Mendoza

Índice de posts

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Mendoza no Viaje na Viagem

18 hotéis em Mendoza comentados pelos leitores

Mendoza: agora com vôos diretos, pela Gol

Uma degustação em Mendoza

Mendoza: como visitar as vinícolas de ônibus, por Maura

Vindima em Mendoza: dicas dos leitores

Réveillon em Mendoza

5 roteiros para combinar Argentina e Chile na mesma viagem

Paisagem na janela: de Santiago a Mendoza de ônibus

Travessia Chile-Argentina com carro alugado: dicas dos leitores

Primeira viagem a Buenos Aires: um roteiro completo (inclui Mendoza)

Primeira viagem: roteiro dia a dia em Santiago do Chile (inclui Mendoza)

92 comentários

Rocha
RochaPermalinkResponder

Olá, Boia!
Terei três dias inteiros em Mendoza. Farei dois dias de passeios em vinícolas e um nas montanhas.
Gostaria de saber se é possível combinar vinícolas com o Spa Termas de Cacheuta em um único dia.
Obrigado.

J. Santos
J. SantosPermalinkResponder

Estive em Mendonça no periodo de 18/11/14 a 25/11/14. Logo que cheguei fui numa agencia local e contratei o passeio para SPA Cacheuta, paguei o valor de 500 pesos por pessoa. Este passeio leva o dia todo, ou seja, de 09H00 as 18H00. Para visitar as vinicolas o ideal é contratar um motorista que cobram em média 80 a 100 dolares e eles se encarregam de fazer as reservas nas vinicolas. Não adianta ir sem reserva. Não deixe de almoçar na Familia Zuccardi (480 pesos) e na BELASCO DE BAQUEDANO, uma vinicola espanhola que tem um almoço melhor que Zuccardi e custa a metade do preço (200 pesos)..

Maurício Fajolli

Malbec Symphony é uma ótima opção para tours em Mendoza - Encontramos ótimas referências da Malbec Symphony em vários sites e desde o primeiro contato, sempre foram muito atenciosos, especialmente o Julian Dlouhy e o Fabricio, ambos com grande conhecimento e fácil comunicação mesmo para quem não tem fluência em espanhol. Passeios muito bem organizados por um preço justo. Já tínhamos alguns passeios em mente, mas também pedimos sugestões/dicas. No fim, conseguimos organizar uma agenda bastante personalizada. Fizemos 3 dias de passeios: (i) um tour a Alta Montaña, onde vamos subindo a Cordilheira e parando em alguns pontos de destaque, chegando quase na fronteira com o Chile; (ii) visita a 3 bodegas com guia da própria Malbec que fala português (Achaval Ferrer, Catena Zapata e Ruca Malén); (iii) visita e cavalgada com um guia ótimo na Atamisque e almoço na Andeluna. Tudo excelente e com lindas paisagens. O motorista era o Fabricio e sempre muito pontual, além de disponível/solícito para nos atender e responder nossas perguntas. Recomendamos com certeza a Malbec Symphony para fazer os passeios em Mendoza, seja com as dicas deles ou totalmente personalizado.

http://malbecsymphony.com/

Sergio P. Terçarolli

Estou indo pra Mendoza e gostaria de saber o email do Santiago Petenatti citado no site meu roteiro de viagem como um guia particular para circular em Mendoza

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sergio! A nossa leitora ladyjane indicou os serviços do Santiago Petenatti e seu email. Veja: http://www.viajenaviagem.com/2012/06/degustacoes-guias-mendoza/comment-page-5/#comment-413255

Marcia Carvalho

Estive em Mendoza na última semana e posso dizer que é ótimo. Tive a indicação dos serviços da empresa "Nossa Mendoza" e recomendo. Além de programarem um roteiro de vinícolas apropriado ainda tive a incrível experiência de conhecer as montanhas e ir até a base do Aconcagua. Um passeio imperdivel. Um abraço e boas viagens.

Ana Amelia Maia

Recomendo a agencia Nossa Mendoza. Fizemos contato assim que chegamos no aeroporto de Mendoza e em 20 minutos eles chegaram no nosso Hotel e organizaram nossos 3 dias de passeios por Mendoza. Excelente experiência!

vanessa lopes
vanessa lopesPermalinkResponder

Olá Bóia, tudo bem! Preciso mais da sua ajuda do que Judas(confusa de mais)! Então apesar de todas as dicas que obtive no site, nada foi comparado a minha necessidade- Mi madre esta muito mal e gostaria de conhecer a neve!!!-Gostaria mesmo assim de privilegia-la com momentos dos quais eu acho enesquicíveis. Montanhas gelosas e etc. boa gastronomia e o que eu puder pagar de boa acomodação. Just think about that!...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vanessa!

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/neve-2014

Teresa Lima
Teresa LimaPermalinkResponder

Pensei em passar o reveillon em Mendonza ou Salta. Vcs sabem se é uma boa época ou chove muito.... Alguma dica? obrigada Teresa

Gisele Teixeira

teresa, entre 21 de dezembro e 21 de março é verão e é quente em Mendoza. Os vinhedos estão em plena floração e as temperaturas variam de 16 a 32 . A probabilidade de um dia nublado é de apenas 7% ! Chuvas são raras nesta época. Fonte: http://www.vintura.com.ar/Espanol/mendoza/weather.html

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Teresa! A Gabriela deixou uma dica de quando passou o fim de ano em Mendoza, dê uma olhada - http://www.viajenaviagem.com/reveillon-2015/

Sergio
SergioPermalinkResponder

Prezados,

Gostaria de saber qual a melhor época para visitar Mendoza.

Atenciosamente,

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sergio! As vinícolas funcionam o ano inteiro, mas no verão e na primavera a paisagem é mais bonita.

Thais
ThaisPermalinkResponder

Ola Ricardo,
Primeiramente adoro seu trabalho e sempre acompanho seu blog e as dicas.
Estou indo para Mendoza o Natal e adorei os post. Está me ajudando muito.
Parabéns e sucesso sempre.
Thais - Curioviagens

SÉRGIO
SÉRGIOPermalinkResponder

Estivemos em Mendoza (eu e a esposa, um casal de amigo e outro amigo) entre 26 a 29/10 - é realmente fascinante. Visitamos 3 ótimas vinícolas. O melhor passeio foi foi conhecer de perto o Aconcágua. Deve haver muitas empresas que fazem este passeio, mas gostamos da "Nossa Mendonça" - o guia Fernando é sensacional. É bastante culto, atencioso, fala muito bem o Portunhol; foi parando pelo caminho e nos explicando tudo sobre a região.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Olá.
Alguém sabe se o passeio para Alta Montanha tem alguma contra-indicação para crianças por causa da altitude?
Meu filho tem 2 anos e meio, estamos montando o roteiro e não acho relato de soroche no Alta Montanha em Mendoza. Alguém me socorre?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Carolina! Não é tão alto que chegue a dar soroche não.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

obrigada!

carla feitosa
carla feitosaPermalinkResponder

boa noite! gostaria de saber se inicio de fevereiro e 4 dias sao uma boa dica para visitar a cidade de mendoza ?obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carla! É uma boa época, sim. Com 4 dias você consegue visitar vinícolas e fazer os principais passeios.

José Alfredo Dametto

Estive em Mendoza entre os dias 09 a 14 de novembro 2014, foi ótima a nossa viagem .., em destaque à agência Nossa Mendoza que fizemos passeios e degustações em 9 viniculas.., tudo perfeito e por um preço justo.. Recomendo este tipo de serviço. Pois alugar um carro não écuma boa ideia .. Os locais das viniculas que tem degustação d algumas almoços , são de difícil acesso.

Francisca Inoue

Fizemos o passeio Santiago-Mendoza(visual indescritível) de onibus.Ficamos dois dias em Mendoza, conhecemos uma olivicola e duas vinicolas,utilizamos os serviços de Leonardo Hart,uma pessoa amavel e bem profissional, nos levou para almoçar na Casa de Campo(muito bom!!),dia agradável,recomendamos.

Melina
MelinaPermalinkResponder

Ola!
Gostaria de saber se alguém indica um restaurante para a noite de ano novo em Mendoza?? Para jantar apenas!
Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Melina! Uma leitora passou o Ano Novo no Sheraton:
http://www.viajenaviagem.com/reveillon-2015/

Para apenas jantar, você pode pedir dicas para o seu remis, ou para o concierge do seu hotel.

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Olá, Bóia!
Parabéns pelo site e obrigado por todas as dicas que já consegui através de vocês!
Estou planejando conhecer Mendoza no fim de janeiro/2015, ficando uns 5 dias por lá, mas estou com a seguinte dúvida: o lugar oferece atrativos também para 'crianças' na faixa de 14 anos? Encontrei vários comentários sobre passeios nas vinícolas, porém não achei muita coisa sobre os esportes de aventura praticados por lá.
Caso vocês possuam sugestões de outros lugares que possamos combinar com Mendoza, considerando que iremos com adolescentes, desde já agradeço!
Abraços,
Edu

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eduardo! Mendoza é bacana também para crianças e jovens. Para eles, o passeio de Alta Montanha, cavalgadas, rafting e caiaque são opções bacanas.

Lucia
LuciaPermalinkResponder

ola, Boia,
Estou pensando em ir a Mendoza no final de janeiro com meu marido e outro casal, e estamos na dúvida se vale mais a pena alugar um carro para os passeios ou contratar remis. O que você acha?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucia! É mais fácil contratar um remis. Eles podem ajudar nas reservas. Algumas vinícolas têm acesso difícil, e beber e dirigir nunca é boa idéia.

marcelo
marceloPermalinkResponder

Olá, Boia!
Estou tentando ir de Bariloche a Mendoza. Os preços da LAN e Aerolíneas Argentinas estão caros e não possuem voos diretos. Alguém sabe se existe alguma empresa interna que faz esse trecho??
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelo! As cias. que fazem o trecho são mesmo essas. Os vôos têm escala em Buenos Aires.

(Mas só para você entender: a sua dúvida equivale a perguntar "Quero ir de Natal a Florianópolis, mas as passagens estão muito caras e não há vôos diretos!")

Ana Lucia Soares

Gostaria de saber sobre preços dos passeios das viniculas e city tour.
Quais são as viniculas mais interessantes , custo beneficio.

Amanda
AmandaPermalinkResponder

Boia, eu gostaria de saber se segunda quinzena de junho é uma época boa para ir a Mendoza. Não vi ninguém falando nada sobre isso... Dá para fazer os passeios nas vinícolas?
Abraço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Amanda! Dá, sim. Estará um pouco frio, só isso.

Daniel
DanielPermalinkResponder

Opa!!! (help) Estou fazendo um mochilão em Abril partindo de BSB. Estou com algumas dúvidas quanto ao encaixe logístico dos locais que pretendo ir. Tenho 17 dias e pretendo ir nos seguintes lugares: SCL (de 04 a 06) - Mend (de 07 a 09) - Pucon (de 10 a 13) - P. Varas ( de14 a 16) - Vina d Mar ( 17) - Valp /SCL - SCL ( de 19 a 20). O que acham ? Pretendo fazer tudo de ônibus e as maiores durante a madrugada (exceção SCL - Mend.).

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniel!

Não faça mais roteiros sem pelo menos olhar no mapa antes, OK? smile

Dê uma olhada em possibilidades geograficamente possíveis:
http://www.viajenaviagem.com/2011/12/roteiros-argentina-chile

Pablo Fernando

Estamos indo para Mendosa e Santiago saindo de São Paulo . Qual seria o roteiro
perfeito para ficar 5 dias??? Gastando pouco e fazendo só o essencial.
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pablo! 5 dias é muito pouco para os dois lugares. Você precisa de pelo menos 4 dias inteiros para Santiago.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/destino/santiago

Emi
EmiPermalinkResponder

Olá!

Eu e meu marido vamos ao Chile e pensamos em passar uns dias em Mendonza. Nosso maior interesse é o passeio por Alta Montaña. Gostaria de saber aproximadamente quanto se
gasta com esse passeio e dicas de empresas /guias para contratarmos.

Bruna
BrunaPermalinkResponder

Olá
Eu e meu marido queremos ir a Mendonza em Setembro deste ano.
As dicas estão ótimas.
Queremos saber, vale mesmo muito a pena alugar carro para ir nas viniculas, ou seria melhor depender de taxi? Pensamos também em ter o carro para talvez ir até a cordilheira, mas não sabemos se realmente vale a pena, já que é bem longe.
Alguém tem experiências sobre isso para dar opiniao?
Obrigada

Aline Albuquerque

Olá Bruna,
Estamos em Mendoza agora (dia 08 de março), chegamos dia 06 (sexta).

A minha dica é: contrate os serviços antes e já chegue aqui com roteiro montado.

Após dois dias sem roteiro definido, no desespero contratei serviço de temos hoje, domingo. Foi dinheiro jogado fora, pois me cobrou 375,00 reais , fomos a uma pequena bodega (Carinae), paramos para o almoço na Casa do Campo (razoável e extremamente demorado) e depois encontramos as bodegas fechadas.
Para amanhã contratamos mesmo serviço, iremos na Chandon e mais a duas bodegas. Acho q um dia de bodega basta!
Nos outros dias pode ir às montanhas (Aconcágua) ou das termas, dependendo do gosto.
Ah tem o onibus turístico também, que dá um bom panorama da cidade e eu mega me arrependi de não ter feito hoje.

Quanto à cotação, não vale a pena comprar pesos no Brasil. Tragam reais que a maioria dos restaurantes faz a cotação de 1 real por 4 pesos argentinos. O troco é em pesos, que dá para custear pequenas compras e taxi.

Marly hamer
Marly hamerPermalinkResponder

Boa tarde ,vocês podem por favor me informar os valores do serviço dos remis
Atuais grato

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marly! Você encontra os remis neste post, entre em contato:

http://www.viajenaviagem.com/2012/06/degustacoes-guias-mendoza

Viviane Werneck

Olá! Fomos à Mendoza no carnaval e adoramos tudo, desde os maravilhosos vinhos à comida fantástica, e especialmente o povo simpático e acolhedor. A cidade é encantadora.

Fizemos 3 dias de vinícolas (Norton, Ruca Malen e Casarena no primeiro dia, Família Zuccardi no segundo, e Salentein, Andeluna e La Azul no terceiro), incluindo almoço na Ruca Malen, Zuccardi e La Azul. Recomendo!

Também fizemos o Circuito da Montanha e foi fantástico, um dos meus passeios preferidos.

Todos esses passeios foram realizados pela Nossa Mendoza, conforme dicas, e fico muito feliz de dizer que foram perfeitos. Os passeios foram realizados pontualmente pela agência, em carros sempre confortáveis, e o mais importante, com guias gentis, bem humorados, pacientes, experientes, e sempre atentos às nossas necessidades. Irrepreensível. Muito melhor do que as vans cheias, ou espera por remis, ou mesmo de ônibus.

Voltaremos a Mendoza!

Luciano Reis
Luciano ReisPermalinkResponder

Pretendo fazer a rota: Santiago > Mendoza > Bariloche > Travessia dos Lagos > Puerto varas > Santiago.
É possível e razoável fazer o trecho Mendoza para Bariloche de ônibus? Quais as orientações no caso?
Soube que de Puerto Mott para Santiago tem excelentes ônibus leito, dá para fazer numa noite e ainda economiza a diária do hotel.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciano! São 13 horas de ônibus de Mendoza a Buenos Aires, depois mais 21 horas de Buenos Aires a Bariloche.

Diego
DiegoPermalinkResponder

Atualizando, na nossa viagem agora em abril nenhum lugar aceitou real e a melhor cotação que conseguimos foi 3,20 numa galeria Onde fica a western union, praticamente ao lado do câmbios santiago, que estava pagando apenas 2, 80. Não tivemos problema com as notas.

Eduardo Baró
Eduardo BaróPermalinkResponder

Fui com Gisele Teixeira a Mendoza, nao alugamos carro, somente remis e bicicletas, adorável, super recomendavel passear entre as bodegas , degustando e pedalando depois!

Leonardo Ferreira Riera

Eu e minha esposa combinamos Mendoza com Córdoba e região. As estradas que ligam as cidades são bem conservadas em uma região desabitada da Argentina.
Destino ainda desconhecido pela maioria dos brasileiros, as Serras que circundam Córdoba são sensacionais, com paisagens belíssimas, sem contar as cidades de colonização alemã, como Villa General Belgrano.
Encontrei poucas informações em blogs, portanto fomos na cara e na coragem. Posso dizer que a viagem valeu muito a pena!
Acho que seria legal abrir um tópico sobre essa região da Argentina.
Detalhei tudo em diversos posts, mas a viagem entre as duas cidades está no link abaixo
https://comidaparaviagem.wordpress.com/2015/01/18/de-cordoba-a-mendoza/
Obrigado!

antonio carlos albino

boa noite, gostaria de saber se as cinzas do vulcão atingiram Mendoza. agradecido

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Antonio! Hihihi, não chegaram perto nem chegarão.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2015/05/vulcao-calbuco-terceira-erupcao-noticias

ROBERTO IANNIBELLI

Prezado Ricardo Freire e demais amigos do site, recentemente li que há voo direto de SP para Mendoza operado pela Gol. Todavia, ao pesquisar pelo site decolar.com não verifiquei essa opção. Alias, não há qualquer voo da Gol para Mendoza. Alguém sabe o que ocorreu? Esse voo de fato existe? Só verifiquei Lan, Aerolineas e TAM. Todos com conexão. Obrigado pela informação e parabéns pela excelente coluna na Band News FM.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Roberto! Quem responde é A Bóia. Os vôos começam dia 4 de julho e serão operados às quartas e sábados. Você pode comprar normalmente no site da Gol.

http://www.viajenaviagem.com/2015/04/mendoza-novo-voo-direto

antonio carlos

Quando forem a Mendoza não deixem de ir ao restaurante Azafran, Simplesmente fantástico.

Ana
AnaPermalinkResponder

Prezado Ricardo Freire,

Nos sentimos na obrigação de alertar às pessoas que visitam Mendoza de um sério problema que infelizmente vem se tornando cada vez mais constante: Existem diversas “agências” fantasmas e ¨guías¨ com carros ilegais que distribuem falsas propagandas on line prometendo traslados e passeios turísticos a baixo custo.
Apesar do esforço da mídia em alertar e informar os turistas do perigo de contratar esses serviços, muitas pessoas são enganadas pela desinformação.
Além de denegrir a imagem do turismo da cidade, coloca em risco a segurança dos visitantes, pois essas ¨agências¨ operam de forma ilegal trabalhando sem seguro, com transportes irregulares e guias não credenciados. Em alguns casos nem se quer existe o passeio vendido e ao não existir um local físico onde reclamar o importe pago, o cliente se vê enganado e impossibilitado de atuar.

Quais são os principais perigos?

-Transportes irregulares

-Sem seguro

-Não cumprimento do roteiro

-Pagar o passeio e não haver

COMO SE PREVENIR ?

Abaixo deixamos algumas recomendações para evitar ser uma vítima desse tipo de golpe:

1- Exija o endereço da agência – é primordial conhecer a sede da empresa contratada;

2- Exija o numero de ¨legajo¨ (habilitação) da agência providenciado pelo Ministério do turismo.

2- Pesquise o cadastro da empresa junto ao ministério do turismo. Veja o link no site www.agenciasdemendoza.com.ar/A_receptivas.htm

3- Em geral essas falsas agências costumam ter sites com uma imagem um pouco precária e descuidada. Compre consciente. Não desperdice seu tempo nem ponha em risco sua segurança.

Para poder curtir a merecida viagem com os amigos, sem dor de cabeça, vale uma recomendação: o cuidado no planejamento da viagem começa com a escolha da agência. Procure sempre uma agência cadastrada pelo ministerio do turismo e, com alvará de funcionamento.

Grato pelo espaço e parabéns pelo blog,

Ana Coelho Pietro
Consulado-Geral do Brasil em Mendoza

Hernane Dias
Hernane DiasPermalinkResponder

Vá de Táxi. O preço e a comodidade compensam muito!!!!! Acredite.....
Estive uma semana em Mendoza e realmente os preços em relação à economia brasileira são muito baratos. Extremamente compensador viajar para Mendoza. Um dia inteiro de táxi fica em torno de R$ 100,00. Uma pechincha!!!!!!!! Boa viagem.

Gabriela Giovanini

Pesquisei muito antes de fazer essa viagem, então seguem as minhas dicas para contribuir. Fui com meu namorado em junho/2015, no friozinho! Foi maravilhoso!!
Hotel: Amerian Executive. Compramos pelo Hoteis.com, por R$ 1500,00 por 5 noites, preço em maio de 2015. O hotel é super bem localizado, dá pra ir pra praticamente todos os restaurantes a pé. Do terraço dá pra ver a Cordilheira e é lindo!!! Peça pra ficar em um andar alto com vista para a praça, que são os melhores apartamentos. O quarto é enorme, o piso é de madeira, não tem carpete. Possui uma sala grande, cama grande. Tudo bem confortável e o café era incluído. Gostosinho, nada que se compare aos cafés da manhã dos hotéis do nordeste heheheheheh Mas é bom! Ficaria nesse hotel de novo. Alguns dos recepcionistas faziam cambio mas não era nada vinculado ao hotel, lá é bem comum o dolar blue. Conseguimos trocar 1 real pra 3 pesos , que era uma boa cotação para Mendoza. A cotação do dolar no hotel eu não lembro mas um bom valor seria 1 dolar para 12 pesos argentinos.

Cambio: Valia mais a pena levar dólares do Brasil e trocar la na Argentina pelo peso. Mesmo estando o dolar a 3.30 reais. Existe um lugar em Mendoza, que dava pra ir a pé do hotel (acho que 1,5km talvez menos) que se chama Galeria Tonsa, fica ao lado do centro de informações ao turista. Então, se estiver perdido indo pra lá, pergunte onde é o centro de informações ao turista e não onde é a Galeria Tonsa, porque se disser esse nome já saberão que você vai fazer cambio. Lá o clima parece meio tenso mas não dá medo não.Trocamos dolares e reais de boa, tudo no primeiro dia e voltamos pro hotel de taxi, que tinha bem na porta. A cotação foi 1 dólar para 12 pesos argentinos. É bom pedir dica pro seu guia, o nosso indicou a Compro Ouro, logo na entrada. Em Mendoza, é sempre melhor pagar tudo em pesos (restaurantes, vinhos, bodegas) porque em dolares a gente sempre perde e em reais poucos lugares aceitam.
Restaurantes:
*Maria Antonieta (massas maravilhosas e uma brusqueta de parma inesquecível). Tomamos um vinho muito bom chamado Altavista Premium Estate malbec 2013. A conta toda com entrada, pratos e uma garrafa de vinho saiu por 700 pesos o casal. Esse restaurante eu amei. Voltaria com certeza!!! Fica perto do hotel Diplomatic e dava pra ir a pé do nosso hotel, o Amerian Executive. Esse restaurante aceitou dólares mas pagamos a cotação de 1 dolar pra 10 pesos.

*Cervejaria Antares: Muito legal pra um happy hour. Eles produzem as próprias cervejas! A forte é muito forte e amarga. A cerveja suave é maravilhosa. Gastamos uns 160 pesos (+- 50 reais) o casal,por duas cervejas de 400 ml cada e um petisco de frango bem gostoso. Voltaria nesse lugar. Gostei bastante e ficava aberto até mais tarde. Fomos nessa cervejaria no dia que chegamos, por volta de meia noite. Mais ou menos 1km do hotel, pertinho e fomos a pé, a noite. Mendoza não tem perigo.

*El Mercadito, na rua Aristides, um pouquinho mais longe que a Cervejaria Antares. Nesse dia pegamos um taxi que deu bem baratinho. Esse restaurante era muito aconchegante, bem simples e a comida era maravilhosa. Pedimos uma massa de camarão que era gigante! Daria pra dois dividirem ou uma pessoa ficar empanturrada! Hahahaah Pedimos também um ojo de bife que estava bem gostoso e um vinho da Bodega Pulenta chamado La flor blend 2013 (custou 115 pesos). A conta toda deu uns 400 pesos (+- 133 reais o casal). A comida era boa, o preço excelente mas tinha um cachorro circulando por lá que parecia ser o cachorro do dono. Se você se incomoda, pode ser um ponto negativo porque perguntamos pro nosso guia e esse cachorro ta sempre lá. Eu fico muito dividida em dizer se voltaria porque a comida era bem gostosa e barata. Mas o cachorro me incomodou um pouco porque tenho medo. Tá bom, eu voltaria porque a massa de camarão ao curry era espetacular. Dane-se o cachorro. Hahahahahaha
*Restaurante Francesco Barbera ( italiano): Gente, pára tudo. Esse restaurante pra quem ama massas, é inesquecível. O atendimento é ótimo, o ambiente é muito bonito, o sommelier é super atencioso. Pedimos um vinho na faixa de 120 pesos que não tinha, prontamente o sommelier nos trouxe um vinho melhor, que era mais caro e nos cobrou o mesmo preço do vinho que havíamos escolhido. Pedimos um prato que vinham três tipos de massas diferentes no mesmo prato e que era simplesmente espetacular. Só de lembrar me transporto pra Mendoza! Iria duas vezes nesse restaurante. A conta foi uns 700 pesos o casal (+- 235 reais o casal).
*Restaurante Francis Malmann: é um restaurante bem famoso na cidade, os pratos são enormes. O ojo de bife dá tranquilamente pra duas pessoas. Comi uma massa e achei gostosa mas no Maria Antonieta era mil vezes melhor. O ojo de bife estava muito bom e o nhoque também mas o cardápio não tem muitos pratos, apenas uma folha. A conta ficou em 1200 pesos com vinho (+- 400 reais o casal). Tem que ir de taxi porque é um pouquinho longe do hotel, não dá pra ir a pé. Eu achei que era apenas um restaurante famoso. Em termos de sabor, achei os outros dois muito melhores e muito mais baratos. Mas gosto é gosto. Tomamos um vinho chamado Crocodrilo da vinícola Vina Cobos que era perfeito!!! Fiquei com muita vontade de conhecer essa vinícola depois desse vinho!! Disseram que todos os vinhos eram maravilhosos nessa vinícola. A carta de vinhos no Francis Malmann é imensa e eles deixam visitar a adega subterrânea.
* Restaurante La Lucia – Super recomendado para carnes mas também tem massas e outras coisas. Vi vários pratos lindos mas nesse dia não estávamos com muita fome então comemos apenas entradinhas. Não deu pra avaliar. Mas tudo parecia muito bom e o preço era justo algo como 100-150 pesos o prato. Eu voltaria lá com fome pra saber se é bom!!

Vinícolas:
Vai muito do que você gosta. Eu fui pra Mendoza com a idéia fixa de conhecer a Andeluna e a Catena Zapata. Tem vinícolas grandes, médias, boutiques, familiares. Dá pra sonhar muito e decidir quais você quer conhecer! O Vale do Uco é longe mas passa pelos dois outros Vales antes de ir pra lá. Então dá pra escolher uma vinícola em Vale Maipo, por exemplo e outras duas no vale do Uco. Ou três vinícolas em Lujan de Cuyo. As melhores vinícolas, na minha opinião estão em Lujan. Primeiro decidir o que você mais quer conhecer e depois traçar o roteiro. Dá pra fazer três vinícolas no dia, sendo a última vinícola a que você vai almoçar. Fomos no primeiro dia no Vale do Uco para Andeluna, La Azul (almoço) e Salentein. Segundo dia CarinaE, Catena Zapata e almoço na Terrazas de los Andes. E no terceiro dia Achaval Ferrer, Pulenta Estate e almoço na Dominios Del Plata.
O que achei das vinícolas:
Andeluna: Foi a primeira que visitamos e era uma que eu esperei muito pra conhecer. Os vinhos são maravilhosos, mesmo os de entrada. Compramos o vinho top deles que vem quatro cepas de uva. Maravilhoso!! A visita foi toda muito amável, numa sala bonita da vinícola e acompanhada de queijos e nozes. A vinícola não tem muito o que conhecer, não nos levaram nos tanques nem mostraram o processo de vinificação. Mas os vinhos são maravilhosos!
La Azul: A queridinha!! É uma bodega pequena e familiar. Tem vinhos que produzem apenas 900 garrafas por ano. Essa eu quero voltar... Pela simplicidade, pela gentileza da família mostrando seus vinhos e a comida que é incrível, feita num forno de barro, a lenha. São seis passos, uma entrada mais gostosa do que a outra. A apresentação dos pratos é muito bonita com os vinhos harmonizando. Mas o que me ganhou foi o carinho com que fomos tratados lá. Volto com certeza quando for novamente à Mendoza. Os vinhos são muito deliciosos!! Provamos todos!
Salentein: Nesse dia ficamos na dúvida entre OFournier e a Salentein. Falam muito bem da Ofournier e do almoço de lá mas eu não conheci. Escolhemos essas três vinícolas nesse dia pois todas ficavam no Vale do Uco, que é o mais distante. A Salentein é linda, imponente, cheia de obras de arte. Foi a vinícola mais bonita que visitamos!! Mas não gostei de nenhum vinho da degustação. Mas minha opinião não deve ser tão considerada porque eu já havia bebido muito na La Azul e estava de barriga cheia. Uma dica: deixe a vinícola do almoço sempre por último. Nessa bodega compramos aquelas capinhas de vinho, que tem plástico bolha por dentro e são ótimas pra trazer os vinhos na mala. Foi o lugar mais barato que achamos por cerca de 30 pesos cada. Acho que vale a visita porque é muito linda. Os barris descansam numa sala enorme e oval e no centro tem um piano.

CarinaE: é uma vinícola bem pequena, uma gracinha. Os vinhos são bons a degustação também. Mas não está nas minhas “eu voltaria” rsrsrs . Gosto é gosto. Gostei da visita e dos vinhos mas acredito que tem outras mais legais pra conhecer.
Catena Zapata: O mito. A vinícola é linda mas a visita é chata e longa, muito longa. A estrutura lembra uma pirâmide e tiramos fotos incríveis no terraço. Escolhemos a degustação intermediária que custava 200 pesos com os vinhos Angelica Zapata mas decepcionou um pouco. Era pouco vinho, a visita foi bem longa, falaram muito tempo sobre o solo. Se eu nunca tivesse ido a Mendoza, iria nessa vinícola porque tem que conhecer mas não voltaria numa segunda vez. Se for nessa, coloque entre as primeiras vinícolas pra ter uma boa impressão.
Dominios Del plata: Um almoço incrível, sensacional, estupendo com seis etapas. Nossa.. Mas não tem visita na vinícola, é só o almoço mesmo. Os vinhos são muito bons. Eu iria de novo só pra almoçar lá. Foi uns 1000 pesos o casal.

Terrazas de los Andes: também algo como 1000 pesos o menu com vinhos. A comida estava bem gostosa mas também não tem visita. A vinícola é bonita e só. Eu não voltaria nessa. Mas é dos mesmos donos da Chandon, de repente se você gostou da Chandon, pode gostar dessa. Eu teria escolhido a Ruca Malen para o almoço porque falam muito bem e trocaria no lugar dessa.

Fiquei com muita vontade de ter conhecido a Camelo Patti, a Vina Cobos e a Bresser. Essas já estão anotadas pra próxima viagem.
Vinhos excepcionais que comprei na cidade: Demente 2013 e Vulcano da Tupun. Sério... Deveria ter trazido mil garrafas porque não tem aqui no Brasil.
Espero que amem Mendoza como eu amei... Quero voltar demais!!!

Paulo A.
Paulo A.PermalinkResponder

Estivemos em Mendoza no periodo de 23/10/15 a 28/10/15 e algumas considerações:
Hotel Amerian- excelente custo beneficio, próximo dos principais restaurantes.
Cambio BLUE: na calle San Martin,1173- Galeria Tonsa - na Western ou no Stefano(compro ouro) - trocamos nestas duas casas de cambio sem nenhum problema.Valor da cotoção: U$1,00 = 15,5pesos e R$1,00=3,50 pesos.
Portanto é pagar tudo em pesos.

Geovanne
GeovannePermalinkResponder

Nossa, estava procurando esta informação sobre o cambio blue. Valeu!

As cotações cai muito durante o final de semana? Continua compensando comprar no mercado blue nos sábados e domingos ou fora do horário comercial?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Geovane! Em qualquer lugar do mundo, troque apenas o mínimo necessário nesses horários. Em Mendoza, seus dólares devem ser bem aceitos pelo comércio.

Andressa
AndressaPermalinkResponder

Olá! Estamos em nosso penúltimo dia em Mendoza, e vou deixar aqui nossa experiência desta vez.

Como já viemos outra vez de carro, desta vez, fomo de avião até Santiago, onde passamos o Réveillon por lá, compramos passagem de ônibus no terminal de da cidade da empresa Turbus e em 6 horas de viagem, atravessamos os Andes e chegamos a Mendoza onde estamos hospedados em um Apart na rua Colon (sempre que podemos pegamos Apart porque sempre viajamos por muitos dias e fazer as refeições em casa sai muito mais em conta).
Desta vez, até mandamos email para o pessoal o Remis, mas achamos caro desembolsar de 110 a 190 dólares por dia.

Fomos à rua Pres. de la Reta, que fica a uma quadra da Plaza España, e fizemos cotações nas diversas locadoras de carro que ficam nesta rua.
A mais barata foi a Blue Way Rent Car que nos cobrou 600 pesos a diária.
Alugamos um Gol e fizemos as visitações por conta.

Se não ligamos, mandamos email às bodegas que queríamos visitar e em 4 dias visitamos:
Em Lujan de Cuyo: Alta Vista e Luigi Bosca;
Em Maipu: La Rural, Trapiche e almoço na Casa de Campo
Em Valle de Uco: Salentein e almoço na La Azul

Para esses deslocamentos usei tanto o Google Maps do celular quanto o GPS convencional, que sempre carregamos em viagem.

Foi tranquilo e fizemos nossa programação da forma que queríamos, sem pressa nem compromisso com ninguém wink

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Eu fiz Santiago - Bariloche, aluguei um carro em Santiago e fui em direção ao Sul aproveitando ao máximo as cidades pequenas até chegar em Puerto Mont, lá devolvemos o carro e fizemos o Cruzes del Lagos, terminamos nosso destino emBariloche, depende do tempo disponível, Mendoza fica próximo a Santiago, se tiver uns 20 / 25 dias para desfrutar uma aventura dessa vale a pena. Agora se tiver somente uma semana, não faria todo esse trajeto, as distâncias são enormes... Para vc ter uma idéia rodamos aproximadamente 3.500Km ao Sul do Chile.
Conhecemos Osorno, ,Vila Rica, e tantas outrs cidades muito agradáveis!

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Tenho procurado voos de Buenos Aires para Mendoza no dia 12/10 e de Mendoza para Santigo no dia 15/10 e não encontro disponibilidade na Latam e nem na Aerolíneas Argentinas. Faço as buscas mencionando desde o dia 07/09 até o final de outubro e não encontro lugares disponíveis. Está havendo algum problema no sistema das cias. aéreas?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Paula! O aeroporto de Mendoza vai fechar para obras por três meses a partir de 7 de setembro.

http://www.diariouno.com.ar/mendoza/el-aeropuerto-mendoza-estara-cerrado-tres-meses-levantaran-toda-la-pista-20160318-n236292

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Ana. A melhor alternativa de aeroporto será San Juan, que está a 170 kms de Mendoza. Ou San Rafael, a 230 kms. Saludos!

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Obrigada

sabine
sabinePermalinkResponder

Estou com passagens compradas de Santiago para Mendoza dia 08-10 e volta 13-10 ?????

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sabine! Contacte a cia. aérea, seu vôo deve ser desviado a San Juan, com transporte de ônibus a Mendoza.

sabine
sabinePermalinkResponder

Obrigada.

Elizabeth Peris

Vou para Mendoza dia 18/6. Atualmente é melhor levar reais ou dolar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elizabeth! Se não tiver tempo de fazer câmbio em Buenos Aires, leve dólares.

Elizabeth
ElizabethPermalinkResponder

Obrigada!!

Cláudia
CláudiaPermalinkResponder

Olá Bóia, bom dia! Li vários posts acima sobre Mendoza. Irei para lá em 15/06, partindo de Santiago. Me pareceu que o melhor é levar dólar, em vez de real. Ao contrário de Buenos Aires, parece que o Real não é muito valorizado em Mendoza. É isso mesmo? Obrigada. Cláudia

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cláudia! É isso.

Ivan Rossetti
Ivan RossettiPermalinkResponder

Estamos em Mendoza ha dez dias e gostaria de compartilhar algumas dicas !! Nao ha necessidade de motorista so se de fato quiser mordomia ! Almoce na bodega Melipal , excelente gastronomia e sabem fazer harmonizacoes perfeitas . Visite a vinicola O Fournier : linda com belissima vista e restaurante impecavel ! Se tiver vontade de um cha a tarde va a Confeitaria Civit , local bonito, acolhedor e bons produtos . O restaurante Maria Antonieta , no centro de Mendoza, e maravilhoso e tem preco justo !!

Gilberto Oliveira

Estou pensando em fazer uma viagem para Mendoza no mês de agosto. Alguém sabe me dizer se lá chove muito nessa época e se o frio atrapalha algum dos passeios.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gilberto! Chove pouco na região. Os passeios principais no inverno são a vinícolas, mesmo. As atividades de turismo aventura ao ar livre ficam prejudicadas. O passeio à Alta Montanha fica mais bonito por causa da neve.

Alessandra Arruda

Olá pessoal!

Vocês saberiam informar se a Uber funciona em Mendoza. Se sim, acham que valha a pena para passeios às vinícolas?
Pergunto isso, pois imagino que seja fácil chamar um no centro, mas talvez na região das vinícolas a oferta seja menor. Achei um pouco salgado o valor cobrado pelos taxistas (80 a 100 dólares) mencionado pelo J. Santos.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alessandra! Não tem Uber em Mendoza ainda não.

Andréia Santos

Olá

Gostaria de saber se alguém tem informação ou experiência a compartilhar a respeito da cobrança de excesso de bagagem para voltar da Argentina a São Paulo.
No mês que vem irei à Santiago/Mendoza e Buenos Aires, porém o limite de bagagem da companhia Aerolíneas Argentinas é muito baixo. Apenas 20kg e 15 kg para o vôo interno de San Juan a Buenos Aires.
Então estou preocupada pois sei que vou querer fazer algumas compras, especialmente de vinhos. Gostaria de saber se fica muito caro pagar o excesso.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andréia! Vamos compartilhar sua dúvida no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

PAULO
PAULOPermalinkResponder

Olá pessoal

Alguém pode atualizar o câmbio paralelo em Mendoza? Dólar e Real. Estou chegando em Mendoza na quarta-feira, passando antes em Santiago e vi a cotação do câmbio lá em Santiago 1 Real = 4,54 ARS, enquanto o câmbio oficial em Mendoza vi que está 1 Real = 4,00 ARS, gostaria de ver se no paralelo está melhor que o oficial de Santiago. Agradeço a colaboração.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paulo! O câmbio é livre na Argentina desde o início do ano. Não é necessário recorrer ao paralelo. Real não tem boa cotação em Mendoza. Leve dólar ou cartões.

Jadson
JadsonPermalinkResponder

Excelente passeio. Clima perfeito. Ótima recepção dos Mendoncianos.Bons restaurantes...Vinícolas e ótimos vinhos. Ótimo passeio
.RECOMENDO.

juliana
julianaPermalinkResponder

Olá! Gostaria de saber onde ficar em Mendoza?? obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Dê uma olhadinha aqui na seção de Mendoza do nosso post de feriadões, você vai encontrar recomendações:

http://www.viajenaviagem.com/2017/02/feriadoes-2017-melhores-viagens#mendoza

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Atenção: Bóia de férias! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 1º de fevereiro de 2017. Obrigado pela compreensão.

Cancelar