Palermo Soho, 7 anos depois

Esplendor Palermo Soho: o quarto é enorme

A primeira vez que me hospedei em Palermo Soho foi em 2003. Consegui reservar o primeiro bed & breakfast chique que tinha se instalado na região, o 1555 Malabia House.

Desde então eu recomendo hospedagem em Palermo Soho para todo mundo que (a) já não precisa mais fazer lerês em Buenos Aires e/ou (b) acaba sempre indo comer e fazer compras praquelas bandas.

Só que — ironia: nunca mais consegui me hospedar por lá. Nas minhas viagens a Buenos Aires desde então, fiquei uma vez no Faena (perto de Puerto Madero); outra vez no Moreno (entre a Plaza de Mayo e San Telmo), dormi uma noite num navio de cruzeiro (no porto, evidentemente), e em outubro do ano passado, aluguei um apartamento em Palermo Hollywood (e me arrependi por dormir praqueles lados).

Por isso fiz questão de fechar a Expedição Zig-Zag Chile-Argentina com dois dias em Palermo Soho. Estava pensando em ficar no Vain, mas as tarifas não estavam boas; dei então uma busca geral e achei uma diária de R$ 160 no Esplendor Palermo Soho no Hoteis.com.

Adorei: tanto o hotel, quanto a estada no bairro.

Esplendor Palermo Soho: área do café

Como eu tinha adiantado neste post, o miolinho do Soho está praticamente todo refeito, com calçadas alargadas e paralelepípedos guaribados. As lojas estão menos alternativas e mais mainstream; os cafés são charmosos e bem-freqüentados. O bairro deixou de ser Vila Madalena/Santa Teresa e definitivamente virou Jardins/Leblon. Não precisamos arredar pé de lá durante as 48 horas em que passamos em Buenos Aires.

Quanto ao hotel: quartos enormes, com sacada (todos são de frente), decoração moderna sem exageros, banheiro bom, café da manhã acima da média, e preços consistementemente camaradas (sempre que pesquiso acho diárias moderadas, entre 90 e 115 dólares). Deve ser o hotel mais alto do Soho (tem 9 andares); talvez por isso  o custo x benefício seja tão bom. Se é pra pôr um defeito, está talvez na localização — Guatemala entre Thames e Uriarte é algumas quadras longe do fervo, o que pode dar uma preguicinha à noite. (Mas o Vain também é por ali.)

Esplendor Palermo Soho: todos os quartos têm sacada

Nos próximos dias eu volto ao assunto, quando finalmente subir o post dos hotéis em Palermo.

Curiosidade, digamos, histórica:

A essas alturas a gente já se acostumou com essa bobagem de Soho e Hollywood, mas de qualquer maneira é interessante saber como esses nomes foram incorporados aos dois lados de Palermo.

Por incrível que pareça, começou com o Hollywood. No fim da década de 80, emissoras de TV e produtoras de cinema e publicidade começaram a se instalar em galpões vagos que havia ao norte de linha de trem que corta o tradicional bairro de Palermo Viejo. “Palermo Hollywood” — o Palermo Viejo do cinema e da TV — foi batizado para se diferenciar da parte residencial do bairro.

Na década de 90, quando butiques, ateliês, bares e restaurantes começaram a ocupar as imediações da praça Serrano, do lado “de cá” dos trilhos, o lugar foi jocosamente apelidado de Soho — por estar “SOuth of HOllywood”, ao sul de Hollywood.

A coisa pegou, e hoje a gente até esquece de achar ridículo :mrgreen:

114 comentários

Olá! Boa tarde!
Tenho 50 anos e vou para Buenos Aires com uma amiga da mesma idade no feriado de Corpus Christi. Essa não é nossa primeira viagem para lá,mas já há tempos que não vamos. Somos solteiras, gostamos de curtir o dia, de conhecer lugares legais, tantos pontos turísticos como de compras e também gostamos da noite.
Primeiramente gostaria de saber qual o melhor hotel para nos hospedarmos. Temos reserva no Esplendor Palermo Soho e Esplendor Palermo Hollywood.
Gostaria também de algumas indicações de lugares interessantes (bares, restaurantes, casas de tango) que sejam frequentados por pessoas não tão jovens (rsrs).
Desde já, agradeço.
Regina

Existem cassinos em Buenos Aires????

    Olá, Keyla! Existe um cassino bem vagabundo no Puerto Madero. Não se vai a Buenos Aires por causa dele.

    Mais tem casino bem legal en Tigre, a 50 minutos de buenos aires

Ola, vou pela terceira vez a Buenos Aires em outubro e estou pensando em ficar em Palermo. São tantos que não sei qual escolho. Quem poderia me dar uma dica, inclusive de hotel por gentileza. Voces conhecem Villa Crespo? Tem um hotel lá muito bem recomendado o Querido. Vamos eu e meu marido para comemorar nosso aniversário de casamento. Obrigada

Gente,

estou encontrando uns apes incriveis pela Byt BsAs seguindo as indicações de voces, Recoleta ou PalermoS, mas sempre a estadia minima é uma semana. Vamos ficar apenas 4 dias, alguem sabe se é possivel alugar algo pagando por 1 semana, mas ficando menos tempo? Se não gostei bastante do Craft Hotel, alguma indicacão sobre?

obrigada!

Olá Ricardo, ótimas dicas.Estou indo para BA em maio, e seguindo a dica para se hospedar com crianças, o Awwa, mas fiquei em dúvida ao ler sua dica sobre o Esplendor Palermo Soho, ele tem carpete?Qual a melhor opção no meu caso?Obrigada

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.