Suíça alemã: Zurique x Lucerna x Berna

Lucerna

[Lucerna]

Depois de mostrar as diferenças entre os trens panorâmicos (Golden Pass Line, Jungfraubahn, Glacier Express, Bernina Express, Wilhelm Tell Express) e comparar três vilarejos alpinos (Interlaken x Zermatt x St. Moritz), chegou a hora de comparar as cidades maiores.

Já falei um bocadinho de Lugano, e no próximo post vou contar minhas impressões sobre três possíveis bases da Suíça francesa (Montreux, Lausanne e Genebra). Neste aqui vou dar meus pitacos sobre três possíveis bases da Suíça alemã: Zurique, Lucerna e Berna.

(Infelizmente não tive tempo para ir a Basiléia, que fica na fronteira com França e Alemanha e é a segunda maior cidade da Suíça, e tampouco a região próxima ao Lago Constança e à Áustria, onde estão a cidade de St. Gallen e o vilarejo típico de Appenzell.)


Visualizar Zurique x Lucerna x Berna em um mapa maior

Vamos lá…

ZURIQUE | A porta de entrada

Lago Zurique

[Lago Zurique]

Elegante e cosmopolita, Zurique é o que mais se aproxima de uma metrópole suíça — e ainda assim, tem menos de 400.000 habitantes. É uma cidade seriamente endinheirada. Percorra as ruas do centro histórico (Altstadt) entre a Bahnhofstrasse (”rua da estação”) e o rio Limmat (à esquerda de quem vem da estação), e em vez de lojinhas de souvenir você encontrará grifes poderosas (sobretudo próximo ao rio).

Rio Limmat

[Rio Limmat]

A Bahnhofstrasse vai da estação até o Lago Zurique, onde são operados passeios de barco. A outra margem do Limmat é um pouco mais desencanada — e morre menos depois do horário comercial. A vida noturna mais bacana, no entanto, está longe do rio, no bairro industrial de Zürich West, a menos de dez minutos de bonde da estação central, na direção oposta ao lago. O Bruno Vilaça tem um ótimo roteiro para quem vai passar um dia na cidade (leia aqui).

Zürich West

[Zürich West]

Zurique é a cidade suíça com maior cartaz entre os brasileiros, que muitas vezes fazem dela sua única parada no país, dentro de um pinga-pinga pela Europa. Não acho uma boa estratégia. Na minha opinião, Zurique é uma parada bacana se o seu interesse específico for por Zurique; mas se você procura um resumo da Suíça num lugar só, ou uma base única para se movimentar o máximo pelo país, Lucerna e Berna são escolhas bem mais proveitosas.

Banhnhofstrasse, ZuriqueAltstadt, ZuriqueAltstadt, Zurique

[Zurique]

–> Tempo de viagem de trem/Distâncias rodoviárias

Winterthur 26 min/27 km, Lucerna 45 min/52 km, Berna 56 min/130 km, Basiléia 56 min/86 km, Interlaken 1h56/120 km, Chur 1h15/142 km, Lausanne 2h15/211 km, Montreux 2h39/196 km, Lugano 2h28/170 km, Strasbourg 2h35/224 km, Genebra 2h50/260 km, Stuttgart 2h52/220 km, Zermatt 3h13/185 km, St. Moritz 3h21/203 km, Innsbruck 3h26/295 km, Milão 3h40/280 km, Paris 4h06/660 km, Munique 4h13/315 km.

–> Montanhas próximas

Você pode subir ao parque Ueteliberg (20 min. de trem) ou ir às estações de esqui de Hoch-Ybrig (45 min. de trem até Einsiedeln, depois teleférico) ou Flumserberg (1h30 de trem + ônibus, via Ziegelbrücke e Flums). Para ver neve ou pelo menos gelo o ano inteiro, porém, vá ao Monte Titlis, em Lucerna (1h40 de trem a Engelberg via Lucerna + 45 minutos em vários bondinhos).

–> Bate-voltas

Winthertur (cidade histórica, 20 min. de trem), Einsiedeln (mosteiro + estação de Hoch-Ybrig no inverno; 45 min. de trem), Lucerna (45 min. de trem), Berna (1h de trem), Basiléia (1h de trem), Interlaken (1h48 de trem; saia cedo para conseguir fazer o circuito inteiro da Jungfraubahn, que leva entre cinco e seis horas).

–> Trens panorâmicos

Nenhum chega à cidade. Os mais próximos são a Jungfraubahn, um circuito fechado a partir de Interlaken (1h48 de trem, reserve mais 5 ou 6 horas para o circuito completo), a Golden Pass Line, que faz um percurso panorâmico (mais longo do que o expresso) a Interlaken e Montreux, com possibilidade de um desvio a Zermatt, e finalmente o Glacier Express e o Bernina Express, que você pode pegar a partir de Chur, a 1h15 de trem de Zurique.

ZuriqueZuriqueZurique

[Zurique]

–> Onde ficar

Os hotéis no entorno imediato da estação são poucos (e bastante caros). Para encontrar alternativas abordáveis, é preciso atravessar para a outra margem do rio Limmat. Por ali considere o econômico-clean Marta, o confortável Hôtel du Théâtre Swiss Quality e o charmosinho St. Josef. Caçadores de hotéis ultra-econômicos devem fazer uma fezinha no easyHotel. (que fica na lateral da estação, num bairro meio red light district). Para os lados da Cidade Antiga, o Bruno Vilaça recomenda o Altstadt e o Helmhaus Swiss Quality. Querendo ficar em Zürich West, você vai curtir o moderninho 25 Hours Zürich West (há também um Ibis Budget e um Novotel por lá).

Leia mais: 24 horas em Zurique, o roteiro do Bruno Vilaça

Leia mais: Hotéis de Zurique no Booking

Leia mais: Site oficial de Zurique (em inglês)

Leia mais: Zurique no MySwitzerland (em português)

LUCERNA | Compacta & diversa

Lucerna

[Lucerna]

Lucerna foi a melhor surpresa do meu périplo suíço. Claro que a surpresa se deve apenas à minha ignorância, já que batalhões de viajantes já estavam carecas de recomendar a cidade, e a opinião deles poderia ser facilmente pesquisada na net. Uma definição bastante freqüente de Lucerna é “Switzerland in a nutshell” — algo como “a síntese da Suíça”.

Lucerna

[Centro histórico]

De fato, Lucerna tem tudo: lago, rio cortando o centro histórico, montanhas à vista e… vida própria. A cidade não é excessivamente turística e é facilmente manejável a pé. E por ser católica, Lucerna é um pouco mais colorida e rebuscada que suas colegas protestantes. Se você só tem um ou dois dias para investir na Suíça, é aqui que eu recomendaria que você ficasse.

LucernaLucernaLucerna

[Lucerna]

–> Tempo de viagem de trem/Distâncias rodoviárias:

Aeroporto de Zurique 1h03/68 km, Zurique 45 min/52 km, Berna 1h/110 km, Basiléia 1h01/98 km, Chur 2h08/140 km, Interlaken 2h/68 km,  Lausanne 2h08/225 km, Montreux 2h32/210 km, Lugano 2h36/205 km, Genebra 2h43/290 km, Zermatt 3h11/220 km, Milão 3h32/244 km, St. Moritz 4h23/226 km, Innsbruck 4h31/305 km, Paris 4h43/610 km, Munique 5h19/370 km.

LucernaLucernaLucerna

[Lucerna]

–> Montanhas próximas

A mais impressionante das montanhas de Lucerna é o Monte Titlis, que oferece neve ou pelo menos gelo o ano inteiro (45 minutos de trem a Engelberg + 45 minutos em vários bondinhos).

Mais perto, mas com neve garantida só no inverno, estão o Monte Pilatus (no verão, 20 min. de trem ou 50 min. de barco a Alpnachstad, então 30 min. de funicular; no inverno, 15 min. de ônibus nº1/Kriens a Linden Pilatus, então dois teleféricos) e o Monte Rigi, que pode ser visitado por meio de um belo circuito, o Classic Rigi, que combina travessia do lago (de Lucerna a Vitznau), trem de montanha e teleférico (ao pico do Monte Rigi) e travessia de volta (de Weggis a Lucerna).

LucernaLucernaLucerna

[Lucerna]

–> Bate-voltas

O tour pelo Lago Lucerna é imperdível; não querendo fazer a volta inteira, vá até Vitznau (50 min) e na volta pare em Weggis. Outras boas pedidas são Berna (1h), Basiléia (1h) ou, num dia puxado, Interlaken, para fazer o circuito completo da Jungfraubahn (2 horas de trem + 5 a 6 horas de circuito).

–> Trens panorâmicos

Dois chegam/partem da cidade. O mais popular é a Golden Pass Line, que vai a Interlaken (2h) e Montreux (mais 3h20) pela rota panorâmica, com possibilidade de um desvio a Zermatt. O segundo é o Wilhelm Tell Express, uma combinação de barco (atravessando todo Lago Lucerna até Flüelen) e trem que leva a Lugano, na Suíça italiana, em 5h30 .

Lucerna

–> Onde ficar

O entorno da estação concentra muitos hotéis e não tem cara de “entorno de estação”. Hospedando-se ali você está perto também da estação de barcos e chega ao coração do centro histórico atravessando a linda Ponte da Capela. Fiquei num Ibis Budget baratinho a menos de 10 minutos a pé (3 minutos de bonde). Numa faixa intermediária, considere o Alpina, o Stern Luzern ou o Flora. Mas se estiver podendo, fique no badaladão The Hotel ou no moderninho Radisson Blu.

Hospedando-se em hotéis na outra margem do rio (ou ao longo do lago) você vai precisar ir de táxi para chegar com malas. Por ali, o Pickwick e o Hotel des Alpes oferecem vista para o lago e ótima relação custo x benefício.

Leia mais: Como é o Wilhelm Tell Express, barco + trem entre Lucerna e Lugano

Leia mais: Hotéis de Lucerna no Booking

Leia mais: Site oficial de Lucerna (em inglês)

Leia mais: Lucerna no MySwitzerland (em português)

BERNA | Encantadora & central

Berna

[Berna]

Berna foge do padrão cidade-suíça-à-beira-do-lago. Seu ponto focal é o rio Aare, que circunda o centro histórico. Berna é uma jóia do urbanismo medieval: as construções da cidade antiga se alinham em três ruas perfeitamente paralelas que partem do entorno da estação central e se encontram na ponta da península, já a caminho da ponte principal. Longas arcadas protegem os moradores (e visitantes) das intempéries. Do outro lado do rio fica o Parque dos Ursos, onde ursos podem ser observados (por ali há um ótimo biergarten, o Altes Tramdepot).

Altes Tramdepot, Berna

[Altes Tramdepot, Berna]

Mas Berna não é apenas um passeio imperdível. A capital suíça é também a base mais conveniente para saracotear pela metade do país ao norte dos Alpes: Zurique, Lucerna, Lausanne, Montreux e Genebra ficam entre 1h e 1h30 de distância, de trem; Interlaken está a uma hora.

Berna

[Berna]

–> Tempo de viagem de trem/Distâncias rodoviárias

Aeroporto de Zurique 1h18/145 km, Zurique 56 min/130 km, Interlaken 50 min./58 km, Basiléia 56 min./96 km, Lucerna 1h/110 km, Lausanne 1h06/102 km, Montreux 1h30/88 km, Genebra 1h41/168 km, Aeroporto de Genebra 1h50/165 km, Zermatt 2h06/137 km, Chur 2h20/240 km, Dijon 2h26/269 km, Milão 3h04/352 km, Lugano 3h43/270 km, Paris 4h03/590 km, St. Moritz 4h26/317 km, Innsbruck 4h34/410 km, Munique 5h30/432 km.

BernaBernaBerna

[Berna]

–> Montanhas próximas

Berna é a grande base para quem quer fazer as montanhas de Interlaken sem se hospedar em Interlaken: apenas 50 minutos separam as duas cidades, com um trem a cada meia hora. Leia sobre a Jungfraubahn.

BernaBernaBerna

[Berna]

–> Bate-voltas

Além do passeio a Interlaken (reserve o dia inteiro para o circuito da Jungfraubahn, que leva entre 5 e 6 horas a partir da estação Interlaken Ost), Berna está superbem situada para pulinhos em Lucerna (1h), Basiléia (1h), Lausanne (1h), Zurique (1h), Montreux (1h30), Genebra (1h40). Nas redondezas, considere também um dia folclórico na região do Emmental (1h de trem), onde se pode ver uma demonstração de como se faz o queijo e também visitar uma ferraria onde se produzem os sinos das vaquinhas suíças.

SpaetlziParque dos Ursos, BernaBerna

[Berna]

–> Trens panorâmicos

Nenhum passa pela cidade. É preciso subir a Interlaken para pegar a Golden Pass Line, que vai pela rota panorâmica a Lucerna (2h) e Montreux (3h20 na outra direção). O circuito da Jungfraubahn é fechado, começa e termina em Interlaken Ost.

Berna

[Berna]

–> Onde ficar

Para desembarcar do trem e ir a pé até o hotel, considere o renovado Sorell Ador, o correto City am Bahnhof ou o antiquado, pero cumplidor, Savoy. Caminhando mais cinco minutos dá para descolar boas tarifas no (ótimo) Kreuz Bern e nos (modestos) Metropole Swiss Quality e Continental.

Leia mais: Hotéis de Berna no Booking

Leia mais: Site oficial de Berna (em inglês)

Leia mais: Berna no MySwitzerland (em português)

Ricardo Freire viajou à Suíça a convite do Swiss Travel System.

Pesquise

Seguro de viagem na Mondial Assistance

Leia mais::

Suíça francesa: Montreux x Lausanne x Genebra

Estações alpinas: Interlaken x Zermatt x St. Moritz

Lugano, Suíça à italiana

Trens panorâmicos: como é o Glacier Express

Trens panorâmicos: como é o Bernina Express

Trens panorâmicos: como é a Golden Pass Line

Trens panorâmicos: como é a Jungfraubahn

Trens panorâmicos: como é o Wilhelm Tell Express

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


423 comentários para “Suíça alemã: Zurique x Lucerna x Berna”

  1. Oi Bola
    Vou para Zurich com minha mãe e temos 4 dias para conhecer algumas cidades próximas .
    A base será em Zurich.
    O que vc sugere para bate e volta?
    Tem alguma cidade medieval nas redondezas?
    Obrigada
    Marcia

    1. Olá, Marcia! As dicas estão no post acima :)

  2. Uma cidade pouco lembrada a quarenta minutos de Zurique é Schaffhausen, quase na fronteira com a Alemanha. Além de uma arquitetura medieval bem interessante, a cidade ainda possui uma fortaleza no alto da colina e fica a 4 quilômetro as Quedas do rio Reno.

    1. Obrigada Marcelo.

  3. A.L.
    Obrigada pela dica!
    Abç,
    Fatima Valente.

  4. Olá,
    com uma semana na Suíça, entrando pela França (Lyon-Lausanne) dormindo em Lausanne e depois estabelecendo base em Berna, qual seria sua opinião de um roteiro inteligente a fazer? Lembrando que é uma semana, pensei em fazer esses bate-voltas do seu post, Lucerna, Zurique, Interlaken. E também conhecer um pouquinho Berna, é claro. Estou pesquisando sobre o que é imperdível em cada cidade, e se uma for melhor que outra, tentar mudar esse roteiro.
    Tem uma luz para mim? hahahah obrigada!

    1. Olá, Laísa! Berna é uma base prática para esses bate-voltas.

  5. Cuidado ao visitar a Suiça de carro !!!!!!!
    Estive neste verão em Zurique -julho de 2013, ao entrar pela aduana na estrada vindo da Alemanha não tivemos qualquer problema .Porém, ao sairmos da Suiça em direção a França , um policial da aduana nos parou e solicitou um selo no vidro do carro. Como não sabiamos do que se tratava ,porque não tem nada no site oficial da Suiça e ninguém nos avisou , recebemos uma multa de 240,00 francos no cartão de Crédito, que já chegou para pagar. Acreditem pensem 10 x antes de vistar a Suiça de carro.

    1. Olá, Roberta! Se você avisou a sua locadora que levaria o carro para a Suíça, ela deveria ter avisado você do selo. É um procedimento padrão, não é pegadinha. Basta comprar num posto de gasolina antes de atravessar a fronteira. Custa muitíssimo mais barato do que a multa.

      (De todo modo, na Suíça recomendamos sempre trem, com veemência.)

  6. Obrigada pelo esclarecimento . Esta informação deveria estar no site oficial da Suiça.

  7. Depois que Oprah , famosa apresentadora Americana foi mal tratada em Zurique , as minhas suposições a respeito da Suíça vieram a se confirmar . Pensem bem antes de visitar a Suíça .

  8. Boa tarde!
    Ficarei em Lucerna 02 noites, com um dia inteiro para fazer um passeio de montanha. Qual escolher: Titlis, Pilatus ou Rigi? Quais as principais diferenças? Dá pra fazer 02 no mesmo dia (estarei lá na primeira semana de dezembro)?
    Obrigada!
    DAniela

    1. Olá, Daniela! Você leu o texto? Eu copio para você:

      A mais impressionante das montanhas de Lucerna é o Monte Titlis, que oferece neve ou pelo menos gelo o ano inteiro (45 minutos de trem a Engelberg + 45 minutos em vários bondinhos).

      Mais perto, mas com neve garantida só no inverno, estão o Monte Pilatus (no verão, 20 min. de trem ou 50 min. de barco a Alpnachstad, então 30 min. de funicular; no inverno, 15 min. de ônibus nº1/Kriens a Linden Pilatus, então dois teleféricos) e o Monte Rigi, cujo forte são as vistas para os lagos (25 minutos de trem a Arth-Goldau, depois mais 45 minutos de trem ao cume do Rigi).

  9. Olá, vou passar o ano novo na Suíça, mas tenho de decidir entre Zurique e Luzerna.
    Vcs saberiam me informar em qual dessas cidades existem comemorações, com fogos de artifício? Obrigada!

    1. Olá, Camile! Não temos essa informação sobre a Suíça. Mas adiantamos que não se deve ter nenhuma expectativa sobre Réveillon na Europa.

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/reveillon-2013

  10. Quando comecei a elaborar minha viagem para a Suíça, no início deste ano, baseada nas informações do site, estava absolutamente confusa com tantas opções de cidades, passeios, trens panorâmicos…e, nas caixas de comentários, identificava muitos viajantes tão em dúvida quanto eu! 
    Bem, voltei  no sábado passado e gostaria de deixar um comentário como forma de agradecer as dicas e talvez ajudar quem ainda não foi.

    Meu roteiro não serve como inspiração porque acabei fazendo três cidades muito parecidas, todos à beira de um lago.
    Apesar da opinião contrária do comandante, comecei por Zurich, (que eu gostei demais, by the way) fui a Luzern e  depois a Lausanne.
    Como faria somente o deslocamento entre estas três cidades e mais um bate e volta a Bern, a partir de Luzern, e eu passeio ao Titlis, fiz as contas na ponta do lápis e decidi não comprar o Swiss Pass. 

    Zurich Airport – Hauptbahnhof = CHF 6,60
    Zurich- Luzern = CHF 24,00
    Luzern- Bern = CHF 74,00 (ida e volta)
    Luzern- Lausanne = CHF 62,00
    Lausanne – Geneve = CHF 21,00 (onde peguei o TGV para Aix-en-Provence)

    Se fosse só isso, ok! Mas é claro que aí tem que somar transporte público nas cidades (uso pouco, sou de longas caminhadas) museus, passeios de barco e a ida ao Monte Titlis, que paguei integralmente , (com o Swiss Pass tem desconto de 50%). Acabei  gastando CHF 8,50 a mais do que se tivesse comprado o Swiss Saver Pass ( desconto de 15% para quem viaja junto) de oito dias. E o custo só não foi maior porque o hotel  em que fiquei em Lausanne forneceu passe de transporte público válido pelo tempo de permanência! E, acredite, em Lausanne você vai precisar usar o metrô se quiser conhecer bem a cidade e não morrer de cansaço de tanto subir e descer ladeiras! Não é por acaso que Lausanne é a única cidade suíça a ter metrô!

    Bem não vou ficar enchendo com contas e não estou fazendo propaganda do passe suíço para turistas, mas, se eu fosse você, calculava bem antes de decidir a maneira de viajar pelo País! Ainda mais que, quando você está lá  e constata a facilidade que é andar de trem , as pequenas distâncias entre as cidades,  tem vontade de fazer tudo: talvez eu tivesse visitado mais lugares, talvez não…

    Uma outra observação: sou daquelas viajantes que, quando viaja de trem na Europa compra  as passagens no Brasil, nos sites das companhias, com três meses de antecedência!  Então,  sair daqui, com hotel reservado em três diferentes cidades, sem ter em mãos os bilhetes que me levariam de uma para outra, era realmente estressante! 
    Quando cheguei a Zurich e comprei a primeira passagem para Luzern, relaxei! É tudo muito simples: você pode comprar o bilhete no dia mesmo, para qualquer lugar, nas lojas da SBB, que tem em todas as estações (pelo menos nas que eu estive) ou nas máquinas.  Usei os dois sistemas e foram ambos tranquilos. Dependendo do dia e do horário talvez tenha alguma fila nos guichês! 
    Note  que viajei em agosto, no auge do verão europeu, com grande movimento de turistas e, em nenhum deslocamento foi necessário reservar assento. Sempre tem lugar no trem, até porque a frequência  é alta e, se perder um, vinte ou trinta minutos depois virá outro. Viajei de pé apenas uma única vez, quando voltava de Engelberg, depois de ir ao Monte Titlis, mas, vale ressaltar, que era final de tarde de um domingo de sol!!!
    Abraços
    Claudia

    1. Beleza, Claudia, ótimas dicas, vou segui-las.

  11. Oi! Vocês sabem mais sobre o passeio de barco em Lucerna? Não consegui entender no site deles se os barcos são como um transporte público, se saem toda hora….também gostaria de saber quanto tempo leva pra fazer a volta toda, e se há refeições dentro do barco. Se tiverem essa informação, por favor me ajudem! Muito Obrigada

    1. Olá, Carla!

      Você encontra os horários aqui:
      http://www.lakelucerne.ch/en/timetables-fares/seasonal-timetables.html

      A viagem mais comprida é a Flüelen. Com menos tempo, dá para ir só até Vitznau ou Weggis.

      Se você tiver Swiss Pass, o bacana é fazer o roteiro Rigi Classic, que combina barco a Vitznau com trem e teleférico até o Monte Rigi, voltando de barco de Weggis:
      http://www.rigi.ch/Adventures/Majestic-moments/Majestic-moments-Groups-Companies/Classic-Rigi-Round-Trip

      1. Oi Boia! Obrigada!
        Tenho dois dias e meio em Lucerna. Eu estava pensando em fazer um dia de passeio de barco, um dia de Monte Titlis (ou Pilatus) e meio dia para andar pela cidade.

        Você acha que se eu fizer esse Rigi Classic no dia do passeio de barco não fica muita montanha e pouco lago?
        Eu preciso reservar esse passeio ou com o Swiss Pass dá pra chegar lá e fazer com os trens “de linha” mesmo?

        Valeu pela atenção! Adoro o site!

        1. Olá, Carla! O Swiss Pass é válido em todo o circuito do Rigi e também para subir ao Pilatus. Para subir ao Titlis você pagará 46 francos suíços extras no trecho final.

          A travessia do lago até Flüelen é interessante se você continuar a Lugano. Senão, vai ser um passeio comprido demais.

  12. Vou estar de carro em Lugano e queria fazer um bate-volta em Lucerna. O caminho de carro vale a pena do ponto de vista panoramico ou so se for de trem?

    1. Olá, Ronaldo! A estrada vai pela Passagem de São Gotardo, que é bonita mas bastante congestionada. Há um túnel de 16 km.

  13. O trecho entre Lugano e Lucerna de carro segue o mesmo visual panoramico da viagem de trem?

  14. Olá Boia,

    Vou para Suiça em dezembro, lá pelo dia 21/12 e terei trÊs ou dois dias….. talvez estique um pouco, pois Adorei todas essas dicas…… Já estou ansiosíssima…
    Acontece que vou no inverno né… não sei se as dicas serviram para mim…… O que você acha, devo alugar carro, ou será impossível devido as condições climáticas…… Tem alguma dica sobre o inverno lá??
    Obrigada

    1. Olá, Caroline! Aproveite os mercados natalinos e a neve nas montanhas. O trem já é normalmente perfeito para viajar pela Suíça; no inverno, com tantos inconvenientes para andar de carro, não há por que considerar outra opção.

  15. Olá boa tarde, obrigada pelas dicas!

    Estou indo em outubro Paris-Berna de trem (Lyria+intercites)duracao de 4h 12min, mas tem uma conexao em Basel (Paris-Basel depois Basel-Berna) e o tempo da conexao é de 6 minutos (www.raileurope.com.br), como é possivel?

    1. Olá, Thais! Muito provavelmente a conexão será feita na mesma plataforma. Ao contrário do que acontece num avião, você não precisa esperar o trem parar para sair do seu assento. Entre dez e cinco minutos antes da chegada, tire a sua bagagem do compartimento e aproxime-se da porta de saída.

      Caso haja um atraso e você perca a conexão, a cia. suíça endossa a sua ida no próximo. Há trens de hora em hora entre as maiores cidades suíças.

      1. Obrigada pela atenção…suas dicas são muito importantes!

  16. Caro Ricardo, estaremos indo de Milao para Lucerna de trem no dia 28.10.13. Gostariamos de saber se há algum trecho de trem panorâmico que faz essa rota. Poderia ser tambem de Lugano a Lucerna no trem panorâmico. Agradecemos a sua atenção e parabéns pelas excelentes informações do seu site. Abraços Jacqueline e Rodrigo

    1. Olá, Jacqueline! Quem responde é A Bóia.

      Veja todas as possibilidades aqui:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass/

  17. Estou pensando em ir para Suíça em julho de 2014 mas gostaria de fazer de carro. Porque é que vcs nso recomendam? É tao inconveniente assim? Vou com a família e gostaria de ficar alguns dias em zurich, Lucerna, interlaken, Bern,Lausanne e genebra, ( pelo meno s dois ou tres em cada)

    1. Olá, Nubia! Não é que não recomendemos. Apenas não temos nenhuma experiência para compartilhar. E acredite: de trem é perfeito.

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass/

  18. Bóia, tendo Interlaken como base terei 2 dias para bate e voltas, em 3 cidades: Berna, Lucerna e Zurique. Dá p fazer Berna e Lucerna em um dia? Ou é melhor fazer Zurique e Lucerna um dia ?

    1. Olá, Gabriela! Uma cidade por dia. Escolha entre Lucerna ou Zurique.

      1. Valeu bóia.

  19. Olá!
    Qual o melhor país europeu para ser visitado em dezembro e usufruir de todas as belezas do continente? Pergunta difícil, né?!Infelizmente tenho que cortar França e Itália, pois já estive em suas respectivas capitais. Pode me apresentar 5 opções que já tá ‘bão’.
    Obrigada!!
    Beijos,
    Grazi

    1. Olá, Graziella! No inverno, escolha capitais ou lugares de montanha. Para passar menos frio, vá à Andaluzia.

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/2010/12/europa-no-inverno-impressoes-e-dicas-de-um-recem-chegado/

      1. Muito obrigada!!

        Aqui as coisas mudam numa velocidade estonteante e ficou decidido que vamos à Suíça – extremo oposto!!
        Vou coletar todas as dicas que já deu, e se a dúvida persistir, grito de novo, tá?!
        Beijos,
        Grazi

  20. Olá, vou ficar hospedado 3 dias em Lucerna, no primeiro dia vou chegar 11h por Zurique e pensei em almoçar por lá e fazer um passeio de barco, no segundo dia estou em dúvida entre Interlaken ou Monte Titlis, no terceiro pretendo passear em Berna, no quarto dia parto para Veneza. O que você acha do roteiro, Interlaken é mais legal que o Monte Titlis? Ou Monte Titlis é mais legal que Berna? Desculpe as perguntas, mas quanto mais pesquiso mais tenho dúvidas rsrsrs. Obrigado.

    1. Olá, Marcello! Não compare um vilarejo medieval com uma montanha, são coisas incomparáveis.

      O Monte Titlis é um passeio mais fácil desde Lucerna. O que vale a pena em Interlaken seria fazer o Top of Europe; você precisará acordar cedo.

  21. Boia

    É viável sair de Veneza para para Paris, parando um dia na Suíça? Nesse caso qual seria a cidade da Suíça mais recomendada considerando o caminho para para Paris? Ou não é uma boa ideia?

  22. Olá.

    Vamos visitar a Suiça no fim do mÊs de Novembro. Como temos pouco tempo, gostaríamos de visitar num dia só Zurique e Lucerna. Já visitei o site oficial, mas não consigo perceber nem os horários, nem os preços da subida ao monte Pilatus. Podem ajudar-me? Como e de onde fica mais barato? Podemos subir e descer passado 2 horas? Obrigada.

    1. Olá, Filomena! Visitar Zurique e Lucerna no mesmo dia é como visitar o Porto e Guimarães no mesmo dia. Você aconselharia a alguém?

  23. Vou te amolar…

    Comprei o guia de Berna da Clarissa, mas ela não fala nada sobre studio para locação. Não é comum na Suiça?! Em Paris e em Roma alugamos um cantinho…
    Vou descer em Geneve. Berna é o ideal para fixar base?

    Beijosss

    1. Olá, Graziella!

      O Ricardo Freire fala sobre Berna neste post. Você leu?

      Veja também este post de roteiros:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass/

      Veja como alugar pelo AirBnB:
      http://www.viajenaviagem.com/2012/08/dicas-airbnb-aluguel-apartamento/

      1. Oi você que me respondeu!!

        Li sim o post sobre os trens, uma vez que quero saber a melhor forma de visitar a Suíça, já que não aprovo passar 2 horas numa localidade e declará-la conhecida. Vou olhar o AirBnb.

        Obrigada,

        Grazi

  24. Bom dia, saindo de Lucerna qual seria a melhor opção, em relação a beleza e tempo, Classic Rigi ou Mount Titlis para a tarde ir para Berna e depois voltar para Lucerna?
    No dia anterior ainda vou no Top of Europe. Seria melhor deixar para ir só em Berna ou combinar algum outro roteiro com Berna mais light? Obrigado.

    1. Olá, Marcello! Tanto Titlis quanto Rigi são passeios que tomam boa parte do dia. Só dá para combinar com uma voltinha pelo centro histórico da própria Lucerna.

  25. Olá! Vamos à Lucerna em fevereiro saindo de Veneza de trem. Teremos o dia seguinte naquela cidade para um dos passeios ao Pilatus ou Rigi. Estamos pensando em retornar no terceiro dia pelo Wilhelm Tell Express até Lugano e depois trem até Milão. É factível mesmo no inverno? Dá para usar o fast baggage de Lucerna à Milão?

    1. Olá, Ana! O Fast Baggage só funciona dentro da Suíça. Milão, como você sabe, fica na Itália. O Wilhelm Tell Express funciona o ano inteiro. Os trens não-panorâmicos que fazem a rota também.

  26. Olá,
    Dá pra visitar Lucerna e fazer o Classic Rigi em um dia partindo de Zurique cedinho? Lá em cima tem algo o que se fazer ou é só a vista?
    P.S: visitei o site do Rigi, mas achei extremamente confuso e sem alguns dados importantes.
    Muito obrigado pelas informações.

    1. Olá, Diego! Zurique está a menos de uma hora de Lucerna, é possível sim.

  27. Boa tarde,

    irei pra Basel na Suiça em 21 de janeiro de 2013 e ficarei até 5 de fevereiro, hospedada na casa de minha filha que mora lá.

    Que passeios pequenos de um ou dois dias, voces poderiam me sugerir?

    muito agradecida

    Tania

    1. Olá, Tania! Não temos conteúdo específico sobre Basiléia, mas neste post você terá uma idéia dos passeios que pode fazer a partir da cidade da sua filha:

      http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass/

  28. Boia,

    grata pela sugestão.

    Uma outra coisa que eu gostaria de saber, se nesse período de frio, os trens ainda são a melhor maneira de passear pela Suiça?

    abs

    Tania

    1. Olá, Tania! Acreditamos que os trens sejam sempre o melhor meio para passear pela Suíça.

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass/

  29. Ficarei um mês em estudos em Modena, terminando em 14 de março. Conhecerei Florença e Veneza durante minha estadia e não tenho vontade de passear em Milão. Ainda não comprei as passagens pois estou em duvida sobre o aeroporto da saída. Gostaria de aproveitar os ultimos 3-4 dias e conhecer mais uma cidade/regiao (nao necessariamente na Italia) antes da volta, e de lá ir-me embora. Já conheço Paris/Madrid/Barcelona e Londres. Gostei muito da opção da Suiça, pois é próximo e eu poderia partir por Milão ou Zurique, mas todas as fotos dos passeios que vi eram de verão. Será que deixo esse roteiro para uma próxima viagem com clima mais ameno ou quando for com parceria para esquiar/curtir a montanha? Sugerem outro destino?

    1. Olá, Juliana! No verão há mais atividades ao ar livre, mas a paisagem nevada é linda também.

  30. Bóia, parabéns e obrigado por todas as dicas da suíça. Acabo de fazer o trajeto Milão-Interlaken (top of europe)- Lucerna(Titlis, passeio de barco até Weggis)- Bernina Express-Milão. Fui com esposa e dois filhos pequenos, comprei o suiss pass saver flexi e tudo funcionou perfeitamente, graça obviamente a todas as informações suas. Parabéns novamente.

    1. Olá, Marcelo! Obrigada pelo feedback!

  31. Ótimo post!
    Se tivesse que escolher, onde vc se hospedaria: Berna ou Lucerna???
    Pensei em me hospedar em Lucerna e de lá fazer um bate e volta em Berna, o que acha??
    Obrigada !

    1. Olá, Gilmara! Não podemos decidir pelos leitores :D Veja as vantagens de cada uma no post acima e decida de acordo com o seu roteiro.

      Berna está a 1 hora de trem e é um bate-volta possível, sim.

      Leia sobre roteiros de trem na Suíça aqui:

      http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass/

  32. Olá Bóia,

    Vou para Paris em maio, mas com conexão em Zurique – a conexão é de quase 6 horas na volta.
    Vi no site da Swiss que eles recomendam dar uma volta pela cidade qdo a conexão é muito grande.

    Não achei algo que falasse sobre isso por aqui (se já tiver, me desculpe)… poderia me dizer o que dá pra fazer em umas 2 horas por ali? E se vale a pena mesmo sair do aeroporto pra passear um pouquito?

    Obrigada!

    1. Olá, Dea! Vai-se do aeroporto ao centro em 11 minutos de trem. Você desce na estação central e já pode passear pelo centro histórico.

      1. obrigada ;)

  33. Olá Bóia, tô muito confuso, vou à Suíça em Abril passar 10 dias inteiros. Li muitas informações e fiquei sem saber onde ir, quantos dias para cada cidade e etc. Tô pensando em chegar por Zurique e ir viajando até Genebra. Quero alternar belezas naturais, como os vilarejos de montanha, com cidades. O que fazer?

    1. Pablo, fiquei 20 dias na Suiça e fiz base em Zurique e Genebra. Deixo aqui o link p q vc possa ler como foi nossa viagem por lá. Acredito que base de hotel em 2 lugares fique em boa medida e não te deixe no troca troca de hoteis sem necessidade. Afinal, as cidades suiças são próximas e vc terá apenas 10 dias. Relaxe e curta seu passeio.
      http://conversadeviagem.blogspot.com.br
      / suíça

    2. Aqui no viajem na viagem vc tem todas as informaçoes para organizar uma logística de viagem sem correria. Pra cada local seu tempo apropriado, segundo seu foco e objetivo. Conheça por amostragem.

    3. Olá, Pablo! O Ricardo Freire elaborou 30 roteiros diferentes. Escolha o seu ou adapte a partir de um deles:

      http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass/

  34. Oi Boia! Irei viajar em lua de mel para viena, suiça e itália de 28/4 a 16/5/14. Estou na duvida aonde devo estabelecer base na suiça, virei de trem de viena e ficarei 4-5 dias na suiça, irei a Jungfraujoch e gostaria de uma cidade com clima bem característico, romântico, montanha e neve, de facil acesso, pois depois iremos de trem para nápoles(costa amalfitana), seguido de roma. Aguardo sugestões! Obrigada!!!

    1. Olá, Samanta! Pense em voar de Zurique a Nápoles. Lucerna é uma boa base para a Suíça.

      Leia:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass/

  35. Olá!
    Vou de Strasbourg para a Suiça e ainda não sei que base escolho para passar quatro dias, Berna ou Lucerna. Além destas duas cidades, gostaria de conhecer Interlaken e talvez Zurique. O que você acha?

    Também queria saber qual trem eu pego para ir de Strasbourg para Berna ou Lucerna. Tem conexão em Basel? É tranquilo?

    E uma outra dúvida: vou chegar por Paris pela Air France e pretendo ir direto para Strasbourg, me parece que é pelo TGV. Ouvi falar que existe uma parceria entre Air France e TGV. Você conhece? Como funciona?

    Muito obrigada!!

    1. Olá, Denise! Se você ler o texto com carinho, vai ver que o Ricardo Freire recomenda Lucerna acima de todas as outras. Por favor: dê uma lida, você vai aprender bastante sobre os destinos e vai evitar pedir opiniões que já estão expressas no texto.

      Veja horários e compre passagens de trem da França para a Suíça em http://www.voyages-sncf.com . Os horários e preços começam a aparecer com 90 dias de antecedência.

      No site da Air France você pode comprar passagem do Brasil com destino à estação de TGV de Strasbourg. Basta selecionar Strasbourg TGV.

  36. Olá Boia,
    Li praticamento todas as matérias (e posts) do viajenaviagem, que são excelentes, porém ainda tenho algumas dúvidas: 1 – O Bernina Express vai até Milão, é isso mesmo?; 2 – Se eu deixar para comprar o Swiss pass na chegada á Suiça, dá tempo de fazer as reservas de passeios como o Classic Rigi, Monte Titlis e Jungfrau para os dias seguintes ou tenho que reservar com alguma antecedência? Obrigado!

    1. Olá, Augusto! Por favor transcreva onde está escrito que o Bernina vai até Milão… o Bernina vai até Tirano. E no verão continua de ônibus a Lugano. Você pode ir de Tirano a Milão de trem convencional pela Trenitalia.

      Não é preciso reservar nenhum desses passeios que você menciona.

      Apenas os vagões de alguns trens panorâmicos (Bernina, Glacier, Golden Line, Wilhelm Tell, Trem do Chocolate) necessitam reserva. Esses trens podem e devem ser reservados antes de você ter o Swiss Pass em mãos. As reservas são feitas diretamente nos sites desses trens.

      Leia mais:
      http://www.viajenaviagem.com/2013/09/roteiros-trem-suica-swiss-pass/

  37. Boia,

    Por exemplo, na própria matéria do link que você indicou no seu post acima, tem uma parte que sugere a extensão do trecho até Milão quando fala das opções de linhas que partem de Chur: …”Trens panorâmicos:…| Tirano (Itália) pelo Bernina Express: CHF 69 a CHF 72 (portador do Swiss Pass paga apenas as reservas: CHF 9 no inverno, CHF 12 no verão; o desconto é de CHF 60; prossiga a Milão) | Tirano (Itália) em trens convencionais na mesma rota do Bernina Express: CHF 60 (prossiga a Milão)…”.

    1. Olá, Augusto! Todos os posts estão linkados. Por favor, entre nos posts específicos de cada trem para ver os detalhes. Não está escrito nesta frase que o Bernina vai até Milão.

  38. Olá,

    Vou ficar em Interlaken dois dias e estou em duvida em qual passeio fazer.
    Jungfrau (topo da Europa) ou Zermatt com trem panoramico glaicer?
    Eu optei pelo Rail Europe pass e nao pelo swiss pass, vc sabe se tem algum desconto nesses passeios para o Rail Europe passholder?

    Ah e se tiver alguma indicação de albergue será bem-vinda! :)

    Obrigada

    1. Olá, Priscilla! Se você vai estar em Interlaken, a lógica manda você fazer o Jungfraujoch. O Eurailpass dá direito a 25% de desconto.

  39. Além dos clássicos e lindos passeios por toda a Suíça alguém já teve a oportunidade de fazer treking em Luzern, Interlaken e Montreaux? Poderiam comentar? Obrigada.

  40. Olá!
    Irei com amigos de Milão à Suíça um final de semana.
    Saímos sábado cedinho e vamos à Zurique, chegando antes do meio dia. Pouco tempo, mas teremos este dia para dar uma passeada por Zurique. Como o sol se põe perto das 22horas nesta época, acredito que iremos aproveitar bastante. Pensamos em parar um tampinha rápido em lucerna, mas sera que vale a pena dividir este dia entre as duas ou posso deixar para ver apenas Zurique?
    No domingo voltamos à Milão, então pensei em descer para interlaken ou Berna para passar o dia e voltaremos só no começo do entardecer, então teremos um tempo bom também.
    Sendo Berna uma cidade com o mesmo estilo de Zurique, melhor optarmos por interlaken, certo? Ou há alguma outra sugestão de lugar mais bonito? Tenho medo de nesses destinos nao conseguir ver a “paisagem alpina” da Suíça…
    Nossos amigos italianos ja conhecem as estradas da Suíça, então deve facilitar nossa ida de carro.
    Outra coisa, eles pensaram em ficar apenas em Zurique, mas estou achando interlaken imperdível e muito mais bonita, estou errada?
    Obrigada!

    1. Zürich e Interlaken são dois destinos muito diferentes, exceto pela língua e país. Zürich é uma capital sofisticada, cheia de galerias de arte, alta gastronomia e comércio de luxo sem ostentação ou afetação. Fica em uma área que tem no máximo colinas.

      Interlaken está ao pé da cadeia principal dos Alpes e é base para explorar os vales que ali se juntam.

      São passeios e experiências distintas, é como alguém perguntar “o que é melhor: ir a uma churrascaria ou passar uma tarde na praia”?

      Sua ideia de roteiro está complicada e não vai te levar aos lugares mais altos dos Alpes em si.

      Com duas metades de dias, não dá pra ver tudo, não. Se vc for a Zürich, pode fazer um trajeto muito bonito (em dia de tempo claro, sem nuvens baixas e sem chuva) pelas estradas que cortam os Alpes pelas montanhas ao invés de túneis. Aqui está um roteiro para isso: https://goo.gl/maps/OIiRF (adicione umas 2h ao tempo previsto pelo Google para o trajeto).

      Se vc quer visitar a região de Interlaken, pode usar parte do trajeto acima e ficar em Interlaken (ao invés de ir mais ao norte para Zürich). Vc pode digirir pelo vale de Lauterbrunnen, que é muito bonito, mas para subir ao Jungfraujoch vc precisa de usar o trem, nào há estradas até lá. Dirija até Lauterbrunnen, para o carro no prédio de estacionamento oficial que existe por lá, e suba até o topo.

      Se vc fizer o que descreveu no seu comentário, passará 70% do tempo dentro do carro. É uma insanidade tentar cobrir 3 cidades em 2 metades de dias.

  41. Olá Boia,

    Você sabe em qual destas três cidades há outlet do chocolate Lindt?

    Obrigada!

  42. Bom dia, irei viajar no começo de Julho para a Europa com a minha namorada, iremos ficar de 15 a 20 dias, temos interesse em conhecer a zurique, lucerna, viena, amsterdã, bruxelas e munique ou berlim, quantos dias você indicaria para ficar em cada cidade e qual cidade voce acha que devemos deixar para uma proxima viagem? Gostariamos de fazer 4 países, se não ficar muito corrido.

    Muito Obrigado.

    1. Olá, Heitor! Recomendamos ficar 4 dias em grandes capitais e 3 dias em cidades não tão grandes. Para planejar o seu roteiro, leia: http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/

  43. Ricardo, estou agora em Lucerne. Maravilha a cidade, excelente dica sua. Em uma tarde conhecemos todas as atraçoes turística à pé. Não entrei em museus. Vou fazer essa dica do Ricardo a Vitznau. Pergunto, o passeio de barco está incluído no swiss pass?

ATENÇÃO:
Antes de perguntar, veja se a dúvida já não está respondida no texto. Perguntas redundantes e comentários em maiúsculas serão apagados. Obrigado!