Dólares e pesos na Argentina: cifrões cifrados

$ 150

Acontece o tempo todo em Buenos Aires: você vê um preço na vitrine e por um momento pensa que está em dólar.

É que o símbolo do peso argentino é o cifrão sozinho: $. É como se a gente usasse só o cifrão para designar reais, sem o Rzinho na frente.

Mas quando querem expressar preços em dólar, os argentinos fazem como a gente, e escrevem “US$”.

Quando aparecem preços em dólar? No mercado de imóveis (vitrines de imobiliárias), no de viagens (vitrines de agências de turismo) e em alguns poucos produtos/serviços para turistas (como, de vez em quando, shows de tango).

Então imaginem a confusão que se instalou por uns instantes na minha cabeça quando passei em frente ao Bar Sur de tarde e vi o show anunciado a 150. Por um momento, pensei que pudessem ser 150 dólares, o que seria um absurdo. Mas é só prestar um pouquinho mais de atenção para ver que o cifrão está sozinho, sem a sigla dos United States. São 150 pesos. Ufa.

Nota: preços de 2011.

Leia mais:

82 comentários

como leitora voraz deste já elogiadíssimo site em busca das melhores dicas de buenos aires, gostaria de registrar e dividir minha experiencia pessoal, em mais uma visita a baires, entre 21/02/13 a 25/02/13 qto. ao assunto cambio, se o Boia permitir, é claro…
antes de mais nada informo que como boa carioca estou sempre desconfiada da malandragem alheia… e como todo mundo sabe turista é sempre “pato” em qq. lugar do mundo…
mas informo que definitivamente atualmente trocar real ou dolar no cambio oficial da argentina não compensa de jeito nenhum p/ o turista…
a diferença entre cambio oficial e cambio paralelo chega a 12 por cento no cambio real/peso e de 26 a 45 por cento(é fato) no cambio dólar/peso ..!!!!
acreditem pois é verdade…
não é a minha primeira vez na argentina(e definitivamente não vai ser a última pois “amo” buenos aires) e realmente fiquei impressionada e por este motivo, novamente se o comentario for aprovado, quis dividir c/ os outros viajantes esta inusitada experiencia ….
tenho como exemplo o pagamento do hotel pois a reserva foi feita daqui do brasil atraves do booking e o valor da reserva total em dolares das 4 diárias, sem contar c/ a taxa de iva de 21 por cento, foi maior do que o valor que paguei no final utilizando a conversao dolar/peso no cambio nao oficial … importante
definitivamente nao estou aqui fazendo apologia do cambio negro, nunca antes havia me utilizado desta forma de cambio, essa foi a minha 1a. vez, pois sei dos riscos da transação mas realmente fica muito difícil p/ o turista c/ esta atual politica economica argentina não fazer uso do mesmo desde que tenha informações confiáveis e seja muito bem recomendado…]
encerrando o assunto cambio, gostaria de elogiar aqui o transfer do “levaeutransfer” do jorge lesdeman que conheci atraves de outro excelente blog c/ dicas de baires o “buenos aires para chicas” da amanda, o “levaeutransfer” é pontual, confíavel, disponivel, prestativo, confortável s/ sombra de dúvida valeu muuuuito a pena!!!
me surpreendeu!

Gostaria de subir uma pergunta ao perguntódromo, se possível.

Minha filha vai com amigos para Buenos Aires no Carnaval. Sabemos que o peso argentino esta falsamente valorizado e a inflação lá é uma realidade que o governo esconde. Por isso, já existe câmbio paralelo que paga muito mais pelo dólar que o oficial, além do governo ter adotado uma política bastante restritiva de compra de dólares pelos argentinos.

A pergunta é: alguem ja trocou dólares no câmbio negro (paralelo)? Por que os brasileiros têm de pagar pela política econômica completamente esquizofrênica do governo argentino? Desde já agradeco os comentarios de quem esteve na Argentina recentemente.

    Olá, Clara! Não recomendamos câmbio paralelo. Recomendamos levar dólar ou real e usar diretamente no comércio sempre que a cotação oferecida for vantajosa.

    As caixas de comentário dos posts da Argentina estão ameçando virar uma feira livre de argentinos que se oferecem para comprar reais no câmbio negro, e a orientação que tenho é a de apagar todos esses comentários.

    Noooossa, Bóia, é mesmo??

    Mas a sua orientação já ajudou muito, obrigada!

Gente, os preços do Bar Sur estão desatualizados. Fui à B.A neste feriado. O Jantar está 490P e só o show está 320 Pesos (chorando um pouco, se consegue facilmente 250 pesos). Obrigado ao blog, planejamos tudo por aqui e deu muito certo.

Como é minha primeira viagem para fora e para BA estou em dúvida de como vou saber o preço das coisas na Argentina, se falarem para mim isso custa 50 pesos, me ajude a saber em reais (o peso está mais ou menos 0,42 para o real) é só eu multiplicar simplesmente 50 por 0,42 aí eu acho o valor em reais ? Desculpe se é uma pergunta meio besta é que com tantas conversões agente fica louco principalmente como é pela primeira vez.Desde já agradeço.

    Olá, Daniela! É melhor fazer o cálculo ao contrário.

    1 real hoje está valendo entre 2,40 e 2,50 pesos.

    Divida pela pior cotação. 50 dividido por 2,40 = 20,80 pesos.

    Um jeito fácil de memorizar é 10 pesos = 4 reais.

    Mas claro que esse cálculo vale para agora. Daqui a uns meses a relação pode estar diferente, porque na Argentina a inflação é alta.

Olá!!! Minha dúvida é que em alguns sites vem o valor em U$S! O que seria? Obrigada.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.