Piscinas naturais: 7 dicas para não perder a viagem

Porto de Galinhas

De todos os passeios oferecidos nas praias do Nordeste, os que levam a piscinas naturais no meio do mar são os mais procurados. Tanto interesse assim é fácil de explicar. Nossas praias – sobretudo no Nordeste – não costumam ter água cristalina. As fotos daqueles aquários transparentes — com peixinhos que podem ser vistos a olho nu! — são realmente irresistíveis. Em alguns lugares, a atração é tamanha que a visitação chegou a ficar fora de controle.

Felizmente, as visitas começam a ser reguladas. Em Maragogi, no norte de Alagoas, onde a situação era mais grave, o fluxo de visitantes às Galés (as piscinas mais famosas do Nordeste) está totalmente controlado. As embarcações agora têm um limite de passageiros, e os donos de barcos foram obrigados a se revezar na operação – há passeios todos os dias, mas não de todos os barcos. A venda de alimentos nas piscinas também foi proibida. Acabei de passar pelo resort Salinas do Maragogi, e fiquei satisfeito de constatar que o hotel agora está diversificando os passeios – nos dias em que não pode ir às Galés, leva seus hóspedes à croa de São Bento e às piscinas naturais de Japaratinga e Barra Grande. Uma regulamentação desse tipo seria benéfica em toda costa a nordestina.

Existe toda uma ciência para aproveitar o seu passeio a uma piscina natural. Siga essas dicas e você não vai perder a viagem.

1. Olho na tábua

As piscinas naturais só aparecem na maré baixa. A vazante faz com que a água fique represada nos recifes, que se transformam por três ou quatro horas em aquários (ou pelo menos grandes tanques). A pegadinha está no fato de que o horário das marés não é constante. Todo dia a mudança das marés ocorre entre 30 e 45 minutos mais tarde do que no dia anterior. Se num domingo a maré mais baixa ocorrer às dez da manhã, na terça-feira vai ocorrer entre onze e onze meia. Onde você encontra essa informação? Na tábua das marés. Os hotéis dos lugares com piscinas naturais normalmente exibem a tábua das marés na recepção. Você pode buscar essa informação online, nos sites de previsão do tempo ou no próprio site da Marinha.

2. É de lua

Quanto mais seca a maré, mais cristalina fica a água das piscinas. E você sabia que o nível das marés varia conforme a lua? Nas luas cheia e nova o movimento das marés é mais radical. Já nas luas crescente e minguante a diferença entre as marés é pouca; os nordestinos chamam este fenômeno de “maré morta”. A visita às piscinas naturais fica bem menos impressionante nesta época (em alguns lugares, como Picãozinho, em João Pessoa, elas nem aparecem). Para tirar melhores fotos, faça o passeio das piscinas numa maré baixa em época de lua cheia ou nova. Veja na tábua das marés o nível mínimo do dia – se houver algum dia com nível entre 0,1 e 0,3, não deixe de marcar o seu passeio.

3. Chegue antes

Você encontra as piscinas naturais entre uma hora e meia antes e uma hora e meia depois do nível mínimo da maré baixa. Procure chegar antes de a maré atingir o nível mínimo: a água estará mais límpida. Quando a maré volta a encher (imediatamente depois de atingir o nível mínimo), a água fica mexida e entram impurezas. Para calcular direito o horário da chegada, não se esqueça de levar em conta que o traslado de barco entre a praia e piscina natural pode levar até meia hora, dependendo do lugar.

4. Passeio, sim; viagem, não

Desaconselho deslocamentos longos só para ir a piscinas naturais. Não vale a pena passar duas horas, duas horas e meia num ônibus para ir (e outras tantas para voltar) só para fazer um passeio de barco. Muitas vezes o tempo muda no caminho, e você se desloca (e paga caro) à toa. Aproveite as piscinas naturais da região onde você está. Deixe para visitar as outras piscinas naturais do estado quando você viajar especificamente para o outro lugar. (Sim, este foi um recado para quem vai a Maceió e quer perder um dia na estrada indo e voltando de Maragogi, e para quem vai a Itacaré e pretende fazer o sacrificadíssimo passeio a Taipus de Fora.)

5. Choveu? Nublou? Passe

É roubada fazer passeio a piscinas naturais na época de chuvas (abril-julho). A água não vai ficar nem remotamente parecida com a que mostram nas fotos. Mesmo na época mais seca, o passeio fica bastante prejudicado depois de eventuais chuvas torrenciais, que mexem demais a água. Dias nublados também são inúteis para esse tipo de passeio. A transparência das piscinas só é vista com sol alto (de preferência, a pino). Incidência lateral (de manhã cedíssimo, meio da tarde) também não ajuda.

6. Tamanho não é documento

As maiores piscinas sempre são as mais desejadas – e por isso mesmo, as mais cheias. Não se deixe levar somente pela fama. Se lhe oferecerem piscinas naturais menos conhecidas, porém mais próximas de onde você está, vá nessas. Você vai ter menos companheiros, e não vai correr o risco de se sentir num banho coletivo japonês. O que encanta numa piscina natural (mais até do que os peixinhos!) é o fato de surgir um lugar no meio do mar onde dá pé. E isso qualquer piscininha pode proporcionar.

7. Piscinas à beira-mar

Nem todas as piscinas naturais ficam no meio do mar. Algumas represam a própria praia na maré baixa, proporcionando banhos de mar maravilhosos. Assim são Taipus de Fora, na Península de Maraú; Camurupim, ao sul de Natal; Barra de São Miguel (e também a Praia do Francês), ao sul de Maceió; a própria Boa Viagem, no Recife. A praia da vila em Porto de Galinhas também fica sensacional na maré baixa; depois de visitar as piscinas, volte para a areia e aproveite o banho, no lado direito.

Originalmente publicado na minha página Turista Profissional, que sai toda terça-feira no suplemento Viagem & Aventura do Estadão.


332 comentários para “Piscinas naturais: 7 dicas para não perder a viagem”

  1. Olá, parabéns pelo site, simplesmente maravilhoso com excelentes dicas….Minha dúvida é sobre o translado de Recife para Porto de Galinhas, o melhor é combinar translado no hotel ou pegar taxi no aeroporto? Eu vi no seu site que a tarifa do taxi é tabelada , qual o melhor preço e comodidade? Obrigada!!!!

    1. Olá, Rosangela! O melhor preço é o do táxi. A maior comodidade e segurança é a do trânsfer combinado com o hotel.

    2. Há linha de ônibus que leva a Porto de Galinhas e tem um ponto dentro do aeroporto. Viação Cruzeiro linha 195 com ar condicionado.

  2. Irei a Maceió em Janeiro de 2014
    Precisava saber a tabua de Mares dos dias 9 a 12/01/14

  3. Olá! Pretendo ir a Porto de Galinhas na semana de 25/11/2013 da para saber como estara a maré, tenho a chance de pegar as piscinas naturais? Nessa epoca sera que esta muvucado?

    1. Olá, Marcela! As Galés costumam sempre ter público.

      Veja como usar a tábua das marés:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/04/como-usar-tabua-mares/

  4. Estou indo para Porto de Galinhas em janeiro/2014. Gostaria de saber se os passeios tem que ser adquiridos com antecedência. Caso positivo, onde adquirir?
    Grata,
    Marisa

    1. Olá, Marisa! Todos podem ser comprados localmente. No seu hotel haverá um balcão de agência de turismo receptivo ou o recepcionista arranjará o que você precisar.

  5. Olá,
    Estou querendo ir a Porto de Galinhas em março de 2014, qual a melhor data nesse mês para pegarmos a maré baixa?
    Grata,
    ALessandra

    1. Olá, Alessandra!

      Escolha uma semana de lua cheia ou nova.

  6. Olá Pessoal!!!! Irei para Maragogi me janeiro e estarei com meu marido e dois filhos, um de 2 anos e outro de 4 anos. Ainda não fechei hotel, me indicam algum. Tenho preferencia por bom serviço e com preço razoável. Obrigada!

  7. A praia do espelho possui piscinas naturais para mergulhar? São transparentes?

  8. Olá, infelizmente a disponibilidade da data da minha viagem não coincide com a melhor tábua de maré.. 07/1 a 15/1 o melhor dia está 0,7… Não é possível ver nada com esta maré??

    1. Olá, Gislaine! Será uma experiência bem menos interessante do que com marés mais baixas.

  9. Li que no mês de abril chuve muito em Porto de Galinhas/PE. Será que é melhor escolher o mês de março/2014? É verdade que chove em abril?
    Qual seria os melhores dias nestes meses (março ou abril/2014) para ver as piscinas naturais daquele lugar?

      1. Bóia , estarei com minha família em Morro de São Paulo de 7 a 13 de dezembro , vi que a melhor maré para conhecer piscinas naturais é no primeiro dia , depois disso não estará legal . Qual o melhor passeio para fazer nesse dia ???

        1. Olá, Luciana! As piscinas naturais mais próximas são em Guarapuá. Se a maré é boa, haverá passeios organizados. Mas normalmente se reserva de véspera; contate a sua pousada para adiantar isso para você.

  10. Olá! Iremos para Porto de Galinhas em fev/l4, vamos passar uma semana por lá..estamos na duvida (eu e marido)se alugamos um carro ou faremos os pacotes de passeios…qual o melhor custo benefício?
    Obrigada!

    1. Olá, Kelly! O carro dá mais independência. Tour organizado é bom para quem não quer dirigir.

  11. [...] [...]

  12. Olá!
    Então… estou indo em Março 2014 para Maragogi, Estou preocupada com o nível das marés em relação a minha altura (1,60) e a pegunta é: 0.3 com uma altura de 1,60 da pé? Da/e/ou é necessário o uso de coletes? Obrigada!
    Parabéns. Vc explica muito bem.

    1. Olá, Angélica! As piscinas dão na cintura. Se você não nada, vai precisar de coletes para flutuar e ver os peixinhos nos corais.

  13. Boa Noite!
    estou indo em Abril, vou dia 05 e volto dia 12, pensei em dividir ate dia 9 em Porto de Galinhas e até dia 12 em Recife. A dúvida fica, será que vale a pena ficar a semana toda em Porto de Galinhas ou divido? Há muito o que conhecer por lá? estou vendo um hotel a 200 metros da praia do centro, este é o melhor lugar? Grato.

    1. Olá, Douglas! Não há o que “conhecer” em praias. Praias são para aproveitar, tomar sol, descansar. Não há tempo máximo para se descansar numa praia.

  14. Olá

    Primeiramente parabéns pela qualidade das informações. Nunca fui à Maceio e estou adorando as dicas, já que sou “mochileira” e costumo montar meu próprio destino pesquisando na internet. Estou me sentindo mais segura para ir a esse paraíso.
    Tenho uma dúvida: vou em novembro, na semana em que está previsto a transição para a lua nova, será que consigo visitar as piscinas e aproveitar ao menos um pouquinho?
    Obrigada desde já,
    Cintia

  15. Boa Noite

    Só poderei sair de ferias com meu marido em maio/2014. Estou muito em duvida de onde ir nesta data. Gostariamos de um lugar com passeios bonitos e nao muito distante do local da hospedagem.
    Qual sua opinião?
    Maceio?
    Joao Pessoa?
    Natal?
    Porto Seguro?

    Estou muito confusa, pois é uma carta de credito da CVC e preciso fechar o pacote ate 30/03/2014.
    Desde já agradeço.
    Patricia Jorge

    1. Olá, Patricia! O tempo estará melhor em Porto Seguro, veja:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe/

    2. Patricia, todos os locais que vc falou é tentador. Mas vá a Porto Seguro, não vai se arrepender… Tem passeios lindos e em torno de 30 ,00 a 150,00 para fazer de barco em piscinas naturais, e tudo muito comodo pois todos com translado do hotel para os passeios, o centro da cidade tem muita coisa para conhecer… muitas historias. Espero ter ajudado…

  16. Olá,irei p praia do muro alto em junho de 2014,é verdade que não chove essa época?tem como chegar de ônibus neste local,do aeroporto.

    1. Tereza,

      chove. E muito.
      Quem informou ou errou feio, ou quis te enganar (para conferir dá uma olhada no praiômetro: em junho Porto de Galinhas é a campeã das chuvas).

    2. Olá, Tereza! Como o Amaro respondeu, junho é época de muita chuva. Sobre informações de como chegar em Porto de Galinhas, saindo do aeroporto, dê uma olhada neste link: http://www.viajenaviagem.com/2013/12/transporte-porto-galinhas-aeroporto-recife-onibus-taxi/

  17. Tenho disponibilidade para viajar no período de 12/06 a 12/07. Qual a melhor semana para ir em Maragogi? Grata!

    1. Olá, Edna! Junho e julho são meses de chuvas por lá. Dê uma olhada no nosso Praiômetro para escolher a melhor época para viajar: http://www.viajenaviagem.com/2012/10/praiometro-nordeste-caribe/

  18. olá irei para recife porto de galinhas na semana que vem no dia 11/04 até 20/04 , vi um comentario seu que abril chove mas vi tb que em época de lua cheia é ótimo pq a maré ta baixa . pesquisei e vi que é semana de lua cheia .será que é uma epoca boa em abril ? tenho medo de pegar chuva .

    1. Olá, Marise! A época é de muitas chuvas, mas não temos como prever se vai chover ou não na data da sua viagem.

      Acompanhe a previsão pelo Jornal do Tempo: http://jornaldotempo.uol.com.br/previsaodotempo.html/brasil/PortodeGalinhas-PE/

  19. Olá, estou organizando uma viagem com a família para Porto de Galinhas em agosto de 2014. Planejava passar uma semana. Em 2005 fui a Porto de Galinhas e jamais esqueci da emoção das piscinas e do passeio para ver os cavalos-marinhos, bem pertinho. Queria saber se é mesmo só optar pelas luas nova ou cheia e o passeio estará garantido? Desde já, agradeço.

    1. Olá, Catarina! Sim.

  20. Tentei entrar na tábua das marés para agosto de 2014 e não consegui, por isso resolvi perguntar. Obrigada.

    1. Olá, Catarina!

      Aqui você entende como funciona a tábua:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/04/como-usar-tabua-mares/

  21. Acompanhei a tábua de marés e o praiometro, me parece que na segunda de agosto, aproximadamente entre 10 e 20 de agosto, apresenta excelentes condições para aproveitar Maragogi.

    Todavia, sou leigo e queria confirmar se de fato é uma boa época.

    Podem me ajudar?

    1. Olá, Rodrigo! Desculpe, não podemos verificar cada dia perguntado por cada leitor.

      Veja aqui o passo a passo:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/04/como-usar-tabua-mares/

      1. De qualquer maneira, obrigado.

ATENÇÃO:
Antes de perguntar, veja se a dúvida já não está respondida no texto. Perguntas redundantes e comentários em maiúsculas serão apagados. Obrigado!