Gramado dos leitores: um roteiro com 40 dicas para curtir a Serra

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Gramado

A 120 km de Porto Alegre, Gramado é um dos destinos mais redondinhos do Brasil. A cidade hoje tem tantas atrações que já pode prescindir do frio como chamariz. Aquela Gramado dos pedalinhos do Lago Negro, das cidades-miniatura do Minimundo, das malharias, das lojinhas de chocolate e da cachoeira do Caracol (que fica na vizinha Canela, a 8 km), agora é um pólo de diversões, com museu de cera, zoológico de espécies brasileiras, showrooms de carros e motos possantes -- além de parques temáticos em Canela (como este e este). Sem falar no Natal Luz, claro, que criou uma nova alta temporada nos dois últimos mess do ano. E para quem não faz o gênero "atrações turísticas", o cenário, a paisagem e os ótimos restaurantes valem a viagem.



View Serra Gaúcha in a larger map


O bate-volta, de carro ou com passeio organizado, à colônia alemã de Nova Petrópolis (40 km) é superviável. Dá também para ir ao Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (a 110 km) -- mas a zona italiana da Serra Gaúcha vale pelo menos dois pernoites para ser visitada como se deve. Outra combinação show é com os belíssimos Aparados da Serra; a cidadezinha de Cambará do Sul é a melhor base e fica a 110 km.

O Ricardo Freire deve ir à Serra Gaúcha sem falta em 2013. Mas enquanto isso, você não fica sem dicas. Fizemos uma compilação das dicas mais úteis dos leitores, deixadas nas caixas de comentários dos posts da Serra.

Vai por eles, que não tem erro mrgreen

DE CARRO OU SEM CARRO?

Jorge Paulo
Alugar carro em Porto Alegre foi bem prático e nos deu mobilidade, apesar de não usar muito em Gramado, pois lá é bem difícil andar de carro e estacionar na época do Natal Luz. Relato completo aqui.

Alexandre
Se ir de carro (e não alugar um carro) é uma opção, vá de carro. Só não deixe de explorar Gramado a pé, mesmo quando a caminhada for um pouco maior. O trecho após o Centro em que se contempla todo o vale é algo que mal se percebe de carro. A pé pudemos parar e contemplar. Relato completo aqui.

Liliane
Apesar de não curtir nem um pouco dirigir nas férias, pois já passo o resto do ano engarrafada, Gramado é um destino que vale a pena ser explorado de carro. Aluguei no aeroporto de Porto Alegre, que é uma cidade tranqüila pra andar de carro, e devolvi no aeroporto. As estradas gaúchas são ótimas, incluindo as duas alternativas pra se chegar na serra – alguns me disseram que a opção com mais curvas é perigosa, eu não achei nem um pingo. É uma cidade pequena, mas as distâncias podem atrapalhar, inclusive se seu hotel não ficar no Centro. Relato completo aqui.

Marcelle
Fiquei quase todos os dias sem carro. Me hospedei no Klein Ville, em Canela, por ser mais barato que hotéis de estrutura semelhante em Gramado. Do aeroporto de Porto Alegre, pegamos um táxi para a rodoviária (no sábado de manhã custou R$ 22) e de lá o ônibus (R$ 30) para Canela. Mas há vários ônibus que saem direto do aeroporto para Canela e Gramado. Na rodoviária de Canela, assim como na de Gramado, tem ônibus de 15 em 15 minutos de uma cidade para outra. Até o Centro de Gramado, a “viagem” dura 15 minutos. E o ônibus pára onde você quiser na Avenida das Hortênsias, a via que liga as duas cidades e onde estão localizadas várias atrações, como museus temáticos, fábrica de chocolate e cafés coloniais. A partir das 21h, os ônibus que ligam Gramado a Canela passam a circular de 45 em 45 minutos e respeitam o horário. Saem de Gramado às 21h, às 21h45, às 22h30, às 23h15 e o último às 24h. Um táxi do centro de Canela até o Alpen Park, por exemplo, dá R$ 18. Do Centro de Canela até a vinícola Jolimont, nos arredores de Canela, dá R$ 25. Alugamos o carro para conhecer os parques do Caracol e da Ferradura, nos arredores de Canela. Para lá não tem transporte público, e apesar de serem na mesma estrada e um perto do outro, as agências de viagem não costumam fazer os dois no mesmo dia. Vários restaurantes de Gramado oferecem transporte gratuito. Eles te pegam e te buscam no hotel. Mas nem sempre eles levam até Canela. As fábricas de chocolate também oferecem transporte gratuito. A chocolateria Lugano nos pegou e nos levou no nosso hotel, bastou agendar. Relato completo aqui.

Sheila

Tem ônibus direto do Aeroporto Salgado Filho (Porto Alegre) até Gramado e Canela. A passagem custa em média 35 reais.Relato completo aqui.

PASSEIOS

Luciane
Na estrada entre Canela e Gramado, um pouco antes da estrada para a Cascata do Caracol, há uma agência onde você pode contratar passeios de rafting em Três Coroas. Eles também alugam bicicletas para passeios em Canela. Relato completo aqui.

Lucia
Passeio por Gramado: sai um trator tipo trenzinho da Frente da Igreja (Av. Borges de Medeiros) que leva até o Lago Negro. Também na Av. das Hortênsias, próximo à esquina com Rua São Pedro, tem a Jardineira das Hortênsias que faz um tour pela cidade. Relato completo aqui.

Sylvia
Caminhar beeem devagarinho pela Borges de Medeiros, entrando nos cafés e nas lojas ma-ra-vilhosas é um programão! Parar ao menos no café junto ao supermercado Nacional é obrigatório (principalmente se o dia estiver lindão). Dar uma volta no Lago Negro, passar nas pequenas ruas e olhar os jardins é uma delícia! Gramado é um lugar para curtir devagar, e caminhar é a melhor opção. Relato completo aqui.

Ernesto
Recomendo o Parque da Ferradura, e os Aparados da Serra, além do trenó. Relato completo aqui.

Diogo
Tente entrar em contato com uma agência de Bento Gonçalves chamada Mundo do Vinho, que é especializada em roteiros por vinícolas da região. Relato completo aqui.

Marcelo
O centro de budismo tibetano Khadro Ling fica em Três Coroas, a cerca de 20km de Gramado. Localiza-se no alto da serra essa que é a sede da maior organização de budismo tibetano no Brasil. Possui 2 belíssimos templos repletos de estátuas e pinturas, além de muitas outras construções e estátuas ao ar livre, que seguem fielmente o estilo arquitetônico tibetano. É permitida a visitação pública. Relato completo aqui.

PêEsse
Em Canela, recomendo ir ao Parque do Caracol. Nele você terá vistas muito bonitas, além de passeios e trilhas. É um passeio para pelo menos meio dia, se quiser conhecer direito. Nele está a Cachoeira do Caracol. É possível descer até a sua base, por meio de uma escada de 960 degraus. Sugiro ir carregando pouca coisa e também com pouca roupa mesmo no inverno, porque na subida vai fazer calor. Vale a pena demais o esforço. Partindo de Gramado, pode-se ir ao Parque Nacional dos Aparados da Serra, onde se têm cânions e outras paisagens naturais muito bonitas. São duas horas até a cidade de Cambará do Sul. Lá uma boa sinalização vai levar à “Casa do Turista”, o centro de informações do lugar. Os dois cânions mais conhecidos são o Cânion Fortaleza e o Cânion Itaimbezinho. Relato completo aqui.

Carla
Para conhecer os cânions é preciso ir de carro ou com alguma agência. Nós estávamos de carro, o que facilitou bastante. Pelo que pesquisei nas agências, achei os preços dos passeios bem salgados.
O parque do Fortaleza é de graça e dá pra andar bastante por lá, vendo o cânion de varios ângulos, e fazer a trilha da Pedra do Segredo. Já o parque Aparados da Serra (cânion Itaimbezinho) é pago, tem estrutura mas nem tanto assim. São duas trilhas bem faceis, uma de 45 minutos e outra de 3 horas. Mas o problema é a neblina que pode atrapalhar tudo! No primeiro dia não vi nada! Relato completo aqui.

COM CRIANÇAS

Jorge Paulo
Vá com crianças nas pizzarias temáticas Toca da Bruxa (Canela) e Porto dos Piratas (Gramado). Relato completo aqui.

Luciane
Leve os seus filhos ao Alpen Park em Canela, que tem cinema 4D, arvorismo, tirolesa e montanha russa, tudo numa paisagem linda. Recomendo visitar também o Zoológico de Gramado, que é de primeiro mundo (perdoe o lugar comum, mas é isso mesmo). Relato completo aqui.

NATAL LUZ

Danielle
Dos 3 espetáculos que assisti, o melhor foi o Grande Desfile de Natal. É divertido, contagiante e, na minha opinião, o melhor espetáculo para crianças. Achei a Fantástica Fábrica de Natal e o Nativitaten monótonos e cansativos. Na Fantástica Fábrica, o espetáculo não estava nem perto da metade e a maioria das crianças já estava dormindo. O Nativitaten é praticamente no escuro, com muitos fogos de artifício. Relato completo aqui.

Hosana
Assisti o Nativitaten no restaurante Bouquet Garni e gostei muito. O preço dava direito ao menu (entrada, prato principal e sobremesa). A vista de lá é excelente e o restaurante é muito bom! Tem uma varanda grande aberta, onde a maioria fica em pé vendo o espetáculo. Peça, se possível, uma mesa na varanda de vidro, mais perto do lago, onde você tem a mesma vista da varanda aberta mas sem risco caso chova, e pode assistir sentado. Relato completo aqui.

Carla
Assisti ao Nativitaten no camarote B. Me pareceu que a visão é muito boa de qualquer lugar, porque o espetáculo é preparado para isso –- realmente as margens do lago são completamente tomadas pelas arquibancadas e camarotes. Mas confesso que fiquei com uma invejinha de quem estava lá no Bouquet Garni. Em tempo: as arquibancadas me pareceram bem desconfortáveis. Relato completo aqui.

Evelyn
Assisti à Fantástica Fábrica de Natal das cadeiras. Não gostei. Quem ocupava as primeiras filas de cada setor das cadeiras tinha as melhores vistas, e os de trás (eu!) tinham que ficar se contorcendo para ver tudo. Fiquei com inveja de quem estava nas arquibancadas, que pagaram menos do que eu, mas viram bem mais do show. Hoje eu escolheria as arquibancadas, para ver o show sem cabeças na frente! Cadeiras, só chegando beeem cedo! Relato completo aqui.

HOTÉIS

--> GRAMADO

Isabelle
O Alpestre é maravilhoso mas fica longe em relação ao centro da cidade, você fica dependendo de carro para ir aos locais. O Laghetto é mais central e o preço mais acessível também. Relato completo aqui.

Cristiane
Gosto muito da Pousada da Colina. É bem pertinho do centro, fica fácil de ir e vir e é muitíssimo aconchegante. Ela é decorada de forma bem típica, o café é muito bom. Relato completo aqui.

Lívia
Fiquei no Recanto da Serra. Como estava em lua de mel optamos por uma suíte com hidromassagem pra curtir mais o friozão. O hotel é maravilhoso, atendimento excelente e sem falar na suíte mais aconchegante que já visitei. A hidro é maravilhosa, passaria um dia inteiro lá. Recomendo muito. Relato completo aqui.

Tati
O Vovó Carolina é ótimo. O pessoal é super hospitaleiro (olha que sou carioca e levo isso a sério). O café da manhã é sensacional. Os quartos são quentinhos e contam com aquecedores (que não dependem da recepção do hotel para serem ligados). Relato completo aqui.

Dionísio
Hotel Serrano: estilo resort, com piscinas internas e externas, spa, área para caminhadas. Bem charmoso até, considerando o tamanho enorme (270 apartamentos). O café da manhã também é bem gostoso. Fiquei no apartamento luxo (o standard deles), de muito bom padrão. O ponto alto do hotel são as opções gastronômicas: entre restaurantes e bares há sete opções. Mas o melhor café da manhã de Gramado, na minha opinião, é, de longe, o do Hotel das Hortênsias. Não é vastíssimo como os dos demais hotéis, mas é o mais gostoso, tudo com jeito de que foi a nossa avó quem fez. O hotel tem tarifas interessantes e está a passos do centro. Já num patamar mais caro, mas ainda sem deixar os tubos, recomendo o Casa da Montanha. Um show de hotel, temático de caças, charmoso, confortável, bonito e com uma gastronomia espetacular. Relatos completos aqui e aqui.

Diogo
O hotel mais em conta que eu conheço, principalmente para quem está sem carro, é o Giardino di Pietra. Fica na Borges de Medeiros, ao lado da cantina Pastasciutta e na frente do Nonno Mio. Relato completo aqui.

Liliane
Eu a-mei a Pousada Due Fratelli! Charmosa, nova, banheiros impecáveis, café da manhã delicioso e tem garagem. Pessoal super atencioso; à noite a gente voltava dos passeios e sempre tinha um chazinho quente nos esperando perto da lareira. Recomendo. É um pouco longe do centrinho. Relato completo aqui.

Sylvia
Um lugar que a gente gosta bastante é o Pousada Le Château. Os apês são normais, mas as suítes são especiais. Relato completo aqui.

Munique
Adorei o hotel Villa Bella. Tudo foi impecável. Limpeza nota mil, atendimento excelente, piscina aquecida e jacuzzis ótimas. A localização não foi problema, pois alugamos carro e em cinco minutos estávamos no centro. Mesmo assim em um dos dias usamos o transporte oferecido de meia em meia hora para ir e voltar do centro, e foi ótimo. Por isso, a localização um pouquinho mais afastada não foi problema... aliás, pelo contrário: a vista do hotel é linda. Fiquei no quarto mais simples do hotel e ele atendeu a todas as minhas expectativas. Relato completo aqui.

PêEsse
Hospedei-me no hotel Glamour da Serra -- novo, com quarto e banheiro espaçosos, cama grande e uma localização inteiramente central, ficando a três minutos de caminhada do centro de informações de Gramado (muito bom, aliás), sete minutos (de caminhada) da rua coberta e a no máximo dez minutos (também de caminhada) da rodoviária e da Cantina Pastaciutta. O café da manhã é muito bom (como aparentemente é a regra em Gramado): frutas, sucos, queijos, bolos, tortas, pizzas, salgadinhos, tudo de muito bom gosto. Ao lado da recepção, há um espaço bem agradável com lareira, isolado por uma porta de vidro, que para quem vai com turma pode servir para jogos, vinhos etc. O hotel conta com garagem coberta incluída no valor da diária. Relato completo aqui.

 

--> CANELA

Gabi
A pousada La Vie en Rose é super charmosa, silenciosa e conta com serviço de spa e academia para quem interessar. No final do dia, sempre tem chá com bolo para os hóspedes, ideal para quando chegamos de um dia de passeios! A reserva foi feita pelo Booking. Relato completo aqui.

Diogo
O Quinta do Marquês, em Canela, é um charme só, estilo Varanda das Bromélias, mas pra quem tá de carro. Relato completo aqui.

Diogo
O Solar do Marquês, em Canela, é um charme só, estilo Varanda das Bromélias, mas pra quem tá de carro. Relato completo aqui. http://www.viajenaviagem.com/2009/05/gramado-pra-marcia/comment-page-1/#comment-35303

--> BENTO GONÇALVES

Marcia
Adoramos a cidade, principalmente o Hotel Villa Michelon, ideal para quem tem crianças, como era o nosso caso. Relato completo aqui.

Maria das Graças
O Vinocap fica no centro de Bento Gonçalves, bom preço, quartos confortáveis e tem garagem. No próprio hotel tem agentes de turismo para contratar os passeios. Bento Gonçalves é uma graça de cidade e, como passávamos o dia passeando, curtíamos a cidade ao entardecer. Relato completo aqui.

RESTAURANTES

--> GRAMADO

Fabio
O Belle du Valais é oportunidade cara, mas única! Vale experimentar o foundue la pierrade – na pedra – que é fenomenal nas carnes e nos molhos. O Le Petit Clos é indispensável também. Comi o carré de cordeiro e recomendo a todos! Relato completo aqui.

Ana
O La Table D'Or foi, sem dúvida, o melhor restaurante que experimentei em Gramado. Um chalé maravilhoso ao lado do Lago Negro. Excelente relação custo-benefício. Relato completo aqui.

Luana
Encontramos um buffet por quilo na rua perpendicular à da igreja da Borges de Medeiros, Casa di Pietro, onde foi possível almoçar e pagar, por casal, R$ 30. Relato completo aqui.

Lucia
Um restaurante de comida alemã, que só abre para almoço, é o Romanus. Fica na Av. das Hortênsias, direção contrária do Centro. Os turistas empacotados não conhecem, freqüentado pelo pessoal que tem casa de final de semana em Gramado. Relato completo aqui.

--> CANELA

Ignes
Um lugar para almoço ou jantar, não muito barato, mas que me chamou a atenção pelo charme, atendimento e sabor, foi o Empório Canela. Em Canela, claro, do lado direito da avenida principal, de quem está quase chegando àquela igreja que fica lindamente iluminada à noite. Relato completo aqui.

Gabi
Minha recomendação é a sequência de Fondue do Xico. Eles têm o melhor fondue de queijo que eu já provei! Relato completo aqui.

OUTRAS DICAS

Jorge Paulo
Gramado é uma cidade cara. Faça concessões para não se frustrar, pois pode ser mais caro não aproveitar bem o passeio. Relato completo aqui.

Marcia
Fui para Gramado a partir do Aeroporto de Caxias do Sul. Apesar da pequena distância, a estrada é muito sinuosa (e linda), e a velocidade até Nova Petrópolis não passa de 60/70 km/h. Assim, o tempo até Gramado é de mais ou menos 1h30min. Além disso, o Aeroporto de Caxias é pequeno e sem estrutura. No entanto, minha escolha foi em razão de também ir para Bento Gonçalves, depois de Gramado. De Bento para Caxias, a estrada é normal e a distância curta (uns 40 km). Aliás, recomendo ficar uns dois ou três dias em Bento em vez que fazer apenas o passeio de um dia (Maria Fumaça). Relato completo aqui.

Anne
Na sexta-feira o que “bomba” em Gramado é o Botequim Sant'ana, que é mais um bar, mas com música eletrônica e geralmente cheio. No sábado, o Bill Bar é a pedida. É boate, com várias pistas, de pagode à eletrônica e shows ao vivo! Relato completo aqui.

Leia mais:

Página-guia de Porto Alegre no Viaje na Viagem

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


 

194 comentários

Atenção: perguntas que já estejam respondidas no texto e comentários ofensivos ou em maiúsculas serão deletados.

Cancelar
Carol Toledo
Carol ToledoPermalinkResponder

Olá! Trago minha contribuição para esse blog que há uns 2 anos me ajuda em todo planejamento de viagem. Eu e meu marido passamos 10 dias na região da Serra Gaúcha no início de junho e vou postar primeiro as dicas Gastronômicas de Gramado/Canela. Depois volto com mais.

A Cantina Pastaciutta é incrível, fomos no prato mais pedido: massa ao molho quatro queijos com escalopes de filet mignon. Foi o melhor molho quatro queijos que já comi e a carne, macia e suavemente temperada, perfeita! O prato serve tão bem que não deu pra provar a sobremesa...
Melhor pizza da viagem na Il Piacere. Tivemos que voltar no último dia para nos despedir... a pizza da casa, com borda de catupiry é a melhor!!
Pesquisei tanto sobre fondue de queijo e vi tantas críticas (até nos restaurantes mais renomados) que optamos por experimentar uma sequência de valor razoável, no El Fuego, com medo de jogar dinheiro fora em outro mais caro. E realmente, não conseguimos escapar da decepção. Fondue de queijo difícil de engolir, embora tivesse uma bela apresentação e ótimos acompanhamentos... mas o de carne e o de chocolate compensaram.

O Josephina Café, ao lado da Igreja Matriz foi outra boa surpresa... a sopa de cebola foi o destaque da nossa visita! Demais!

Em Canela, o Empório Canela ganhou meu coração... que delícia de restaurante! Enfrentamos uma pequena fila de espera, dando uma olhada nos livros e coisinhas fofas da livraria... os pratos vieram rapidinho e estavam maravilhosos: Penne Mediterrâneo e Risoto San Martin. De sobremesa o appfelstrudel com sorvete de creme, que só perdeu para o do Castelinho...
Ah, o Castelinho de Canela... foi a experiência gastronômica mais incrível da viagem. E olha que não sou fanática por doces... Paga-se R$10,00 para entrar na casa, mas a exposição que conta a história da família que ali viveu a partir do fim do século XIX é bem interessante e me deixou super no clima para degustar a receita tradicional deles de appfelstrudel. Di-vi-no! Tanto o doce quanto o sorvete de creme que o acompanha. R$19,00 muito bem pagos... e dá pra dividir.

Não deixem de experimentar o chopp raisen, servido em vários dos restaurantes... e os diversos vinhos da região encontrados por lá...
Quanto aos chocolates, fomos apenas na Caracol e na Lugano, dividindo as compras entre as duas, seguindo dicas que recebemos. Chegando em casa, constatei que a Lugano dá de mil! Na próxima vou apenas lá...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carol! Obrigada pelas dicas!

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Alguém saberia responder se há transporte intermunicipal de Gramado a Bento Gonçalves ou qq outra forma para visitarmos as vinícolas e não depender de agências de turismo ou aluguel de carro?

Atenciosamente,

Lu

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciana! Há ônibus entre as duas cidades, mas a rota dos vinhedos fica fora do centro; você teria que negociar um táxi ou se encaixar num passeio numa agência localmente (note, porém, que há muito menos turismo em Bento do que em Gramado e nada garante que esses passeios saiam todos os dias). Se não quiser alugar carro, encaixe-se num tour organizado desde Gramado.

http://www.gramadosite.com.br/horariosdeonibus

justino paradinha

luciana, tua ideia é praticamente impraticavel , a nao ser que fique mais de um dia em bento gonçalves. moro em farroupilha e te digo , demora muito para vir de gramado a bento de onibus. alugue um carro ou faça com empresa de turismo.

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Olá Bóia!
Poderia me fornecer alguns links de Gramado com evento Natal Luz? Quatro dias você acha que são suficientes?
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carmen! Infelizmente não temos um post específico sobre o Natal Luz em Gramado. Quatro dias são suficientes sim.

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Muito obrigada, Bóia! Bem, pelo menos sei que 4 dias como eu estava planejando já "dá para o gasto" rs. Um abraço!

Helimar
HelimarPermalinkResponder

Não estou conseguindo acessar as dicas postadas para a viagem a Gramado...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Helimar! Alguns comentários podem ter se perdido na migração do site antigo para o site novo. Mas as informações mais importantes de cada um estão transcritas na nossa seleção smile

Eliane
ElianePermalinkResponder

Olá!
Adoro o Viaje na Viagem. Ano passado fui a Buenos Aires e as dicas que tive aqui no seu site foram fantásticas. Agora estou indo a Gramado e queria uma ajudinha. Estou indo em dezembro, pleno Natal Luz. Não encontrei nada especifico desse evento aqui, mas a minha duvida é a seguinte: Sei que a cidade é pequena e muitos lugares podemos inclusive ir a pé. Mas um dos espetáculos que irei é mais distante então, existe facilidade de táxi em Gramado?? Alguém já foi nessa época e tem alguma sugestão como fazer esses deslocamento entre hotel e espetáculo?
Fico no aguardo e o site está cada vez melhor, parabéns!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eliane! Você pode pedir ajuda ao seu hotel para deixar combinado o trânsfer com um motorista.

Paulo Arthur
Paulo ArthurPermalinkResponder

Super dica de excelentes restaurantes na Serra Gaúcha em www.laiguana.com.br Vale muito conhecer! Abraço a todos