Santiago

Ordem e progresso

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

A capital do Chile é o espelho perfeito da trajetória recente do país.

Limpa, ordeira, afável,  moderna – Santiago é um modelo de eficiência. Constatar a existência de uma cidade tão civilizada nas nossas latitudes já vale a viagem. Se bem que, quando o fog dá uma trégua e deixa entrever a Cordilheira ao fundo, o adjetivo que vem à sua cabeça é: linda.

O Centro ainda conserva alguns prédios históricos, e praticamente monopoliza as atrações turísticas. Continuando pela Alameda chega-se a Providencia, um importante bairro comercial. Mais adiante, El Golf e Vitacura revelam a nova Santiago, de avenidas amplas e prédios moderníssimos; é a região dos negócios e do lazer da elite.

O Chile inteiro não cabe numa viagem só. Aproveite para descobrir um pouco mais de Santiago a cada visita.

518 comentários

Paulo Vitor
Paulo VitorPermalinkResponder

Eu planejei viajar no começo de junho para Santiago, mas desisti porque o histórico climático de neve indica que começa a nevar no Valle Cerrado a partir de meados de junho.
Encontrei o histórico anual, por dia de neve, no link abaixo:
http://www.onthesnow.com/chile/valle-nevado/historical-snowfall.html?&y=2008&q=base&v=graph

francisco
franciscoPermalinkResponder

Efectivamente amigo la nieve empieza a caer con las primeras lluvias en mes de junio pero es relativo. Saluda a voce Francisco motorista en turismo chile

Maiara
MaiaraPermalinkResponder

Boa tarde!

Estou cheia de dúvidas. È a minha primeira viagem para o exterior, e quero ir para o Chile em agosto desse ano. Quero muito conhecer o país e esquiar. Pretendo ficar 1 semana, é o suficiente, para conhecer os lugares mais conhecido e esquiar? Qual o valor que eu posso levar para a viagem, fazendo tudo da forma econômica? Onde ficar, o que fazer. Vale a pena ficar no centro de Santiago e fazer passeios para outras cidades? Alugar carro por uns 3 dias é válido?
Pode me passar dicas de hotéis, agência de viagem, entre outras.
Aguardo!

Lia
LiaPermalinkResponder

Veja o meu roteiro, talvez possa ajudar. smile

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

Boa noite!!! Passei seis dias em Santiago, cheguei no dia 01/03/15.
Bom, achei Santiago lindo, organizada, limpa. Fiz alguns passeios como no Turistik é um ônibus vermelho q VC paga o passeio p conhecer alguns pontos turístico. Conheci TB o valle nevado e Farellones q pena não estava nevado, TB conheci as gomosas Cordilheiras dos Andes, sensacional. Fui ate Valparaíso e Vina del Mar. Conheci o morro de Santa Lucia, parque Arauco, museu belas Artes, praça das armas, e onde se concentra uns bares q é o patio bela vista bem sofisticado.
Agora achei tudo muito caro lá, nossa!!!!
Mas TB o real ta desvalorizado...
Tem varias casas de câmbios na rua Agustinhas a mais famosa é AFEX, mas vale apena pesquisar.

Cristiano
CristianoPermalinkResponder

Oi Carolina, ia justamente perguntar sobre a moeda, se é melhor trocar em Santiago ou aqui no Brasil, já fui em Santiago em 2011, lembro que muitos lugares aceita o Real, como vc fez?

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Cristiano, já viu esse post?
http://www.viajenaviagem.com/2011/12/que-moeda-eu-levo-para-o-chile

Sobre Santiago, quando fui em 2012, achei que as coisas tinham o mesmo preço de SP, o que definitivamente não é barato.

Cristiano
CristianoPermalinkResponder

Ok, valeu pela dica.

francisco
franciscoPermalinkResponder

El valor de la comida es mas caro en chile pero hay lugares que no son turísticos y el valor es mucho mas bajo saludos Francisco motorista

Aline Albuquerque

Cristiano,

Estava em Santiago, fui a Mendoza e retornei a Santiago.

Não vale a pena comprar pesos no Brasil. Traga reais ou dólares ou os dois e troque nas casas de câmbio de Santiago (fora do aeroporto para pegar cotação melhor).

Em Mendoza o real já não é tão aceito em restaurantes e vinicolas, mas alguns ainda aceitam na cotação de 1 real = 4 pesos.
Mas em Santiago muito difícil o comercio aceitar real. Mais fácil trocar nas casas de cambio na Rua Augustinas. (Dólar todos aceitam).

Estou em Santiago hoje (10.03.15), pretendo seguir os conselhos do site, aproveitar o que a cidade tem de bom e usar transporte público.

Até consultei serviços de passeio, mas achei salgados para meu orçamento. Carolina, como fez os seus passeios?

Pretendo fazer o onibus Turistik amanhã e acendei Concha y Toro diretamente no site deles (vou na condução indicada aqui).

abraços e espero ter ajudado.

Aline

Lia
LiaPermalinkResponder

Se vai pegar o TURISTIK, vá bem cedo, principalmente se pretende descer em algum dos pontos. Peguei as 11hs da manhã, desci na Bella Vista para almoçar e visitar a casa de Pablo Neruda, e pronto, deu 17hs não passava mais turistik e voltamos de taxi, foi muito dinheiro gasto a toa.

Aline Albuquerque

Oi Lia,

Peguei o Turistik hoje, voltamos no ônibus que passou 17h15 na Bela Vista (não sei se teve outro depois) e chegamos na Providência 19h30, devido ao intenso engarrafamento em Santiago (horário do rush).

Lia, também tivemos a sensação de que rodamos muito e fizemos pouca coisa no tour de bus. Como compramos um combo da Turistik (Valparaíso + uma tarde em Concha y Toro + 2 dias de ônibus = 65 mil pesos por pessoa) . Ainda temos um dia para recuperarmos o que não deu para fazer hoje.

Espero ter ajudado aos demais que estão pesquisando preços e opções de passeios.

Cristiano
CristianoPermalinkResponder

Valeu, obrigado.

glauco de moraes

Sou de Salvador, moro aquí no Chile, tenho taxi, e faço todos os passeios, telefoneó de contacto é +56963063953

Cristiano
CristianoPermalinkResponder

Glauco, me passa seu email, somos dois casais.

Larissa Lima
Larissa LimaPermalinkResponder

Glauco, me passa seu email. Sou sua conterrânea, irei em junho.

Eliana
ElianaPermalinkResponder

Glauco me passa teu e-mail. Vou para o Chile agora em abril com minha filha. É nossa primeira vez em Santiago.

GEANDERSON DA SILVA RIBEIRO

Glauco,

Me passe seu e-mail. Também já tenho viagem agendada para junho.

Grato.
Geanderson

Eliane
ElianePermalinkResponder

Glauco, estarei indo ao Chile em setembro. Me informa seu email para poder contacta-lo.

joseli da Silva

"Olá,pessoal,fui ao Chile,com o Sr. Glauco de Moraes me assessorando, ele conhece bem tudo, nos dá dicas, sem contar que é um brasileiro em que podemos confiar, fiz ótimos passeios, desde lugares badalados, restaurantes aconchegantes,passeios culturais, até passeio litorâneo. Para todos os gostos
Fui bem recebida, me senti segura e acolhida,ele faz o translado Aeroporto. vale a pena conferir.
Contato: +56963063953
Email:garoto40santiago@hotmail.com

Luiz e Kelly
Luiz e KellyPermalinkResponder

Pessoal, estou em Santiago e troquei reais por peso no passeio para Vina del Mar, mas é necessário, aceitam cartão de credito tranquilamente.
Quanto a compras barstas ainda não achei nada, mas dá para comprar melhor que em alguns locais de São Paulo.

Paula
PaulaPermalinkResponder

Pessoal, utilizamos várias dicas do Viaje na Viagem quando fomos ao Chile e contamos nossa experiência e damos algumas dicas no Comer, Dormir e Viajar.
https://comerdormireviajar.wordpress.com/
Gostaremos da visita! smile

Camila
CamilaPermalinkResponder

Pessoal, alguém vai pro Chile em abril?

manoelita
manoelitaPermalinkResponder

Oi Camila,vou em abril!

Shirley Rocha
Shirley RochaPermalinkResponder

Olá,
Glauco me passa teu email, estou com viagem agendada pra o chile.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Durante essa noite caíram 20 cms de neve em Valle Nevado:
www.vallenevado.cl/pt/informacao/
Pra quem está em Santiago e quer conhecer a neve é uma boa. Provavelmente até o fim de semana essa neve vai derreter. Mas as previsões para essa temporada de esqui são boas. A estrada para Mendoza chegou a estar fechada pelas nevadas, mas já foi aberta.
O tempo está muito estranho no Chile, seco e quente no Sul, muita chuva no desértico Norte. Na região de Atacama nos últimos dois dias choveu o esperado para 4 anos, os aeroportos de Antofagasta e Copiapó estão fechados e há Estado de Catástrofe devido às enchentes, as piores em mais de 40 anos, várias estradas estão interrumpidas.
San Pedro de Atacama, apesar de não ter sido o lugar mais afetado, também está sofrendo o efeito das chuvas:
http://www.soychile.cl/Calama/Sociedad/2015/03/26/312572/Sector-turistico-en-San-Pedro-de-brazos-cruzados-por-las-lluvias.aspx
Quem tem viagem marcada pra lá nos próximos dias poderia enfrentar um pouco de dificuldade. Mas a situação deveria lentamente voltar ao normal, já não se esperam chuvas tão intensas.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Enquanto isso, em Pucón, o vulcão Villarrica continua com sua TPM e logo logo vai fazer uma nova erupção, de relativa baixa intensidade.
Realmente, conhecer o Chile é uma aventura...

Gleyson
GleysonPermalinkResponder

Pra quem tem dúvidas de como chegar por conta na Vinícola Emiliana, vou contar como eu e minha esposa fizemos.
Ligamos reservando a visita e o funcionário da vinícola nos ensinou.
Pegamos o ônibus para Viña Del Mar que sai a cada 15 minutos do terminal de ônibus que fica na estação de metrô "Universidad de Santiago" (que podem ser da Pullman ou Tur Bus). Compramos já na ida as passagens de volta, sem horário marcado (e isso é importantíssimo, pois não tem como comprar a volta perto da vinícola).
Ao entrar no ônibus avisamos ao motorista que desceríamos no meio do caminho, num lugar chamado La Vinilla. De lá seriam 20 minutos de caminhada até a vinícola Emiliana.
Entretanto, o motorista nos perguntou em qual vinícola iríamos e fez a gentileza de nos deixar na frente da Emiliana.
Após a visitação, voltamos a pé até La Vinilla, para o ponto de ônibus mais próximo na estrada. Uma vez na estrada você tem que chacoalhar seu bilhete para que o ônibus veja que você quer embarcar. Não se pode pagar diretamente ao motorista, por isso a necessidade de já se ter comprado o bilhete de volta.
Tudo foi muito tranquilo. Recomendo esse jeito aos que curtem fazer os passeios por conta.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Cancelar