Santiago

Ordem e progresso

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

A capital do Chile é o espelho perfeito da trajetória recente do país.

Limpa, ordeira, afável,  moderna – Santiago é um modelo de eficiência. Constatar a existência de uma cidade tão civilizada nas nossas latitudes já vale a viagem. Se bem que, quando o fog dá uma trégua e deixa entrever a Cordilheira ao fundo, o adjetivo que vem à sua cabeça é: linda.

Quando ir | Como chegar | Onde ficar | Onde comer | O que fazer

O Centro ainda conserva alguns prédios históricos, e praticamente monopoliza as atrações turísticas.

Colados ao Centro, os barrios Lastarria e Bellavista são pólos gastronômicos com boas opções de hospedagem.

Providencia é o bairro do comércio e uma das regiões preferidas dos brasileiros.

Mais adiante, El Golf e Vitacura revelam a nova Santiago, de avenidas amplas e prédios moderníssimos. Os hotéis mais estrelados e restaurantes top estão por lá.

O Chile inteiro não cabe numa viagem só. Aproveite para descobrir um pouco mais de Santiago a cada visita.

779 comentários

Vera Lucia Mastrangelo

Pretendo ir a Santiago em janeiro. Sou da terceira idade e fiquei um pouco assustada com os comentários sobre os serviços de táxi. O UBER funciona lá? Será que não há perigo de mulher da terceira idade fazer uso desse serviço? Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vera Lucia! O Uber funciona lá. Não há nenhuma diferença entre usar Uber lá e aqui; treine por aqui e tudo vai dar certo lá.

http://www.viajenaviagem.com/2017/06/santiago-furtos

Felipe Chaves
Felipe ChavesPermalinkResponder

Vera, estive agora em agosto. O Uber funciona! Mas não é rápido. Das 4 vezes que chamei o Uber, em 3 demorou cerca de 30 minutos pra chegar (o motorista parecia perdido pra achar o endereço que eu estava e eles mesmos cancelavam a corrida), uma das vezes demorou tanto que eu cancelei a corrida e peguei um táxi (deu o mesmo preço que o Uber estimou).
Os taxistas de lá são mal falados, mas usei 2 vezes sem nenhum problema... Eu ia no lado deles com o GPS do celular na mão, pra intimidar mesmo.

Shelly
ShellyPermalinkResponder

Quero fazer um relato. Estou em Santiago e tive uma experiência ruim no restaurante 100 Montadito no Pátio Bela vista. Eu e meu marido jantamos , pagamos a conta e fomos embora esquecendo na mesa nossos documentos de identidade, nossos cartões de crédito e em torno de 50.000 pesos, tudo estava junto , amarrado com um elástico . Voltamos ao restaurante após 15 minutos para procurar e num primeiro momento disseram q só haviam encontrado meu cartão de crédito e minha identidade. Insistimos que estava tudo junto e magicamente uma garçonete apareceu e disse q a identidade e cartão de crédito do meu marido estavam caídos no chão . E o dinheiro, sumiu !!!! Cuidado com este restaurante!!!

Rodrigo Amorim

Olá!
Pretendo ir a Santigo do Chile mês que vem e vi que os voos mais baratos são com escala de ao menos 6 horas em Buenos Aires. Vale a pena sair do aeroporto durante a escala?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rodrigo! Cuidado com esses vôos. Veja se não envolvem troca de aeroporto em Buenos Aires. Mesmo se não houver troca de aeroporto, a economia dificilmente vai compensar o transtorno e o aumento tempo de viagem para ir aqui do lado. Caso você queira mesmo ir nesse esquema, não invente. Essa parada não é uma oportunidade para turismo, não há tempo para nada além de aumentar o stress e acrescentar custos (sair e voltar de aeroportos sempre é caro, demorado e estressante).

Róridan
RóridanPermalinkResponder

Não é a mesma coisa daqui. No Chile existe e funciona, mas É PROIBIDO! Se você estiver sozinho, deve ir no banco da frente, para não dar na pinta. Se estiver acompanhado, um de vocês também deve ir na frente. No mais, tudo tranquilo!...

Paulo Ferreira

NÃO PEGUEM TÁXI EM SANTIAGO! Todos forma de alguma forma desonestos, exceto do aeroporto para o hotel. As autoridades deveriam tomar providências, policiais a paisana que pegasseem táxi nos pontos turísticos, pegariam vários desses ladrões e alguns perigosos

Alexandre Mendes

Srs.: Agradeço as dicas encontradas neste Site, todas excelentes. Estive em Santiago de 18/07/2017 a 24/07/2017 e foi maravilhoso. Adoramos a cidade e esperamos voltar, pois 7 dias foi muito corrido.

MARIA F G R VENTURA

Olá, estou embarcando para Santiago dia 01 de Setembro, daqui há 10 dias. Como estou indo com crianças e meu vôo chega 22h lá queria levar algumas coisas como leite em pó, biscoitos, iogurtes e doces na mala para eles comerem, pois chegaremos ao apto que alugamos bem tarde. Queria saber se é possível levar essas coisas na bagagem despachada, porque sei que o Chile tem uma política rígida com a entrada de alimentos no país. Desde já agradeço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria! Nem pense em iogurte ou nada que esteja in natura.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi MARIA! O mais importante é que você declare esses produtos ao momento de entrar no Chile, no formulário que vão te entregar no avião. Biscoitos e doces podem entrar, o leite em pó só se estiver fechado e lacrado na lata. Já o iogurte acho que pode ser barrado, fora que pode estragar sem refrigeração. Carnes ou produtos que possam ter sementes (frutas ou feijão, por exemplo) não entram nem se estiverem com o Papa.
Depois de retirar suas malas despachadas da esteira, você vai passar pela aduana e pelo SAG (a Anvisa chilena), onde terá que entregar a declaração. Todas as malas passam por Raio-X, se você tiver declarado o fiscal só perguntará o que está trazendo e pode pedir para abrir a mala para ver o leite em pó. Se não declarar, a multa pode chegar a 500 dólares. Declarando você não deveria ter problema.

CM
CMPermalinkResponder

Retornei há pouco de Santiago com minha esposa em uma viagem excelente. Gostaria de agradecer ao site Viajenaviagem, pois diversas dicas foram retiradas daqui e ajudou bastante a montar o roteiro de viagem.

Segue um resumo do roteiro que fizemos.
1º dia: chegamos à noite. Taxi para o hotel e jantar no Liguria, que era bem próximo.
2º dia: de metrô para o centro (pontos históricos, lojas, câmbio). Almoço no Como agua para chocolate. A tarde, casa de pablo neruda cerro san cristobal, cerro santa lucia, funicular, teleferico. Jantar no barandiaran
3º dia: de metrô para a loja Skitotal. De lá para o Valle nevado de van. Almoço no monte bianco. Retorno à Santiago no fim da tarde e jantar no tiramisu.
4º dia: de metrô para a loja Skitotal. De lá para o Farellones de van. Almoço num restaurante na entrada do parque. Retorno à Santiago no fim da tarde e jantar no Tambo.
5º dia: alugamos um carro. Fomos para o parque bicentenario e almoço no Mestizo. À tarde costanera center + sky costanera. Jantar no Aqui esta coco.
6º dia: de carro para Valparaiso e Vina del mar (tem um cassino muito legal). Almoço em Valparaiso num desses restaurantes ''menu do dia'' (lá tem muitas opções). Retorno a santiago e jantar no Borde rio (Pesqueiro)
7º dia: de carro para embalse el yeso. Muita névoa na subida, visibilidade quase nenhuma. No el yeso estava nevando um pouco. A descida foi mais tranquila. Depois fomos no el volcan e almoço num restaurante em San jose del maipo. Retorno a santiago e jantar no Bali hai.
8º dia: visitas nas víniculas Concha y Toro e Cousino Macul. Almoço no wine bar da concha y toro. Fim de tarde fomos no shopping parque Arauco. Jantar no azul profundo.
9º dia: dia de devolver o carro e vir embora de uma ótima viagem.

Mais uma vez agradeço ao site pelas dicas e informações.

sueli
sueliPermalinkResponder

Gostaria de conhecer o restaurante Mestizo. Me disseram que é muito muito caro. Queria ter ideia de preço. Alguém tem essa informação recente? Tks.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sueli! É difícil gastar menos que R$ 150 por pessoa.

CM
CMPermalinkResponder

Fui há alguns com minha esposa. A conta ficou em uns 50.000 pesos.

Victor Lyra
Victor LyraPermalinkResponder

A respeito do uso do Uber ou Cabify em Santiago tenho algumas considerações a fazer: Conforme informado os serviços são clandestinos no Chile, passíveis de multa para o condutor e reboque, por isso fui aconselhado pelos motoristas locais a sentar sempre no banco da frente e evitar pedir para endereços próximos a polícia. Muita gente estava reclamando que o Uber não chegava num hostel na bellavista, mas não repararam que logo em frente havia uma cabine de polícia.

Para ir do aeroporto até o local de hospedagem recomendo o serviço das vans compartilhadas. Achei bem organizado e com bastante espaço para as malas na traseira. Minha corrida que sairia a aproximadamente 120 reais saiu a 40 e só levou 20 minutos a mais do que o Taxi.

stefânia
stefâniaPermalinkResponder

Interessante que nada se comenta sobre a falta de segurança e aumento da criminalidade no Chile. Eu e meu namorado tivemos nosso carro alugado arrombado e levaram todos os nossos pertences. Ficamos apenas com a roupa do corpo. Estávamos em Vina Del Mar, fizemos o check out no hotel, colocamos a bagagem no porta mala e retornaríamos no mesmo dia para Santiago. Desviamos o caminho para conhecer Algarrobo e Isla Negra. Paramos no estacionamento de San afonso del mar, em Algarrobo, para conhecer a tal da maior piscina do mundo. Demoramos 15 a 20 minutos e foi o suficiente para quebrarem o vidro do carro e levar todos os nossos pertences. Policiais que chamamos no local fizeram pouco caso. Outros problemas que passamos foram adulteração de taxímetro e aumento da rota com desvio de caminho. Não confiem em taxistas no chile. São ladrões! Usem uber e easytaxi. Ficamos decepcionados com o chile! Não voltarei nunca mais. Minha conclusão é que Chile está igual ao Brasil.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Stefânia! Lamentamos o ocorrido. Mas veja: esta é apenas a introdução ao destino. Nas páginas do guia advertimos para exatamente esse tipo de ocorrência. Recomendamos que se use Uber no lugar de táxi, que se tome todo o cuidado no metrô com descuidistas e que não se deixe em hipótese alguma carro estacionado com bagagem dentro, mesmo se não estiver aparente.

Batedores de carteira e quadrilhas que arrombam carros de turistas para roubar bagagem não são típicos do Brasil -- nosso problema são os crimes violentos -- e por isso brasileiros em viagem acabam sendo mais afetados. Mas esses são problemas comuns na Europa também. Caso você venha a alugar carro em Portugal, na Espanha ou na Itália, nunca deixe bagagem dentro do porta-malas em estacionamento aberto.

Flavia
FlaviaPermalinkResponder

Estou em Santiago, e estou fazendo tudo de metrô, é muito prático, já fui no Liguria, gostei do atendimento e comida, preço bom, no Galindo não gostamos do pastel de choclo e muito menos do atendimento, hoje fomos em um no centro, muito bom, se chama Nuro , muiiiita comida e preço excelente....

Crisrina
CrisrinaPermalinkResponder

Eu e meu marido vamos para Santiago no dia 18/9 e soubemos que por lá é feriado dia 18 e 19 que pelo que parece nada funciona. É verdade? Qual sua dica para o que fazermos nestes dias? Ficaremos por lá durante 7 dias. Desde já agradeço.

Vitor
VitorPermalinkResponder

Estou em Santiago e uso como meio de transporte uber e metrô. O uber é super tranquilo, basta se sentar na frente do carro ao invés de ir atrás para evitar problemas com taxistas. Peguei o uber mais de dez vezes... sempre chegaram com 5...7min... é só estar no ponto de recolhimento indicado no mapa do app...sem mistério. E o metrô é perfeito... só fugir dos horários de pico.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Impressionante a temporada de esqui de 2017, que começou muito cedo, em maio. Se esperam novas nevadas para hoje, e El Colorado anunciou que vai estar aberto de 6 a 9 de outubro. Pucón já anunciou que só fecha 15 de outubro. A maioria das outras estações fechou no final de setembro.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar