Assis, um pit-stop redondinho de trem entre Roma e Florença

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Assis

ATUALIZAÇÃO: não há mais guarda-volumes

  • O leitor Giuliano informa que, desde setembro de 2016, por medida de segurança, não funciona mais o guarda-volumes da estação de Assis. Infelizmente isso inviabiliza o pit-stop para quem vem com bagagem.

Visitei Assis de carro. Estava a apenas 100 km dali, em Rapolano Terme (no Laticastelli), e ainda consegui dar um rolezinho no fim de tarde por Perugia. Uma pequena escapada da Toscana às duas cidades mais importantes da Úmbria.

Eu nunca tinha pensado na possibilidade de parar em Assis numa viagem de trem entre Roma e Florença, até que a Bóia sugeriu isso na caixa de comentários.

Realmente, faz todo o sentido. Você aproveita o dia do deslocamento (que sempre é meio perdido, por mais curta que seja a viagem) e elimina um bate-volta (que sempre tem o inconveniente da volta).

É muito fácil organizar esta parada. Só que, em vez de pegar o trem rápido Frecciarossa ou Frecciargento (que faz Roma-Florença em 1h30), você vai fazer um desvio com os trens regionais. As passagens deste tipo de trem só podem ser compradas com no máximo 7 dias de antecedência. Não há variação de preço de tarifa, não há possibilidade de reservar lugar (os trens carregam passageiros em pé se for o caso), você pode comprar na hora que não tem problema. Verifique horários selecionando "tutti i treni" na home da Trenitalia (que carregar esta página aqui).

Os melhores trens são os que não requerem baldeação. De manhã, você pode sair de Roma (Termini) no trem das 7h58 (chega em Assis às 10h07; custa desde € 9,90) ou de Florença (Santa Maria Novella) no trem das 8h02 (chega em Assis às 10h44; custa desde € 14,65).

Na estação de trem há guarda-volumes (deposito bagagli). Depois de deixar suas malas, você precisa passar no tabacchi (quiosque de jornal) para comprar a passagem do ônibus (linha C) que leva à cidade, a 10 minutos dali (aproveite para comprar ida e volta). Cada perna custa 1,30 euro. Veja horários aqui.

AssisAssisAssis

Assis

Você terá entre quatro e cinco horas líquidas para visitar a Basílica de São Francisco, que fica ao pé da cidade murada, e perambular cidade acima.

Para seguir viagem em trem sem baldeação a Florença, você pode escolher entre os horários de 15h17 (chega às 17h53) e 17h21 (chega às 19h48 ). Se for continuar a Roma, pegue o trem das 16h19 (chega às 18h33) ou o das 18h17 (chega às 20h35).

Como eu disse mais acima, não é preciso reservar horário, então você pode alongar ou encurtar a visita a seu critério. (Só não esqueça de confirmar os horários vigentes aqui, com sete dias de antecedência.)

Leia mais:

124 comentários

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

Bóia,

Sei que você é uma menina ocupada, mas se tiver um tempinho pra me dar sua opinião agradeceriam muito !

Estou preparando uma viagem pelo Norte da Itália, chegando e saindo por Milão. Vai ser Milão, Dolomitas, Pádua, Ravena, Modena, Florença e Cinque Terre. Também quero fazer bate voltas pra Dozza, Parma e Assis, tudo de trem (carro nas Dolomitas).

A minha dúvida maior é a sequência depois de Ravena. Pensei nas seguintes possibilidades:

1) Ravena - Módena (bate e volta Parma) - Florença (bate volta Assis) - La Spezia - Milão

2) Ravena - Módena - Parma (pit stop) - La Spezia - Florença (bate volta Assis) - Milão

3) Ravena - Assis (pit stop de carro) - Florença - La Spezia - Parma (pit stop) - Modena - Milão

Se puder deixar a pergunta pra tripulação, agradeço!

Muito obrigada!

[]s,
Camila

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Camila! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Achei puxado um bate e volta de Florença a Assis. No Google está dando entre 2h30 e 3h de viagem por trecho. Eu iria a Siena. Estive nas duas cidades e gostei das duas, mas são propostas diferentes. Só acho que ficar quase 6h num trem não compensa.

Acho que Assis está muito fora de mão nas opções que vc deu, mas se vc fizer questão a opção 3 seria a melhor. Caso escolha essa, planeje direitinho a devolução do carro em Florença. Tem as famigeradas ZTLs que enchem o saco de quem não conhece as regras.

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

Já conheço Siena, Thiago! Por isso mudei o bate volta. A minha dúvida é q indo de carro também são mais de 2 horas de viagem, fora as possibilidades de se perder, por isso a dúvida!
Obrigada!

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Oi Camila. O ideal então seria deixar Assis para uma próxima. Saindo de Ravena, eu iria para Florença, depois Cinque Terre e então Modena, parando em Parma a caminho de Milão. Acho que é roteiro mais redondo. Boa sorte.

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Ola Thiago/ Camila, tudo bem?

Uma duvida para vocês que ja viajaram pela Italia de carro, vocês foram parados nas estradas alguma vez? Minha preocupação é que eu tirei o PID mas meu marido não, mas nao gostaria de dirigir durante toda a viagem.
Faremos Milao, Maranello, Pisa, Lucca, Florença, Chianti, Montalcino, Roma, Napoles e os 2 ultimosmdias nao tenho certeza ainda.

Obrigada!

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Oi Tatiana, em setembro do ano passado eu estive alguns dias de carro pela Toscana, mas não fui parado em nenhum momento. Na verdade, eu nem vi polícia, para ser sincero. E tb não tirei a PID.

Nesse trajeto que vc vai fazer, só tome cuidado em Florença e Roma com a ZLTs. Elas são uma chatice e tem que saber de antemão por onde vai passar, dia e horário. De resto, adorei dirigir pela Itália, as estradas (mesmo as regionais) são muito boas.

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Obrigada pela resposta Thiago!
Vamos a semana que vem e ainda tenho algumas coisas para planejar. Vamos dia 09 e retornamos dia 25.
Chegada por Milao e retorno por Roma.
Muito obrigada!!

Luciana Rodrigues

Abortaria assis e escolheria a maravilhosa Bolonha como base para fazer bate-voltas para Modena (+ ou - 25 min de trem); Parma (+ ou - 55 min de trem) e Ravenna (+ ou - 1h30min de trem). Em Ravenna tem um passe que dá direito a visitar todas as atrações onde se encontram os famosos mosaicos. Em Modena tem um passe de 1 ou 2 dias que se chama Discover Ferrari & Pavarotti Land. Se trata de 3 linhas de ônibus onde vc pode subir e descer em museus (tipo os da Ferrari), ir a vinícolas e produtores de queijo Parmigiano-Reggiano, etc.
Boa viagem.

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

Obrigada pelas dicas, Lu! É que já estive em Bolonha, e como em Modena quero conhecer tanto o centro histórico quanto o museu Ferrari, achei melhor dormir lá mesmo.

Flávio
FlávioPermalinkResponder

Boa noite, achei muito puxado os roteiros. Mas, estando em Modena, não deixe de conhecer o Franchesquetta 58, de Massimo Bottura, uma casa pequena do melhor restaurante de 2016, o Osteria Francescana.
Se tiver tempo vá para Assisi, para quem é católico as histórias sobre São Francisco são ótimas. Em Assisi conheça o restaurante La Fortezza. As massas são espetaculares. Bom viagem.

Fernanda Scafi

Camila, ia dar a mesma sugestão da Luciana pra ir pra Bolonha! rs Sinceramente, achei Parma bem sem graça. A não ser que vc vá conhecer uma fazenda de queijo ou algo do tipo... Ali no bolo perto de Ravenna e Bolonha tem Rimini e San Marino!!! Não conheci a 1a mas San Marino é uma graça! http://www.taindopraonde.com.br/search/label/San%20Marino

Cynthia Teixeira

Olá, boia!
Estarei deixando a Toscana em direção à Roma no comecinho de novembro, e incluirei um dia inteiro em Assis (inclusive pernoitando) neste ponto da viagem. Vai encaixar certinho no que será o terço final de 3 semanas que começam em 23/10 em Veneza e terminam em 13/11 na cidade eterna.
Só que pra felicidade ser completa (de viajante nunca é, rs), gostaria mesmo era de fazer um "pit stop" em Cortona (entre Florença e Assis, neste caso). Pensei em pegar o trem de Florença pra Cortona cedinho, curtir o dia, e de lá seguir pra Assis, pernoitando e passando o dia seguinte todo, antes de seguir pra Roma. Mas não faço ideia se teria onde deixar as malas em Cortona, saberia me dizer? Pra me hospedar tb não daria: já não terei tempo suficiente e não tenho mais como mexer na programação dos dias finais. Qualquer sugestão é muito vinda! Grata!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cynthia! Infelizmente nem Cortona (Camucia) nem Arezzo, que está apenas 20 minutos adiante, dispõem de guarda-volumes.

Giuliano de Bem

Bom dia,
Estive há 2 dias em Assis e informo que não há mais o depósito de bagagem na estação. O dono da banca de jornal me explicou que há cerca de 1 mês foi proibido por questões de segurança. A opção seria colocar as bagagens num táxi e percorrer a cidade com o mesmo.
Fora isso digo que Assis é belíssima !
-Giuliano

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Obrigada pela informação, Giuliano!

Maria Cristina

Obrigada, Ricardo

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar