Rio de Janeiro

Continua sendo

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Dá para contar nos dedos as cidades do mundo conhecidas por seus slogans. Roma, Cidade Eterna. Paris, Cidade-Luz. Rio de Janeiro, Cidade Maravilhosa. O Rio é Oscar de cenário, direção de arte, casting, (falta de) figurino, roteiro e trilha sonora original.

Tudo o que é feito ao ar livre no Rio tem aparência, gosto, textura e consistência de férias. O carioca pode não se dar conta, mas fazer jogging no calçadão às 6 da manhã é como sair um pouco de férias todos os dias. Tomar um chope depois do trabalho é férias. Num domingo de sol, outras cidades param – mas o Rio entra em férias. É um prazer estar num lugar tão bem equipado para as férias dos seus habitantes.

Quer deixar tudo ainda mais bonito? Chegue pela Ponte Aérea. Um dos shows mais deslumbrantes do planeta, pelo preço de uma passagem de avião.

O carioca anda crítico como sempre, e mal-humorado como nunca. Evidentemente, existem motivos para pôr em dúvida as prioridades e os orçamentos das obras da Rio 2016. Mas tenha a certeza que, se existe um legado inquestionável da Olimpíada, é o legado turístico. Agora que os tapumes vieram abaixo e os novos equipamentos e hotéis estão em operação, o Rio ficou ainda melhor de visitar.

Aproveite que os gringos estão paranóicos com a zika, e aproveite os preços baixos que devem se seguir à Olimpíada.

Quando ir

Não existe época ruim: o Rio é um destino para o ano inteiro.

O verão é quando tudo acontece, e a cidade parece ligada na tomada. Mas a época mais seca vai de abril a agosto – é por isso todo ano você assiste à mesma reportagem na TV da praia lotada num domingo de inverno.

(Claro que o inverno tem dias mais frios, em que você talvez não queira ir à praia. Aproveite para fazer os programas que você não faria porque não ia querer sair da praia.)

O Réveillon de Copacabana rivaliza em beleza e emoção com o Carnaval. E já há 10 anos o Carnaval não é mais só no Sambódromo: os blocos de rua tomaram conta da cidade inteira.

Nos feriadões, é mais recomendável viajar ao Rio do que aos lugares próximos (Serra, Costa Verde e Região dos Lagos) para onde os cariocas fogem.

Rio de Janeiro: quando dá praia?

Como chegar

O Rio tem dois aeroportos.

Um aeroporto é central – o Santos Dumont, que recebe os vôos da Ponte Aérea e alguns de Belo Horizonte, Brasília, Vitória, Campinas e Porto Alegre. Além dos táxis (especiais, tabelados, e comuns, tabelados ou pelo taxímetro), você pode sair do aeroporto com o novíssimo VLT, seguindo viagem de metrô (veja aqui). Fica a 13 km de Ipanema.

O aeroporto principal é o Galeão (ou Tom Jobim), que fica na Ilha do Governador, a 25 km de Ipanema. Ali chegam vôos diretos da maioria das capitais brasileiras, além de todos os internacionais. Você pode sair de táxi (especial e comum, ambos tabelados), ônibus executivo e BRT (o corredor expresso de ônibus que leva à Barra). Veja mais detalhes aqui.

Viajando de ônibus você desembarcará na rodoviária Novo Rio, situada na zona portuária, que foi reformada há poucos anos e agora é servida pelo VLT (dá meia hora até a estação Carioca do metrô). Táxis especiais e comuns são tabelados. Veja todos os detalhes aqui.

De carro são 5 horas desde São Paulo.

Onde ficar

A rede hoteleira do Rio se expandiu consideravelmente para a Olimpíada.

Para mim, a localização mais inteligente é o miolinho entre Arpoador e Posto 6 de Copacabana. Ali você pode caminhar a três praias (Ipanema, Arpoador e o posto 6 de Copa, que é o trecho mais gostoso) e está servido pelo metrô (estação General Osório), com acessos por Ipanema (na praça do mesmo nome) e Copacabana (na rua Francisco Sá). Entre as novidades deste quadrante estão o Best Western Premier Fashion Arpoador, perto do metrô, e o Arena Ipanema, ao lado do melhor acesso à praia do Arpoador. Do hotéis há mais tempo no pedaço, confira o Atlantis Copacabana (o melhor custo x benefício da Zona Sul, na minha opinião), o Mercure Apartments Arpoador, o Arpoador Inn, o Adagio (antigo Mercure Ipanema), o Orla, o Rio Design. Se dinheiro não for problema, sempre haverá o Fasano Sofitel.

Em Copacabana, gosto da localização do Pestana Rio, por estar nas proximidades do Baixo Copa, e acho charmoso demais o ar anos 40 do Olinda Rio. Mas o lance mais esperto é hospedar-se em hotéis novos, próximos a uma estação de metrô -- como o Best Western Plus Copacabana Design, o Ibis Copacabana Posto 2 e Royal Rio, perto da estação Cardeal Arcoverde. O Leme, o canto esquerdo da praia, sem tráfego de passagem, é o ponto mais bucólico de Copacabana. Por ali, considere o Arena Leme e o Windsor Leme.

Meus favoritos em Ipanema são o Ipanema Plaza, o Promenade Visconti e o Mar Ipanema. O Ipanema Inn tem instalações simples e uma boa relação custo x benefício na quadra da praia. Caçadores de pechinchas devem procurar os superbásicos Vermont e San Marco.

No Leblon o Promenade Palladium está a meio caminho entre a rua Dias Ferreira e a praia. O Ritz Leblon também está perto da muvuca dos restaurantes.

No meio do caminho entre o Centro e a praia, Botafogo recebeu bons lançamentos nos últimos tempos, como um Novotel e o recém-inaugurado Yoo2, com design philippe-starckiano. Ambos têm vistas gratuitas para o Pão de Açúcar. Pertinho da estação Botafogo do metrô, o básico-moderninho Zii tem tudo para conquistar o coração e o bolso dos mãos-fechadas. O Ibis Botafogo, a duas quadras, também é conveniente para quem quer usar o metrô.

A grande novidade da área central é transformação da Lapa, o coração boêmio da cidade, num surpreendente pólo hoteleiro. Se vai trabalhar no Centro e/ou quer curtir a noite à porta, considere ficar por aqui. Alguns hotéis estão instalados em palacetes ou casarões antigos, como o Vila Galé Lapa, o (recém-inaugurado) 55 Rio e o Da Lapa Design (que é hotel e hostel ao mesmo tempo). Outros estão em prédios novos, com quartos voltados para viajantes a negócio, como o moderno Slaviero Lifestyle, o básico Bristol Easy Plus Lapa e o econômico Soft Inn Lapa.

Outra excelente notícia para o viajante a negócio é que já existe um ótimo 4 estrelas acoplado ao aeroporto Santos Dumont: o Prodigy Santos Dumont.

Finalmente, a Barra da Tijuca ganhou tantos hotéis novos, que deve virar um novo destino. Quando a linha 4 do metrô abrir para o público, em novembro de 2016, o Mercure e o Ibis da Praia do Pepê vão ser os únicos hotéis da Barra aonde se pode chegar de metrô. No extremo oposto da orla, junto à praia da Reserva, o Grand Hyatt chegou para rivalizar com os 5 estrelas tradicionais da cidade -- e é perfeito para quem quer curtir o Rio hospedado num resort de luxo. O Recreio dos Bandeirantes também ganhou seu primeiro super-hotel: o Blue Tree Premium Design. Também estão estalando de novo dois hotéis vizinhos numa área mais residencial da orla da Barra: o Pestana Barra e o Windsor Marapendi.

O que fazer

Não faça como os cariocas – suba, sim, aos cartões postais da cidade. Para melhores fotos, vá ao Pão de Açúcar de manhã (o sol iluminando o Cristo) e ao Corcovado à tarde (o poente incidindo sobre o Morro da Urca).
Se não quiser rodar muito, vá direto ao ponto: restaurantes, rua Dias Ferreira no Leblon e Maria Angélica no Jardim Botânico; vitrines, Ipanema (rua Garcia D’Ávila, Praça N. Sra. da Paz); noites cariocas, Lapa. Em Copacabana, confira o Baixo Copa, nas imediações da rua Bolívar.

Para praias mais belas que as da Zona Sul, vá à Prainha (para lá da Barra) e Itacoatiara (Niterói).

O Rio é insuperável nos quesitos música popular e teatro. Os guias saem nos jornais de sexta.

Veja nos posts abaixo uma coleção de sugestões para você aproveitar o Rio.

Rio de Janeiro no Viaje na Viagem

325 comentários

Bruno
BrunoPermalinkResponder

Estou querendo ir em abril ao RJ pela primeira vez, já ouvi dizer em duas regiões boas. queria saber a diferença entre elas.. seria a região de copacabana, ipanema e leblon e a outra seria a região dos lagos. qual vcs acham melhor?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bruno! A região dos Lagos é para curtir praia apenas. O Rio de Janeiro tem muitas outras atrações além da praia; depende do seu objetivo para as férias.

Luna
LunaPermalinkResponder

Bruno,

Se você nunca veio à cidade do Rio, deixe a Região dos Lagos para outra vez, fica a cerca de 2h da capital.

Thaís
ThaísPermalinkResponder

Bruno,sou daqui do Rj e recomendo que fique em Niterói.Procure algum hostel em São Francisco ou hotel no Ingá.Tem praias oceânicas maravilhosas,é próximo ao Rio de Janeiro(cidade) e ainda dá pra curtir a região dos Lagos,que não é só praia não.Búzios tem boates,restaurantes ótimos,trilhas.Enfim,fica a dica.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Furada total essa dica sua hein. Niterói tem vários atrativos, mas são para quem já conhece o Rio ou para passar o dia. Até acho Itacoatiara uma praia muito melhor que as do Rio, mas definitivamente, para um turista, não vale a pena ficar em Niterói.

Leonardo
LeonardoPermalinkResponder

Bom gostaria de saber se em abril é uma época boa para conhecer o Rio, se chove muito ou é frio?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Leonardo! O outono costuma ser uma ótima época.

Francisco Garcia Lima

Em Junho/16 estarei em férias. Tenho muita vontade de conhecer o Rio. Gostaria de ir com meu carro. Para todo mundo eu menciono meu desejo eles tiram minha ideia da cabeça. É perigoso e tal! Gostaria de algumas dicas para não passar por nenhuma saia justa quando estiver lá. Poderia me dar alguma dica?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Francisco! Não é perigoso, apenas é muito difícil de estacionar na Zona Sul. Fora do horário de pico, o metrô é uma beleza, e agora o Uber supre as falhas dos táxis. Se você for de carro, deixe na garagem do hotel. Use apenas para visitar lugares no caminho ou ir à Barra e praias da Zona Oeste ou à Serra.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Francisco, é como a Boia falou. Para quem vai fazer os paranauê básicos de turista, o transporte público atende muito bem e, dependendo de onde vc se hospedar, pode fazer muita coisa a pé. O carro torna-se um transtorno.

Faça uma simulação: veja tudo que vc pretende conhecer e coloque no Google Maps. Aposto que o carro não será uma grande vantagem e ainda vai te dar dor de cabeça com estacionamento/flanelinhas.

Cris
CrisPermalinkResponder

Olá! Alguém se hospedou recentemente no Marina Palace? Adoro a localizaçao, mas estou com medo de estar meio caído...?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cris! Veja relatos recentes de pessoas que realmente se hospedaram no hotel no Booking:

http://www.booking.com/hotel/br/marina-palace.pt-br.html?aid=351186;label=respboia#tab-reviews

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Cris os dois Marinas são realmente bem antigos na parte dos quartos, ouço algumas reclamações (moro pertinho). Não sei se vc tem necessidade de piscina e estrutura de hotel grande, mas no Leblon tem alguns hostels muito bem avaliados.(Leblon Spot; Lemon Spirit; Leblon All Suites - esse último alguns amigos já ficaram e conheci por dentro, é bem familiar).

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Boa tarde... não existe uma linha turismo que passe pelos principiais pontos turísticos da cidade? Estou indo conhecer a cidade e como sou de Curitiba e aqui tem essa linha turismo que é bastante famosa pensei que teria no RJ.. e caso tenha, qual é o valor? (vale a pena?) Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rafael! Infelizmente, não existe linha de city-tour hop-on hop-off no Rio.

Beto
BetoPermalinkResponder

Olá, irei passar o primeiro final de semana de julho no rio, Mercure Barra da Tijuca. Irei com minha esposa e minha filha de 4 anos.
Alguém sugere algo bacana para fazer com a minha pequena?

Abraço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Beto! Uma atração para crianças na Barra que poucos conhecem é a Fazendinha Novo Leblon:

http://novoleblon.com.br/index.php/infra-estrutura/clube-secretaria/fazendinha/

Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo; havendo respostas, elas aparecerão aqui.

Beto
BetoPermalinkResponder

Obrigado pela dica Bóia! Abraço!

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Beto vc pode dar uma olhada também no site roteirinhocarioca.com.br que divulga eventos para crianças, como as festinhas juninas.

Kamila
KamilaPermalinkResponder

Beto,
todas as atrações turisticas do Rio - parênteses - quero dizer as tradicionais mesmo: Corcovado, Pão de Açucar, Planetário da Gavea, Jardim Botânico, Parque Lage, passear de bike na orla fechada, Lagoa com pedalinhos...(passaria um dia citando!!!) vão agradar em cheio sua filha de 4 anos

Beto
BetoPermalinkResponder

Obrigado Kamila pelas dicas.... Acesso a estes locais partindo da Barra, qual a melhor opção de ser utilizada? Uber, transporte publico, taxi?
Abraço, e obrigado mais uma vez!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Beto! Para se hospedar na Barra, considere alugar um carro. Deve sair mais em conta do que usar táxi.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

O problema de alugar carro é lugar pra estacionar nos principais pontos turísticos da cidade (sem falar que dirigir onde vc não conhece é sempre um estresse). Normalmente, quem se hospeda na Barra é pq está indo a negócios ou já conhece o Rio e quer só pegar uma praia e curtir atrações menos natureza, digamos assim.

Como vc vai passar só um final de semana, recomendo ficar pela Barra mesmo. Aproveite a praia que está na sua frente (Pepê) e vá de Uber às atrações que ficam na Barra (a fazendinha, bosque da barra, o downtown) e os muitos restaurantes que tem na região. Perto do seu hotel tb tem lugar pra alugar jet ski. Se o tempo estiver bom, pode ser um bom passeio.

Se, em todo caso, quiser mesmo ir fazer as atrações básicas da cidade, vá de Uber (o metrô ainda não chegou na Barra, se tivesse chegado, poderia ser uma opção melhor).

Kamila
KamilaPermalinkResponder

Como seu tempo é curto, eu usaria taxi!

Laura
LauraPermalinkResponder

Beto, se vc quiser atrações pela Barra mesmo, sugiro um passeio no Bosque da Barra (parque bem agradável para caminhar, andar de bicicleta ou fazer pic nic). De shoppings legais para crianças têm o Via Parque e o Downtown (ao ar livre). Fora da Barra, a Lagoa, o Parque Lage e o Jardim Botânico são passeios bem legais para família.

Beto
BetoPermalinkResponder

Ola Laura, obrigado pelas dicas... Abraço!

Elisa Bastos
Elisa BastosPermalinkResponder

Ola, vc pode levar sua pequena a Praca do Pomar, a qual fica a uns 15 minutos de caminhada do seu hotel. La tem um bom playground para criancas! Aproveite para depois almocar no balada mix, que fica ali pertinho, a menos de cinco minutos de caminhada. Abs

Liliana
LilianaPermalinkResponder

Olá pessoal! Sou portuguesa e um dos locais que está na minha lista é o Rio, com certeza. Tenho planeada uma viagem com uma amiga para Novembro. Contudo, a minha amiga está insegura pois alguém lhe disse que não é seguro ir ao Rio nessa época devido aos jogos olímpicos e o previsto aumento de assaltos para essa altura. Queria apenas confirmar com vocês (que são habitantes, por isso devem saber melhor do que eu!) se é seguro ou é preferivel adiar algum tempo. Obrigada pela ajuda!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Liliana! Durante a Olimpíada, como em todos os grandes eventos, o Rio fica mais seguro do que nunca, pelo aumento do policiamento. A informação está errada.

Em qualquer época, porém, tome os cuidados básicos -- não saia de relógio ou colares (atraem "miúdos" de rua, que são os pequenos assaltantes mais comuns no Rio, sobretudo no calçadão da praia de Copacabana), entre em ambientes fechados para usar o "telemóvel" (reduzindo assim o risco, remoto mas existente, de ser tomado da sua mão na rua) e guarde passaporte no cofre do hotel. Procure "levantar" dinheiro num "multibanco" no caminho de volta ao hotel, não na saída, para reduzir o risco, também remoto, de ser seguida por algum potencial assaltante. À noite, use táxi -- as "aplicações" 99Taxis e Uber funcionam muito bem.

No mais, não temos no Brasil os carteiristas e descuidistas que são tão comuns em Portugal e em outros países da Europa. Eu diria que é mais fácil um brasileiro ser furtado na Europa (porque não estamos acostumados com carteiristas!) do que um europeu ser assaltado no Brasil. O problema, claro, é que assaltos são bem mais traumáticos do que furtos. Mas acredite, são bem menos comuns do que as pessoas imaginam.

Liliana
LilianaPermalinkResponder

Muito obrigada! smile

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Só lembrando que a Olimpíada é em Agosto e não em Novembro.

Ariadne
AriadnePermalinkResponder

Olá Pessoal! Alguém poderia me informar, em termos de localização, qual o melhor: o Ibis Copacabana 2 ou o Ibis Copacabana 5?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ariadne! Ambos são próximos do metrô. O Ibis do posto 2 está ligeiramente mais próximo da praia, na região do Copacabana Palace, mas o Ibis do posto 5 está a apenas uma estação de metrô de distância de Ipanema.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Eu curtiria mais o posto 5 do que o 2. A região entre a Miguel Lemos e a Bolívar tem várias lanchonetes e bares. Dá pra ir a pé até o forte de copacabana, Ipanema e Lagoa.

Ariadne
AriadnePermalinkResponder

Gostaria de agradecer à "Bóia" e ao Thiago Castro pelas dicas. Obrigada!!!

Kamila
KamilaPermalinkResponder

Posto 5 é melhor!

Gizela
GizelaPermalinkResponder

Ficando no Ibis Posto 5 é tranquilo para ir andando até à praia de Ipanema e Leblon??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gisela! Vai dar uns 15 minutos de caminhada até Ipanema. Depois dos Paralímpicos o metrô vai até o Leblon. Tem ônibus fácil também.

Joyce Barboza
Joyce BarbozaPermalinkResponder

Olá, Boia!
Sou sua fã. Entende tudo de todos os lugares!
Estou pensando em ir ao Rio para as férias de dezembro. Me apaixonei por esse novo hotel do Recreio, o Blue Tree Premium Design. Você acha que vale a pena ficar hospedada lá ou ficará muito longe dos pontos turisticos.

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Joyce! Vamos nos hospedar nos novos hotéis da Barra e Recreio no mês que vem. É uma localização para quem está mais interessado em curtir as atrações da Zona Oeste -- praias como Macumba, Prainha e Grumari, o circuito gastronômico da Barra de Guaratiba, os lounges de praia da Praia do Pepê, as filiais dos restaurantes da Zona Sul nos shoppings Rio Design Barra e Village Mall. As atrações da Zona Sul e do Centro serão passeios diurnos. Esteja de carro.

Manoel Netto
Manoel NettoPermalinkResponder

Leve em consideração também que a Praia do Recreio é muito forte e não é aconselhável para quem não está acostumado com o mar ou com crianças. Fica sim muito longe da maior parte dos pontos turísticos. Os novos BRTs também ficam longe da praia.

Marta
MartaPermalinkResponder

Como eu adoro seu blog, é o melhor local para quem quer viajar bem e barato.
Obrigada por compartilhar tudo!!
Boia, primeira quinzena de dezembro no Rio, chove muito? Queria ir muito para a região dos lagos, mas o medo de ficar entediada e os preços não ajudam muito. Acho que dessa vez vou voltar ao Rio mesmo, pois é lindo... e se der faço aqueles passeios de um dia para Arraial ou Búzios... o que achas? Beijos. smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marta! Dezembro está marcado como "Pode ir" no Praiômetro:

http://www.viajenaviagem.com/2016/05/praia-em-dezembro-brasil-caribe

Paula Marinho
Paula MarinhoPermalinkResponder

Olá, Bóia! Vou em fevereiro (6 a 12). Tempo aconselhável por você (clima e gente demais)?

Outra coisa, a praia de Copacabana é apropriada para criança de 10 anos? Tem algum posto da praia mais aconselhável?

Agradeço, se puder me auxiliar. Abraço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paula! O posto 6 costuma ter águas calminhas quase sempre. No mais, o mar do Rio é uma incógnita. Pode estar revolvo hoje e mansinho depois de amanhã, ou vice-versa. (No verão a probabilidade de mar manso é maior.)

Maraquela Watercolor

Olá, sou um ilustradora com sede em Lisboa (Portugal) e gosto muito do vosso blog, parabéns pelo lindo trabalho.
Penso que poderia lhes interessar partilhar a minha nova pintura inspirada na cidade d Rio de Janeiro, acho que é uma lembrança linda para aqueles que tivemos a sorte de a conhecer!
Se quiserem personalizar as cores e o tamanho, podem-me contatar!
http://www.maraquela.com/listing/480129991/rio-de-janeiro-brasil-skyline-watercolor

José
JoséPermalinkResponder

ok

Romario
RomarioPermalinkResponder

Gostaria de agradecer ao blog por ter fornecido dicas preciosas que fizeram com que minha primeira viagem ao Rio tenha sido espetacular. Fui no último fim de semana e, mesmo sem sol, foi tudo perfeito. Só atualizando: as máquinas utilizadas para confecção do Riocard já estão aceitando crédito e débito (pelo menos a da estação de VLT da rodoviária novo rio, onde fiz o meu).

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Vocês viram?
http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/11/bondinho-de-santa-teresa-no-rio-passa-custar-r-20-em-dezembro.html
Do jeito que a situação no Rio está, logo o "competente" Governo do Estado estará cobrando um mínimo 10 Reais para entrar na praia, mais um "Imposto de Obscenidade" imposto pela Prefeitura evangélica para quem usar sunga pequena ou fio dental.
E depois reclamamos que os americanos não sabem votar...

Renata
RenataPermalinkResponder

Tenho parentes no RJ é adoro essa cidade sou de SP e.estou pensando em ir de carro no final do Ano tenho 2 filhos e com o marido acredito que fique mais barato, porém tem várias pessoas falando que é loucura pois as placas de SP e muito visada para roubo queria saber se isso procede vcs passam alguma dicas? Afinal estou com.meus tesouros a bordo também. Beijos

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Não procede.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Comentar novamente

Cancelar