Toscana

Índice de posts

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Toscana no Viaje na Viagem

Toscana sem carro: 5 bate-voltas de trem ou ônibus, saindo de Florença

Toscana de carro: um dia entre Cortona, Arezzo e Lucignano

Toscana de carro: um dia entre Monteriggioni, San Gimignano e Volterra

Toscana de carro: um dia no Val d'Orcia

50 hotéis no interior da Toscana comentados pelos leitores

20 vinícolas para visitar na Toscana

Como é o hotel Laticastelli, em Rapollano Terme

60 hotéis em Florença comentados pelos leitores

Torre de Pisa: como chegar, como subir, com que destinos combinar

Assis, um pit-stop redondinho de trem entre Roma e Florença

Florença: como furar fila na Uffizzi e na Accademia

Compras na Toscana: os outlets Valdichiana e Space (da Prada!)

Itália: roteiro básico de 9 dias (inclui Florença)

Itália: um roteiro de 15 dias (inclui Toscana)

Como montar sua viagem à Europa

Europa: quantos dias em cada lugar?

Europa: roteiros de 9 dias

Europa: roteiros de 15 dias

Europa: avião, trem ou carro?

Trem na Europa: tudo o que você precisa saber

Como comprar a passagem aérea certa para a Europa

Dinheiro para viagem: euro x cartão pré-pago x cartão de crédito

Como estimar gastos de viagem

124 comentários

iesa carneiro
iesa carneiroPermalinkResponder

Olá Ricardo, adoro suas dicas e tenho seguido tudo no meu programa de viagem para junho/2015 (está aí na porta) mas estou triste pois não consegui encontrar no site da Trenitalia nenhum trem de Roma para Assis bem cedo, no dia 26/junho. Só aparecem dois horário bem tarde à noite. Será que já estão esgotados? Nesse caso o melhor seria alugar um carro? Depois de Assis iremos para Florença. Agradeço sua resposta.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Iesa! Quem responde é a Bóia. Essa é uma linha regional cujos horários só aparecem para os próximos 7 dias, sempre.

Gisele Montalvão

Olá, Iesa! Fiz este bate e volta em novembro passado. Tem um trem que sai por volta das 7:30 da manhã! Aproveite a viagem!

Cristina L
Cristina LPermalinkResponder

Vou deixar aqui a minha contribuição: quem quiser dar uma esticadinha até o mar, mas não tem tempo de ir à Cinque Terre ou Costa Amalfitana, pode ver o mar na Toscana também.
Fomo de carro até Livorno e não nos decepcionamos. Passeamos bastante e na volta ainda paramos em Pisa. Um passeio muito legal!

https://cuorecurioso.wordpress.com/2015/06/06/toscana-al-mare-casal-cuore-e-sua-filhinha-de-3-anos-vao-a-italia/

Tania Maria Granzotto

Olá, em abril eu e meu marido fizemos uma viagem super maneira pela Itália que durou 25 dias. Fomos p Roma (4 dias), depois fizemos um cruzeiro pelo mediterrâneo (7dias), depois de Roma fomos de trem p Florença (4 dias) c bate volta p Pisa e Luca, depois pegamos um carro e fomos p Siena onde montamos nossa base p conhecer o interior da Toscana (4 dias), devolvem os o carro em Florença e pegamos um trem p Veneza ( 3 dias) e depois voltamos p o Brasil c escala de 1 dia em Lisboa. Deu tudo muito certo e fiquei orgulhosa de ter elaborado roteiro e passeios sozinha!

Daniel
DanielPermalinkResponder

Boia, toscana no alto inverno ( entre natal e ano novo) vale a pena? Alguma recomendacao especial?
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniel! Os hotéis de campo fecham e os vilarejos hibernam. No inverno europeu dê preferência aos centros urbanos e estações de esqui.

Hamilton Cristofalo

Viajo todos os anos para a Italia em dezembro, que são as férias da empresa, fico natal e ano novo.
Já fui algumas vezes no verão e particularmente prefiro o inverno. Tem algumas viniculas que fecham no dia 26/12 e só reabrem depois do dia 15/01 mas diversas continuam abertas.
Sempre faço o Val D´orcia , inclusive aogra em 2015 fiz no dia 25/12 e foi maravilhoso. Vale muito a pena.

helio teofilo
helio teofiloPermalinkResponder

Boa noite Bóia, consigo fazer Lucca e Pisa de trem em janeiro saindo de Florença?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Helio! Sem problema.

Di Claudio
Di ClaudioPermalinkResponder

Prezads, o livro de Frances Mayes me cativou. Me influenciou tanto que viajei com minha esposa para a Itália, em particular Florença, por cerca de 90 dias em uma lua de mel deliciosa. Infelizmente não estive em Cortona. Ficou o desejo guardado. De qualquer forma, fiz um relato de minha passagem pela região da Toscana que rendeu um livro: "Itália, amore mio! Lugar para amar e viver bem" . Uma história bem humorada, simples e divertida. Caso tenha interesse, verifique no site da amazon.com.br (ebook) ou amazon.com(impressa). Grande abraço e sucesso para vocês. Parabéns! Di Claudio.

Daniele Cardena

Bom dia, adoro as dicas, sem dúvidas são de grande valia, estou planejando uma viagem com minha família para 2017 para conhecer a Itália, mas vi que vcs indicam neste momento de crise a troca por países com custo de vida mais barato como Portugal e Espanha, porém o desejo pela Itália é mto grande, gostaria de saber se a diferença do custo de vida é mto grande, estou com medo de comprar passagens e depois ficar sem condições para comprar o euro necessário, já que somos dois adultos e uma criança, ou seja, nosso gasto será sempre multiplicado por três
Parabéns pelo site.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniele! Indicamos neste momento de crise a troca por países com custo de vida mais barato, como Portugal, Espanha, Grécia, Turquia e Leste Europeu. Se o desejo pela Itália é muito grande, adie a viagem para poder economizar um pouco mais.

Veja:
https://www.youtube.com/watch?v=kxPRIpqrvhE

Monica
MonicaPermalinkResponder

Gostaria de alertar aqueles que alugam carro em Florença para ter muita atenção ao trafegar por ali. Aluguei um carro na "rua das locadoras" em Florença, tomando muito cuidado para não trafegar em locais proibidos e mesmo assim, quando estava chegando do meu passeio pela Toscana para devolver o carro e ficar a pé em Florença, antes de chegar a parte murada da cidade, tomei uma multa na Rua Senese. Ou seja, há proibição para circularmos até mesmo fora da parte murada e só descobri quando recebi a multa. Além da multa ainda cobram uma taxa de 40 euros da locadora! Prejuízo grande que a locadora poderia nos poupar informando os locais proibidos, mas não acontece... só nos resta prestar MMUIIITA atenção!

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Oi Monica. Sim, para sair e voltar da Rua Borgo Ognissanti, a rua das locadoras, perto da estação de trem Santa Maria Novella, só há uma saída e uma entrada para evitar a ZTL. Se errar dá multa.
Nas duas vezes que aluguei carros por lá, tanto na Avis como na Sixt, fui muito bem orientado e não tive nenhum problema.
Mas realmente é preciso ficar alerta, não só em Florença, mas também em Pisa e Siena.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Não só em Florença, mas em Roma tb tem que pesquisar os mapas e verificar onde são as Zonas de Trafego Proibido. É claro que a locadora poderia avisar (acho vacilo), mas não é segredo que há várias restrições para veículos em cidades italianas. Eu me informei antes e deu tudo certo. Mas fica o alerta.

Damares - Keviagem

Daniele Cardena, tudo depende de como e quando vocês viajarão. O período mais caro para hospedagem, é de maio a setembro, mas nem em todas as cidades da Itália. Na cidade de Milão, por exemplo, os preços caem muito em julho e agosto. Faça pesquisas de preços de hostéis para períodos como metade de abril (atenção para o Salão do Móvel em Milão em abril porque os hotéis ficam muito caro) e início de outubro. Para comer, a Itália oferece inúmeras opções de osterias baratas ou pizzarias. A Toscana é um destino caro, mas se vocês alugarem um carro e se hospedarem numa pequena cidade que não seja muito turística, vão pagar um bom preço. Tem uma região da Toscana lindíssima e que custa menos, é a Maremma, assim como a região da Ciociaria, pertinho de Roma. Estando de carro, dá para se hospedar nessa parte da região e fazer bate e voltas. Veja esse post que fiz sobre Maremma: http://www.keviagem.com/regiao-da-toscana-maremma/

Karen - Escolho Viajar

Em Julho de 2016 visitei a Toscana e descobri um passeio diferente para fazer por uma de suas regiões. Queria muito conhecer Chianti e fazer uma degustação em uma das vinícolas da região. Acabei descobrindo um passeio com os FIAT500 da década de 60 (reformados) que visita a região e inclui um almoço no roteiro. Para quem se encanta com esse modelo antigo de carro, é uma oportunidade de dirigir um e ao mesmo tempo conhecer esta região da Toscana e degustar alguns vinhos. O relato com mais detalhes sobre a experiência está no link abaixo.
http://escolhoviajar.com/de-cinquecento-pelas-colinas-de-chianti-toscana/

Cergio
CergioPermalinkResponder

Bom dia, Ricardo!
Hoje, 12/09/2016, entrei no site da Trenitalia e simulei uma viagem de Florença x Pisa, ida e volta (data 11/10/2016).
Estranhei, pois, segundo suas dicas, as passagens regionais só estarão disponíveis no intervalo de 07 dias.
Entretanto, o site disponibilizou a compra para a supracitada data (Trens Regionais).
Você saberia dizer-me se houve mudanças na metodologia de emissão de passagens.

Abraços

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sergio! Quem responde é A Bóia. Se você achou a passagem no sistema, é porque deve ter mudado. O importante é que o preço não muda em trechos regionais. Você pode comprar agora ou ou na hora sem problema.

Anelise
AnelisePermalinkResponder

Oi Sérgio, moro na Itália e pensei em deixar uma informação para os leitores do Viaje na Viagem que pretendem comprar passagens para trens regionais no país. Como a Bóia disse, o sistema mudou. Desde 1 de agosto o processo de vendas da Trenitalia sofreu variações. Agora, as passagens para trens regionais compradas nos guichês, máquinas self service, agência de viagens ou tabaccherie só poderão ser usadas até as 23h59 do dia específico programado para a sua viagem. Antes elas duravam 2 meses até ser validadas. De qualquer maneira, os clientes poderão, eventualmente, mudar a data programada na passagem (sem pagar multa) até o dia anterior à viagem.
A novidade não vale para as passagens compradas antecipadamente on-line.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Atenção: Bóia de férias! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 1º de fevereiro de 2017. Obrigado pela compreensão.

Cancelar