125 hotéis em Buenos Aires comentados por leitores (com mapa!)

Natalie Soares
por Natalie Soares

Plaza de Mayo, Buenos Aires

Este post organiza as opiniões dos leitores do Viaje na Viagem sobre os hotéis em que se hospedaram em Buenos Aires, e que estavam espalhadas pelas caixas de comentários de diversos posts. Procure pela região da cidade (Centro, Recoleta e Palermo) e, dentro da região, por ordem alfabética. Se o hotel não estiver listado aqui no post, é porque ainda não apareceu nenhum depoimento de hospedagem aqui no site.

MICROCENTRO & CONGRESO


Visualizar Hotéis em Buenos Aires - Microcentro & Congreso em um mapa maior

--> Retiro (canto mais bacaninha do Centro)

Casa Calma

Nadia - Opiniões no Booking

Dazzler Flats Basavilbaso

Lucila - Opiniões no Booking

Embajador

Elaine - Opiniões no Booking

Feir's Park Hotel

Luis F. - Opiniões no Booking

Loi Suites Esmeralda

Jorge C. - Opiniões no Booking

Marriott/Plaza

Silmara - Roberta - Aurora M. - João - Opiniões no Booking

Howard Johnson Plaza

Wilton - Opiniões no Booking

NH Crillón

Valdez - Loraine

Plaza San Martín

Sandrissima - Opiniões no Booking

Promenade Hotel

Itallo H. - Opiniões no Booking

Sheltown

Raissa - Opiniões no Booking

--> Microcentro

562 Nogaró

Christiane - Opiniões no Booking

725 Continental

Eduardo - Opiniões no Booking

Aspen Suites

Gustavo - Gustavo - Silvia A. - Opiniões no Booking

Cambremon

Carmen - Opiniões no Booking

Catalina Suites

Fabiana - Joyce

Claridge

Alexandre G. - Roberta - Opiniões no Booking

Colón

Andrea - Ricardo - Eunice - Opiniões no Booking

Concorde

Angélica - Lorena - Opiniões no Booking

Conte

Felipe - Rosa - Opiniões no Booking

D'Artist

Giuliano - Opiniões no Booking

Dazzler Maipú

Mário - Mariana - Fran P. - Opiniões no Booking

Dazzler Tritone

José - Opiniões no Booking

El Conquistador

Bruna - Karina - Gustavo - Opiniões no Booking

Elevage

Gorete - Opiniões no Booking

Esplendor Buenos Aires

Ana Luisa - Marinês - Carol W. - Chrystianne - Opiniões no Booking

Facón Grande

Rodrigo

Faecys

Teti

Gran Hotel Argentino

Marisa - Elis - Marisa - Opiniões no Booking

Grand King

Ana Carolina - Walter - Tania - Mariana - Opiniões no Booking

Hostel Suites Florida

Lu M. - Aline - Opiniões no Booking

Las Naciones

Eliane R. - Paulo - Opiniões no Booking

Monarca

Alexandre - Opiniões no Booking

Panamericano

Aline C. - Opiniões no Booking

Pestana Buenos Aires

Henrique - Opiniões no Booking

Regency

Aline C.

Rochester Classic

Carla - Rita - Carine - Nivea - Liana A. - Opiniões no Booking

Rochester Concept

Riq - Opiniões no Booking

Sarmiento Suites

Amaro - Opiniões no Booking

Splendid

Ernesto - Opiniões no Booking

Tanguero

Marcelo - Opiniões no Booking

Tryp Buenos Aires

Adriana - Opiniões no Booking

Vista Sol

Mônica - Opiniões no Booking

Waldorf

Rafael - Opiniões no Booking

--> Congreso

Broadway Suites

Vinícius - Nádia - Opiniões no Booking

Castelar

Ernesto - Ernesto - Liana A. - Opiniões no Booking

Duomi Plaza

Rafael R. - - Leticia - Juliana - Opiniões no Booking

Hostel Estoril

Joana

Hostel Suites Obelisco

Rodrigo B. - Opiniões no Booking

Ibis Congreso

Fabi - Opiniões no Booking

Ibis Obelisco

Silvia A. - Andrea - Lene - Luiz F. - Silvia A. - Andrea

Ícaro Suites

Beatriz - Opiniões no Booking

Intercontinental

Marcia - Opiniões no Booking

Mílan

Ivan

Novotel

Daniela - Fábio - Opiniões no Booking

--> Abasto (perto do shopping)

Abasto

Márcia - Opiniões no Booking

RECOLETA & BARRIO NORTE


Visualizar Hotéis em Buenos Aires - Recoleta & Barrio Norte em um mapa maior

--> Recoleta (da Santa Fé à Libertador)

Alvear

Marcia - Opiniões no Booking

Art Hotel

Tatiana - Queila - Fran - Beto - André - Beto - Fran - Opiniões no Booking

Art Suites

Eduardo - Sílvia S. - Vera M. - Opiniões no Booking

Ayacucho Palace

Cláudia L. - Andrea - Silvia - Opiniões no Booking

Ayres de Recoleta

Alessandra - Marcia - Opiniões no Booking

Ayres de Recoleta Plaza

Silvia S. - Maria - Walter - Flavia - Sílvia S. - Luciano - Monix - Opiniões no Booking

Bel Air

Rodrigo - Opiniões no Booking

Casa Sur

Ana Claudia - Valdez - Clarice - Juliana L. - Valdez - Opiniões no Booking

Château Blend Hotel

Monica - Opiniões no Booking

Caesar Park

Eduardo - Opiniões no Booking

Concord Callao

João - Opiniões no Booking

Étoile

Marcia - Fernando - Opiniões no Booking

Howard Johnson Recoleta

Ana Luisa - Anna Francisca - Tatiana - Marisa - Maria - Ana Cecília - Karen - Netto - Paulo/Regina - Andrea - Naila S. - Naila S. - Ana Luisa - Andrea - Opiniões no Booking

Impala

Anna Karenina - Kely V. - Opiniões no Booking

Intersur

Márcia - Márcia - Carlos H. - Carlos H. - Suzana - Opiniões no Booking

Lion D'Or

Nelson - Malala

Loi Suites Recoleta

Marco - Nora - Juliana - Nivia - Lica - Ana B. - Opiniões no Booking

Marseille des Anges

Alexandra - Opiniões no Booking

Meliá Recoleta

Arthur - Leonardo - Wander - Opiniões no Booking

Poetry Building

Gabriel Dias - Naila S. - Ana Paula P. - Sílvia S. - Opiniões no Booking

Serena

Mirella - Opiniões no Booking

Trianon Residence

Daiana - Célia P. - Beth - Sérgio R. - Opiniões no Booking

Ulises

Patrícia - Chris - Cintia - Opiniões no Booking

Unique Park Château

Edson - Daiana - Henrique - Stefania - Fabi - Guilherme - Sheila - Conceição - Marcelo P. - Mônica - Opiniões no Booking

Unique Park Plaza

Lili - Ana Claudia F. - Patricia - Beth - Silvia A. - Opiniões no Booking

Urban Suites

Marina - Silvia Q. - Jussara - Carla - Gisele - Opiniões no Booking

Wilton

Eduarda - Sylvia - Marcela - Adsweb - Marcela - Opiniões no Booking

--> Barrio Norte

Blue Tree Ker

Clarice - Zé Maria - Monica - Opiniões no Booking

Callao Plaza Suites

Israel - Opiniões no Booking

Dazzler Libertad

Veronica - Opiniões no Booking

Design CE

Ana Luisa - Claudio - AMM - Ana Luisa - Ana L. - Opiniões no Booking

Design Suites

Ana F - André G. - Opiniões no Booking

Livin Residence

Leonardo - Opiniões no Booking

PALERMO SOHO, PALERMO HOLLYWOOD, VILLA CRESPO & ALÉM


Visualizar Hotéis em Buenos Aires - Palermo Soho, Palermo Hollywood, Villa Crespo, Belgrano & Las Cañitas em um mapa maior

--> Palermo Soho (lojas, cafés, restaurantes)

5411 Soho

Leonardo - Opiniões no Booking

Blue Soho

Ana Karenina - Ricardo - Jô Elias - Opiniões no Booking

BoBo

Letícia - Opiniões no Booking

Craft

Adri - Opiniões no Booking

Cypress In

La K. - Ale T. - Opiniões no Booking

Eco Pampa Hostel

Victor Hugo - Opiniões no Booking

Esplendor

Riq - Marina - Luciana - Vanilza - Opiniões no Booking

Five Cool Rooms

José - Mi - Gustavo - Leonardo M. - Opiniões no Booking

Hostel Play

Alvaro - Opiniões no Booking

Jam Suites

Alexandre G. - Opiniões no Booking

Krista Hotel

Carla - Carla C. - Opiniões no Booking

Legado Mitico

PaulaB - Opiniões no Booking

Lynns

Walter - Opiniões no Booking

Mine

Bruna - Carolina - Leticia - Cleber - Manu - Fernanda - Opiniões no Booking

Palermitano

Lu - Bruna - Michele - Juli - Bruna - Lu - Malu - Opiniões no Booking

Rugantino

Ernesto - Opiniões no Booking

Soho All Suites

Patricia - Gustavo - Caio - Marcelo - Opiniões no Booking

Torrecillas Soho

Cristina - Opiniões no Booking

Ultra

Gustavo - Juliana - Opiniões no Booking

Vain

Ana Carolina - Opiniões no Booking

--> Palermo Hollywood (restaurantes)

Atempo

Gustavo - Opiniões no Booking

Be Hollywood

Luis R. - Paula P. - Paula P. - Opiniões no Booking

Esplendor

Edir - Opiniões no Booking

Hollywood Suites & Lofts

Alexandre - Opiniões no Booking

Solar Soler

Silvia W. - Opiniões no Booking

Vitrum

Gustavo - Opiniões no Booking

--> Villa Crespo (ao lado de Palermo Soho, em meio aos outlets)

Querido

Alexandre - Marco - Luciana - Juliana - Neusemari - Patrícia - Amaro - Maurício F. - Agatha - Alexandre C. - Marco C. - Denise - Alice - Vanessa D. - Juliana - Vera - Zuzu - Amaro - Patrícia - opiniões no Booking

--> Palermo Viejo (ao sul da Scalabrini Ortiz)

Bulnes Quality Suites

Luciana S. - Opiniões no Booking

Duque

Paula - Daniela P. - Paula P. - Adriana - Paula P. - Opiniões no Booking

Hostal Al Sol Baires

Daniella L.

--> Bosque de Palermo

Awwa Suites e Spa

Alexandra - Alex S. - Marília - Opiniões no Booking

--> Las Cañitas (restaurantes)

Tailor Made

Constance

--> Belgrano (residencial)

Sarum

Arnaldo - Opiniões no Booking

SAN TELMO & MADERO ESTE


Visualizar Hotéis em Buenos Aires - Madero Este & San Telmo em um mapa maior

--> San Telmo & Montserrat (Centro Velho)

Axel

Riq - Renato - Opiniões no Booking

Moreno

Riq - Danielle L. - Luiz H. - Opiniões no Booking

--> Madero Este

Faena

Riq - Opiniões no Booking

Madero

Priscila - Juliana S. - Opiniões no Booking

Unique Madero

Ana - Luiz - Opiniões no Booking

Leia mais:

Buenos Aires: os 10 hotéis mais reservados pelos leitores

Onde ficar em Buenos Aires: introdução

10 razões para não se hospedar no Centro

9 razões para se hospedar na Recoleta

Primeira viagem: roteiro para um fim de semana em Buenos Aires

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email

535 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
Marcia Duarte Sejopoles

Joao já fiquei no Intercontinental. O hotel é bom. Mas a localizaçao
é um zona comercial. A noite fica deserto, com aquelas familias
pegando papel para reciclagem. Nao tinhamos coragem para sair a pe.
Pegavamos um taxi e jantavamos em Puerto Madero.
Depois em outra viagem fiquei na Recoleta, achei melhor.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Daniela
DanielaPermalinkResponder

Olá, Riq!
Acabo de voltar de BsAs com minha família, após desistir de ir a Bariloche também, como já tinha relatado em posts anteriores. Estava já ficando maluca de tanto acompanhar a anbariloche, que citei aqui, e resolvi realaxar e aproveitar apenas BsAs.
Resumo da opção: acho que foi o melhor que fiz. Ficamos 9 dias na capital. E faltou tempo para fazermos todo o programado. Temos que cosniderar que viajar com crianças e com pessoas mais idosas nos faz ter outro ritmo.
Em compensação, vi BsAs sob outra perspectiva. Quer um exemplo? Quando passamos pela Plaza da Mayo, ninguém deu a mínima para a Casa Rosada (eu, meu marido e meus pais já tínhamos sido apresentados a ela, as crianças nem ligaram para o prédio todo cercado de grades). A grande diversão foi descobrir a quantidade de bandeiras argentinas penduradas e brincar com os pombos que chegavam a vir comer na nossa mão. Algumas mães argentinas deram milho para meus filhos, e eles adoraram ver a revoada dos bichinhos. Nunca antes tinha prestado atenção nos pombos e pássaros da Plaza de Mayo, e se não fossem as crianças, eles continuariam despercebidos.
Também não conseguimos sair muito à noite para jantar longe do hotel. Ficamos no Novotel, na Corrientes, porque não havia mais opções na Recoleta quando alterei a data da viagem. Mas, apesar de não ser na Recoleta, não foi uma escolha ruim, muito pelo contrário. O hotel é novo, limpo, pessoal simpático e prestativo (meus pais tiveram probelmas com o chuveiro às 23:30 e o pessoal da manutenção atendeu em 15 minutos), e a localização é boa. Os quartos tem um tamanho adequado para um casal e uma criança, não são enormes, mas confortáveis. A Av. Corrientes e arredores tem várias opções de restaurantes e locais para um lanche rápido à noite, sem sem no estilo de gastronomia mais refinada, mas que resolvem bem o problema da fome quando se está com crianças cansadas e que não aguentam mais um táxi para qq resturante que seja. Destaque,nesta área para o Palacio de las Papas Fritas, onde comemos excelentes batatas souflée com chorizo. Além disto, o restaurante do próprio hotel também é bem agradável e com comida saborosa. Ainda consegui um cupon de desconto no guia óleo que me deu 25% a menos na conta de cada jantar. Ponto a favor!! Outro ponto para o hotel: está próximo de estações de metro da linha B e D, facilitando o deslocamento.

Quantos aos passeios, vou seguir a classificação de satisfação das crianças, em ordem: Temaiken, os clássicos Zoo e Jardin Japones, Museu Proibido não Tocar e o Museu de Ciências Naturais e San Telmo no domingo (com crianças também é uma delícia, desde que se chegue cedo e se sente para almoçar cedo, digo: antes de 13:30h).

Decepção da viagem: a casa da Barbie. É uma loja (cara), essencialmente. O espaço para brincar é pequeno e estava com pouquíssima variedade de brinquedos, até bagunçado. O salão para as meninas estava com um espera de 2 a 3 horas. Resultado: tive que contornar a frustração da minha filha, entrar numa farmácia e comprar um esmaltezinho para ela pintar as unhas no quarto do hotel.

Num dia de chuva, o Meseo de los Niños salvou a tarde, mas tb se não tiver tempo para isto, não se culpe. É divertido, mas fica muito cheio, e tem um excesso de informação e barulho que deixa as crianças meio perdidas. Ao menos os meus ficaram. Mas também gostaram do passeio, conjugado com a Neverland em frente.
Além disto, passeamos muito pelas ruas, pela Recoleta, por Puerto Madero num domingo de tarde, por Palermo, mostrando-lhes as diferenças dos bairros da cidade e dos costumes do povo local.

A cidade está lotada, principalmente de brasileiros. Não há sinal de nenhum trasntorno com as cinzas do vulcão. Não tivemos nenhum incidentes com vôos, exceto pela alteração de nosso vôo de ida, a Aerolineas nos ligou com 12 horas de antecedência para o voo informando que ele tinha sido cancelado e que tínhamos duas opções para troca. Feita a remarcação, por telefone mesmo, o voo foi pontual e tranquilo. A volta tb atrasou apenas 20 minutos. A imigração no Aeroparque é tão cheia e confusa quanto a de Ezeiza. Fica a dica: se vão com crianças, cheguem com muita antecedência ao aeroporto para não passar sufocos. Não esqueçam de preencher todos os formulários de alfandega e TAx Refund com antecedência. Não fizemos isto e foi complicado, ao menos estávamos em 4 adultos para revezar a atenção com papéis e crianças.

Outra dica: se forem com crianças, evitem restaurantes de Palermo, tipo Social Paraíso ou outros bistros do genero. O restaurante é ótimo, fomos só eu e meu marido, mas não para crianças. A comida é excelente, mas as opções são restritas e com combinações exóticas para o paladar infantil. Nós adoramos porque fomos sozinhos (e, segundo meu marido, sem muita fome, porque as porções também não são generosas), mas com os pequenos teríamos tido problemas. Por outro lado, na Cucina D`Onore em Puerto Madero comemos bem, com as crianças, e tivemos uma atenção especial por parte do garçon. Meu marido e meu pai pediram uma parrilla de frutos do mar que estava um espetáculo!

Em resumo: Buenos Aires para crianças é ótimo. Mas é uma Buenos Aires sob outra perspectiva!

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Marcia Duarte Sejopoles

Henrique vou reforçar a dica do Hotel Alvear. Fiquei lá com o meu marido no ano passado e nao tem lugar mais romantico nao. O hotel é lindo, o restaurante lembra os predios da França, tipo as Gares de Paris , o Museu D´Orsay. Muito bonito mesmo.
Fica a sugestao

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Sílvia Soares

Cida, esses hotéis tb tem microondas: Ayres de Recoleta Plaza (já fiquei lá e gostei, mas não é unanimidade aqui no site), Art Suites e Poetry Building (parece mais um apê). Todos tem resenhas aqui no blog.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Luciano
LucianoPermalinkResponder

Antes não respondi aqui e foi lá pro fim da fila. Vai de novo:

Gostamos bastante do Ayres de Recoleta Plaza. Tem uma mini-cozinha com microondas, fogão e geladeira. O café da manhã é servido no quarto, que é grande o bastante para acomodar um berço e não ficar apertado. http://www.ayresderecoletaplaza.com/pr/index.php Fizemos contato pelo site e reservamos direto com o hotel.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Monix
MonixPermalinkResponder

O Ayres de Recoleta ( http://www.ayresderecoleta.com/pr/index.php ) tem microondas no quarto e outras facilidades. A localização é excelente. O único problema e que o café da manhã é servido num café próximo ao hotel, o que para mim foi até interessante pois tomávamos nossa primeira refeição cercados de portenhos lendo seus jornais. smile

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Olá, minha esposa, filha de 5 anos e eu acabamos de voltar de BsAs. Ficamos no Caesar Park na Calle Posadas - Recoleta. Impressões gerais:
i) Hotel é bom, entregou tudo que anunciava, mas tem um preço salgado. Na verdade, optei por ele pela excelente localização (é excelente mesmo, tendo o Patio Bullrich na frente, a Recova com vários restaurantes a 200 metros e todos os lugares mais distantes que fomos (Centro, Palermo,Shopping Abasto) ficavam quase sempre a 20 pesos de táxi - impressionante isso, baita coincidência, nem olhava mais o taxímetro, dava sempre 20 pesos (ou míseros 8 reais!). Outra coisa que me fez optar pelo Caesar foi o fato de ser o único hotel na Recoleta, ainda acessível para nosso orçamento, que tinha piscina aquecida coberta, para minha filha isso foi um baita plus, considerando a época que fomos - chegamos a pegar 8 graus numa manhã esta semana. No mais, uma senhora coincidência fez nossa estadia lá valer mais a pena, o time do Fluminense se hospedou no Hotel para o jogo de 4ª passada da Libertadores. Consegui um ingresso com o presidente do Clube e fui assitir o jogo épico que resultou na impressionante classificação do time para a fase de mata mata da libertadores! Indescritível o enredo todo!
ii) Buenos Aires é realmente bem kids friendly, fizemos vários passeios interessantes pra criançada, o zoo é magnífico (as crianças ficam extasiadas com a possibilidade de alimentar os animais), as atrações do shopping Abasto (Museo de los Niños e Parque de diversões) são fantásticas, o museu da recoleta - Proibido não Tocar - também é bacana. Além disso, a alimentação é bem ao gosto dos pequenos, carne, papas fritas,doce de leite, sorvetes.
iii) Qto a alimentação, fui com uma expectativa alta, talvez maior que a realidade de lá, mas gostei. Achei os preços não muito diferentes do Brasil (moramos em Brasília), o que vale mesmo a pena é tomar vinho nas refeições. No geral, se paga nos bons restaurantes, bebendo vinho bom, o mesmo que se pagaria aqui tomando refri e água.
Fomos no brunch do Four Seasons, é ir uma vez pra ver qual é, muito bom, mas não retorno mais, fica bem salgado - conta para 2 adultos e 1 criança, com "propina", de 870 pesos... Gostei do La Cabrera e do Piegari, excelente restaurante italiano na Recova da Posadas.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Joao Barcelos
Joao BarcelosPermalinkResponder

Ja fiquei no Concord Callao e recomendo muito também. Não é na muvuca turista, e isso pra mim é vantagem. Os quartos são confortáveis, a rua é bem legal. Pode ir tranquila!

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Só mais uma coisinha: Ficamos no Hotel Etoile, na Recoleta, e acho que deve ter passado por uma reforma, pq está muito bom, ótimo café, atendimento excelente, muito bom mesmo. Recomendo fortemente!

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Anna Francisca

Riq e trips,
Acabei de chegar de BsAs. Adoro aquela cidade - nenhuma novidade para as Vibanas. Desta vez, a 8ª, fiquei no HJ Recoleta - indicação VnV. Super bem localizado, quartos enormes, 2 camas grandes de viúva. As camas e os travesseiros são um pouco macios demais para o meu gosto. De reclamação, se é que posso chamar de reclamação, apenas o café da manhã no fim de semana, que quase beirou o caos. Hotel lotado, local pequeno, atendentes pouco treinadas. Nos outros dias da semana, calma e tranquilidade. BsAs é uma delícia. Tanto em BsAs quanto no Rio, há "vida" nas ruas. São cidades, neste sentido, parecidas. As ruas vibram. O comércio das duas também é semelhante, na rua. Pessoas passeando, velhinhos, mamães com carrinhos, flanando. Se no Rio há um bar em cada esquina, em BsAs há um café. Diferente de Montevidéu. Fiquei no Trouville Suites. Ótima localização, no filet mignon do bairro Poncitos. Montevidéu é uma agradável surpresa nas primeiras 12 horas. Dias lindos. A orla super movimentada de gente andando, correndo. Mas depois, onde esse povo toma uma Patrícia? Há apenas 2 bares/restaurantes naquela orla imensa. Estou me referindo do Parque Rodó até depois de Pocitos. Falta "vida", desculpem o trocadilho. Fiz um pit stop em Colônia: arrumadinha. Dei as 2 como vistas. A BsAs, volto quantas vezes puder. Há sempre o que fazer e ver.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Olá!!! Cheguei de BsAs dia 11 nov. Queria agradecer ao Ricardo Freire e a todos, pelas ótimas dicas.
Maravilhoso o nosso passeio!!! Adorei a viagem, o Hotel Howard Johnson Boutique Recoleta é maravilhoso. Andamos muito, passeamos bastante.
Com relação a tax free, fui a uma loja da Lacoste na Galeria Paficico, com adesivo, mas a vendedora avisou que o tax free são só para os produtos produzidos na Argentina!!! Então tem q prestar a atenção, pois tem adesivo mas não são para todos os produtos e Tb tem o valor mínimo de comprar para o tax free. Comprar no Havanna e vinhos em locais com tax free compensa!!!
A “La Cabrera” é maravilhosa, comida, atendimento e ambiente de primeira, também só ela que salva, pois na “La Brigada” fomos pessimamente atendidos, abandonados no 3º andar!!! E a lingüiça crua... O atendimento em geral, restaurantes e cafeterias, foi péssimo. Comemos empanadas maravilhosas no El Sanjuanino. O sorvete de doce de leite é uma delicia!!!

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Sou leitora diaria o blog VnV e suas dicas e informaçoes sao valiosas. Gostaria de deixar algumas contribuições a respeito da minha viagem para Buenos Aires e Mendoza no periodo de 30.07 a 06.08 de 2011.
Ficamos no Hotel Intersur Recoleta fica na Av Callao entre a Guido e a Quintana. Super bem localizado, hotel novo , tem supermercado perto, farmacia, banco , fica perto de um ponto do bus turistico na Av Alvear. Café da manha bom. Recomendo.Jantamos no primeiro dia no proprio restaurante do Hotel chamado Marcelo, boa comida italiano, frequentado na maioria por moradores da regiao. Jantamos tambem no Fervor que fica ha duas quadras do hotel, bom restaurante muitos argentinos como clientes. O ultimo restaurante foi o Estilo Campo em Puerto Madero , mais para turista mas bom.
Pegamos o onibus turistico sem problemas. Compras nas Galerias Pacifico e no Paseo Alcorta ( recomendo este ultimo por ser mais tranquilo).
Por ultimo utilizamos o serviço de taxi ( carro grande tipo van ) do sr. Cristian. Nos pegou no hotel de madrugada para o voo da Tam em Ezeiza cobrou 150 pesos. Ele fala um pouco de portugues. Recomendo.
Um abraço

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Fomos a BsAs entre 30.07 a 06.08 com alguns dias em Mendoza. Ficamos no Hotel Intersur Recoleta super bem localizado , novo , bom café da manha. Utilizamos o serviço de taxi do Sr. Cristian. tem um carro grande tipo van cobrou 150 pesos da recoleta a ezeiza nos pegou de madrugada no hotel sem problemas. ele fala um pouco de portugues. recomendo. email cristianvalos777@yahoo.com.ar
um abraço

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Carlos Henrique

Fui a B Aires,e como peguei muitas dicas aqui, quero deixar algumas.
Usei os serviços do taxista Marcelo (marcelo_bautista@hotmail.com) super indicado aqui,e confirmo tudo o que falaram,boa pessoa,bom preço,conseguiu mesa bem localizada no show de tango,meu voo chegou com 3 horas de atraso e lá estava ele com a cara boa esperando,pontual,e ainda empresta um celular pré pago para os clientes usarem(ajuda muito),fizemos city tour com ele ,muito bom.
Comprar em outlet é fria,quase o mesmo preço dos shoppings,vá na Santa Fé,que além de compras vc dá uma passada na livraria El Ateneo.Tem um lugar em Palermo cheio de lojas bacanas e bares na av Honduras ,que não pode deixar de ir,Galerias Pacífico vale ir pela beleza do lugar,fuja da Florida(cheia de furtos e virou uma 25 de março).Lembrançinhas deixe pra comprar no Caminito.
Comer em B Aires é barato,as bebidas não,mas no geral fica muito mais barato que no Brasil,os restaurantes que mais gostei foram(em ordem de gosto): Marcelo(italiano),La Cabrera(parrila),La Biela(Pra tomar uma cerveza do lado de fora),Sucre(de autor,noite),Casa Cruz(contemporânea,noite).
Fiquei hospedado no Intersur Recoleta,hotel muito bom e novo, com ótimo custo benefício, e muito bem localizado, o restaurante em que comi melhor(Marcelo)tem lá e em Puerto Madero.
Fui em todos os pontos turísticos,gostei de todos,e não queria ir ao Caminito por ler aqui sobre assaltos a turistas,fui lá e achei muito legal,é pega turista? É, mas o que somos na realidade.
Obrigado ao Viaje na viagem e aos internautas que interagem com o site,as dicas e opiniões que peguei aqui foram essenciais para a ótima viagem que fiz.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Carlos Henrique

Vcs poderiam incluir nessa lista o Intersur Recoleta,um hotel novinho,muito bom e com ótima localização,depois dos 5 estrelas é o melhor da Recoleta.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Nora Stein
Nora SteinPermalinkResponder

Olá Riq

Por várias e várias vezes fiquei xeretando o seu site, lendo os seus comentários, as suas dicas, os comentários dos que por aqui tbm andam e acabei vindo para Buenos Aires, eu e meu marido. Chegamos no dia 25 e amanhã estaremos indo para Ushuaia e depois para El Calafate, retornando a BsAs dia 8 para voltarmos ao Brasil no dia 10. Até agora, deu tudo certo. Adoramos o Loi Suites Recoleta, que conheci aqui por seu intermédio. Realmente ficar na Recoleta é muito mais interessante que no Centro! Valeu a dica! Fizemos o Passeio ao Delta do Tigre e gostamos muito. Andamos muito a pé e foi ótimo! Mas tbm usamos táxi que realmente aqui são bem baratos. A única coisa que não achei lá muito interessante (vão me apedrejar!!!) foi a Feira de Santelmo. Já tinha estado uma vez lá, há 13 anos atrás, e não me lembro de ter achado tão ruim. Talvez por ter ido desta vez à tarde, sei lá, mas achei uma muvuca só! E embora seja ao ar livre, o cheiro de cigarro chega a incomodar. Meu Deus, como se fuma lá!!!! Costumo ir a Porto Alegre todo ano e juro que a feira da Redenção aos domingos é bem mais interessante! Ontem fomos ao Tango no Esquina Carlos Gardel e gostamos muito e hoje jantamos no La Cabrera e ficamos bem satisfeitos! Também foi aqui que eu sobe dele. Ou seja, não viajarei mais sem antes esmiuçar o seu site e ouvir as suas dicas também na BandNews. Um abraço e continue com as suas viagens para que a gente possa viajar tbm. Muito obrigada.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Caros internautas e Ricardo,

voltamos de BUE e queria agradecer a todos pelas dicas. Permito-me fazer um brevíssimo relato, só para aumentar a massa de informações e, como nos lembrou o Ricardo em um post anterior, ajudar na cronologia.
1. É muito bom viajar com um filho de 1 ano e 2 meses. Buenos Aires é muito friendly com eles.
2. Ficamos no Meliá Recoleta. Localização excepcional para o passeio que queríamos. Achei pelo menos uns 20 prédios em que gostaria de morar. É muito legal mesmo o bairro. O quarto do hotel é bom e o banheiro também, staff muito simpático, mas pouco atencioso para o que esperávamos (tipo, deixavam umas taças de vinho de um dia para o outro sem trocá-las; chegávamos no café da manhã e demoravam uns cinco minutos para trazer o café... essas coisas).
3. Os restaurantes aos quais eu voltaria:
3.1 O brunch do Four Seasons é tudo aquilo mesmo que dizem e mais um pouco.
3.2 O Fervor, que é do lado do Meliá, é muito bom também (parrila de frutos do mar é top).
3.3 O Sotovocce é pedida certa para massas. Jantamos lá quase todos os dias.
3.4 O La Vineria de Gualterio Bolívar é sensacional. Uma boa experiência se você gosta de comer coisas que são difíceis de se encontrarem.
3.5 O Cabaña Las Lilas é bom, mas não é muito diferente de um Porcão. Vale pelo lugar e pela carta de vinhos imensa. Imagine um vinho e lá está!
3.6 O Miranda definitivamente tem a mesma carne do Las Lilas pela metade do preço.
4. Vinhos: várias lojas, quase um cartel de preços razoáveis. Embalam em caixas de 6 para trazer.
5. Outlets: fui, achei tudo uma bagunça e não comprei nada. Para mim não valia a pena encarar a fila de 40 pessoas nas lojas para economizar R$ 15,00 numa camisa. Melhor nas outras lojas de Palermo Soho ou mesmo nos shoppings.
6. Florida: bom para trazer umas lembranças, comprar um sapato ou um sweater. Mas não compensa ir mais do que duas vezes. Com criança então, é tenso.
7. Câmbio e transfer: sem mistério. Basta seguir o tatibitati daqui do site que é perfeito.
8. Charutos: La Casa del Habano e Davidoff. Boas lojas e bons preços.

Conclusões:
1. Viajar com a família continua sendo um bom destino para o $$$$.
2. Voltaremos a Buenos Aires sem dó. Fico no mesmo bairro, em um outro hotel, mas vou a quase todos os restaurantes a que fomos.
3. A pesquisa nos sites especializados é boa para quem gosta de viajar antes de começar a viagem. Eu sempre fiz isso, por valiosa dica do meu pai. Além de aumentar as férias, você evita as roubadas e faz uma boa viagem, bem próxima daquela que você imaginou.
4. Até a próxima.
5. Muito obrigado, Ricardo.

Arthur e família.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Leonardo
LeonardoPermalinkResponder

Ricardo,
Quero fazer um super, mega, ultra agradecimento a você, suas dicas me ajudaram a fazer uma excelente 1ª viagem à Buenos Aires.
Fiquei no Meliá Recoleta e gostei demais, o hotel tem tudo a ver com o bairro. Acho que a região é perfeita para quem vai pela primeira vez, transmite todo o ar classudo que tá no imaginário de quem não conhece a cidade.
Nos três primeiros dias, eu e minha esposa "debulhamos" os arredores sem nos preocupar com o tempo ou em visitar os pontos turísticos tradicionais, não nos arrependemos. Nos outros dois, concentramo-nos em aproveitar o miolinho de palermo soho, outro tiro certeiro. A dúvida agora é escolher onde ficar na próxima.
Graças aos sábios conselhos extraídos do site não caímos em nenhuma "roubada", só fomos a bons restaurantes, conhecemos lojas e locais muito interessantes, nada que já não tenha sido citado por aqui. E ainda temos programação inédita para, no mínimo, mais umas três visitas.
Aos navegantes aconcelho que leiam, leiam e releiam todos os posts e comentários. Mas não se estressem. Aproveitem o que a cidade tem a oferecer sem gana de querer ver tudo. Aproveitem a atmosfera, as pessoas, o sorvete, as medialunas... Aaaah!!! Já tô com saudades!
Agradecimento especial à Sylvia e Majô também. Minha esposa até se referia às duas como "aquelas suas amigas".
Grande abraço!

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Wander
WanderPermalinkResponder

estive em B.A. de 23/03 a 27/03/2011 : 4 noites/5 dias, pela primeira vez ; tudo correu muito bem : nada de notas falsas, nada de taxista enganador, cidade limpa e linda. Vôo Tam direto a Ezeiza ; pontual. Cambio no banco Nacion. Taxi Ezeiza : tranquilo e seguro; motoristas educados,pontuais. ida a 150 pesos e volta a 120 pesos : em cash, não aceitam cartão. Hotel Melia Recoleta : muito bom, falo mais do hotel no post sobre os hoteis na Recoleta. Tango : El Querandí :show muito bom : reservei pela internet no site do proprio El Querandi com transfer, que foi pontual. Jantar (prato de peixe)nada excepcional, mas não comprometeu. Show de jazz no Jazz Clube no hotel Melia Recoleta : excelente tanto a banda de jazz como o jantar : ceviche, costeletas de cervo, sobremesa e vinho : 190 pesos por pessoa (show e jantar) e 68 pesos por uma garrafa de vinho argentino. Chá no Alvear : bom, vale pelo glamour : 150 pesos o chá completo com uma infusão a mais por 40 pesos dá para 2 pessoas. Bem, ainda fiz um city tour com o taxista Alfredo por 200 reais : muito educado e engraçado o sr. Alfredo, nos levou a Casa Rosada, Caminito, Porto Madero, Recoleta, Floralis, Bosque de Palermo e Rosedal, deu pra conhecer os principais pontos turisticos de B.A.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

celia pereira
celia pereiraPermalinkResponder

Olá,

Cheguei, a poucas horas de Buenos Aires (fiquei de 04 a 11 de janeiro/2011) e pasmem: PEGUEI PIOLHO DE POMBO NO HOTEL QUE ESTAVA HOSPEDADA!!!Eu, meu marido e minhas filhas de 3 e 9 anos...

Ficamos no TRIANON RESIDENCE RECOLETA. Começamos a sentir muita coceira, durante a noite. Depois de muito procurar e solicitar ajuda aos funcionários do hotel, percebemos que tratava-se de piolho de pombo - há um ninho na parte externa do ar condicionado e eles faziam "fila" na parede, na cabeceira da cama até chegar nos lençóis, mas como são bichinhos muiiiiiito pequeninos, demorou para detectá-los.

A funcionária do Hotel teve o atrevimento de dizer que nunca havia aparecido no hotel qualquer inseto e que, provavelmente, nós os trouxemos do Brasil!!!!!!

Em São Paulo, do aeroporto liguei para a pediatra das minhas filhas e fomos todos medicados. Notifiquei o caso para o Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura.

Enfim, estragou minha viagem... o Hotel Trianon Residence Recoleta é muito antigo, embora amplo (acomodação para 4 pessoas - 2 suites, cozinha e sala de estar), precisa, urgentemente, de manutenção e limmpeza e seus funcionários de um treinamento em atendimento ao hóspede.

CÉLIA

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Edson
EdsonPermalinkResponder

Também cheguei de BsAs no domingo. Fiquei no hotel Park Park Unique que é realmente bom e muito bem localizado, apesar do café da manhã confuso. Eles nitidamente tiveram que se adaptar ao costume de oferecer o café pois o hotel parece bem europeu.
A cidade continua muito bonita e agradável e as dicas foram fundamentais principalmente o câmbio no aeroporto, cuja taxa é muito próxima à melhor encontrada e você não precisa se preocupar mais com isso, a não ser os saques nos caixas eletrônicos. Agradeço a todos que colaboraram.
Só gostaria de alertar a quem for, que o problema com trocas de notas nos taxis é muito sério. Apesar dos avisos e recomendações, acabei sendo vítima, por duas vezes. Por mais que se tente ter dinheiro trocado, pode acontecer de precisar pagar com uma nota maior, principalmente se a corrida for um pouco mais longa. Neste caso, sempre mostre a nota ao motorista, segurando EM SUA MÃO para que ele veja o valor e a validade da nota. Se você cair na besteira, como eu, de entregar na mão dele, já era. A menos que você queira armar um barraco e ameaçar chamar a polícia, coisa que nem sempre estamos dispostos a fazer, não tem mais jeito pois fica sua palavra contra a dele. Portanto todo o cuidado é pouco.
Desculpem o tamanho do post mas achei importante alertar para que todos saibam como isso acontece.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Henrique Augusto

Caro Ricardo e trips,
Estivemos, eu e esposa, em BsAs, de 30/6 a 7/7, e ficamos na Recoleta, no hotel PARK CHATEAU UNIQUE, recomendado aqui. Sugiro que essa indicação seja retirada o mais breve possível, pelos motivos a seguir:
1) Reservei pelo hoteis.com, que me garantiu cama king size e dois ingressos de show de tango de brinde; questinados pela cama pequena e a falta do brinde, os funcionarios do hotel nem resposta me deram; se fingiram de desentendidos;
2)Higiene do hotel: não limpavam o piso do quarto todo dia; no banheiro, no reconhecimento, no 1º dia de estadia, havia cabelos pelo chão;
3) Elevador: tão barulhento que atrapalhava o sono; dava trancos horríveis quando parava; por várias vezes não estava funcionando, minusculo, com capacidade para 3 pessoas ou 225kg; e os funcionários com cara de paisagem; não foram poucas as vezes que subimos pela escada até o sétimo andar, onde ficava o nosso quarto;
4)café da manhã: no primeiro "desayuno" já peguei um pão de forma integral com o canto mofado (verde), os outros pães super duros, as únicas frutas todos os dias, durante uma semana, eram laranja azeda cortada em rodelas e uma outra laranja vermelha com gosto de lima; o café era da pior qualidade; numa semana, preferimos várias vezes desistir daquilo e tomar café no Josefina's, uma cafeteria próxima;
5)funcionários: certa noite, solicitei a um funcionario um taxi; antes de fazer a ligação, ele já me disse que demoraria 30 minutos; concordei com a espera; ele, então, fez uma tentativa de ligação e disse que não atendia; antes de tentar uma segunda vez, me sugeriu ir a pé que era seguro ou que pegasse um taxi na rua.

Tirando a localização, me arrependi de ter ficado neste hotel. Não sei como ele pode ser recomendado aqui. E, sinceramente, não me parece que isso foi uma falha justamente do período em que ficamos lá.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Stefania Marcolini Thoni

Gostaria de informar que tive um grande problema com o Park Chateau Hotel na Recoleta, antes mesmo de conhecê-lo. Estou indo para Bs As em 24/07/10, com meu marido e meus 2 filhos, e há mais de um mes reservei o referido hotel. Ocorre que hoje, 22/07 ou seja, dois dias antes da viajem, recebo um email do hotel, me informando que minha reserva caiu, simplesmente assim! Já liguei pra lá, e eles me pediram desculpas, mas disseram que não há vagas. Estou muitíssimo decepcionada, e muito nervosa tentando encontrar outro hotel. Gostaria soimente de deixar aqui registrado para que outrs pessoas não passem pelo que eu estou passando.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

fabi c
fabi cPermalinkResponder

Daniela, eu fiquei no Park Chateau em abril e gostei. A única coisa q nao foi tao legal era o café da manha, principalmente porque o staff era insuficiente para repor as coisas adequadamente. Fora isso, achei o quarto bem decorado, apesar de nao ser grande. A localização é boa (a do Plaza é melhor, mas ele é mais caro um pouco). O hall de entrada é belíssimo e os atendentes bem legais. Enfim, pelo preço, achei ótimo. Espero ter ajudado, um abraço, Fabi

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Adsweb
AdswebPermalinkResponder

Pessoal, enfim retornei da tão consultada viagem a Buenos Aires. Alguns pontos se destacam da minha experiência que foram colhidas aqui, primeiro o taxista Marcelo Bautista (marcelo_bautista@hotmail.com), o cara é muito gente boa, estava esperando de madrugada no aeroporto conforme combinamos, cobra um excelente preço pelo serviço e dá muitas dicas da cidade, principalmente para as mulheres que querem ir para fazer compras, minha esposa ficou conhecendo tudo dos outlets, cosmeticos, etc... Ele nos levou também em um lugar onde faz uma ótima empanada na Recoleta, chama-se "La Cocina, muito boa!
Fiquei no hotel Wilton - Recoleta, excelente localização, fica a 50m da livraria Al Ateneo, a 7 quadras da feira e cemitério da Recoleta. O quarto é pequeno, mas tem um sanitário bem confortável e novo. O único problema é que o serviço de quarto é restrito apenas em servir bebidas, nada de comida caso não possa sair do Hotel. O serviço de lavanderia é muito bom e internet é wi-fi paga. Café da Manhã bom. Recomendo a todos.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Clarice
ClaricePermalinkResponder

Fui a BsAs no feriado e passo aqui para deixar minhas impressões:
*Hotel Blue Tree Recoleta Ker: localização muito mais ou menos, nada de interessante perto, mas coisas legais não muito longe. Quarto grande, banheiro com banheira no chuveiro (ruim), café da manhã pobre, enfim não ficaria de novo.
*La Cabrera x La Brigada: preferimos mil vezes o La Cabrera: atendimento, preço, carne. Gostamos tanto que na quinta fomos no La Cabrera e no domingo voltamos no La Cabrera Norte.
*Feira de San Telmo: tudo de bom! Dica: deixe para comprar souvenirs no final da Calle Defensa, sentido oposto à Plaza Dorrego, preços muito melhores.
*Sottovoce...Nossa,ótimo restaurante! Não fizemos reserva e não nos arrependemos, apesar da fila de espera, pois serviam "champán" à vontade enquanto esperávamos.
*Piazzola Tango: aprovado. Nada over, muita qualidade, enfoque na dança e na música. Do jeito que eu acho que tinha que ser. Fiz a reserva através do site Cartas Argentinas, da Ludmilla, indicado aqui, e deu tudo certo, transfer na hora do hotel até o show e para voltar, além de que o preço reservando no site é menor.
*Compramos muitos vinhos na Winery: bom preço, embalam para viagem e tivemos a sorte de pegar uma promoção, a cada 150 pesos de compra, ganhamos 33% desse valor para levar vinhos no dia seguinte, ou seja, preço bom + tax free + esse hiper desconto=valeu muito à pena!
* Café Tortoni, não peguei a dica aqui mas insisti e fui: me arrependi! Comida ruim, fila para entrar...
Obrigada Ricardo e todos pela dicas que fizeram a nossa viagem maravilhosa!

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Veronica
VeronicaPermalinkResponder

Gente cheguei dia 04/09, infelizmente foi pouco tempo e não pude fazer tudo que queria. E estava muito frio e choveu todos os dias. Fui empacotada e fiquei no Hotel Dazzler Libertad, muito limpo, novo e atenciosos. Não gostei da Farmacity pois fui em busca de filtros solares da ROC e não achei em nenhuma das várias que entrei. Comprei alfajores Jorgito e doce de leite Salamandra no supermercado. Puerto Madero tava frio pra caramba, mal deu para tirar umas fotos antes de congelarmos. Particularmente, não aconselho ir ao Siga la Vaca!!! Para quem come muito até vale, mas éramos 4 mulheres e não gostamos da carne de lá, muito ruim, dura, sem gosto. A noite fomos ao Estilos do Campo e o atendimento foi dez. Não riam, mas como nenhuma fala espanhol e o menu não estava em portugues, pedimos o Lomo a Eduardo VII, pois sabiamos que lomo era file e achamos que iamos comer aquele bife lindo e suculento de filé mignon..rsrsrs..veio um filé mignon cozido, tipo cozidão da mamãe mesmo, acompanhado de legumes e enrolado em papel aluminio!!!!!!
Fiz o cambio no cambio America da Sarmiento e estava A$2,22 muito bom. Não percam tempo na Calle Florida se nao tiverem nada especifico para comprar, pois é apenas uma rua cheia de lojas, o proprio Marcelo me falou que nao valia a pena. Mas eu estava a procura de uma loja chamada Avance que fica na Galeria de La Flor bem no fundo. Comprei um casaco na altura dos quadris, acinturado e tudo por A$159,00. No mais a chuva impediu muita coisa, mas fomos ao Tortoni e Esquina Carlos Gardel. Anda-se muito e quem tem problema de circulacao se prepara, eu fiquei com as penas doloridas e inchadas e no ultimo dia resolvi passear de taxi pra cima e para baixo, pois é muito barato. Falando nisso, procurei sempre trocar dinheiro e nao tivemos problemas com notas falsas. É isso!

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

claudio
claudioPermalinkResponder

Prezados,

Acabamos de chegar de BsAs e, como montamos nossa viagem a partir das dicas do blog, algumas sugestões/ratificações:

. Design CE Hotel: super bem localizado, atendimento simpático e "plaza suites" lindas e confortáveis;
. Fuerza Bruta, imperdível;
. Bares e restaurantes, na área ao ar lvre, do Buenos Aires Design;
. Gran Bar Danzon, na Libertad, ótima carta de vinhos, comida excelente e um ambiente super descolado;
. La Parolaccia, em Puerto Madero, existem vários, gostamos do que fica na Alicia Moreau de Justo 1052;
. Bar 6 em Palermo SoHo.

Enfim, táxis mais caros como informou a Lul: bandeirada $ 5,80.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Ana Luisa
Ana LuisaPermalinkResponder

Já fiquei no CE há uma ano atrás e esse ano em maio ficarei lá de novo. Adoro. Apesar de ser do lado "ruim" da Sta Fé, fica a apenas uma quadra da mesma na altura da Rodriguez Peña, ou seja super bem localizado. Os quartos são ótimos e o Staff simpaticíssimo. Acho um excelente custo X benefício. Realmente tem microondas sim e logo ao lado do hotel tem um "quiosco" com muitas coisinhas (Iogurtes, biscoitos, etc...)

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

Riq e "Tripers", acabei de chegar de Buenos Aires e, como sempre, fiz a viagem com as ótimas indicações de vocês. Resolvi compartilhar as minhas impressões.

Foi a segunda vez que estive em BAs. Na primeira vez, há uns 8 anos atrás, fiquei 5 dias e percorri a maioria dos pontos turísticos.

Desta vez, seguindo as sugestões de vocês, fiquei em Palermo Soho, no Mine Hotel: serviço atencioso, quartos bons (desde que não sejam os virados para a rua que são meio barulhentos) e café da manhã muito gostoso.

O bairro realmente é um charme. Ótimo para andar a pé, curtir os cafés, as lojas e os bons restaurantes.

Tivemos um jantar muito especial na Casa Coupage (indicação do Diego, dos Destemperados). Foi tuuudo de bom!!! O Santiago, proprietário e somelier,e sua equipe são muito atenciosos e nos deixam bem à vontade. A casa em que fica o restaurante é linda, ambiente gostoso com apenas 5 mesas. Música boa e ótimos vinhos...

Gostamos muito também do Social Paraiso, onde almoçamos no primeiro dia.

Vale uma parada no Jardim Japonês. Tranquilo e, nessa época, muito florido. Ps.: Está acontecendo uma exposição de bonzais nesse mês de outubro. Na verdade, um concurso para eleger o bonzai mais bonito.

Também fizemos um passeio inusitado, mas muito legal.Li na revista Time Out sobre pesseios guiados de bicicletas e organizados pela bikenaranja por algumas regiões de BsAs. Escolhemos o que percorre a "Costanera Sur". Passamos de bike por San Telmo, La Boca, uma região residencial muito legal, pela Reserva Natural da Costanera Sur (uma delícia), Puerto Madero e chegamos, enfim, na Plaza de Mayo. Foi uma tarde deliciosa, 16 km percorridos sem pressa, com paradas agradabilíssimas e ótimas explicações dos guias que nos acompanhou. Conheci BsAs sob uma outra e interessante perspectiva. Adorei e recomendo.

Obrigada a todos vocês por me ajudarem, com suas ótimas dicas, a passar 4 dias muito legais em BsAs.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Cleber
CleberPermalinkResponder

Estive em Buenos Aires neste último fim-de-semana. Utilizei os serviços do Marcelo Bautista (taxista) citado aqui no blog. O cara é jóia, super profissional, atencioso, pontual e fala português. Me levou e buscou em Ezeiza, por um bom preço (150 pesos cada perna), me levou a uma casa de câmbio no sábado de manhã, que pagava o mesmo preço do Banco La Nacion (a loja do aeroporto na sexta estava fora do ar e teríamos que esperar por 02 horas), e me arranjou um ingresso para o jogo do Boca, num lugar excelente (platéia), também num ótimo preço (250 pesos), sem a necessidade de comprar o trânsfer como os hotéis oferecem (por cerca de 400 pesos e para ficar na torcida visitante).
Achei a cidade bem bacana, sobretudo pelos preços. O que você gasta de táxi é uma piada... Para almoçar/jantar, tomando vinho e com sobremesa, gastava cerca de R$ 80,00 por pessoa, em ótimos restaurantes (Crizia, La Cabrera, etc...)
Os outlets de Vila Crespo (região da Calle Gurruchaga esquina com Aguirre) valem muito a pena !!!
Fiquei hospedado em Palermo (hotel Mine - muito bom, recomendo). Fui ao Rojo Tango (ótimo show, vale a pena) e o Hotel Faena é uma coisa de outro mundo, realmente muito lindo, deslumbrante!!
Já o argentino é show de bola, culto, educado, gentil, antenado e politizado. Fomos muitíssimo bem tratados. Enfim, é uma viajem que compensa em todos os aspectos.
Obrigado ao blog pelas dicas.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Lu
LuPermalinkResponder

Olá, trips,

Acabo de chegar do meu fimde prolongado em Bs.As.AMEI!!!Comi maravilhosamente bem,e conheci uma Bs.As.que nem sabia que existia - a da cozinha de autor,e os peixes maravilhosamente saborosos(coisas que a gente ñ encontra aqui no Rio, pelo menos a preços razoáveis),além de sair sempre c/a sensação de leveza(ao contrário das minhas experiências anteriores, geralmente em casas de carnes e/ou massas).Agradeço imensamente a todos os trips,em especial aos Vibanas,pois as dicas foram ótimas.A seguir,segue o meu feed-back,que espero possa ser útil p/outros trips que apreciem a boa comida.Creio que (quase)todos os restaurantes citados a seguir tem descrição detalhada no site do Destemperados e/ou no da Constance.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Bruna Maria Netto

Oi Ricardo e demais!

Assim como a colega aí de cima, também fiquei no Palermitano e AMEI! E olha que fiquei no Mine da outra vez! Dá de 10 a 0, viu?
Quartos limpos, novíssimos, banheiro maravilhoso, com toalhas enorrrmes, café da manhã no quarto! Estavamos de lua de mel e ganhamos upgrade gratis, acreditam? Também fomos presentiados com champagne na ultima noite

Além disso o staf é nota mil! Sempre muito sol[icitos e generonos!!

Restaurantes, fui no Mott, Cluny, Bar 6, La Cabrera, Casa Cruz e Sucre - QUE EU AMEIIIII! Também fui em um dica do recepcionista do Casa Curz, o Thimus (ou Tymus, nao lembro), fica na rua Lerma com Malabia, muitooooooo bom!

Chá do Alvear e Cabaña Las Lilas também foram prestigiadas, e muito recomendadas também, apesar de que preferi o La Cabrera (apesar de a batata sufle do Cabaña é imbatível!)

Outlets são bacanas, gosto muito do da Lacoste, agora não perco por nada as GRIFES LOCAIS. Para quem gosta de Farm, Cori, Maria Filó, vale muito a pena ir ao Rapsodia e Akiabara. São meio carinhos mas muitoooo lindos! A tripping, também em Palermo, é muito legal tmb!

O que mais amamos fazer - conforme combinamos - foi flanar por Palermo, conhecer bares e comer muito bem. Foi perfeito.

Uma dica boa (e que peguei ate mesmo aqui ou no site do dicas Buenos Aires) é, sempre que forem a algum lugar, dizer ao taxista o cruzamento das ruas (o hotel mesmo fica na uriarte, mas falavamos apenas "Uriarte Y Honduras" e pronto! Se falássemos a altura em que estava o taxista dava uma volta grande ou se perdia... falando assim salva a pátria!)

Outra dica, quem pudar faça o cartão smiles do BB! Fizemos o platinum e tivemos mais 20kg de bagagem cada um, ufa! Além disso, ficamos na sala vip em garulhos com comidinhas e bebidinhas (até cerveja para o maridon emburrado por ter carregado 4858696 malas!) esperando a conexão para Brasília!

Bom, já estou na contagem regressiva para meu retorno por lá, que espero que seja em outubro ou novembro!

Quem quiser mais dicas é ó perguntar ou mandar e-mails!

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

michele maciel

Realmente o atendimento do Palermitano é nota dez, voce se sente em casa, o staff é muito gente boa...
O hotel é bem moderno, tudo novinho, lindo, amenities - tudo organico com cheirinho maravilhoso, nao resisti e trouxe pra mim porque os potinhos eram lindos, meu marido amou o chuveirão moderno, as toalhas enormes. A localização é nota dez, inclusive ao lado do restaurante Casa Cruz que foi nosso preferido na viagem. Amei o cafe da manha no quarto no horario que voce quiser.
Também adorei o cha no Alvear, aquele hotel é inacreditavel!!!!
Postei tudo no meu blog http://circuitoviagem.blogspot.com

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

PATRICIA
PATRICIAPermalinkResponder

Olá a todos!, venho agradecer as dicas excelentes que tive de BA e da Ushuaia e relatar minha passagem por lá em Julho, com minha familia (marido, filhotas (7) (6 meses)). Em Buenos Aires ficamos no Soho All Suites. Localização excelente para bater perna, almoçar/jantar e curtir um café. Excelentes restaurantes do lado do hotel, da para fazer tudo a pé. Supermercado, farmácia, tudo ao alcance. Como estamos com uma bebezinha, viajamos com Baba, então aproveitamos muito a região.Palermo Soho é uma delicia, além de barato, pelo menos em relaçao a São Paulo. Faço uma ressalva para a falta de restaurante do Soho All Suites, dificultou bastante o dia-a-dia da Bebê. Da próxima vez, ficarei em um hotel com restaurante. Palermo Soho é uma delicia. Ficamos 4 dias lá antes de ir para Ushuaia. O ideal é conseguir um hotel em Palermo Soho, mas de qqer forma, o taxi é muito barato, então se não conseguir Hotel com Infra em Palermo Soho, da para ficar em um bairro vizinho.Continua no post de Ushuaia

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Paula Pfeifer
Paula PfeiferPermalinkResponder

Ola pessoal,

Deixo aqui 2 links, de 2 hotéis em Buenos Aires!! Já me hospedei nos 2 e recomendo muito.

BE HOLLYWOOD!, em Palermo Hollywood

http://sweetestpersonblog.com/2011/02/16/buenos-aires-be-hollywood-boutique-hotel/

- esse agora tem lofts executivos, ja reservei um pro verão!

DUQUE BOUTIQUE HOTEL, em Palermo Soho

http://sweetestpersonblog.com/2010/10/06/buenos-aires-duque-boutique-hotel-em-palermo-soho/

E quem quiser mais dicas, digite Buenos Aires na caixa de pesquisa do meu blog, www.sweetestpersonblog.com que puxa todos os posts das minhas idas para lá, com muuuitas dicas de bares e restaurantes!

Abração em todos, vivo aqui no Viaje na Viagem!!

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Alexandre Chagas

Cheguei Ontem !!! Fui comemorar 10 anos de casado !!!

Queria agradecer ao Ricardo Freire e a todos , pelas otimas dicas.

Ficamos no Querido, Otimo hotel. Obrigado tambem a Mariana, ao Ali e a Marilia pelas dicas e estadia maravilhosas.

Fiz o passeio de onibus, http://www.buenosairesbus.com/, comprei pela internet, mas não vale a pena, pois a unica vantagem é um desconto de R$ 6,00. Achei que teria uma fila especial, a fila é igual para todo mundo e não pode comprar para para o dia seguinte. Chegue cedo, pois é um passeio que leva 2:30 e descendo nas estações, ainda demora muito mais. E´uma outra visão de BUE.

Quem entra de passaporte não recebi mais copia do formulario de entrada.

Depois que o banco fecha, as casas de cambio fazem o que querem. Enquanto tinha banco o real valia R$ 2,23 , quase não tinha diferença entre bancos e casas de cambio. Depois que o banco fecha, você só acha a R$ 1,90.

Apesar de ser minha 4 vez, dessa vez consegui ir na famosa feira de San Telmo, é muito bom.

Sobre compras, fomos aos outlet de vila Crespo. Não vá achando que está em Miami.

Sobre o Duty Free, achei diferença de preços, principalmente, perfumes, Mac e eletronicos, mas bem pouca variedade, Alias alguém perguntou sobre o Playstation 3, lá no Duty Free USD 499,00 com Move

Vimos muitos brasileiros, o mais engraçado, foi um casal que cruzou a cidade toda, gastou uma grana de taxi, para comer no El Trapiche de Palermo e chegando lá, não tinha o " famoso" OJO DE BIFE, que a esposa leu em algum blog. Eles brigaram a noite toda. Muito engraçado !!!

Como diz a Silvia, deixe-se levar, a cidade é linda !!!

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Luciana Kunyosi

Olá pessoal,
Passamos (marido e eu) o último feriado em Bs As e como peguei muitas dicas aqui, acho que vale a pena repassar algumas. Essa foi a nossa quarta visita à cidade e dessa vez, totalmente desempacotados.

Hotel - ficamos hospedados no Querido, da Mariana e do Ali. Tivemos a sorte de pegar o último quarto disponível para data e não poderíamos ter sido mais felizes na escolha. O hotel é uma graça, bem localizado e o atendimento do casal fez toda a diferença. Recomendo.

Dinheiro - trocamos reais no Banco de La Nación ainda dentro do aeroporto (taxa 2,22). Levamos alguns dólares, que acabamos não gastando lá e o restante pagamos no cartão de crédito.

Táxi - no aeroporto utilizamos o Taxi Ezeiza, 130 pesos até o Centro; na volta tem desconto (98 pesos). Tivemos o cuidado de sempre deixar dinheiro trocado para as corridas curtas e não tivemos problema algum, seja com notas falsas ou motoristas mal intencionados.

Compras - alguns outlets valem a pena, mas a maioria como a Levi's, Adidas e Nike tem preço iguais aos daqui. O free shop argentino é muito grande e o preço é melhor do que o nosso. O perfume Gucci Guilty, por exemplo, custa aqui USD92,00, contra USD83,50 lá. Para quem gosta de lembrancinhas, lojas como a Morph, Capital, Falabella e a papelaria Palermo são o paraíso.

No mais, almoçamos no La Cabrera (reservamos com antecedência), experimentamos os cupcakes do Muma's, passeamos no Jardín Japonés e caminhamos muito, muito mesmo smile

O ponto negativo fica por conta da GOL que atrasou o voo da ida em uma hora e na volta, cinco horas e meia por conta de uma (mal) explicada manutenção não-programada da aeronave. Por conta desse atraso, nós e muitos outros, perdemos a conexão para Vitória. Tivemos que mudar de aeroporto às 2h30 da madrugada para pegar o primeiro vôo de ontem às 6h13.

Para os que vão embarcar, boa viagem e aproveitem!

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

juliana
julianaPermalinkResponder

Olá, pessoal

Cheguei de Buenos Aires há duas semanas.

Vou postar umas dicas:
* Fiquei hospedada no Querido (hotel da Mariana, blog Buenos Aires,querido). Foi uma experiência maravilhosa. O hotel é um charme, acomodação impecável e um delicioso cafe-da-manhã. Super perto de Palermo e de restaurantes imperdíveis como o Salgado.
*Restaurantes: Miranda, em Palermo (excelente)e Las Cabras (Palermo) para mim foram os melhores que eu fui.
Sorvete: Freddo. Alfajor: Jorgito (super barato, otimo para dar de presente e trazer como recordação. Comprei vários no Supermercado Jumbo - lugar onde achei o melhor preço) Vinho: Trouxe dez garrafas, comprei na Winery (embalam para viagem e tem otimas promoções)
Espero ter ajudado. Quem ainda não se decidiu sobre hotel, vale a pena fazer uma cotação no Querido.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Neusemari
NeusemariPermalinkResponder

Estive em Bs As entre 02 e 08 de setembro. Ric, obrigado por esse precioso Blog. Aproveitei muito as dicas daqui. Usei o serviço de taxi do Ezeiza, reservei pela internet e não precisei esperar nada ao chegar lá. Fiquei hospedada no Querido, excelente hotel, café da manhã muito bom e com as dicas preciosas do ali e da Mariana que são super atenciosos. Achei legal também ficar pertinho de Palermo, cheio de restaurantes e lojinhas. Sem falar que os Outlets ficam a uma quadra do Hotel. O centro é um pouco longe, mas usando o metrô chega-se rapidinho e sem problemas.
Sai daqui do Brasil somente com Dólar, achei o Peso muito caro aqui e a primeira coisa que fiz antes de sair às compras foi ir ao Banco Piano e trocar meus reais numa cotação de 2,19 pesos para R$ 1,00.
Eu e meu namorado resolvemos que essa seria uma viagem gastronômica, rsss. Adoramos o chá do Alvear, voltaremos lá com certeza. Quanto aos restaurantes amei o Lelé de Troya em Palermo: comida ótima, ambiente super colorido e fofo e atendimento muito bom tb. Fomos no La Cabrera, tb em Palermo e esperamos tempo demais na fila. Mas valeu a pena. Fica a dica: reservem! Do Sotovoce só consigo lembrar o mau estar que passei lá. Só no fim do jantar percebi que era a temperatura alta demais lá dentro que me deixou zonza. No El Obrero acho que não fizemos uma boa escolha do prato e no último dia almoçamos no badalado Cabana Las Lilas. Nada espetacular, na relação custo - benefício fico com o La Cabrera.
E como tô sempre de olho nesse blog, um pouquinho antes da viagem li sobre o Fuerza Bruta e assim que cheguei a Bs As fui comprar os ingressos: amei o show, recomendo a todos. Obrigado pra todos que deram essa dica! E obrigada a vc Ric por disponibilizar esse espaço pra gente se esbaldar com planos e começar a viagem muito antes de por os pés no avião!!!
Abraços a todos e boa viagem aos que estão prestes a embarcar.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Amaro - Recife

Rick,
cheguei de Buenos Aires no dia 18 e lá vai mais um breve relato:

- Como desta vez fui só com minha esposa (só love, só love...) e como já não aguento mais a Florida e cia. hospedei-me no Querido. Realmente o atendimento deles é sem igual (Mariana e Ali), extremamente atenciosos, sem ser intrusivos. A cama (incluindo os lençóis), o banho e os pães do café da manhã são uma delícia. A localização era tudo que eu queria: aquele clima de bairro 'de verdade' e com poucas quadras caminhando, chega-se a Palermo. Parece que essa parte de Villa Crespo vai dar uma crescida (acredito que por conta dos outlets - Atenção compradores: ficam a apenas uma quadra do Querido). Também na região tem o Salgado Alimentos, com massas imperdíveis e o Café Crispim (indicação de Mariana), que tem a melhor torta de limão do mundo, segundo minha esposa.
- O clima estava, estranhamente, agradável. Em nada me lembrou o calorzão abafado que senti em 97, na nossa lua de mel. Lógico que debaixo de sol a pino, incomodava, mas nada como uma sombrinha e uma Quilmes para resolver o problema. A noite chegou a dar menos de 20 graus (para mim que sou do Recife é quase frio).
- Fomos a Colonia em DayTour. Com apenas meia hora depois que chegamos lá, bateu um arrependimento de não ter reservado um hotel para passar uma noite. Como não somos muito de baladas (estamos mais para Slow Travellers) a cidade apresentou-se encantadora. Comemos no La Florida (ahh os mexilhões...), tem acesso pela 'pracinha', mas o ideal é chegar pela beira-rio e sentar-se na janela da frente. Como é meio que numa rua sem saída, fica bem tranquilo e com uma vista que é uma delícia (só falta uma redinha para dar um cochilo).
- Em BsAs utilizamos à exaustão o livro do Alex Herzog. Recomendo a todos. Além dos bistrôs, as dicas gerais são muito boas, com mapinhas das regiões com pontos de interesse. O texto do Alex é muito agradável, não tem aquela pretensão de ser o 'guia definitivo'. Dos vários que visitamos os destaques são para o Croque Madame (no jardim do Museu de Artes Decorativas) e o Sagardi, San Telmo, em frente à Igreja. Os pintxos (primos bascos das bruschetas) são fabulosos. Para a noite, o 878, bem perto do Querido, tem um clima bem legal e os coqueteis são uma delícia.
- Há uma exposição no MALBA, com uma artista argentina (Marta Minujin). Ela tem trabalhos na fase da psicodekia, já fez pop art (conviveu com Andy Warhol), performances e intervenções de protesto. Vale a pena a visita.
- A cidade está mais cara do que em julho. Dos preços que me lembrava, acho que aumentaram em 10 a 20 por cento. Mas com o câmbio a 2,30 ainda é muito acessível. Pelo menos aqui em Recife ninguém consegue ir a um restaurante respeitável, comer frutos do mar (o salmão do Croque Madame estava uma delícia), tomar uma garrafa de Torrontes e gastar 100 reais o casal.
- Com relação a táxi, quebrei uma das regras básicas: quando entrei, vi que não tinha aquele cartaz atrás do banco que identifica o motorista e não saltei. Acho que o táximetro estava adulterado, a corrida deveria dar uns 20 pesos, deu 30. Ainda pensei em reclamar, mas por causa de 4 reais... Quantos aos outros taxistas, sempre cultos e educados. No mais 'A única atenção necessaria é entrar no taxi com dinheiro trocado para o pagamento', como disse a Sylvia lá em cima.
- O problema de ir a BsAs é que ficamos cada vez mais Vibanas. Não vejo a hora de voltar...

Desculpe se misturei vários assuntos num só post, mas é que ficou difícil de desconectá-los.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

adriana
adrianaPermalinkResponder

Acabo de voltar de minha primeira viagem a Argentina e aproveitei muitas dicas deste site. Aproveito para deixar a sminhas dicas:

1) Além de Buenos Aires, eu e meu marido fomos a Mendoza. A cidade não é grandes coisas mas os arredores são demais: vinhedos, cordilheira dos andes, neve, estação de esquia, canions ..... Recomendo muito. Em Mendoza, tem um restaurante muito, muto bom chamado La Marchigiana ( Patricias Mendocinas, 1550)

2) Em Buenos Aires ficamos no Duque Boutique Hotel em Palermo. Recomendo muito. Confortável, agradável, com um ótimo café da manhã e um atendimento impecável. Fica num rua super silenciosa, mas a duas quadras de restaurantes, lojas e cafés ( para quem é do Rio o lugar lembra o " Baixo Gávea " )

3)Três restaurantes imperdíveis em Baires:

1810 ( cozinha regional) ( JULIAN ALVARES, 1998 ( esquina com Guatemala – Palermo – 4865-0030) - as melhores empanadas da voagem. A comida é inesquecível. De sobremesa, não deixe de pedir a Ambrosia. NÃO ACEITA CARTÃO

La Dorita ( AVENIDA DEL LIBERTADOR, 798 – 4815-2554 -ao lado do Shopping Bullrich). Para comer Chorichamp. Uma linguiça assada dentro do pão !!!! NÃO ACEITA CARTÃO ( Neste shoping tem uma loja chamada Morph, que eu adorei. Tem porta-celulares, ganchinhos para paredes, porta copos, quadros de imãs. Tudo lindo e barato)

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Arnaldo Rodrigues

Prezados amigos do VNV,

Como todos que usaram o site para programação da viagem, me sinto na obrigação de repassar as minhas informações no intuito de ajudar os que ainda não foram.

O site me deu muita confiança , já que estava indo com duas crianças uma de 2,5 anos e outra , minha filha, que estava fazendo um aninho no dia em que fomos ( Seu presente foi essa viagem para Buenos Aires).

Que lugar maravilhosos... povo simpático, 90% se esforça para te entender, não há essa rivalidade que achamos que existe por causa do futebol.

Vamos por parte:

- Fui pela Gol, foi onde encontrei os melhores preços e com vôos diretos, pois estava com crianças e não queria passar muito tempo nos aviões. Esperei um feirão de passagens e aquiquiri as passagem por R$ 199,00 ida e R$ 199,00 volta ( mais barato que ir para recife por exemplo).

- Hotel, como soube pelo site que táxi é muito barato lá, não me encomodei em ficar em um bairro mais afastado Belgrano ( excelente bairro, o mais populoso de buenos aires e nao é turístico, ou seja, não me senti um turista, pois fiz tudo o que eles fazem lá usualmente). Fiquei no hotel Sarum (Hotel-Design) Av. Cabildo x Quesada, achei caro para o lugar, o hotel não tinha nehuma estrutura e o café da manhã muito fraco.

- Transfer, usei o conselho do pessoal do site e marquei com o Marcelo Bautista com antecedência, apesar de ter demorado a sair em função de toda burocracia do aeroporto ele estava lá com a plaquinha com meu nome e com uma galera que havia marcado com o mesmo , deviam ter dez pessoas no total e ele foi colocando cada grupo em taxis distintos e pessoalmente me levou a Belgrano ( ele disse que o site o ressucitou). Pessoa correta e pontual, pois na volta o meu vôo era cedo e tive que sair do hotel às 03:45h e ele estava lá pontualmente.

- Táxi, usei e abusei dos taxis como fiquei em lugar distante a corrida mais cara foi até o caminito que deu 44 pesos, quase R$ 20,00, as demais deram 20 pesos, 15 pesos... muito barato mesmo!!! Acho que não recebi nehuma nota falsa, usava a mesma estratégia, já entrava no taxi querendo saber sobre o time do taxista e já puxava assunto e no fim pedia o seu cartão para talvez chamá-lo no dia seguinte e depois pagava, não tive problema algum. Achava o máximo me comunicar com eles em portunhol, eles fizeram de tudo para me compreender e vice-versa.

- Passeios, Quinta-feira - como estava com crianças e a viagem era par eles, meus roteiros se basearam nos sites Idas e Vindas, no 1001roteirinhos e buenos aires para ninos, assim como cheguei no dia do aniversário da minha filha, fui direto para a Barbie Store (lugar incrível, as meninas fazem unhas, cabelos, se pintam... espetacular) ficamos lá nos divertindo e depois fomos direto para o Sucre em belgrano (restaurante) comemorar a data, excelente restaurante!! só achei a comida sem sal, mas depois fiquei sabendo que existe uma lei em buenos aires que só podem salgar com autorização do cliente.

Sexta-feira - no dia seguinte começamos o dia conhecendo o Zoológico ( entrada por 22 pesos para adulto para conhecer todo o parque e crianças não pagam), que lugar espetacular, bem cuidado, grande , bem arborizado e eles deixam dar comida para vários animais é só comprar a ração que é vendida no local (16 pesos a grande e 8 pesos a pequena), foi o passeio que meus filhos mais gostaram, muito bom mesmo.

Depois fomos almoçar no miranda (restaurante)e achei legal, porém nada demais, mas estava bem cheio na hora do almoço.

Fomos conhecer os Outlets Av córdoba entre os números 4.200 e 4.900 e os Outlets da Puma e da Lacoste, realmente os preços são convidativos.

Sábado - Fomos conhecer o caminito e consequentemente o estádio do Boca Juniores, o caminito é um lugar alegre com as casas pintadas de varias cores e com vários artistas de rua expondo suas criações, ficam alguns dançarinos de tango tirando fotos com o pessoal e depois fazem uma exibição. Lá também tem o sózia do Maradona que cobra R$ 10,00 para tirar duas fotos, muito engraçado!!!

No estádio do Boca Juniores, para quem é apaixonado por futebol é uma coisa de outro mundo!!!! que coisa mágica!!! fiz um tour pelo estádio 40 pesos por pessoa e ainda entrei no gramado para tirar foto com meu filho, muito legal!!!

Depois fomos conhecer Puerto Madero, o Porto foi revitalizado e ficou muito legal, vários restaurantes e almoçamos no Cabanhã de las lilas (acho q é isso) comida muito boa, porém muito cara, 400 pesos mesmo dividindo um prato para os meus filhos e dividindo uma picanha com minha esposa , achei caríssimo!!!!!!

Por fim no sábado conhecemos o Jardim Japonêz, lugar lindo porém o zoológico é muito mais interessante, mas valeu a visita.

Domingo: Fomos conhecer a feirinha de san telmo , muito interessante e assistimos o tango na esquina com um senhor, muito legal, posteriormente fomos até a galeria pacífico shopping muito lindo , porém caro e terminamos o dia na rua florida na falabella ( loja de departamento) minha esposa adorou queria comprar quase tudo, o que mais gostei foram as peças da hello Kit para a miha filha e do Ben 10 para o meu filho.

Segunda: Fui conhecer estádio do River Plate, eu achava que o do boca era nota 10, o do river é nota 100, que museo lindo, depois entrei no gramado mágico!!!!!! Não ouvi falar aqui no site sobre esse passeio e deixo para os amigos essa dica, vale muito a pena conhecer!!!!

Por fim fomos passear pela av. cabildo em belgrano ( lugar onde os argentinos fazem compras) tem todas as lojas importantes a peços convidativos , talves os Outlet tenham preços um pouco melhor, mas a variedade é pequena, lá a variedade é muito grande, por exemplo comprei conjuntinhos da Adidas para as crianças por 200 pesos, uma bolsa gigantesca da adidas por 199 pesos, calças com exceletes preços.

Não pude ir, mas disseram que para comprar couro é na rua Scalabrini ortiz com Murillo , são lojas de fábrica com preços ótimos.

- Câmbio, saquei nos caixas eletrônicos com meu cartão visa electron do bradesco (geralmente sacava no santander e no citibank, no itaú não aceitava) e a cotação foi de 2,05 pesos e ainda tive que pagar uma taxa para cada saque de R$ 16,00 o que no fim deixou a cotação em 1,98, achei horrível. Como havia levado dinheiro também , entrei no site dolarhoy e vi que a melhor cotação estava na rua sarmiento 510 e fui lá fazer o cambio que estava 2,19 excelente.

Finalizando, quero parabenizar o Ricardo por este espaço que ajuda tanta gente e li a sua entrevista na revista da gol, ou seja, o que escrevi não é lá nenhuma brastemp, mas talvez possa ajudar as pessoa no planejamento da viagem.

Um forte abraço, à todos.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

Ana Castro
Ana CastroPermalinkResponder

Olá!
Acabei de voltar de uma viagem a trabalho/diversão da Argentina. E como uso muito os posts e comentários do VNV quis também dar uma contribuição.
- Imigração: Entrei na Argentina com carro, pela fronteira de Paso de los Libres/Uruguaiana. Ninguém nos parou na imigração e entrei livremente. Isso se tornou um problema no meu retorno por avião. Como não tinha o papel da imigração (porque eles não me deram!), tive que pagar uma taxa de 100 pesos para eles autorizarem o meu retorno por avião, saindo de Buenos Aires. Tentei explicar que ninguém na fronteira quis falar com a gente, mas não teve jeito.
- Dólar: em muitas lojas e a própria diária do hotel, pudemos pagar em dólar mesmo. E a cotação sempre era melhor. Em muitos lugares eles fizeram cotação de 4,10 pesos por dólar. De repente vale a pena deixar uma quantia em dólar e não fazer o câmbio de tudo.
- Hotel: ficamos no Hotel Madero, no Porto Madero. É um hotel cinco estrelas bem legal. A diária saiu US$ 145 e valeu cada centavo. O quarto era super agradável e bonito, o atendimento era excelente e super atencioso. Como já tínhamos ido a BsAs outras vezes, pudemos aproveitar a piscina, sauna e spa do hotel. Apenas o café da manhã não era excelente, mas era digno de um bom hotel. Recomendo para quem quer ficar em uma região bem bonita e agradável, em um hotel chique.
- Loja: para quem é apaixonada (como eu) por papelaria, scrapbooking etc, encontrei uma Papelera que é linda. Os papéis são todos confeccionados pelos donos, há diferentes tipos, cores. Muitos cadernos, blocos de anotação, álbuns, lindíssimos e diferentes. Fica bem pertinho da antiga Plaza Serrano, em Palermo. O site deles não é digno da loja, mas vale a pena ser visitado: http://www.papelerapalermo.com.ar/
É isso!
beijos e uma ótima viagem a todos!

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.

luiz horta
luiz hortaPermalinkResponder

fiquei faz 2 meses em san telmo. por um erro da reserva, era para ficar na recoleta, mas a mesma rede nos colocou pelo mesmo preço num hotel com 3 dias de novo e padrao superior, o unique madero, que apesar de madero, está na parte santelmina do puerto e meras 3 quadras da calle la defensa.
san telmo está excelente, boa vida noturna, boas lojinhas novas como a "niño bien" e "balthazar", uma freddo que fica aberta até tarde ao lado quase do desnivel, e o melhor restaurante que visitei, o el baqueano. o relato está aqui: http://www.estadao.com.br/noticias/suplementos+paladar,me-lhama-que-eu-vou,3896,0.shtm
o taxi ate palermo, uma pequena viagem dá uns R$ 10 a R$ 15 e a estaçao de subte debaixo da casa rosada é bem perto. fui contrariado pra san telmo, bairro que era "perigoso" quando morei lá nos 90s e hj é o bairro em movida. e gay friendly também. se eu fosse voltar a viver em BsAs (quem dera!) seria em san telmo, sem dúvida.

Transcrito manualmente pela equipe VnV de uma página que expirou.