Luca, indicação tanto da Maryanne quanto do New York Times (reservei, para variar, no OpenTable). Meu spaghetti tinto de lula com frutos do mar estava impecável.

Cantinetta Luca, Carmel-by-the-Sea

Parcial Monterey-Carmel: 15 km

Total do primeiro dia desde San Francisco: 213 km

No dia seguinte a gente faria a segunda  metade do filé — ou do medalhão de Kobe: de Carmel a Big Sur. Volto já.

Leia mais:

Passagens mais baratas para San Francisco no nosso parceiro Kayak

Passagens mais baratas para Los Angeles no nosso parceiro Kayak

Encontre seu hotel em San Francisco no Booking

Encontre seu hotel em Los Angeles no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Allianz Travel

Alugue carro em San Francisco na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Alugue carro em Los Angeles na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Passeios e excursões Califórnia com a Viator

47 comentários

Boa Noite, Riq
Gostaria de sua de sua opinião se faço esse roteiro ou o que vc me indica. obrigado

sexta-feira, 14 de junho de 2013 Saida BR
sábado, 15 de junho de 2013 Los Angeles
domingo, 16 de junho de 2013 Los Angeles
segunda-feira, 17 de junho de 2013 Los Angeles
terça-feira, 18 de junho de 2013 Los Angeles
quarta-feira, 19 de junho de 2013 Los Angeles/Las Vegas
quinta-feira, 20 de junho de 2013 Las Vegas
sexta-feira, 21 de junho de 2013 Las Vegas
sábado, 22 de junho de 2013 Las Vegas/ San Francisco 
domingo, 23 de junho de 2013 San Francisco 
segunda-feira, 24 de junho de 2013 San Francisco 
terça-feira, 25 de junho de 2013 San Francisco 
quarta-feira, 26 de junho de 2013 Monterey
quinta-feira, 27 de junho de 2013 Santa Barbara
sexta-feira, 28 de junho de 2013 los angeles
sábado, 29 de junho de 2013 Volta BR

    Olá, Marcelo! Quem responde é A Bóia. Está racional. recomendamos LA-Las Vegas-San Francisco de avião.

Excelente o roteiro do Ricardo, com ótimas dicas.

Estou planejando uma viagem bem parecida, e pretendo seguir sua indicação de passar a 17 Mile Drive, entre Monterey e Carmel.

Só não entendi bem em que lugar exatamente fica aquela entrada (Pacific Grove Gate), onde é cobrado $9.50 por carro.

Estou dando uma boa estudada mo mapa já há um bom tempo e não encontrei. Como existem várias ruas no início do trajeto, pensei em passar por outra rua e evitar a taxa. Alguém que já foi poderia dar uma dica.

Um link do Google Maps com a marcação exata dessa entrada ajudaria muito.

    Olá, Rafael! A praia é um condomínio fechado. Não há como entrar sem pagar a taxa.

    Agradeço a resposta, mas na verdade queria entender exatamente qual era a área do mapa que corresponde ao condomínio fechado e onde ficam suas entradas.

    Pesquisei mais um pouco e consegui mapear todos os “Gates” do condomínio, assim como toda a área que é restrita, e exige o pagamento de U$9.50 por veículo.

    Como acho que pode ser do interesse de outros leitores, preparei uma imagem bem explicativa: http://migre.me/dzBBX

    A área esverdeada é a parte restrita do condomínio. A seta vermelha mostra um ponto onde seria possível entrar no condomínio sem pagar a taxa, porém não recomendo. Seria necessário passar pela calçada, grama e pedras.

    Gostaria de saber quais os locais recomendados para visitação dentro da área restrita do condomínio.

Fiz o percurso de San Francisco a Los Angeles e recomendo. Pode apostar que é tudo de bom. Adorei muito Carmel. No meu caso fiquei entre Carmel e Monterrey em Pacific Grove. No período de outubro há sempre vagas, complica mais nos finais de semana. Vale a pena conferir.

Mais uma dica de hotel barato em Carmel: o Wayfarer Inn, super central, simpático e com diárias bem acessíveis.

Oi Bóia,

E o que vc acha de se hospedar em Carmel no Carmel Valley Ranch? vale a pena pela distância que fica do centro da cidade? eu vi as fotos pelo site e achei bom demais ( além de ser n° 2 dos hotéis do tripadvisor).

Ola! Parabenssss pelo blog e pelo post!
Queria uma dica… tenho 2 dias em São Francisco e queria ir até Carmel e voltar no dia seguinte. Você acha que dá?
Como é aniversário do meu marido, gostaria de dormir em Carmel ou Monterey num hotel super legal. Você tem alguma dica de hotel bem charmoso, tipo boutique?

Obrigada!!!

Olá,
Parabéns pelo blog. Ótimas dicas.
Em dezembro estaremos fazendo esse trecho da California só que no sentido de Los Angeles para San Francisco pela Highway 1.
Como estando subindo no sentido contrário da maioria dos viajantes, gostaria de saber se é possível fazer o roteiro das 17 milhas driver a partir de Carmel e saindo em Monterey.
Abs.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.