De carro na Califórnia, parte 2: de Monterey a Carmel

17-Mile Drive

O Aquário de Monterey (falei nele na parte 1) marca o início do filé da viagem costeira pela Califórnia. Filé, não: medalhão de bife de Kobe. Nos próximos 60 km você vai passar por dois tipos radicalmente diferentes de beleza à beira-mar: a beleza produzida pela mão do homem (aproveitando já um belo cenário) e a beleza selvagem da natureza. Cada uma provoca um uau diferente.

A beleza cenografada está neste primeiro trecho que percorremos no final do primeiro dia da viagem.

De Monterey a Carmel pela 17-Mile Drive

Saindo do Aquário, mande seu GPS levar você à 17-Mile Drive. Você vai dar num portão do condomínio de Pebble Beach, onde o tiozinho da guarita vai cobrar US$ 9,50 (a tarifa é por carro, não por pessoa) e te dar um mapinha.

17-Mile Drive

Quase tudo aqui é de mentirinha, a começar pelo nome. A estradinha não tem 17 milhas, e sim 9. Tipo assim menos de 15 km. A paisagem é fabulosa: campos de golfe que parecem ter brotado naturalmente, enfeitados por tapetes de florzinhas cor-de-rosa e lilás e uma ou outra árvore vergada (dessas que costumam dar expediente como o cartão-postal de Aruba). As mansões se contentam em ficar ao longe.

17-Mile Drive

17-Mile Drive

17-Mile Drive

É tudo tão arrumadinho e harmônico que você chega a desconfiar que até as pedras que emergem do mar junto ao costão também foram colocadas lá pelo pessoal do escritório de paisagismo. Meu Deus, quanto é que será que esses pássaros pagam de condomínio?

17-Mile Drive

17-Mile Drive

17-Mile Drive

Saindo do condomínio pelo Carmel Gate, você já dá dentro de Carmel-by-the-Sea.

Carmel-by-the-Sea

E ali, apesar da gente continuar no tema gente-fina-na-praia, o estilo muda totalmente. Carmel é toda petititiquinha, com casas aparentemente despojadas, construídas em escala humana. A praia é linda (preciso investigar se a areia branca é nativa ou se veio voando do Caribe).

Carmel-by-the-Sea

Carmel-by-the-Sea

Aproveitamos a última luz do dia para percorrer a Scenic Drive, a beira-mar carmelense (carmelita? carmeliana? camarleira? carmélica?). Se tivéssemos uns dois dois por lá, certamente caminharíamos por tudo.

Carmel-by-the-Sea

O centrinho fica duas quadras acima da praia e se resume a uns dez quarteirões. É incrível a quantidade de galerias. Tem até uma galeria do Rodrigue, artista da Louisiana que romerobritteia um cachorro azul.

Carmel-by-the-Sea

Você sabe que está em Carmel quando… o relógio de rua tem esta marca:

Carmel-by-the-Sea

… e os “artistas de rua” trabalham assim:

Carmel-by-the-Sea

Hospedar-se em Carmel não é barato. Os hotéis mais em conta, no fim de semana, começam para lá dos 20o dólares. É possível ficar bem mais baratinho em Monterey (a 10 minutos pela freeway, sem precisar pegar a 17-Mile Drive); a Maryanne do Hotel California Blog indica o Mariposa Inn (veja outros comentários de leitores da Maryanne aqui).

Resolvi, porém, fazer a coisa toda com estilo, e fiquei no Pine Inn (farei uma resenha em seguida). Queria ter ficado no Cypress Inn, da Doris Day (que seria o equivalente carmelino do Hotel Coxixo da Maria della Costa em Paralty!!!!),  mas não tinha mais vaga.

À noite rodamos pelo centrinho, adorável, e jantamos na cantina Luca, indicação tanto da Maryanne quanto do New York Times (reservei, para variar, no OpenTable). Meu spaghetti tinto de lula com frutos do mar estava impecável.

Cantinetta Luca, Carmel-by-the-Sea

Parcial Monterey-Carmel: 15 km

Total do primeiro dia desde San Francisco: 213 km

No dia seguinte a gente faria a segunda  metade do filé — ou do medalhão de Kobe: de Carmel a Big Sur. Volto já.

Leia mais:

Passagens mais baratas para San Francisco no nosso parceiro Kayak

Passagens mais baratas para Los Angeles no nosso parceiro Kayak

Encontre seu hotel em San Francisco no Booking

Encontre seu hotel em Los Angeles no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Allianz Travel

Alugue carro em San Francisco na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Alugue carro em Los Angeles na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Passeios e excursões Califórnia com a Viator

47 comentários

Riq só uma atualização – pagamos hoje 10,25 dólares p entrar em Pebble Beach e saímos c sua dica dentro de Carmel – não tinham tantas flores mas a secura tem seu charme Tb – perfeito p completar o dia no aquário e o Mariposa Inn fica a 5 min de Carmel outra dica boa da Maryanne

CARMEL
Entramos em Carmel pela Ocean Ave, e adivinhe onde a mulherada queria ir ????, ver vitrine é lógico, fomos no Carmel Plaza. A cidade é tranqüila e bem organizada e tem muitas lojas de doces e bolos e rstaurantes, aliás, Clint Eastwood já foi prefeito aqui, e dizem que mora lá, eu não o vi. Tomamos um “brunch” (que é um café da manhã mega reforçado) no Nielson Bros. Market e Deli, tomei um café colombiano, muito bom e parecido com o nosso café brasileiro, vi muita variedade de vinhos nessa loja, aliás, o vinho californiano é um dos melhores do país, havia tomado vinho norte americano Chardonnay em Los Angeles, mas dessa vez não quis beber, pois estava dirigindo. A Califórnia produz excelentes vinhos dos tipos cabernet sauvignon, pinot noir, syrah, merlot, zinfandel, grenache, tempranillo, malbec, petite sirah, cabernet franc e sangiovese. Passeamos um pouco pelo centrinho e partimos para uma primeira parada em The Lodge at Pebble Beach, estacionamos o carro no “public parking”, atravessamos o jardim e entramos no lobby do hotel, que tem uma vista panorâmica do campo de golfe com o mar ao fundo, aproveitei e tomei um café no hotel típico norte americano, naqueles tradicionais “copinhos com tampa” que a gente vê muito em filmes. Visitamos o Pescadero Point, o lugar é muito agradável e tem algumas trilhas, mas não andamos muito. Passamos pelo mirante da Lone Cypress que é o logotipo de Pebble Beach, nesse local renderam muitas fotos. Vimos muitos pelicanos, leões marinhos e focas em Birds Rock, aqui tem banheiro público. Rodamos pela Ocean View Boulevard até chegar a Monterey. Califórnia, em breve voltarei.

Olá! Minha dúvida é muito parecida com a da Elisa (ainda não respondida). Meu plano é o seguinte: pela manhã, alugar um carro em São Francisco e seguir até Monterey pela Highway 101. Chegando lá, me deixar a bagagem em um hotel, visitar a Cannery Row e o Monterey Bay Aquarium. Eis a minha dúvida: é possível seguir até Carmel (pela 17-Mile Drive), conhecer a cidade e curtir o pôr-do-sol na praia, tudo isso no mesmo dia? Sempre leio dicas afirmando apenas 01 noite em Monterey/Carmel, mas me parece meio corrido. Por outro lado, 2 noites me parecem muito (como a observação da Elisa, acima). Não sei o que fazer… É realmente possível fazer tudo isso, com calma, em apenas 1 dia? Obrigada.

Olá,Gostaria da sua opinião,será que está bom este roteiro??Ficarei 4 dias em Sao Francisco sigo para Monterey/Carmel fico duas noites(estou achando muito!! esta é minha dúvida!!).Depois durmo em Solvang uma noite, e sigo para Los Angeles fico 4 dias e um dia em San Diego. Você acha que está bom?
Obrigada!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.