Sofitel Carrasco, luxo acessível em Montevidéu

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Sofitel Montevidéu

Sou fã de hotéis grandiosos, históricos, desses que não são "palace" só no nome: foram construídos e funcionaram realmente como palácios para a aristocracia viajante de outros tempos. Nesses hotéis o luxo faz muito mais sentido do que num 5 estrelas qualquer. Passar uma noite num deles -- do Raffles de Cingapura ao Meurice em Paris -- é como ir a uma festa à fantasia (sem nem precisar se fantasiar, se você não quiser).

Como experiência, acho muito mais interessante dormir num hotel de luxo histórico do que viajar na primeira classe -- os hotéis têm mais charme, mais conforto e custam bem menos. Dica antiga, que eu dou desde o Viaje na Viagem de papel: passar a última noite de uma viagem num hotel desses é fechar as férias com upgrade de ouro grin

Normalmente, hotéis desta categoria custam entre US$ 500 e US$1.000 a noite. Por isso, quando vi que o Sofitel Montevidéu Carrasco tinha apartamentos a US$ 260 na época em que eu estaria em Montevidéu, reservei na hora.

Como era

Hotel CarrascoHotel Carrasco

Hotel Carrasco durante a construção

O Hotel Carrasco -- nome original do hotel-cassino -- tem uma história parecida com a do nosso Copacabana Palace. Assim como a Copacabana na época de construção do Copa, Carrasco em 1912 era um deserto de areia. Inaugurado em 1921, o hotel e seu cassino inventaram o turismo de luxo em Montevidéu. A partir dos anos 60, porém, veio a decadência. Em meados dos anos 90, foi fechado e ficou anos abandonado.

Em 2009 o hotel foi licitado para um grupo argentino, que se encarregou da reforma e entregou a administração à rede francesa Accor, que pôs o hotel sob a bandeira Sofitel.

Como ficou

Sofitel MontevidéuSofitel Montevidéu

Inaugurado em março de 2013, o Sofitel Montevidéu Carrasco teve sua fachada frontal descaracterizada para a instalação de uma rampa larguíssima, com trânsito em duas mãos. (Acho que poderiam ter feito algo mais discreto.)

Cassino Carrasco

Nos fundos, onde fica a entrada do cassino, foi feita uma bela praça, integrada à rua Rostand, que termina numa linha igrejinha e teve um  pequeno trecho transformado em calçadão.

Sofitel MontevidéuSofitel Montevidéu

Lobby | Bar Thais

Os interiores não procuram trazer de volta o hotel como era em 1921, não. Enquanto vitrais e colunas (e o pé direito) remetem a palácios antigos, a decoração flerta com o moderno, com muitas peças philippe-starckianas (não sei se são do próprio ou apenas inspiradas). Mas o resultado não é esquisito, não: é divertido. Deixa plebeus como eu mais à vontade.

Sofitel MontevidéuSofitel Montevidéu

Bar Thais

O bar Thais tem o ambiente mais impressionante na área social: sob uma abóbada clássica foi instalado um bar moderno, com banquetas de couro branco. Uma taça de espumante ali lhe custará US$ 14.

O apartamento

Sofitel Montevidéu

Fiquei num apartamento superior com duas camas de solteiro (na verdade, quase camas queen, bem grandotas), no último andar.

Sofitel MontevidéuSofitel MontevidéuSofitel Montevidéu

Não era imenso, mas gostosíssimo. A mobília tem um quê de anos 40. O trabalho em gesso acima do lustre dá o necessário toque rococó.

Sofitel MontevidéuSofitel MontevidéuSofitel Montevidéu

Cama | Chaleira | Chuveiro

O banheiro tem compartimentos separados para o vaso e para o chuveiro. Queria levar o compartimento do chuveiro pra minha casa.

O café da manhã

Sofitel MontevidéuSofitel MontevidéuSofitel Montevidéu

Como costuma acontecer na rede Accor, o café da manhã não estava incluído na diária. Custou US$ 25 por pessoa -- e valeu cada cent.

Sofitel MontevidéuSofitel MontevidéuSofitel Montevidéu

Servido no restaurante principal do hotel, o 1921, o café já valeria pela apresentação. As estações são dispostas em pequenos balcões dispostos no círculo central do restaurante, com uma direção de arte -- sim, o termo é esse -- que faz você se sentir tomando café numa joalheria.

Sofitel MontevidéuSofitel MontevidéuSofitel Montevidéu

Venha com fome e sem pressa. Com sorte, você conseguirá uma mesa com vista para o Prata (que em Montevidéu chamam de mar).

O bairro

CarrascoFrancis Carrasco

Carrasco é o bairro mais oriental de Montevidéu: o mais próximo ao aeroporto (são 10 minutos de carro) e de Punta del Este (que está a 100 km).

Já era um bairro meio chique, e agora está ficando mais metido, com a revitalização do hotel e do cassino.

GarcíaFrancis

Garcia | Badejo no Francis

A rua lateral do hotel, a Arocena, é o point das lojas e restaurantes. Por ali ficam o clássico García (carnes) e a nova filial do Francis, queridíssimo restaurante original de Punta Carretas (e com cardápio eclético e bem-executado, de ojo de bife a sushi).

Sofitel MontevidéuSofitel MontevidéuSofitel Montevidéu

Sofitel Montevidéu Carrasco

O centro histórico de Montevidéu está a 20 km; os restaurantes de Pocitos e Punta Carretas, a 13 km. O Sofitel Montevidéu Carrasco não é tão conveniente para turistar por Montevidéu, mas faz todo sentido para uma última noite, vindo tanto de Montevidéu quanto de Punta del Este.

Leia mais:

16 comentários

Rafael Machado

O baby beef do Garcia é inesquecível smile Quando estive em Montevidéu a reforma do Cassino estava a todo vapor e os locais comentavam que seria um hotel de luxo. Pelo jeito saiu melhor que a encomenda. Vou monitorar o hotel e ver se consigo tarifas como as do comandante.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Bah ! Ficou muito legal mesmo !!
Esta reforma durou tantos anos mas valeu
a pena; sempre adorei este palácio .

Carla
CarlaPermalinkResponder

Estou muito na obrigação de voltar a Montevidéu desde que reinauguraram o hotel... Em 2007 cheguei a escrever um post falando sobre o quanto me dava pena ver o antigo Casino Carrasco naquele estado lastimável ( http://www.idasevindas.com.br/2007/03/03/pelas-ramblas-de-montevideu/ ) Fico feliz de ver que o resultado foi tão lindo! wink

Cláudio Rodrigues da Cunha

Estive por duas noites no Sofitel de Montevidéu em setembro passado no meu aniversário. Consegui um upgrade para uma suite! Fabulosa! Além do café da manhã, vale a pena jantar lá com a degustação de três vinhos proposta pelo competente Sommelier! Dica: estava indo para Miami com a Tam. A ida e volta saindo de Montevidéu custa, em média, 800 reais a menos do que saindo de Porto Alegre (por exemplo), pagando a despesa de hospedagem, além de ganhar a mesma quantidade de pontos! Para chegar lá utilize milhas da própria Tam ou do Smiles.

Thayse Lisboa
Thayse LisboaPermalinkResponder

Que lugar incrível, gostaria muito de passar minha lua de mel lá, mas ainda estou planejando e queria uma dica de seguro viagem. Alguém sabe?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thayse! A Mondial é parceira do site. Ela, a Assistcard, a GTA e várias outras têm sites personalizados para brasileiros. Um seguro elogiado e um pouco mais barato, com site em inglês, é a Nomad.
Veja opiniões de quem já usou seguro-viagem aqui (comentários no final do post):
https://www.viajenaviagem.com/2013/01/viagem-a-europa-como-fazer-o-convenio-do-inss/

Maria Luiza
Maria LuizaPermalinkResponder

Bom dia Thayse Lisboa, eu sugiro a TouristCard, uma empresa excelente, quando eu viajo, faço meu seguro com eles. São ótimos e o atendimento é maravilhoso. Recomendo.

Erika - Próxima Trip

Muito bom. Quando eu voltar a Montevideu vou reservar umas 2 noites. Adoro hotéis smile

Karolinne
KarolinnePermalinkResponder

Olá!! Adorei ver esse post, mas continuo em dúvida se realmente devo fazer esse "investimento". Rs.
Viajo em outubro, tenho 6 noite para dormir, já fiz a reserva de 3 noite no hotel cala di volpe, vamos dormir uma noite em colonia del sacramento no Radisson e a dúvida é se as duas ultimas noites investimos no Sofitel. Ou se apenas uma nele e a outra em um mais acessível, penso q pode ficar cansativo esse troca troca de hotel. O que me recomendam? Vale mesmo ficar no sofitel essas duas ultimas noites? No ultimo dia temos q ir ao aero logo as 7h da manhã, então nao vale pagar diaria com café da manhã incluso né?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karoline! Se você acha que a mudança de hotel vai ser cansativa, então vai ser. Esta é uma sugestão para quem realmente se encanta com esse tipo de hotel e acha que vale a pena o perrengue de ficar longe e trocar. Não estamos obrigando ninguém a fazer isso...

Rodrigo Lima
Rodrigo LimaPermalinkResponder

Bom dia,
É possível reservar o restaurante mesmo não sendo hospede né ? E para o café da manhã, é possível ?

Obrigado !

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo! Totalmente possível -- qualquer refeição. Drinks no bar também (nem precisa reservar).

Tiago Celestino

O cassino é aberto ao público? Ou apenas para hospedes?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tiago! É aberto ao público, inclusive tem uma entrada independente, pela praça que existe nos fundos do prédio.

vitória seráfico

quero fotos das salas de jogos do Carrasco. Estou preparando uma festa (meu aniversário de 75 anos) cujo tema é "Cassino". Ajudem-me, ok?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vitória! Fotografar salas de cassino é proibido no mundo inteiro, para preservar a privacidade dos jogadores. Veja o que você encontra no site do cassino ou entre em contato diretamente com a administração explicando o seu caso.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar