Sintra: roteiros de 1 e 2 dias na vila dos contos de fadas perto de Lisboa

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Sintra dicas

Colaborou | Heloisa Dall'Antonia

A 50 minutinhos de trem, Lisboa, Sintra é um bate-volta imperdível para quem está em Lisboa. Mas oferece tanta coisa a visitar, que justifica dois dias de passeio, com pernoite. Neste post você vai encontrar sugestões de itinerários redondos para quem vai fazer o bate-volta desde Lisboa ou para quem dispõe de dois dias para passear em Sintra.

É impossível não se encantar com Sintra: a cidadezinha na encosta da montanha é um delírio romântico. Do final do século 18 ao começo do século 20, nobres e endinheirados construíram por ali palácios dignos de contos de fadas. No século 19 especialmente, a vila se tornou um ímã para artistas e escritores -- de Lord Byron a Eça de Queirós. A cidade nem precisa de um dia bonito para ser apreciada. Pelo contrário: quando está envolta pelas brumas da serra, parece ainda mais mágica e misteriosa.

Sintra | Como chegar | Como circular | Sintra em 1 dia | Sintra em 2 dias | Atrações | Onde ficar e comer em Sintra

  • Como chegar a Sintra

Lisboa a Sintra de trem

Sintra dicas: como chegar

O trem é o transporte mais fácil e prático a partir de Lisboa. Os trens para Sintra saem da estação ferroviária do Rossio, que é a mais central da cidade. Fica num bonito prédio de 1886, com acesso tanto pelo metrô Restauradores (linha azul) quanto pelo metrô Rossio (linha verde).

Uma vez ali, basta seguir as indicações para embarcar no trem (comboio) da CP com destino a Sintra -- se você estiver com o Lisboa Card, é só passar na catraca; se não tiver, compre na hora o bilhete avulso. Custa 2,25 euros por trecho (agosto/2018).

São 50 minutos de viagem até a estação central da vila. Como Sintra é a última estação, sente e relaxe. O trajeto não é panorâmico como a linha de Cascais, mas o que importa é o que você vai ver ao chegar.

Lisboa a Sintra de carro

Sintra está a 30 km de carro de Lisboa (26 km do aeroporto). Mas pense duas vezes antes de ir de carro: estacionar em Sintra é complicado (e fazer o périplo dos palácios de carro multiplica o problema de estacionar).

Carro só é recomendável para Sintra se for o início de um itinerário pelo interior de Portugal e você programar um pernoite na cidade. Nesse caso, você pega o carro no aeroporto de Lisboa e, ao chegar em Sintra, deixa o carro no estacionamento do hotel e usa os ônibus locais.

Ir de carro também é teoricamente indicado para quem quer combinar Sintra e Cascais no mesmo passeio (há uma estrada que liga as duas pela serra). Na prática, porém, esse passeio não dá muito certo, por causa do transtorno de estacionar nas atrações de Sintra e depois em Cascais.

Lisboa a Sintra em tour

Caso não queira esquentar a cabeça com trem e ônibus locais, você pode fazer o passeio em tour organizado. Considere tour, muito bem-avaliado, oferecido pelo nosso parceiro Viator:

Sintra | Como chegar | Como circular | Sintra em 1 dia | Sintra em 2 dias | Atrações | Onde ficar e comer em Sintra

  • Como circular em Sintra

Com exceção do Palácio da Vila, todas as atrações de Sintra são morro acima. Felizmente existem duas linhas de ônibus turísticos, com percursos complementares, que levam a todos os atrativos:

Linha 434 - Circuito da Pena:

  • Paradas no Palácio da Vila, Castelo dos Mouros e Palácio da Pena. Tarifa hop-on/hop-off: 6,90 euros

Linha 435 - Villa Express 4 Palácios:

  • Paradas no Palácio da Vila, Quinta da Regaleira, Palácio de Seteais e Palácio de Monserrate. Tarifa hop-on/hop-off: 5 euros

O ponto inicial/final das duas linhas fica a uma quadra da estação de trem.

O bilhete é comprado com o próprio motorista e, na modalidade hop-on/hop-off, vale para o dia inteiro: você desce e sobe nas paradas da mesma linha quando quiser.

Sintra | Como chegar | Como circular | Sintra em 1 dia | Sintra em 2 dias | Atrações | Onde ficar e comer em Sintra

  • Sintra em 1 dia

Sintra dicas

Se você só tem um dia para visitar Sintra, chegue cedo para conseguir visitar as 4 principais atrações. Clique nos nomes das atrações para ver os detalhes de cada visita. Não deixe de ler também as seções Como chegar e Como circular.

Siga este roteiro:

  • Pegue o ônibus 434 Circuito da Pena na estação de trem (o primeiro do dia sai às 9h15)
  • Suba com o ônibus 435 Villa Express 4 Palácios (uma parada) ou caminhe 15 minutos (metade do percurso, ladeira acima) até a Quinta da Regaleira. Aproveite para fazer um lanche na cafetaria
  • Volte à estação de trem, a pé (25 minutos, em declive ou no plano) ou com o ônibus 435

Sintra | Como chegar | Como circular | Sintra em 1 dia | Sintra em 2 dias | Atrações | Onde ficar e comer em Sintra

  • Sintra em 2 dias

Sintra dicas

Com dois dias em Sintra, você pode dividir as visitas de acordo com o circuito dos ônibus turísticos. No primeiro dia, você faz as atrações servidas pelo 434 Circuito da Pena. No segundo dia, as atrações do 435 Villa Express 4 Palácios. (Clique nos nomes das atrações para ver os detalhes de cada visita.)

Dia 1:

  • Deixe sua mala no hotel (o quarto só vai estar disponível à tarde, mas você se livra da bagagem)
  • Embarque de volta no 434 para subir até o Palácio da Pena e encerrar a turistagem do dia
  • Volte com o 434 até o centro

Dia 2:

  • Faça o check-out no seu hotel e peça para guardarem as bagagens até o fim da tarde
  • Pegue o trem na direção de Lisboa; salte na estação Monte Abrão (18 minutos). Visite o Palácio de Queluz
  • Se for outono ou inverno, encerre o dia com o lanche (chá da tarde) do Tivoli Seteais
  • Passe no seu hotel para pegar as malas e voltar a Lisboa

Sintra | Como chegar | Como circular | Sintra em 1 dia | Sintra em 2 dias | Atrações | Onde ficar e comer em Sintra

  • Atrações

Sintra dicas

As atrações estão dispostas aqui na ordem em que foram citadas anteriormente no texto.

Atrações de Sintra | Castelo dos Mouros | Palácio da Pena | Queijada | Quinta da Regaleira | Palácio de Queluz | Palácio de Monserrate | Palácio de Seteais

Castelo dos Mouros

Sintra dicas: Palácio da Vila

O Castelo dos Mouros foi construído no século 10 como uma fortificação militar, e manteve-se inteiro desde então. Tudo aqui é fantástico. O silêncio, cortado apenas pelo vento quando passa pelas aberturas das paredes; a pequena igreja construída quando D. Afonso Henriques já era soberano; o 'túmulo' que guarda ossadas exumadas durante as obras. Para arrematar (e arrebatar!), ainda tem a linda vista de Sintra a partir de suas muralhas;

Castelo dos Mouros

  • Abre diariamente das 9h30 às 20h (no inverno, das 10h às 18h) | Ingresso: 8 euros (entre 6 e 17 anos e a partir de 65 anos, 6,50 euros)

Atrações de Sintra | Castelo dos Mouros | Palácio da Pena | Queijada | Quinta da Regaleira | Palácio de Queluz | Palácio de Monserrate | Palácio de Seteais

Palácio da Pena

Sintra dicas: Palácio da Pena

Pairando no ponto mais alto sobre a cidade, o Palácio da Pena é a apoteose do romantismo de Sintra. Materializando as ideias excêntricas do rei-artista D. Fernando II, convivem em seu interior traços neo-árabes, neo-góticos e neo-manuelinos. Claustro, sala de jantar, aposentos reais e salões exibem ainda o mobiliário da época.

Erguido entre 1839 e 1885, o palácio é circundado por um portentoso parque de 85 hectares, com direito a jardins, estufa, capelas, lagos e grutas. Nos seus gramados encontram-se flores e plantas de todos os continentes.

A visita pode exigir fisicamente mesmo se você não se dispuser a passear pelo parque. Da entrada, onde param os ônibus e carros, até o palácio, é preciso vencer um belo aclive. Mas há micro-ônibus que fazem o percurso de ida e volta por 3,50 euros.

Palácio da Pena

  • Aberto diariamente das 9h45 às 19h (no inverno, das 10h às 18h) | Ingresso (Palácio + Parque): 14 euros (entre 6 e 17 anos e a partir de 65 anos, 12,50 euros) | 10% de desconto com LisboaCard | Compre ingresso sem fila da bilheteria por 14 euros no GetYourGuide

Atrações de Sintra | Castelo dos Mouros | Palácio da Pena | Queijada | Quinta da Regaleira | Palácio de Queluz | Palácio de Monserrate | Palácio de Seteais

Queijada ou travesseiro?

Sintra dicas: queijada e travesseiro

Há dois doces que levam o sobrenome 'de Sintra'. A queijada de Sintra e o travesseiro de Sintra.

A queijada de Sintra é uma iguaria feita de queijo fresco, açúcar, farinha e canela, envolva por uma massa crocante (ou 'estaladiça', como se diz em Portugal). Há dois lugares no centro que disputam a primazia da receita. A Fábrica das Verdadeiras Queijadas da Sapa (Volta do Duche, 12; fecha 2ª) alega deter a receita original mencionada desde 1756. Seu recheio é escuro e não muito doce. Já a queijada da Casa Piriquita (R. das Padarias, 1/18; abre diariamente) é 100 anos mais jovem (de 1862) e vem com recheio mais claro e mais doce.

O campeão de pedidos na Piriquita, porém, é o outro pitéu serrano: o travesseiro de Sintra, de massa folhada com recheio de amêndoas e ovos.

Espera-se que ao final de sua visita você tenha uma opinião própria tanto sobre a melhor queijada quanto sua comparação com o travesseiro...

Atrações de Sintra | Castelo dos Mouros | Palácio da Pena | Queijada | Quinta da Regaleira | Palácio de Queluz | Palácio de Monserrate | Palácio de Seteais

Palácio da Vila

Sintra dicas: Palácio da Vila

O Palácio da Vila fica na pracinha central da cidade, debruçado sobre o vale. Seu nome oficial é mais pomposo: Palácio Nacional de Sintra.

A construção de inspiração árabe chama a atenção por suas duas torres brancas cônicas, que nada mais são que prosaicas chaminés.

Funcionou desde o século 12 como residência da família real portuguesa. Em suas várias salas, apresenta influências arquitetônicas de várias épocas. O destaque do acervo é a maior coleção de azulejos hispano-mouricos, provenientes de Sevilha, que se pode ver em Portugal.

Palácio Nacional de Sintra

  • Largo Rainha D. Amélia | Abre diariamente das 9h30 às 19h (no inverno, até as 18h) | Ingresso: 10 euros (entre 6 e 17 anos e a partir de 65 anos, 8,50 euros) | 10% de desconto com LisboaCard

Atrações de Sintra | Castelo dos Mouros | Palácio da Pena | Queijada | Quinta da Regaleira | Palácio de Queluz | Palácio de Monserrate | Palácio de Seteais

Quinta da Regaleira

Sintra dicas: Quinta da Regaleira

O Palácio da Pena pode ser o mais apoteótico, mas nenhuma atração de Sintra é mais lúdica que a Quinta da Regaleira.

Com ajuda do arquiteto Luigi Manini, o patriarca António Augusto Carvalho Monteiro transformou a propriedade de veraneio da família numa floresta encantada particular, misturando mitologia grega, Dante Alighieri, Camões e maçonaria. Espalhados -- e na maioria das vezes, escondidos -- pelo bosque você vai encontrar divindades gregas, uma capela neogótica, torreões, jardins, fontes, grutas, labirintos, passagens subterrâneas. O ápice (ao contrário!) do percurso é o Poço Iniciático, uma torre invertida, que se afunda 27m abaixo da terra, e era usado em rituais maçons. Mais do que em qualquer outra atração da cidade, aqui o mapinha oferecido na bilheteria é fundamental. Tendo tempo, porém, o melhor é se perder pela quinta -- e usar o mapa para se achar.

O Palácio da Regaleira também pode ser visitado por dentro, mas o maior atrativo dali é o café anexo, que serve bons lanches e pratos rápidos ao redor de uma charmosa fonte. Um ótimo lugar para recuperar as energias e voltar à estação -- seja a pé (25 minutos, em declive e no plano) ou com o ônibus 435.

Quinta da Regaleira

  • Abre diariamente das 9h30 às 19h (no inverno, das 10h às 17h) | Ingresso: 12 euros (entre 6 e 17 anos e a partir de 65 anos, 8 euros) | 20% de desconto com LisboaCard

Atrações de Sintra | Castelo dos Mouros | Palácio da Pena | Queijada | Quinta da Regaleira | Palácio de Queluz | Palácio de Monserrate | Palácio de Seteais

Palácio de Queluz

Sintra dicas: Palácio de Queluz

A meio caminho entre Lisboa e Sintra, o Palácio de Queluz é impossível de encaixar na visita a Sintra de um dia só -- a não ser que seja feita em tour organizado.

Quem pernoita em Sintra, porém, pode aproveitar e fazer um bate-volta na manhã seguinte, de trem. Da estação de Sintra à estação Monte Abraão, em Queluz, são 18 minutos de viagem. A passagem custa 1,95 euros em cada sentido. Da estação, em mais meia hora a pé e você chega ao Palácio.

O Palácio de Queluz foi planejado inicialmente como residência de verão da família real portuguesa e local de entretenimento da Corte -- mas a partir de Dona Maria I se tornou a residência permanente.

Brasileiros têm um motivo a mais para visitar: o nosso Dom Pedro I nasceu e morreu (como Pedro IV) no mesmo quarto deste palácio.

Palácio de Queluz

  • Aberto diariamente das 9h às 20h (no inverno, das 10h às 18h) | Ingresso: 10 euros (entre 6 e 17 anos e a partir de 65 anos, 8,50 euros) | 15% de desconto com LisboaCard

Atrações de Sintra | Castelo dos Mouros | Palácio da Pena | Queijada | Quinta da Regaleira | Palácio de Queluz | Palácio de Monserrate | Palácio de Seteais

Palácio de Monserrate

Sintra dicas: Palácio de Monserrate

O Palácio de Monserrate foi erguido em 1856 para a residência de verão de uma abastada família inglesa, aproveitando as ruínas de uma mansão neo-gótica que já existia ali. Do portão até a casa, o visitante passa por ruínas, um sarcófago, cascatas e trilhas estreitas. O interior é riquíssimo: o átrio principal tem pé direito alto e uma cúpula impressionante. A biblioteca e a sala de música são igualmente encantadoras. Lord Byron visitou Monserrate e falou da casa em um poema, preciso falar algo mais?

Palácio de Monserrate

  • Aberto diariamente das 9h30 às 20h (no inverno, das 10h às 18h) | Ingresso: 8 euros (entre 6 e 17 anos e a partir de 65 anos, 6,50 euros) | 15% de desconto com LisboaCard

Atrações de Sintra | Castelo dos Mouros | Palácio da Pena | Queijada | Quinta da Regaleira | Palácio de Queluz | Palácio de Monserrate | Palácio de Seteais

Palácio de Seteais

Palácio de Seteais, em Sintra

Atualmente ocupado pelo Hotel Tivoli Palácio de Seteais, o Palácio dos Seteais foi construído no final do século 18 pelo então Cônsul da Holanda em Portugal. Reformas posteriores modificaram um pouco a arquitetura neoclássica, mas mantiveram o lindo arco (de onde, em dias limpos, é possível ver o Palácio da Pena perfeitamente posicionado), e os amplos jardins.

Não-hóspedes podem visitar apenas os jardins e apreciar o palácio por fora. Mas o bar e o restaurante são abertos ao público. No outono e no inverno, o hotel costuma oferecer um 'lanche à portuguesa' -- um chá da tarde servido no aristocrático salão do restaurante. (R. Barbosa du Bocage, 8, tel. 351 219-233-200)

Atrações de Sintra Castelo dos Mouros | Palácio da Pena | Queijada x Travesseiro | Quinta da Regaleira | Palácio de Queluz | Palácio de Monserrate | Palácio dos Seteais

Sintra | Como chegar | Como circular | Sintra em 1 dia | Sintra em 2 dias | Atrações | Onde ficar e comer em Sintra

  • Onde ficar e onde comer em Sintra

Pertinho da estação, a Bliss House tem ambiente moderno. Nos fundos, um pátio dá para a paisagem da montanha.

Sintra dicas: onde ficar

Casa Holstein Quinta de São Sebastião

Se você busca a experiência mais romântica de Sintra, reserve a Casa Holstein Quinta de São Sebastião. Numa linda propriedade na encosta da montanha -- e mesmo assim, coladinha ao centro -- foram construídos anexos para hóspedes, respeitando o espírito do palacete original. Se as brumas da montanha deixarem, dá para relaxar na bonita piscina. Para quem está começando seu périplo por Portugal, uma vantagem: o estacionamento é amplo e tem sombra.

Para ficar ligeiramente acima do burburinho, dê uma olhada nas guesthouses Sintra 1012, Aguamel e Villa Mira Longa e no hotel Sintra Boutique.

A meio caminho entre o centrinho e a Quinta da Regaleira, o Lawrences é um dos hotéis mais elegantes da cidade. Ainda no quesito elegância, não dá para não mencionar o Tivoli Palácio dos Seteais -- mas é provável que para entrar e sair do hotel você vai preferir chamar um táxi a caminhar.

Arredores da cidade

Se você estiver de carro e preferir hotelões convencionais, tem duas boas opções nos arredores da cidade: o Pestana Sintra e o Penha Longa Resort

Onde comer em Sintra

Sintra dicas: onde comer

Incomum by Luis Santos

Encontrei o Incomum by Luís Santos por eliminação: era um dos poucos restaurantes abertos domingo à noite em Sintra. Só depois descobri que o restaurante é indicado pelo grande cronista português Miguel Esteves Cardoso ("é incomum por ser um restaurante de alta qualidade que se recusa, simultaneamente, a ser caro e inacessível"). O cardápio foge ao repertório tradicional português -- e mesmo quando parece castiço, tem um toque de autor (como no bacalhau, que é confitado). Pedi um magret de pato com figos, cacau e purê de cenoura que estava excelente. É mais caro que restaurantes turísticos, porém mais barato do que poderia cobrar. É recomendável reservar. (Dr. Alfredo da Costa, 22, tel. 351 21 924-3719)

O restaurante do hotel Lawrence's tem um cardápio que, apesar de enxuto, sempre inclui massas. Fora do inverno, reserve uma mesa na varanda. (Consegliéri Peixoto, 38, tel. 251 21 910-5500)

Tapas à portuguesa são o forte de dois restaurantes com bom custo x benefício: a Tascantiga (Escadinhas da Fonte da Pipa, 2, tel. 351 21 924-3242) e o Nau Palatina (Calçada de São Pedro, 18, tel. 351 21 924-0962).

Querendo uma experiência mais contemporânea à mesa, reserve a Taberna Criativa (av. Heliodoro Salgado, 26, tel. 351 21 018-6147). E para comida portuguesa boa e a preços honestos, vá ao Romaria de Baco (Gil Vicente, 2, tel. 351 21 924-3985).

Sintra | Como chegar | Como circular | Sintra em 1 dia | Sintra em 2 dias | Atrações | Onde ficar e comer em Sintra

Leia mais:


43 comentários

Cândida Silva

Sintra é uma das minhas paixões em Portugal! Já fiquei hospedada no Tivoli Seteais, é lindíssimo. O Palácio de Montserrat também vale muito a visita. Almoçar ou jantar no centrinho da vila é uma delicia! Este ano vou a Portugal e pela primeira vez não vou à Sintra... Lendo esse post deu muita saudade.

UmOlharViajante

Excelente relato, e dicas ainda mais preciosas!! é mesmo isso!
Especialmente a parte dos sapatos confortáveis!! smile

Malu Esper
Malu EsperPermalinkResponder

Parabéns Heloisa, super legal seu post sobre Sintra. Gostaria de acrescentar que, para os que preferem ir de carro até o Palacio da Pena, devem tomar muito cuidado pois a estrada é muito estreita e várias pessoas sobem à pé. Eu achei um perigo enorme. Não precisa estacionar no acostamento da estrada pois tem um estacionamento na entrada do parque que leva ao palácio. Concordo com você que para fazer todos esses passeios são necessários dois dias. É muito cansativo e andar com tempo pela cidade, sem rumo, é uma delicia.

Heloísa
HeloísaPermalinkResponder

Obrigada, Malu! wink Tá muito na cara que vou voltar pra lá assim que puder/o euro estiver num valor decente?

EUCLIDES CARDOSO

Parabéns Heloísa pela riqueza de informações e as fotos. Fiquei na dúvida: quando vc relata os ônibus que passam pelas localidades mencionadas e vc desembarca, os mesmos ônibus esperam a visitação dos palácios e na hora marcada vc retorna e pega os mesmos ou vc espera a vinda do próximo. Grato

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Euclides! O ônibus não espera; você embarca no próximo que passar.

Heloísa
HeloísaPermalinkResponder

Obrigada, Euclides!

Cris
CrisPermalinkResponder

Ótimos comentários, Heloísa. Estive em Sintra em maio de 2013. Que saudade! Na oportunidade, fui com duas amigas que eram meus olhos. Sim, tenho deficiência visual, enxergo um pouquinho que me permite, com esforço e determinação, fazer ainda muitas coisas. Visitamos o Palácio da Pena e o Castelo dos Mouros. Sabe se existe atendimento especial para pessoas com deficiência? Estou sem cia e pretendo ir sozinha a Portugal para fazer o que der. Obrigada.

Heloisa
HeloisaPermalinkResponder

Oi, Cris! Está em andamento um projeto chamado "Parques de Sintra Acolhem Melhor", que pretende, entre outros projetos, ter plantas táteis e maquetes com informações em braile. Mas ele ainda não está concluído. sad

Janaina Oliveira

Oi Heloísa, tenho vontade de dormir uma noite em Sintra mas fiquei com uma dúvida.
O trem que saí da Estação do Rossio para Sintra tem espaço para malas? Você indicaria ir com as malas nesse trajeto ou tem alguma outra sugestão mais confortável para ir de Lisboa a Sintra com bagagens? Obrigada.

Heloísa
HeloísaPermalinkResponder

Oi, Janaina! Nos vagões em que viajei, tanto na ida quanto na volta, não havia lugar para as malas, mas dependendo do horário em que você pegar o trem, dá tranquilamente pra encaixar a mala junto das pernas no banco e seguir para a cidade.

Ariana
ArianaPermalinkResponder

Os comboios sao urbanos por isso é que nao tem um espaço especifico para as malas. Para quem vem de viagem de Lisboa para Sintra o melhor é sempre o comboio, pois é mais barato e directo. As melhores horas para os apanharem relativamente vazios é ente as 11h e as 17h

Talitiane
TalitianePermalinkResponder

Prezada, esses ônibus paga-se tarifa única ou toda vez que embarca paga uma passagem? obrigada wink

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Talitiane! Ônibus hop on hop off = passagem única, válida por todo o dia, podendo subir (hop on) e descer (hop off) quantas vezes quiser.

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Olá Heloisa! Adorei suas valiosas dicas! Estou planejando fazer este passeio em Sintra mês que vem (outubro) e aproveitar suas dicas. Você fez em qual época? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Paula! A Heloísa viajou justamente em novembro do ano passado smile

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Ótimo post! Obrigada pelas dicas! Vamos visitar Sintra daqui menos 1 mês e vou seguir suas informações também! ?

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Oi, Heloisa! Que post excelente! Me diz uma coisa: li em um ebook de roteiro de 7 dias para Lisboa que o Palácio Nacional da Pena NÃO abre às 2as feiras. Procede? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tatiana! Quem responde é A Bóia. O palácio abre diariamente, veja:

http://www.parquesdesintra.pt/planear-a-sua-visita/horarios-e-precos/?t=parque-e-palacio-nacional-da-pena

Daniel Murta
Daniel MurtaPermalinkResponder

Vou fazer o passeio de 1 dia em Sintra em abril deste ano. Pelo que vi, parece ser uma serra bonita. Vale a pena alugar um carro conversível para ir de Lisboa a Sintra para curtir o visual, mesmo sendo estreitas as pistas? Em abril é muito frio?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Daniel! Provavelmente ainda estará frio para conversível.

André Vianna
André ViannaPermalinkResponder

Boa tarde.
Pretendemos conhecer Sintra e Caiscais em junho.
Vale a pena ir de carro, ou é melhor deixar pra ir de trem depois que devolvermos o carro?
Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, André! Para fazer os dois no mesmo dia, vá de carro. Se puder ir em dias diferentes, tanto faz carro ou trem.

Thais Olluk
Thais OllukPermalinkResponder

Olá, Heloísa, Boia e Ricardo! Eu queria saber o seguinte: se eu perder o ônibus no final da tarde de volta para a estação de trem, a caminhada é muito longa para o centrinho? É possível pegar um táxi? Saberia me dizer quanto aai em média essa corrida?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thais! Dá para ir tanto a pé quanto de táxi. O táxi sairá menos de 10 euros.

Leninha
LeninhaPermalinkResponder

Oi, pessoal! Acompanho sempre as dicas de vcs antes de viajar para qualquer lugar. São preciosas!

Estou indo para Portugal em setembro para passar 7 noites. A ideia inicial era ficar as 4 primeiras em Lisboa, 2 no Porto e a última em Lisboa para pegar o avião de volta para o Brasil no dia seguinte de manhã. Com base nesse post (fantástico!) e em dicas de amigos, tinha pensado em passar uma noite em Sintra, mas seria complicado para voltar a Lisboa no dia seguinte para ir para o Porto direto. Sem contar as malas para lá e para cá. Não gosto de correria.
Estou começando a acreditar que é melhor ficar as 4 noites em Lisboa e fazer apenas um bate e volta até Sintra. Qual a opinião de vcs?
Muito obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leninha! Um bate-volta bem-aproveitado rende bastante. Fique até tarde em Sintra e você se sentirá tendo dormido por lá.

Adriana Vieira

Excelentes dicas. Obrigada,bjs.

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Vale a pena percorrer Sintra de carro ou seria melhor aproveitado com ônibus hop on hop off? As ruas de Sintra são muito estreitas? Pergunto pq irei com 5 pessoas e alugamos um carro grande.
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! Se já estará de carro, vá de carro e aproveite a mobilidade. Só será difícil estacionar no centro, mas o carro sera útil para os palácios e quintas.

SANDRA MARCHESANO

Andei lendo que o Sintra Canopy está fechado desde 2015 por questões financeiras. Isso procede?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sandra! Sim, procede. Obrigada por avisar, retirei agorinha do texto.

https://www.parquesdesintra.pt/noticias/encerramento-da-atividade-sintra-canopy/

marina
marinaPermalinkResponder

Tuas dicas são as melhores!!!!!!!! PARABÉNS!!!!!!

Vinícius
ViníciusPermalinkResponder

Parabéns!!!
Eu ainda não conheço, mas, com o seu informe e comentários a seguir, vai ser a próxima viagem.

Sidney Tupiniquim

Parabéns. Excelente matéria, fale também do Chatêau da Condessa D`Edla e algumas praias famosas como Praia das Maçãs. Sintra merece no mínimo 2 dias e mesmo assim bastante corridos.

Fernando Pereira

Olá, Heloísa!
Parabéns por essa bonita apresentação de Sintra! Estive por lá em setembro de 2014, infelizmente numa visita relâmpago, o que serviu para "determinar" volta certa. Seu post foi muito feliz, pois mostra muito mais do que se imagina que há para se ver em Sinta. Agora se tornou questão de honra voltar! Obrigado

Cecília
CecíliaPermalinkResponder

Olá.
Fomos a Sintra hoje e minha surpresa é que os 5 € anunciados no post pela linha 434 na verdade é apenas de um trecho, ou seja, do centro da cidade (ou da estação) até o Castelo de Mouros e Palácio de Pena. Não é o esquema hop on/hop off que você pode subir e descer do ônibus com o mesmo ticket... Para pegar o esquema hop on/hop ofd paga-se 12 €.

No fim, também acho interessante destacar no post que se você sobe pro alto da serra, ou paga os 11,50 € ou 8 € de Pena e do Castelo de Mouros, ou não vai valer a viagem. Nem mesmo os jardins são possíveis de ver. Pelo post, acabei entendendo errado: achava que você pagava apenas para entrar no palácio, sendo os jardins livres pra visita.

Acabei descendo porque estávamos em grupo e sairia muito caro... acabamos indo na lindíssima Quinta da Regaleira, pagamos 6 € e ainda dá pra ir andando do centro (5 min), ou seja, beeem mais em conta.

Thais Santos Souza

Parabéns!! adorei as dicas.

EUDES FERREIRA DE MEDEIROS

Estou em Lisboa hoje (31/03/2018) e realmente está muito frio para carro conversível.

Edgar
EdgarPermalinkResponder

Oi, Bóia!! Gostaria da sua opinião. Estamos num grupo de 5 pessoas e faremos um bate-volta de Lisboa a Sintra. Você recomenda que aluguemos um carro para esse passeio ou acha melhor o combo trem + ônibus hop-on/hop-off? Obrigado pela ajuda!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Edgar! Alugar carro para o dia significa perder 1 hora para tirar o carro na locadora, mais outro tanto para sair da cidade. Um carro seria prático depois de chegar em Sintra, para fazer a rota dos castelos, mas em termos de aproveitamento de tempo, trem + ônibus será mais jogo.

Dely Cristina Martins

Olá Bóia! É possível comprar os bilhetes de trem de Lisboa - Sintra -Lisboa antecipadamente? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Dely! É uma linha semi-urbana, sem variação de preço nem reserva de assento. Não há necessidade.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar