Uruguai: desconto de 22% em restaurantes e locação de carros para pagamento com cartão

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Uruguai desconto IVA

Lembra da devolução do IVA em restaurantes e aluguel de carro para pagamento com cartão internacional no Uruguai? Voltou. A medida entra em vigor dia 1º de outubro de 2018 e tem vigência prevista até 30 de abril de 2019. (Veja ano site do turismo do Uruguai.)

Nesse período, contas de restaurante e locação de carros pagas com cartão internacional (de crédito, débito ou pré-pago) terão um desconto de 22%, relativos ao estorno de IVA (o ICMS deles).

Por que o Uruguai oferece esse desconto?

Em 2013, o governo da Argentina implementou um controle cambial severo (que fez ressurgir o dólar paralelo, ou blue), encarecendo as viagens dos argentinos. Como os hermanos da outra margem do Prata são o principal mercado do turismo uruguaio, o governo celeste resolveu baratear as contas de restaurante e locação de carros, devolvendo o IVA.

(Ao mesmo tempo, dentro de um esforço mais amplo para formalizar a economia, restringiu essa devolução a pagamentos feitos com meios eletrônicos.)

Com a recuperação da economia argentina em 2017, em abril de 2018 o Uruguai diminuiu o desconto de 22% para 9%.

Só que o Uruguai não contava com uma nova -- e devastadora -- crise cambial argentina. O efeito já foi sentido nas férias de julho, quando houve uma queda de visitantes. Para não perder o público do verão, então, o Uruguai resolveu voltar com a devolução integral.

É uma medida feita sob medida para os argentinos, mas que os brasileiros também vão aproveitar.

Como funciona o desconto?

Uruguai desconto IVA restaurantes

As contas nos restaurantes e locadoras vêm com IVA incluído. Na hora do pagamento, porém, a maquininha reconhece quando o cartão é internacional e aplica o desconto, que vem então discriminado no recibo final.

No caso de locação de carros, o desconto só vale para locações pagas no Uruguai. Locações pré-pagas fora do Uruguai não recebem a devolução porque a cobrança não é efetuada numa maquininha uruguaia.

Isenção de IVA em hotéis

É bom lembrar que continua valendo uma medida que nunca foi revogada: a isenção de IVA nas diárias de hotel.

Como funciona a isenção de IVA nos hotéis?

Uruguai desconto IVA hotéis

Veja que não é devolução: é isenção. Isso significa que, ao contrário do que acontece nos restaurantes, a sua conta não vem com IVA incluído. Se você for estrangeiro e estiver há menos de 60 dias no Uruguai, não terá o IVA acrescentado. Para isso, o hotel vai conferir, no check-in, o carimbo de entrada do seu passaporte ou a data de entrada na sua papeleta de imigração (se você tiver viajado com RG). No caso dos hotéis, a isenção vale para pagamento por qualquer meio, incluindo dinheiro vivo. Alguns hotéis aceitarão, além de pesos uruguaios, também dólares ou reais, a um câmbio arbitrado pelo próprio hotel.

Por isso, não há problema em pré-pagar hospedagem antes de viajar: o IVA não está previamente incluído na diária em sites como o Booking.

(Caso você perca a papeleta de entrada ou já esteja no Uruguai há mais de 60 dias, no entanto, o IVA de 10% será acrescentado à conta.)

Outros descontos de IVA na América do Sul

Colômbia isenção IVA

San Andrés, Colômbia

Dos grandes destinos turísticos da América do Sul, só o Brasil não oferece desconto de imposto de hospedagem a visitantes estrangeiros.

Veja o quanto você economiza na hospedagem em países da América do Sul:

  • Uruguai: 10% (qualquer meio de pagamento)
  • Argentina: 21% (apenas para pagamento com cartão internacional)
  • Chile: 19% (pagamento em cartão internacional ou dólar vivo)
  • Peru: 18% (qualquer meio de pagamento)
  • Colômbia: 19% (válido apenas para viajantes a lazer; qualquer meio de pagamento)

Mas note que, de todos esses países, só o Uruguai devolve o IVA também em restaurantes e locadoras de carros.

Leia mais:

33 comentários

Jane Maria Cota

Que notícia boa. Alguns amigos voltaram recentemente e me informaram que a preferência é pela bandeira Visa. Isto procede?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jane! No passado o desconto do Mastercard só era calculado no vencimento da fatura, não sei se agora ainda está assim. Com Visa o desconto já aparece imediatamente no extrato.

Jane Maria Cota

Obrigada.Tomei a liberdade de fazer nosso roteiro pelas suas postagens e dicas que sempre são preciosas. Uruguai será uma de nossas melhores férias!

Janaina Ercolin

Vale mais a pena hoje utilizar o cartão de crédito, mesmo com dólar instável e alto, ou utlizar a moeda local e pagar com pesos?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Janaína! Se o real desvalorizar 15% no mês, ainda sim empatará com o desconto, já incluindo o IOF. Para você ter prejuízo é preciso que o real desvalorize acima de 15% entre a sua viagem e o pagamento da conta.

Se o real não desvalorizar entre a sua viagem e o pagamento da conta, você terá economizado 15% nas suas refeições.

O "dólar alto" não influi em nada na conta. O câmbio entre peso e real é mediado pelo dólar. O que influi, sim, é a desvalorização do real entre a viagem e o pagamento.

Cláudia
CláudiaPermalinkResponder

Ricardo estamos há cinco dias no Uruguai e todas as contas de restaurante pagas com o Mastercard, ao recebermos os comprovantes no celular, não mostram o desconto do IVA nem mesmo a diferença entre os 6.85 e os 9% ,isso continua incorreto não e mesmo ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cláudia! Quem responde é A Bóia. No MasterCard a diferença vem descontada na fatura.

Pedro Friche
Pedro FrichePermalinkResponder

Cláudia, você enviou a mensagem em 30/09. O desconto no IVA passou a valer em 01/10.

Aline
AlinePermalinkResponder

Iva não é a mesma coisa que iof, certo?
Entao, se meu banco cobra iof de transações internacionais como fazer comprar nos cartão seria bom? Por favor me explique isso!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Aline! O IOF é um imposto brasileiro de 6,38% que é adicionado ao seu gasto no restaurante, se você pagar com cartão. O IVA é um imposto uruguaio de 22% que é subtraído do seu gasto no restaurante, se você pagar com cartão.

Simplificando (a conta é mais complicada que isso):

22 menos 6,38 = 15,62.

Se o real permanecer estável entre o dia do gasto e o pagamento da fatura, você economizará 15%.

Se o real desvalorizar 15% entre o dia do gasto e o pagamento da fatura, ficará elas por elas.

Você só perde dinheiro se o real desvalorizar mais de 15% entre o dia do gasto e o pagamento da fatura.

Jane Maria Cota

Passando para agradecer o roteiro e dicas. Não precisei cambiar para ficar os 10 dias no Uruguai (Colônia e Montevidéu). Todas minhas movimentações foram aceitas em cartão Internacional, e pasmem com desconto automático, porém tem que ter os dois: visa e mastercard. Alguns estabelecimentos já definem a bandeira do cartão. Usei o uber normalmente e as corridas não ficaram mais do que 12,00 reais a média. Mais uma vez obrigada!!!

Alessandro
AlessandroPermalinkResponder

Que ótima notícia, eu e minha esposa estamos nos programando para ir no final de ano, com certeza iremos aproveitar esta informação!
Pergunto, como sei que lugares vão conceder este “desconto”? Um ex. Em minha viagem quero visitar vinícolas e algumas delas servem almoço, neste caso o estabelecimento entra como uma bodega ou restaurante?
Existe algum lugar que possa pesquisar antes, para evitar surpresas?
Muito obrigado!
Em todas as minhas viagens, sempre pesquiso com vcs, as dicas são valiosas parabéns pelo trabalho.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alessandro! Não sabemos se há devolução nos restaurantes das bodegas. Pela lógica, teria que haver. Mas se o estabelecimento não estiver cadastrado com restaurante, talvez não haja essa possibilidade.

Jane Maria Cota

Alessandro, não querendo invadir as dicas maravilhosas deste criador, das quais foram de grande valia em minha viagem recente, visitei e almocei na Bouza Bodega em Montevidéu e eles deram o desconto de 22%. Os descontos me foram concedidos apenas em restaurantes, bares e passeios turísticos.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jane! Obrigada pela informação! (A gente realmente não sabia.)

Alessandro
AlessandroPermalinkResponder

Muito obrigado Jane!

Nelson
NelsonPermalinkResponder

Olá,
vc pode indicar uma empresa de celular? vou para o Uruguai agora dia 29 de outubro e volto por Buenos Aires dia 14 de novembro, sendo apenas 4 noites na Argentina, o restante entre Montevidéu, Punta, Cabo Polonio, San Jose, Carmelo e Colônia. Como vamos alugar um carro sem GPS preciso de um Chip de dados de uns 4 Gb. não achei nenhuma explicação muito clara sobre empresas de celular.. se puder ajudar, agradeço muito.
abraços

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nelson! O único plano que funciona nos dois países é o Claro Américas, válido para quem tem celular Claro e adere a um plano que custa R$ 9,90 por mês e dá direito a 30 dias por ano de uso em qualquer país das Américas com a mesma cobertura que tem no Brasil.

As alternativas são usar o plano de roaming internacional da sua operadora (R$ 40 por dia) ou entrar numa loja de operadora na Argentina e em outra do Uruguai (pode ser Movistar, Personal ou Claro) e comprar um chip pré-pago na Argentina e outro no Uruguai.

Leve seu passaporte, há operadoras que não aceitam RG.

Alessandro
AlessandroPermalinkResponder

Muito obrigado ??

Flavia
FlaviaPermalinkResponder

Acabo de voltar do Uruguai e estou tendo problemas com o estorno do IVA pela Visa (cartão Porto Seguro)! Nas compras que fiz com o Mastercard (Nubank) o reembolso veio direitinho... entrei em contato com a Porto e a atendente diz que eu devia ter pedido o reembolso no aeroporto.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flavia! Você está falando de compras ou de restaurantes?

O estorno de IVA de compras feitas em lojas autorizadas e que emitem faturas de exportação realmente precisa ser solicitado no aeroporto.

Nos restaurantes, o desconto do Visa vem na hora que você paga o restaurante. O do Mastercard é que só vem depois na fatura.

Os atendentes dos cartões e das bandeiras não conhecem o sistema de devolução de restaurantes, só estão treinados a falar da devolução em compras.

Heloísa Nóbrega

Alugamos um carro em Montevidéu na Punta Cars por meio da Rentals car. O carro nos deixou põe duas vezes na estrada e por sorte tivemos ajuda de terceiros, porque esperamos três horas e mesmo com insistentes telefonemas não tivemos o apoio mecânico. Fiquem atentos às empresas que escolhem!

Karen
KarenPermalinkResponder

Olá, estou buscando aluguel de carro pela rentalcars para o uruguai 17/nov a 20/nov. Não está claro no site se o pagamento é feito diretamente online ou no local (portanto tenho duvida se terei o desconto do iva). Porém, o valor parece bom (+-450 reais alugando em colonia e devolvendo em montevideu, sem taxa extra de devolução em outra cidade) e tenho receio de deixar pra alugar no local e o valor ser bem mais caro. É possivel ter uma ideia de quanto ficaria o aluguel local pra ver se compensa reservar online ou não?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karen! Se for pré-pagamento, não haverá o retorno do IVA. Para comparar você pode usar o site uruguaio da mesma locadora.

Karen
KarenPermalinkResponder

Liguei pra lá. De fato a cobrança não é no local e além disso fiquei sabendo de uma taxa maior que o valor do aluguel do carro (!) apenas por devolver em outra cidade que não estava demonstrada no site mas seria cobrada! Fiquem atentos!

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Olá pessoal. Chegamos hoje, 14/11/18 em Montevidéo e fomos em um restaurante comer. Quando pedimos a conta, veio o valor de 700 pesos + os 22% do IVA. Quando paguei no cartão de crédito recebi o desconto do IVA. Está certa essa conta do restaurante ou o valor deveria ser apenas os 700 pesos? E os 22% do IVA deveriam ser descontados em cima desses 700?? Pra mim, a conta que o pessoal do restaurante fez, NÃO me deu o desconto do IVA, pois eles SOMARAM na conta e depois foi RETIRADO pelo cartão de crédito. Não sei se me fiz entender, mas resumindo, eu achava que o valor final que deveria pagar seria os 700 do restaurante e descontado os 22% no cartão: 700 - 154 (22%) = 546 pesos. Abraços.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelo! Essa apresentação de conta é novidade para mim -- mas se os 22% não estavam incluídos nos 700 pesos, a conta está certa. Pelo que eu entendi, se você pagasse em dinheiro, a conta seria 854 pesos.

Maurício Gil - Floripa (SC)

Marcelo, pessoal conhecido meu também reclamou desse fato: eles estão ficando espertinhos, acrescem o IVA e depois tiram. No seu caso o imposto já estava incluido nos 700 pesos, você deveria pagar 700 menos o IVA. É o jeitinho uruguaio se mostrando.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mauricio! Para ter certeza disso você tem que comparar cada item da conta com o preço do cardápio. Esse jeito de apresentar a conta pode ser apenas uma maneira de mostrar quanto você economiza se pagar com cartão. Caso haja realmente fraude, que se denuncie na polícia.

William
WilliamPermalinkResponder

Incrível eu não sabia e foi mega útil mas fiquei com uma dúvida a cerca de reservas feitas pelo booking , o valor do iva é devolvido também com o cartão tanto crédito quanto débito ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, William! Reservas de hotel são isentas de IVA, não importa o meio ou a moeda de pagamento. O IVA (que em hotéis é 10%) será ACRESCIDO à sua conta caso você não apresente o passaporte carimbado ou a papeleta de imigração que prove que você está há menos de 60 dias no país.

A devolução de IVA só acontece nos pagamentos a restaurantes e locadoras com cartão. Está no título do post e tudo.

Flávio Leal
Flávio LealPermalinkResponder

Bom dia, gente!

A viagem ao uruguai tem sido maravilhosa, muito por seguir as dicas do viajenaviagem(obrigado!)
Em relação ao iva, tenho pago os restaurantes com mastercard e no comprovante da maquininha já vem o iva descontado. Porém, ao ver a parcial do cartão, vem o valor cheio, sem desconto. É assim mesmo? Tenho que guardar todos os comprovantes das operações ou posso ficar tranquilo que certamente virão os descontos no fechamento da fatura?

Abraço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flavio! No Mastercard o desconto vem no fechanento da fatura.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar