Europa: quantos dias em cada lugar?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Eu sei: é muito difícil planejar uma viagem à Europa com poucas escalas. Nossa vontade é abraçar o continente inteiro a cada viagem. Com a desculpa "ah, depois eu volto com mais calma", a gente acaba com uma coleção de viagens feitas pela metade, e com uma lista enorme de lugares para voltar. Vai por mim: voltar é ótimo quando a gente tem saudade de um lugar -- mas voltar a uma cidade porque não visitou direito é gastar duas vezes para visitar um lugar só.

Na prática, a gente só aprende isso depois de viajar (e gastar) muito. Aproveite essas dicas para viajar bem desde o início.

Precisa mesmo tantas paradas assim?

Arezzo

Arezzo

Não se iluda quanto à aparente proximidade entre cidades. Qualquer deslocamento envolve mais tempo do que a gente imagina. Quando o deslocamento inclui mudança de hotel, gasta-se ainda mais tempo e energia. É preciso fechar as malas. Fazer check-out. Deslocar-se com malas à estação ou ao aeroporto. Ou enfrentar a saída da cidade, se estiver de carro. Na chegada à outra cidade, é preciso encontrar o caminho do hotel. Fazer check-in, ou pelo menos deixar as malas. Só depois de tudo isso é que dá para dizer que você chegou realmente.

Em termos: você chegou, mas boa parte da sua energia se perdeu pelo caminho. Viajar com a casa nas costas -- nem que seja uma mala de quatro rodinhas -- é estressante, e no final do processo você vai se sentir mais aliviado do que propriamente louco de vontade de sair por aí.

Por isso a primeira dica geral é: não considere o dia do deslocamento na sua conta de dias no lugar. O dia da chegada é para desestressar e fazer coisas descompromissadas, que não requeiram planejamento ou reserva. No dia da chegada, tudo é lucro. Encarando assim, a chegada é mais prazerosa.

Quanto tempo ficar em...

Paris e Londres? 5 a 7 noites

Paris e Londres são cidades que, definitivamente, não se esgotam no city-tour. Pelo menos da primeira vez, precisam de uma estada mais longa. Cinco ou seis dias. Idealmente, uma semana. Você não ficaria uma semana em Orlando? Pois então.

Supercapitais: 4 a 5 noites

Lisboa, Madri, Barcelona (capital da Catalunha...), Roma, Berlim, Amsterdã, Istambul -- grandes capitais merecem pelo menos quatro dias inteiros. Um eventual quinto dia pode ser usado para um bate-volta. Quatro dias costumam ser suficientes tanto para os lerês principais quanto para os bundalelês essenciais. Ao fim da estada, você deixará a cidade com algum senso de localização, e sabendo mais do que sabia antes de chegar. (Quando você passa muito rápido, só tem tempo de confirmar a existência do que já estava careca de saber antes de sair de casa.)

Outras capitais: 3 a 4 noites

Budapeste, Viena, Praga são cidades que dá para resolver em três dias inteiros (idealmente, programe quatro noites porque o dia da chegada nunca será inteiro).
 

Cidades de porte médio: 3 noites

Florença, Veneza, Sevilha, Porto valem dois a três dias inteiros (logo, programe três noites).

Dá para ficar mais tempo?

Claro! Sempre haverá mais o que descobrir na cidade, ou passeios aos arredores.

Dá para ficar menos tempo?

Sim, mas você vai ter dias intensos e 100% turísticos, sem tempo para descobertas fora do roteiro padrão (e essas descobertas, acredite, normalmente são os momentos mais memoráveis de uma viagem). De todo modo, procure não programar menos de duas noites numa cidade. Explico o porquê no próximo tópico.

Evite ficar apenas uma noite

Florença

Florença

De vez em quando será inevitável dormir apenas uma noite em cidades que estejam no meio do caminho e/ou que se resumam a um monumento ou atração, sem mais nada de interesse. Ainda assim, procure não fazer uma seqüência de cidades de uma noite só, para não perpetuar a rotina fechar mala/check-out/viajar com a casa nas costas/achar hotel/check-in/se livrar da mala.

Sempre que o seu roteiro acusar a necessidade de uma seqüência de pernoites picadinhos, verifique se não é possível (1) montar base numa dessas cidades e fazer as outras no esquema bate-volta ou (2) roubar no jogo e visitar alguma delas como pit-stop sem pernoite. (Mais detalhes a seguir.)

A arte e a ciência do bate-volta

Apesar do inconveniente de (quase sempre) ir e voltar pelo mesmo caminho, o bate-volta é o meu modo favorito de visitar lugares que não valham o pernoite. Você sai do hotel sem precisar fechar conta nem arrastar mala, e quando chega ao destino do dia, é só sair passeando. Dá pra usar a ida para se preparar, relendo o guia (no trem ou no banco do passageiro do carro) e a volta para descansar. Você aproveita o dia com energia total, e de repente ainda tem gás para sair à noite na cidade-base.

Para dar certo, o importante é que a viagem dure uma hora, no máximo uma hora e meia. Mais do que isso fica cansativo -- você provavelmente vai querer chegar de volta ao hotel e dormir direto.

O truque esperto do pit-stop

Bruxelas

Bruxelas

Visitar um lugar a caminho de outro é uma maneira interessante tanto de saciar o seu apetite de ticar lugares quanto de tornar divertido um trajeto longo e chato (Bruxelas ou Bruges entre Paris e Amsterdã; Dresden entre Berlim e Praga).

Também é um jeito inteligente de evitar um bate-volta, fazendo o caminho apenas num sentido (Córdoba entre Madri e Sevilha).

O raciocínio do pit-stop deve ser parecido com o de uma escala de cruzeiro. Você precisa ter em mente que não dá para ver e experimentar tudo. É preciso foco. Reduza, conscientemente, aquela cidade à sua principal atração e seu entorno.

O que torna o pit-stop atraente é a dinâmica de interromper a chatice de uma viagem longa por algumas horas de atividade intensa. Daí você usa a segunda parte da viagem para descansar (no trem ou no assento do passageiro). Provavelmente você vai chegar moído no seu destino final; mas, como eu disse lá em cima, o dia do deslocamento nunca conta, e no esquema pit-stop você não terá perdido esse dia.

Mas atenção: antes de programar um pit-stop, pesquise direitinho onde você vai deixar suas malas. Essa questão é fundamental. Estando de trem, google as palavras-chave "lockers" ou "left luggage" ou "luggage storage" junto com o nome da cidade (tente também com a palavra "station"). Estando de carro, deixe o carro sempre em estacionamento fechado e pago, com todas as malas, bolsas e sacolas no porta-malas, sem nada à mostra.

Ferramentas úteis

  • Para pesquisar horários de trem: Deutsche Bahn (use datas nos próximos 60 dias)

Leia mais:

360 comentários

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

não quero abusar de ninguém, mas posso pedir pitaco de um roteiro?

Barcelona: 5 noites
Paris: 8 noites
Amsterdan: 3 noites
Londres: 7 noites
Lisboa: 5 noites

Será a minha primeira vez em todos estes lugares e estou pensando em fazer por avião os trechos internos (exceto Paris-Amsterdan) - sem contar os dias em trânsito todas as cidades consideram o post que sugere "quantos dias em cada lugar".

Minha dúvida é se corto Lisboa e divido os dias entre as outras cidades para poder fazer mais bate-volta {minha ideia inicial era fazer 30 dias entre Portugal e Espanha, mas as ideias foram mudando e deu nisso). Que tal?

Luiz Felipe
Luiz FelipePermalinkResponder

Achei muito bom esse roteiro. Lisboa talvez fique um pouco afastada das demais cidades e acho que pode ficar para uma outra vez. Com 1 dia a mais em barcelona, por exemplo, dá pra ir até Figueres, cidade onde está o museu Dali. Só veja com calma as opções que as companhias aéreas dão, pra definir a ordem das cidades da melhor maneira. Parece meio lógico fazer Londres-Amsterdã-Paris-Barcelona, mas aí acho que o voo de volta para o Brasil fará escala em Madri. A não ser que você inclua Madri no lugar de Lisboa, o que também pode ser interssante.

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Obrigada, Luiz Felipe. Em etapa de planejamento às vezes tudo o que a gente precisa é ouvir/ler que está indo no caminho certo.

Ricardo Freire

Ana, dá certo dos dois jeitos. Nenhum dos lugares está abaixo do seu tempo mínimo, os meios de deslocamento estão corretos, o descarte dos dias em trânsito é perfeito. Eu faria só quatro lugares, mas estou pensando com a minha cabeça, a minha idade e a minha história smile Acho que você deveria fazer o que te fizer mais a cabeça; tecnicamente a viagem está bem programada grin

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

smile segui suas dicas e só montei a distribuição depois de destrinchar o VNV.

Mas estou me mordendo com essa de descartar um dos lugares. O difícil é escolher o que cortar.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Ana, Paris, Barcelona e Londres, acredito, são o ponto alto da sua viagem.

Com relação a Lisboa e Amsterdã, sugiro que você considere trocá-los por uma região. Ou seja, fixar uma base, alugar um carro e rodar por várias cidades pequenas em uma região de seu interesse.

Fiz isso na minha primeira viagem à Europa e valeu muito a pena. O roteiro foi Londres (7 dias), Praga (4 dias), região da Provence (5 dias) e Paris (8 dias).

Sair um pouco das grandes cidades e ficar livre para ir de carro onde quiser é excelente. Algumas dicas de região seriam Bordeaux, Provence, Côte d'Azur, Normandia. Mas existem várias outras muito interessantes.

Eunice
EunicePermalinkResponder

Ana. Eu não cortaria Lisboa. Se tivesse que cortar alguma cidade seria Amsterdan. E também, diferente da maioria, preferiria Madri à Barcelona. Mas essas escolhas são muito pessoais e seu roteiro me parece enchuto.

Eunice
EunicePermalinkResponder

enchuto=enxuto

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

obrigada Eunice e Hugo.

que o Riq não escute, mas comprei só as passagens transatlânticas chegando por Barcelona e voltando por Paris, mas testei umas opções de inclusão de parte interna e o agente de viagens não me mostrou nenhuma opção que pudesse me convencer a fazer diferente.

De Barcelona vou para Londres (encontrar uma grande amiga) e entre Londres e Paris ainda estou considerando as possibilidades, embora Amsterdan seja quase certo porque o namorado holandês da minha irmã mora lá e se comprometeu a nos ciceronear com todo o carinho.

Eunice: meu pai tb insistiu que deveríamos trocar Barcelona por Madri, mas sonho há muito tempo com a capital catalã (e o marido compartilha desta vontade), então desta vez eu decidi que poderia cortar qualquer outra coisa do roteiro, mas não poderia deixar de incluir um sonho antigo (viajar tem dessas, né?). Assim, Madri e Lisboa vão ficar para uma próxima viagem, em clima mais ameno, em que eu possa ir tb ao sul de Portugal e à Andaluzia sem derreter. Será que eu sou doente porque já programo os futuros roteiros antes da próxima viagem acontecer?

Eunice
EunicePermalinkResponder

Boa viagem, Ana.

Clemilson
ClemilsonPermalinkResponder

Olá Riq, Boia e amigos, vocês tem me ajudado e muito no planejamento da tour pela Europa. Tenho mais uma dúvida, tenho 7 dias na Espanha para dividir entre Madrid e Barcelona. Qual merece mais dias?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Clemilson! Aqui fala a Bóia! Eu poderia arriscar Barcelona, mas Madri tem também seu séquito de apaixonados e é uma cidade gostosa de se curtir sem pressa. smile O ideal seria 4 dias inteiros em cada uma. Se precisa cortar, mapeie o que deseja fazer em cada cidade para decidir!

Nice
NicePermalinkResponder

Oi. Será que é possível fazer um pit-stop em Zaragoza, indo de Madri para Barcelona de trem. Se for, o que visitar primordialmente. Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nice!

A estação tem guarda-volumes.
http://www.zaragoza.es/ciudad/sinbarreras/transporte/estaciondelicias.htm

A cidade tem um site com informações completas em português!
http://www.zaragoza.es/ciudad/turismo/default_pt.htm

Fabio
FabioPermalinkResponder

Sim!!

Coicidetemente fiz este Pit Stop ontem mesmo, e fiquei surpreso com a cidade de Zargoza, que e ao mesmo tempo tradicional e muito moderna (devido principalmente a Expo de 2008).

Em 1 dia visitamos a catedral e o seu museu de tapetes (no museu, a visita guiada que dura 20 minutos eh muito boa, ja que o moco que trabalha la eh um aficionado em tapetes, e explica como interpreta-los, muito boa!).

Passamos pela Lonja (antigo mercado de troca) onde tem exposicoes (gratis).

Tambem fomos no centro de historia de Zaragoza, ja que havia uma exposicao de nosso interesse (Alta Fidelidade, sobre vinis... e se vc gosta de musica, em abril comeca uma sobre os Beatles na Espanha).

A visita OBRIGATORIA eh a Basilica da Virgen del Pilar, um lugar de peregrinacao enorme!

Passe, nem que seja por fora (ja que ele eh cercado por grades) no teatro CezareAugusto (algo assim), e de uma volta pela avenida em frente a basilica, que tem varias esculturas modernas.

Coma tambem umas Migas e Ternascos (pratos tipicos de la, um eh uma especie de farofa feita de migalhas de pao e o outro, carneiro (ou cordeiro... putz...nao sei)). Dizem que a Migueria eh muito boa, mas como estava fechada fomos na La Republicana, um restaurante muito estiloso, na regiao do Tubo, onde experimentamos os 2 pratos + patatas con mojo (batatas com molho mesmo!) a especialidade da casa, muito boa (tudo + 1 garrafa de vinho + 2 cafes = EUR 30 para 2 pessoas)

Sugiro deixar o final do dia para andar no bairro ao lado da estacao de trem com predios modernos, em sua maioria criados para a Expo 2008 (lembra a modernidade de Valencia), passeie pelo parque, atravesse a ponte que parece uma nave espacial (isso mesmo) e nao deixe de passar no Digital Water Pavilion, onde vc pode controlar a agua (e ateh escrever seu nome) peca para o moco la!)

A estacao tem guarda volumes (EUR 3,50 o pequeno e 4,50 o grande) e um ponto de informacao de turismo que fica aberto todos os dias ate as 9 (e a moca eh muito simpatica e te dara uns mapas). Pegue o onibus 34 na frente da estacao (EUR 1.05) e desca na frente da muralha romana (a mocinha te explicara isso tbm!).

Acho que eh isso!

Boa viagem!

Ps: minha recomendacao eh nao fazer essa viagem no domingo (como eu fiz), ja que todas as atracoes (menos a Basilica do Pilar, fecham entre 1 e 2), por esse motivo deixei de visitar o museo da Pilar e o Palácio da Aljafería (que parece beeem legal!).

Nice
NicePermalinkResponder

Fabio, valeu muito suas dicas. Muito obrigada.

Maria Aparecida

Olá Fabio,
Que tipo de trem devo pegar para fazer o pit stop em Zaragoza. Como devo comprar as passagens: Barcelona/Madri permite a parada em Zaragoza e depois posso embarcar em outro trem ou devo dividir as passagens: Barcelona a Zaragoza e depois Zaragoza a Madri?

Muito Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Aparecida! O trem é o AVE, e todos os lugares são marcados. Você vai precisar comprar uma passagem Madri-Zaragoza e outra Zaragoza-Barcelona com horários marcados, que não podem ser mudados!

Fabio
FabioPermalinkResponder

Exatamente isso que a boia falou... a unica coisa eh que de Zaragoza para Barcelona tambem existe o Alvia (que eu peguei) que tem "garantias" menores que as do Ave com relacao a atrasos (quase nunca acontece, mas justo nesta vez peguei um atraso de 1 hora...)

abs

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

Bruxelas vale uma parada de 2 noites entre Amsterdan e Paris ou melhor diluir as noites nestas (tenho 4 em Amsterdan e 10 em Paris, primeira vez e estou pensando em deixar:

4 Amsterdan
2 Bruxelas
9 Paris

Sei que ninguém pode decidir meu roteiro por mim, mas estou procurando "pitaco" mesmo. Obrigada!

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalinkResponder

já achei minha resposta: https://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/comment-page-2/#comment-109614

(desculpem, mas estou perdida em tanta informação sad )

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Ana Carolina, acho que seu roteiro está de bom tamanho, modo slow, sem pressa.

Só dê preferência a comprar trens Thalys entre Bruxelles e Amsterdam, mais confiáveis que os IC Benelux.

Maria Aparecida

Bóia e Tripulantes, preciso de ajuda. Estou comprando bilhetes no trenhotel Elipsos no site da Renfe de Madri para Paris.
Após inserir a data e o numero de pessoas aparece uma tela com os preços:
de um lado tarifa general: 167,50
ao lado duas tarifas: ( )M 74,00 e ( )F 108,00
Se vc escolhe M significa tarifa mini.
Vamos viajar em quatro adultos. Posso escolhar a tarifa Mini ou tenho que escolher a tarifa Familia
Procurei explicaçoes sobre as diferenças de tarifa no site e não achei nada. Obrigado

Maria Aparecida

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá,Maria Aparecida! A tarifa Familiar garante que todos vocês viajem no mesmo compartimento.

A tarifa Mini vai separar os homens das mulheres.

As duas são promocionais.

O Ricardo Freire não recomenda trens noturnos; ninguém dorme direito e a bagagem não fica segura.

maria angela faria

OLá, Somos Tillã e Tiareis
Estivemos lendo os vossos conselhos e adorariamos receber uma sugestão vossa.EStamos preparando uma viagem de 8 dias ao sul da Italia.Partiremos de Belo Horizonte.
Nosso objectivo religioso é de fazer os caminhos de Sao Geraldo Magela, e as cidades que nos enteressam são:Napoles - Muro Lucano - Lacedonia - Materdomini-Caposeli - Deliceto - Pagani- Foggia- Manfrendonia.
Agradeciamos se pudessem nos orientar quanto a melhor época, ao melhor trajeto e a melhor forma de o fazer em menor custo.Aguardo vosso posicionamento.sem mais um abraço fraterno.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Ângela!

Por aqui não temos experiência neste itinerário,mas aí vão algumas dicas para você apurar suas pesquisas:

1) Procure por "San Gerardo Maiella", que é a grafia oficial em italiano. Assim fica mais fácil achar material na net.

2) Veja onde ficam as cidades no site http://maps.google.com . Ponha uma cidade por vez e então clique em "Rota", colocando o nome da outra cidade. Você vai ver que está um ziguezague danado; dá para fazer mais simples. (E a grafia certa é "Caposele")

3) Evite o inverno e o verão porque as temperaturas são desagradáveis. Vá entre abril e junho ou entre final de setembro e novembro.

4) O ideal parece ser alugar um carro. A própria Basílica de São Geraldo, em Materdomini, só dá instruções de chegada para quem vem de carro: http://it.sangerardo.eu/?x3gxhf00=e5ffde0f&pnb=311 . Vocês podem voar a Nápoles (vejam com um agente de viagem qual cia. faz pelo melhor preço) e lá alugar um carro.

5) Para montar o itinerário de carro, use o site http://www.viamichelin.com . Se quiser tentar ver se é possível ir de ônibus, entre no site http://www.sitabus.it/wps/portal e veja os horários de Basilicata, Campania e Puglia (clique em "Linee regionali").

Ludmila
LudmilaPermalinkResponder

Olá, amigos.
Planejo uma viagem a Provence e gostaria de saber aonde "montar minha base" Avignon ou Aix en Provence?
Abraços

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ludmila!

Tem uma discussão semelhante rolando na página Europa A-Z:
https://www.viajenaviagem.com/europa/europa-a-z/comment-page-5/#comment-126262

Rita
RitaPermalinkResponder

Estou indo para Paris no dia 25/04/2011. Chego em Madri dia 04 de maio, porem ficarei com alguns amigos ate o dia 06/a noite, nesse dia dormirei em Madri. Tenho 04 dias livres, na verdade 05 pois o meu voo esta marcado para dia 11/05 as 0:30h. Estou em duvida entre as cidade em torno de Madri ( Toledo, Avila, Segovia, Burgos, etc), ou passar apenas por Avila( que e o meu sonho) e ir direto para Barcelona.
Para fazer ao redor, eu alugaria um carro, se for para Barcelona acredito que iria de trem.
Vc acha que o tempo e curto para ir ate Barcelona? Ou as pequenas cidade valem mais a pena?
Estou indo com o meu marido, gostamos de agito, mas de cultura tambem!
Obrigada pela atencao,
Um abraco,
Rita

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Vc já vai estar em Madrid e Paris, dusa capitais de grande porte com bastante agito (se for o que procura). EU dedicaria esses dias que sobram para ir "ao meu sonho" e explorar as redondezas de carro. O interior da Espanha é super tranquilo para se dirigir nessa época, antes das multidões, e em geral com temperatura agradável mas antes das ondas de calor ibéricas. Época melhor para um giro rodoviário, não há.

Deixa Barcelona, outra cidade grande (ainda que não seja capital) com agito e cultura para uma outra oportunidade.

ELISA
ELISAPermalinkResponder

OLA ALGUEM PODE ME FALAR SE ESSE SITE É CONFIAVEL; http://vemdemochila.blogspot.com

estou indo para Europa pela primeira vez e gostaria de saber se posso confiar nas ionformaçoes passadas nesse blog, que é so ´para mochileiros, se for realmente boa, é um bom blog para pegar umas dicas baratas, mas nao quero planejar minha viagem em cima de informaçoes que eu nao conheço.

Espero que alguém possa me ajudar.
Obrigado
Elisa.

CHRISTIAN VANNUCCI

Prezados, tudo bem?
Estou precisando uma ajuda de voces como todos aqui. Estou planejando junto com a minha noiva uma viagem de um mes a Italia, mas como ela gosta muito dos personagens da Disney estou querendo dar uma escapada de 5 a 7 dias até Paris para leva-la até a EuroDisney. Voces podem me ajudar com este roteiro outra coisa é melhor viajar pela Italia de trem ou alugar um carro? Pois estou pesquisando em algumas locadoras para ficar um mes com um carro por la custa R$1100,00.
Conto com ajuda de voces, a proposito a viagem esta marcada para Abril/2012. Será uma Lua-De-Mel antecipada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Alô, Christian! Não sei que roteiro você está pensando fazer pela Itália, mas imagino que você não precisaria de carro durante esse tempo todo. Neste post o Comandante indica quando é melhor pegar carro, trem ou avião: https://www.viajenaviagem.com/2007/08/europa-aviao-trem-ou-carro/

Vejamos se os tripulantes aparecem para ajudar sobre a Euro Disney! wink

Sut-Mie
Sut-MiePermalinkResponder

Oi Christian,
Se a sua noiva gosta muito da Disney, vale então à pena fazer os dois parques: o Disneyland (o mais legal e conhecido) e o Walt Disney Studios -ficam um do lado do outro!- e para surpreendê-la, ainda passaria a noite em um dos hotéis do Parque ou hotéis parceiros. Existem alguns pacotes da estadia + entrada para os Parques. A maioria dos hotéis tem transporte para os Parques.

Outra #dica é comprar os bilhetes "FRANCILIEN" (promocionais e muito mais baratos), que devem ser comprados no mínimo 5 dias antes da visita (na Fnac ou Virgin), porém como vão ficar poucos dias, podem comprá-los tb por internet, mas entra no site pela língua francesa e "Français Ile de France", senão a promoção não aparece nas outras línguas (apesar da promoção ser válida para TODOS, o sistema é mal feito e vc acaba tendo que ter noções de francês ou pedir ajuda p/ algum francês!)
Uma vez na tela da promoção, é só escolher o dia (sendo que durante a semana, o bilhete é mais barato do que no final de semana - e saiba que às quartas-feiras, as crianças francesas pequenas não tem aula!). Para a compra, é necessário ter um endereço na França, mas pode colocar o endereço do hotel por exemplo. Depois é pagar com o cartão, imprimir e apresentar lá na hora. Eu sempre faço isso e tenho dado a dica no meu blog. Tem bilhetes mais baratos para 1 dia 1 Parque ou 1 dia, 2 Parques, mas como a sua noiva não conhece e adora a Disney, é melhor ver os 2 Parques em 2 dias, senão fica corrido demais e não dá para aproveitar!

Os outros dias, iria conhecer Paris (e como o intuito aqui é falar da Disneyland, não vou me estender sobre o assunto), mas sabemos que não é a Disney, mas também é de sonhos, convenhamos! wink
@viagempimpolhos

Tati Akamine
Tati AkaminePermalinkResponder

Christian, se vocês quiserem explorar realmente a Disney de Paris, dá pra ficar 2 dias inteiros, um para cada parque.
Já que a sua esposa gosta bastante do tema, por que vocês não ficam em um hotel dentro da Disney? Acho que é legal e tem a conveniência de poder entrar uma hora mais cedo que todo mundo e também tem direito a mandar entregar as compras no quarto do hotel (as mãos no final do dia agradecem!), além do xampu e sabonete do Mickey hahaha.
Fora isso, dá para conhecer no dia da chegada a Disney Village, que tem uma meia dúzia de restaurantes temáticos (tipo Planet Hollywood), cinema IMAX e um balão! Sim, lá tem um balão pra ver a Disney de cima, o que deve ser muito bonito e romântico. Pena que não funciona em dias de muito vento, o que aconteceu quando fui pra lá...
Por perto ainda tem um shopping e um outlet, a uma estação de metrô dos parques, mas eles não são excepcionais, especialmente no preço, mas se sobrar um tempinho, tem o que fazer, né?

val
valPermalinkResponder

Fique em Paris 5 dias e vá 2 pra EuroDisney, é facinho ir de Paris, compre seu ingresso na Fnac,com 5 dias de antecedencia vc consegue comprar o Francilien tickets que é mais barato.
eu fui passar o dia lá e deu pra ter uma idéia já...

Acklei
AckleiPermalinkResponder

Se já foram pra Disney nos EUA basta um dia na EuroDisney, compre um ticket hooper e curta os dois parques no mesmo dia, dá tempo tranquilo.
Agora, se nunca foram ai vale a pena curtir dois dias, apesar de eu ainda achar que se chegar na hora que o parque abrir e em um dia de semana e que não seja férias dê para fazer tudo em um dia.
Paris tem muita coisa pra ver e EuroDisney é só um pequeno detalhe smile

Renata Inforzato

Pra ir pra Eurodisney vc vai gastar um dia inteiro. É perto de Paris, uns 40 minutos com o trem urbano (RER), mas lá tem muita coisa pra ver e se divertir. Então, veja o que além da Disney vcs querem conhecer em Paris, dependendo do gosto de vcs....
Uma semana dá pra ver bastante coisa e até ir pra Versailles, que vale muito a pena.

Rita Meireles
Rita MeirelesPermalinkResponder

Ola Christian, a Italia varia muito de cenario e infraestrutura. Primeiro decida as regioes que quer visitar e depois decida se vai de trem ou carro. Nas cidades do norte as coisas são mais organizadas e bem servidas, digamos assim. Ja sabe q cidades vai visitar?

José
JoséPermalinkResponder

Prezados,

Estou indo com a esposa e um casal de amigos para Portugal no final de setembro, para passar 10 dias. Estou pensando em dividir a estada em Lisboa e Porto e de lá fazer uns bate-voltas, de preferência de trem, ficando 5 dias em cada cidade base. Também queria conhecer a Serra da Estrela. Alguém poderia ajudar com sugestões para os bate-voltas? O que consideram importante de se visitar nos dois locais e proximidades? O tempo é suficiente?

Agradeço a ajuda que puderem dar.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, José! Como o Ricardo Freire diz, o bem-bolado dos bate-voltas está no fato de não estarem engessados na sua viagem. O ideal é só começar a fazer os bate-voltas depois de dar por bem visitada a cidade em que você está. É difícil esquadrinhar Lisboa em menos de três dias, e boa parte do seu primeiro dia no Porto será consumida em deslocamento e troca de hotel.

Veja os bate-voltas que mais lhe apetecem lendo esta página:
https://www.viajenaviagem.com/europa/lisboa-ricardo-freire

... clicando em tudo o que puder nesta:
https://www.viajenaviagem.com/europa/lisboa-ricardo-freire/lisboa-links-e-posts

... e exaurindo posts e comentários encontrados nesta página:
https://www.viajenaviagem.com/category/porto

José
JoséPermalinkResponder

Bóia,

Muito obrigado. Vou pesquisar os links indicados e tentar ter uma idéia de como aproveitar melhor o tempo.

Um grande abraço.

José
JoséPermalinkResponder

Para o Christian,

Eu e minha esposa passamos 12 dias na Itália ano passado e não precisamos de carro em nenhum momento. Fizemos tudo de trem, táxi e metrô. Aliás, conversando com outros brasileiros que encontramos por lá, tivemos a certeza de que carro é furada, pois pagaram uma fortuna de estacionamento, quando encontraram lugar para estacionar...

Ficamos em Roma, Florença e Veneza. Em Roma andamos de metrô todo o tempo, em Florença pegamos táxi na cidade (a corrida do nosso hotel ao centro nunca deu mais de 10 Euros) e fizemos bate voltas de trem (Pisa e Siena). Fomos de Roma para Florença e de Florença para Veneza de trem e lá usamos o vaporetto para ir a Murano e andamos muito a pé.

Espero ter ajudado.

Vinicius Farias

Chegarei a Paris no dia 04/08/2011 e pretendo ir a Amsterdam no dia 10/08, data que termina a minha reserva em Paris. Ficarei até a manhã do dia 14/08 em Amsterdam. Entre estes dias, eu gostaria de conhecer outro país. Li algumas dicas, mas não consegui algo que me deixasse entusiasmado. Pode me ajudar ?

Ramon Martins
Ramon MartinsPermalinkResponder

Pessoal dicas sobre meu roteiro ai rs:

Europa em outubro:

Madri:3 dias.

Barcelonas:3 dias.

Paris: 4 dias.

Amsterdam:2 dias.

Berlim:4 dias.

Milão:Meio dia ( Chego de manha e a tarde sigo de avião para Porto.)

Porto:3 dias.

Lisboa:3 dias.

Funchal:1 dia.

Sou mochileiro e preciso de ajuda no meu roteiro.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ramon! A divisão de dias para cada cidade está batendo em sua maior parte com o que o Comandante recomenda neste post. Para ajudar no seu planejamento, leia o que o Ricardo Freire sugere na seção Europa > Monte a sua viagem (logo ali, no menu superior).

Jaciara Paiva
Jaciara PaivaPermalinkResponder

Oi, Gente.
Visitarei pela primeira vez a Europa, provavelmente no final de dezembro. Entrarei por Madri, pois temos que ir a região de Lugo para encontrar com minha filha que está fezendo inercambio na Universidade desta cidade. Gstaria de sugestões de países e cidades para conhecer, se o clima é muito frio mesmo nessa época etc. Agradeço pelas sugestões...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Jaciara! Para podermos ajudar melhor, quanto tempo vocês passarão lá? Viajariam de carro? Uma sugestão preliminar é abrir o mapa para pensar quais seriam mais ou menos os seus interesses; se quer conhecer a região próxima à cidade onde sua filha estuda, ou se pretende fazer uma viagem maior pela Europa.

Jaciara Paiva
Jaciara PaivaPermalinkResponder

Em torno de 20 dias. Bem, a vontade seria de conhecer tudo, mas sei que não dá, então pensei em espanha (madri e Barcelona), Portugal e França. Quais são suas sugestões, considerando que a época é bem fria... Pensamos em ir depois de Natal.
Desde já, agradeço!!!

CHRISTIANE MELO

Oi Pessoal,

Estou indo para Madrid dia 10/11 chegando 11/11 no final da manhã e retornarei no 19/11 às 16:45pm.

Pretendo ficar alguns dias em Barcelona; mas gostaria também de conhecer alguns outros países próximos! Paris fica muito longe? Será que daria para fazer um bate-volta e conhecer apenas os principais pontos turísticos de Paris ?

Enfim, a idéia inicial seria conhecer alguns países próximos além de Barcelona e Madrid,mas pelo visto eu deveria explorar melhor esses lugares né?

O que vcs acham de Barcelona e Madrid?

OBRIGADAAAAAAAAAAAAAAA !!!!!!!!!!!!!!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristiane! Concentre-se em Madri e Barcelona, senão você vai acabar indo para vários lugares, mas sem conhecer direito nenhum wink

Livia Marinho
Livia MarinhoPermalinkResponder

Boa tarde pessoal,
Estou programando minha lua-de-mel e inicialmente tínhamos pensado em ir para as ilhas gregas, vimos alguns pacotes, opiniões de outros casais e adoramos. Porém decidimos programar sem agência de viagem e de quebra decidimos estender a viagem acrescentando alguns países e por enquanto nossa programação é:
FRANÇA – 6 dias
SUIÇA – 3 dias
ITALIA – 4 dias
GRÉCIA (ILHAS E ATENAS) – 7 dias
Destes países já fui a Paris (França) e Roma e Florença (Italia), mas meu noivo nunca foi. Quando fui um amigo programou tudo por mim, mas agora tenho q me virar e estou com dificuldades. Primeiro de saber se a quantidade de dias é suficiente e o que ver. Coloquei os países justamente porque temos dúvidas de quais cidades visitar. Na frança, além de Paris, será que valeria a pena tentar Nice, Bordeaux ou mesmo a Riviera? Na Suiça qual a mais interessante: Berna, Zurique ou Genebra? Na Italia, será q não são poucos dias, caso queiramos pegar um carro e conhecermos outras cidades? E na Grécia, as ilhas valem 7 dias? Não vi nenhum post relativo a Grécia, seria a crise financeira e instabilidade?
O avião seria o melhor transporte mesmo?
Até agora temos a passagem de ida e volta (10/jun/2012 à 02/jul/2012).
Enfim, se vocês puderem me dar uma luz eu agradeceria bastante.
Acho q já abusei demais da atenção de todos.
Abraço fraterno!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Livia! A ordem certa é a seguinte:

1) primeiro a gente estabelece o roteiro;

2) depois, compra a passagem.

Numa viagem desse tamanho, todos os trechos internos precisam estar incluídos na passagem transatlântica. Comprar picadinho é inseguro, pode sair mais caro, e se for por low cost vai implicar em quantidades mínimas de bagagem.

Não se faz "a França" em 6 dias, nem "a Suíça" em 3, nem "a Itália" em quatro dias. Escolhem-se lugares.

Por favor leia tudo -- mas tudo mesmo -- nesta página antes de continuarmos o assunto:
https://www.viajenaviagem.com/europa/europa-como-quando-quanto-tempo/

Livia Marinho
Livia MarinhoPermalinkResponder

Olá Bóia, obrigada pelas primeiras dicas.

Quando eu coloquei os paises ao invés das cidades é justamente porque ainda temos dúvidas se vamos só pra capital ou se estendemos pra mais alguma cidade.
Vou dar uma olhada no link!

muito obrigada mais uma vez!

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Bóia socorro.
Vou ficar uns 20 dias nos Alpes Suíços, Martigny, gostaria de conhecer os outros lugares dos Alpes e, estou tendo dificuldades para encontrar informações, sobre onde ir,como me locomover nos Alpes etc e, inclusive informações sobre os Países que fazem fronteira com a Suíça, tipo Itália por exemplo.Espero que tenha conseguido me fazer entender.
Um forte abraço e obrigado por tudo.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Olindo!

Martigny fica a 50 minutos de trem de Lausanne. De trem você chega a todos os países fronteiriços.

Leia sobre a Suíça em http://www.myswitzerland.com/pt/home.html

Planeje itinerários de trem em http://www.bahn.com/i/view/overseas/en/index.shtml

Planeje itinerários de carro em http://www.viamichelin.com

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Boia mais uma vez obrigado.
Grande abraço.

Veridiana
VeridianaPermalinkResponder

Olá, estarei, na Alemanha, Nuremberg de 17/12 a 08/01, com meu marido e filhos (06 e 09). Temos familiares nesta cidade e iremos passar o Natal e o Ano Novo com eles. Pretendemos visitar Paris, Londres, Praga e Veneza, porém não estou sabendo como organizar estes passeios, qto dias ficar, ou se me sugerem outras cidades? Acho que é isso, por enquanto. Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Veridiana! Neste texto você pode ver quantos dias o Ricardo Freire recomenda em cidades como Paris (5 a 7), Londres (5 a 7), Praga (4) e Veneza (3).

A primeira coisa que você tem que decidir é quanto tempo quer ficar em Nuremberg, e de quando a quando.

Veridiana
VeridianaPermalinkResponder

Obrigada pela dica. Na realidade minha cidade sede será Nuremberg, passarei os fins de semana por lá (17/18 - 23/25 - 30/01) e de lá sempre partirei para as cidades pretendidas (Londres, Paris, Veneza e Praga) a minha dúvida é como me organizar neste roteiro, sair de onde pra onde e de que forma, trem ou avião? Obrigada de novo.

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Olá, gostaria de receber uma dica. Estou no maior dilema para onde ir em março 15 dias.
Nao conheço Londres, Portugal, Turquia, Grecia, Croacia e Alemanha.
Tem alguma sugestao... smile
obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Patricia! Leve em conta que em março estará bastante frio.

Eleja os destinos que você mais quer visitar e atente ao número de dias em cada parada e à logística de transporte entre um lugar e outro.

isa
isaPermalinkResponder

Vinte e oito dias de inverno na Europa. Dá pra fazer Portugal (Lisboa, Coimbra e Porto) Espanha (Sevilha, Andaluzia, Valencia, Barcelona) França (só Paris) e Itália ( Veneza, Florença e Roma)??
Att.

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Olha, eu recomendo começar não encarando uma viagem como uma seqûencia de "destinos a fazer" hehe (sorry smile eu é que tenho picuinha com a ideia de "fazer" destinos).

Mas vamos lá: você mencionou 11 cidades e 28 dias. Vamos assumir que vc já descontou dos dias da chegada e partida que nào servem para turistagem. Assim, isa, vc está pensando em uma média de dois dias e meio por destino. Com esse tanto de andanças, vc vai usar muito tempo em deslocamento.

Veja só: mesmo entre Valencia e Barcelona, ligadas por trem de média velocidade, na melhor das hipóteses vc perde 1 manhã e começo da tarde entre sair do seu hotel em Valencia, ir pra estação, viajar de trem, chegar ao hotel em Barcelona, fazer check-in (após o almoço) etc. Agora repita esse processo para cada cidade, adicione trajetos que demoram mais que uma manhã, e dos seus 28 dias uns 9 serão perdidos inteiramente em transporte.

Agora, voltando à dúvida: dá para colocar o pé e dormir pelo menos duas noites em cada cidade (ou seja: apenas 1 dia inteiro por destino)? Dá. Mas a menos que seja uma viagem a trabalho, eu não recomendo em hipótese alguma um roteiro assim - as memórias que vc vai trazer para casa serão de estações, balcões de check-in, táxis e shuttles.

O inverno complcia as coisas pq adiciona possibilidades de cancelamento de vôos e até trens em certas circunstâncias, e diminui as horas de sol.

Sugestão prática: para 28 dias, escolha 5 ou 6 destinos. Ao invés de ficar se mudando de uma cidade para outra, faça bate-e-voltas de cidades onde montar base por mais tempo. Assim, se der chabu com o vôo, trem, vc tem mais tempo para ajustar o roteiro, e vc também ganha mais flexibilidade para ajustar o que fazer em cada dia ao clima. Paris: neve, vento e neblina? Passar o dia em um museu. Dia frio e ensolarado sem uma nuvem? Visitar um parque ou Versailles ou fazer bate-e-volta a vinícolas.

Isabel Reck
Isabel ReckPermalinkResponder

Olá Pessoal!

Ano passado fiz uma viagem de 30 dias, fui para o Canada depois a Costa Leste dos USA, quando cheguei em Miami voltei para o Brasil, concordo com o Ricardo é muito estressante, abrir mala, fechar mala,porém tenho uma dica para quem quer realmente fazer este tipo de viagem, pouca roupa na mala, "quando digo pouco é pouca mesmo" além disso com certeza vocês vão comprar muita coisa ao longo da viagem, leve um sapato máximo dois, uso crocs, são ótimos confortáveis e após um dia inteiro de tanto andar os pézinhos estarão em forma, para as mulheres calcinhas 4 apenas,leve bastante encharpes, pois você pode estar com a mesma roupa mas nas fotos parece que está com outra roupa.
Bem, fica minha dica...
Mês que vem vou viajar novamente por 30 dias Portugal, Espanha e Marrocos.

Beijos e Boa Viagem!

ANTONIO ARAUJO

Bonjour para todos. Estou indo a Paris pela primeira vez e gostaria de saber o seguinte! queria conhecer países que nevassem bastante em dezembro. vou chegar no dia 14 de dezembro e queria muito ver e sentir a visao panorâmica da neve. Pouco dinheiro,mas o que é exigido eu tenho. Quantos paises eu poderia aproveitar nessa viagem de 12dias. por favor me deem uma dica para marinheiro de primeira viagem. Fico grato desde já.

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Antonio Araujo, nas áreas baixas (onde ficam as grandes cidades) da Europa, em nenhum país da Europa neva muito. Para ver neve com certeza, e em grande quantidade, o ideal é ir a um resort de montanha que tenha estrutura para quem não vai esquiar. Na Suíça, ficam os pontos mais altos como Jungrajouch, Zermatt. Na França, divisa com Itália, temos o Mont Blanc. Dá pra visitar o Monte Cervinia do lado italiano pagando muito menos, mas a logística de chegar até lá é complexa sem carro.

Na Alemanha, tem o Zugspitze em Garmisch-Parternkischen, de onde dá pra visitar com bate-e-volta desde München. A Áustria tem várias areas com pontos panorâmicos para ver neve como Solden, Bad-Gestein, Kitubzel, Innsbruck...

Se vc tem 12 dias, eu visitaria apenas 3 ou 4 destinos diferentes: Paris (4 dias), um desses destinos de montanha (2 dias, acredite, vc não vai querer ficar vendo neve para todo lado mais que isso), e mais 3 dias em 2 cidades médias, u então joga mais um dia para Paris, escolhe outra cidade grande e complemente com o destino de montanha.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Antônio! É provável que neve da Alemanha para cima. Mas infelizmente não é garantido. O clima é algo que está absolutamente fora do nosso controle. Se quiser ter certeza de neve, vá em meados de janeiro.

Nilmara
NilmaraPermalinkResponder

Estou programando um roteiro para o período de 24/01 a 04/02 (12 dias incluindo os dias de saída). Escolhi a Espanha em função do inverno mais ameno. Gostaria de sugestões para minha escolha: O vôo que pretendo escolher sai de BH e faz escala em LISBOA das 12h às 21h quando vai para SEVILHA.
DÚVIDA: Consigo fazer um bom passeio para conhecer um pouco de Lisboa com este período? Posso deixar as malas no aeroporto sem problema mesmo tendo a troca de aeronave? Pego um táxi para o passeio em Lisboa?
As outras cidades que pretendo "conhecer" na sequência após chegar em Sevilha:
Cordoba - Málaga - Valência - Barcelona - e retornar num vôo de Madri para BH. Temo o frio de Madri, então quero passar lá apenas uma noite e sair no vôo às 14h. Alguém tem sugestões para minha opção?

Agradeço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nilmara!

Dá tempo de ir passear no centro, sim. São 10 euros de táxi. Veja o roteiro dos miradouros:
https://www.viajenaviagem.com/2011/08/5-mirantes-perdao-miradouros-em-lisboa/

Caso as malas não sigam direto à Espanha ou você não consiga fazer check-in ao chegar (o que seria perfeito), dá para usar o guarda-volumes:
O guarda-volumes (”depósito de bagagens”) abre todos os dias, 24h, na área de chegadas, junto ao parque P2.
Tel. 218 413 594
Taxas (por volume e por dia c/IVA)

Peso da Bagagem Preço
até 10Kg 2,90€
de 10 a 30Kg 4,30€
mais de 30Kg 8,60€

Sobre o seu roteiro, veja o que dizemos aqui:
https://www.viajenaviagem.com/2007/07/14-dias-em-portugal-e-espanha-pra-carol/

Eliane de Oliveira

Oi, Nilmara. Dos lugares para os quais você pretende ir, só não conheço Valência. Eu não gostei de Málaga e acho uma pena você não ficar pelo menos dois dias em Madri. Córdoba é pequena, fácil de se localizar, em pouco tempo você vê o essencial. Sevilha já é maior, aconselho estudar antes os trajetos (do hotel pelo menos), pois nós nos perdemos e assim foi parte do nosso precioso tempo. Sobre Málaga, sugiro pesquisar as atracões e comentários de outros viajantes para ver se te interessam. Boa viagem!

Nilmara
NilmaraPermalinkResponder

Muito obrigada pelas dicas, informações super completas, muito bom.
Vou ver o roteiro.

Resposta super rápida, valeu demais!

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Boia bom dia. Gostaria de saber quais os melhores pontos turisticos da Suiça,parecidos com Zermatt e Intelaken, o de Montreaux eu já conheço. Mais uma vez obrigado pela sua atenção.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Olindo!

Leia os posts da Suíça aqui no Viaje na Viagem:
http://www.viajenavaigem.com/category/suica

Acompanhe também a viagem do Ricardo Freire, que vai passar 11 dias na Suíça a partir de amanhã grin

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Boia Obrigado.
Mas por onde eu acompanho a viagem do Ricardo Freire, nessa sua viagem a Suíça a partir de amanhã.

Adriana Setti
Adriana SettiPermalinkResponder

Nossa, Riq! Post de utilidade pública. Só discordo de 3 dias em Viena. É compacta mas tem a densidade de uma Paris. Fiquei 4 dias lá este ano e achei pouquíssimo. Menos que isso seria impossível. Beijos!

Marcio Antonio

Já compartilhei esse post no FB. Gosto muito de planejar viagens, tanto que quando fui com meus pais e minha namorada à Europa em abril (visitar meu irmão que morava na Irlanda), o encargo do planejamento ficou comigo. Tínhamos alguns requisitos:
1. a Irlanda devia ser a primeira parada;
2. deveríamos estar em Roma na Semana Santa para pegar as cerimônias com o Papa;
3. Meu pai e eu já tínhamos estado várias vezes na Europa: meu pai queria nos mostrar Viena e Paris; eu queria mostrar Florença e Praga.

No fim, ficou assim:
1. chegamos à Irlanda numa quinta à tarde e ficamos lá até a quarta seguinte, de madrugada: 5 dias e meio no país
2. na quarta de manhãzinha voamos pra Roma, ficamos lá até segunda-feira, hora do almoço: 5 dias e meio na cidade
3. fomos de trem rápido a Florença na segunda, saímos de lá quarta à noite: 2 dias e meio na cidade
4. pegamos trem noturno para chegar a Viena na quinta de manhã e saímos de lá no domingo de manhã: 3 dias na cidade
5. chegamos a Praga no domingo na hora do almoço, e saímos de lá na quarta-feira bem cedo: 2 dias e meio na cidade
6. chegamos a Paris na quarta-feira ainda de manhã, para voltar ao Brasil no domingo: 5 dias na cidade, mas por causa do vulcão islandês viraram 7 dias.

Marcio Antonio

(abril de 2010, esqueci de dizer). Nessa viagem desrespeitamos alguns dos conselhos do Ricardo, como o de não usar trem noturno. Eu até gostaria de ter passado mais tempo em Praga, que é minha cidada favorita no universo inteiro, mas tínhamos um número limitado de dias; vai ficar para uma outra oportunidade.

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalinkResponder

Concordo com a proposta de divisão de dias, é mais ou menos o que costumo fazer.
Existem ainda aquelas cidades que compensa passar o dia, por exemplo cito Andorra (que na verdade é um país) e merece um dia de passeio tendo como base Barcelona. Fiz e adorei.

Abraços.

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Ricardo boa tarde. Fiz um pequeno roteiro na Suíça, pois como já disse vou para Martigny, onde ficarei 30 dias.
ZERMAT 1 dia
GLACIER EXPRESS 1 DIA
ST MORITZ NOS ARREDORES EX:GUARDA E dormir em CELERINA(bem mais barato)
INTERLAKEN 2 dias.Muito boaoa a sua ideia de subir por um lado e descer pelo outro.
LUZERN 1 ou 2 dias
LUGANO 1 ou 2 dias
BERNA - 2 ou 3 dias
LE CHAUX DE FONDS 1 dia talvez
Agradeceria por sua opinião e, se puder indicar mais algumas cidades.Espero que sua viagem esteja sendo proveitosa e que você chegue antes de eu viajar no começo de novembro
Abraço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Olindo! Aqui quem responde é A Bóia, assistente do Ricardo Freire para perguntas.

O Ricardo Freire recomenda dormir apenas um dia só em último caso. Antes de ficar apenas um dia, veja se não é possível visitar a cidade como bate-volta ou pit stop, sem perder tempo e energia com hotel. Você pode visitar Lucerna a partir de Berna, ou vice-versa.

Ao fim da série o Ricardo Freire fará sugestões de itinerário. Dificilmente, porém, a série estará completa antes de você viajar.

silvia
silviaPermalinkResponder

Olindo
Em Lucerna 1 dia é mais que suficiente na minha opinião . A suiça italiana , isto é, Lugano é muito mais interessante e poderia absorver esse dia por exemplo
Tambem acho 3 dias em Berna demais , 2 no maximo
Não vi em seu roteiro genebra, lausanne , davos e nem montreux que é linda
Eu iria a zurique tambem fechando a volta e passaria por Lichtenstein no caminho antes de chegar a zurique
Espero ter ajudado

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Obrigado pela atenção. De qualquer forma, mesmo depois de viajar, tenho como acompanhar o site. Um trabalho muito bem feito.
Forte abraço.

adriana
adrianaPermalinkResponder

Pessoal, tenho 23 dias em nov/dez. Pensei em:
4 dias Suica
4 dias Praga
4 dias Viena
8 dias Paris
E ainda sobram 03, talvez Budapeste.
Alguem pode me ajudar com palpites???
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Adriana! A divisão de dias está boa, só esteja preparada para o frrrrrrrrrrrrio que vai estar fazendo! wink

Carol
CarolPermalinkResponder

Olindo, não deixe de conhecer a cidade de Bellinzona (perto de Lugano) e seus três castelos (patrimônio da Humanidade pela Unesco). Em um dos castelos (Sasso Corbaro), há um restaurante bem interessante.

carmem
carmemPermalinkResponder

Oi Pessoal

tenho 15 dias em abril e gostaria de conhecer Londres,Munique,
Amstedan e Zurique.Pergunto:
como e o tempo nessa epoca na regiao citada?
qual seria a melhor opçao de entrada, por Zurique ou Londres?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carmem! Abril ainda é friozinho, vá preparada com um bom casaco. Por baixo você pode usar roupas leves.

De chuva na Europa você dificilmente escapa, então é bom que esse casaco seja impermeável.

Aprenda a ver a temperatura média em cada lugar:
https://www.viajenaviagem.com/2010/09/como-pesquisar-temperatura-e-chuvas-no-exterior/

Tanto faz por onde você vai entrar. Normalmente deixa-se o lugar mais esperado para o fim.

carmem
carmemPermalinkResponder

A BÓIA

Obrigada pelas dicas, estou começando a pesquisar para a minha
viagem,vou precisar de muita ajuda ,voltarei outras vezes.
Abraço

Elisa Carpinetti Rodrigues

Olá, estou planejando minhas férias com bastante antecedência para conseguir economizar e fazer um roteiro bacana na Itália. Serão 18 dias. Como meu primo estará morando em Milão, pensei em começar por lá e ir descendo até Roma. Gostaria de dicas e comentários sobre o roteiro que pensei... não gosto de ficar "pipocando" muito, pra conhecer bem os lugares: Milão, Bolonha, Florença e Roma? ou Milão, Verona, Florença e Roma?
Abs.,
Elisa

João
JoãoPermalinkResponder

Elisa, eu:

1 - ficaria 03 noites em Milão (mais pelo fato de poder contar com um "local" para chegar ao bom da cidade);

2- Veneza, por 02 noites.

3- então desceria de trem para Florença, ali me baseando por 09 noites, tanto para absorver a cidade - que é linda -, e visitar toda a sua idílica região, no sistema bate-volta.

4 - deixaria as 04 noites finais para Roma.

Alessa
AlessaPermalinkResponder

Olá a todos!!
Já estive na Europa, porém estou planejando uma viagem com meus pais (será a primeira viagem deles) em março/12. Estamos planejando 5 dias em Lisboa, 5 dias em Paris e incluir ou 2 dias na Bélgica ou passar por Brugges e seguir para Amsterdan (trajeto em trem). Ainda é possível comprar o trajeto Paris-Bruxelas (em trem de alta velocidade) no site da Air France? Isso considerando que usaremos essa empresa para o voo. Até já realizei a pesquisa, mas me parecem confusas algumas considerações que eles fazem em relação a bagagens.
vc recomenda ficar na Bélgica ou seguir para Amsterdam após um breve pit stop?
Obrigada pelas dicas!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alessa!

Para ver como fazer pit stop de trem em Bruxelas ou Bruges, leia este post:
https://www.viajenaviagem.com/2009/08/um-pulinho-em-bruges/

O que exatamente o site da Air France fala sobre bagagens? Transcreva que a gente tenta entender...

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Boia boa noite.

Reserva no Glacier Express é feita na estação na hora, na estação um dia antes, ou pode ser feita por telefone.Palavra que estou confuso com esse negócio de reserva. Por telefone eu pago quando e, aonde?
Um abraço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Olindo! Por telefone você paga por cartão de crédito. É mais simples passar numa estação e resolver todas as suas reservas de uma vez só.

Fazer a reserva à parte é necessário caso você use um Swiss Pass. Mas se comprar a passagem avulsa do trem, pode comprar no site que já sairá com a reserva de assento.

Existe um post específico para o Glacier Express:
https://www.viajenaviagem.com/2011/10/zermatt-a-st-moritz-no-glacier-express-o-mais-famoso-trem-suico/

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Olá Boia.
Como tantos por aqui, estamos nos planejamentos iniciais para nossa primeira viagem à Europa. Pesquisando sites, lendo blogs e nos informando. Inseguros quanto a comprar um pacote turístico e fazer a viagem de ônibus ou arriscar ir sozinhos, realizando todas as trocas de hoteis e translados.
Enfim, pensamos em conhecer Portugal e o norte da Espanha. Um pacote de 13 dias, até Barcelona. Imaginamos, ainda, esticar outros 5 dias em Paris, por nossa conta.
O que acha? Alguma sugestão? Estamos tão no princípio ainda de nossas pesquisas, que nem sei ao certo como solicitar o auxílio. Pretendemos ir em julho 2012 (talvez a partir de 10/07/12)
Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eduardo! Por aqui sempre encorajamos a viajar por conta própria. É mais divertido e proveitoso. Mas é muito mais lento. É impossível reproduzir por conta própria o ritmo e o esquema de uma viagem de ônibus em grupo.

Para esticar sua viagem de Barcelona a Paris, indicamos ir de avião.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar