I amsterdam Card: para fãs de carteirinha

I amsterdam Card

Dispensável, caro e ainda assim uma excelente compra: esse é o I amsterdam Card. Invista na versão de 72 horas e seja apresentado a uma Amsterdã que você não conheceria sem ele.

Como comprar

O I amsterdam Card pode ser comprado logo na chegada, em postos de atendimento ao turista no aeroporto de Schiphol ou na estação de trem Centraal. A venda também é feita na Leidsplein e na Museumplein, nos postos GVB Tickets & Info e em hotéis. Veja a lista completa de locais aqui.

O passe válido por 24 horas custa 40 euros; por 48 horas, 50 euros, e por 72 horas, 60 euros. Recomendamos apenas a última opção, que dispensa a correria para fazer o passe valer financeiramente a pena.

Amsterdã

O que oferece

O cartão garante a entrada gratuita em 34 atrações (entre elas, a Casa de Rembrandt, o Museu Van Gogh e a Sinagoga Portuguesa), um tour de barco pelos canais e transporte ilimitado em bonde, ônibus e metrô. Também dá direito a 25% de desconto em aluguel de bicicleta, restaurantes e passeios diversos como o Heineken Experience, além de mimos como uma xícara de chá ou um sanduíche de croquete (!!!) grátis em onze estabelecimentos.

Veja a lista completa de atrações aqui. (Não estão inclusos o Riijksmuseum e a Casa da Anne Frank.)

Amsterdã

Como funciona

O cartão é dois em um: a validade do passe de atrações corre independente do passe de transporte. Ou seja, se no primeiro dia for pego um bonde, mas nenhuma atração for visitada, no quarto ainda dá para ir a um museu sem pagar. A ativação acontece no primeiro uso, em ambos os casos.

I amsterdam Card

Por que vale a pena

Como bem define o nosso Comandante, o I amsterdam Card é um excelente organizador de tempo livre. O trajeto entre um lerê e outro se preenche de atrações bacanas que passariam despercebidas se não fosse o passe, e as caminhadas vão se tornando interessantes tours a pé.

Aproveite o guia entregue junto com o cartão para descobrir as atrações próximas ao que planeja visitar. A versão PDF está disponível aqui.

Fazendo as contas, para um roteiro de três dias podemos considerar:

Museu Van Gogh – preço cheio: €17,50 – com I amsterdam Card: grátis
Casa de Rembrandt – preço cheio: €10 – com I amsterdam Card: grátis
Sinagoga Portuguesa – preço cheio: €12 – com I amsterdam Card: grátis
Huis Marseille – preço cheio: €5 – com I amsterdam Card: grátis
Hermitage Amsterdam – preço cheio: €15 – com I amsterdam Card: grátis
Tropenmuseum – preço cheio: €10 – com I amsterdam Card: grátis
Casa da Anne Frank – preço cheio: €9 – não incluso no I amsterdam Card
Riijksmuseum – preço cheio €14 – não incluso no I amsterdam Card
Heineken Experience – preço cheio: €17 – com I amsterdam Card: €12,75
Passeio de barco – preço cheio: €14 – com I amsterdam Card: grátis
Passe de transporte para 3 dias com o disposable OV-chipkaart – preço cheio: €15 – com I amsterdam Card: grátis

No somatório final, são 138,50 euros para ingressos cheios contra 91,50 euros com o I amsterdam Card, considerando o valor do passe mais o ingresso descontado do Heineken Experience, e mais as entradas para a Casa da Anne Frank e o Riijksmuseum.

Amsterdã

I’m not Amsterdam card

Caminhar ao longo dos canais é grátis e ainda a melhor atração de Amsterdã. Caso prefira o seu roteiro com mais tempo livre e menos lerê, as entradas para os dois museus imperdíveis – Van Gogh e Casa da Anne Frank – somam €26,50, e os cartões de transporte OV-chipkaart existem nas versões 1 hora, 1 dia, 2 dias e 3 dias e podem ser comprados em qualquer quiosque de jornal.

Mais uma dica: decidindo ou não pelo passe, compre o seu ingresso para a Casa da Anne Frank antecipado e fique livre das filas. As vendas são feitas online e o ticket pode ser impresso em casa.

Leia também:

Hotéis em Amsterdã: os relatos dos leitores por Ricardo Freire

Página-guia de Amsterdã no Viaje na Viagem por Ricardo Freire

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


41 comentários para “I amsterdam Card: para fãs de carteirinha”

  1. Comprem a Casa de Anne Frank para o fim do dia. Se possível no último horário. As filas e a multidão já se foram e o museu pode ser visto com mais calma. Há menos tempo para passar na Casa, mas um tempo de melhor qualidade.

  2. Eu fiquei com tempo livre e fui até no Horto Botânico de Amsterdam!!

  3. Adorei essa conta, Riq. A gente andou Amsterdam toda da última vez – fiquei feliz de ver que nós iríamos mesmo de I am not Amsterdam Card :-) (tradução – não gastei a mais)

  4. Ops, Mari!

  5. Eu também registrei minhas impressões muito positivas sobre o cartão aqui: http://wp.me/pb5B6-1U

  6. Comprar o I amsterdam Card, comprar online os tickes que não estão inclusos e ainda aproveitar o tour gratis caminhando e conhecendo a cidade (http://www.newamsterdamtours.com/es/) é a melhor maneira de se conhecer a cidade!

    Kiss

  7. Na verdade tem que analisar as atrações antes e fazer as contas. Quando fomos, pegamos um hotel super bem localizado, então nem usamos o transporte enquanto estávamos lá. Ainda mais que é uma delícia andar em Amsterdam.
    Também não nos interessamos em visitar a Sinagoga Portuguesa, Hermitage e o Heineken Experience. Então, fazendo as contas, não valeria a pena o cartão.

    1. Quando fui tb fiquei super bem localizada e não precisei de transporte nenhum a não ser ida e volta para o aeroporto. Não tinha interesse em visitar nem a Sinagoga Portuguesa, nem o Hermitage, ou o Huis Marseille ou o Tropenmuseum. Mesmo assim tinha feito as contas e valia a pena comprar o de 72 horas. Mas um imprevisto acabou mudando a nossa ideia inicial. Quando marcamos a viagem e compramos a passagem, não passou na nossa cabeça que chegaríamos em Amsterdã no dia da final de Copa 2010, com jogo Espanha x Holanda. Sendo assim, naquele domingo e na 3a seguinte, quando os jogadores voltariam pra Holanda e desfilariam nos canais, tivemos que programar mercados, compras e passeios ao ar livre. Só tivemos a 2a e a 4a para os museus e locais fechados. E então não valeria a pena. Só quando chegamos no aeroporto domingo de manhã e fomos ao guichê de turismo comprar o cartão, a atendente nos disse que não valeria a pena pq não poderíamos usar na 3a. Ali desistimos de comprar. No final das contas, antes do desfile dos jogadores na 3a, conseguimos visitar a casa da Anne Frank (que não estaria mesmo inclusa). E somando o que gastamos 2a e 4a não valeria a pena comprar o cartão de 72h (60 euros), talvez se o desfile fosse na 2a pudesse valer a pena comprar o de 48h (50 euros). Mas definitivamente, a parte interessante da cidade NÃO precisa de transporte… Dá pra fazer tudo a pé.

    2. Olá, Onde você se hospedou?

      1. Rachel, só hj vi sua pergunta. Fiquei no NH da Spuistraat. Aqui estão meus comentários sobre o hotel: http://taindopraonde.blogspot.com.br/2013/09/onde-se-hospedar-em-amsterda.html

  8. Acabei de voltar e comprar antecipadamente os ingressos para a Heineken Experience também é uma boa. A fila é sempre bem grande.

  9. Acho que vale muito a pena comprar o cartão porque vc vive uma Amsterdam completa, conhecendo muitas coisa legais, como por exemplo o museu do diamante. Super recomendo, usei em 2010 e adorei.

  10. O Amsterdam pass é individual, ou pode ser usado por 2 pessoas?

    1. Olá, Antonio! É individual!

  11. eu comprei em agosto e gostei muito. É fato, ele se paga. Visitei o museu do diamante, o museu da Tulipa, entre outros, pequenos ou não, preparados ou não, mas que sempre trazem uma informação extra pra viagem. Gostei muito e recomendo

  12. As dicas daqui são maravilhosa e aproveitando mais uma…acabei de comprar os ingressos on line para a Casa de Anne Frank, mas os dois bilhetes sairam no meu nome. Será que tem algum problema? Obrigada.

    1. Oi Bóia, diferente da compra da Casa de Anne Frank que havia campos para o preenchimento dos nomes das pessoas, acabei de comprar da Torre Eiffel e ambos sairam no meu nome. Será que há problema? Obrigada mais uma vez.

      1. Olá, Cintia! Não tem problema. Basta que a pessoa cujo nome está num dos ingressos esteja no grupo.

        1. Olá Bóiaaaaaa…..obrigada. Acabei de receber a resposta da Casa de Anne Frank confirmando que realmente não há problema. É que eu fico sempre com um pé atrás. Já ouvi falar que os bilhetes de trens na França tem que ser individualizado senão paga-se novamente. Na Itália alguns bilhetes sairam somente no meu nome e não houve problema algum, por isso a minha cautela. Obrigada.

  13. Olá. Tenho uma duvida.
    Vou para Amsterdam em março e pretendo ir para Zaanse Schans. Com o Iamsterdam card consigo chegar até lá?
    Pretendo pegar o trem em Sloterdijk e descer em Koog-Zaandijk. Esse trecho é coberto pelo cartão?
    Muito obrigado.

    1. Olá, Pedro! O I amsterdam card só cobre transporte dentro de Amsterdã. Esta viagem será paga à parte.

  14. Boa tarde!

    Vou para Amesterdão 2ªf dia 11 e estou com algumas dúvidas em relação ao I am Amsterdam card.. É que vou estar em Alkmaar (a 40km de Amesterdão) e já vi na sua resposta anterior que os transportes nele incluído só valem dentro de Amesterdão. Sendo assim, qual seria a melhor opção para mim? Vou estar 9 dias e a minha intenção é visitar quantos museus eu conseguir. Vi que existe um Museum Card, mas será que é viável? Estou a ficar preocupada, porque o tempo está passar e não consigo decidir-me. Obrigada!

    1. Olá, Filipa! Não estudamos o Museum Card, mas se você vai a museus fora de Amsterdã, então parece um passe melhor realmente.

  15. Por favor, me diga se o I amamsterdam card é skip line também? Ou seja, com o cartão se vai direto às respectivas bilheterias retirar as entradas? não consegui achar essa informação em nenhum lugar :(

    1. Olá, Deia! Quando o desconto é integral, você evita da fila da bilheteria e vai para a (eventual) fila de entrada. Nos que apenas dão desconto você precisa entrar na fila da bilheteria. A pior fila é a da Casa de Anne Frank, e nessa o cartão não resolve.

  16. Muito obrigada pela resposta. Tenho uma outra questão, pode ser?
    Meu marido e minha filha estarão em Amsterdã essa semana. Estou tentando comprar pra eles o ingresso para casa de Anne Frank, porém em todos os dias do mês de maio tem uma marcação que diz “multiple events” e não consigo concretizar a compra. O que isso diz, por favor.

    1. Olá, Deia! No meu computador eu consigo… Tente de outro navegador, pode ser uma incompatibilidade.

  17. Oi Boia, mais uma vez obrigada. Que estranho. Estou tentando a compra pelo site oficial da Anne Frank huis. Tem outro site que possa comprar o ingresso? A mensagem “multiple events” aparece em todos os dias do calendário e não me efetua a venda. no seu não aparece?

    1. Olá, Deia! Para mim aparece todos os dias mas leva a uma página de efetivação da venda. Se você não conseguir, sempre pode comprar diretamente ao chegar. Compre num dia para o dia seguinte ou de manhã para mais tarde.

  18. Uma vez comprado o cartão I Amsterdam Card, é preciso enfrentar as filas dos lugares incluídos/com descontos (ex Museu Van Gogh e Heineken Experience) ?

    1. Olá, Daniel! Eu expliquei alguns comentários acima :) Clique para ver:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/07/i-amsterdam-card/comment-page-1/#comment-285428

  19. Como já expliquei em um comentário acima, acabei não usando o passe, mas a princípio queria usar sim. Tive imprevistos e aí não comprei, mas aqui fiz até uma tabelinha mostrando que compensa sim pra quem quer visitar muitas atrações: http://taindopraonde.blogspot.com.br/2013/09/vale-pena-comprar-o-i-amsterdam-card.html.

  20. Olá, a minha dúvida quanto ao uso do I amsterdan card é em ralação ao seu uso no transporte público: Tem que mostrar no escritório da GBV para pegar o Chipkaart correspondente, ou o proprio amsterdan card é apresentado dentro do metrô ou tram?

    1. Olá, Eleonora! Não precisa; você usa o próprio cartão!

  21. Boa tarde! adorei suas dicas. Eu vou chegar 12:00 do dia 07 de maio e vou embora a 17:00 do dia 08 de maio. Vou ficar no DWARS HOTEL localizado na rua Utrechtsedwarsstrat,79. Quero conhecer o Museuplein, Van Gogh, wondelpark, mercado Albert Cuyp, Oude Keik Catedral, Praça Dam, Parque keukenhof. Como vou ficar pouco tempo , vc acha interessante eu comprar o Iam Amsterdam card!!!! Obrigada!!!

    1. Olá, Kátia! Você não vai conseguir tirar proveito do cartão com tão pouco tempo; acaba não valendo financeiramente a pena. Note que no seu roteiro há muitas atrações para pouco tempo. Você vai precisar sacrificar uma ou outra, provavelmente.

    2. Olá, Kátia! Com pouco mais de 24 horas na cidade, não perca seu tempo entrando em nenhum recinto fechado. Você só terá tempo para apreciar Amsterdã do lado de fora.

  22. olá, a minha duvida é se o cartão Iam amesterdam, é gratuito na ligação de schiphol, para a Leidseplein ( Bus 197).

    1. Olá, João! Não. Esse ônibus não pertence à GVB, a companhia de transportes públicos de Amsterdã. Estão inclusos no cartão apenas os serviços prestados por essa companhia. Você precisará pagar à parte.

  23. Faz uma semana que cheguei de volta da minha viagem de férias com minha mãe e meu irmão, e ficamos 4 noites (3 dias inteiros) em Amsterdã. Compramos o I Amsterdam Card de 72 horas e, apesar de termos achado 3 dias inteiros insuficientes para uma cidade com tantas coisas interessantes para ver como Amsterdã, o valor de 69 Euros pelo I Amsterdam Card valeu exatamente o que pagamos.

    Visitamos o Museu Van Gogh, A Casa de Rembrandt, fizemos o tour de barco pelos canais, usamos o passe do transporte público para os trams e ainda, como bons gremistas que somos, fizemos o tour guiado na Amsterdam ArenA, a casa do Ajax (também incluído no I Amsterdam Card). No total foram 69,00 Euros pagos pelo cartão x 70,50 do preço total dos ingressos dessas atrações + transporte. Ficamos quase no empate, mas o cartão nos livrou de filas no Museu Van Gogh, por exemplo, mesmo no inverno! E eu gosto desses cartões turísticos multi-funções, que te livra de ter de comprar a toda hora um ticket a mais de transporte ou ficar horas na fila pelo ingresso. Esse cartão, na minha opinião, para uma primeira viagem a Amsterdã vale muito a pena.

    Fora isso, também fomos no Rijksmuseum e na casa de Anne Frank (ingresso comprado antecipadamente pela internet).

    Observação: no Rijksmuseum, quem tem o I Amsterdam Card tem desconto de 2,50 Euros. Tá, não é grande coisa, mas sempre é bom informar! hehe

    No mais, adoramos Amsterdã. Três dias foram insuficientes, nos deixando já com vontade de voltar. Não tivemos tempo para ir no Hermitage Amsterdam, no NEMO, no Eye (museu do cinema), no Albert Cuyp Market e na tradicional visitinha meio turística a Zansee Schans. E fora que só passear por Amsterdã, a beira dos canais ou no Vondelpark é jóia!

    Nós ficamos hospedados em Oud West, e embora a princípio, apenas olhando no Google Maps, eu estivesse receosa com a região, nós adoramos! Farei a resenha do hotel, se encontrar a guia dos hotéis em Amsterdã comentados pelos leitores!

    Abs,

    Cris

    1. Obrigada, Cris!

ATENÇÃO:
Desculpe, mas esta caixa está inativa e seu comentário não aparecerá. Estamos aprontando um novo Viaje na Viagem. No novo site a caixa de comentários voltará a funcionar. Obrigado pela compreensão!