Passagens aéreas: 3 erros para não cometer

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

passagens aéreas erros

Nunca foi tão fácil comprar passagem aérea na internet. Por isso mesmo, nunca foi tão fácil cometer pequenos erros -- por distração ou falta de conhecimento de macetes e pegadinhas.

3 erros para não cometer:

Erro 1 | Conexões desvinculadas, não!

O erro número mais comum de se cometer é comprar passagem com conexões desvinculadas.

O que é isso? Digamos que a passagem mais em conta que você achou foi Brasil-Madri. Só que o último destino da sua viagem é Roma.

Como a sua passagem é uma ponto a ponto simples Brasil-Madri-Brasil, você vai ter que voltar de Roma a Madri para pegar o vôo de volta. Para isso, você vai ter que comprar um vôo à parte.

Só que esse vôo complementar de Roma pra Madri não está vinculado ao seu vôo de Madri pro Brasil. As duas cias. aéreas não sabem do seu itinerário completo e não se responsabilizam pela conexão.

Assim, se o primeiro vôo (de Roma pra Madri) atrasar e você perder o segundo vôo (de Madri para o Brasil), nenhuma das duas cias. vai se responsabilizar pela sua hospedagem nem vai acomodar você automaticamente em outro vôo. É uma situação muito insegura, sobretudo quando o trecho 'avulso' é por cia. low-cost. Não se deve fazer isso nunca.

Aqui na América do Sul essa situação acontece bastante com quem vai a Cusco, mas só emite inicialmente a passagem Brasil-Lima-Brasil. Os trechos Lima-Cusco-Lima acabam comprados à parte. E como o aeroporto de Cusco fecha por qualquer coisinha, a volta é uma tensão. Se o aeroporto de Cusco fecha, os passageiros brasileiros se dividem entre os que têm conexão vinculada no mesmo bilhete (vão passar perrengue, mas não vão precisar pagar nada extra) e os que estão com passagem a Lima avulsa e, se perderem o vôo de volta ao Brasil, vão ter que pôr a mão no bolso para reemitir a passagem de volta com multa e diferença tarifária.

Como evitar essa situação?

Compre passagens na modalidade múltiplos destinos/várias cidades

Para garantir todas as suas conexões e, de quebra, rentabilizar ao máximo a tarifa paga, compre passagens na modalidade múltiplos destinos ou várias cidades. Essa modalidade é oferecida por várias agências online e cias. aéreas.

Você compra com ida ao seu primeiro destino, e volta do seu último destino, no mesmo bilhete.

Por exemplo:

  • Trecho 1: Brasil-Madri
  • Trecho 2: Roma-Brasil

Ou:

  • Trecho 1: Brasil-Lima
  • Trecho 2: Lima-Cusco
  • Trecho 3: Cusco-Brasil

Mesmo que você tenha que fazer uma conexão, vai ser uma conexão garantida pelas cias. aéreas envolvidas, porque a sua reserva é a mesma nos dois vôos. Se um vôo atrasar, a cia. aérea vai ter que acomodar você em outro vôo e até arcar com custos de alimentação e hospedagem.

Isso custa muito mais caro do que comprar passagem só até o primeiro destino e comprar o outro trecho à parte? Na verdade, pode sair o mesmo preço. Você precisa no mínimo simular. E se for muito mais barato comprar essa outra passagem à parte, então durma uma noite na véspera no lugar onde você vai pegar o vôo de volta pra evitar esse contratempo da conexão desvinculada. Conexão desvinculada, não!

Para saber como emitir passagens aéreas na modalidade múltiplos destinos/várias cidades, leia este tutorial passo a passo.

Erro 2 | Troca de aeroporto, não!

Outro erro que se deve evitar a qualquer custo: fazer conexão que envolva trocar de aeroporto.

Às vezes a gente comete esse erro por economia, porque o sistema achou um itinerário mais barato com um vôo chegando por um aeroporto e a conexão saindo por outro. Outras vezes, isso acontece por pura desatenção. A gente não percebe que mudou o código do aeroporto na cidade da conexão.

O perrengue ocorre normalmente em três lugares no exterior: Buenos Aires, Nova York e Londres.

Mas também acontece antes do sair do Brasil, em São Paulo. Muitas cias. vendem o primeiro trecho com chegada no aeroporto central de Congonhas, com continuação saindo do aeroporto internacional de Guarulhos, a uma hora e meia (se não houver engarrafamentos) de viagem.

É preciso evitar essa situação ao máximo, porque a responsabilidade pelo transporte está na mão do passageiro. Tudo o que na conexão é automático (bagagem, check-in), na conexão com troca de aeroporto é complicado

A pior coisa numa viagem é a ida para o aeroporto -- e ao fazer conexão em num segundo aeroporto, você arranja uma segunda ida para o aeroporto no meio da sua viagem!

Como evitar esse erro?

Pesquise mais -- ou passe uma noite na cidade de conexão

Não aceite itinerário com troca de aeroporto. Confira como é o percurso em outras cias. aéreas. A economia não vale o trabalho e o stress, acredite.

Se não tiver outro jeito, interrompa a viagem na cidade da conexão. Passe uma noite na cidade, e no dia seguinte dirija-se normalmente ao aeroporto da conexão.

Erro 3 | Vôos muito cedo, só em último caso!

Este erro a gente comete na melhor das intenções: marcar vôos para de manhã cedíssimo.

Por que fazemos isso? Porque queremos aproveitar o dia de viagem ao máximo. Para que passar o início da manhã na cama quando podemos já estar na sala de embarque?

O problema é que essa decisão tem efeitos colaterais inesperados. O primeiro é que, ao querer ganhar o dia, a gente acaba perdendo a noite anterior. A gente dorme mal, preocupado em acordar às 3 ou 4 da manhã. Será que o táxi vai aparecer? Será que vai ter Uber?

Sim, porque um pouco antes disso a gente descobre que para ir ao aeroporto de madrugada não existe nenhum meio de transporte em conta. Ou seja: às vezes aquela economia que você fez ao escolher esse vôo cedo já vai embora no táxi que você vai ter que pegar.

Sem falar que o seu organismo sente. Quando você vai para a Europa durante a vigência do horário de verão, são 5 horas de diferença de fuso. Acordar às 3 da manhã no horário local significa acordar às 10 da noite no seu relógio biológico. É exigir demais do corpo -- e abrir a porta para uma gripe ou um problema intestinal.

E se não der para evitar essa situação?

Durma num hotel próximo ao aeroporto

Caso seja incortornável -- você precise mesmo pegar esse vôo cedíssimo, sem outra alternativa --, então durma num hotel próximo ao aeroporto.

Todo aeroporto que se preza tem vários hotéis nos arredores -- a maioria deles, padrão 3 estrelas. E olha que prático: todos costumam oferecer transporte de/para o aeroporto para seus hóspedes.

Para você não perder nada do seu dia, faça o seguinte:

  • Faça check-out do seu hotel na cidade
  • Deixe as malas no depósito do hotel (todos farão isso de graça por você)
  • Faça todos os passeios que você tinha programado para o dia
  • Faça sua refeição noturna -- jantar ou lanche -- mais cedo, lá pelas 18h30/19h
  • Passe no seu hotel, retire a sua bagagem e aproveite o transporte público para o aeroporto
  • Pegue o transporte do aeroporto para o seu novo hotel, faça check-in e confira os horários de transporte durante a madrugada de volta para o aeroporto

Garanto que o vôo da madrugada vai ficar bem menos sacrificado.

Leia mais:

136 comentários

Márcia Jacobina

Ricardo bom dia! Por favor vc saberia me explicar o mistério das passagens baratíssimas da Delta, American Airlines, ou low cost nos Estados Unidos? Sempre me falam que pegaram uma promoção de passagem por 1 Dólar e eu nunca pego ou fico sabendo destas promoções? Onde comprá-las ou sabê-las.Ou é só mentira de amigo traíra mesmo, rsrsrsrs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Márcia! Quem responde é A Bóia. Para ser informado dessas promoções a ponto de poder aproveitar é preciso estar cadastrado nas cias. e receber as newsletters e alertas. Normalmente funciona para quem já mora no local.

Keilla
KeillaPermalinkResponder

Bom dia Ricardo! Seja regra de dormir perto do aeroporto vale para Cusco? Vou ter que no voo de 5:30, estou em uma pousada bem no Centro. Vale a pena procurar um hotel próximo ao aeroporto?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Keilla! O aeroporto está a menos de 15 minutos de táxi do Centro. Como não há hotéis dentro do aeroporto e os hotéis do entorno imediato são muito ruinzinhos, o melhor é deixar um táxi combinado para pegar você às 4h no hotel do centro.

Silvia Damasceno

Bom dia, Ricardo! Sempre sigo suas excelentes postagens! Obrigada! Eu viajo habitualmente 2 vezes para Paris, mas nunca consigo juntar milhas suficientes para trocar por passagens! Você poderia me ajudar ? Falei com o FlyBlue e o atendente me disse que as tarifas das minhas passagens são muito baixass! Se eu comprar passagens caras não vale a pena, ou vale?
Silvia Damasceno

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Silvia! Quem responde é A Bóia. Não vale a pena pagar mais caro para conseguir milhas. Economia é algo concreto; milhas podem ou não ser transformadas em viagens. De uns anos para cá, as tarifas mais econômicas têm dado direito a milhas reduzidas, ou nenhuma milha, em todos os programas.

Ana T.
Ana T.PermalinkResponder

Parabéns Ricardo / Bóia Mega útil essa matéria. Com certeza milhares de pessoas cometem esses erros absolutamente por falta de experiência e conhecimento.

Jeanete
JeanetePermalinkResponder

Adorei seus conselhos sobre os erros ao viajar de avião.
Abraços

Danielle Nunes

Maior pegadinha do mundo: Check in on line da Ryanair, eles não avisam que é obrigatório e cobram uma taxa de €66,00 para ser feito no aeroporto! Absurdo!

Ana luisa
Ana luisaPermalinkResponder

Ei Ricardo
Muito bacana suas dicas!
Estou indo de BH para istambul depois queremos ir para Praga, e de trem para Viena e de Viena SP.
Tem um valor da latam so ida BH / Istambul q achei interessante, minha dúvida é: compra-la e depois comprar o voo istambul e Viena SP
Está saindo mais barato do que comprar o conjunto. Será q e fria?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Luiza! Pesquise num comparador, como o Kayak.

Orce Belo Horizonte-Istambul + Viena-Belo Horizonte no mesmo bilhete com Istambul-Praga numa passagem avulsa e compare com Belo Horizonte-Istambul + Istambul-Praga + Viena-Belo Horizonte no mesmo bilhete.

https://www.viajenaviagem.com/2012/01/passagens-internacionais-como-evitar-o-erro-mais-comum/

Adelane
AdelanePermalinkResponder

Minha passagem tá marcada para dia 2/10/19 mas é 3 horas da manhã, eu tenho que tá lá na quarta madrugada ou terça madrugada? Porque terça madrugada é 2 e quarta já é 3

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Adelane! Na madrugada de terça para quarta.

Claudia Penido

Se a passagem é dia 02/10/19 às 3:00h, ela terá de estar no aeroporto de 2a para 3a feira, ou perderá o voo!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudia! Hoje é terça-feira dia 1º de outubro. Amanhã é quarta-feira 2 de outubro. Para pegar um vôo que sai dia 2 às 3 da manhã, ela precisa ir ao aeroporto logo mais, na madrugada de terça para quarta. A madrugada de 2a. para 3a. foi agora há pouco, ainda era dia 1º.

Joe Brown
Joe BrownPermalinkResponder

O que houve com o blog? Agora são poucas atualizações na semana, e pouquíssimo material inédito...
Sinto muita falta do VnV de antigamente sad

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Joe! Estamos focados em produzir e atualizar os guias de destino. Se você der uma olhada nos guias novos e/ou atualizados, vai perceber o trabalho que dá. Precisamos trazer todos os destinos importantes para o mesmo nível de profundidade, e por isso os posts não essenciais estão rareando.

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Prezado Ricardo “Boia”,
Estou de mudança para Pequim a partir de JAN2020 para morar dois anos e meio. Pensamos em pegar um voo com uma escala e dar uma parada nessa escala para quebrar o “jetleg”. Qual é a melhor forma de fazer essa operação? Há como comprar ida e volta, com esse intervalo todo? Abraço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eduardo! Quem responde é A Bóia. Não acredito que dê para reservar volta para além de 330 dias.

Mayra Borges
Mayra BorgesPermalinkResponder

Olá boa noite! Quero de parabenizar o blog, sempre muito útil para nós cidadãos do Mundo.Rs
Por gentileza gostaria de uma orientação. Ano que vem estarei indo para Madri(12 dias). Entrada e saída por lá. Porém gostaria de fazer Barcelona uns 3/4 e o restante Madri e algumas cidades próximas. A minha dúvida é: Assim que chegar devo começar visitando logo Madri(cidades próximas), depois Barcelona e volto para Madri para ir embora ou chego e devo ir logo pra Barcelona e voltar e ficar em Madri até o dia do embarque?
Obrigada pela atenção ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mayra! Coordenar horários de vôos e trens é complicado, porque as passagens não são vinculadas. Pata ter segurança você acaba tendo que prever um intervalo muito grande e perde o dia de viagem. No seu lugar, eu aproveitaria Madri na chegada e ficaria uma noite a menos que o planejado. Esta noite seria realocada para a véspera da volta, para não ter stress de conexão entre trem e avião.

Da próxima vez, compre a passagem aérea certa, com ida à primeira cidade do roteiro e volta da última cidade do roteiro no mesmo bilhete:

https://www.viajenaviagem.com/2012/01/passagens-internacionais-como-evitar-o-erro-mais-comum/

lorena
lorenaPermalinkResponder

Oi, bóia.
Sobre os aeroportos e mudanças em cima da hora. Compramos passagem ida e volta fortaleza-NY , conexão por Miami no voo direto, mas a Delta alterou nosso retorno unilateralmente, devido à retirada dos Boing há uns meses atrás, ofertando -nos apenas NY-Atlanta - alguma capital do sudeste ou Brasília para chegarmos em Fortaleza, acrescentando , em média, 7 horas a mais na viagem de volta. Soube de algum caso assim? obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lorena! Você pode acionar judicialmente a cia. Se você comprou o trajeto a partir de Fortaleza, a cia. tem que transportar você a partir de Fortaleza.

Rose Márcia Sampaio Teixeira

Comprei passagens para Portugal com intervalo de 42 dias entre a ida e a volta. Muitas pessoas estão dizendo que eu fiz besteira, pois a imigração não verá essa longa estadia de turismo com bons olhos. Isso realmente tem algo a ver? terei problemas? Detalhe: Iremos eu e duas filhas, de 10 e 25 anos

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rose! Se você tem passagem de volta para todos os passageiros, reservas para toda a estada, seguro-saúde que cubra a permanência inteira e alguns passeios/ingressos que provem que vocês estão viajando a lazer, não haverá dificuldade.

THULIO LORENTZ TRIVELLI

bom dia, Ricardo (A bóia) algumas coisas acabei aprendendo na prática. Quanto as suas dicas acabou melhorando minha vida nas viagens. Sabendo usar aproveita-se melhor ainda. Obrigado.

ALBINO MACHADO

Boa noite
Gostei muitos das suas dicas,mas gostaria a seguinte informação:
Embarco em Cusco, pela Latam destino São Paulo, mas com conexão em Lima.Neste caso o processo imigratório de saída do pais é feito em Cusco ou Lima?
obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Albino! Sair de um país só é complicado em Israel. A sua saída será por Lima.

Luiz Claudio
Luiz ClaudioPermalinkResponder

Vi uma passagem com troca de aeroporto (sim, fiquei com medo mas o preço está compensando), mas na troca diz que não tem mais direito à bagagem. É possível acontecer isso??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luiz Claudio! É possível isso. Mais uma razão para você desistir dessa fábrica de perrengue. NÃO EXISTE ECONOMIA QUE COMPENSE TROCAR DE AEROPORTO. Desculpe escrever em maiúsculas.

Luciane
LucianePermalinkResponder

Ricardo ou Bóia, me ajudem, por favor!!!
Estou namorando passagens para as férias de 2020, a primeira seria deserto do Atacama e a segunda pra França. Mas percebam meu problema, a passagem de ida pra Calama, a mais barata, tem uma conexão de 1h20 em Santiago, e retorno de Nice, a mais barata, tem uma conexão ou em Paris ou em Amsterdã de 1h30... Meu medo ou pavor é perder o voo... será que dá tempo? A questão é super financeira mesmo.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciane! A conexão de retorno não tem problema, você não passa por imigração ao chegar. A conexão de Santiago é curta, mas se a passagem for devidamente vinculada no mesmo localizador e não for o último vôo do dia, se o primeiro vôo atrasar a cia. acomoda você no vôo seguinte. (Se tiver pernoite é que aparecem mais perrengues.)

Luciane
LucianePermalinkResponder

Bóia... então, entre Santiago e Calama, até tem um voo com maior conexão que a diferença é pequena, meu maior medo é o retorno da França com a conexão de 1h30... o retorno tem certeza que não posso na saída da França ou da Holanda por imigração???

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciane! Você passa pela imigração, mas é uma passagem simples, apenas para carimbar o passaporte. Não existe o interrogatório de admissão no país, a fila é fluida. O importante, sempre -- não importa o intervalo, seja grande ou pequeno -- é que ambos os vôos sejam VINCULADOS NO MESMO LOCALIZADOR. Não compre passagens misturadas, essas podem dar muita dor de cabeça, a economia não compensa.

Luciane
LucianePermalinkResponder

Ai... você é genial!!! Obrigada demais!!! IUPI!!! Resolvidos todos os problemas aéreos das minhas férias do próximo ano...

Rose
RosePermalinkResponder

Olá, boa noite.
Meu atual noivo pagou o bilhete aéreo meu,do meu filho menor e do meu ex esposo com destino a Itália com conexão em Madri .
Minha dúvida é:
Para fazer essa conexão em Madri preciso ter o bilhete impresso? Ou passo pela imigração e embarco com o mesmo bilhete que embarquei em São Paulo?
Porque eu recebi por email o bilhete com o itinerário de ida e volta. Mas tudo em bilhete único.
Obrigada pela atenção.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rose! Ao fazer o check-in você receberá seus cartões de embarque para todos os vôos de ida, Brasil-Madri-Itália. Leve o itinerário que você recebeu para mostrar na imigração que você tem volta marcada.

Veja também os outros documentos que você precisa para passar com tranqüilidade pela imigração:
https://www.viajenaviagem.com/2019/03/brasileiros-barrados-europa/

Jean
JeanPermalinkResponder

Já aconteceu o primeiro caso comigo e tive que arcar com 1.000 Euros para chegar ao meu destino final.

Pedro
PedroPermalinkResponder

Alguém consegue explicar porque as passagens para Europa, por exemplo, Dublin, ida e volta, da LATAM custam R$4.000 a R$6.000 e pela Bristish ou Iberia ou Air France custam de R$3.000 a R$3500??? Um absurdo descomunal da LATAM, e fiz essa cotação no saite LATAMPASS do qual sou associado!

Sabrina Pereira

Olá, boa noite. Meus pais compraram (sem nos avisar) passagens para Miami, saindo de Vitória para São Paulo, com troca de aeroporto Congonhas-Guarulhos, com super pouco tempo chegam em Congonhas as 21h e o voo sai 00:15 em Guarulhos. Estamos com medo que eles percam a viagem e não sabemos o que fazer. Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Sabrina! Se não for possível trocar o primeiro vôo para Guarulhos, tente ao menos antecipar o vôo a Congonhas.

Elisabeth
ElisabethPermalinkResponder

Olá, boa tarde! Tenho uma dúvida sobre compra de voo (apenas ida). Atualmente estudo em Portugal e, após o término, pretendo voltar para o Brasil em definitivo. Porém, as passagens saindo de Lisboa estão caríssimas, mas em compensação, saindo de outros lugares da Europa está mais em conta. É possível voltar ao Brasil saindo de outro país da Europa? Não sei se teria algum problema com a imigração. Alguém já passou por essa situação? Desde já agradeço por qualquer ajuda.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elisabeth! Problema nenhum.

Karla
KarlaPermalinkResponder

Bom dia!!
Ano que vem, estou indo para a Europa (Portugal, Espanha e Itália). Estava pensando em comprar a passagem com a chegada em Portugal e volta pela Itália, e realizar o deslocamento entre os países de trem. será que vale a pena ou é melhor comprar com vários destinos ou stopover?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karla! Portugal não tem boas ligações de trem para nenhum país. E a Itália e a Espanha estão muito longe para ir de trem. Compre uma multidestinos com ida Brasil-Itália, trecho(s) intermediário(s) Itália-Espanha-Portugal e volta Portugal-Brasil. Compare também com uma ida Brasil-Itália com volta Portugal-Brasil e trechos intermediários comprados à parte.

Pedro
PedroPermalinkResponder

Ricardo, posso abandonar o segundo voo de conexão internacional?? Tenho um voo para Santiago, com conexão em Lima, mas pretendo ficar em Lima e não embarcar para Santiago. Detalhe: só vou levar bagagem de mão.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pedro! Quem responde é a Bóia. Se houver uma passagem de volta no mesmo localizador, você perde a reserva e terá que pagar diferença tarifária. Se for só ida, sem bagagem despachada, na prática não tem problema.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar