Praia em junho: onde não pegar chuva no Brasil e no Caribe

  • 0
Viaje na Viagem
por Viaje na Viagem

Praia em junho: Praia do Meio, Paraty

Querendo pegar praia em junho, sem risco de pegar chuva? Chegou ao lugar certo. Nosso Praiômetro compila as médias históricas de precipitação em 42 destinos de praia do Brasil e do Caribe.

Foto: Praia do Meio, Trindade (Paraty)

  • Barra amarela | Praia no Brasil
  • Barra lilás | Praia no exterior

praias-junho-brasil-caribe-praiometro-

Para começar, confira na tabela acima os locais ordenados por média histórica de chuva em junho. Quanto mais no alto da tabela, menos costuma chover; quando mais ao pé da lista, mais chuva deve cair no mês.

É 100% garantido?

Não. Meteorologia não é uma ciência exata, o clima está passando por mudanças e sempre tem um El Niño ou La Niña para atrapalhar. Mas as médias históricas são o guia mais confiável para programar férias na praia com menor risco de pegar chuva. Se você escolhe um lugar com tempo seco e chove, tem todo direito de mandar uma reclamação a São Pedro... Mas se você escolhe um lugar onde costuma chover, não pode reclamar da chuva.

Para visualizar a situação meteorológica de forma mais clara, vamos agora ver no mapa. Primeiro a situação do Brasil em junho, depois a do Caribe.

Praia em junho no Brasil

  • Sol brilhando | Até 100mm de chuva no mês: vá!
  • Sol entre nuvens | De 100mm a 200mm de chuva no mês: pode ir
  • Sol com chuva | De 200mm a 300mm de chuva no mês: melhor não ir
  • Chuva | Acima de 300mm de chuva no mês: não vá!
  • Termômetro | Temperatura média máxima abaixo de 24ºC: pense bem
  • Floco de neve | Temperatura média máxima abaixo de 20ºC: não vá!

Vá!

No Brasil, as melhores praias de junho (até 100mm de precipitação, com temperaturas máximas entre 24ºC e 28ºC) estão no Sudeste. Vá ao Espírito Santo, aproveite Búzios, curta a cidade do Rio de Janeiro com tudo a que tem direito: vida cultural e praia.

Mas junho é sobretudo o mês para pôr em prática aquela sonhada viagem ao longo da Rio-Santos: a chance de pegar tempo bom em todo o caminho, com temperaturas que dão praia -- em Angra dos Reis, Ilha Grande, Paraty, Ubatuba e São Sebastião -- é a mais alta em todo o ano.

Pode ir:

Junho põe de volta no mapa as praias nordestinas voltadas para o norte, que mergem de seus três meses de inverno chuvoso: Maranhão, o Piauí, o Ceará (Jericoacoara e Fortaleza

Ainda no Nordeste, continuam valendo o centro e o sul da Bahia. Considere as regiões de Ilhéus (incluindo Itacaré e Barra Grande) e de Porto Seguro (Santo André, Arraial d'Ajuda, Trancoso, Espelho, Caraíva, Corumbau, Cumuruxatiba e Prado).

No miolão mais chuvoso da costa leste nordestina, o microclima do litoral norte baiano proporciona um tempo menos instável entre Costa do Sauípe, Imbasssaí e Praia do Forte.

Melhor não ir:

Aqui estão as regiões cujo registro histórico de chuvas fica entre 200mm e 300mm. Então, se chover, não dá para reclamar.

No Nordeste, estão nesta categoria o Rio Grande do Norte (Natal, Pipa) e o arquipélago de Fernando de Noronha, Aracaju, Salvador, Morro de São Paulo e Boipeba.

As praias do sul, apesar do tempo predominantemente firme nesta época, não oferecem temperaturas convidativas para pegar praia. Vá à Ilha do Mel, no Paraná, e às praias de Santa Catarina (Balneário Camboriú, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba/Praia do Rosa) apenas se você curte descanso e caminhadas na praia sem tirar a camiseta.

Não vá!

Continua o inverno no miolo da costa leste nordestina. Não reclame se pegar muita chuva da Paraíba a Alagoas -- entre João Pessoa, Recife, Porto de Galinhas, Maragogi e Maceió

Torres, no Rio Grande do Sul, e Punta del Este, no Uruguai, têm tempo bom mas temperaturas máximas abaixo de 20ºC.

Praia em junho no Caribe

  • Sol brilhando | Até 100mm de chuva no mês: vá!
  • Sol entre nuvens | De 100mm a 200mm de chuva no mês: pode ir
  • Sol com chuva | De 200mm a 300mm de chuva no mês: melhor não ir
  • Chuva | Acima de 300mm de chuva no mês: não vá!

Vá!

Junho é o mês mais úmido do primeiro semestre. Mas os furacões ainda estão longe. Os preços continuam ótimos, e algumas ilhas não sentem muito o aumento da umidade.

Os destinos mais secos do mês são Aruba, Curaçao, Los Roques, Turks e Caicos, Barbados, Tobago, St. Maarten, St. Barth e Anguilla.

Pode ir:

Apesar de chuvas entre 100mm e 200mm, dá para considerar viagens a Cuba, Cancún, Cartagena e Punta Cana.

Melhor não ir:

Com um histórico de chuvas acima de 200mm, é arriscado programar viagens em junho às Bahamas e San Andrés.

Miami e Panamá também estão mais para compras do que para praia.

Leia mais:

Praias do Brasil e do Caribe, mês a mês

2 comentários

Benrique
BenriquePermalinkResponder

Em Guriri, no ES, tem sol o ano todo e nesta época só chuva passageiras. Ainda podemos dar uma esticadinha até o sul da Bahia, em Prado, que fica bem perto da divisa com ES e conhecer belíssimas praias dessa região.
Se a meteorologia falhar, não se preocupe, no ES tem montanhas - Pedra Azul, Domingos Martins, ... - que tem um visual impressionante e gastronomia de ótima qualidade.
Conto tudo no meu recém inaugurado blog: www.viagemabordo.com

Pamela
PamelaPermalinkResponder

Fui ano passado (em 2016) no mês de junho ao Rio de Janeiro, Angra dos Reis/Ilha Grande e me dei mal. Não sei se voltaria de novo mesa época. Pegamos temperatura maxima de 19 graus. Não peguei chuva, mas também não dei sorte se pegar um dia sequer de sol. O tempo esteve nublado o tempo todo

Atenção: Bóia de férias! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 2 de outubro de 2017. Obrigado pela compreensão!
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar