Florença

Índice de posts

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Florença no Viaje na Viagem

60 hotéis em Florença comentados pelos leitores

Florença: como furar fila na Uffizzi e na Accademia

Toscana sem carro: 5 bate-voltas de trem ou ônibus, saindo de Florença

Torre de Pisa como bate-volta de Florença

Assis, um pit-stop redondinho de trem entre Roma e Florença

Toscana de carro: um dia entre Cortona, Arezzo e Lucignano

Toscana de carro: um dia entre Monteriggioni, San Gimignano e Volterra

Toscana de carro: um dia no Val d'Orcia

Compras na Toscana: os outlets Valdichiana e Space (da Prada!)

Itália: roteiro básico de 9 dias (inclui Florença)

Itália: um roteiro de 15 dias (inclui Florença)

Como montar sua viagem à Europa

Europa: quantos dias em cada lugar?

Europa: roteiros de 9 dias

Europa: roteiros de 15 dias

Europa: avião, trem ou carro?

Trem na Europa: tudo o que você precisa saber

Como comprar a passagem aérea certa para a Europa

Dinheiro para viagem: euro x cartão pré-pago x cartão de crédito

Como estimar gastos de viagem

132 comentários

Bruno Cerboncini

Estive em Firenze por 8 dias em novembro/15. Estava frio e choveu alguns dias, mas nada que estragasse a viagem. No primeiro dia eu e minha esposa ficamos batendo perna por Firenze, fomos à Ponte Vecchio, à Catedral, ao mercado central, ao Palazo Medici, etc. No segundo dia fomos até a República de San Marino, como um bate-e-volta a partir de Firenze. Essa é uma dica que gostaria de deixar, pois é relativamente simples fazer esse bate-e-volta. Pegamos um trem na estação Santa Maria Novella até Bologna (trem com destino a Veneza). Descemos em Bologna e em seguida pegamos um trem até Rimini (trem com destino a Lecce). Descemos em Rimini e na frente da estação de trem há um ônibus que parte de hora em hora para San Marino, passagem no valor de 5 euros/trecho/pessoa no centro de informações ao turista. O trajeto de Firenze a San Marino leva aproximadamente 2,5 horas, e uma tarde é suficiente para conhecer a cidade murada.

Double Trouble

Visitei a Toscana e este blog foi uma preciosa ajuda. Continue com esse trabalho,Viaje na Viagem. Fantástico! Em Florença estive 4 dias e penso que seja o ideal para conhecer bem a cidade.

Para quem ainda vai a Florença, também fiz post sobre a cidade no meu blog: http://doubletrouble.pt/florenca/

Cris
CrisPermalinkResponder

Olá,

Em novembro próximo, ficarei por 6 dias inteiros em Florença, do dia 11 ao dia 17. Já conheço a cidade e pretendo, além de revisitá-la, fazer base para alguns bate-voltas na região da Toscana, ainda não definidos justamente em função de não poder prever o clima (li o relato acima sobre os colegas viajantes que pegaram chuva na mesma época), mas as cidades mais cotadas para tal são Siena / Pisa / Lucca ou San Gimignano

Em todo o caso, gostaria de saber de dicas (caso exista a possibilidade) de alguma vinícola da região "rural" da Toscana, cuja visita possa ser feita a partir de transporte público (ônibus) ou mesmo táxi ou van fretada, pois sou "desmotorizada" (não dirijo).

Um segundo pedido de dica: alguém pode me indicar um restaurante em Florença que seja ao mesmo tempo especial e BBB (bom, bonito e barato, ou que não seja proibitivo financeiramente, pelo menos), para passar o aniversário?

Abs,

Cris

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cris! Consegui achar esse horário de ônibus que vai de Florença ao Chianti. Localmente em agências de viagem você encontrará tours a vinícolas e/ou fábricas de azeite.

Vamos compartilhar sua pergunta do restaurante no Perguntódromo; havendo resposta, aparecerá aqui.

Cris
CrisPermalinkResponder

Boia,

Como não veio o link, apenas gostaria de saber se pesquiso os horários de ônibus no site da Trenitália (?!?) ou em outro site de transporte público da região da Toscana, colocado como destino Chianti.

Vou procurar também com a Viator, talvez encontre alguma programação já direcionada às vinícolas.

Obrigada de qualquer forma! smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cris! A gente usa o Google com os nomes das cidades e orari.

Aqui vai o link da linha Florença-Chianti que achei:
http://www.acvbus.it/orari/365.pdf

Neftali
NeftaliPermalinkResponder

Tratoria Zaza, ao lado do Mercado. Restaurante bem turistico, mas excelente. Recomendo o tortellini trufado ou o ossobuco com feijao branco. Pratos na faixa de 10/12 Euros. De lembrar fico com agua na boca...

Silvia Spinassi

Trattoria Sergio Gozzi, na Piazza di San Lorenzo. Lugar simples mas com comida maravilhosa!

Washington
WashingtonPermalinkResponder

Tratoria da ZaZa

Cris
CrisPermalinkResponder

Obrigada pelas dicas, pessoal! Tudo devidamente anotado! smile

Juçara Cunha
Juçara CunhaPermalinkResponder

Também indico a Trattoria da Zaza. Comi várias vezes lá quando estive em Florença e nunca me decepcionei. Ótimos pratos e uma excelente relação custo-benefício.

Arthur
ArthurPermalinkResponder

Vai por mim : Restaurante La Maremma http://www.ristorantelamaremma.com/ eu jantei por dois ou três noites seguidas. Serviço impecável comida deliciosa. Eu pedi sugestão do chefe, no outro dia provei massa, patas de rã e outras especialidades toscanas. No Oltrarno há tambem a pizzaria Gusto Pizza bem informal e o charmoso http://www.osteriasantospirito.it/ e http://www.borgoanticofirenze.com/sito/ . Os preços eram bem camaradas e muito boa comida

cyro
cyroPermalinkResponder

o chingiale bianco tem preços razoaveis e comida correta. fui no dia de meu aniversario e provei um bom javali. às margens do rio arno, o signorvino é uma rede presente em varias cidades da italia. ha vinhos a partir de 8,90 a garrafa grande e na happy hour os petiscos estao inclusos. o detalhe é que as mesas com vista para a ponte vecchio sao exclusivas para quem for jantar. o sorvete de pistache da la carraia (na ponte que leva o mesmo nome) é sublime.

Maria Cristina

Chegarei de trem à Florença. Tenho dificuldade para andar com malas, pela minha idade . Há possibilidade de taxi na estação de trem para me levar ao Hotel , atraves da via Panzani? Li que é zona de tráfico restrito. Agradeço sua resposta.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Cristina! Táxis e moradores têm permissão de circular pelo centro histórico.

Izabella Zava
Izabella ZavaPermalinkResponder

Oi, Bóia e Ricardo!
O site do Duomo diz que para poder subir o Duomo só comprando pelo site. Vocês sabem se essa informação é verdadeira ou se dá pra subir comprando na hora?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Izabella! O que o site diz é que é preciso "prenotare" a subida -- reservar um horário. Para reservar um horário, você precisa ter o número ingresso. Para ter o ingresso do ingresso, você precisa ter comprado o ingresso. A maneira mais prática é fazer tudo direto no site. Mas se você quiser, pode ir até Florença, comprar um passe da Opa numa bilheteria física, pegar o número, entrar o site e reservar para algum horário que tenha sobrado.

Izabella Zava
Izabella ZavaPermalinkResponder

Muito obrigada, Bóia! Vou comprar logo então porque é mais prático. Apenas uma outra dúvida: o site (ilgrandemuseodelduomo.it é o oficial né?) diz que a reserva de horário para Campanile e Museu são facultativos, tem muita fila nessas duas atrações agora em fevereiro? Preferia reservar só a Cúpula mesmo...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Izabella! Não acredito que as filas sejam grandes em fevereiro. Mas para a cúpula a reserva é obrigatória. O site é o oficial.

Izabella Zava
Izabella ZavaPermalinkResponder

Olá, bóia! Estou passando aqui só pra dar uma dica: peguei uma fila de mais de uma hora pra subir o Campanile em fevereiro, então recomendo que quem pretende subir o Campanile também reserve horário pra entrar direto. Recomendo que reserve o Campanile pra 2 horas depois da cúpula. Assim dá pra ver a Cúpula com tranquilidade (já que a subida demora um pouco pois é pelo mesmo lugar da descida e os funcionários são enrolados). E se você conseguir ser mais rápido e tiver tempo antes do Campanile dá pra usar esse tempo visitando o batistério.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Atenção: Bóia de férias! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 1º de fevereiro de 2017. Obrigado pela compreensão.

Cancelar