Do Jungfrau ao Matterhorn — digo, de Interlaken a Zermatt

Baldeação em Visp

Interlaken e Zermatt são a Campos e a Do Jordão da Suíça. Ou a Bari e a Loche helvéticas. Nenhuma das duas tem pretensões aristocráticas, feito St. Moritz, Davos ou Gstaad. E ambas — cada uma à sua maneira — estão estruturadas para receber com dignidade o turismo de massa.

Além da capacidade hoteleira e das condições perfeitas para esqui, trekking e alpinismo, as duas capitais alpinas têm como trunfo montanhas de cartão-postal. Em Interlaken ficam os montes Eiger, Mönsch e Jungfrau, este servido pela ferrovia mais alta da planeta, a Jungfraubahn. E em Zermatt está o Matterhorn, que estamos acostumados a ver estampando de caixas de lápis de cor Caran d’Ache a triângulos de Toblerone.

É provável que você tenha que escolher entre um e outro para o seu périplo — mais tarde faço um post comparativo. Mas caso você faça questão de ir ao Pão de Açúcar e ao Corcovado suíços na mesma viagem, então me siga.

De Interlaken a Zermatt

A viagem entre Interlaken e Zermatt é um típico percurso pela região alpina da Suíça: lento e com baldeações, porém oferecendo belíssimas paisagens mesmo nos trechos (ou nos trens) que não são marketeados como panorâmicos.

Entre Interlaken e SpiezBaldeação em SpiezBaldeação em Spiez

Saímos de Interlaken Ost no trem das 14h para Berna; demos um oi novamente para o lago de Thun e descemos aos 21 do primeiro tempo, em Spiez. Ali esperamos quinze minutinhos e reembarcamos no trem que ia para Brig. Mais 26 minutos e descemos em Visp (em francês, Viège). Na estação já dava para ver cumes nevados muito próximos.

De Visp a Zermatt

Visp/Viège é o hub para todo mundo que queira subir a Zermatt. O último trecho é feito em trens que, apesar de servirem como transporte regular (afinal, mora gente em Zermatt e no caminho), já têm design panorâmico, mesmo na segunda classe.

Entre Visp e ZermattMatterhorn Gotthard BahnDe Visp a Zermatt

O trem vai subindinho devagar — e você pode acompanhar o deslocamento pelo mapa impresso na sua mesinha (vários trechos panorâmicos vão oferecer a mesma comodidade). A viagem até Zermatt leva 1h05.

De Visp a Zermatt

Faltando 25 minutos você já consegue ver as montanhas do seu lado direito.

A penúltima estação, Täsch, é conectada a um gigantesco estacionamento: Zermatt é uma cidade onde carros particulares não circulam.

E então, duas horas e catorze minutos depois de deixar o pé do Jungfrau, já podíamos avistar o Matterhorn.

Zermatt

No dia seguinte a gente subiria até os melhores camarotes. Güentaí.

Ricardo Freire viajou à Suíça a convite do Swiss Travel System.

Pesquise

Seguro de viagem na Mondial Assistance

Leia mais::

Suíça alemã: Zurique x Lucerna x Berna

Suíça francesa: Montreux x Lausanne x Genebra

Lugano, Suíça à italiana

Estações alpinas: Interlaken x Zermatt x St. Moritz

Trens panorâmicos: como é o Glacier Express

Trens panorâmicos: como é o Bernina Express

Trens panorâmicos: como é a Golden Pass Line

Trens panorâmicos: como é a Jungfraubahn

Trens panorâmicos: como é o Wilhelm Tell Express

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email

107 comentários

Estou montando meu roteiro seguindo as suas dicas, mas agora estou com uma dúvida:
Tenho do dia 21 ao dia 24 de julho para aproveitar Suíça.
Sairei de Brescia dia 21 rumo a Lugano, onde será minha base, pensei em ir dia 22 para Interlaken e voltar para Lugano e no dia seguinte ir para Locarno e voltar para Lugano…isso é possível? É viável com um bebê de 1 ano e 4 meses? O que vc me indica?

    Olá, Camila! Vá a Zermatt, fique dois dias, faça todos os passeios disponíveis, volte a Lugano.

    Ou fique em Lugano e faça o Centovalli Express, concentrando-se na Suíça italiana.

    Consulte o seu pediatra se o seu bebê deve ser exposto ao frio alpino e quais precauções você deve tomar. Não peça esses conselhos na internet.

INTERLAKEN – SPIEZ DE BARCO

Olá, estou querendo ir de Interlaken para Bordeux, via Spiez de barco (conhecendo o Castle Spiez), usando o fast baggage. Portanto, teria o dia inteiro para fazer o passeio.
No entanto, não sei quais são os horários de saida de Interlaken para Spiez, nem quanto tempo demora a viagem, nem onde fica o pier para pegar o barco. Nao sei também qual barco devo pegar!!!
Em Spiez, precisaria saber quanto tempo demora a viagem de barco e quanto tempo devo reservar para ficar em Spiez para poder reservar o Golden Pass Classic de Zweisimmen a Montreux.

Os horários de barco que achei não dá para entender, pois o pdf está escrito em alemão. Segue o site: http://bls.ch/d/schifffahrt/fahrplan-thun-sommer-14.pdf

Pelo o que entendi, o primeiro barco sairia de interlaken só as 11:00. Achei estranho! Alguém poderia me ajudar?

Obrigado.

    Olá, Thiago! O horário é esse mesmo (para o verão). O barco não é o principal meio de transporte entre Interlaken e Spiez; é um passeio de barco, que eventualmente pode ser usado por passageiros que disponham de tempo. Você pode ir também de trem, há pelo menos uma saída por hora.

    O barco sai de Interlaken West. De trem, você pode sair também de Interlaken Ost.

Muito obrigado, Bóia. Parabéns pelo trabalho. As informações têm sido muito úteis. Na verdade, valiosíssimas.
Abraço e até uma outra dúvida qualquer….

Marcelo.

Ricardo, boa noite! Estou fechando minha viagem a Suíça e gostaria de sua opinião no roteiro abaixo: 1/2 dia em Zurique com city tour – a noite ida para lucerna ;
02 dias em lucerna- sendo 01 para ir a Berna
O3 dias em Interlaken- sendo 01 dia para fazer passeio ao topo da Europa e outras cidades-
O1 Zermatt para ir de glacier express para St moritz
O 2 noites em st moritz

A programação de passeios o que vc indica?

Obrigada pela ajuda!

    Olá, andrea! Quem responde é A Bóia. Você não disse em que mês está indo. Sinto que você está preocupada em fazer todas as estações de esqui mais famosas. Não é necessário. Sua viagem ficaria mais diversa com uma estação a menos e uma língua a mais (uma estada em Montreux ou em Lugano).