Roteiros de passeios em Buenos Aires

Guia de Buenos Aires

Roteiros de passeios em Buenos Aires | 2, 3 ou mais dias

Buenos Aires é uma cidade espalhada. Nossos roteiros de passeios em Buenos Aires foram pensados para tirar o máximo proveito dos seus deslocamentos, abrangendo várias atrações numa mesma direção.

Os passeios do dia 1 e dia 2 já cobrem o essencial de Buenos Aires. Escolha entre os passeios do dia 3, do dia 4 e de mais dias para o resto da sua permanência na cidade.

Dia 1: Recoleta, Abaporu, Palermo Soho e tango

Faça sua estreia em Buenos Aires visitando o lado mais elegante e cosmopolita da cidade.

Duas atrações que fariam parte deste roteiro estão fechadas à visitação devido à pandemia: o Teatro Colón e o Cemitério da Recoleta.

Clique nos textos em azul para ver a ficha completa de cada atração.

  • Comece o dia por um passeio a pé pelo charmoso bairro da Recoleta. Veja o itinerário detalhado.
  • Se você vai para Colonia del Sacramento pela Buquebus, aproveite para comprar sua passagem no stand da cia. no shopping Patio Bullrich.
  • Escolha seu lanche: uma empanada no Sanjuanino ou um sorvete na Volta (nada impede de combinar os dois).
  • Vá a pé (15 min) ou pegue um táxi ou Uber até a Floralis Genérica.
  • Mais 15 minutos de caminhada (ou táxi/Uber) levam você até o Malba, o principal museu da cidade, onde está o Abaporu de Tarsila do Amaral.
  • O Rosedal de Palermo é um ótimo complemento de passeio, a outros 15 minutos de caminhada.
  • Pegue um táxi ou Uber até o cruzamento de Armenia y Nicarágua e bata perna pelo comércio de Palermo Soho. Por ali mesmo, caia em tentação do que der vontade em algum restaurante descolado.
  • Conclua o primeiro dia de viagem com seu primeiro show de tango.

Férias internacionais sem seguro viagem? Melhor não!

Dia 2: La Boca, San Telmo, Casa Rosada e Puerto Madero

Este é o dia de percorrer a Buenos Aires mais típica e passar por mais lugares turísticos. O melhor dia para este passeio é o domingo, por causa da Feira de San Telmo.

Caso você não passe nenhum domingo em Buenos Aires, considere então fazer este roteiro no primeiro dia (em San Telmo não vai haver feira, mas os brechós e antiquários estarão abertos).

Clique nos textos em azul para ver a ficha completa de cada atração.

  • Saia do seu hotel de táxi ou Uber com destino a La Boca. Tome seu tempo no Caminito, visitando o mítico estádio La Bombonera e seu museu, além do Antigo Mercado de La Boca.
  • De lá, pegue um táxi ou Uber à Plaza Dorrego para passear na Feira de San Telmo, que acontece todos os domingos. (Nos outros dias, visite o Mercado de San Telmo, os antiquários e brechós de rua e a estátua da Mafalda) .
  • Se o dia estiver bonito, siga a pé pela calle Defensa (20 min), ou pegue um táxi ou Uber até o histórico Café Tortoni e tome um lanche, com churros ou medialuna.
  • A poucos passos dali, a Casa Rosada é a sede do Governo argentino (se quiser visitar, reserve 15 dias antes).
  • Vá a pé pela calle Florida (15 min) até as Galerias Pacífico, shopping elegante no lugar de uma loja de departamentos aberta em 1889 (mais interessante para ver do que para comprar).
  • Se você vai para Colonia del Sacramento pela Colonia Express, aproveite para comprar sua passagem no stand da cia. na Galerías Pacífico.
  • Ao entardecer você pode seguir caminhando pela Viamonte (15 min), ou pegar um táxi até o Puerto Madero.
  • À noite, escolha entre uma parrilla à noite ou, se for domingo, a milonga domingueira de La Glorieta de Belgrano.

Dia 3: compras nos outlets ou passeio em Tigre

Como essencial de Buenos Aires já devidamente explorado, dedique este dia às compras – ou faça um passeio no Tigre.

Se você só tem 3 dias livres na cidade, considere também uma terceira alternativa: fazer o passeio do dia 4 (bate-volta a Colonia del Sacramento).

Alternativa 1: Outlets de Villa Crespo e lojas de Palermo Soho

  • Oba! Não precisa acordar cedo!
  • Comece com um tour pela Livraria El Ateneo Grand Splendid. Apaixonados por livros podem reservar ao menos 1h30 para a visita. Caso você não seja um ávido leitor, uma rápida passagem vai render muitos likes no Instagram.
  • Um táxi ou Uber te levam até a Confeitaria Malvón, para tomar um lanche em Villa Crespo.
  • Saia pelo bairro espiando vitrines e caçando bons descontos nos Outlets de Villa Crespo. Pode também ir em busca de artigos de couro argentino na calle Murillo, ali perto.
  • Emende com uma segunda visita ao comércio descolado de Palermo Soho.
  • Já foi a uma milonga? Não saia de Buenos Aires sem ir a uma.

Alternativa 2: Tigre e San Isidro

  • Ao redor das 9h pegue um trem até a cidadezinha de Tigre, a 30 quilômetros ao norte do centro. Dá para ir pela Línea Mitre (trens convencionais de passageiros) ou pelo Tren de la Costa (turístico).
  • Explore o centrinho de Tigre (de repente, visite o Museu de Arte de Tigre).
  • Embarque num passeio de barco pelo delta saindo às 12h.
  • No percurso de volta a Buenos Aires, salte na estação de San Isidro, bairro nobre repleto de casarões da elite que remontam ao século 19. Visite a Catedral de San Isidro, o Museu General Pueyrredón e, entre 6ª e domingo, os jardins da Villa Ocampo.
  • Caso esteja com crianças, faça este passeio entre sexta e domingo e substitua a parada em San Isidro por uma tarde no parque de diversões Parque de la Costa
  • À noite ainda dá tempo para uma milonga ou tango.

Dia 4: bate-volta a Colonia del Sacramento

Que tal aproveitar uma mesma viagem para visitar dois países? Essa é a ideia do bate-volta até Colonia del Sacramento, no Uruguai. A viagem leva 1h15 de barco. Do outro lado estará “a Paraty do Uruguai”.

  • Vá no buque (barco) das 8h15, para chegar às 9h30
  • Passeie pela cidadezinha, visite os pequenos museus abertos, almoce
  • Retorne no buque das 17h, para chegar às 18h15 em Buenos Aires e ainda dar tempo para sair à noite
  • Faça este passeio na véspera de voltar ao Brasil, para aproveitar o mesmo PCR de ida ao Uruguai (veja aqui)

Mais dias em Buenos Aires

  • Faça a outra sugestão de roteiro do dia 3.
  • Se estiver viajando com crianças, considere uma esticada até o parque de Temaikèn, uma mistura de zoológico, aquário e jardim botânico nos arredoers da cidade
  • Para um domingo alternativo, considere a Feira Mataderos, onde vivem as autênticas tradições ‘gauchas’.
  • Bate-volta a Montevidéu: é possível, mas não é muito recomendável. Veja por quê.
Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.