Que moeda eu levo para a Argentina?

Peso argentino

IMPORTANTE: cartões de débito, cartões pré-pagos, saques internacionais e travelers cheques agora pagam IOF de 6,38%, assim como os cartões de crédito. Leia o post mais recente sobre o assunto aqui. As informações do post abaixo serão em breve atualizadas.

Atualizado | JULHO 2013

A moeda corrente na Argentina é o peso argentino. Desde 2012, o governo argentino vem restringindo o câmbio livre, o que fez aparecer um forte mercado paralelo de dólares (e de reais, também) para abastecer a demanda dos argentinos que querem poupar em dólar ou viajar para o exterior.

A cotação oficial, paga pelas casas de câmbio legalizadas, está cerca de 50% abaixo da cotação praticada pelo mercado paralelo (ou “blue”). Em 12 de julho de 2013, por exemplo, o dólar está valendo 5,37 pesos argentinos no Banco Nación (cotação oficial) e 7,75 pesos argentinos no paralelo. O real está valendo 2,38 pesos argentinos no Banco Nación e 3,75 pesos argentinos no “blue”. Veja as cotações oficiais no site DolarHoy. Veja as cotações do blue no site DolarBlue.

Vale a pena comprar pesos argentinos no Brasil?

Não é fácil comprar dólares no Brasil, e mesmo se você achar, a cotação vai ser hipersuperDESvantajosa — abaixo da cotação oficial.

Vale a pena levar reais para a Argentina?

Há procura por reais no mercado paralelo tanto em Buenos Aires quanto em Bariloche. (Em Mendoza, menos, e em Ushuaia ou El Calafate, não há). Você conseguirá usar seus reais no comércio (use sempre que oferecerem uma cotação próxima à do mercado blue) ou trocar com cambistas (pegue uma indicação com seu hotel).

Querendo trocar pelo câmbio oficial (não precisa! o taxista do aeroporto aceitará seus reais!), há filiais do Banco Nación nos aeroportos de Ezeiza e Aeroparque funcionando 24 horas. Você vai precisar apresentar passaporte ou, se tiver entrado com carteira de identidade, a papeleta de imigração.

Vale a pena levar dólares para a Argentina?

Há enorme procura por dólar no mercado paralelo em toda Argentina. Você pode usar os dólares diretamente no comércio (sempre que oferecerem uma cotação próxima à do blue) ou trocar com um cambista (peça indicação no seu hotel). O taxista do aeroporto certamente aceitará seus dólares.

Todo cuidado, porém, para carregar esse dinheiro. Tome todas as precauções que você tomaria no Brasil ao carregar dinheiro vivo — e mais um pouco, porque há quadrilhas de mãos-leves especializadas em furtar turistas. Ressuscite aquela velha bolsinha interna de carregar dólar.

Vale a pena comprar dólares para levar para a Argentina?

A vantagem do dólar com relação ao real na Argentina é que é mais fácil usar no comércio. Mas o real blue está compensando também.

Vale a pena trocar dólar na rua?

Não troque com desconhecidos na rua. Dê preferência a agências de viagem, cambistas e taxistas de confiança. Aqui você encontra uma lista organizada de dicas de cambistas enviadas pelos leitores.

Vale a pena fazer saques em moeda local nos caixas eletrônicos?

Antigamente valia muito a pena, porque o IOF é de apenas 0,38%. Mas a diferença para o câmbio negro torna essa alternativa desvantajosa.

De qualquer maneira, ter seu cartão de banco habilitado para saques internacionais e desbloqueado para a sua viagem oferece um ótimo plano B caso você precise de moeda local urgentemente.

Vale a pena fazer gastos com cartão de débito na Argentina?

Pelo IOF vale a pena, porque é de apenas 0,38%; mas o câmbio é o oficial — ou seja, 50% desvalorizado com relação ao câmbio negro.

Vale a pena fazer gastos com cartão de crédito na Argentina?

Além da cotação 50% desvantajosa, você ainda paga 6,38% de IOF. Não está valendo a pena nem quando a gente pensa nas milhas.

Leia mais: Onde fazer câmbio paralelo na Argentina: as dicas dos leitores

Leia mais: Primeira vez em Buenos Aires: um roteiro completo

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


518 comentários para “Que moeda eu levo para a Argentina?”

  1. Olá , você poderia me dizer se é vantajoso levar x em Reais e X por em um cartão pré-pago ? Em relação a saques , existem caixas eletrônicos no qual eu possa com o cartão pré-pago fazer saques , e se os comércios ( lojas , restaurantes ) aceitam o cartão pré-pago ( Visa Travel Money )
    Desde já agradeço !

      1. Sim eu li o post. Mas não vem dizendo a respeito do cartão pré-pago . Minha dúvida é essa , se existem caixas eletrônicos para fazer saques e se os comércios aceitam numa boa o cartão pré-pago

        1. Olá, Eduardo! Aceitam. Mas o seu dinheiro vai valer 40% menos do que poderia.

          1. Entendi . Mesmo eu fazendo um cartão pré-pago do peso argentino , sairei em desvantagem né ? Já que a cotação lá do real é um pouco mais valorizada . Acho que vou ter que levar em reais mesmo . É porque eu não queria ir com dinheiro vivo para lá , queria por a metade no cartão ( peso ) e a metade levar em dinheiro . O que você me recomendaria ? É a primeira vez que estarei indo para lá rs . Desde já muito obrigado .

            1. Olá, Eduardo! Nós também detestamos a idéia de carregar dinheiro vivo. Mas ou é isso, ou perder dinheiro.

  2. Tenho peso para comprar por 0,33 centavos e dolar por 2,20. Vale a pena comprar o peso ou o dolar aqui ou levar reais?? Estou indo para bariloche final de julho

    1. Olá, André! Nunca vale a pena comprar peso no Brasil (nunca valeu). A única vantagem de comprar dólar para levar é ter melhor aceitação no comércio em Buenos Aires. Na ponta do lápis, o melhor negócio é levar reais (e trocar no câmbio paralelo).

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/07/argentina-cambio-paralelo/

  3. Olá, estou viajando para Buenos Aires semana que vem e pretendo levar somente reais para trocar lá. As casas de câmbio que procurei aqui disseram que a procura estava grande e só conseguiria os pesos se eu encomendasse. Chegarei em Buenos Aires pelo Aeroparque, será que consigo trocar algum dinheiro por lá? Não sei se tem Banco de lá Nacion no Aeroparque. Agradeço desde já a ajuda!

    1. Olá, Ester!

      Leia sobre como fazer câmbio atualmente na Argentina no post que linkamos neste:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/07/argentina-cambio-paralelo/

      Troque o mínimo no câmbio oficial. Nunca compre pesos no Brasil, é o pior negócio de todos (sempre foi).

  4. Estou indo para bariloche em agosto e de fato esta valendo muito mais levar cash do que pagar no cartão, mas não gostaria de ficar perguntando a todo restaurante ou loja que entro quanto eles estão fazendo o cambio, prefiro trocar meu dinheiro de uma vez por um bom cambio e ir gastar onde quiser sem me preocupar mais com isso.Pelo cambio atual esta valendo mais a pena levar reais e trocar por pesos, mas tenho duvida quanto a liquidez do real em bariloche, esta fácil trocar real em bariloche pelo cambio blue?? ou é mais recomendado levar dolares pela facilidade da troca mesmo perdendo um pouco?

    Obrigado e parabéns pelo blog, sem dúvida esta facilitando a vida de muitos viajantes!!!!!!

    1. Olá, Leandro! Veja as considerações do Ricardo Freire aqui: http://www.viajenaviagem.com/2013/07/argentina-cambio-paralelo/

  5. Viajo pra Buenos Aires dia 05 de Agosto, desculpem-me, mas achei meio confuso de entender o texto rs ou eu mesmo que estou difícil pra entender as coisas. Então, vamos lá:

    1) Me informaram que é melhor levar meu dinheiro em Real e trocar no Banco Nacion no Aeroporto, que eu trocaria sem taxas e sem levar prejuízo. Isso procede?? TODAS AS CASAS DE CÂMBIO AQUI NO BRASIL COBRAM TAXAS E MAIS TAXAS E MAIS TAXAS.

    2) Onde é melhor trocar sem susto? No Banco Nacion no Aeroporto mesmo, ou em outros lugares?

    Obrigado!

    1. Olá, Carlos Augusto! Você chegou a ler o texto? Então por favor leia.

      E depois clique neste:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/07/argentina-cambio-paralelo/

  6. Prezados,
    Pelas leituras que fiz dos textos acima e pelos comentários eu entendo que se eu levar reais para buenos Aires não terei problemas de comercialização e se quiser trocar no blue também terei melhor resultado financeiro, correto?

    1. Olá, Tiago! Veja aqui como avaliar o que vale mais a pena, levar reais ou dólares, e as opiniões dos leitores que estiveram recentemente em Buenos Aires:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/07/argentina-cambio-paralelo/

  7. Olá , estarei indo a Buenos Aires dia 10 de Agosto , ficarei bem no centro próximo a rua URUGUAY . Você acha que fiquei em um bom lugar , é movimentado ? Me diga alguns locais que eu poderia estar visitando e se puder me mande um link que tenha o mapa da cidade , ficaria mais fácil de andar por la´ . Obrigado

    1. Olá, Lucas!

      Leia sobre Buenos Aires a partir deste post:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/01/primeira-viagem-um-fim-de-semana-em-buenos-aires/

  8. O que além da carteira de identidade devo levar para Bariloche? Li que voce falou sobre “papelada da imigração” , o que seria isto?

    Att, Maria

    1. Olá, Maria! Ao entrar no país preenchemos uma ficha de entrada, que é carimbada e tem uma via para ser entregue na saída. Esta via também precisa ser apresentada em casas de cãmbio oficial, caso você queira fazer câmbio oficial e receber 40% a menos do qu eno câmbio paralelo.

  9. estou indo para argentina e gostaria de saber qual moeda é essa do site, dollar ou peso?

    1. Olá, Rafael! Na Argentina quando o símbolo é $, é peso. Quando é US$, é dólar.

  10. Quais restaurantes me recomendaria no Centro de Buenos Aires , que seja bastante em conta ?

  11. Pessoal, acabei de chegar passei cinco dias. Adorei a cidade, as pessoas, os parques tudo!

    Levei 2.000,00 pesos num cartão de débito da CONFIDENCE e alguns reais que troquei por peso. Você vai precisar de dinheiro “vivo” para muita coisa, como taxi por exemplo. Nem todo canto aceita a “tarjeta”!

    Fiquei impressionado com os preços: EXTREMAMENTE CARO!!! Não sei como os hermanos estão se virando com aquela inflação de 27%. Comer é absurdamente caro!!!

    Se alguém precisar de mais informações é só mandar as ordens.

    Em tempo: AS DICAS DO SITE FORAM PERFEITAS, NÃO EXISTE GUIA MELHOR!!

    obrigado a todos que compartilharam suas informações aqui.

    1. Olá, Gustavo! Você achou caro porque comprou pesos por uma cotação ruim. A Argentina fica mais barata quando você leva dólares ou reais e usa diretamente no comércio, quando há cotação do paralelo, ou troca diretamente no paralelo.

    2. Você esteve em que lugar na Argentina ? Estou indo para lá na próxima semana .

  12. Gostaria de saber como é na hora do embarque , estou pensando em levar meu notebook e a câmera digital , preciso levar a nota fiscal deles juntos e apresenta-los na Alfândega ? Pois podem implicar , ainda mais com um voo vindo de Buenos Aires ( vice e versa ). O que devo fazer ? Obrigado

    1. Olá, Lucas! Você pode voltar do exterior com uma câmera, um celular e um relógio, todos fora da caixa e em funcionamento, sem nota. Se o seu notebook não tiver sido comprado no Brasil, pode dar problema.

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/2011/10/compras-no-exterior-conheca-limites-isencoes-e-impostos/

  13. recomendo 80% dolar, 15% real e 5% pesos e trocos p/ taxi (nao aceitam cartao), o dolar eu troquei por $9 numa senhora mto simpática e de confiança em palermo soho, tds do bairro a conhecem, mas use tb cartao onde puder, pois converte para o dolar, se bem q na tarifa q o dolar anda no brasil… boa sorte na viagem e aproveite a linda cidade

    1. Olá, Maria Eduarda! O cartão converte na cotação oficial, não vale a pena atualmente.

  14. Olá Pessoal!

    Voltei há pouco de BsAs (estive no Uruguai tb). No geral, os comércios aceitam o real, fazendo a cotação entre 2,50 e 3,00 pesos por real. Pagando em real o troco vem em pesos, uma maneira barata de conseguir moeda local (os saques do VTM no caixa tem taxas um pouco altas).
    Tb levei cartão TravelMoney, que foi aceito quase que sem problemas por lá. Só uma cafeteria não passou e outro lugar ficou procurando meu nome no cartão (dica: pra resolver isso, assinem na parte de trás do VTM, e apresentem documento se alguém enroscar).
    Além disso, um casal brasileiro, ao ver a gente pagando em real, disse que o hotel deles indicou um cambista na Calle Florida que fez 3,30 pesos/real. Mesmo com indicação, preferi nem tentar.

    No geral, creio que com VTM e um pouco de dinheiro vivo em real já dá pra se virar muito bem por lá.

  15. Olá,
    vou chegar em BsAs numa sexta feira após 15:00 hs, neste caso devo comprar pesos no Brasil ou consigo trocar no sábado em algum lugar?

    1. Olá, Marlon! Em nenhum caso é preciso comprar pesos no Brasil. A cotação é ruim sempre. Leve dóalres ou reais vivos, você encontrará quem aceite a uma cotação melhor.

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/07/argentina-cambio-paralelo/

  16. Informações mais atualizadas aqui:

    Como fazer câmbio paralelo com segurança na Argentina

1 ... 4 5 6