Sevilha

Espanhola da gema
Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Veja neste guia prático de viagem a Sevilha:

Sevilha é a capital não-oficial daquela Espanha que você tem na cabeça. A Espanha do flamenco, das touradas, das tapas...

Sevilha é a Espanha solar, a terra do barbeiro Fígaro, do conquistador Don Juan, da cigana Carmen (a de Bizet). Ultimamente, Sevilha andou dando pinta até em Game of Thrones, no papel de Dorne.

A Sevilha não-ficção é igualmente fantástica. Sevilha foi Hispalis para os romanos e Isbilya para os mouros. Seus ciganos (digo, gitanos) vieram da Índia, e também contribuíram para moldar a cultura andaluz. Durante as Grandes Navegações, seu porto (fluvial) foi um dos mais importantes do mundo, uma espécie de alfândega entre a Espanha e o Novo Mundo.

Agora o conquistador é você. Explore Sevilha ao máximo, e depois parta para descobrir os outros tesouros da Andaluzia.

Sevilha: quando ir

sevilha plaza de españa

Sevilha é visitável o ano inteiro. Se puder escolher a melhor época, vá na primavera. A estação menos indicada é o verão.

Inverno em Sevilha

O inverno em Sevilha é brando. Chove, mas raramente neva.

Entre dezembro e fevereiro, a temperatura média varia entre 11ºC e 13ªC -- com mínimas em torno dos 6º e máximas que de vez em quando atingem seus 18ºC. Março é mais agradável, e vê máximas acima dos 20°C, com média de 16°C.

Primavera em Sevilha

Para aproveitar Sevilha em sua melhor época, vá na primavera. Chove pouco, as noites são frescas, e durante o dia o calor é ameno. No final de março as laranjeiras já começam a florescer.

Abril tem médias de 18°C. mai, de 21°C -- com máximas rondando os 28°C. Em junho as temperaturas são de verão, ultrapassando os 30°C nos dias mais quentes.

Só fique de olho no calendário: as procissões de Semana Santa levam multidões de devotos às ruas. Os festejos duram uma semana, do domingo de Ramos ao domingo da Ressurreição. Programe viagem nesse período apenas se tiver intenção de participar dos atos religiosos.

Algumas semanas depois da Páscoa, a cidade lota novamente. É a Feria de Abril, que começou como exposição agropecuária e se transformou num megaevento de tradições sevilhanas. Em 2019, a Feria de Abril vai acontecer... em maio (entre os dias 4 e 11).

Espere encontrar tarifas mais caras para hospedagem nesses feriados e festas.

Verão em Sevilha

O verão em Sevilha é escaldante, com dias longos e sem chuva. No final de junho, as máximas já começam a se aproximar dos trinta-e-muitos. Julho e agosto são os meses mais quentes. As médias históricas dizem que as máximas ficam entre 37°C e 36°C, mas pode haver dias de calor acima dos 40°C. Setembro tem médias de 25°C, com máximas de 32°C.

Passear pela rua, algo tão gostoso de se fazer em Sevilha, vai ser mais sacrificante do que prazeroso. Também pesando contra o verão, muitos moradores saem da cidade, de férias, e alguns restaurantes dão folga coletiva.

Caso você escolha ir no calorão, siga os costumes locais: almoce e faça siesta. Retome a turistagem depois das 4 da tarde (haverá luz do sol até quase 9 da 'noite').

Outono em Sevilha

O verão custa a ir embora de Sevilha. No final de setembro, início do outono, ainda faz bastante calor. Outubro tem médias de 20°C, mas em alguns dias os termômetros ainda batem 30°C. Em novembro, a temperatura média cai para 15°C. Em dezembro, para 12°C.

Depois de três meses de verão praticamente sem chover, o outono já registra dias chuvosos. Por isso, se você gosta de viajar em meia estação e precisa de um critério de desempate, saiba que a chance de pegar chuva é bem maior no outono do que na primavera.

Sevilha: como chegar, se deslocar e seguir viagem


Sevilha é a capital da Andaluzia e porta de entrada para o sul da Espanha. Tanto faz se você vai explorar a região de carro, trem ou ônibus: faça de Sevilha o seu ponto de partida.

Veja também como incluir a Andaluzia num roteiro vindo de Portugal.

Chegando de trem a Sevilha

O trem é o meio de transporte mais conveniente para chegar a Sevilha vindo de Madri (2h30), Córdoba (45 min) e Málaga (2h). Granada está a 3h30 de trem (mas de ônibus é meia hora mais rápido, com mais horários ao longo do dia).

O trem também é ideal para bate-voltas de Sevilha a Jerez de la Frontera e a Cádiz.

Se você vem de Barcelona, pode ficar na dúvida entre trem e avião. Há apenas dois trens diretos Barcelona-Sevilha por dia. A viagem leva 5h40. Nos outros horários é preciso fazer baldeação em Madri (mas a viagem leva quase o mesmo tempo, 5h50).

Não há trem entre Sevilha e Portugal. Do Algarve, venha de ônibus. Para vir direto de Lisboa, prefira o avião.

Ao comprar passagens de trem para chegar ou sair de Sevilha, escolha a estação Sevilla Santa Justa, que é a estação central. Clique para ver o nosso tela a tela: como comprar passagens de trem na Espanha.

A melhor chegada: faça um pit-stop de trem em Córdoba

Quer rentabilizar o seu roteiro pela Espanha? Se você não tem um dia disponível para pernoitar em Córdoba, faça um pit-stop entre Madri e Sevilha. Com uma parada de seis horas, você visita a Mesquita e almoça no centro histórico. Se ficar oito horas na escala, consegue visitar outros monumentos da cidade.

É preciso comprar duas passagens de trem: uma de Madri para Córdoba, outra de Córdoba para Sevilha.

Clique e veja como fazer um pit-stop em Córdoba entre Madri e Sevilha e transforme um dia de que poderia ser perdido em deslocamento num dia proveitoso de viagem.

Como sair da estação de trem de Sevilha

sevilha trem santa justa

Estação de Santa Justa

Sevilla Santa Justa, a principal estação ferroviária de Sevilha, está bastante perto do casco antiguo, o centro histórico da cidade.

O ponto de táxi oficial fica bem em frente à estação. A corrida de táxi até o seu hotel vai sair em torno de 10 euros. Os táxis cobram 0,50 euro por maleta, e 1,42 euros como suplemento pela partida da estação (mai/2018).

O ponto de ônibus também fica logo em frente. A tarifa é 1,40 euro (mai/2018). Trace o seu itinerário no Google Maps ou no Moovit para ver qual linha deixa mais perto do seu hotel.

É bom saber que nem ônibus e nem táxis passam pelas ruas mais estreitas do centro histórico. Se você for se hospedar no bairro de Santa Cruz, é provável que tenha que andar um pedacinho a pé até a porta da pousada.

Chegando de avião a Sevilha

Se você começar sua viagem na Espanha pela Andaluzia, vale a pena chegar de avião. Há vôos diretos a Sevilha partindo de Lisboa (1h10), Paris (2h20), Londres (2h40) e Amsterdã (3h).

Se você planeja fazer uma viagem picada pela Europa, clique para saber como rentabilizar sua tarifa comprando uma passagem múltiplos destinos.

Dentro da Espanha, vale a pena voar de/para Barcelona (1h35). Os voos de/para Madri, apesar de curtinhos (1h05), so valem a pena se forem feitos como conexão. Se você já estiver em Madri, é mais rápido vir de trem, saindo e chegando no centro das cidades.

Sevilha não é um polo de voos low-cost (o principal aeroporto delas na Andaluzia é o de Málaga). Ainda assim, Sevilha é servida por voos das cias. low-cost Ryanair (Londres/Stansted), easyJet (Londres/Gatwick) e Transavia (Amsterdã e Paris/Orly), além da espanhola Vueling, que voa desde Madri, Barcelona e Paris/Orly.

Como sair do aeroporto de Sevilha

O aeroporto de Sevilha está a 12 km do miolinho do centro histórico. Os táxis oficiais cobram tarifa fixa para saídas do aeroporto. O trajeto até o centro histórico fica em 22,35 euros, subindo para 24,92 euros em horários de 'bandeira 2'. Não se cobra taxa pela bagagem (mai/2018).

sevilha aeroporto onibus

Ônibus Especial Aeropuerto

Para sair do aeroporto de ônibus, pegue a linha Especial Aeropuerto (EA). É um ônibus confortável e preparado para transportar malas. A tarifa custa 4 euros, e a viagem até o centro histórico vai levar cerca de 40 minutos.Veja as paradas.

Chegando a Sevilha (ou seguindo viagem) de ônibus

O ônibus é a melhor escolha para deslocar entre Sevilha e Granada (3 horas de viagem nos trens 'directos') e o único transporte coletivo entre Sevilha e Ronda (2 horas).

É também o ônibus que liga Sevilha ao Algarve, em Portugal. A viagem a Albufeira leva 3h30; a Lagos, 4h30.

Compre passagens de/para Granada ou o Algarve no site da Alsa. De/para Ronda, compre no site da Damas.

Como sair da rodoviária de Sevilha

sevilha onibus terminal

Terminal da Plaza de Armas

Existem dois terminais de ônibus no centro de Sevilha: o da Plaza de Armas e o do Prado de San Sebastián. Quando comprar a sua passagem, fique de olho no que diz a passagem, para saber de qual terminal o ônibus parte (ou chega). As linhas de Granada e do Algarve costumam chegar e sair da Plaza de Armas. A linha de Ronda opera no Prado de San Sebastián.

Se o seu hotel estiver pelo centro, é provável que a corrida de táxi saia por menos de 10 euros, partindo de qualquer uma das estações. É cobrado 0,50 euro por maleta, e 1,42 euros como suplemento pela partida da rodoviária (mai/2018).

Querendo economizar, o ônibus custa 1,40 euro (mai/2018). Trace o seu itinerário no Google Maps ou no Moovit -- e lembre-se que, ao se hospedar no bairro de Santa Cruz, no centro histórico, você vai precisar fazer a parte final do percurso a pé.

Carro em Sevilha?

Como acontece na maioria das cidades europeias de grande ou médio porte, um carro em Sevilha é um estorvo.

O mais recomendável é chegar a Sevilha por qualquer outro meio (de Lisboa ou de Barcelona, venha de avião; de Madri, de trem; do Algarve, de ônibus). Depois, quando você seguir viagem pela Andaluzia, aí vale a pena alugar um carro -- mas só ao sair da cidade.

(No nosso roteiro pela Andaluzia, recomendamos ir de carro de Sevilha aos Pueblos Blancos, Ronda e Granada, entregando o carro ao chegar em Granada e seguindo de avião a Barcelona. Compare tarifas promocionais de locadoras no nosso parceiro Rentcars.)

Caso você chegue a Sevilha de carro, a dica é deixar numa garagem fora do centro histórico e ir para o seu hotel de táxi. Só pegue o carro de volta na hora de seguir viagem.

Vindo de Portugal

De carro

Para combinar Portugal e Andaluzia de carro, é preciso retirar e devolver o carro no mesmo país -- se você retirar o carro num país e devolver no outro, vai pagar uma sobretaxa absurda.

O ideal para unir os dois países sempre vai ser um roteiro circular.

Você pode descer de Lisboa para passar uns dias no Algarve.
Depois entra na Espanha por Huelva e vai direto a Sevilha, onde deixa o carro num estacionamento enquanto estiver na cidade.

A partir da chegada em Sevilha, é só seguir este roteiro.

Ao fim do roteiro, saindo de Granada, vá a Córdoba, onde visita a Mesquita e dorme uma noite.

Saia da Espanha via Badajoz -- você vai entrar de volta em Portugal pelo https://www.viajenaviagem.com/2018/07/roteiros-portugal/#alentejo. Aproveite para passar entre dois e três dias na região antes de devolver o carro em Lisboa.

(Este roteiro circular também funciona no sentido inverso -- saindo de Lisboa pelo Alentejo a Córdoba, então seguindo Granada, e depois a Ronda, Pueblos Blancos e Sevilha, entrando de volta em Portugal pelo Algarve.)

Sem carro

Caso você não retorne a Portugal, o melhor é devolver no Algarve o carro que você alugou em Lisboa, e pegar um ônibus a Sevilha (compre na Alsa).

Aumente um dia de permanência em Sevilha para fazer o bate-volta de trem a Córdoba.

Alugue o carro ao sair de Sevilha e cumpra exatamente o roteiro deste post. Entregue o carro em Granada e siga de avião a Barcelona ou a Madri -- ou vá até Málaga pegar o vôo direto de volta a Lisboa.

Lisboa + Andaluzia

Se você quer ir de Lisboa direto para a Andaluzia, sem passear nem no Algarve nem no Alentejo, então vá de avião direto a Sevilha. Para voltar direto, sem passar por Madri, depois de Granada pegue o vôo direto de Málaga a Lisboa.

Como se deslocar em Sevilha

sevilla vlt tranvia

Tranvía

Ficando num hotel bem localizado no casco antiguo, você vai poder chegar a pé em todas as atrações principais da cidade. O centro histórico é plano, em sua maior extensão, e as distâncias entre os monumentos são curtas.

Se quiser cortar caminho, use táxi, ônibus ou tranvía (o VLT de Sevilha). Sevilha tem metrô, mas passa por fora do centro histórico.

De ônibus e tranvía (VLT)

O bilhete avulso para o ônibus custa 1,40 euro. O bilhete também custa 1,40 euro para o bonde tranvía.

Com o passe de transportes Tarjeta Multiviaje você ganha um belo desconto na passagem, que sai a 0,69 euros, sem baldeação, ou 0,76 euros, com baldeação. Compre em tabacarias, quioscos ou nos postos da TUSSAM, a empresa de transportes de Sevilha. O valor mínimo para carga é de 7 euros, mais 1,50 euro pelo plástico. Se você devolver o cartão num posto da TUSSAM, recebe os 1,50 de volta.

Também existem cartões da TUSSAM que oferecem transporte ilimitado por 1 dia (por 5 euros) ou 3 dias (por 10 euros). Mas você provavelmente não vai precisar de tanto.

De táxi e Uber

A entrada da Uber em Sevilha é bastante recente: o serviço começou a funcionar no fim de setembro de 2018, inicialmente com 150 carros. O aplicativo é o mesmo que você já tem no celular -- só é preciso que o cartão associado à conta seja internacional e esteja desbloqueado para uso no exterior. Assim como no Brasil, a tarifa do Uber é dinâmica, varia de acordo com a oferta e a procura. Ao solicitar uma corrida, você verá a estimativa de custo e, se achar caro, pode simplesmente não confirmar o pedido.

Andar de táxi na Espanha ficou mais fácil com a entrada do aplicativo MyTaxi, criado pela Daimler (sim, de Daimler Mercedes). O app funciona muito bem em Sevilha. As corridas podem ser pagas com dinheiro ou debitadas do cartão de crédito.

16 comentários

Alessandra
AlessandraPermalinkResponder

Imperdível o restaurante San Marco, a poucas quadras da Catedral e situado em uma construção que no século XII eram os banhos árabes... Excelente comida, atendimento e a um preço ótimo!!!
Recomendo!

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

Restaurante excelente mesmo. Comida boa, preco justo, otimo servico e ar condicionado (no terreo)!!! Tem um prato do dia e um prato do chef (com direito a bebida (recomendo o tinto de verano!), entrada e prato principal. E o lugar e lindo! Valeu a recomendacao, Alessandra!

ALEXANDRE M.
ALEXANDRE M.PermalinkResponder

Bóia. Qual a estação de trem que se deve descer em Sevilla? No site da Renfe apresenta 3 estações: San Bernardo, Santa Julia e Virgen del Rocio.
Outra coisa: Tbm no site da Renfe há trem saindo de Barajas-T4. É de alta velocidade? Ou só se toma em Atocha?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alexandre! É Santa Justa. O trem de Barajas a Atocha é uma ótima maneira de sair do aeroporto, precisamos atualizar aquele post.

Alexandre M.
Alexandre M.PermalinkResponder

Obrigado, vcs são geniais. Não saio mais de casa sem ver o VNV. Mas perdoe-me por insistir. Não entendi bem. Há o Renfe Barajas/Sevillha? Grato.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alexandre! Não. Há um trem que vai do aeroporto de Barajas a Atocha, que hoje é a melhor forma de sair do aeroporto e ir ao centro de Madri. Em Atocha você pode pegar o trem para Sevilha.

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Aceitunas el puente no mercado de Triana simplesmente imperdível !!!!

Ana Maria
Ana MariaPermalinkResponder

Olá!
Estou Sevilha e gostaria de dar uma dica bem legal.
Dêem uma olhada no Ishowusevilla.com
Está no trip advisor também.
A Eva Izquierdo dá uma aula sobre cultura do flamenco seguido por uma aula de flamenco. Em torno de 2 horas você aprende e se diverte muito. A Eva é ótima e foi tudo uma delícia.

Maria Olimpia Maistro

Oi Boia
Estou com meu marido em Portugal e vai nos sobrar alguns dias e gostaríamos de esticar até Sevilha na Espanha mas a última lembrança que tenho da cidade é o caos - sem lugar para estacionar, buracos por todo lado por causa do metrô, um cheiro horroroso de esgoto pela cidade e comerciantes mal humorados por causa da bgunça e quebradeira...
isso terminou? Ouvi dizer que hoje o centro histórico está fechado para carros e virou um grande calçadão. Procede?? Obrigada
Adoro teu blog!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Olimpia! Pode ir sem sobressaltos, desde que não vá de carro. Entre Lisboa e Sevilha é melhor ir de avião.

Marina S
Marina SPermalinkResponder

Olá. Será que algupode me ajudar com informações sobre Sevilha. Estarei lá por dois dias em junho. Como é alta temporada estou tentando há dias comprar ingressos para o Real Alcazar pela internet, com cartão de crédito do Banco do Brasil e não consigo. Estou com muitas dúvidas. Alguns dizem que não tem fila, pra comprar na hora. Outros dizem que as filas são enormes. O que me sugerem? Alguém aí já fez essa compra pela internet? Há algo que eu possa fazer pra concretizar essa compra?Desde já obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marina! Talvez seu cartão não participe do programa Verified by Visa.

https://www.viajenaviagem.com/2015/11/como-funcionam-verified-by-visa-mastercard-securecode-dicas

Deborah P
Deborah PPermalinkResponder

Olá Marina,

Estive em Sevilha no meio de setembro. O calor estava escaldante passando facilmente dos trinta graus. Nem conseguimos ver as atrações externas direito de tanto calor.
Também não conseguimos ver o Real Alcazar ( não comprei antecipadamente(. Havia uma fila sem igual e com aquele calor sem condições de ficar na fila para entrar. Realmente senti muito mesmo não visitar o palácio. Porém visitei a Catedral que fica ao lado e foi muito bom ver seus vitrais maravilhosos. Claro que está nos planos voltar e visitar o palácio. Não deixe de assistir um show de flamenco. Sevilha é um tremendo programa turístico. Abraço.

Rafael Machado

As atrações espanholas apresentam dificuldades para compra com cartões brasileiros mesmo, inclusive com o Verified by visa e o similar da Master. O que recomendo é usar o paypal. Nunca tive qualquer problema comprando ingressos na Europa com o paypal.

Isabel Cristina

B noite , estou montando um roteiro p Andaluzia /Madri/Paris(2dias) , em01-06-19
já estive pela Europa nessa data e fui feliz com o clima e pouca muvuca. Não sei hoje como estaria , poderia me dar dica sobre?
O foco é Andaluzia (apesar da passadinha * por Paris srs)
Outra coisa , pretendo :
3 dias em Sevilha
2 dias Cadiz
2 Ronda
2 Granada
1 dia Malaga
2 Madri
3 Paris
Sobre Ronda e Cadiz 2 dias seria legal , ou essas cidades seria mais p um bate e volta?
Se puder m ajudar , já agradeço
Bell

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Isabel!

Dê uma olhadinha nesse roteiro para adaptar:
https://www.viajenaviagem.com/2014/02/andaluzia-roteiro-7-dias/

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar