Granada dicas

Guia de Granada

Granada

Granada se confunde — e chega a ser ofuscada — pela Alhambra, o palácio mouro que é o maior tesouro legado pela ocupação islâmica da península ibérica. Se os países só pudessem representados por uma única atração, a Alhambra seria a representante da Espanha.

Numa viagem pela Andaluzia, deixar Granada — e a Alhambra — por último é garantir um grande desfecho.

Dormindo duas noites em Granada você visita a Alhambra, passeia no bairro histórico de Albaicín e se diverte com a simpática tradição das tapas grátis. (Sim: peça uma bebida, e o aperitivo vem na faixa.)

No inverno, adicionando mais uma noite, você pode subir à Sierra Nevada para praticar esqui, snowboard ou brincar na neve.

Serviços de transporte podem ter sido suspensos ou apresentarem horários e preços diferentes em função da pandemia da Covid-19. Atrações como museus, teatros, parques e outros podem estar temporariamente fechados. Consulte os sites oficiais indicados aqui para informações atualizadas.

Quando ir

granada alhambra sierra nevada

Por estar situada 700 metros acima do nível do mar, Granada tem temperaturas um pouco mais amenas do que Sevilha ou Málaga. Pode ser visitada o ano inteiro — mas há épocas mais interessantes que outras.

Sevilha na primavera e outono

Para não passar nem calor, nem frio, vá na meia-estação. Maio e outubro são os meses mais amenos, com mínimas acima de 10ºC e máximas em torno de 20ºC. Abril e novembro, porém, já requerem agasalho em tempo integral, com máximas na faixa de 15ºC (e noites frias, com mínimas abaixo de 10ºC).

Querendo pegar um calorzinho sem exagero, escolha junho ou setembro. Nesses meses de transição, a temperatura pode atingir até 27ºC, mas as noites normalmente dispensam o ar-condicionado, com mínimas que podem descer a 15ºC.

Sevilha no verão: calor e lotação máxima

A maior razão para evitar Granada no verão é a lotação da Alhambra, que chega diariamente a 100% da capacidade durante as férias dos europeus. Mais do que em qualquer época, em julho e agosto é preciso comprar o ingresso para a Alhambra assim que as vendas começam (90 dias antes da data).

O calor também atrapalha, ainda que em Granada o verão seja menos escaldante do que em Sevilha. Em julho e agosto as máximas devem passar diariamente dos 30ºC, e nos dias mais escaldantes, encostar nos 40ºC.

Sevilha no inverno: Alhambra e Sierra Nevada

Ainda que em Granada faça mais frio do que nas partes baixas da Andaluzia, o inverno aqui é bem mais tolerável do que o do centro e norte da Europa. De dezembro a fevereiro, as máximas batem os 12º. Em março, sobem a 15ºC. As temperaturas mínimas são sempre positivas.

A maior vantagem de visitar Granada no inverno é poder dar um pulinho na estação de esqui de Sierra Nevada. A base de Serra Nievada está a 2.100 metros de altitude (sua parte esquiável mais alta, a 3.300 metros).

Como chegar

Vai por mim: melhor transporte

Madri: trem

Barcelona: avião

Sevilha: ônibus (direto) ou trem (mais rápido, mas com uma baldeação)

Córdoba: trem

Ronda: trem

Málaga: ônibus

Sevilha-Pueblos Blancos-Ronda-Granada: carro

Veja também como incluir Granada num roteiro desde Portugal.

De trem

Veja como comprar passagem de trem na Espanha.

Madri-Granada de trem

Nos novos trilhos rápidos, a viagem de Madri a Granada leva 3h20. Há 3 trens diretos por dia. A saída de Madri é da estação Madrid Puerta de Atocha.

Um táxi da estação de trens de Granada ao seu hotel deve custar entre 6 e 8 euros.

Pit-stop na Mesquita de Córdoba, por que não?

Basta comprar, no site da Renfe, duas passagens separadas. No sentido Madri-Granada, compre uma passagem Madri-Córdoba e outra Córdoba-Granada. No sentido Granada-Madri, compre uma passagem Granada-Córdoba e outra Córdoba-Madri. O importante é que o intervalo entre a chegada e a partida em Málaga seja no mínimo de 4 horas — idealmente, 6 horas. Você deixa a bagagem no guarda-volumes (que funciona na rodoviária, que é vizinha à estação de trem), pega um táxi ao centro histórico e tem tempo suficiente para passear.

O percurso entre Madri e Córdoba é de 1h40. Entre Córdoba e Granada, 1h37, nos trens que agora são diretos.

Veja como ir da estação à Mesquita e também o que fazer no pit-stop em Córdoba.

Barcelona-Granada de trem

De (ou para) Barcelona, a viagem de trem leva entre 6h30 e 7h20, com baldeação em Madri ou Zaragoza. É melhor escolher o avião.

Sevilha-Granada de trem

Sevilha agora está mais perto de Granada. No trem de alta velocidade, o trajeto leva entre 2h20 e 2h30, com baldeação em Córdoba.

Para fazer esta viagem sem baldeação, use o ônibus.

Ronda-Granada de trem

Já a rota entre Ronda e Granada é feita 3 vezes ao dia, sem baldeação, em trens regionais. O percurso dura entre 2h35 e 3h.

De avião

O avião é a melhor escolha para o deslocamento entre Granada e Barcelona: a low-cost Vueling, do grupo Iberia, faz o trecho em 1h35.

Com o trem de alta velocidade, voar de ou para Madri ficou menos interessante. O vôo leva 1h05, e é operado pela Vueling e pela Iberia.

O único destino fora da Espanha com vôos diretos a Granada é Londres, com vôos diretos desde Gatwick operados pela low-cost easyJet (de 3h de duração). De outros lugares da Europa você fará uma conexão em Madri ou Barcelona.

O aeroporto da Andaluzia com maior número de vôos diretos para todos os cantos da Europa, tanto de cias. convencionais quanto de low-costs, é o de Málaga, que está a 135 km de Granada. Ônibus da Alsa fazem o trajeto do aeroporto de Málaga a Granada em 2h15, em vários horários ao longo do dia.

Transporte entre o aeroporto e o centro

O aeroporto de Granada fica a 17km do centro da cidade.

O táxi entre aeroporto e centro da cidade vai sair em torno de 28 euros (maio/2018).

Há também um ônibus entre o aeroporto e Granada, operado pela Alsa. O trajeto costuma levar 45 minutos. O bilhete custa 3 euros (maio/2018). Mais informações aqui.

De ônibus

De Sevilha a Granada, o ônibus direto leva 3 horas. Isso é meia hora menos do que a viagem do trem regional, e está disponível em mais horários ao longo do dia. Compre a passagem no site da cia. rodoviária Alsa. Tenha atenção ao escolher o ônibus, já que alguns são ‘paradores’. Compre apenas nos ‘directos’.

O ônibus também é a melhor escolha para se deslocar entre Granada e Málaga. As viagens centro a centro levam 1h45 (de Granada ao aeroporto de Málaga, 2h15). Compre na Alsa.

Da estação de ônibus de Granada ao seu hotel, um táxi vai custar por volta de 9 euros (maio/2018).

De carro

Granada serve como desfecho (ou como início) para um roteiro de carro pela Andaluzia. Veja nosso roteiro de 7 dias, incluindo 3 dias de carro, entre Sevilha, Pueblos Blancos, Ronda e Granada. O roteiro pode ser feito também no sentido inverso, com partindo de Granada.

Indicamos o carro apenas para o circuito entre as grandes cidades andaluzas. Dentro de cidades como Sevilha ou Granada, o carro só atrapalha.

Por isso, vindo de Sevilha, pegue o carro ao deixar a cidade e entregue o carro ao chegar a Granada. Escolha um hotel bem localizado, e passeie a pé e de ônibus.

(Caso você saia de Granada, mesmo esquema: pegue o carro ao sair da cidade, entregue ao chegar a Sevilha. Escolha um hotel bem localizado, e passeie a pé e de ônibus.)

Vindo de Portugal

De carro

Para combinar Portugal e Andaluzia de carro, é preciso retirar e devolver o carro no mesmo país — se você retirar o carro num país e devolver no outro, vai pagar uma sobretaxa absurda.

O ideal para unir os dois países sempre vai ser um roteiro circular.

Você pode descer de Lisboa para passar uns dias no Algarve.
Depois entra na Espanha por Huelva e vai direto a Sevilha, onde deixa o carro num estacionamento enquanto estiver na cidade.

A partir da chegada em Sevilha, é só seguir este roteiro.

Ao fim do roteiro, saindo de Granada, vá a Córdoba, onde visita a Mesquita e dorme uma noite.

Saia da Espanha via Badajoz — você vai entrar de volta em Portugal pelo Alentejo. Aproveite para passar entre dois e três dias na região antes de devolver o carro em Lisboa.

(Este roteiro circular também funciona no sentido inverso — saindo de Lisboa pelo Alentejo a Córdoba, então seguindo Granada, e depois a Ronda, Pueblos Blancos e Sevilha, entrando de volta em Portugal pelo Algarve.)

Sem carro

Caso você não retorne a Portugal, o melhor é devolver no Algarve o carro que você alugou em Lisboa, e pegar um ônibus a Sevilha (compre na Alsa).

Aumente um dia de permanência em Sevilha para fazer o bate-volta de trem a Córdoba.

Alugue o carro ao sair de Sevilha e cumpra exatamente o roteiro deste post. Entregue o carro em Granada e siga de avião a Barcelona ou a Madri — ou vá até Málaga pegar o vôo direto de volta a Lisboa.

Lisboa + Andaluzia

Se você quer ir de Lisboa direto para a Andaluzia, sem passear nem no Algarve nem no Alentejo, então vá de avião direto a Sevilha. Para voltar direto, sem passar por Madri, depois de Granada pegue o vôo direto de Málaga a Lisboa.

Receba a Newsletter do VNV

Serviço gratuito

94 comentários

Com a mudança nos horários dos trens Madri-Granada (pelo menos na primavera) de 9:35 para 14:35 achei mais interessante comprar de avião pela air nostrum (iberia) às 12h. Pra ir de trem agora ou você megamadruga pegando trem de 7:30 ou chega tarde demais indo no trem de 14:35…

Bóia, tudo bem? Preciso de sua ajuda. Tenho 3 dias em Sevilla (chegando de carro pelo Algarve e comprei passagem de avião para Barcelona no dia 4). Os primeiros 2 dias conheceremos Sevilla e no dia 3 iríamos bate-e-volta para Granada. O problema é que não estou achando opções que cheguem em Granada antes de 10h30 e a volta seria 20h30 (ônibus ALSA).
A pergunta é: vale a pena esse bate-e-volta? Ou aceito que não vou a Granada e aumento 1 dia em Sevilla?

    Olá, Rafael! Não é ideal ir a Granada em esquema bate-volta, mas se você não pretende voltar à região em breve, não ver a Alhambra seria uma perda grande. Verifique também os horários de trem em https://www.renfe.com — agora exista a rota em trem rápido, com baldeação em Córdoba.

Olá, estamos fazendo agora o trajeto entre Barcelona e Granada, de trem de alta velocidade, Renfe, mas sem baldeação. Em Zaragoza houve uma parada rápida e não passou por Madrid. O tempo estimado é de aproximadamente 6h30min.

Oi Bóia, estou tentando comprar passagens de ônibus pela Alsa para os percursos Sevilha-Granada e Granada-Córdoba mas o site não finaliza a compra. Você sabe se este site costuma dar problema? Qual a outra alternativa para a compra de passagens de ônibus? Obrigada!

    Olá, Denise! Nunca se queixaram aqui não. Mas é tranqüilo comprar localmente com um ou dois dias de antecedência.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.