Santiago

Ordem e progresso

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

A capital do Chile é o espelho perfeito da trajetória recente do país.

Limpa, ordeira, afável,  moderna – Santiago é um modelo de eficiência. Constatar a existência de uma cidade tão civilizada nas nossas latitudes já vale a viagem. Se bem que, quando o fog dá uma trégua e deixa entrever a Cordilheira ao fundo, o adjetivo que vem à sua cabeça é: linda.

O Centro ainda conserva alguns prédios históricos, e praticamente monopoliza as atrações turísticas. Continuando pela Alameda chega-se a Providencia, um importante bairro comercial. Mais adiante, El Golf e Vitacura revelam a nova Santiago, de avenidas amplas e prédios moderníssimos; é a região dos negócios e do lazer da elite.

O Chile inteiro não cabe numa viagem só. Aproveite para descobrir um pouco mais de Santiago a cada visita.

628 comentários

Heloisa Bitencourt

estou no meu último dia de viagem pelo chile e gostaria de relatar um passeio muito legal que fizemos. Na semana passada foi inaugurada a Sky Costanera, a torre mais alta da América do Sul, que tem um mirante no deu topo, com visão de 360graus. É muito lindo! Vale a pena conferir. Entrada pelo sub-solo do Shopping Center Costanera.

Francisco Eurico Sales

Eu e minha esposa estivemos no Chile entre os dias 17 e 24/08/2015. Foi nossa primeira viagem a esse país. Aproveitamos as dicas do site e preparamos nosso roteiro que incluiu visita aos principais pontos turísticos de Santiago, como: Palácio La Moneda (onde assistimos à troca da guarda), Cerro Santa Lucia, Plaza das Armas, Museu Histórico Nacional, Mercado Central, Shopping Costanera, dentre outros. Ficamos hospedados no San Ignacio Suites, muito bem localizado no Paseo Huefanos, 547 ao lado do supermercado Lider Express. Isso diminuiu bastante os custos com alimentação que, por sinal, é muito cara no Chile. A cidade é muito segura e bem policiada. Pudemos realizar todos os passeios por Santiago à pé ou de metrô, que possui uma estação próxima ao apart hotel em que ficamos (estação Santa Lucia). Visitamos também Vinã del Mar e Valparaiso. Pegamos o metrô, sentido San Pablo, e descemos na estação Pajaritos. Ela tem um terminal de ônibus onde compramos a passagem para Vinã, empresa TURBUS, ao custo de 6.700 pesos (ida e volta). Ao desembarcarmos na rodoviária, fomos assediados por vários agentes de turismo para realizar passeios nas duas cidades. Preferimos uma empresa propôs realizar o city tour com guia e não nos arrependemos. Ainda conseguimos um desconto para 02 casais, ficando o custo total por 30.000 pesos (7.500 por cabeça). E como não se pode ir ao Chile no inverno sem conhecer a neve, dedicamos um dia inteiro para para esse fim. Conhecemos as estaçõe de Farellones e Vale Nevado. Foi maravilhoso o primeiro encontro com a neve. Preferimos realizar as atividades em Farellones e somente tirar fotos no Vale Nevado. Foi a melhor escolha. Almoçamos em Farellones mas achamos a comida muito cara, prinipalmente no restaurante que nos indicaram (14.000 pesos por um prato que mais parece um PF). Um colega depois nos falou que existe alguns quiosques nos arredores que vendem comida mais barata. Enfim, aproveitamos o máximo dos passeios e com certeza voltaremos novamente ao Chile para conhecer outras localidades.

patricia
patriciaPermalinkResponder

Helo..... obrigada pela dica
irei colocar na minha listinha
Francisco, obrigada pelas dicas
Ricardo, sempre que viajo o primeiro site que entro é o seu. É sem dúvida o mais completo e interessante.
Parabéns

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Para quem quer viajar pelo Chile, a linha aérea SKY anunciou há uma semana sua intenção de passar a ser uma low cost. Atualmente não é, ainda oferece refeições quentes e franquia de bagagem sem custos. Mas hoje publicou suas primeiras ofertas de vôos internos low cost, com passagens entre Santiago e Temuco, por exemplo, por volta de 100 Reais, com todas as taxas: http://www.latercera.com/noticia/negocios/2015/09/655-645809-9-sky-publica-tarifas-a-precio-de-bus-la-mas-cara-es-santiagotemuco-por--18482.shtml

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Pra quem interessar, a SKY já está vendendo passagens SP-Santiago a preço de low cost, 49 dólares cada trecho, o mesmo preço que Santiago-Buenos Aires. Santiago-Lima a 59 dólares. Fora os destinos dentro do Chile a preço de ônibus.

Tati
TatiPermalinkResponder

Só um comentário: voltei de Santiago em 04/07, num voo da manhã e todas as malas do terminal 3 de GRU passaram pelo raio X. Eu tinha trazido só um vinho que não consegui beber no apart porque comprei um abridor muito ruim, que quebrou quando fui abrir e acabei não comprando outro (podemos trazer até 6 litros, né?). Acho que não se costuma trazer comida de lá, como costumamos fazer quando vamos a Buenos Aires (alfajores e doce de leite são irresistíveis!), mas fica a dica.

Felipe Martins

Pessoal que está a caminho do Chile, cheguei de lá semana passada e saibam que me deparei com um país maravilhoso, repleto de belezas naturais, limpo e com um povo muito simpático e gentil. Só uma ressalva, muito, mas muito cuidado com os taxis de Santiago. Usei por duas vezes e nas duas me deparei com motoristas grosseiros, que prolongaram o caminho e depois tentaram dar o velho golpe já descrito aqui no blog em outro post, onde você dá uma nota de 10 mil e trocam rapidamente por uma de 1 mil. Por sorte e por já saber disso, minha esposa filmou com o celular enquanto pagava e nas duas vezes o taxista constrangido nos expulsou aos berros. Enfim, a dica que dou pra vocês é para usarem o Uber, depois desses ocorridos, resolvi recorrer ao Uber e foi muito melhor, utilizamos carros mais modernos, com motoristas educados e elegantes e, como o pagamento é feito pelo aplicativo, você não mexe com dinheiro dentro do veículo. A oferta de Uber é grande e em momento algum esperamos mais que 5 minutos. É bem verdade, Santiago tem uma malha de metrô muito bem distribuída nas atrações e só utilizamos taxi/uber por termos dois bebês, e com carrinhos, ficava complicado nas estações.

Daniel Nascimento

Muito boa a dica do Uber Felipe. Chegarei ao aeroporto 1:10 da manhã, alguém saberia me dizer se neste horário é fácil conseguir um carro Uber pelo aplicativo? Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniel! Os táxis oficiais do aeroporto cobram 21000 pesos (cerca de 30 dólares). aceitam cartão. Compre no saguão das esteiras de bagagem. deixe para usar o Uber dentro da cidade.

Daniel Nascimento

Ah sim, aceitando cartão fica mais fácil, obrigado Bóia!

Renata Nuñez
Renata NuñezPermalinkResponder

Não queria gastar muito com taxi, e dentro do aeroporto, no guichê onde se solicita táxis, a funcionária me indiciou os transfers.. São mini vans compartilhadas com cerca de 6 pessoas e elas te deixam na porta do hotel, ou hostel.. Por apenas 6.000 pesos chilenos. Bem mais em conta!

Daniel Rezende

Renata,
Vou com uma familia de 6 pessoas e me interessei pela van, é feito pela mesma empresa de taxis ou fica em outro lugar?

Fabiana Cadete

É cobrado alguma taxa adicional por estar usando um cartão do Brasil?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabiana! Transações com cartões brasileiros são acrescidas de IOF de 6,38%, mas esta cobrança vem na fatura e é quem arrecada é o governo brasileiro. O preço cobrado no Chile é igual para cartões de qualquer procedência.

Sandra Tambasco

Estive em Chile do dia 17/08/2015 a 21/08/2015, simplesmente encantador, Santiago é maravilhosa, organizada, nem parece América Latina, Vina e Valparaiso uma verdadeira aula de história.A Cordilheira enche os olhos.Simples assim! Chile não é só para uma viagem!!!

adria david dal bello

concordo com você Sandra Tambasco chile não é mesmo só para uma viagem.

Marcia Beal
Marcia BealPermalinkResponder

Cheguei do Chile esta semana e gostaria de compartilhar minha experiência em Santiago onde fui roubada a poucos passos da plaza de armas no centro da cidade onde existem muitos policiais sempre.Segundo a polícia de lá é um golpe recente que consiste no seguinte: Acontece em trechos de rua estreitos e com tráfego intenso de pessoas.O ladrão fica atrás da vítima e joga um líquido viscoso em toda a roupa,mochila e o que mais alcançar do corpo da vítima que não percebe nada em função do trânsito intenso de pessoas.Então ele avisa a vítima na maior "boa vontade" apontando aquela gosma na sua roupa e tira um lenço de papel do bolso de seu paletó muito alinhado e dá para a pessoa se limpar um pouco…no meu caso aconteceu em uma rua que estava em obras e eu pensei que aquilo tinha caído de algum lugar do alto, de alguma obra, pois a "gosma" escorria pela minha mochila,camiseta e calça… Então aquele "senhor de alma caridosa" e acima de qualquer suspeita vai "ajudando" a vítima que precisa tirar a mochila,câmera e tudo mais que carrega consigo para poder limpar-se e nessa hora então o ladrão pega o objeto desejado com uma mão enquanto que com a outra continua "ajudando" a vítima que não percebe direito o que está acontecendo naquele tumulto todo de gente…E é aí que ele sai de fininho levando o que queria e entrega o produto do roubo para outra pessoa,tira o casaco para não ser reconhecido e desaparece na multidão.
No meu caso o produto roubado foi uma câmera fotográfica que não consegui recuperar(o ladrão já tinha repassado para outra pessoa) embora tenha conseguido correr a tempo de alcançar e arrastar o cidadão até um carro de polícia na plaza das armas com direito a todo escândalo que uma mulher indignada pode fazer...A plaza toda parou para ver o espetáculo…o ladrão é um peruano que estava ilegal no Chile, com cerca de cinquenta anos ,que foi preso e seria deportado para o Peru. Quanto a mim…perdi algum tempo na central de polícia dando meu depoimento(fui muito bem tratada por todos na polícia),fiquei triste por perder as fotos de uma linda viagem com travessia dos Andes(imperdível) e tudo mais,mas extremamente feliz por conhecer um país muito lindo,uma cidade maravilhosa como Santiago e um povo tão amável,solícito,educado e adorável como é o povo chileno!!!!!Se eu voltaria???COM CERTEZA!!!!Na dúvida….vá passear pela cidade vestindo uma capa de chuva….(kkkkk)E aproveite as belezas que o país oferece e a simpatia do povo chileno!!!!!!!!!

Luis Lopes
Luis LopesPermalinkResponder

Estarei em Santiago no período de 27/10/15 a 01/11/15 e gostaria de ver a troca da guarda no Palacio de La Moneda. Li que ela acontece a cada dois dias e que seria prudente checar a programação das datas no site oficial do governo do Chile. Entretanto, no link relacionado, não há esta informação. Alguém sabe onde consegui-la?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luis! Confira neste link:

http://www.indoprochile.cl/?p=5303

Neide Oliveira Cabral

Vi que não é como me informaram, pois em outubro também será nos dias pares.

Jader Lucas
Jader LucasPermalinkResponder

Gente, há locutório para ligação internacional em Santiago como em Buenos Aires? Consigo comprar um chip de uma operadora lá com o passaporte brasileiro? Obrigado!

Elias
EliasPermalinkResponder

Olá!

Cheguei ontem de Santiago, segui as dicas aqui do VNV e foram muito valiosas. Santiago é realmente um ótimo destino... Três observações:

1) O custo de alimentação é alto, considerando o câmbio atual (1 real na casa dos 170 pesos). Em cada refeição foi "fácil" deixar 100 reais por pessoa nos restaurantes, isso só com prato principal e suco. Sem entrada, bebida alcoólica ou sobremesa.

2) Vi alguns relatos de turistas que tiveram problemas para visitar o Palacio de La Moneda. Ciente disso, levei impresso comigo o e-mail de confirmação da reserva da citada visita. Chegando lá no dia e horário marcados, advinhem? Nossos nomes não estavam na relação da visita. Não fosse o e-mail que levei impresso, não conseguiria entrar no Palacio. Tive a mesma impressão de outros viajantes: a administração do Palacio chileno é burocrática e desorganizada.

3) Se você tiver realmente afim de assistir a troca da guarda no Palácio de La Moneda (o que era o caso da minha família), além de consultar o calendário com os dias em que ocorrerá a cerimônia recomendo que chegue bem antes das 10h, que é o horário normal de acontecer. No dia em que fui (segunda-feira 26/10), cheguei às 9:40h e fui informado na recepção que naquele dia a troca da guarda já havia ocorrido às 9h. Resultado: voltei pra o Brasil sem conseguir assistir a cerimônia.

Daniel Solda
Daniel SoldaPermalinkResponder

Ola Elias. Poderia citar quais restaurantes?

Luciani Cia Dell Agnezze

Estive em Santiago no período de 21 à 26 de outubro. Sinceramente, esperava mais do local. O elevador do Cerro Santa Lucia não estava funcionando, e o Funicular do Cerro de San Cristobal também não. O que foi legal é que ainda no final de outubro encontramos o Valle Nevado com neve e deu para fazer um ski bunda.Lindas são as paisagens com muitas flores e rosas por todas as estradas! Meu marido, um amigo e diversos turistas que tivemos contato passaram mal devido a água(mesmo sendo comprada lá). Portanto, sugiro, que, se for ao Chile, leve água comprada aqui no Brasil dentro da sua mala que irá despachar e não se arrependerá. Alguns turistas também reclamaram dos motoristas de táxi que cobram bandeira 2. Lá não tem bandeira 2 e você acaba pagando um absurdo no táxi. Outros, quando você paga a conta, volta menos troco e diz que você deu outro valor a ele. Muito cuidado! Mas, valeu a pena conhecer.

Ana Beatriz
Ana BeatrizPermalinkResponder

Estou pensando em passar a semana santa em Santiago. Já vi a observação que o comércio é fechado. Quanto ao funcionamento de restaurantes, alguma informação? Já estive lá no período das festas pátrias e boa parte deles estava fechado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana! Será bem parecido. Espere encontrar dificuldades para encontrar restaurantes abertos na sexta e no domingo. Seu hotel dará dicas de onde comer.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Atenção para quem está indo ou voltando de Santiago na próxima 5a feira 17 de dezembro, e 6a 18. A Anac chilena deve entrar em greve e todos os vôos cancelados. A Lan e a Sky já deixaram de vender passagens para esses dias e estão remarcando sem custo para quem viajava. Enquanto isso, nossa "adorada" Gol observa passivamente, sem tomar nenhuma medida, apesar de seus 3 vôos diários ao Chile, cobrando multas e diferenças tarifárias para quem quer reprogramar.

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Bom, a Gol acaba de tomar vergonha na cara, e corrigiu a situação, cancelando os voos dos dias da greve, e remarcando sem custo. Antes tarde que nunca...

Helena
HelenaPermalinkResponder

Tive uma experiência extremamente desagradável com a Rentalcars.com e gostaria de compartilhar para que outros viajantes não passem pela mesma situação desagradável.
Eu pesquisei bastante para decidir alugar um carro em nossa viagem de férias para Chile e Argentina e somente escolhi a Rentalcars.com porque obtive da atendente a informação de que seria possível atravessar a fronteira do Chile para a Argentina com o veículo. Para isso fizemos o que foi solicitado, enviamos os documentos com antecedência e ao chegar no balcao de retirada do carro fomos informados que nada havia sido providenciado. Segundo a locadora, a Rentalcars.com não efetuou o trâmite para que pudessemos atravessar a fronteira, conforme consta no item pedidos especiais da confirmaçao que recebemos para o aluguel. Dessa forma, nao alugamos o carro, pois somente tinhamos interesse no aluguel para atravessar a fronteira. Essa situação causou grande desconforto, precisamos passar um dia a mais em Santiago e viajar de ônibus. Na volta da Argentina o ônibus precisou de 6h para passar pela imigração, o que nao teria acontecido se estivessemos de carro. Tudo isso prejudicou imensamente a nossa viagem de férias. E agora ainda estou no aguardo da devolução do valor debitado em meu cartão de crédito. Fiquei muito decepcionada com o atendimento da Rentalcars e nao recomendo para ninguem. Helena

Regina Magalhães

Voltei do Chile, ficamos 5 dias em Santiago e 7 dias nos Lagos, primeiramente quero muito agradecer a esse blog que sempre me auxilia em todas as minhas viagens, as dicas aqui encontradas são de grande ajuda, parabéns pelo serviço. Sendo assim, acrescento a minha experiência, só não sei se esse post fica aqui ou no ítem de Valparaíso. Vamos lá : Em Santiago foi minha segunda vez, fiz de novo city tour para apresentar os pontos para os meus filhos que estavam indo pela primeira vez, fiquei impressionada com o avanço da violência, muitos assaltos, sempre nos avisavam para ter cuidado com as bolsas, celular e máquinas fotográficas, inclusive no metrô e dentro de shoppings, carabineiros com cachorro na tentativa de passar segurança, totalmente diferente de 6 anos atrás.O Chile como um todo está muito caro, viajei com 4 pessoas e nossas refeições ficavam em torno de 60.000,00 à 75.000,00 mil pesos, o que equivale a 420,00 reais. Recomendo muito ir na região de Cajon del Maipo, Embase el Yeso e Termas Banõs Morales ( pelo local, lindo e maravilhoso, mas não espere nenhuma infaestrutura, apesar de cobrarem 8.000,00) , longe e o caminho difícil, recomendo ir com guia, aliás, recomendo também o Chiletour, Nicolas Manuel Perez, foi com ele que fizemos todos os passeios com carro e guia privativo, sempre muito atencioso e prestativo .Outra dica é ir na vinívola Undurraga, linda e maravilhosa, já conhecia a Concha Y Toro, mas a Undurraga é melhor, além dos vinhos excelentes. Depois de 5 dias inteiros, o que incluiu Valparaíso e Vina, fomos de avião para Puerto Mont onde alugamos um carro, mas segundo dicas daqui , ficamos hospedados em Puerto Varas, de lá , fizemos vários passeios de um dia, bate e volta e conhecemos muita coisa, ( melhor fazer câmbio em Santiago, em P. Varas , foi uma cotação muito ruim), esperava mais de Puerto Varas, achei mal cuidada para ser uma cidade turística, fomos para Fruitillar, linda, aconchegante, pequena e não dispõem de muitos atrativos, o mais importante é o Teatro do Lago e comer uma Kuchen, deliciosa torta de framboesa, mas é aconchegante. Dica , faça a ida até Fruitillar pela rodovia que segue pelo circuito dos Lagos, a vista é linda, o Osorno te acompanha e vc pode parar em vários pontos. No caminho paramos num Hotel Centro Vocacional Punta Larga, Los Andes, eles tem um restaurante e a vista de lá é linda, além de ser muito bem cuidado e florido. Fomos ao Lago de Todos os Santos, parando em Saltos de Petrohué, água cor de esmeralda, deslumbrante, e depois fomos ao vulcão Osorno, ficamos encantados. No caminho também paramos em um restaurante que foi totalmente destruído pela erupção do vulcão Calbuco em abril 15, porém já está em pleno funcionamento e tem os retratos da destruíção, mesmo assim o vulcão ainda é belo.Demos sorte de pegar dias abertos ( lá chove 250 dias do ano, mas com frio, mês de dezembro), e ainda fomos presenteados pela linda lua cheia de noite de Natal. Os guias tentam nos empurrar o pacote para Chiloé, nada de mais, e muito longe, só vale se for até as pinguineiras, mais longe ainda. Ficamos nas Cabañas Bosque Sur, vale a pena, melhor que hotel e perto você encontra supermercados e pode economizar no café da manhã. Enfim, adoramos a região dos Lagos, qualquer dúvida , estou à disposição para colaborar ! Mais uma vez obrigada.

Natalia Goes
Natalia GoesPermalinkResponder

Olá, Regina. Que relato massa!! Acabei de vir do Chile e depois do seu relato fiquei com vontade de voltar smile
Beijos

ANDRELINA QUEIROZ

Olá. Finalmente, chegando a hora da minha viagem tal sonhado ao Chile. Eu e meu namorado passamos quase 6 meses planejando tudo com muito carinho. E gostaria de agradecer ao VIAJENAVIAGEM pelas dicas, sugestões e comentários sobre o que fazer e conhecer no Chile. Venho acompanhando a página e lendo os tópicos. Partiremos dia 30/01/2016. Quando voltar vou comentar e acrescentar dicas e sugestões. Pois os comentários dos leitores são de grande valia para quem irá viajar. Obrigada!

Natalia Goes
Natalia GoesPermalinkResponder

Passei meu reveillon em Santiago e peguei varias dicas por aqui, sempre o meu primeiro "guia" antes de seguir para os outros blogs.

Montei um roteiro de 8 dias incluindo montanha, vinicolas, vina e valparaiso, além dos passeios pelo centro de santiago que sao imperdiveis. Foi minha primeira experiencia com "Free Tours" e curti demais a proposta deles.

Divulguei o meu roteiro no meu blog de viagem. Segue o link para quem se interessar: http://www.profissaoturistaoficial.blogspot.com.br/2016/01/chile-roteiro-de-8-dias-em-santiago-e.html

Beijos e obrigada VnV!

carlos santana

É possível combinar em uma mesma viagem Santiago e Portillo no Chile com Mendoza na Argentina? Qual o tempo ideal para um roteiro como este?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carlos! Entre Portillo e Mendoza você dependerá de trânsfer privativo. Entre Santiago e Portillo há vans na temporada.

Flavio
FlavioPermalinkResponder

Ola! Farei uma conexão em Santiago de 4:50h, será que consigo ir ao Centro da Cidade almoçar? Desde já grato!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flavio! Não é ajuizado. Você não terá 4h50 líquidas. O centro de Santiago fica entre 45 minutos e 1 hora de distância, dependendo do trânsito. Você precisa estar de volta pelo menos 1h antes do seu vôo decolar. Não há nada mais tenso que um trajeto entre aeroporto e cidade e entre cidade e aeroporto para quem tem horário cronometrado. O segredo de viajar bem é fugir de situações de stress -- você está querendo incluir uma situação de stress totalmente desnecessária.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Cancelar