Uruguai: 22% de desconto em restaurantes e aluguel de carros pagando no cartão

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Uruguai desconto IVA

Renovado o desconto de 22% no Uruguai

Boa notícia: o desconto para turistas estrangeiros no Uruguai foi prorrogado para até 30 de abril de 2020. (Veja ano site do turismo do Uruguai.)

Nesse período, contas de restaurante e locação de carros pagas com cartão internacional (de crédito, débito ou pré-pago) terão um desconto de 22%, relativos ao estorno de IVA (o ICMS deles).

22% de desconto em restaurantes e locadoras

Uruguai desconto IVA restaurantes

As contas nos restaurantes e locadoras vêm com IVA incluído. Na hora do pagamento, porém, a maquininha reconhece quando o cartão é internacional e aplica o desconto, que vem então discriminado no recibo final.

No caso de locação de carros, o desconto só vale para locações pagas no Uruguai. Locações pré-pagas fora do Uruguai não recebem a devolução porque a cobrança não é efetuada numa maquininha uruguaia.

Isenção de IVA em hotéis

Uruguai desconto IVA hotéis

Nos hotéis não há devolução: há isenção.

Isso significa que, ao contrário do que acontece nos restaurantes, a sua conta não vem com IVA incluído. Se você for estrangeiro e estiver há menos de 60 dias no Uruguai, não terá o IVA acrescentado. Para isso, o hotel vai conferir, no check-in, o carimbo de entrada do seu passaporte ou a data de entrada na sua papeleta de imigração (se você tiver viajado com RG).

No caso dos hotéis, a isenção vale para pagamento por qualquer meio, incluindo dinheiro vivo. Alguns hotéis aceitarão, além de pesos uruguaios, também dólares ou reais, a um câmbio arbitrado pelo próprio hotel.

Por isso, não há problema em pré-pagar hospedagem antes de viajar: o IVA não está previamente incluído na diária em sites como o Booking.

(Caso você perca a papeleta de entrada ou já esteja no Uruguai há mais de 60 dias, no entanto, o IVA de 10% será acrescentado à conta.)

Outros descontos de IVA na América do Sul

Colômbia isenção IVA

San Andrés, Colômbia

Dos grandes destinos turísticos da América do Sul, só o Brasil não oferece desconto de imposto de hospedagem a visitantes estrangeiros.

Veja o quanto você economiza na hospedagem em países da América do Sul:

Uruguai: 10% (qualquer meio de pagamento)

Argentina: 21% (apenas para pagamento com cartão internacional)

Chile: 19% (pagamento em cartão internacional ou dólar vivo)

Peru: 18% (qualquer meio de pagamento)

Colômbia: 19% (válido apenas para viajantes a lazer; qualquer meio de pagamento

Mas note que, de todos esses países, só o Uruguai devolve o IVA também em restaurantes e locadoras de carros.

Leia mais:

6 comentários

Antonio Carlos Cavalcanti

E os combustíveis ?? Uruguay sempre incluía, visto que carro(proprio ou locado) é provavelmente o meio de transporte mais utilizado pelos turistas...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Antonio! Não. Apenas preços msis baixos na fronteira. E aceitam reais nos pedágios.

Jorge Rys Jr
Jorge Rys JrPermalinkResponder

Boa tarde, escutei hoje na Band News (14/10) um roteiro de 21 dias de carro pelo Uruguai, Paraguai e Argentina e não estou encontrando no BLOG. Ainda vai ser publicado ? Agradeço pela resposta.

Ricardo Freire

Jorge, legal que você gostou. Fiz sob medida para um ouvinte, mas na hora pensei que daria um bom post. Infelizmente não tenho como parar para fazer algo muito detalhado.

Mas em termos gerais é:
- SP-Litoral SC (escolha entre Balneário Camboriú, Bombinhas e Floripa) - 2 noites no destino escolhido

Litoral SC-Aparados da Serra pela BR 101 - 2 noites em Cambará do Sul

Cambará do Sul-Chuy - chegada à noite, só para dormir

Chuy-acesso a Cabo Polonio - 2 noites em Cabo Polonio

Cabo Polonio-Punta del Este 2 noites

Punta-Montevidéu 2 noites

Montevidéu-Colonia 2 noites (tire um dia para vinícolas em Carmelo

Colonia-Salto (termas) 1 noite

Salto-Posadas (Argentina) 1 noite.

Na manhã seguinte, faça check-out, deixe malas na recepção e atravesse ao Paraguai (Encarnación) para visitar as ruínas de Trinidad.

Volte, pegue as malas e chegue antes de 18h em San Ignacio Miní, a tempo de assistir ao show de som e luzes. Durma em San Ignacio.

Saia cedo para Puerto Iguazú. Visite o lado argentino do parque, deixando malas no guarda-volumes do parque.

Atravesse a Foz do Iguaçu, já será noite. Passe três noites para ter mais doia dias de passeio.

Volte a São Paulo pernoitando em Ponta Grossa. Visite a aldeia holandesa de Carambeí no último trecho.

ALEXANDRE BAETO

Boa noite Ricardo Freire.

Estou programando uma viagem de carro com minha família (Eu, minha mulher e minha filha de 18 anos), para Buenos Aires em janeiro de 2020, seguindo o roteiro abaixo:

- A viagem se iniciará em São Paulo – Bairro do Tatuapé – SP, passarei por Morretes/PR e seguirei para passar a virada de ano em Florianópolis/SC;
- De Florianópolis seguirei até Chui/RS (deverei realizar pelo menos duas pernoites ou mais, neste trajeto);
- De Chui/RS seguirei até Punta Del Leste;
- De Punta Del Leste Seguirei para Colonia Del Sacramento, onde pegarei o Farry Boat para Buenos Aires.

Temos disponibilidade o mês de janeiro de 2020 inteiro e ainda estou traçando em quais locais e tempo de hospedagem em cada parada. Mas tenho dúvidas e preocupações a saber:

1. Meu carro foi adquirido por meio de consórcio e está alienado – Preciso de alguma autorização do agente financiador, por estar saindo do Brasil com o Veículo?
2. Preciso de alguma autorização específica para trafegar com o meu veículo pelo Uruguai e Argentina? Se, sim quais seriam essas autorizações e onde consegui-las?
3. Os Equipamentos de segurança do veiculo exigidos hoje no Brasil, (Macaco, Chave de Roda, Triangulo [Extintor hoje é opcional aqui no Brasil], etc...), são os mesmo exigidos pelas autoridades Uruguaias e Argentinas?
4. Outras Dicas que você achar necessárias.

Observação: Temos Passaportes válidos e RG Emitidos com menos de 10 anos.

Acompanho sempre sua coluna na Band News FM e Peço para que Você Viaje na nossa Viagem, please?

Abraços
Alexandre Baeto.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alexandre! Quem responde é A Bóia. Os documentos do carro precisam estar no nome do motorista. Você precisa comprar um seguro Carta Verde com a sua seguradora. Deixe o carro no estacionamento em Colonia. Em Buenos Aires o carro vai só atrapalhar -- e tanto o transporte no buque como os estacionamentos em Buenos Aires são bastante caros.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar