P'rt'gall: âj sèt' mârâvílhâj

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Mosteiro de Alcobaça. Foto: Arnaldo Interata

Se você, como eu, não conseguia entender como o suíço Bernard Weber conseguiu reunir 40 mil pessoas no estádio da Luz, em Lisboa, para assistir ao anúncio das 7 Novas Maravilhas do Mundo, eu explico.

É que, além das apresentações de Mariza, Carlos do Carmo e Rui Veloso, havia uma eleição paralela a capturar as paixões portuguesas: a escolha das 7 Maravilhas de Portugal, que foram anunciadas um pouquinho antes das 7 Novas Maravilhas do Mundo.

Entre as vencedoras, três fazem parte do roteiro básico de todo brasileiro em Portugal: a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos e o Palácio da Pena, em Sintra.

Outras três podem ser visitadas na carona do Arnaldo: os Mosteiros de Alcobaça (cujas fotos, surrupiadas do Fatos & Fotos de Viagem, ilustram este post) e da Batalha, e o Castelo de Óbidos.

A sétima maravilha pode ser visitada facilmente a partir do Porto: é o Castelo de Guimarães.

Mas sabe do que eu gostei mais? Da lista dos 14 finalistas que não conseguiram se eleger. Não porque ache que alguns deles merecessem figurar entre os vencedores (não tenho autoridade nenhuma no assunto), mas porque a lista é altamente inspiradora.

Quais desses desvios você vai querer incluir no seu próximo tour português?

Castelo de Almourol

Castelo de Marvão

Convento de Cristo, em Tomar

Convento de Mafra

Fortaleza de Sagres

Fortificações de Monsaraz

Igreja de São Francisco, no Porto

Torre dos Clérigos, no Porto

Paço Ducal de Vila Viçosa

Palácio de Mateus

Palácio de Queluz

Ruínas de Conímbriga

Templo Romano de Évora

Universidade de Coimbra

inesemorta450.jpg

52 comentários

Arnaldo (FATOS & FOTOS de Viagens)

Estou demorando a escrever aqu e comentar porque está dando um pouco de trabalho pra calcular o valor da ação judicial que vou entrar contra o Riq caso ele DEIXE de surrupiar fotos minhas sem minha autorização.

Se vc NUNCA MAIS fizer isso, serão 100 Mil dólares (caramba!, dá rpa viajar um bocado come ssa grana!), portranto, está devidamente INTIMADO perante todos AFANAR, surrupiar, estarrar (carioquês!), roubar, etc...TANTAS quanto desejar e SEM precisar avisar.

Aproveito a oportunidade para disponibilizar a TODOS os leitores, uma série de fotos, em slide show:

1- MOSTEIRO de BATALHA

http://www.flickr.com/photos/arnaldointerata/sets/72157600076044279/show/

2- MOSTEIRO de ALCOBAÇA

http://www.flickr.com/photos/arnaldointerata/sets/72157600102810125/show/

3- ÓBIDOS

http://www.flickr.com/photos/arnaldointerata/sets/72157600148117636/show/

4- LISBOA

http://www.flickr.com/photos/arnaldointerata/sets/72157594529430392/show/

SUGESTÃO final: se puderem ver as fotos enquanto escutam uns fados...

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Isto não se faz a uma "moça trabalhadeira"...
Hoje tinha prometido não voltar aqui, é que, embora não pareça, a gente tem que viver "para além disto". Acho que o único turista profissional deve ser mesmo o "Comandante".

Tenho que sair rapidinho e volto já, mas, "só para abrir o apetite"...

A Fortaleza de Sagres está numa das regiões minhas preferidas. Há 11 anos que faço férias por lá, com 2 honrosas excepções baianas. Este ano vou voltar.
É um Algarve quase Alentejo, com praias desertas, uma área protegida (e bem protegida até agora) e a praia mais bonita do mundo (e olha que eu já estive no Espelho): a praia do Castelejo. Foi lá que os meus filhos mais velhos aprenderam a nadar.
É pouco conhecida dos portugueses, tanto que este ano tive que pesquisar em alemão (imagine-se, e eu que nem uma palavra sei) para encontrar um casa... E, tal como os responsáveis do turismo anunciam por cá, parece que "vamos para fora cá dentro".
Vou procurar uns links supinpas (??!!!??) e já volto...

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

O Palácio de Queluz (liiiiiiiiiiiiiindo!) e a Universidade de Coimbra eu já conheço e recomendo. Mas Riq, vc nos pergunta qual desses destinos incluiríamos na próxima viagem à terrinha???? Isso sim é que é pergunta difícil! Minha vontade é dizer: todos!

henrique
henriquePermalinkResponder

OK tripulação, off-topic: O que vale a pena no Panamá, além de ver o canal? (e lá vai o Henrique - quem sabe - em uma nova aventura).

Ricardo Freire

O Panamá está querendo se vender como a nova Costa Rica -- cheio de ecoaventuras.

Pelo que eu andei vendo por aí, a região de Bocas del Toro parece ser sensacional. Acho que é lá perto que fica o arquipélago de San Blas, onde índios recebem visitantes (dá para pernoitar, se quiser).

Nessa região fica um dos hotéis-sobre-palafitas menos caros do mundo, o Punta Caracol (310 dólares o bangalô para uma pessoa agora na alta temporada -- que vai até 31 de agosto; depois baixa para 260) http://www.puntacaracol.com

GiraMundo com Jorge Bernardes

Eu quero muito conhecer a Fortaleza de Sagres como sugere a Gabriela.

Minha opinião é de que eleger o Palácio da Pena é uma prova de que os próprios portugueses não conhecem o patrimônio que herdaram... Não vale. Ficaria com o Castelo dos Mouros.

Gostei muito do Castelo de Almourol e da Casa de Mateus (vi no site, mas não entendi bem a história, vou ter que pesquisar depois). Eu nunca tinha ouvido falar!!! Lindões! Incluídos na minha lista.

Em 2003, eu achei o Palácio de Queluz um pouco descuidado, apesar de muito bonito. Será que está melhor hoje? Eu me lembro que havia visitado o Palácio Imperial de Petrópolis pouco tempo antes e ficado bem mais impressionado.

Óbidos é perfeita. Linda, gostosa e bem cuidada. Eu recomendo a todos que queiram passear e conhecer a estrutura de um feudo. É lindo ver de longe e uma delícia passear lá dentro.

O mesmo vale para o Castelo de Guimarães...

O Castelo de São Jorge merecia uma menção pelo que representa para Lisboa. E a Igreja de Bom Jesus do Monte em Braga também.

O aqueduto de Évora é espetacular. Impressiona mais que o Templo Romano.

Alguns desses lugares são muito contemplativos. Passear na Universidade de Coimbra é delicioso! Talvez não merecesse mesmo ser eleita, mas como programa é imbatível, pois combina história, beleza e animação. Há vida ali.

Não conheço Monsaraz, mas pelas fotos, a aldeia dos meus pais lá em Trás os Montes é mais medieval ainda rsrsrsrs smile

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Henrique,
Bocas del Toro está cerca de Cahuíta en Costa Rica. Es fácil desplazarse desde Costa Rica a Panamá. Hay operadores en Cahuíta que venden también la visita a Bocas del Toro. Primero en coche y más tarde en barco.
O lo puedes organizar antes. Suele ser habitual hacer Cahuíta, Manzanillo y Bocas del Toro.

www.bocas.com
www.panamainfo.com
www.careeningcay.com
www.anconnexpeditions.com

Hay una zona cerca de la frontera en la parte del Pacífico con Costa Rica, en la que hay muchos lodges en la zona interior zona de cafetales.
En mi agencia de viajes me dijeron que el sur de Panamá era bastante peligroso, pero la zona norte es que toca con Costa Rica era muy tranquila.

Carmen
CarmenPermalinkResponder

Disculpe, www.anconexpeditions.com
Sobra una "n"

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Não vou concorrer com as descrições aí detrás...
Acho que conheço quase todos esses sítios, mas não os descreveria tão bem...

Por isso insisto na "minha praia", a Fortaleza de Sagres, que impressiona mais pelo significado histórico e pela região:

http://www.rotas.xl.pt/0602/a04-00-00.shtml

Para ver fotos bonitas (não da Fortaleza, mas das praias) (em baixo na página)
http://www.flickr.com/photos/acam/sets/72157594186836194/detail/

É uma região maravilhosa e as fotos não lhe fazem justiça!!! Agora, para ir a banhos, só para “fortes de espírito”. Estou para ver como é que, depois de 2 anos na Bahia, me vou aventurar àquelas águas…

Em termos históricos (embora seja preferível chamar a Isabel…) parece-me que a fortaleza de Sagres será dos monumentos que mais pode estar ligado ao Brasil. Ainda que numa fase anterior à chegada a Terras de Vera Cruz, foi por lá que o Infante D. Henrique “cozinhou” o início da época dos Descobrimentos portugueses.

Ricardo Freire

Sim, Gabriela! Tudo começou na Escola de Sagres! Foi lá que Portugal engravidou do Brasil lol

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Eu já achei o meu termo gastronómico (cozinhou) um abuso à terminologia histórica... Agora essa linguagem corporal... Mas quem é chefe é que sabe!!!! (também quero um desses amarelinhos sorridentes aqui neste sítio)

Ricardo Freire

Amarelinhos:

: + D = grin

: + lol + : = lol

: + roll + : = :roll:

: + oops + : = eekops:

Elimine os sinais de "+" e os espaços, claro...

Se esquecer, basta passar o "rato" sobre a carinha, que aparece a "fórmula mágica".

Carla
CarlaPermalinkResponder

Hummm, vamos ver... Quais desses desvios? Que tal TODOS?!!! Estou devendo uma bela visita a Portugal, em uma daquelas viagens que eu amo fazer, com apenas 1 ou 2 países e um mês inteirinho para me esbaldar... wink

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

eekops: Desculpe a ignorância...
:roll: Como fiquei contente com a explicação particular
:roll: Se isto der certo vou ficar assim...

"Acabou o intervalo para assitência personalizada a tripulantes ignorantérrimos!!"

(Ainda não estou convicta de que isto vai dar certo, se não der vou passar a maior vergonha... É só assim?!?!?!?) Aqui vai

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Não consegui manifestar a satisfação pela aula particular devidamente. O Prof. foi óptimo, a aluna deixou a desejar.
Agora sim:
Obrigado
lol
lol
lol

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

(já saí, morrendo de vergonha... )
eekops:

Lena
LenaPermalinkResponder

Estou como a Carla!! Colocaria TODOS na minha lista. Nunca estive em Portugal eekops: Minha larica MÁXIMA!! Quem sabe ano que vem...

Meilin
MeilinPermalinkResponder

Por culpa da literatura:
O Convento de Cristo, em Tomar (O Pendulo de Focault) e
O Convento de Mafra (Memorial do Convento)

Majô
MajôPermalinkResponder

Eu acho o Mosteiro dos Jerônimos um espetáculo !!! Acho que Portugal vale uma visita dedicada inteiramente à descobrir não só a capital, como conhecendo as cidades de carro. Aí Beto, gostou ? smile
Taí uma idéia para a semana de feriados em novembro, se pegar uma passagem barata agora... wink

Patrícia
PatríciaPermalinkResponder

Sabe o que mais? Portugal vale todos os desvios... Isso deve ser para nós, brasileiros, mas estando lá eu senti um misto de nostalgia — de um lugar aonde jamais havia posto os pés — e familiaridade que eu nunca havia sentido em lugar algum fora daqui. Simplesmente aquelas histórias são de algum modo parte da nossa própria história. Em vinte e poucos dias, rodamos cerca de 2.800km de carro já faz alguns anos (isso foi em 2001). É difícil dizer do que mais gostamos. Foi das melhores viagens que já fiz. Mas se é para sugerir um desses desvios, lá vai: Marvão, uma cidade medieval fortificada encarapitada no alto de uma montanha, no meio de quase nada. Vale ainda mais com o pernoite na Pousada de Marvão, na beira das muralhas (a vista é deslumbrante e ainda tem todo o ambiente e o atendimento atencioso da rede Pousadas, vale a diária sem dúvida). E o Convento de Tomar: tanto pelo Convento em si — que para quem se interessa por história medieval e, especialmente, pelas histórias dos templários é um prato cheio — como pela própria cidade de Tomar, que parece ter parado no tempo há muito tempo. No meu próximo desvio não vão faltar, certamente, os Mosteiros da Batalha e de Alcobaça, as grandes ausências do roteiro anterior.

Patsy
PatsyPermalinkResponder

Gostaria de visitar a marioria sim, mas fico com o Gira, que é Jorge. O Castelo dos Mouros me deixou encantada, fiquei muiiito tempo lá.
grin

Majô
MajôPermalinkResponder

Riq, please tira o .. conhecendo... ali em cima e a crase. tks

Jurema
JuremaPermalinkResponder

Bom, fiquei feliz com a eleição de Portugal, pois conheço todas as sete maravilhas escolhidas! Além destas, conheço também o Convento de Cristo, a Torre dos Clérigos e a Igreja de São Francisco, as ruínas de Conímbriga e a Universidade de Coimbra (gostei da universidade, mas achei Coimbra a cidade mais "passável" do nosso roteiro).

Passamos 17 dias em Portugal, de carro, indo de Lisboa ao norte, e emendamos com Santiago de Compostela. Foi uma viagem maravilhosa, e penso que a melhor forma de conhecer Portugal é mesmo de carro, as estradas são ótimas e cada canto é um encanto, que se perderia em trens, aviões ou ônibus.

Ah, também senti falta do Bom Jesus de Braga, e achei a eleição do Palácio da Pena um abuso de mau gosto ou excesso de humor. Tanta coisa melhor... mas com certeza é um passeio diverido!

Isabel Oliveira

Socorro! Estou numa reunião importante e não tenho tempo p aula de História. Mas deitem fora o livro em que leram "Escola de Sagres". É um dos mitos da nosssa história.

Alguém falou do Castelo de S. Jorge. É agradável - só tem um probleminha - é uma reconstituição histórica.
Gostava de ficar aqui mas tenho que voltar ao trabalho.

fabio
fabioPermalinkResponder

Estava em dúvida sobre o roteiro de minha viagem de aniversário no ano que vem, mas agora tenho certeza: Portugal. Não dá pra resistir!

GiraMundo com Jorge Bernardes

Isabel,

Sério que não tem nada original ali no Castelo de S. Jorge?

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

E precisa para que Jorge ?
Já viu lugar melhor para descansar das ruas ingremes da Alfama,
ver o Tejo e metade da cidade ?

Mô Gribel
Mô GribelPermalinkResponder

Todos! grin

Lili
LiliPermalinkResponder

Como falou a Meilin, pelo Memorial do Convento, Mafra. Riq, que tal um post sobre viagem e literatura? wink

Carla
CarlaPermalinkResponder

Isabel, depois volta para a aula de História... Fiquei curiosa! wink

Quanto à viagens e literatura, acho que dá um livro inteiro, uma coleção, uma enciclopédia... Ou uma enquete da semana, hein, Comandante? grin

SandraM
SandraMPermalinkResponder

Nos próximos dias embarco para lá. Tentarei, na medida do possível, fazer a maior parte de desvios.
wink)
Bjs a todos,
SM

SandraM
SandraMPermalinkResponder

Já estava indo embora, qdo resolvi dar uma olhadinha mais atenta aos comentários aqui postados. Posso dar uma do contra???
Tá legal! Portugal é bonito, a língua nos faz sentir familiarizados logo de cara, a hospitalidade portuguesa etc, etc.
Mas acho insuportável certos pontos. Numa visita a um museu (seria Braga??Já não lembro) tive que ouvir calada sobre a beleza do ouro português!!!!
É muito possível q esteja enganada, mas no q me concerne aquela maravilha de ouro deve ter sido retirada aqui de Minas Gerais mesmo. É só lembrarmos das nossas aulas de história e de geografia.
Outra coisa absolutamente irritante é o preconceito com q vêem os brasileiros e nossa miscigenação (q tanto me orgulha).
Não vou aborrecê-los citando uma centena de vezes q ouvi como SP era melhor sem nordestinos, ou piadas racistas, ou como no Brasil têm bêbados e ladrões.(moro em SP e NUNCA fui assaltada aqui, no Algarve me levaram U$S 2.500,00)
Muito provavelmente aqui não é lugar para este tipo de desabafo, por isto peço desculpas ao comandante.
Para algum esclarecimento já adianto que a família do meu marido é toda portuguesa, meus sogros são portugueses e gosto de todos eles imensamente.
Não são como se fossem minha família. São minha família.
Só não posso fechar os olhos para certos aspectos.
Bjs a todos,

Daniela Siqueira

Isabel,
Agora explica a história da Escola de Sagres - fiquei curiosa!!

E ai que saudade dos pâssstéis de Belém...

Isabel O., Portugal

Gostaria muito de o fazer mas ando enfiada na escola o tempo inteiro porque quem tem cargos (n se se me estou a fazer entender com esta palavra...) , para além de só da aulas, tem mais trabalho que os outros no final do ano lectivo. Domingo de manhã, com mais calma, escrevo.
Quanto à Sandra, lembro que Portugal no seu pior é igual a muitos outros países no seu pior - enquanto a grande maioria da população não for escolarizada, não viajar, não ler, não conhecer irá sempre dizer lugares comuns, clichés bem incentivados pela imprensa.

Rosa
RosaPermalinkResponder

Ola' Riq, gostaria de uma sugestao se possivel: Estou indo pra Portugal em meados de agosto, voando a Lisboa e por 7 dias. A ideia e' passar uns 2 a 3 dias em Lisboa, e depois descer de carro pro Algarve e uns dias na praia. Eu ja' visitei Lisboa e o Algarve mas nao conheco bem o Alentejo, estou procurando sugestoes de lugares no caminho (ou nao) que valeria a pena parar ou passar uma noite.

Agradeco desde ja'! Adoro o Viaje na Viagem, nao visitava ha' tempos desde o endereco antigo e agora o achei de novo, que bom. smile

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Cara Rosa:
Lá em cima, neste post, poderá encontrar algumas sugestões sobre uma região, o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, que inclui o fim da Costa Alentejana e o princípio da Costa Algarvia. É uma região muito preservada.
Vindo de Lisboa aconselhava-a a visitar alguns lugares do Norte interior do Alentejo e vir, depois, descendo, rumo ao Sul, já na Costa. A Costa Alentejana é maravilhosa, estou certa que gostará.

Então, a Norte, não deixe de visitar Castelo de Vide e Marvão. Évora, já mais a Sul, não pode perder. Pode encontrar mais informação num comentário antigo http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/07/05/santiago-50-dicas-destemperadas/ . Vila Viçosa é encantadora, Monsaraz estou certa de que também vai gostar. Mas é difícil não gostar do Alentejo, perca-se por lá, é o melhor conselho que lhe dou. Seja qual for o sítio onde vá parar vai gostar. É a única região de Portugal que não foi adulterada pelo desenvolvimento, mantém as suas casinhas brancas e os campos cultivados como há 100 anos.
Não conheço a zona da nova barragem do Alqueva, mas dizem que é muito bonito.
Não se pode esquecer que Agosto é muito, muito quente no Alentejo (muito mesmo) e este ano têm vindo a avisar que se prepara uma vaga de calor. Os Alentejanos fazem tudo para fugir de lá. Carro com ar condicionado não é luxo, é bem de primeiríssima necessidade.
Na praia, já não acontece o mesmo, é uma costa conhecida por ser muito menos quente que o Algarve. Por isso, se tiver calor, fuja para a costa, é bem pertinho, chegará num instante.
Mais junto da praia tem um barragem muito, muito bonita, a barragem de Santa-Clara. Há aqui um local maravilhoso para ficar, nunca estive lá, mas aparece referido em muitos sítios, na beira da barragem, lindo de morrer http://www.paradise-in-portugal.com/port_ficar.html (quinta do barranco da estrada)
Depois tem toda a costa, que inclui Porto Covo, Vila Nova de Milfontes, Zambujeira do Mar por aí abaixo, até à Costa Atlântica do Algarve que eu já referi lá em cima. Odeceixe, Arrifana, Monte-Clérigo, Bordeira, Carrapateira e, finalmente, Sagres, tudo sítios muito bonitos. Encontra aqui um mapa desta região http://www.casasbrancas.pt/pt/localiz.asp Ligeiramente para o interior, mas muito perto da costa, não deixe de conhecer Monchique, uma espécie de Sintra (em termos naturais) desta região.

Não sei qual é a sua opção em termos de hospedagem, mas esta região está maravilhosamente servida por turismo rural. Este tipo de turismo tem imensas vantagens, encontrará casas antigas recuperadas com muito bom gosto e charme e o acolhimento alentejano muito típico. Aconselho-o a marcar o mais rapidamente possível. Agosto é o mês de férias dos portugueses e sei que este ano tudo começou a ser reservado mais cedo. Temo mesmo que já vá um pouco tarde. Mas há muita opção, alguma coisa há-de arranjar.
Portugal é um país pequeno e, embora o Alentejo seja a região que ocupa a maior superfície do país, as estradas são óptimas e não perderá muito tempo com deslocações. Daí que talvez lhe aconselhasse escolher, para além de Lisboa, dois sítios para ficar, um no interior e outro na costa, o resto conhecerá na viagem de um local para outro.

Na costa há uma associação, Casas Brancas, que reúne vários turismos rurais de qualidade, pode ver em: http://www.casasbrancas.pt/ vai certamente ficar encantada.
Wonderful land é Portugal http://www.wonderfulland.com/wonder2006/index_pt.html (viaje pelo mapa que vai já começar a perder-se… As fotografias são de perder a respiração)
Secret Palces no Alentejo http://www.secretplaces.com/sp/1/regions/Alentejo_hotels.asp
Special Places to Stay em Portugal http://www.sawdays.co.uk/titles/po/index.html (clique, em baixo, “map search” na zona do país que pretende e vão aparecer vários locais sinalizados, volte a clicar e surge a casa).

Conheço bem a região perto de Sagres, se incluir essa zona no roteiro, diga-me, que terei algumas dicas para lhe dar (praias quase desertas, bons restaurantes…)

(Ricardo: ainda não foi desta que consegui resumir. Também uma noite de sono não faz milagres…)

Rosa
RosaPermalinkResponder

Nossa, Gabriela. Estou comovida. Muito obrigada pelo seu post-dica, ja' copiei e colei num email e mais tarde eu vou checar tudinho mesmo que voce sugeriu. Um abraco enorme.

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Rosa:
Se tiver alguma dúvida, hei-de andar por aqui até meados de Agosto.
"Aquele abraço" também para si.

Elizabeth
ElizabethPermalinkResponder

estou adorando o blog e todo tipo de comentarios.
Na volta da viagem a Portugal, volto aqui para dizer o que me impressionou mais.

abs a todos.

luiza
luizaPermalinkResponder

Se alguem puder indicar para 3 dias em Portugal, Lisboa, sintra, queluz, porto, etc.. estou muito em dúvida! tantos lugares!!
estarei por lá de trem com meus pais!!!
obrigada!!

Ricardo Freire

São muitos lugares, mas três dias é muito pouco. Concentre-se em Lisboa. Se ao fim do segundo dia você tiver dado a cidade por visitada, no terceiro dia vá a Sintra, parando ou não em Queluz. (Deixe para parar na volta, caso não estejam cansados. Sintra é bastante mais interessante.)

http://viajeaqui.abril.com.br/blog/144580_comentarios.shtml?1311328

Cristina
CristinaPermalinkResponder

ha ha adorei! bem copiei esse link tb, riq!!! muito obrigada!!! acho que rola um preconceito qto a cidade pelos meus amigos viajandões....dos tempos de faculdade é claro!

Sheila
SheilaPermalinkResponder

Riq,

Há uma semana troquei meu destino de férias e volto quase à estaca zero na programação. Depois de pesquisar um bocado, montei Portugal em 12 dias (06 a 17/setembro) do centro ao sul, e gostaria de sua opinião, pois já conheço um pouco de Lisboa, Sintra, Óbidos, Nazaré, Fátima e Porto.
Lisboa (2 dias)
Cascais, Guincho, Estoril (1 dia)
Sintra (1 dia)
Alcobaça, Batalha e Tomar (1 dia)
Évora (1 dia com pernoite)
Praias Algarve, ficando em Albufeira (3 dias)
Volta pra Lisboa por Vila Nova de Milfontes e Porto Covo
Lisboa (2 dias)

O transporte seria carro alugado entre o terceiro e antepenúltimo dia.
Minhas maiores dúvidas são sobre onde ficar no Algarve; se Tomar não mereceria um dia inteiro; e sobre o meio de transporte. Será que vale a volta de carro do Algarve a Lisboa?
Seu puder opinar, agradeço imensamente.
Um abraço,
Sheila

Ricardo Freire

Sheila, se você quiser dedicar um dia inteiro a Tomar, pode fazer Guincho e Cascais na volta de Sintra, no meio da tarde.

A Sylvia é fã de Albufeira, que eu sei. Estando de carro, é melhor devolver em Lisboa, sim.

Dixe-me botar uma pulguinha sua orelha: os portugueses com quem falo não costumam se entusiasmar com o Algarve, não. Acham muito construído e muito adaptado ao gosto alemão e inglês.

Ao mesmo tempo, todos falam maravilhas do Alentejo, que é a região da vez. Dê uma pesquisadinha em Marvão, Monsaraz, Nisa e redondezas. Você pode fazer tudo a partir de Évora.

Este site tem muitas sugestões de passeios e atividades no Alentejo:
http://www.lifecooler.com/CanalAlentejo/

Mas o meu sonho de consumo é fazer, de carro, este roteiro que uma operadora inglesa faz de bicicleta:
http://www.easyridertours.com/site/self-guided/portugal-colors-of-the-alentejo.html

Sheila
SheilaPermalinkResponder

Riq,
A dica da rota do passeio de bike é muito legal. Me pareceu um pedacinho da Provence em Portugal, claro que com um contorno cultural diferente. Mas as paisagens bucólicas e a proximidade entre as cidades são realmente uma rota tentadora. Reavaliarei meu roteiro agora com algumas pulgas colocadas por vc na minha orelha...wink
Depois de pesquisar mais um pouco voltarei com notícias.

Maria das Graças

Alguém esteve em Paraty recentemente? Vou aproveitar os dias lindos que virão e seguirei para lá na próxima quinta, dia 20/08, e volto domingo, dia 23. Saindo a passeio de barco há restaurante em alguma ilha onde se possa parar e comer um bom peixe? E na cidade, voces conhecem bons restaurantes?

Ricardo Freire

Pergunte ao barqueiro se o Êh-Lahô (tel. 24/3371-2253), na ilha do Catimbau, ainda está funcionando (a Marinha estava encrencando com os restaurantes de ilhotas).
http://culinariacomgosto.blogspot.com/2008/07/restaurante-eh-lah-ilha-do-catimbau.html

Se não funcionar mais, tente o Hiltinho da Ilha do Algodão, que é um clásico.
http://www.barcoupe.com/ilha.htm

Na cidade eu e (a ala gormet da) torcida do Flamengo gostamos do Banana da Terra, que sempre arruma um jeito de pôr nos pratos o ingrediente que lhe dá nome.

Gosto também do Bartholomeu (que fica ao lado do Banana da Terra), do Thai Brasil e dos PFs do Vagalume.

Na minha última passada, comi uma moqueca muito boa no Porto da Pinga, que é mais bar do que restaurante.

Mas restaurante bom é o que não falta na cidade: examine o cardápio durante o footing e escolha o que mais lhe apetecer...

Sheila
SheilaPermalinkResponder

Riq,
Tem alguma dica de hotel no Algarve? Estou propensa a Albufeira, mas aberta a outras sugestões de cidades.
Sheila

Ricardo Freire

Procurei no Atmosphere Hotels, que tem uma bela coleção de hotéis de charme portugueses. Eles indicam este em Vilamoura:
http://www.atmospherehotels.pt/catalogo/detalhes_produto.php?id=1262

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Ricardo,

Estava lendo os comentários acima e ninguém comentou sobre Aveiro _ "a Veneza portuguesa", que ficá à 80km do Porto. A cidade é uma gracinha, cheia de canais e famosa pelos deliciosos Ovos Moles. No parte central da cidade tem o Museu Sta Joana Princesa, com a igreja mais bonita que já vi. E a entrada é franca!!! As casas listradas, tradicionais dos pescadores na Costa Nova do Prado (10km de Aveiro)também valem a visita. É um bate-volta imperdível!!!

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Das 7 maravilhas, só faltou eu conhecer Alcobaça. Entre os finalistas, conheci o convento de Mafra, palácio de Queluz (lindo!), Igreja de São Francisco, no Porto, Torre dos Clérigos, no Porto, o
Palácio de Mateus, o Templo Romano de Évora e a Universidade de Coimbra. Aqui estão meus posts de Portugal: http://taindopraonde.blogspot.com.br/search/label/Portugal.

Laurem
LauremPermalinkResponder

Estou morando em Portugal ha alguns meses e devo citar um lugar incrível que não vi mencionado até agora: a ilha das Berlengas. É um pedaço do paraíso!!!! Para chegar lá basta pegar um barco de Peniche (custa cerca de 20 euros ida e volta), o trajeto pode ser tenso porque o mar é bem agitado, mas vale cada segundo de enjôo, heheh...
A ilha tem apenas um restaurante, um hostel (que é um antigo forte renovado) e uma área de campismo. De resto, só a praia, a área de preservação ambiental e grutas pra explorar de barco ou fazendo mergulho.
Não fui no auge do verão, mas dizem que em julho/agosto fica lotada (e a ilha tem um limite de visitantes por dia).

Pra quem ainda não se convenceu:
http://vidadeturista.cscm-lx.pt/wp-content/uploads/sites/9/2013/05/3a4f8acb09aebdca19b2ba6cf40fdb9f.jpg

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar