Arraial d'Ajuda

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Arraial d'Ajuda: onde comer

Com cozinha de qualidade e preços amigáveis, Arraial d'Ajuda é um destino gastronômico acessível a todos os bolsos. De ótimos PFs à melhor cozinha italiana, passando por moquecas e picanhas. Vejas nossas dicas de onde comer no Arraial d'Ajuda:

A Bóia recomenda: onde comer no Arraial d'Ajuda

Clique nos nomes em azul para ver os detalhes

Para almoçar na praia:
Barraca do Nel (arroz de polvo)
Rigatoni Beach Club (massas)

Para almoçar no Centro:
Rabanete (quilo)
Paulo Pescador (PF)

Bom custo x benefício no jantar:
Manguti (PF & nhoque)
Varanda Mucugê (carne)

Pizza:
Da Luigi (napolitana autêntica)

Japa:
Takeshi (old school)

Comidinhas:
Café da Santa (café)
Armazém Santo Antônio (boteco)
Fior di Latte (sorveteria)

Uma noite especial:
Egadi (italiano & vinhos)
Don Fabrizio (mediterrâneo)

Voltar | Topo

Restaurantes na Rua do Mucugê

Beco das Cores, Arraial d'Ajuda

Beco das Cores

Onde tudo acontece no Arraial, a Rua do Mucugê é pontilhada de restaurantes e bares do seu início, na Praça São Braz, até a alameda dos Oitis, 600 metros adiante. Se você quer comer com economia, basta passar em revista todo esse trecho: muitos restaurantes anunciam suas pechinchas do dia com destaque, em cartazes ou quadro-negros.

Além dos restaurantes na calçada, a Rua do Mucugê tem três praças gastronômicas. A Praça Erva Doce aproveita a área em frente à Pousada Erva Doce. Em frente a ela, o Beco das Cores é uma verdadeira instituição do Arraial (muito freqüentado pelos moradores). Logo adiante, a Praça Caminho do Mar é um shooppingzinho de restaurantes e bares (e endereço do caixa do Banco 24 Horas da vila).

A Rua do Mucugê acorda tarde: muitos restaurantes não funcionam na hora do almoço, e mesmo algumas lojas só abrem no meio da tarde.

Varanda Mucugê

Situado no iniciozinho da Rua do Mucugê, o Varanda Mucugê é um achado para quem comer carne a bons preços: bife de chorizo, picanha, medalhão de mignon, parmegianas (a cavalo, inclusive). Todos podem ser servidos em porções para 1 ou 2 pessoas (menos o bife de chorizo, que é individual). PFs ("pratos executivos"), massas e moquecas completam o cardápio. Abre para almoço e jantar.
Varanda Mucugê | Rua do Mucugê, 125 | Tel. (73) 99815-6501 | Facebook

Manguti

Onde comer no Arraial d'Ajuda: Manguti

Manguti

Desde 1989 na Rua do Mucugê (na época chamada de Estrada do Mucugê!), o Manguti é uma das instituições do Arraial d'Ajuda. A especialidade é o nhoque, que pode ser combinado com filé mignon (com três molhos à escolha). Mas a casa é igualmente famosa pelos PFs, chamados 'refeições caseiras' no cardápio (bife acebolado, peixe à milanesa...), em porções para 1 ou 2 pessoas, e servidos também no jantar. A propósito, mesmo estando na rua do Mucugê o Manguti abre no almoço, e permanece aberto até o fim da noite.
Manguti | Rua do Mucugê, 99 | Tel. (73) 3575-2270 | Site

Boi nos Ares
Onde comer no Arraial d'Ajuda: Boi Nos Ares

Boi Nos Ares

Bem posicionado na praça Erva Doce, no epicentro da Rua do Mucugê, o Boi nos Ares serve cortes argentinos e brasileiros (bife de chorizo, picanha, filé mignon) em porções de 200, 300 ou 400g. O chimichurri da casa é autêntico (e foi levado ao Arraial d'Ajuda antes do resto do Nordeste conhecer este tradicional molho argentino para churrasco).
Boi nos Ares | Rua do Mucugê, 200 | Tel. (73) 3575-2554 | Facebook

Takeshi Sushi

Takeshi Sushi, Arraial d'Ajuda

Desde 2015 no Beco das Cores, o Takeshi Sushi é o japa mais tradicional da vila. É um porto seguro (opa) para quem gosta de sashimi fresco e sushi sem cream cheese. (Mas se quiser com cream cheese, maçaricado, skin e etc., tem também.)
Takeshi Sushi | Beco das Cores: Rua do Mucugê, 201 | Tel. (73) 99117-1111 | Instagram

Pizzeria Napoletana Da Luigi

Pizzaria do Luigi, Arraial d'Ajuda

Pizzaria Da Luigi

Não faltam bons restaurantes italianos no litoral da Bahia: é difícil um vilarejo de praia bacana não ter pelo menos um chef expatriado que vai preparar comida mil vezes melhor do que a que você come na cantina perto da sua casa. Pizza boa, porém, é bem mais raro encontrar: os italianos que abrem pizzarias normalmente não são do sul da Itália, e fazem pizzas inferiores às que se comem em São Paulo (por exemplo). Mas a Pizzaria Da Luigi é outra história: o dono é napolitano da gema, e a massa, de fermentação natural, faz toda a diferença (e dá bom resultado mesmo no forno elétrico).
Pizzeria Napoletana Da Luigi | Rua do Mucugê, 253 | Tel. (73) 99137-6000 | Facebook

Xaxá Grill & Xoperia

Com música ao vivo e muitas mesas ao ar livre, o Xaxá Grill é, desde o início da noite, o point mais animado da Rua do Mucugê. Pode ser usado como botequim (chopp, cerveja, drinks, petiscos) ou restaurante (grelhados, moqueca, pizza).
Xaxá Grill & Xoperia | Rua do Mucugê, 301 | Tel. (73) 3575-1460 | Instagram

Aipim

Primeiro restaurante contemporâneo do Arraial d'Ajuda (abriu em 2005), o Aipim ocupa um espaço meio casa, meio oca, com algumas paredes de alvenaria e outras de pau a pique. O contraste entre o ambiente rústico e a decoração rebuscada cria um clima teatral para o seu jantar. Há um menu degustação de 3 passos com ingredientes do mercado. No cardápio, pratos como o camarão grelhado com couscous marroquino ao curry; salmão com crosta de gergelim, molho de tangerina crocante e arroz de açafrão; bombom de filé recheado com suflê de cenoura servido com penne na manteiga de ervas.
Aipim | Beco do Jegue, 131 | Tel. (73) 3575-3222 | Facebook

Don Fabrizio

Onde comer no Arraial d'Ajuda: Don Fabrizio

Don Fabrizio

Fabrizio Abbate é de uma família de ristoratori de Palermo, na Sicília, e abriu o Don Fabrizio em 1996. Membro da associação Prato da Boa Lembrança, é o restaurante mais famoso do Arraial d'Ajuda -- e o mais sofisticado (e caro) da Rua do Mucugê. O cardápio não se prende ao trivial italiano. Procure por pratos diferentes como a fregola sarda (massa formatada em bolinhas e tostada) com pernil de porco defumado e camarões; lombo de bacalhau à sfincionello (com alcaparras, azeitonas, tomatinhos e farinha de rosca gratinada); cordeiro em crosta de farinha d'água servido com risoto de queijo de cabra. Há também um menu italiano do dia, com primo (massa), secondo (carne) e sobremesa.
Don Fabrizio | Rua do Mucugê, 333 | Tel. (73) 3575-2407 | Instagram

Sorveterias

Sorveteria Coelhinho

Sorveteria Coelhinho

Nada combina mais com footing noturno do que sorvete. Original do Arraial d'Ajuda, a Fior di Latte oferece os sabores italianos clássicos e uma boa seleção de frutas em dois pontos da Rua do Mucugê. Já a filial da Coelhinho, sorveteria tradicional de Porto Seguro, agrada a quem gosta de sorvete muito doce, com sabores como ninho trufado, churros e 'macaco louco' (baunilha, banana, trufas e nozes).
Fior di Latte | Rua do Mucugê, 69 (loja) | Rua do Mucugê, 246 (quiosque na Praça Caminho do Mar) | Tel. (73) 99947-6382 | Site
Sorveteria Coelhinho | Rua do Mucugê, 35 | Tel. (73) 98844-1000 | Site

Voltar | Topo

Restaurantes na Praça da Igreja

Praça da Igreja

Praça da Igreja

A Praça da Igreja seria o que existe de mais próximo no Arraial d'Ajuda do Quadrado de Trancoso. Os restaurantes e bares têm um perfil bem distinto dos da Rua do Mucugê.

Café da Santa

Café da Santa, Arraial d'Ajuda

Café da Santa

Na Praça da Igreja, o Café da Praça é um dos lugares mais cosmopolitas do Arraial d'Ajuda. Funciona como o Starbucks da vila -- só que com doces, salgados e sanduíches muito melhores. Escolha um folhado, pão de queijo, torta ou docinho na vitrine, ou peça um dos sanduíches do cardápio (croque madame, ciabatta recheado com carpaccio, croissant com frango desfiado e saladinha). Num dia fresco, pegue uma mesa ao ar livre -- na praça ou no pátio interno.
Café da Santa | Praça da Igreja, 134 | Tel. (73) 3575-1078 | Facebook

Armazém Santo Antônio

Onde comer no Arraial d'Ajuda: Armazém Santo Antônio

Armazém Santo Antônio

Aberto em 2015, o Armazém Santo Antônio se tornou um ponto de encontro e contribuiu para dar um upgrade ao movimento da Praça da Igreja. É um misto de bar, restaurante, casa (intimista) de shows e balada alternativa. O cardápio tem petiscos (uma seção inteira de empanadas argentinas), massas e pizzas. Quase sempre tem música ao vivo. Quinta e domingo são os dias de forró; sexta, samba.
Armazém Santo Antônio | Praça da Igreja, 138 | Tel. (73) 3575-1697 | Instagram

Egadi

Restaurante Egadi, Arraial d'Ajuda

Egadi

Super bem-instalado num casarão reformado na Praça da Igreja, o Egadi (pronuncia-se: 'Égadi') existe em função da sua adega. Mas sem elitismo exagerado: ainda que cuidadosamente selecionados, os vinhos são vendidos a preços mais simpáticos do que em restaurantes de São Paulo ou do Rio, com vários rótulos por menos de R$ 100. O nome do restaurante homenageia as ilhas Égadas, na costa da Sicília: a cozinha, como não poderia deixar de ser, tem sotaque italiano. Entre as massas, spaghetti alle vongole, alla Norma (com berinjela e ricota) ou com polpettone. O polvo vem com purê de abóbora e amêndoas. O filé com queijo Canastra é acompanhado por risoto de parmesão. De entrada, ceviche, atum selado ou lambretas gratinadas. O Egadi funciona também como wine bar e loja de vinhos.
Egadi Adega Bar & Bistrô | Praça da Igreja, 86 | Tel. (73) 98825-7000 | Instagram

Voltar | Topo

Restaurante na Praça São Braz e arredores

Praça São Brás

Praça São Braz à noite

Esta é a parte mais comercial do centro do Arraial d'Ajuda.

A Broadway, viela que liga as praças da Igreja e São Braz, já foi a "Rua do Mucugê" da sua época (há uns 25, 30 anos). Hoje tem farmácias, lojas de conveniência, mercadinho e alguns restaurantes baratos.

A Praça São Braz tem comércio tradicional, o ponto de táxi e alguns bares e restaurantes. À noite, no ponto em que a Broadway desemboca na praça, apresentam-se bandas e cantores de rua.

Paulo Pescador

Onde comer no Arraial d'Ajuda: Paulo Pescador

PF de bobó do Paulo Pescador

O PF mais famoso da vila tem história: o Paulo Pescador abriu em 1983, quando Arraial d'Ajuda não tinha nem calçamento. Todos os pratos são individuais e têm o mesmo preço: R$ 49,90 (outubro/2019). O carro-chefe é o bobó de camarão -- mas a variedade é grande, de peixe frito a carne seca, passando por filé de frango, moqueca e estrogonofe (de carne ou camarão). Crianças têm prato infantil. Funciona desde o almoço até a noite, mas não até muito tarde (fecha às 21h ou 22h, dependendo da época do ano). Verifique os dias de abertura: na baixa temporada, pode fechar 2ª e 3ª.
Paulo Pescador | Praça São Braz, 116 | Tel. (73) 3575-1242 | Instagram

Rabanete

Restaurante Rabanete

Rabanete

Esta rede de restaurantes a quilo (tem casas também em Trancoso e Porto Seguro) é uma escolha acertadíssima para um almoço de qualidade, a preço justo. Cada dia no Rabanete tem um tema diferente: comida mineira na 2ª, italiana na 3ª, oriental na 4ª, árabe na 5ª, baiana na 6ª, feijoada no sábado e variada no domingo. Aproveite as saladas frescas e guarde espaço para a mesa de sobremesas. Está localizado numa travessa entre a entre a rua de entrada no Arraial e a Praça da Igreja. Abre para almoço até as 18h.
Rabanete | R. Santa Rita, 88 | Tel. (73) 99948-1436 | Instagram

Rosa do Sertão

O Rosa dos Ventos se instalou no Arraial em 1992, mas em 2017 precisou mudar o nome para Rosa do Sertão, por questões legais. O cardápio continua refletindo o perfil dos donos, um casal suíço-brasileiro: clássicos europeus (pato com laranja, filé au poivre vert) e pratos brazucas (casquinha de siri, badejo na folha de bananeira com camarão). De sobremesa, a marca registrada da casa: strudel de maçã.
Rosa do Sertão | Al. dos Flamboyants, 24 | Tel. (73) 99813-6632 | Instagram

Voltar | Topo

Restaurantes no Caminho da Balsa

Apesar de ter uma densidade de ocupação alta, com condomínios de residências e muitas pousadas, o Caminho da Balsa não chega a ser um pólo gastronômico. Algumas pousadas têm restaurantes para seus hóspedes.

Barraca do Nel

Barraca do Nel, Arraial d'Ajuda

Barraca do Nel

Mesas de plástico sobre a areia, à sombra de uma castanheira: o ambiente da Barraca do Nel, na Praia dos Pescadores, não pode ser mais simples. Mas o enche as mesas todos os almoços é a fama da sua comida, capitaneada pelo arroz de polvo mais cobiçado do Arraial. Serve também moquecas e peixe frito ou assado. A cerveja é de 600 ml.

Barraca do Nel | Praia dos Pescadores, s/n (acesso por servidão ao lado do Arraial d'Ajuda Eco Park) | Tel. (73) 3575-2816 | Facebook

Rigatoni Beach Club

Todas as barracas de praia servem almoço, mas só uma é primordialmente um restaurante: a da pousada Rigatoni. O dono, italiano, garante bruschettas autênticas e massas ao ponto (ao sugo, com ou sem frutos do mar). Se estiver no cardápio, peça o tartare de salmão com abacate de entrada.
Rigatoni Beach Club | Estrada da Balsa, 1879 | Tel. (73) 3575-1608 | Facebook

Bistrô d'Oliveira

Depois de trabalhar por muitos anos no Arraial d'Ajuda Eco Resort, o chef Salmo Oliveira abriu em 2012 seu próprio restaurante, o Bistrô d'Oliveira, na Estrada da Balsa. Da cozinha saem pratos de inspiração francesa e ingredientes locais, como o filet de badejo com crosta de maxixe sobre musseline de mandioquinha. Freqüentemente oferece menus temáticos, como de cozinha tailandesa, ou em torno de um assunto, como lagosta. Na temporada, reserve.
Bistrô d'Oliveira | Estrada da Balsa, 932 | Tel. (73) 3575-1115 | Instagram

Voltar | Topo

Nenhum comentário, deixe o primeiro!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar