Como montar seu roteiro de viagem à Europa

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Monte sua viagem à Europa

Costumo dizer que toda ida à Europa é como se fosse a primeira. A menos que você volte exclusivamente a lugares que já visitou, toda nova viagem suscitará as mesmas perguntas iniciais. Por onde chegar? Quantos dias ficar em cada lugar? Que meio de transporte escolher? Use este tutorial como ponto de partida para destrinchar suas próximas viagens européias.

--> Primeiro passo: NÃO compre a passagem aérea

Comprar uma passagem por impulso é o erro mais comum de (falta de) planejamento numa viagem à Europa. Achar uma passagem superdescontada de ida e volta a uma cidade específica só garante a viagem de quem só queria ir para aquela cidade. Continuar a viagem a partir dali -- e sobretudo voltar para lá para pegar o vôo da volta -- pode anular a economia e, pior, causar enormes perrengues logísticos. Só compre a passagem depois de ter definido todo o itinerário (continue lendo e veja por quê).

--> Itinerário: menos é mais

Ao montar um roteiro pela Europa, use o método clássico recomendado para arrumar malas: selecione todos os lugares que você gostaria de visitar, e então reduza à metade. Ou a um terço. Na excitação da montagem do roteiro, nossa tendência é empilhar todos os lugares que estejam no caminho (e fazer longos desvios para chegar a outros).

No mapa, tudo parece perto. Mas números frios, como quilometragens e durações de vôos, não levam em consideração o tempo que se gasta em arrumar a mala, fechar a conta do hotel, deslocar-se ao aeroporto (e chegar com a antecedência necessária para o check-in), vencer o trânsito dos anéis viários para sair de cada cidade e entrar na próxima (em viagens de carro), encontrar o próximo hotel, fazer o check-in, subir com as malas...

Cada troca de local envolve a perda de pelo menos meio dia (e de muita energia). Acredite: quanto mais você troca de cidade, menos você aproveita o seu tempo.

--> Cidades grandes: fique quatro dias

Sim, toda cidade importante da Europa tem um ônibus de dois andares que percorre todos os cartões postais em um dia só. É um pecado, porém, limitar-se a simplesmente constatar ao vivo a existência de monumentos que você já conhecia antes de sair de casa.

Quatro dias são o mínimo necessário para você entender o básico de uma grande capital. No terceiro ou quarto dia dá-se o clique: de repente todas as fichas caem e você começa a se localizar. As obrigações turísticas (os lerês) diminuem, e você começa a se sentir um pouco morador. É uma sensação que você só vai entender quando se deixar ficar pelo menos quatro dias numa grande capital.

(Se essa capital se chamar Paris ou Londres, pense em ficar sete dias -- no fim, você ainda vai achar pouco.)

Leia mais --> Europa: quantos dias em cada lugar?

--> Monte a viagem em módulos

Um jeito bastante simples de resolver o seu itinerário é dividindo o tempo de viagem em módulos de 5 a 7 dias. Aloque cada módulo a uma metrópole (Lisboa, Roma, Munique) ou a uma região que você queira explorar de carro ou trem (Provence, Andaluzia, Highlands, Toscana). Permaneça na cidade grande por toda a duração do módulo; nas viagens de carro ou trem, tente resolver o roteiro em no máximo duas bases.

Leia mais --> Montar bases é melhor que pinga-pinga

--> Bate-volta: veja mais, canse menos

A melhor maneira de extrair o máximo das bases que você escolher é o bate-volta. Toda cidade que não justifique um pernoite e que fique a no máximo uma hora e meia de viagem de onde você esteja rende um passeio perfeito. Você não precisa fazer check-out, viaja sem malas (de trem ou de carro) e, ao chegar, aproveita desde o primeiro instante (sem perder o pique com atividades chatas como encontrar o endereço do hotel e fazer check-in). Se você não se exigir demais, ainda volta para o local em que está hospedado com energia para aproveitar a noite. Férias, lembra?

--> Pit stop: saiba usar

Trajetos mais longos entre uma base e a próxima -- tanto de carro, quanto de trem -- ficam mais divertidos quando você pode fazer uma parada estratégica no caminho. Por exemplo: Bruxelas entre Paris e Amsterdã; Dresden entre Praga e Berlim; Pompéia entre Roma e a Costa Amalfitana.

Para lançar mão desse recurso, porém, é preciso ter cuidado extra com a bagagem. Estando de carro, pare em estacionamentos vigiados e em hipótese alguma deixe a bagagem à mostra. Em viagens de trem, certifique-se de que a estação do pit-stop dispõe de guarda-volumes. Pesquise na internet: "lockers", "left luggage", "consigna", "consigne" e "deposito bagagli" associado ao nome da estação.

--> A passagem aérea? NÃO compre ainda!

OK, você já definiu o seu roteiro. Dividiu seus quinze dias em dois módulos de cidades grandes e um de região. Mas ainda falta mais um passo antes de emitir a sua passagem aérea: definir o(s) meio(s) de transporte dentro da Europa.

--> Avião, trem ou carro?

O trem é o meio de locomoção europeu por excelência. Para comparar a duração de viagens entre trem e avião, acrescente sempre três horas ao tempo de vôo -- é o mínimo de tempo extra que você leva para ir e voltar do aeroporto, fazer check-in e esperar bagagens.

Mas não use trem (nem carro) para atravessar o continente; para isso existe o avião. Evite também trens noturnos: teoricamente você ganha tempo, mas na prática o que ganha é uma noite mal dormida -- e de quebra ainda fica cansado para aproveitar o dia segiunte.

Carros e cidades grandes não combinam: o GPS ajuda, mas não elimina o stress do trânsito e da busca de estacionamento.

O carro é perfeito para deslocar-se por estradas secundárias, sem horário nem programa rígido; não por coincidência, as regiões mais apropriadas para explorar de carro são aquelas em que o trem não dá conta do recado (Toscana, Provence, Costa Amalfitana, Sicília, Andaluzia, Portugal, Rota Romântica).

Leia mais --> Europa: avião, trem ou carro?

--> Trem: passe ou ponto a ponto?

Passes de trem não valem mais a pena: os dias de uso são limitados e é preciso fazer reserva e pagar suplementos para usar os trens rápidos.

O melhor é fazer os trechos de trem com passagens avulsas, aproveitando tarifas descontadas. Compre diretamente no site da companhia ferroviária do país de origem de cada trecho.

Os únicos passes que continuam um ótimo investimento são os passes nacionais de países que não exigem reservas ou suplementos para uso de seus trens regulares: é o caso da Suíça (Swiss Pass) e da Alemanha (German Pass).

Leia mais --> Vai por mim: trem na Europa

Leia mais --> Trem na Europa: onde vale a pena, onde não vale

--> Low cost ou não?

Veja bem: aquelas tarifas incríveis de 5 ou 10 euros que fizeram a fama das companhias low-cost da Europa são tão difíceis de conseguir quanto as promoções que as aéreas brasileiras fazem de madrugada. Há muitos custos extraas: para despachar a bagagem, para fazer check-in (mesmo pela internet!), para comprar com cartão de crédito, para marcar assento. O limite de bagagem é avarento (entre 10 e 20 kg) e cada quilo de excesso é cobrado (pelo menos 10 euros por quilo de excesso!). O mais comum é que cada trecho, sem multa de excesso de bagagem, saia em torno de 80 euros.

Antes de sair comprando low-cost a torto e a direito, descubra quanto custaria incluir esses trechos na sua passagem aérea Brasil-Europa-Brasil. Pesquise também quanto custa comprar os trechos internos avulsos nos sites das cias. aéreas convencionais. Com antecedência, costumam oferecer tarifas competitivas nas mesmas rotas.

Leia mais --> Low-costs na Europa: modo de usar

--> AGORA SIM: compre a passagem aérea

Depois de definir o roteiro e os meios de transporte dentro da Europa, aí sim você está pronto para comprar a passagem aérea mais adequada.

Compre a sua passagem pelo menos até o primeiro destino que você vai efetivamente visitar, voltando do último destino do seu itinerário. Não se prenda aos vôos diretos, nem às companhias aéreas do primeiro ou do último país do seu roteiro. Qualquer aérea pode emitir uma passagem do Brasil a Veneza, com volta ao Brasil desde Praga. O que vai mudar é o aeroporto de conexão.

Definido os pontos de chegada e partida da Europa, orce quanto custa incluir os trechos aéreos internos que você vai precisar fazer entre um módulo e outro do itinerário.

Se cada trecho custar menos de 100 euros (140 dólares), será um bom negócio pela conveniência e pela segurança. (Lembre-se: é difícil conseguir low-costs por menos de 80 euros o trecho, e com as low-costs as conexões não são garantidas e o excesso de bagagem é cruel.)

Passagens multidestinos podem ser compradas com agentes de viagem ou em todos os sites (incluindo aí os das próprias cias. aéreas) que ofereçam a opção "múltiplos destinos" ou "multiple destinations".

Leia mais --> Leitores dão as dicas de como comprar passagens com várias escalas

--> Quando é melhor fazer as reservas?

Quanto mais cedo você comprar as passagens aéreas, melhores preços deve encontrar (sobretudo se você quiser achar as barbadas das low-costs).

O melhor momento para reservar hotel é exatamente três meses antes da data de hospedagem: é quando as tarifas descontadas aparecem nos sites de reservas de hotéis. Note que os melhores descontos normalmente requerem débito imediato; leia as condições de cancelamento antes de fechar negócio.

Os trechos de trem são lançados nos sistemas das companhias ferroviárias entre 90 e 60 dias antes da data de viagem; as tarifas promocionais aparecem sempre neste momento e esgotam logo.

Dois meses antes de viajar, marque as visitas que podem ser reservadas pela internet: Galleria Uffizi em Florença, Museu do Vaticano, subida à Torre de Pisa, entrada na Alhambra...

Leia mais --> Como furar fila em museus e monumentos da Europa

Leia mais -->Florença: furando a fila na Uffizi e na Accademia

Leia mais --> Granada: Alhambra na prática, da compra do ingresso à visita

--> Cartão, débito ou dinheiro?

Assim como ocorre nos investimentos, o melhor é diversificar.

Leve um pouco de dinheiro vivo (300 a 500 euros) e tente guardar até o fim da viagem. É o seu fundo de reserva para emergências. Mesmo com o IOF mais baixo (O,38%), não vale a pena carregar maços de dinheiro vivo. Primeiro, porque a economia com relação ao cartão de crédito não é de 6% redondos: a taxa de câmbio do euro vivo é sempre um pouco mais alta. A diferença vai dar aí em torno de 4%. Esses 4% de economia não valem a sensação de insegurança de carregar todo o seu dinheiro em espécie.

Para os gastos pequenos em espécie do dia a dia, habilite seu cartão de banco para fazer saques direto da conta corrente. Funciona em qualquer caixa automático (não é preciso achar caixas do seu banco), e o IOF é de 6,38%. Há também a incidência de tarifas fixas;  faça saques sempre equivalentes a 200 euros para que não sejam significativas.

Com a extensão do IOF de 6,38% para os cartões pré-pagos, os cartões de crédito voltaram a ser a melhor alternativa para as grandes despesas. A diferença com relação ao dinheiro vivo, como dissemos no parágrafo acima, será de uns 4%. Pense nesses 4% como uma taxa de conveniência. Se o seu cartão render milhas, você compensa essa diferença emitindo uma passagem nacional na faixa na volta.

Os cartões de débito internacional recarregáveis (tipo Travel Money) hoje só valem a pena como plano C. Leve para carregar à distância, caso dê algum chabu (ou atija o limite de gastos) nos cartões de crédito.

1807 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
Claudio Machado

Adorei o site, e estou devorando cada artigo. para poder me preparar para as minhas (tão merecidas) férias. Moro no Japão, e pretendo fazer este Roteiro:
Japão > Roma (2 dias), de carro >Veneza (2 dias)> Passando pelos Alpes (2 dias) > Paris(3)> Londres (3 dias)= Japão de novo. rsrsr Iniciando em maio/2015.
E talvez se o dinheiro e o tempo derem a Escócia, visitar as Highlands(sonho de infância). O que acha deste roteiro. Optei pelo carro, pois me parece a viagem em si da Itália para a França já é um espetáculo. Gostaria muito da opinião de pessoas experientes, como vocês.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudio! O roteiro está corrido, e carro não é o melhor transporte para usar nas grandes cidades da Europa. Entenda:
http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/
http://www.viajenaviagem.com/2007/08/europa-aviao-trem-ou-carro/

Pedro Richardson (@viajecompedro)

Oi Claudio, roteiro excelente, mas meio apertado. Dois dias para Roma é muito pouco. Fique três e apenas um em Veneza, se for o caso.

Abraço!

Lourdes Luzia Ribeiro de Jesus

Olá vc poderia me ajuidar na viagem dos nossos sonhos? eu e meu marido prentedemos viajar depois de julho porque não gostamos de frio intenso. Temos tempo disponível por sermos aposentados. Soube que a alta temporada julho e agosto tudo muito caro.Então pensamos mês de setembro o que vc acha?Gostaria que vc me orientasse no roteiro . Os países que desejamos França, Itália e ai incluindo Veneza por favor, Espanha incluindo Barcelona, Portugal. Ai prentedemos alugar um carro e fazer o litoral português. Não tenho nada ainda reservado esperando suas dicas. Inclusive que país chegaqr e de que país regressar. Algumas cidades podem ser feitas de trem. Teremos mais de 30 dias disponíveis ok . Aguardo suas dicas obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lourdes! Desculpe, não fazemos roteiros personalizados. Use estas dicas para montar sua viagem: http://www.viajenaviagem.com/destino/europa-geral/

familiaoptandoporcruzeiro

Estou indo em Janeiro e optei por cruzeiro 6000 reais por 12 dias (tudo incluso, 3 pessoas) parceladinhos no cartão. Fiz tarifa bingo MSC e guanhei uma com vista espetacular. Tente essa opção. Bjinho

Sueli Nunes
Sueli NunesPermalinkResponder

Olá, vc poderia me informar se encontro trem direto de Londres a Bruges, ou o melhor seria ir para Bruxelas?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sueli! O transbordo em Bruxelas é inevitável. Compre sua passagem no eurostar http://www.eurostar.co.uk para "Belgium Any Station". Você poderá seguir no mesmo dia para Bruges com o mesmo ticket.

Sueli Nunes
Sueli NunesPermalinkResponder

Obrigado pela dica.

Henrique Britto

Olá, acredita que 10 dias (no máximo 12) são suficientes para uma viagem por Bruxelas, Londres e Paris? Qual seria a melhor forma de locomoção entre essas capitais?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Henrique!

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar

Compre passagem com ida a Londres e volta de Paris. Vá de trem entre Londres, Bruxelas e Paris.

Claudio Machado

Como vocês tem, muita experiência nesta área, e eu quero erra o mínimo possível, rsrsrsr. poderia fazer uma pergunta particular? Meu email é calmacleod@Hotmail.com. Se puder me mandar uma mensagem seria muito bom. agradeço a atenção.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudio! Apenas respondemos perguntas feitas aqui no site e não por email. Pode fazer a sua que a gente responde. wink

João Antonio
João AntonioPermalinkResponder

Tenho um irmão que mora na suiça vou para la passar uns 20 dias, talvez vá com 2 amigos, qual roteiro seria mais interessante para um grupo de amigos?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, João! Não fazemos roteiros personalizados. Veja a nossa página guia sobre a Suíça e escolha os passeios que achar mais interessantes: http://www.viajenaviagem.com/destino/suica

Sheila Campos da Silva

Estou programando minha viagem para Inglaterra e França para set/2015 com milhas. Preciso emitir até 31/12, pois minhas milhas expiram em janeiro. A disponibilidade de datas é ridiculamente pequena. Pergunto:
1. Será que vale a pena esperar até dezembro para ver se disponibilizam mais ou devo aproveitar o que tem?
2. O melhor para o meu roteiro seria ir por Londres e voltar por Paris. Haveria alguma dificuldade com imigração (ou outra coisa) que compensasse mudar esse esquema?
Desde já agradeço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sheila! Não existe uma receita de bolo para compras passagens com milhas. Tudo vai depender da lei de oferta e procura. Se você consegue comprar e não quer arriscar, garanta as suas passagens. Se não está feliz com a quantidade de milhas que vai gastar, entre todos os dias no site da cia. aérea para ver se haverá alguma alteração.

Não tem problema algum entrar por um país e sair por outro. wink

Sheila Campos da Silva

Acho o máximo vocês responderem comentários individualmente. Faz uma diferença enorme! Obrigada pela resposta. Vou garantir minha passagem e depois volto aqui para planejar minha viagem direitinho.

Tadeu
TadeuPermalinkResponder

Para Lourdes. Eu e minha esposa estivemos na Europa em parte de março e abril, ficamos 19 dias, sendo 04 em Paris, 11 na Itália e 04 em Lisboa.
Em Lisboa, alugamos um carro e fomos até Fátima, que bastam 02 horas para conhecer. Aproveitamos que estávamos em Fátima e conhecemos Nazaré(litoral) a 30 kms de distância, cidade conhecida pelas ondas gigantescas. Conhecemos também Sintra e Cascais, além do belíssimo oceanário de Lisboa.
Na Itália, fomos a Milão, Verona, Veneza, Florença, Assis, Pisa e Roma, na Itália tudo é muito lindo. Em Roma, Paris e Londres considere no mínimo 04 dias de estadia e das três Roma é a mais bela.
Em setembro/2015, iremos novamente a Lisboa(4 dias), Madrid(04 dias), Barcelona(04 dias) e Roma(04 dias), observe que estamos retornando a Roma e Lisboa, pois, foram as que mais gostamos e faltou muita coisa para conhecer.
Pretendemos, dessa vez em Portugal, conhecer Evora(01 dia), Costa da Caparica/Praia(01 dia) e matar as saudades da deliciosa comida portuguesa e de ouvir o fado.
Veja que a sua proposta de roteiro e muito semelhante a minha, na Itália, acredito que você deveria ficar mais tempo em Roma e pegar um trem para Veneza aproveitando para conhecer Florença que é caminho. Veneza é uma cidade muito cara, fique apenas um dia, é o suficiente para conhecer, não deixe de passear de gôndola . 02 dias em Florença e retorne para Roma, é tudo muito perto.

wender soares
wender soaresPermalinkResponder

Olá, segui suas dicas para Punta Cana e foi ótimo tudo, agora quero ir para Europa e preciso muito do seu help..gostaria de ir em ouubro 2015, clima bom? vou levar duas crianças 4 e 9 anos , pensei França e Suíça 15 dias, trem , passeios .. etc.. gostaria de ir em mais lugares, mas lendo já suas dicas acho que vai ficar corrido... que acha? rota?muito obrigado...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Wender! Em outubro começa a esfriar. Use estas dicas para montar o seu roteiro:
http://www.viajenaviagem.com/destino/europa-geral/
http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass/

Felipe Sá
Felipe SáPermalinkResponder

Boa tarde, gostaria de uma dica em relação a um roteiro. Tenho interesse em visitar Londres, Paris, Bruxelas e Amsterdam, mas em uma viagem de aproximadamente 15 dias, estaria disposto a abrir mão de conhecer a cidade holandesa, para poder apreciar melhor o passeio. E minha dúvida é em relação a como chegar em cada um desses lugares, qual seria o meio de melhor custo-benefício? Existe alguma dica de onde ir pra onde? Precisava muito de uma ajuda de vocês, se possível. Desde já agradeço pela atenção.

Paula Holanda
Paula HolandaPermalinkResponder

Estou indo passar 14 dias na Europa, me dividindo entre Lisboa, Roma e Paris. Já estou com passagens, transfers e hospedagens pagas. Gostaria de saber qual a média diária de gastos por dia, para que eu possa ter uma noção de quanto devo levar em dinheiro.
Se possível, tbm me indique onde posso me informar dos preços dos ingressos das principais atrações e se é melhor comprar antes de viajar.
Agradeço a atenção!

Talita
TalitaPermalinkResponder

Oi! Eu e meu marido planejamos ir ano que vem, nossas férias podem ser marcadas nos meses de maio ou junho, talvez tenhamos a possibilidade de escolher entre os dois meses. Ficaremos cerca de 20 dias, estamos considerando Paris, Londres, uma passadinha em Bruxelas, Amsterdan, Praga, Budapeste e Viena (ainda devemos cortar alguma coisa daí, acho que Budapeste ou Viena devem sair, infelizmente).

Minha dúvida é: há muita diferença entre maio e junho em termos de valores de passagem/hospedagem, lotação e clima?

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Talita! Talvez maio seja ligeiramente mais caro e mais cheio, por ser o mês mais aguardado (temperaturas agradáveis depois de meses de frio). Mas junho estará mais quentinho.

Talita
TalitaPermalinkResponder

Mesmo? Eu estava apostando em junho ser mais caro e cheio pela proximidade com o verão e inicio das férias na Europa. Obrigada pela dica!

Renata Braga
Renata BragaPermalinkResponder

Turma, uma amiga me pediu sugestões para uma primeira viagem com o namorado para a Europa que ela fará em Janeiro, mas confesso que fiquei meio em dúvida em que sugerir, porque ela ficará pouco tempo em cada cidade: Roma 4 dias, Lisboa 4 dias, Madri 4 dias e Paris 3 dias.
O que vcs sugerem de imperdível neste roteiro apertado?
Beijokas e obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Recomendamos no mínimo 4 dias em Paris; idealmente, 6. É preciso lembrar que cada dia de deslocamento é um dia perdido.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar

Pedro Richardson (@viajecompedro)

Oi Renata, concordo com a Bóia. Paris no mínimo 4 dias. Tendo que tirar um dia de uma cidade, Lisboa é pequena, 3 dias são suficientes.

CLAUDIA MARIA BORGES

Tenho 80.000 milhas TAP que irão vencer agora dia 30/11, pretendo comprar as passagens de ida até 6ª feira, Europa 16 dias (11/10/2015 a 28/11/2015) eu e minha filha de 20 anos . Pergunto: 1. O que é melhor chegar por Londres -Paris-Zurich e Itália, voltando por Roma ou o inverso, chegando por Roma subindo a italia até Veneza, Verona, Zurich, Paris e voltando por Londres?
2. Na troca de voos em Lisboa seria interessante aproveitar a escala maior e conhecer em um dia um pouco desta cidade?
3. Qual a melhor condução p/ fazer Paris-Itália passando pela Suiça? Adoro admirar a estrada e as paisagens que imagino na Suíça deve ser encantador.
4. Vale a pena passar um dia em Zurich ou só a travessia de treim pela Suíça já me dá uma boa idéia da beleza natural do país?
Amei seu site e pretendo explora-lo ao máximo pra estruturar minha viajem. Será a minha primeira vez nesses lugares.
Gde Abraço e espero que vc possa me responder o mais breve possível.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! Entre as duas pontas, deixe por último aquela pela qual você tenha maior expectativa. Infelizmente não temos como resolver roteiros individuais.

Claudio Machado

É possível alugar um carro na Itália e devolve-lo na Inglaterra? As agencias de aluguel de carros tem este serviço?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudio! A única questão de alugar um carro em um país e devolver em outro é que as locadoras costumam cobrar uma taxa bem alta por isso. Você pode consultar sites como como Autoeurope, Kayak e nosso parceiro Rentalcars que fazem cotações em diversas locadoras e assim pesquisar as taxas cobradas por cada uma.

Vander Roberto Paschoal

Bom dia!!
Pretendo fazer uma viagem com a família e amigos (6 pessoas)para a Europa em Julho/15. Pretendemos ficar uns 15 dias, poderiam sugerir roteiros levando em conta que damos preferencia por França, Itália e Inglaterra?

Agradeço a ajuda!!!

Vander

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vander! Não fazemos roteiros personalizados. Monte uma base para podermos ajudar com sugestões e dicas. Com apenas 15 dias, fazer 3 países pode ser muito corrido.

Veja:
http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar
http://www.viajenaviagem.com/destino/paris/
http://www.viajenaviagem.com/destino/roma/
http://www.viajenaviagem.com/destino/londres/

Solange
SolangePermalinkResponder

Já fui a Viena e outros países tipo França, Inglaterra Portugal Espanha mais de uma vez e agora pretendo conhecer republica Checa - Praga, Hungria - Budapeste e/ou Croácia chego em 05.06 as 15:00 H em Praga e retorno em 18.06 a noite se eu fizer os três países quanto tempo você acredita seria suficiente em cada um deles pretendo fazer os trechos internos por avião em voos diretos das Cias de cada pais o que você acha ? E seria melhor ir de Praga a Budapeste primeiro ou de praga a capital da croácia primeiro ? Qual seria sua recomendação e/ou opinião ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Solange! Voe de Praga a Budapeste, siga de trem a Zagreb e de lá em ônibus para a costa croata, onde você também vai usar o barco. Compre a passagem do Brasil com ida a Praga e volta de Dubrovnik.

Leia mais:
http://www.viajenaviagem.com/destino/praga
http://www.vajenaviagem.com/destino/budapeste
http://www.viajenavaigem.com/destino/croacia

Sergio Chiappara

Bom dia ,Senhores quero apresentar para vocês o meu site o qual esta dedicado aos passeios enoturisticos e outros.
Desejo muito poder fazer uma parceria com vocês, fico agradecido pela sua atenção.
Realizamos diferentes tipos de visitas em vans para seu maior conforto. Adaptamos os passeios ao seu ritmo , nossa parceria com escolas de vinhos nos permite lé providenciar visitas didáticas únicas, curso de degustação, com visitas aos produtores fabricação de toneis e até a produção do seu vinho e no final com diplomas .

obrigado.

Sergio Chiappara

http://sonhosdeparis.wix.com/paris-france-guias

proposta de serviços na cidade de Paris e França

Rodrigo Maroli

Olá, Bóia!!
Sou leitor a algum tempo e um fã das suas dicas!! Semana passada comecei a pensar em um roteiro de 30 dias pela Europa, para maio de 2015. Já havia decidido França, Inglaterra e Holanda e estava pensando em incluir Portugal e Espanha. Inclusive minha idéia era chegar por Lisboa e voltar por Londres. O que acontece é que com a promoção/erro da KLM que ocorreu essa semana, consegui comprar passagem Brasília-Amsterdam-Brasília, chegando dia 22 de maio e retornando dia 18 de junho. Estou com o período de 23 de maio a 31 de maio, livres. E pretendo chegar a Paris no dia 1 de junho ou mesmo dia 31 de maio, a noite. Gostaria de sua opinião sobre o que encaixar no período... Espanha ou Alemanha? Ou outra indicação?

Veronika Stodolnikas

indicaria viagens somente de trem pela Europa pra quem pretende ficar 2 meses e depois pegar um avião para a Nova Zelândia ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Veronika! Vale a pena ir de trem em trajetos que possam ser percorridos em até 4 horas. Leia mais: http://www.viajenaviagem.com/2007/08/europa-aviao-trem-ou-carro/

Deodato
DeodatoPermalinkResponder

No mês de outubro de 2015, estou pensando em fazer Sofia, Bucareste, Zagreb e Varsóvia (c/ bate-volta de 1 dia em Cracóvia). Fale-me um pouco do melhor trajeto interno, vôos de ida e volta (desde Brasília), hotéis e seguro. O que seria melhor, a seu ver. Dê-me uma idéia. Fico-lhe grato

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Deodato! A malha ferroviária do leste europeu é lentíssima. O único trecho de alta velocidade de todos esses é Varsóvia-Cracóvia. Recomendamos avião.

Veja horários de trem em http://www.bahn.de/international. Use as grafias Sofia, Bucuresti, Zagreb, Warszawa e Krakow.

Sheila
SheilaPermalinkResponder

Olá! Acabei de comprar uma passagem promocional para Amsterdam e vou ficar 13 dias na Europa. Como já tenho planejada uma viagem em setembro para Inglaterra e França, queria aproveitar para ficar pela Holanda, Bélgica e conhecer a Rota Romântica. É muito sem noção da minha parte agregar a Rota Romântica nesse roteiro? Queria saber a opinião de vocês, já que no mapa tudo é perto e fácil, já na realidade... Obrigada!

Sheila
SheilaPermalinkResponder

Completando, Boia, li os comentários do post sobre o roteiro da Lu e devo dizer que, por estar sozinha e querer economizar, não pretendo alugar carro. Faz sentido fazer a rota de ônibus?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sheila! Se tiver de 3 a 4 dias inteiros para a Rota Romântica, fará sem problemas.

Emili
EmiliPermalinkResponder

Olá! Eu gostaria de fazer uma vigem a Europa no ano que vem. Mas tenho uma duvida. De quanto em reais eu preciso para esta viagem. Por que todos os sites só me dizem a quantidade de Euros necessário. E eu gostaria de saber o valor em reais. E qual o valor do Euro e da Libra. A cidades que eu pretendo visitar é Paris e Londres. Você pode me ajudar? Por favor me respondam.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Emili! Veja como estimar gastos de viagem: http://www.viajenaviagem.com/2013/07/como-estimar-gastos-viagem

Você pode converter valores usando sites como o Oanda: http://oanda.com/

gilson
gilsonPermalinkResponder

Ola, vou a trabalho para colônia no inicio de marco pela terceira vez e desta vez vou levar minha esposa (primeira vez), teremos 7 dias dias e pretendia passear com ela por amsterdã/bruxelas e voltar por paris... sera que 2 dias em cada finalizando com 3 dias em paris, conseguimos passear (principalmente por ela nunca ter ido ?) parabéns pelo blog !

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gilson! É corrido. 3 dias em Amsterdã e 4 em Paris serão mais proveitosos.

Suellen
SuellenPermalinkResponder

Olá primeiro adorei o blogue e sempre acompanho seus post. Eu pretendo ir para Europa no carnaval de 2015, sei que é somente uma semana , mas minha intenção é conhecer Amsterdã ou Berlim cidades pelas quais meu interesse junto com Vancouver ( CANADÁ), sempre tiveram um lugar especial até por razões profissionais.
Depois de perder a "promoção" da KLM , irei comprar minha passagem agora até por um preço acessível. Sei que é pouco 1 semana para conhecer essas duas cidades incríveis mas tentarei realizar o possível.
Mais uma vez parabéns pelo blogue um Abraços a todos e um ótimo natal.

Victor
VictorPermalinkResponder

Bom dia, site muito explicativo.
Vou fazer um cruzeiro de 15 dias em julho 2015, de Veneza para Russia, passando por Grécia, Romênia, Turquia e Croácia.

Quero ir 15 dias antes, deixar as malas em Veneza e viajar de trem pelos países abaixo, muito rápido, comprando um Pass Global.

gostaria de saber se o roteiro que fiz é viável para 15 dias.

Saindo de Veneza (Itália), Ljubljana (Eslovênia), Zagreb (Croácia), Budapeste (Hungria), Bratislava (Eslováquia), Viena (Áustria), Praga (República Tcheca), Berlin (Alemanha), Hamburgo (Alemanha), Copenhague (Dinamarca), Estocolmo (Suécia), Oslo (Noruega), Gothenburg (Suécia), Copenhague (Dinamarca), Bremen (Alemanha), Amsterdam (Holanda), Bruxelas (Bélgica), Luxemburgo (Luxemburgo), Paris (França), Genebra (Suíça), Berna (Suíça), Milão (Itália), Veneza.
Vou com esposa e 2 filhos. Obrigado pela ajuda.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Victor. Você deve estar brincando, não? Nem o cruzamento do Flash com o Ligeirinho e o Papa Léguas conseguiria fazer tudo isso em um mês, imagina em 15 dias...

Victor
VictorPermalinkResponder

Oi Neftalí. Não estou brincando, por isso fiz a pergunta para quem tem experiência para me orientar, gosto muito de cruzeiro, toda viagem que faço tem um cruzeiro incluído, estou indo agora para Disney, mas vou sair de Miami para um cruzeiro pelo Caribe, em julho deste ano fiz um cruzeiro para o Mediterrâneo saindo de Marselha passando pela África e fiquei 2 dias em Londres e 2 dias em Paris e 2 dias em Roma e os 2 dias nestes lugares foi suficiente para uma viagem maravilhosa.
Um pit stop em cada um dos países do roteiro estará ótimo, só quero ficar 1 dia em Oslo, Estocolmo, Berlim e Copenhague.
Obrigado por ajudar.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Victor! 21 cidades em 17 países em 15 dias? Impossível!

Para ajudar a montar o seu roteiro, leia:
http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar

Victor
VictorPermalinkResponder

Muito obrigado Bóia, eu pesquisei os horários, mas você tem razão, eu acho que viajei na viagem.
Partindo de Veneza e volta a Veneza, quais consigo visitar em 15 dias, tipo pit stop, como em navio. Queria passar por Oslo. Meu outro roteiro do cruzeiro seria Islândia e Noruega, por isso queria pelo menos 1 dia por lá.
Mais uma vez obrigado e estou aguardando uma sugestão.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Victor! Desculpe, não montamos roteiros personalizados. Use o post indicado acima para saber quantos dias recomendamos investir em cada cidade.

Victor
VictorPermalinkResponder

Ok, muito obrigado pela ajuda.

Tchoya
TchoyaPermalinkResponder

Olá!!! Preciso de ajuda e opinião!!!

Fiz uma cotação para uma viagem para a Europa nos dias 15/05 á 04/06, 20 dias. Com passagem aérea, hoteis e passagens de trens entre os países que visitaremos, que estão na lista: Londres, Paris, Veneza, Florença e Roma. Cotei apenas as passagens e hoteis....não tenho noção de valores para ir á Europa. A agência cobrou o valor de R$ 13.000,00 por pessoa....
Gostaria de saber se este valor está dentro do esperado, ou se tem como gastar menos....

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tchoya! Você consegue fazer uma estimativa pesquisando preços online. Veja: http://www.viajenaviagem.com/2013/07/como-estimar-gastos-viagem

Andreia Luna Sooma

Viajarei à Italia em maio. Para aproveitar pelo menos a manha da ultima diaria de Roma estou pensando em pegar o trem para Firenze no fim da tarde tipo 17h. (Roma-Firenze). Penso em fazer o mesmo em Firenze.(Firenze - La Spezia por volta das 18h). Vale a pena?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andreia! Em teoria, tudo bem. Você não menciona quanto tempo vai passar em cada cidade. Veja nossas dicas: http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/

Andreia Luna Sooma

Oi! Chegaremos em Roma dia 18h as 9h45 vindo de Paris. A ideia é partir no fim da tarde de 22/5 sexta de trem para Firenze. (assim eu terei aproveitado a tarde de 18 e a manhã de 22, tentando um late check out).
Em Firenze ficaremos dia 23 e 24 próximo a estacao S.MNovella (partindo no fim da tarde de trem para La Spezia só para acordar por lá e ir para as 5Terre que é nosso objetivo).
25 (segunda) curtiremos as 5Terre e dia 26 pela manhã pegaremos um trem para Pisa onde alugaremos um carro para ficar na Toscana até 30. Dia 30 deixaremos o carro em Florença para pegar um trem para Veneza, onde ficaremos até dia 2/6.
Muito corrido? Somos um casal jovem de 40 anos (rs)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andreia! Está bom, mas o dia da chegada e da partida não conta. Um dia a mais em Roma seria ideal. wink

Andreia Luna Sooma

Para conseguir isso terei que sacrificar Firenze, Toscana ou Veneza porque (Bóia, não me reprove) a passagem Veneza-Paris já foi comprada para dia 2/6... Obrigada! O site é excelente e todos com quem converso perguntam se eu já li as dicas do Ricardo Freire antes de qualquer coisa.

Liliana Andriola

Olá, vamos passar nossa lua-de-mel na Europa, compramos as passagens chegando por Roma, onde ficaremos 5 dias pois não conhecemos, depois Florença 2 dias, então temos 6 dias que não sabemos para onde vamos e terminamos em Barcelona por 4 dias. Entre Florença e BArcelona vcs tem alguma dica legal? Obrigada desde já!

Liliana Andriola

Ah é em fevereiro de 2015

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Liliana! Vocês podem aproveitar para conhecer Veneza e Siena com menos turistas.

Alex Ramos
Alex RamosPermalinkResponder

Parabens pelas dicas Ricardo, com certeza vc acertou em cheio! PArabens, o site e repleto de otimas informacoes!

Valeria
ValeriaPermalinkResponder

Ola, sempre gostei de viajar com meu marido pela europa. Já conhcemos paris e interior da franca, berlin, roma e interior da italia, londres, barcelona. Estamos meio parados pq temos uma folha de 9 meses e um menino de 2 anis e meio. Nunca fomos a suica e tnho muita vontade de conhecer. Dai vem a duvida, quero viajar com eles e nao sei qual a melhor cidade para conhecer com criancas. O que voce sugere. Nao busco so conhecer museus pRa criancas, mas penso tambem nos deslocamentos, seguranca e na comida do lugar.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Valéria! O melhor é ir no verão europeu. Lucerna e Interlaken têm atividades para crianças.

Thiago Sales
Thiago SalesPermalinkResponder

Olá, estarei em Madri entre os dias 14 e 22 de março, depois de ter passado 4 dias em Lisboa, após Madrid seguirei pra um período de 4 em paris, mas queria sugestões pois não queria passar esses 7 dias só em Madrid, gostaria de conhecer outro lugar fora da Espanha, podem me ajudar ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thiago! Escolha o lugar da Europa que mais lhe aprouver e compre uma passagem de avião para lá e outra para Paris.

Se quiser aproveitar Madri, há muitas viagens para fazer nos arredores:
http://www.viajenaviagem.com/2011/07/5-bate-voltas-para-fazer-desde-madri

Camila
CamilaPermalinkResponder

Boa tarde, adoro o site de vocês, já fiz viagens para Punta Cana e Nova Iorque com excelentes dicas, principalmente sobre os hotéis em Punta. Estou montando o roteiro para Europa no ano que vem, estou com dúvida entre os meses maio/junho ou setembro. E pensei no seguinte roteiro Londres 6 dias, Paris 6 dias, Bruxelas 1 dia, Amsterdã 3 dias e Berlim 6 dias. E estou na dúvida de incluir uns 3 dias em Dublin. O que acham do roteiro? Pretendo utilizar trem como meio de transporte e avião de Amsterdã para Berlim. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camila! Seu roteiro está jóia. Maio, junho ou setembro são meses bacanas para viajar. Em junho você pega temperaturas mais agradáveis.

Crisitna
CrisitnaPermalinkResponder

Me dê dicas para otimizar minhas ferias na Europa entre 22 de abril a 15 de maio/15, acompanhada do meu filho (07 anos).
Preciso de sugestão de "bases" para montar o roteiro (onde ir primeiro, etc) e definir o meio de transporte (aviao ou trem).
Paris (principal destino Eurodisney), Londres, Alemanha, Suiça, Holanda.
Att

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristina! Desculpe, não fazemos roteiros personalizados, mas podemos dar sugestões depois que você já tiver um rascunho do que pretende fazer. Use as dicas desse post e deste - http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar

Sergio Chiappara

Bom dia ,Senhores quero apresentar para vocês o meu site o qual esta dedicado aos passeios enoturisticos e outros.
Desejo muito poder fazer uma parceria com vocês, fico agradecido pela sua atenção.
Realizamos diferentes tipos de visitas em vans para seu maior conforto. Adaptamos os passeios ao seu ritmo , nossa parceria com escolas de vinhos nos permite providenciar visitas didáticas únicas, curso de degustação, com visitas aos produtores de vinho, fabricação de toneis e até a produção do seu vinho e no final com diplomas .
obrigado.

Sergio Chiappara

http://sonhosdeparis.wix.com/paris-france-guias
proposta de serviços na cidade de Paris e França

Tchoya
TchoyaPermalinkResponder

Bom dia! Estou com meu roteiro de 20 dias pela Europa praticamente montado. Estou agora pesquisando as passagens, Brasil-Londres e Roma- Brasil. Pretendo viajar em Maio....Qual a melhor data ou antecedência para comprar as passagens???? Se eu comprasse hoje pela TAP, gastaria em torno de R$ 6.600,00...será que compro ou espero mais um ou dois meses...

Tchoya
TchoyaPermalinkResponder

Não comentei....Esse valor é para duas pessoas!!

Tiago
TiagoPermalinkResponder

Olá Bóia, ótimas dicas! Não li sobre qual o período mais interessante para viajar pela Europa (em termos de temperatura e valores). Só tenho entre 20/12 a 10/01, adio meu sonho ou procuro uma rota menos congelada?