Disney com upgrade: os novos bangalôs deixam o Polynesian mais... polinésio

Heloísa Dall'Antonia
por Heloísa Dall'Antonia

Polynesian

O Polynesian Village Resort foi um dos primeiros hotéis do complexo da Disney em Orlando a ser aberto, em 1971. Uma bem-vinda reforma começou há algum tempo, dando uma mudada no visual de áreas comuns e quartos. A novidade mais luxuosa foi a construção de 20 bangalôs que ficam acima da água da Seven Seas Lagoon, dando um toque autenticamente polinésio aos sortudos visitantes que puderem bancar as diárias a partir de US$ 2.100 (mais impostos) do local.

Os bangalôs Bora Bora são os primeiros do gênero no pedaço. Cada um oferece dois quartos com tv flat, ventiladores, dois banheiros (com TV in-mirror), cozinha completa com utensílios e sala de jantar, lavadora e secadora de roupas distribuídos em quase 155 m². As duas camas queen size, mais um sofá-cama do mesmo tamanho e outra embutida permitem que até oito pessoas se hospedem ali.

Suíte master dos bangalôs do Polynesian

Cama embutida do bangalô do Polynesian

Cozinha completa do bangalô do Polynesian

Banheiro, deck e lavanderia do bangalô do Polynesian

Portas e janelas de vidro permitem aproveitar ao máximo a vista para a lagoa. No deck, uma piscina privativa e um convidativo balanço formam o clima perfeito para assistir à Electrical Water Pageant ou à queima de fogos do Magic Kingdom (alto-falantes instalados ali fazem a sincronia perfeita com a música, como no jantar no California Grill).

Fogos do Magic Kingdom vistos do Polynesian

Electrical Water Pageant vista do Polynesian

Além dos bangalôs, há 360 deluxe studios e 484 quartos comuns, em prédios com dois ou três andares, que acomodam até 5 hóspedes.

Detalhes tiki nos bangalôs do Polynesian

Pra todo mundo
Entre as novidades do Polynesian estão a reforma do Trader Sam’s Grog Grotto, uma unidade do Pineapple Lanai (que serve o sorvete Dole Whip) e uma grande estátua Tiki de boas-vindas no lobby. Além disso, a Lava Pool ganhou renovações, assim como uma nova área para crianças, a Kiki Tiki Splash e a Lilo’s Playhouse, área em que equipes cuidam de crianças enquanto os pais podem ter um jantar mais romântico.

Disney Vacation Club
Ainda que os deluxe studios e os bangalôs façam parte do Disney Vacation Club (a versão de quartos time-share da empresa), é possível se hospedar nas duas opções mesmo não sendo membro do programa. Alguns agentes de viagem comercializam as diárias, assim como participantes do programa Vacation Club.

Heloísa Dall’Antonia viajou a convite da Walt Disney World Resorts.

Leia mais:

1 comentário

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Materia bem feita.
Mas, enquanto opção de hospedagem, quem paga US$ 2100 / dia para ficar hospedado num lugar onde voce passaria a maior parte do dia fora do hotel, passeando pelos hoteis de Orlando?

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar