Uruguai: desconto de 22% em restaurantes e locação de carros volta em outubro

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Uruguai desconto IVA

Lembra da devolução do IVA em restaurantes e aluguel de carro para pagamento com cartão internacional no Uruguai? Vai voltar agora em 1º de outubro. É oficial: já está publicado no site do turismo do Uruguai.

A medida entra em vigor dia 1º de outubro de 2018 e tem vigência prevista até 30 de abril de 2019.

Nesse período, contas de restaurante e locação de carros pagas com cartão internacional (de crédito, débito ou pré-pago) terão um desconto de 22%, relativos ao estorno de IVA (o ICMS deles).

Por que o Uruguai oferece esse desconto?

Em 2013, o governo da Argentina implementou um controle cambial severo (que fez ressurgir o dólar paralelo, ou blue), encarecendo as viagens dos argentinos. Como os hermanos da outra margem do Prata são o principal mercado do turismo uruguaio, o governo celeste resolveu baratear as contas de restaurante e locação de carros, devolvendo o IVA.

(Ao mesmo tempo, dentro de um esforço mais amplo para formalizar a economia, restringiu essa devolução a pagamentos feitos com meios eletrônicos.)

Com a recuperação da economia argentina em 2017, em abril de 2018 o Uruguai diminuiu o desconto de 22% para 9%.

Só que o Uruguai não contava com uma nova -- e devastadora -- crise cambial argentina. O efeito já foi sentido nas férias de julho, quando houve uma queda de visitantes. Para não perder o público do verão, então, o Uruguai resolveu voltar com a devolução integral.

É uma medida feita sob medida para os argentinos, mas que os brasileiros também vão aproveitar.

Como funciona o desconto?

Uruguai desconto IVA restaurantes

As contas nos restaurantes e locadoras vêm com IVA incluído. Na hora do pagamento, porém, a maquininha reconhece quando o cartão é internacional e aplica o desconto, que vem então discriminado no recibo final.

No caso de locação de carros, o desconto só vale para locações pagas no Uruguai. Locações pré-pagas fora do Uruguai não recebem a devolução porque a cobrança não é efetuada numa maquininha uruguaia.

Isenção de IVA em hotéis

É bom lembrar que continua valendo uma medida que nunca foi revogada: a isenção de IVA nas diárias de hotel.

Como funciona a isenção de IVA nos hotéis?

Uruguai desconto IVA hotéis

Veja que não é devolução: é isenção. Isso significa que, ao contrário do que acontece nos restaurantes, a sua conta não vem com IVA incluído. Se você for estrangeiro e estiver há menos de 60 dias no Uruguai, não terá o IVA acrescentado. Para isso, o hotel vai conferir, no check-in, o carimbo de entrada do seu passaporte ou a data de entrada na sua papeleta de imigração (se você tiver viajado com RG). No caso dos hotéis, a isenção vale para pagamento por qualquer meio, incluindo dinheiro vivo. Alguns hotéis aceitarão, além de pesos uruguaios, também dólares ou reais, a um câmbio arbitrado pelo próprio hotel.

Por isso, não há problema em pré-pagar hospedagem antes de viajar: o IVA não está previamente incluído na diária em sites como o Booking.

(Caso você perca a papeleta de entrada ou já esteja no Uruguai há mais de 60 dias, no entanto, o IVA de 10% será acrescentado à conta.)

Outros descontos de IVA na América do Sul

Colômbia isenção IVA

San Andrés, Colômbia

Dos grandes destinos turísticos da América do Sul, só o Brasil não oferece desconto de imposto de hospedagem a visitantes estrangeiros.

Veja o quanto você economiza na hospedagem em países da América do Sul:

  • Uruguai: 10% (qualquer meio de pagamento)
  • Argentina: 21% (apenas para pagamento com cartão internacional)
  • Chile: 19% (pagamento em cartão internacional ou dólar vivo)
  • Peru: 18% (qualquer meio de pagamento)
  • Colômbia: 19% (válido apenas para viajantes a lazer; qualquer meio de pagamento)

Mas note que, de todos esses países, só o Uruguai devolve o IVA também em restaurantes e locadoras de carros.

Leia mais:

10 comentários

Jane Maria Cota

Que notícia boa. Alguns amigos voltaram recentemente e me informaram que a preferência é pela bandeira Visa. Isto procede?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jane! No passado o desconto do Mastercard só era calculado no vencimento da fatura, não sei se agora ainda está assim. Com Visa o desconto já aparece imediatamente no extrato.

Jane Maria Cota

Obrigada.Tomei a liberdade de fazer nosso roteiro pelas suas postagens e dicas que sempre são preciosas. Uruguai será uma de nossas melhores férias!

Janaina Ercolin

Vale mais a pena hoje utilizar o cartão de crédito, mesmo com dólar instável e alto, ou utlizar a moeda local e pagar com pesos?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Janaína! Se o real desvalorizar 15% no mês, ainda sim empatará com o desconto, já incluindo o IOF. Para você ter prejuízo é preciso que o real desvalorize acima de 15% entre a sua viagem e o pagamento da conta.

Se o real não desvalorizar entre a sua viagem e o pagamento da conta, você terá economizado 15% nas suas refeições.

O "dólar alto" não influi em nada na conta. O câmbio entre peso e real é mediado pelo dólar. O que influi, sim, é a desvalorização do real entre a viagem e o pagamento.

Cláudia
CláudiaPermalinkResponder

Ricardo estamos há cinco dias no Uruguai e todas as contas de restaurante pagas com o Mastercard, ao recebermos os comprovantes no celular, não mostram o desconto do IVA nem mesmo a diferença entre os 6.85 e os 9% ,isso continua incorreto não e mesmo ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cláudia! Quem responde é A Bóia. No MasterCard a diferença vem descontada na fatura.

Pedro Friche
Pedro FrichePermalinkResponder

Cláudia, você enviou a mensagem em 30/09. O desconto no IVA passou a valer em 01/10.

Aline
AlinePermalinkResponder

Iva não é a mesma coisa que iof, certo?
Entao, se meu banco cobra iof de transações internacionais como fazer comprar nos cartão seria bom? Por favor me explique isso!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Aline! O IOF é um imposto brasileiro de 6,38% que é adicionado ao seu gasto no restaurante, se você pagar com cartão. O IVA é um imposto uruguaio de 22% que é subtraído do seu gasto no restaurante, se você pagar com cartão.

Simplificando (a conta é mais complicada que isso):

22 menos 6,38 = 15,62.

Se o real permanecer estável entre o dia do gasto e o pagamento da fatura, você economizará 15%.

Se o real desvalorizar 15% entre o dia do gasto e o pagamento da fatura, ficará elas por elas.

Você só perde dinheiro se o real desvalorizar mais de 15% entre o dia do gasto e o pagamento da fatura.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar