Como montar seu roteiro de viagem à Europa

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Monte sua viagem à Europa

Costumo dizer que toda ida à Europa é como se fosse a primeira. A menos que você volte exclusivamente a lugares que já visitou, toda nova viagem suscitará as mesmas perguntas iniciais. Por onde chegar? Quantos dias ficar em cada lugar? Que meio de transporte escolher? Use este tutorial como ponto de partida para destrinchar suas próximas viagens européias.

--> Primeiro passo: NÃO compre a passagem aérea

Comprar uma passagem por impulso é o erro mais comum de (falta de) planejamento numa viagem à Europa. Achar uma passagem superdescontada de ida e volta a uma cidade específica só garante a viagem de quem só queria ir para aquela cidade. Continuar a viagem a partir dali -- e sobretudo voltar para lá para pegar o vôo da volta -- pode anular a economia e, pior, causar enormes perrengues logísticos. Só compre a passagem depois de ter definido todo o itinerário (continue lendo e veja por quê).

--> Itinerário: menos é mais

Ao montar um roteiro pela Europa, use o método clássico recomendado para arrumar malas: selecione todos os lugares que você gostaria de visitar, e então reduza à metade. Ou a um terço. Na excitação da montagem do roteiro, nossa tendência é empilhar todos os lugares que estejam no caminho (e fazer longos desvios para chegar a outros).

No mapa, tudo parece perto. Mas números frios, como quilometragens e durações de vôos, não levam em consideração o tempo que se gasta em arrumar a mala, fechar a conta do hotel, deslocar-se ao aeroporto (e chegar com a antecedência necessária para o check-in), vencer o trânsito dos anéis viários para sair de cada cidade e entrar na próxima (em viagens de carro), encontrar o próximo hotel, fazer o check-in, subir com as malas...

Cada troca de local envolve a perda de pelo menos meio dia (e de muita energia). Acredite: quanto mais você troca de cidade, menos você aproveita o seu tempo.

--> Cidades grandes: fique quatro dias

Sim, toda cidade importante da Europa tem um ônibus de dois andares que percorre todos os cartões postais em um dia só. É um pecado, porém, limitar-se a simplesmente constatar ao vivo a existência de monumentos que você já conhecia antes de sair de casa.

Quatro dias são o mínimo necessário para você entender o básico de uma grande capital. No terceiro ou quarto dia dá-se o clique: de repente todas as fichas caem e você começa a se localizar. As obrigações turísticas (os lerês) diminuem, e você começa a se sentir um pouco morador. É uma sensação que você só vai entender quando se deixar ficar pelo menos quatro dias numa grande capital.

(Se essa capital se chamar Paris ou Londres, pense em ficar sete dias -- no fim, você ainda vai achar pouco.)

Leia mais --> Europa: quantos dias em cada lugar?

--> Monte a viagem em módulos

Um jeito bastante simples de resolver o seu itinerário é dividindo o tempo de viagem em módulos de 5 a 7 dias. Aloque cada módulo a uma metrópole (Lisboa, Roma, Munique) ou a uma região que você queira explorar de carro ou trem (Provence, Andaluzia, Highlands, Toscana). Permaneça na cidade grande por toda a duração do módulo; nas viagens de carro ou trem, tente resolver o roteiro em no máximo duas bases.

Leia mais --> Montar bases é melhor que pinga-pinga

--> Bate-volta: veja mais, canse menos

A melhor maneira de extrair o máximo das bases que você escolher é o bate-volta. Toda cidade que não justifique um pernoite e que fique a no máximo uma hora e meia de viagem de onde você esteja rende um passeio perfeito. Você não precisa fazer check-out, viaja sem malas (de trem ou de carro) e, ao chegar, aproveita desde o primeiro instante (sem perder o pique com atividades chatas como encontrar o endereço do hotel e fazer check-in). Se você não se exigir demais, ainda volta para o local em que está hospedado com energia para aproveitar a noite. Férias, lembra?

--> Pit stop: saiba usar

Trajetos mais longos entre uma base e a próxima -- tanto de carro, quanto de trem -- ficam mais divertidos quando você pode fazer uma parada estratégica no caminho. Por exemplo: Bruxelas entre Paris e Amsterdã; Dresden entre Praga e Berlim; Pompéia entre Roma e a Costa Amalfitana.

Para lançar mão desse recurso, porém, é preciso ter cuidado extra com a bagagem. Estando de carro, pare em estacionamentos vigiados e em hipótese alguma deixe a bagagem à mostra. Em viagens de trem, certifique-se de que a estação do pit-stop dispõe de guarda-volumes. Pesquise na internet: "lockers", "left luggage", "consigna", "consigne" e "deposito bagagli" associado ao nome da estação.

--> A passagem aérea? NÃO compre ainda!

OK, você já definiu o seu roteiro. Dividiu seus quinze dias em dois módulos de cidades grandes e um de região. Mas ainda falta mais um passo antes de emitir a sua passagem aérea: definir o(s) meio(s) de transporte dentro da Europa.

--> Avião, trem ou carro?

O trem é o meio de locomoção europeu por excelência. Para comparar a duração de viagens entre trem e avião, acrescente sempre três horas ao tempo de vôo -- é o mínimo de tempo extra que você leva para ir e voltar do aeroporto, fazer check-in e esperar bagagens.

Mas não use trem (nem carro) para atravessar o continente; para isso existe o avião. Evite também trens noturnos: teoricamente você ganha tempo, mas na prática o que ganha é uma noite mal dormida -- e de quebra ainda fica cansado para aproveitar o dia segiunte.

Carros e cidades grandes não combinam: o GPS ajuda, mas não elimina o stress do trânsito e da busca de estacionamento.

O carro é perfeito para deslocar-se por estradas secundárias, sem horário nem programa rígido; não por coincidência, as regiões mais apropriadas para explorar de carro são aquelas em que o trem não dá conta do recado (Toscana, Provence, Costa Amalfitana, Sicília, Andaluzia, Portugal, Rota Romântica).

Leia mais --> Europa: avião, trem ou carro?

--> Trem: passe ou ponto a ponto?

Passes de trem não valem mais a pena: os dias de uso são limitados e é preciso fazer reserva e pagar suplementos para usar os trens rápidos.

O melhor é fazer os trechos de trem com passagens avulsas, aproveitando tarifas descontadas. Compre diretamente no site da companhia ferroviária do país de origem de cada trecho.

Os únicos passes que continuam um ótimo investimento são os passes nacionais de países que não exigem reservas ou suplementos para uso de seus trens regulares: é o caso da Suíça (Swiss Pass) e da Alemanha (German Pass).

Leia mais --> Vai por mim: trem na Europa

Leia mais --> Trem na Europa: onde vale a pena, onde não vale

--> Low cost ou não?

Veja bem: aquelas tarifas incríveis de 5 ou 10 euros que fizeram a fama das companhias low-cost da Europa são tão difíceis de conseguir quanto as promoções que as aéreas brasileiras fazem de madrugada. Há muitos custos extraas: para despachar a bagagem, para fazer check-in (mesmo pela internet!), para comprar com cartão de crédito, para marcar assento. O limite de bagagem é avarento (entre 10 e 20 kg) e cada quilo de excesso é cobrado (pelo menos 10 euros por quilo de excesso!). O mais comum é que cada trecho, sem multa de excesso de bagagem, saia em torno de 80 euros.

Antes de sair comprando low-cost a torto e a direito, descubra quanto custaria incluir esses trechos na sua passagem aérea Brasil-Europa-Brasil. Pesquise também quanto custa comprar os trechos internos avulsos nos sites das cias. aéreas convencionais. Com antecedência, costumam oferecer tarifas competitivas nas mesmas rotas.

Leia mais --> Low-costs na Europa: modo de usar

--> AGORA SIM: compre a passagem aérea

Depois de definir o roteiro e os meios de transporte dentro da Europa, aí sim você está pronto para comprar a passagem aérea mais adequada.

Compre a sua passagem pelo menos até o primeiro destino que você vai efetivamente visitar, voltando do último destino do seu itinerário. Não se prenda aos vôos diretos, nem às companhias aéreas do primeiro ou do último país do seu roteiro. Qualquer aérea pode emitir uma passagem do Brasil a Veneza, com volta ao Brasil desde Praga. O que vai mudar é o aeroporto de conexão.

Definido os pontos de chegada e partida da Europa, orce quanto custa incluir os trechos aéreos internos que você vai precisar fazer entre um módulo e outro do itinerário.

Se cada trecho custar menos de 100 euros (140 dólares), será um bom negócio pela conveniência e pela segurança. (Lembre-se: é difícil conseguir low-costs por menos de 80 euros o trecho, e com as low-costs as conexões não são garantidas e o excesso de bagagem é cruel.)

Passagens multidestinos podem ser compradas com agentes de viagem ou em todos os sites (incluindo aí os das próprias cias. aéreas) que ofereçam a opção "múltiplos destinos" ou "multiple destinations".

Leia mais --> Leitores dão as dicas de como comprar passagens com várias escalas

--> Quando é melhor fazer as reservas?

Quanto mais cedo você comprar as passagens aéreas, melhores preços deve encontrar (sobretudo se você quiser achar as barbadas das low-costs).

O melhor momento para reservar hotel é exatamente três meses antes da data de hospedagem: é quando as tarifas descontadas aparecem nos sites de reservas de hotéis. Note que os melhores descontos normalmente requerem débito imediato; leia as condições de cancelamento antes de fechar negócio.

Os trechos de trem são lançados nos sistemas das companhias ferroviárias entre 90 e 60 dias antes da data de viagem; as tarifas promocionais aparecem sempre neste momento e esgotam logo.

Dois meses antes de viajar, marque as visitas que podem ser reservadas pela internet: Galleria Uffizi em Florença, Museu do Vaticano, subida à Torre de Pisa, entrada na Alhambra...

Leia mais --> Como furar fila em museus e monumentos da Europa

Leia mais -->Florença: furando a fila na Uffizi e na Accademia

Leia mais --> Granada: Alhambra na prática, da compra do ingresso à visita

--> Cartão, débito ou dinheiro?

Assim como ocorre nos investimentos, o melhor é diversificar.

Leve um pouco de dinheiro vivo (300 a 500 euros) e tente guardar até o fim da viagem. É o seu fundo de reserva para emergências. Mesmo com o IOF mais baixo (O,38%), não vale a pena carregar maços de dinheiro vivo. Primeiro, porque a economia com relação ao cartão de crédito não é de 6% redondos: a taxa de câmbio do euro vivo é sempre um pouco mais alta. A diferença vai dar aí em torno de 4%. Esses 4% de economia não valem a sensação de insegurança de carregar todo o seu dinheiro em espécie.

Para os gastos pequenos em espécie do dia a dia, habilite seu cartão de banco para fazer saques direto da conta corrente. Funciona em qualquer caixa automático (não é preciso achar caixas do seu banco), e o IOF é de 6,38%. Há também a incidência de tarifas fixas;  faça saques sempre equivalentes a 200 euros para que não sejam significativas.

Com a extensão do IOF de 6,38% para os cartões pré-pagos, os cartões de crédito voltaram a ser a melhor alternativa para as grandes despesas. A diferença com relação ao dinheiro vivo, como dissemos no parágrafo acima, será de uns 4%. Pense nesses 4% como uma taxa de conveniência. Se o seu cartão render milhas, você compensa essa diferença emitindo uma passagem nacional na faixa na volta.

Os cartões de débito internacional recarregáveis (tipo Travel Money) hoje só valem a pena como plano C. Leve para carregar à distância, caso dê algum chabu (ou atija o limite de gastos) nos cartões de crédito.

1683 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
Camis Araujo
Camis AraujoPermalinkResponder

Ricardo, boa noite. Meu namorado e eu estamos planejando nossa primeira viagem ao exterior em novembro de 2015, serão mais ou menos 20 dias. Eu tenho intenção de conhecer a Irlanda, Londres e Amsterdã, mas não temos ideia de onde começar e terminar, nem se ha possibilidade de visitar outros lugares no percurso. Pode nos dar algumas dicas?Bjus

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camis! Aqui quem responde é A Bóia. O Ricardo Freire sugere que uma primeira visita a Londres tenha duração de 5 ou 6 dias, pelo menos, enquanto Amsterdã pode ser feita em 3. Dê uma olhadinha neste guia para delinear o que mais interessa a vocês na Irlanda -
http://www.viajenaviagem.com/destino/irlanda/
Consulte também: http://www.viajenaviagem.com/destino/europa-geral/

edson
edsonPermalinkResponder

ola Camis, primeira dica para viajar para Europa é evitar o inverno de lá, pois neva muito, aeroportos fecham e alguns dias fica dificil até de caminhar na rua, se vc pretende conhecer a Irlanda é uma otima pedida, Dublin é demais, mt coisa pra conhecer por lá e varias cidades proximas para ir de trem, Irlanda do Norte tb é bem legal,Belfast onde foi contruido o Titanic fica a 400 km de Dublin, na Irlanda do norte tb tem um lugar chamado Giants causeway, calçada dos gigante, mt bonito mesmo, fique o maximo que puder na Irlanda, tem mts brasileiros lá que podem te dar boas dicas de passeios, reserve um voo da Ryanair para Londres que é bem barato, fique uns tres dias por lá e depois vá para Amsterdã mas ai não sei como vc faz pois ainda não fui para lá, te aconselho a ida e volta por Dublin , não fui a Amsterdã pois ficou meio complicado sair de Dublin e ir pra lá. espero q o comentário te ajude

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Parabéns pelo site! Faz alguns meses que venho lendo tudo para planejar uma viagem para a Europa em abril/maio 2015. Apesar de ler tudo, bate uma insegurança se estou no caminho certo com meu roteiro.. será q poderiam me ajudar a dizer se a quantidade de dias e o trajeto são viáveis?
Começando por Amsterdã (3 dias inteiros), pit stop em Bruges (trem), seguir para Paris de trem (6 dias inteiros), depois Londres de trem (5 dias inteiros), Londres para Munique de avião (3 dias inteiros em Munique), trem de Munique para Verona (apenas para entrar na Itália, dormir e no dia seguinte: Florença); em Florença (5 dias inteiros entre Florença e Siena com algum bate e volta), depois seguir para Roma de trem e permanecer por lá por 2 dias inteiros e depois retorno ao Brasil. Muito corrido? Obrigada demais! Vcs contribuem muito para essa fase tão gostosa do planejamento!

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Analisando... Ricardo/ Bóia, se eu cortasse Munique, qual cidade seria melhor pra chegar na Itália (vindo de Londres de avião) que ficasse mais próxima da Toscana e por qual cidade voltar ao Brasil? Obrigada..

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gabriela! Da Alemanha para a Itália, voe. Você pode voar de Munique a Florença ou Pisa.

Renata
RenataPermalinkResponder

Olá!! Vamos para Europa com 2 crianças( 8 anos e 14 anos) no carnaval 2015. Dia 07 de fevereiro e voltamos dia 22. São 15 dias. Preciso de um roteiro, de um hotel barato...pois somos em 4!!! Temos 15 dias. Vc pode me ajudar!!??? Inclusive estou muiiito preocupada com frio!!! Queria dicas tb de roupas...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Europa é um continente enorme. Pense nos lugares que deseja visitar e assim poderemos dar umas dicas.

Para ajudar a montar o seu roteiro, veja:
http://www.viajenaviagem.com/destino/europa-geral/

Para pesquisar hotéis, use sites como o Booking.

E sobre viajar no inverno, veja:
http://www.viajenaviagem.com/2010/12/europa-no-inverno-impressoes-e-dicas-de-um-recem-chegado
http://www.viajenaviagem.com/2011/11/piumino-voce-ainda-vai-ter-um

Diana
DianaPermalinkResponder

Gente, se vc tivessem 8 dias para viajar, vcs iriam para Europa? Vcs acham que vale a pena uma viagem curta assim?
Se sim, sugerem algum destino?

Obrigada!
Abs
Diana

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Oi, Diana, ja fiz isso 2 vezes ( uma para Londres e outra para Paris) mas confesso que, pela distancia e precos das passagens, eu escolheria um lugar mais proximo e deixaria a Europa para quando tiver umas 2 semanas disponiveis.
Abracos,
Vanessa
www.ciaoviaggio.com

tiago holanda
tiago holandaPermalinkResponder

ola,
gostaria de informacoes sobre roteiro na europa,, chego em nice na franca dia 30 de dezembro e gostaria de fazer suica,vienna,budapest,praga, passagem de volta saindo de praga dia 12 janeiro,, passagen ida e volta compradas
obrigado
tiago

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tiago! Este post pode ajudar bastante para um roteiro entre Budapeste, Viena e Praga - http://www.viajenaviagem.com/2011/04/budapeste-viena-praga-use-a-receita-da-wanessa
Leia também sobre dicas em cada um dos outros destinos:
Suíça - http://www.viajenaviagem.com/destino/suica
Viena - http://www.viajenaviagem.com/destino/viena
Budapeste - http://www.viajenaviagem.com/destino/budapeste
Praga - http://www.viajenaviagem.com/destino/praga

Débora
DéboraPermalinkResponder

Ricardo / Bóia, boa tarde. Por favor, gostaria de uma opinião.
Gosto de viajar "desempacotada". Acho muito mais divertido e produtivo. Agora, estou querendo fazer o roteiro Budapeste-Viena-Praga. Não falo os idiomas locais e meu Inglês é intermediário. "Me viro bem" quando viajo à Nova York ou Washington. Vocês acham que com essa limitação do idioma é possível fazer uma viagem sozinha para esses lugares, sem excursão? Ou posso ter muitas dificuldades e a viagem se tornar muito difícil, na comunicação?
Antecipadamente, agradeço sua atenção. Obrigada. Abraços a todos.

Kamila M. Favero

Oi Ricardo..
Muitas informações foram válidas, mas ainda estou um pouco perdida, na verdade..
Mesmo assim, obrigada!

Ariadne
AriadnePermalinkResponder

Boa noite Ricardo!
Quero viajar para a Europa em Maio e os locais que quero visitar são: Londres, Amsterdã, Itália e Paris...gostaria de saber onde é mais indicado se hospedar primeiro e quais cidades é possível chegar de trem? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ariadne! Deixe para o final a cidade pela qual tiver mais expectativas. Entre Paris, Amsterdã e Londres você vai se locomover de trem. Para chegar à Itália, prefira ir de avião.

Mais dicas: http://www.viajenaviagem.com/destino/europa-geral/

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Boa tarde!! Estou com uma dúvida cruel, peço a ajuda de vocês para solucionar meu impasse. Estou começando a planejar uma viagem de 20 dias em agosto de 2015 com meu marido. Pensamos em dois roteiros bem diferentes:
1º) Grécia e Turquia
2º) Alemanha, Praga e Viena

Sei que os dois roteiros são diferentes e que depende do nosso gosto pessoal para decidir, mas realmente não sei por onde começar para me escolher entre os dois, pois ambos nos atraem... Por isso, peço ajuda para verificar alguns prós e contras (se é que existem) de cada roteiro.

Além disso, se decidirmos pelo primeiro roteiro (Grécia e Turquia), seria viável acrescentar uma esticada até a Itália?

E, se decidirmos por Alemanha, Praga e Viena, vale a pena fazer a Rota Romântica?

Agradeço muito se puderem me ajudar!! =)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vanessa! São dois roteiros interessantes. O que você deve considerar é que vai estar viajando no altíssimo verão, o que significa muito mais turistas por toda parte. Alemanha e Viena são os destinos mais tranqüilos; Grécia, Turquia e Leste Europeu estarão apinhados.

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Olá, Bóia!! Obrigada pelo conselho, realmente não havia pensado nisso... Temos a possibilidade de ir no final de agosto e início de setembro, será que já estará menos apinhado de turistas?
E quanto à Rota romântica, vale a pena, ou é mais viável outra rota de castelos? Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vanessa! Use agosto para Alemanha (Rota Romântica vale, sim) e Áustria; deixe Leste Europeu ou Sul da Europa para setembro.

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Muito obrigada, Bóia!! Vou te fazer uma última pergunta. Li nos posts sobre a Grécia que o ideal é deixar 2 dias para Atenas e 3 dias para cada ilha, sendo indispensáveis Santorini e Mykonos. Por isso, para unir nossas duas preferências, pergunto: é viável deixar 10 dias para Grécia e 10 dias para Alemanha, deixando de lado Praga e Viena? Obrigada mais uma vez!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vanessa! Sim, fica redondo.

Vanessa
VanessaPermalinkResponder

Obrigada!!

Val
ValPermalinkResponder

Prezados, parabéns pelo blog! Peguei muitas dicas, mas preciso de uma orientação já que ainda tenho dúvidas com relação a um trajeto..Em março de 2015 vou fazer Roma (4 noites) e de lá irei de trem a Florence (mais 4 noites). Aí é que vou precisar da orientação de vcs, PLEASE!!!! Saindo de Florence vou a Paris (4 noites) ou vou direto para Aix de Provence (4 noites)?? Verifiquei no blog que os trens são complicados e fico insegura de atravessar a fronteira dirigindo. Tambem não achei voos compatíveis com a datas. Então o que faço, vou de Florence p Paris ou p Provence?Se for provence, como devo ir? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Val! Você pode voar de Florença ou Pisa a Paris. Para a Provence, pegue um vôo a Marselha, saindo de Roma ou de Milão.

Juliana Rodrigues

Bom dia!
Planejo uma viagem de 22 dias para a Itália em março de 2015. Poderia nos ajudar com sugestões de roteiro e a melhor forma de hospedagem nessa situação? Estava pensando em aproveitar e tirar uns três dias para matar saudade de Paris, mas não sei se é viável! Poderia me dar algumas dicas? Obrigada bjs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Para dicas de como montar um roteiro pela Itália, veja:
http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/
http://www.viajenaviagem.com/2007/04/italia-pra-aluna-da-carla
http://www.viajenaviagem.com/2012/03/roteiro-italia-veneza

Comece ou termine a viagem por Paris, sem problema algum. wink

Ana Paula Dias

Boa Tarde Ricardo,
Gostaria de uma ajuda sua....
Irei com meu marido primeiramente para Portugal e chegaremos lá dia 09/03/15 em Lisboa e sairemos dia 19/03 para Barcelona onde ficaremos por 5 dias.

Em portugal como acha que podemos dividir? Quantos dias em lisboa? E depois? Quais outros lugares que indica para ficarmos hospedados?

Quais os pontos principais que não devemos deixar de ver?

Obrigada
Ana

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Paula! Não fazemos roteiros personalizados. Para dicas de Lisboa, como passeios e onde ficar, leia:
http://www.viajenaviagem.com/destino/lisboa/

Daniela Lopez
Daniela LopezPermalinkResponder

Ola! Meus pais (com 79 e 81 anos e bastante saúde) descendentes de italiano e alemão irão para Europa em novembro com um filho e um neto fazer a tão sonhada viagem ao passado. Vocês poderiam nos sugerir um roteiro entre Frankfurt e Roma? Eles irão de carro e pretendem ficar duas semanas.
Muito obrigada por ajudar a realizar esse sonho.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniela! Desculpe, não fazemos roteiros personalizados. Mas poderemos ajudar nas dúvidas de vocês smile

Daniela Lopez
Daniela LopezPermalinkResponder

Ir para Frankfurt, e depois descer de carro até Roma em final de novembro, início de dezembro é muito ruim por causa do frio ou é melhor esperar fevereiro.
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniela! Recomendamos usar carro para explorar regiões e passear por estradas secundárias. Nesse caso, e especialmente no inverno, use avião ou trem para se deslocar pelas cidades.

Ana Paula Kachichian Farinelli

Boa tarde,

Estou pretendendo ir em setembro de 2015, para comemorar os 18 anos da minha irmã mais nova, vamos só nós duas e eu gostaria de montar um roteiro de 15 dias onde eu conseguisse me locomover de trem (pelos países) e visitar a EuroDisney. Alguma dica?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Paula! 15 dias não é muito tempo para conhecer vários países. Se deseja visitar a Disneyland Paris, pense em pelo menos 5 dias inteiros na Cidade Luz. Para ajudar a montar o seu roteiro, veja:
http://www.viajenaviagem.com/destino/europa-geral/
http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar

Ana Clara
Ana ClaraPermalinkResponder

Pretendo passar 30 dias na Europa (01/07/2015 a 31/07/2015) e estou numa dúvida enorme sobre o roteiro. Na verdade acho que quero conhecer muita coisa e não terei tempo suficiente para isso. Penso em Lisboa, Madri, Barcelona, Paris, Amsterdã, Berlim, Roma, Praga e Budapeste. Aceito sugestões e dicas... Qual a melhor forma de deslocamento entre essas cidades, quanto tempo ficar em cada uma, hostels baratos (não descarto utilizar o couchsurfing), enfim.. tudo que vier é lucro.

Vika
VikaPermalinkResponder

Olá Ricardo, boa tarde!
Quero passar minha lua de mel na França e Itália em agosto/2015. Estou super em dúvida sobre quais lugares visitar. Pensei em ficar 3/4 dias em Paris e mais 7/8 dias na Itália. Qual roteiro você sugere? Queria tentar visitar o máximo possível. Você acha que compensa fechar um pacote com alguma agência de turismo ou montar por contra própria?
Muito Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vika! Nós gostamos mais de fazer viagens por conta própria. Dá mais trabalho, mas você monta a viagem do seu jeito. Leia mais: http://www.viajenaviagem.com/2010/09/o-que-e-melhor-pacote-excursao-ou-conta-propria

O Ricardo Freire recomenda ficar pelo menos 5 dias inteiros em Paris. Na Itália você pode fazer Roma, Toscana e Veneza, por exemplo. Tudo dependerá do tempo que terá disponível. Para mais dicas, veja:
http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar
http://www.viajenaviagem.com/destino/paris/
http://www.viajenaviagem.com/destino/roma/
http://www.viajenaviagem.com/destino/florenca/
http://www.viajenaviagem.com/destino/veneza/
http://www.viajenaviagem.com/2007/04/italia-pra-aluna-da-carla

Vika
VikaPermalinkResponder

Muito obrigada!
Na verdade, nosso principal objetivo seria visitar a Itália, pois somos apaixonados pelo pais! Pensamos em passar por Paris antes pela proximidade e para aproveitar a viagem. Gostaríamos de aproveitar mais da Itália e conhecer o máximo possível...será que não compensa incluir mais algumas cidades (Milão, Costa Amalfitana, Capri, etc)? Ou vocês acham que seria mais proveitoso se fossemos somente para a Itália?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vika! A questão é que, pelo que você comenta, você não tem muitos dias para a sua viagem. Comece a sua pesquisa por aqui:
http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/
http://www.viajenaviagem.com/2007/04/italia-pra-aluna-da-carla/

Gabi
GabiPermalinkResponder

Boa tarde!
Amei o blog!!
Estou planejando uma viagem pra Europa em julho de 2015. Quero começar e terminar por Lisboa, pois tenho família lá.
Gostaria de ajuda pra definir a ordem de cidades.
Já escolhi os destinos e a quantidade de dias.
* Lisboa: 5 dias no começo e 3 no final
* Amsterdam: 3 dias
* Berlim: 3 dias
* Roma E Veneza: 6 dias
* Londres: 5 dias
* Paris: 5 dias

Sei que entre Londres e Paris trem é melhor, pela Eurostar. Mas e nos outros lugares? E em qual ordem, depois de Lisboa?

Agradeço a ajuda!!

Gabriela.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gabi! Você pode fazer Lisboa, Roma, Veneza, Berlim, Amsterdã, Paris, Londres, Lisboa ou o contrário (Lisboa, Paris, Londres...). Deixe por último as cidades pelas quais tiver mais expectativa, mas tente seguir um roteiro geograficamente coerente smile A maior parte dos trechos seria feita de avião, com exceção de Amsterdã-Paris-Londres e Roma-Veneza, que você poderia fazer de trem.

Denison
DenisonPermalinkResponder

Bom dia.
Estou planejando uma visita com minha família aos Estados Unidos.
Já tenho visto, pois estive la em 2010.
Agora estamos querendo ir para visitar amigos que por lá vivem.
Gostaria de saber se posso ir, sem ter hotel definido, pois iremos visitar amigos e ficaremos em suas casas.
Obrigado e aguardo

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Denison! Este é um post sobre a Europa. Para deixar uma dúvida sobre os Estados Unidos, use a caixa de comentários de um post sobre o destino. Use o menu lá do alto do site.

Monica Votta
Monica VottaPermalinkResponder

Ricardo, boa noite. Adorei suas dicas! Estou viajando com minha irmã e gostaria de uma dica sua. Estaremos em Paris no reveillon e depois estamos planejando Praga-Budapeste-Viena. Seria melhor: trem ou avião? Quantos dias em cada uma? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Monica! Quem responde é a Bóia. Este post aqui deve ajudar bastante: http://www.viajenaviagem.com/2011/04/budapeste-viena-praga-use-a-receita-da-wanessa

Larissa Neves
Larissa NevesPermalinkResponder

Boa tarde, vou com mais 3 pessoas para a Europa pela primeira vez, em janeiro de 2015. Como não conhecemos nada e não sabemos onde é melhor ir nessa época do ano, estamos pensando em Roma/paris/munique. Será que é uma boa ideia? Sugerem algum lugar para ir?Em janeiro o melhor é fazer td de avião ou tem algum trecho interessante de fazer?obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Larissa! O seu raciocínio está certo: a melhor idéia no inverno é ficar em grandes cidades, que oferecem mais atrações em lugares fechados. Para mais dicas para o seu roteiro, veja: http://www.viajenaviagem.com/2010/12/europa-no-inverno-impressoes-e-dicas-de-um-recem-chegado/

Você pode viajar de trem ou de avião, dependendo da distância entre as cidades. Se decidir por essas, é melhor ir de avião.

CARMELA C.GALEAZZI

Estamos indo p/ Roma dia 29/dez. onde seria ideal passar a entrada do Ano Novo?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carmela! Temos uma dica de Réveillon em Roma aqui - http://www.viajenaviagem.com/reveillon-2015/

Marshall
MarshallPermalinkResponder

Olá Pessoal, parabéns pelo site.

Estamos nos programando para uma viagem a Europa em fevereiro de 2016. Sei que ainda falta muito tempo, mas a idéia é fazer uma programação bem legal para evitar perda de tempo e gastos desnecessários. Iremos em 4 pessoas:eu, minha esposa, minha filha de 19 anos e meu filho de 16. A idéia é tentar contemplar ao máximo os desejos de cada um. A principio iremos ficar em torno de 30 dias e elegemos algumas cidade-sedes: Paris, Londres, Amsterdã e Roma. Gostaria de dicas de hospedagem (a principio penso em alugar apartamentos em cada uma das cidades-sedes), qual o meio de locomoção ideal, quais roteiros interessantes em cada região e,por ultimo, o clima, é muito frio nessa época.
Obrigado pela atenção

Marshall

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marshall! Por partes:
Para saber a média de temperatura em cada cidade na época em que vocês estarão lá, vale consultar o http://www.worldweatheronline.com/
Esta sequência de posts (são 3) sobre aluguel de apartamentos deve ajudar no planejamento - http://www.viajenaviagem.com/2009/03/como-alugar-apartamentos-de-temporada-no-exterior-parte-1
Aí, para começar a desenhar o roteiro, dê uma boa olhada nos guias de cada cidade:
Roma - http://www.viajenaviagem.com/destino/roma/
Londres - http://www.viajenaviagem.com/destino/londres/
Amsterdã - http://www.viajenaviagem.com/destino/amsterda/
Paris - http://www.viajenaviagem.com/destino/paris

Nadhia
NadhiaPermalinkResponder

Primeiro, parabéns pelo blog, ajuda muito!!! Seguinte, eu e meu namorado estávamos certos e com tudo traçado para passar o final do ano em uma viagem para Atenas, Istambul e Dubai. Mas agora estamos com medo de ir para a Turquia...Pensamos em manter Atenas e ir para mais alguma cidade. Você tem alguma sugestão? Obrigada!

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Nadhia, não entendi o seu medo de ir a Istambul e a Turquia. Lá não tem ebola e é um país seguro. Se for pelos problemas na Síria, Istambul está muito longe. É como um europeu ter medo de vir ao Brasil pelos problemas no Paraguai.

Nadhia
NadhiaPermalinkResponder

Oi Neftali! O medo é por conta da Síria mesmo, sei que a fronteira fica bem longe de Istambul, mas pensei que poderia deixar para conhecer a região em outra oportunidade. Mas ainda não desisti totalmente!

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Não desista, eu não conheço Istambul mas tenho ótimas referências da cidade e da Turquia em geral. Conheço a Grécia, o mais lindo são as ilhas, mas não na época que você vai. De qualquer maneira a sua viagem vai ser ótima!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nadhia! A Grécia tem cenários pra muitos e muitos dias. Dê uma olhada neste post: http://www.viajenaviagem.com/2009/08/emilia-na-grecia
Sobre Dubai, também é bacana dar uma olhada no guia: http://www.viajenaviagem.com/destino/dubai

Guilherme Gonçalves

Ricardo, bom dia. Estou pensando em fazer uma viagem em Abril de 2015 para a Europa, com minha namorada. Chegando em Londres (04 dias), Viena (04 dias), Praga (04 dias) e Paris (08 dias). Tirando o trajeto entre Viena e Praga, que será de trem, o resto farei de avião. Quais as dicas que vc pode me dar? São dias suficientes? Não são muitos lugares? As quantidades de dias em cada lugar me darão tempo de curtir, com calma, cada lugar? E qual uma sugestão de passeio, em cada lugar, que não posso deixar de conhecer? Obrigado!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Guilherme! Aqui quem responde é A Bóia. Fique 5 dias em Londres e 7 em Paris. wink

suedy
suedyPermalinkResponder

ola,e e meus filhos(14/1cool queremos fazer uma viagem para o inverno(2015 ou 2016) nos paises; Portugal(incluindo Fatima),Espanha,França e Italia(incluindoVaticano),gostariamos de irmos como mochileiros,mais ou menos uns 20 dias,pode nos dar umas dicas,de como passar pelas fronteiras de trem,melhores albergues,bjao obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Suedy! Veja dicas dos destinos selecionando no menu Europa, no alto.

Allana
AllanaPermalinkResponder

Olá,
Muito útil todas as informações! Muito obrigada por partilhar!
Gostaria de uma analise desse roteiro partindo de Madri: Avião Londres (3 dias), avião Berlin (2 dias), avião Amsterdã (3 dias - Passando p Bruxelas e Bruges, pensei em talvez ficar em Bruxelas p ir p Bruges mais tranquilamente), trem Paris (3 dias), não sei ainda como ir para Itália mas queria ir para Veneza, Florença e Roma (8 ou 9 dias) e volto de avião para Madri.
Desde já muito grata,
Allana

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Allana! O Ricardo Freire sugere que se fique ao menos quatro dias inteiros em grandes capitais, como Roma, Madri e Berlim, por exemplo. Outras cidades, como Londres e Paris, merecem mais dias ainda... Dê uma lida - http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar

Bruno
BrunoPermalinkResponder

Olá, pessoal. Boa tarde!
Parabéns pela página, tanto pela qualidade quanto pela iniciativa em compartilhar algo que vocês aprenderam com o passar do tempo (sofrendo, provavelmente...rs), para evitar com que o próximo sinta as mesmas dificuldades!

Na minha atual circunstância profissional, provavelmente conseguirei ter 10 dias consecutivos de férias (no máximo 15 se permitirem na época). Meu SONHO é conhecer a Europa, mais especificamente Paris. Entretanto, como toda sede do turista de primeira viagem, quero abraçar o continente inteiro por tudo parecer perto (o blog deixou muito claro quanto ao engano quanto à esta impressão). Enfim, sendo mais "pé no chão", enxuguei meu roteiro para 3 cidades (4 cidades, ao total, se eu conseguir os 15 dias). Sinceramente, vocês acreditam ser possível? Porque, sinceramente, não sei quando conseguirei realizar meu sonho de viajar à Europa nesta situação.
Pensei em Paris, Londres, Roma e Barcelona (esta última somente se eu conseguir os 15 dias).
Minhas dúvidas são:
1. Como fazer a divisão dos dias para estes destinos, de forma que se otimize o passeio, isto é, sendo proveitoso no tempo mínimo necessário?
2. Qual preço de passagem aérea entre Brasil e Europa (uma média, obviamente, porque varia das cidades que estão envolvidas) que eu posso considerar como vantagem, barato, enfim, uma boa oportunidade? (Eu sempre ouço de outras pessoas que conseguiram preços bem baratos, porém não tenho noção do que seria o "barato" ou o "caro")
3. Vocês conhecem alguma outra forma de hospedagem barata, como, por exemplo, o airbnb? Já utilizei este serviço e gostei bastante, porém não sei se existe outra forma de economizar na hospedagem, conciliando conforto e bem-estar, sem precisar compartilhar quartos e banheiros como no caso de hostels.

Please, help me!!! hehe

Merci beaucoup! Abraços

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bruno! O Ricardo Freire sempre sugere quatro dias inteiros para grandes capitais. Dê uma lida neste post - http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar
Sobre a passagem aérea, este post também deve ajudar - http://www.viajenaviagem.com/2013/10/dicas-comprar-passagens-areas-nacionais-internacionais
E sobre hospedagem, vale consultar dois links: http://www.viajenaviagem.com/2009/03/como-alugar-apartamentos-de-temporada-no-exterior-parte-1/ e http://www.viajenaviagem.com/2012/08/5-passos-viagens-sem-roubadas

Lorena Castro
Lorena CastroPermalinkResponder

Boa noite.
Estou planejando uma viagem de 15 dias (19/12/14 a 04/01/2015). Pretendo ir em Paris, Londres Roma, Berlim, Amsterdã, Barcelona e Bruxelas. Moro no Porto.
Qual é o melhor meio de transporte? Estava querendo fazer um tour usando carro.
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lorena! É muita cidade para 15 dias.

Veja:
http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar

De CARRO? Ponha o roteiro no Google Maps. Só é factível se você dormir no carro...

Alessandra
AlessandraPermalinkResponder

Boa noite,

Estou querendo fazer Europa com as seguintes cidades: Madrid, Barcelona, Paris, Roma, Veneza, Londres e Amsterdam.Por onde posso começar? E qual a melhor sequência em relação a localização?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alessandra! Troque Londres e Amsterdã de lugar, vá de trem e Madri a Barcelona, de trem ou avião a Paris, de avião a Roma, de trem a Veneza, de avião a Amsterdã e de avião ou trem a Londres. Compre passagem com ida a Madri e volta de Londres.

É uma viagem supercara, é bem provável que você desista quando vir os custos de deslocamento.

A Europa não vai sair do lugar, pense em itinerários menos espalhados, que aproveitem o que há por perto e no caminho.

Caroline
CarolinePermalinkResponder

Boa noite Ricardo, eu e meu noivo queremos fazer uma viagem de 15 dias pela Europa, de lua de mel, mas não sei se é mais seguro ou melhor comprar pacotes prontos de agências ou comprar passagens e montar um roteiro ... Não conhecemos nada fora do Brasil. Meu noivo não quer comprar pacotes, mas não sabemos quais hotéis nos hospedar. Você pode nos ajudar?
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Caroline! Quem responde é a Bóia. Para começar a conversa, dê uma lida nestes posts: http://www.viajenaviagem.com/2007/04/a-primeira-viagem-a-europa e http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar
Pense em quais lugares vocês gostariam de conhecer e na quantidade de dias disponíveis. Aí a gente fala de hospedagem. smile

Caroline
CarolinePermalinkResponder

Encontrei este pacote por 4.700,00, seguindo a mensagem anterior, o que você as cha?
Dia 1 - 23/Out - Quinta-Feira - LISBOA
Bem-vindos. Traslado ao hotel e tempo livre. Você Receberá informação para o inicio do seu roteiro de tarde, ou através dos cartazes informativos localizados na recepção do hotel.
Dia 2 - 24/Out - Sexta-Feira - LISBOA
Visita panorâmica onde se poderá conhecer a Torre e o bairro de Belém, lugar de onde saíram os navegantes portugueses a navegar pelos oceanos no século XV. Tarde livre. Recomenda-se passeio opcional à Sintra, Cascais e Estoril. À noite, traslado ao Bairro Alto, local com diversos restaurantes e casas de fado.
Dia 3 - 25/Out - Sábado - LISBOA - FÁTIMA - MARVÃO - MADRI
Viajamos até o norte de Portugal. Se visitará FÁTIMA, importante santuário. Continuação da viagem por terras verdes do centro, com parada em um dos povoados mais bonitos de Portugal: MARVÃO, com belas vistas, casas brancas e suas muralhas. A seguir incluído um almoço em um restaurante típico. A viagem segue à Espanha. Chegadaà MADRI ao final do dia. Pela noite Incluímos um traslado à Praça Maior de Madri.
Dia 4 - 26/Out - Domingo - MADRI
pela manha visita panorâmica da cidade, onde poderá conhecer os pontos monumentais mais atrativos. Posteriormente se oferecerá opcionalmente uma excursao a Toledo. À noite, recomenda-se assistir opcionalmente a um espetáculo flamenco.
Dia 5 - 27/Out - Segunda-Feira - MADRI - SAN SEBASTIAN - BORDEAUX
Saída rumo às terras de Castilla e do País Vasco. Em SAN SEBASTIÁN, se poderá passear pela Praia da Concha e tomar algum vinho no centro velho. Continuação até a França e chegadaà BORDEAUX ao final da tarde. Sugere-se um passeio pelo centro da cidade.
Dia 6 - 28/Out - Terça-Feira - BORDEAUX - CHAMBORD - PARIS
Saída rumoà região do Vale do Loire, terras de vinhos e conhaque. Parada em CHAMBORD, um dos castelos mais espetaculares desta região (incluimos entradas ao parque). Continuação até PARIS e chegada no final da tarde.
Dia 7 - 29/Out - Quarta-Feira - PARIS
Hoje visitaremos VERSALHES, com seu imenso palácio e belos jardins. Visita panorâmica de PARIS, conhecida como a "Cidade da Luz". À noite, traslado para o bairro boêmio de Montmartre... Você se animaria a deixar que um dos seus numerosos artistas pintasse seu retrato? NOTA: Em função da localização do hotel e por motivos de organização, a ida a Versalhes poderá ser realizada depois da visita panorâmica.
Dia 8 - 30/Out - Quinta-Feira - PARIS
Dia livre. Visita opcional ao Museu do Louvre ou passeio de barco pelo rio Sena, Bairro Latino e Catedral.
Dia 9 - 31/Out - Sexta-Feira - PARIS - EPERLECQUES - LONDRES
Saída em direção ao norte da França. Em EPERLECQUES, visita ao imenso BUNKER (entrada incluída) no meio de um bosque. Desde este ponto se lançavam em direção ao Reino Unido, os mísseis V1 e V2, os primeiros foguetes na era espacial. A seguir, travessia do Canal da Mancha em moderno ferry. Continuação para LONDRES e chegada no fim da tarde.
Dia 10 - 01/Nov - Sábado - LONDRES
Pela manhã, visita panorâmica de LONDRES, onde se passará pelos principais pontos turísticos: o Westminster, o Parlamento, a City e o rio Tâmisa. Tarde livre. Opcionalmente pode-se visitar o vale do rio Tâmisa e Windsor com seu imponente castelo. À noite, traslado incluído ao SOHO, bairro com inúmeros teatros e animado ambiente (este traslado poderá ser realizado também no dia anterior, após a chegada em Londres).
Dia 11 - 02/Nov - Domingo - LONDRES
Dia livre. Poderão aproveitar do encanto desta cidade. Tempo livre para passear e descobrir lugares para recordar.
Dia 12 - 03/Nov - Segunda-Feira - LONDRES
Após do café da manha, fim de nossos serviços.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Caroline! É bastante coisa para 10 dias inteiros de viagem... Dê uma lida nos posts.

odair
odairPermalinkResponder

tenho interesse em fazer uma viagem de trem pela suíça. tenho de 15 a 20 dias disponíveis sendo na primavera ou outono. qual o melhor roteiro e se possível utilizando também os trens cênicos (pelo menos um deles). grande abraço. odair

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Odair! Temos algumas sugestões de roteiros de trem na Suíça, aqui:
http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass

joyce
joycePermalinkResponder

olá, tudo bem? muitas dicas incríveis. queremos fazer Paris e Londres com certeza, e lendo os posts vi que vale a pena entrar por Amsterdã e fazer o resto de trem. Mas fica muito caro? vai ser nossa primeira vez na Europa, estamos super nervosos! abraço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Joyce! Dê uma lida nestes dois posts - http://www.viajenaviagem.com/2011/07/vai-por-mim-trem-na-europa e http://www.viajenaviagem.com/2007/04/a-primeira-viagem-a-europa
O legal é você fazer as simulações das viagens tanto de trem quanto de avião para ver o que vale mais a pena na época em que vocês pretendem fazer a viagem.

Helo Fonseca
Helo FonsecaPermalinkResponder

Ricardo, primeiramente Parabens gostei muito do seu site, bem esclarecedor!
Agora se vc puder me dar uma dicas agradeço, vou acompanhar meu esposo (ele a trabalho, eu a passeio) por 01 semana em Lisboa. Durante a semana que vem. E eu gostaria de aproveitar o maximo para conhecer pelo menos parte da Europa, fazendo visitas rápidas. Na verdade gostaria de conhecer o sul da espanha e de portugal. Como devo me programar? Alugar um carro ou ir de avião? Não gosto de museus, nada disso. Gosto de musicas, danças tipicas, restaurantes, lugares populares do povo e praias. E só tenho conta na CEF. Qual a melhor forma de programar esta minha viagem?
grata
e mais uma vez Parabens.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Helo! Quem responde é a Bóia. Para conhecer o sul de Portugal, alugar um carro é uma boa. Este link deve ajudar a te inspirar: http://www.viajenaviagem.com/2011/12/day-trip-ao-sul-de-lisboa-azeitao-palmela-setubal-e-arrabida/