Como se locomover em Buenos Aires

Guia de Buenos Aires

Como se locomover em Buenos Aires

Buenos Aires é muito bem servida de meios de transporte.

Todas as alternativas de transporte têm seus pontos altos e suas desvantagens. É bastante provável que você acabe combinando vários meios de locomoção na sua viagem.

Veja nesta página as melhores alternativas de como se locomover em Buenos Aires.

A Bóia recomenda:

  • Prefira Uber e Cabify (mas configure o app para pagamento em dinheiro)
  • Ao usar táxi, sempre dê as coordenadas (rua X, entre ruas Y e Z)
  • Metrô e ônibus são uma pechincha (use o aplicativo Moovit)
  • O ônibus hop-on/hop-off tem um trajeto super abrangente
  • Carro em Buenos Aires? Nem pensar!

Táxi

Comparado com valores cobrados em São Paulo, Rio, Nova York ou Paris, os táxis portenhos são acessíveis. Valem muito a pena por oferecer agilidade entre vários pontos da cidade, especialmente se estiver com tempo curto.

É possível que algum conhecido seu já tenha sofrido algum pequeno golpe a bordo de táxis em Buenos Aires. Os mais famosos são o do taxímetro adulterado e o da troca de cédulas – quando o taxista diz que você deu uma nota menor do que a que você deu, por exemplo, trocando uma de 100 pesos por uma de 10 pesos.

Não se deixe desanimar pelas histórias de golpes. A maior parte dos taxistas é super correta e aplicativos como o Google Maps permitem a você e a outras pessoas acompanhar se o caminho escolhido faz sentido.

Relatos dão conta de que depois da chegada de concorrentes como o Uber a Buenos Aires, os taxistas ficaram ligeiramente mais gentis e atenciosos.

Uber e Cabify

Usar carro de aplicativo sai ainda mais barato que usar táxi.

É também mais prático e seguro: como você escreve o endereço, não precisa falar bem espanhol, e tanto o trajeto quanto o preço da corrida não podem ser alterados pelo motorista.

A única desvantagem com relação aos táxis é que, para chamar um Uber ou um Cabify, você precisa estar conectado à internet. Verifique se a sua operadora oferece um bom plano de roaming de dados, ou use o wifi do seu hotel ou dos restaurantes.

Qual a diferença entre Uber e Cabify?

Cabify é legalizado. Uber ainda hoje opera clandestinamente. Mas ambos funcionam bem.

Os aplicativos são os mesmos que funcionam no Brasil?

Sim. Só não se esqueça de desabilitar o pagamento com cartão e habilitar o pagamento com dinheiro assim que desembarcar em Buenos Aires.

Leia sobre câmbio e meios de pagamento em Buenos Aires aqui.

Remis

Remis é um meio de transporte tradicional de Buenos Aires. São carros com motoristas que não ficam circulando pelas ruas. Funcionam apenas por chamada ou em pontos específicos (aeroportos, por exemplo).

Ou seja: são os antepassados dos carros de aplicativo.

Costumam ser mais baratos do que os táxis e são o melhor meio de transporte para percursos longos que precisem de agendamento – por exemplo, a corrida ao aeroporto para pegar o voo de volta.

Seu hotel tem o contato de remises.

Metrô (‘Subte’) & Ônibus

Inaugurado em 1913, o metrô de Buenos Aires foi o primeiro sistema de transporte subterrâneo do Hemisfério Sul. Não é nem o mais limpo e moderno metrô que há, mas suas 6 linhas alcançam pontos importantes da cidade de maneira rápida e econômica.

Estações de metrô em pontos turísticos:

  • Linha A
    • Plaza de Mayo (Casa Rosada e Plaza de Mayo)
    • Piedras (Café Tortoni)
  • Linha C
    • Retiro (estação rodoviária e ferroviária)
  • Linha D
    • Catedral (Casa Rosada e Plaza de Mayo)
    • Pìedras (Café Tortoni)
    • Tribunales (Teatro Colón)
    • Callao (El Grand Ateneo)
    • Plaza Italia (Palermo Soho, Rosedal)
  • Linha E
    • Retiro (estação rodoviária e ferroviária)
    • Catalinas (Puerto Madero)
  • Linha H
    • Las Heras (Cemitério e bairro da Recoleta)
    • Facultad de Derecho (Floralis Generica/Flor Metálica)

Os ônibus formam uma rede extensa – e, para forasteiros, caótica. Mas é um transporte barato e que não esconde a cidade que você está visitando. O aplicativo Moovit é o melhor guia para encontar os itinerários de ônibus para onde você quiser. Baixe no seu celular.

Ônibus para pontos turísticos:

  • 24 Fabián Ozari & Camacuá – para feira de San Telmo e Caminito
  • 162 La Boca – para feira de San Telmo e Caminito
  • 33 Monte Chingolo – para o Caminito
  • 152 Olivos – para a estação Av. Maipú, de onde sai o Tren de la Costa

Como usar metrô e ônibus em Buenos Aires

Já há alguns anos o metrô de Buenos Aires não opera mais com bilhetes avulsos, nem os ônibus aceitam pagamentos em dinheiro.

Para usar o transporte coletivo em Buenos Aires é preciso comprar o SUBE, um cartão recarregável que libera a catraca tanto do metrô quanto do ônibus.

Onde comprar o SUBE?

O Sube é vendido em qualquer ‘kiosco’ (microlojas que um dia já foram tabacarias ou bancas de jornal).

O cartão custa 90 pesos (menos de R$ 3 no câmbio ‘blue’).

Cada viagem de metrô (combinando quantas linhas for preciso) sai 30 pesos (menos de R$ 1).

As viagens de ônibus local custam entre 18 e 28 pesos (de R$ 0,60 a R$ 0,75).

Ônibus Hop-on/hop-off

O Buenos Aires Bus é um típico serviço de ônibus turístico no modelo hop-on/hop-off, com vende de um passe válido por 24 ou 48 horas.

Os ônibus amarelos de dois andares circulam pelos principais pontos turísticos da cidade em intervalos que variam de 20 a 30 minutos. Você pode descer e voltar a subir em qualquer um dos 22 pontos do circuito.

O trajeto total dura 3h20 e inclui lugares como os Bosques de Palermo, Estádio La Bombonera, Teatro Colón e Avenida 9 de Julio, além de bairros como San Telmo e Recoleta.

Os passes de 24 e 48 horas custam, respectivamente, 3.000 pesos (R$ 80, no câmbio ‘blue’) a 4.500 pesos (R$ 120, no câmbio ‘blue’) para maiores de 11 anos. Funciona diariamente, das 9 às 17 horas.

Veja nosso roteiro para usar o Buenos Aires Bus.

Carro

Já pensou, estar em Buenos Aires de carro? Então des-pense. Carro em Buenos Aires só atrapalha.

Poucos hotéis têm estacionamento. É difícil estacionar em qualquer ponto da cidade.

Caso você venha do Uruguai e queira trazer seu carro para Buenos Aires no Buquebus, vai por mim: deixe o carro no estacionamento do Buquebus em Colonia del Sacramento. Vai sair mais barato (é caro transportar carro no ferry boat!) e você vai economizar também muita dor de cabeça no trânsito de Buenos Aires.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.