Roma

Cidade aberta

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Roma é uma cidade ocupada por história e mitologia.

Fontes, palacetes e templos aparecem a cada curva; os prédios mais novinhos que você verá terão 150 anos. Juntinho ao centro da cidade, ruínas imperiais desafiam a sua imaginação. Um outro império, porém, resiste, do outro lado do Tibre: o Vaticano.

Para dar conta de tudo isso você precisa de tempo e preparo fisico. Destrinchar Roma requer agenda e disposição para bater perna e comer poeira. (Em Roma, faça como os forasteiros: leve uma garrafinha e encha de graça nas bicas que há na cidade inteira.)

Sempre que puder, saia do eixo mais turístico – Piazza di Spagna-Fontana di Trevi-Pantheon. No Campo de’ Fiori, no Trastevere, em San Giovanni e no Testaccio nossos colegas ainda são minoria.

Quando ir

A época ideal é primavera: abril e maio têm pouca chuva e a temperatura encosta nos 20 graus de vez em quando.

Junho ainda é encarável, mas julho e agosto são para os fortes: além do calorão, é preciso enfrentar as multidões que todo meio do ano repetem as invasões bárbaras.

O outono (a partir de meados de outubro) é menos interessante do que a primavera porque é mais chuvoso. Mas é preferível ao verãozão. No inverno, temperaturas mínimas próximas de zero afugentam as hordas. É uma época interessante – desde que você vá com tempo sobrando (os dias são curtos…) e não tenha medo de frio.

Como chegar

Só a Alitalia voa direto a Roma, saindo de São Paulo. A TAM só voa a Milão (também de São Paulo). Todas as outras cias. européias levam a Roma com uma conexão.

Se o seu ponto de partida for de qualquer lugar da Itália continental, chegue a Roma de trem, que agora tem um tronco norte-sul ultra-rápido. Caso você desçar em Milão e fique uns dias por lá, vale a pena continuar a Roma pelos trilhos: são 2h59 na linha rápida direta.

Onde ficar

Dá pra ficar na região do Termini? Se não desse para ficar, não haveria taaantos hotéis por lá. É prático: você vem de trem do aeroporto e pode ir a pé ao hotel. Há ônibus e metrô fáceis para o centro histórico.

Não é perigoso, mas é mal-encarado. Por isso meu conselho é: antes de se render ao Termini, tente em lugares mais agradáveis. Campo de’ Fiori e Trastevere têm alguns hotéis simpáticos. Monti, no meio do caminho entre o Termini e o centro histórico, é um centro hoteleirinho interessante. (Já o Vaticano acho fora de mão.)

Para alugar, minha dica é a mesma: Campo de’ Fiori e Trastevere.

Daqui pra onde

O bate-volta mais comum é às ruínas de Pompéia; saindo cedo, ainda dá para fazer um pit-stop em Nápoles (1h10 a Nápoles, mais 35 minutos de trem suburbano).
Ostia Antica está a meia hora de trem; Tívoli, a 1h20 (de ônibus); Assis, a 2h de bumba.

Florença está a apenas 1h15, mas fazer como bate-volta é um pecado. Outro bate-volta a evitar é Capri; deixe para uma viagem tranqüila à Costa Amalfitana entre maio e setembro.

Em viagens picadinhas, cuide para não alocar menos do que 4 dias a Roma. O trio Roma-Florença-Veneza requer ao menos 10 dias.

Roma no Viaje na Viagem

273 comentários

jorge
jorgePermalinkResponder

Bom dia boia, espero que você possa me ajudar, o que me diz a respeito do hotel Milani em roma, é um bom hotel ? tenho tanto medo de ir viajar e me perder, me diga também, vou para veneza depois de roma, onde eu pego o trem ? desde já agradeço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jorge! O Hotel Milani fica na região do Termini. Veja no guia acima o que falamos sobre esta região. Para saber mais sobre o hotel, você pode ler as resenhas dos ex-hóspedes do Hotel Milani no Booking.

Não sabemos se você já comprou suas passagens de trem ou não. Mas existem trens que saem da estação Termini, que fica bem perto do seu hotel.

Ferreira
FerreiraPermalinkResponder

Pessoal acabo de voltar de uma viagem de 24 dias pela Europa. Passei 5nts em Roma, adorei a cidade, estava um frio bem gosto, em torno de 8 graus.
Tanto no chegada quanto na saída da cidade usei os serviços de transfer da empresa Elmocar, super pontual, com carro novo e motorista simpático. Só que no meu último dia de Roma, quando estava indo para o aeroporto, já fora do centro histórico, o pneu do carro que fazia o transfer furou ao cair em um buraco.
Eu sei que isso pode acontecer, tanto que me ofereci para ajudar na troca do pneu furado, estava com minha filha de 8 anos e minha esposa em uma estrada fora da cidade.
Para minha surpresa fui informado pelo motorista que o carro não tinha macaco.
Achei que fosse brincadeira. Não era. O motorista andava de um lado para o outro sem resolver nada. Pedi que ligasse para outro motorista com outro carro.
Avisou que não tinha. Havia um carro da policia perto, que eu não sei porque o motorista se recusou a pedir ajuda. Seria a atividade ilegal.
Fiquei bem nervoso, pois vi que perderia o voo. Comecei a tentar para um taxi no meio da estrada. Só consegui um taxi depois de uns 20 minutos e quase perdi meu voo para o Rio.
Não usem os serviços da Elmocar. Furar um pneu pode acontecer, não ter um macaco para trocar é brincadeira.

Andréa Silva
Andréa SilvaPermalinkResponder

Viajarei Rio-Roma e ficarei por nove dias na Itália e pretendo visitar Roma, Florença e Siena. Qual sua sugestão de divisão de dias:
OU 5 dias em Roma, 2 em Siena e 2 em Florença
OU 4 dias em Roma, 3 em Siena e 2 em Florença
OU outra....
4 dias seriam suficientes para Roma?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Andréa! Sem bate-volta a Nápoles/Pompéia, dá para considerar até 3 dias inteiros em Roma, sem contar com o da chegada.

eleuza rossitto

oi,boa tarde.
Estou confusa pode me ajudar? Estou esperando a resposta para a audiência com o papa na quarta,como pretendo conhecer a capela cistina e o museu não sei se é melhor comprar ingressos para quarta mesmo e que horario ou se terça depois do coliseu seria melhor opção.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eleuza! Aproveite a viagem ao Vaticano, compre para o mesmo dia, num turno diferente da audiência.

eleuza rossitto

muito obrigada, vou comprar já!

Peter
PeterPermalinkResponder

Olá Bóia,
Onde encontro dicas de restaurantes em Roma no VNV?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Peter! Não temos dicas específicas de onde comer aqui no site. Apenas tente evitar restaurantes com “menu turístico” ou menu em 4 línguas na porta. Tanto no Campo de Fiori quanto no Trastevere você encontrará esse tipo de restaurante.

Para mais dicas de como escolher restaurante em viagens, veja:
http://www.viajenaviagem.com/2012/09/7-dicas-escolher-restaurantes

Peter
PeterPermalinkResponder

Ok, obrigado!

ane
anePermalinkResponder

Dia desses pedi aqui a opinião sobre viajar pela Alitalia. Houve uma resposta, de Guilherme, que teve boa experiência. No entanto, esta semana, no site Melhores Destinos, onde divulgavam uma promoção de passagens desta empresa, vi váááários relatos de péssimas experiências e, pior, sobre o Aeroporto Fiumicino. Não só existiria uma quadrilha que rouba malas nas esteiras (já pensou a gente se demorar na Imigração?), como furtos de objetos de dentro das malas. Além da possibilidade da mala não chegar! Quando qualquer coisa dessas ocorre, contam que a Alitalia não dá NENHUM tipo de assistência...Fiquei super apreensiva. No Reclame Aqui há centenas de queixas registradas... Pensando até numa maneira de sair do Rio .ir até não sei onde e chegar a Roma de trem..Não sei como me planejar. Viajo só.

Maria das Graças

Ane, faça como eu. Viaje com uma mala de cabine com 4 rodinhas. Independente da duração da viagem e da estação de ano é o suficiente. Viajo sempre assim. Neste final de ano fiz a minha 1ª viagem no inverno. Foram 40 dias na Europa. Além da mala de cabine levo uma sacola de mão onde vão os documentos de viagem, remédios e outras tranqueiras. Essa sacola eu encaixo no puxador da mala e lá vou eu.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Se vc for deixar de viajar por conta de queixas contra companhias aéreas, acho que não viaja mais para lugar algum. Se não está segura com a Alitalia, vá de Lufthansa ou Swiss (mas são vôos com conexão) que são reconhecidamente melhores. Ou então cacife logo uma ida de Turkish ou Emirates. Mas vale lembrar que nada disso te garantirá que nada vai acontecer.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ane! O que o Thiago disse smile

ane
anePermalinkResponder

Maria das Graças, a opção pela mini mala, é de se considerar. Quanto à escrita de Thiago , endossada por Bóia, é o tipo de resposta que em nada contribui. Aliás, a irônica sugestão de CACIFAR uma passagem por uma cia. TOP é de um esnobismo tolo. Bem, viajo muito, desde criança. Desde a Cruzeiro do Sul, passando pela Panair, Varig...Air France, KLM, TAP...Então, estou acostumada a me adaptar ao humor dos funcionários, ao conforto/desconforto da classe em que viajo... Aliás, sou Viajante e não Turista. Não me hospedo em hotéis - alugo apartamento, foco minhas andanças em áreas não turísticas, só me locomovo nas cidades em transporte coletivo, me perco nas feiras e mercados. Não temo. O que quis compartilhar aqui é a informação do montante de queixas contra a Alitalia e pedir sugestões. Maria das Graças quis contribuir, agradeço. Quanto aThiago e Bóia....Bem...

Felipe
FelipePermalinkResponder

Engraçado, eu achei a resposta do Thiago bem colocada e acredito que ela contribui no sentido de deixar claro que viajar, necessariamente, envolve riscos. A sugestão de outras companhias aéreas, também, me pareceu bem pertinente e não soou nada esnobe. Enfim, acho, mesmo, que a palavra é metade de quem diz e metade de quem ouve.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

grin

Juliana Carneiro

Adorei o site e muito o tenho lido nas últimas semanas... porém, ainda fico com receio de não estar fazendo a melhor programação e queria ajuda para melhorá-la.

Pretendo viajar com meu marido em maio, iremos primeiro à Espanha e depois para a Itália. Nossa programação, que, por ora, está dividia em três bases - Roma, Florença e Veneza, é:
06/05: chegada em Roma (vindos de Madri).
07, 08, 09, 10/05: Roma
11/5: Nápoles/Pompéia
12 e 13/05: Florença
14/05: percorrer a Via Chiantigiana
15/05: Vicenza
16/05: Verona
17 e 18/05: Veneza
19/05: de Veneza para Porto Alegre.

Gostaria de dicas quanto:
1) a usar Veneza (que é mais próximo) ou Florença (que dizem ser mais barato) como base para ir à Verona e Vicenza.

2) da melhor localização para hospedarem.
Em Roma pensamos em ficar no Trastevere.
Em Florença perto da estação Sta. Maria Novella; e em Veneza (li que Mestre é mais em conta, mas vou fazer muita coisa a pé e, por isso, achei melhor ficar em Veneza mesmo).

Por fim, ouvi dizer que seria interessante deixar pelo menos uma noite sem hotel programado para, quem sabe, ficar em algum lugar pela Via Chiantigiana. O que vocês acham?

Desde já agradeço pelas respostas, bem como por quaisquer outras dicas que puderem fornecer.
Abraço, Juliana.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Não estrague um dia da sua viagem procurando hotel. Ou você vai gastar seu valioso tempo de férias batendo de porta em porta, ou você vai se contentar com o que sobrou, ou as duas coisas. Se você quer passar um dia num hotel do interior da Toscana, pesquise e reserve de antemão.

http://www.viajenaviagem.com/2014/07/hoteis-interior-toscana-recomendados

As localizações estão boas. Faça os bate-voltas desde Veneza, mas só depois de dar Veneza por vista.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2014/02/10-dicas-veneza

Juliana Carneiro

Primeiro: muiito obrigada por um retorno tão rápido (especialmente porque estou dependendo disso para fechar aéreo e hotel).

Segundo: e ficar já hospedada em Verona (fazendo bate-e-volta só à Vicenza)... não seria melhor do que ficar em Veneza?
Aí eu deixaria Veneza para Veneza mesmo.

Mais uma vez: obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! No nosso entender, Veneza é incomparável. Nâo perderíamos a chance de ficar mais dias em Veneza.

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Olá Ricardo.
Eu e minha esposa estamos programando uma viagem à Itália. É possível montar um roteiro para nós ou dar algumas dicas do que poderíamos fazer em 10 dias. A questão principal, é que só temos as férias de julho ou de janeiro para ir, pois somos professores. A princípio pelas dicas que já lemos no blog, pensamos em nos basear em 3 cidades, Roma, Florença e Veneza. Também gostaríamos de saber se ir em Janeiro poderia prejudicar a viagem em razão dos dias curtos e tempo ruim, já que o frio não seria problema para nós...ou acredita ser melhor ir em julho?...o problema é que o calendário de julho é mais apertado para nós...desde já agradecemos!

Felipe
FelipePermalinkResponder

Olá Bóia! Preciso fechar meu roteiro em Roma, mas estou há dias procurando informações de dias de atrações turístico-culturais fechadas e não encontro. Será que consegue me ajudar nessa? Fiz um roteiro baseado em um que encontrei na net. Seria o seguinte, chegando em 13/05 (quarta):
Dias inteiros: 14, 15, 16 e 17 + o dia 18 até às 20:00hs (pego trêm noturno p/ Veneza saindo às 22:35)...
14/05 (qui) - Museus Vaticano + Capela Sistina; Trastevere; Termas de Caracalla; Piazza Venezia

15/05 (sex) - Basílica de São Pedro; Castelo de Sant'Angelo; Campo dei Fiori / Mercado Fiori; Praça Navona; Panteão; Igreja Sant'Ignazio di Loyola; Igreja Santa Maria in Cosmedin / Bocca della Veritá

16/05 (sab)- Coliseu + Palatino +Fórum Romano; Fóruns Imperiais / Mercado de Trajano / Monumento Vittorio Emanuelle II + Subida da Escadaria + Museus; Basílica di Santa Maria in Aracoeli; Piazza del Campidoglio; Museus Capitolinos; Piazza Venezia

17/05 (dom) - Piazza Della Repubblica + Termas Diocleciano; Fontana De Trevi; Escadaria Di Spagna; Igreja Trinitá Dei Monti; Piazza Di Spagna; Piazza Del Popolo; Santa Maria Del Popolo + Capela Chigi; Piazza Di Montecitorio; San Giovani In Laterano; Igreja Santa Maria Maggiore; Igreja San Pietro In Vicoli

18/05 (seg) - dia livre - ir onde não deu para ir.

Dúvidas: (i) algum desses lugares que vou estarão fechados dado o dia do roteiro? (ii) o ingresso do Vaticano me dá acesso ao quê (já que estou pretendendo dividir em dois dias)? (iii) Segunda-feira geralmente é o dia com maior quantidade de atrações fechadas. Mas não encontro nenhuma lista atualizada (encontrei para Paris) para poder me ajudar no roteiro.

Pretendo comprar o Roma Pass para 3 dias na hora, e se possível, baseado nesse roteiro (se foi viável), me ajuda a escolher quando da ativação do mesmo?

Sei que a lista ficou grande... o máximo de informações que conseguir me dar serão de grande ajuda e orientação.

Abraços,
Felipe

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe!

Nosso esquema para quatro dias está neste post:
http://www.viajenaviagem.com/2012/06/roma-pass/

Felipe
FelipePermalinkResponder

Obrigado Bóia. Mas já tinha lido todos estes posts.
Não diz os dias em que as atracoes estão fechadas...
E não diz o que o ingresso do vaticano esta incluso (ainda mais do jeito que queria fazer, dividindo em dois dias).
Mas de toda a forma, agradeço seu retorno.

Grande abraço.
Felipe

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe! O Vaticano fecha aos domingos, está no site:
http://www.museivaticani.va/3_EN/pages/z-Info/MV_Info_Orari.html

Coliseu e Fórum abrem todos os dias. Galleria Borghese e Castelo Sant'Angelo fecham na segunda. Há catacumbas abertas todos os dias (fecham em dias alternados).

Felipe
FelipePermalinkResponder

Bom dia, Bóia! Era exatamente disso que precisava!
Sempre, meu muito obrigado!
Abraços!

Felipe
FelipePermalinkResponder

Bóia!

Se eu ativar o meu Roma Pass às 14:00hs de um dia, o cartão irá expirar 72 horas depois? Ou tem alguma pegadinha do tipo "expira à meia noite do terceiro dia...", sei lá.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Felipe!

Leia sobre o Roma Pass, e eventualmente pergunte sobre o Roma Pass, no post do Roma Pass. Ele está linkado nesta página justamente para ser consultado:

http://www.viajenaviagem.com/2012/06/roma-pass

Paulo Cesar Pelaes Aguiar

Boa tarde!!!

Boia

Vou para roma na sexta 06/03/2015, vou descer no cdg em paris e decidi comprar as passagens para roma no proprio cdg, você acha que terei algum problema?
E fazer os bate e volta de scooter, você acha que terei algum problema?

grato, paulo aguiar

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paulo César! Não se viaja assim. Passagens na hora custam os olhos da cara, isso se você conseguir lugar.

Scooter na estrada não é assunto para site de turismo, procure um forum de motociclistas.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2012/01/passagens-internacionais-como-evitar-o-erro-mais-comum

bia tahan
bia tahanPermalinkResponder

Boa noite! Vou para Roma de 16 a 27 de abril e tenho muito interesse em fazer um bike tour pela região da Umbria, dessas viagens guiadas, com logística de hospedagem, bike e refeições. alguém me indicaria uma empresa especializada? obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bia!

Esta é uma boa fonte:
http://www.biketours.com/

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.

Cancelar