Europa: quantos dias em cada lugar?

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Eu sei: é muito difícil planejar uma viagem à Europa com poucas escalas. Nossa vontade é abraçar o continente inteiro a cada viagem. Com a desculpa "ah, depois eu volto com mais calma", a gente acaba com uma coleção de viagens feitas pela metade, e com uma lista enorme de lugares para voltar. Vai por mim: voltar é ótimo quando a gente tem saudade de um lugar -- mas voltar a uma cidade porque não visitou direito é gastar duas vezes para visitar um lugar só.

Na prática, a gente só aprende isso depois de viajar (e gastar) muito. Aproveite essas dicas para viajar bem desde o início.

Precisa mesmo tantas paradas assim?

Arezzo

Arezzo

Não se iluda quanto à aparente proximidade entre cidades. Qualquer deslocamento envolve mais tempo do que a gente imagina. Quando o deslocamento inclui mudança de hotel, gasta-se ainda mais tempo e energia. É preciso fechar as malas. Fazer check-out. Deslocar-se com malas à estação ou ao aeroporto. Ou enfrentar a saída da cidade, se estiver de carro. Na chegada à outra cidade, é preciso encontrar o caminho do hotel. Fazer check-in, ou pelo menos deixar as malas. Só depois de tudo isso é que dá para dizer que você chegou realmente.

Em termos: você chegou, mas boa parte da sua energia se perdeu pelo caminho. Viajar com a casa nas costas -- nem que seja uma mala de quatro rodinhas -- é estressante, e no final do processo você vai se sentir mais aliviado do que propriamente louco de vontade de sair por aí.

Por isso a primeira dica geral é: não considere o dia do deslocamento na sua conta de dias no lugar. O dia da chegada é para desestressar e fazer coisas descompromissadas, que não requeiram planejamento ou reserva. No dia da chegada, tudo é lucro. Encarando assim, a chegada é mais prazerosa.

Quanto tempo ficar em...

Paris e Londres? 5 a 7 noites

Paris e Londres são cidades que, definitivamente, não se esgotam no city-tour. Pelo menos da primeira vez, precisam de uma estada mais longa. Cinco ou seis dias. Idealmente, uma semana. Você não ficaria uma semana em Orlando? Pois então.

Supercapitais: 4 a 5 noites

Lisboa, Madri, Barcelona (capital da Catalunha...), Roma, Berlim, Amsterdã, Istambul -- grandes capitais merecem pelo menos quatro dias inteiros. Um eventual quinto dia pode ser usado para um bate-volta. Quatro dias costumam ser suficientes tanto para os lerês principais quanto para os bundalelês essenciais. Ao fim da estada, você deixará a cidade com algum senso de localização, e sabendo mais do que sabia antes de chegar. (Quando você passa muito rápido, só tem tempo de confirmar a existência do que já estava careca de saber antes de sair de casa.)

Outras capitais: 3 a 4 noites

Budapeste, Viena, Praga são cidades que dá para resolver em três dias inteiros (idealmente, programe quatro noites porque o dia da chegada nunca será inteiro).
 

Cidades de porte médio: 3 noites

Florença, Veneza, Sevilha, Porto valem dois a três dias inteiros (logo, programe três noites).

Dá para ficar mais tempo?

Claro! Sempre haverá mais o que descobrir na cidade, ou passeios aos arredores.

Dá para ficar menos tempo?

Sim, mas você vai ter dias intensos e 100% turísticos, sem tempo para descobertas fora do roteiro padrão (e essas descobertas, acredite, normalmente são os momentos mais memoráveis de uma viagem). De todo modo, procure não programar menos de duas noites numa cidade. Explico o porquê no próximo tópico.

Evite ficar apenas uma noite

Florença

Florença

De vez em quando será inevitável dormir apenas uma noite em cidades que estejam no meio do caminho e/ou que se resumam a um monumento ou atração, sem mais nada de interesse. Ainda assim, procure não fazer uma seqüência de cidades de uma noite só, para não perpetuar a rotina fechar mala/check-out/viajar com a casa nas costas/achar hotel/check-in/se livrar da mala.

Sempre que o seu roteiro acusar a necessidade de uma seqüência de pernoites picadinhos, verifique se não é possível (1) montar base numa dessas cidades e fazer as outras no esquema bate-volta ou (2) roubar no jogo e visitar alguma delas como pit-stop sem pernoite. (Mais detalhes a seguir.)

A arte e a ciência do bate-volta

Apesar do inconveniente de (quase sempre) ir e voltar pelo mesmo caminho, o bate-volta é o meu modo favorito de visitar lugares que não valham o pernoite. Você sai do hotel sem precisar fechar conta nem arrastar mala, e quando chega ao destino do dia, é só sair passeando. Dá pra usar a ida para se preparar, relendo o guia (no trem ou no banco do passageiro do carro) e a volta para descansar. Você aproveita o dia com energia total, e de repente ainda tem gás para sair à noite na cidade-base.

Para dar certo, o importante é que a viagem dure uma hora, no máximo uma hora e meia. Mais do que isso fica cansativo -- você provavelmente vai querer chegar de volta ao hotel e dormir direto.

O truque esperto do pit-stop

Bruxelas

Bruxelas

Visitar um lugar a caminho de outro é uma maneira interessante tanto de saciar o seu apetite de ticar lugares quanto de tornar divertido um trajeto longo e chato (Bruxelas ou Bruges entre Paris e Amsterdã; Dresden entre Berlim e Praga).

Também é um jeito inteligente de evitar um bate-volta, fazendo o caminho apenas num sentido (Córdoba entre Madri e Sevilha).

O raciocínio do pit-stop deve ser parecido com o de uma escala de cruzeiro. Você precisa ter em mente que não dá para ver e experimentar tudo. É preciso foco. Reduza, conscientemente, aquela cidade à sua principal atração e seu entorno.

O que torna o pit-stop atraente é a dinâmica de interromper a chatice de uma viagem longa por algumas horas de atividade intensa. Daí você usa a segunda parte da viagem para descansar (no trem ou no assento do passageiro). Provavelmente você vai chegar moído no seu destino final; mas, como eu disse lá em cima, o dia do deslocamento nunca conta, e no esquema pit-stop você não terá perdido esse dia.

Mas atenção: antes de programar um pit-stop, pesquise direitinho onde você vai deixar suas malas. Essa questão é fundamental. Estando de trem, google as palavras-chave "lockers" ou "left luggage" ou "luggage storage" junto com o nome da cidade (tente também com a palavra "station"). Estando de carro, deixe o carro sempre em estacionamento fechado e pago, com todas as malas, bolsas e sacolas no porta-malas, sem nada à mostra.

Ferramentas úteis

  • Para pesquisar horários de trem: Deutsche Bahn (use datas nos próximos 60 dias)

Leia mais:

335 comentários

Olindo
OlindoPermalinkResponder

Boia bom dia.

Obrigado pelas dicas.
Um abraço.
Olindo

Francisco Ferreira

Olá,

Planejo uma viagem para Europa em Abril/Maio 2012.
Temos quatro semanas para passear e pensamos em visitar Paris, Londres e Países Baixos.
Apesar de não gostar de correria fico em dúvida se estamos reservando muito tempo para tão poucos destinos.
Você incluiria mais alguma opção no roteiro? Como dividiria o tempo entre estes destinos?

Obrigado, Francisco Ferreira

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Alô, Francisco! O Comandante recomenda uma semana, se possível, para cidades como Londres e Paris. Mesmo assim, seu roteiro está bem folgado. Você pode ver passeios para fazer a partir dessas cidades nas páginas-guia de cada uma delas. Há muito para conhecer nos arredores!
Londres: http://www.viajenaviagem.com/europa/londres-ricardo-freire/
Paris: http://www.viajenaviagem.com/europa/paris-ricardo-freire/
Amsterdã: http://www.viajenaviagem.com/europa/amsterda-ricardo-freire/

Francisco Ferreira

Olá Bóia e Ricardo,

Muito obrigado pela atenção. Quando voltar eu mando umas fotos.

Abraço, Francisco.

Lúcia de Medeiros

Boa noite,

Eu e meu marido teremos 10 dias de férias, em janeiro, e gostaríamos de curtir um bocadinho da Europa. É pouco tempo? O que você sugere?
Abç.,

Lúcia

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lúcia! Para conhecer a Europa é pouco tempo mrgreen Mas se você optar por uma ou duas cidades, pode ser uma viagem bem bacana. Veja as dicas no post acima wink

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Essa é daquelas dicas que a gente dá com dor no coração. É absolutamente incrível, mas justamente por isso dá vontade de ficar bem quietinha... Quem vai pra Suíça TEM que ver Gruyères. Não é que nem as "grandes" cidades suíças, não tem nada de monumental, mas é O vilarejo suíço. Duas ruas, um castelo maravilhoso, uma igrejinha (que tranca sozinha às 6 da tarde!), muitas montanhas em volta, queijo! (a Maison Gruyères, com um restaurante legal) e chocolate! (a fábrica da Cailler fica em Broc, pertnho). Não dá pra querer mais. Fica na Suíça francesa, entre Montreux e Fribourg. Pode acreditar, você vai se sentir muito mais suíço lá do que na 5a cidade com a mesma cara. É claro que não precisa de mais de um dia lá (algumas horas já dá), mas a gente quase saiu procurando um lugar pra passar uma noite naquele sonho...

nadja
nadjaPermalinkResponder

Olá Ricardo,
Temos 17 dias para fazermos a nossa primeira viagem para a Europa.
Você recomenda a primeira viagem de excurção? Eu quero ficar em Paris uma semana,a outra semana entraria no ônibus para a Italia,você recomendaria?
Obrigado e Happy New Year!!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nadja! Aqui quem responde é A Bóia! Não precisa de excursão para a Europa. Planejando com antecedência e se informando bem, você consegue fazer tudo por conta própria. Comece o planejamento: http://www.viajenaviagem.com/2011/12/como-montar-viagem-europa/

Gizelle
GizellePermalinkResponder

Olá sei que o tempo que tiramos as férias é bem curto apenas 10 dias.
A viagem é para Braga em Portugal com a primeira parada em Lisboa.
Programamos conhecer Fátima e ir até Paris.Estamos indo com duas pré adolescentes que gostariam de ir até a EuroDisney
Como posso dividir este passeio nestes poucos dias?
O que você recomendaria?

Obrigada e Feliz 2012!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Giselle! Comprem uma passagem Brasil-Porto//Lisboa-Paris-Brasil. Peguem um carro no Porto, vão direto a Braga, que está menos de uma hora de viagem. Passem duas noites (o primeiro dia estará perdido), depois sigam a Lisboa via Fátima, sem pernoite (guardem o carro em estacionamento fechado, ou pelo menos com nada de bagagem à mostra). Devolvam o carro em Lisboa. Sigam dali a dois dias para Paris.

http://www.viajenaviagem.com/europa/lisboa-ricardo-freire
http://www.viajenaviagem.com/europa/paris-ricardo-freire

Eric
EricPermalinkResponder

Saudações Bóia e pessoal do site,

Gostaria de compartilhar um roteiro (e budget) que estou prestes a fechar, uma mini-micro-euro-trip no começo de Março/12, total de 15 dias (com deslocamentos). Em outra viagem (travessia Santos-Civitavecchia pela Royal Caribbean) já tive a oportunidade de ficar 4 dias em Roma (de bom tamanho), 1 em Tenerife (Ilhas Canárias) e 1 escala de 12h em Madrid (só deu para ver o Parque do Retiro). Dessa vez ficou assim:

Lisboa (chegada às 5h30) 7/mar até 10/mar {estadia = R$ 120}
Madrid (chegada às 13h30) 10/mar até 13/mar {estadia = R$ 165}
Barcelona (chegada às 14h00) 13/mar até 17/mar {estadia = R$ 165}
Paris (chegada às 11h00) 17/mar até 20/mar {estadia = R$ 245}
(voo final para o Brasil saindo às 7h30 de Orly).

Quanto aos valores, estou cotando pela TAP (site oficial da cia.) saída de GRU para Lisboa, Stopover (multi-city) de Lisboa para Madrid e retorno de Paris (Orly) para GRU, R$ 1.700 por pessoa já com taxas e possibilidade de parcelar em 5x no cartão de crédito emitido pelo Brasil.

De Madrid para Barcelona e Barcelona para Paris (CDG) cotei pelo Skyscanner e achei voos pela Vueling e EasyJet com trecho/pessoa = R$ 130,00 (1 mala de porão e pagamento pelo cartão de crédito brasileiro + IOF)

Resumindo: 3 dias em Lisboa (estadia por R$ 120/dia), 3 em Madrid, 4 em Barcelona e 3 Paris... será que está de bom tamanho?

Grande abraço!

Maria das Graças

Eric, eu não acho que esteja de bom tamanho não. É muita coisa em tão pouco tempo. Voce vai perder um tempão em deslocamentos e aeroportos. 3 pernoites em Lisboa, em Madri e em Paris não dão para nada.

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Como já disseram, depende do que quer fazer e se pretende/poderá voltar. Todas as cidades que vc planejou, sao cidades que poderia ficar umas 2 semanas que não veria tudo delas e seus arredores.

Se vc planejar entao fazer passeios por fora da cidade complica ainda mais:
Lisboa - Sintra, Mafra, Obidos, etc
Madrid - Toledo, El Escorial, Segovia, Avila, etc
Barcelona - Montserrat, Figueres, Girona, Pals, Palau-Sator, etc
Paris - Versailles, Orleans, Chartres, Reims, etc

E acima descrevi apenas alguns destinos possiveis.

Caso opte mesmo por fazer o itinerário que vc descreveu, tenha em mente que terá que ter tudo bem planejado e torcer para que tudo corra conforme planejado. Vc gosta de museus, ou vai ficar apenas "zanzando"? Em Paris, por exemplo, apenas de museus pode-se ficar um bom tempo.

Se for sua primeira vez na Europa, meu concelho seria ou mais dias, ou como ja sugeriram diminuir os locais para visitar. Talvez comecando com Lisboa, Madrid e Barcelona (4-4-5), deixando paris para depois, mas ainda tendo em mente que nao haverá tempo para tudo e provavelmente vc ficará com o sentimento que quer voltar.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Oi Eric,

Várias pessoas já falaram sobre a questão de tempo. Sou da mesma opinião que elas - é muita cidade para pouco dia. Conheço todas as cidades, com exceção de Lisboa, e digo que concordo muito com o post http://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/.
Na verdade, a contribuição do meu comentário é em relação a Vueling (se você ainda não conhece a cia) - viajei de Vueling de Granada a Barcelona em 2009. Deu SUPER certo, sem atraso, sem dores de cabeça. Pode se jogar!

Abs,

Nivia
NiviaPermalinkResponder

Eric, eu fiz 3 dias em Lisboa e 6 inteiros em Paris e sai chorando, pois não vi muuuuiiiita coisa em Paris. Diferentemente de Lisboa, as coisas em Paris são distantes uma das outras, e, exceto se vc quer fazer uma viagem de ponto turístico a ponto turístico de metrô, caminhar e conhecer devagar o ritmo local leva tempo.
Se eu fosse vc, dava uma olhada no post do RF sobre os dias em cada cidade e o ideal para Paris seria de 05 dias inteiros, no mínimo (sem contar os deslocamentos), o que eu fiz e ainda assim não foi suficiente. A não ser que vc queria uma visão muito panorâmica de Madrid e de Paris.
Já fiz a viagem Lisboa-Porto-Madrid-Barcelona e 15 dias são suficientes, pq Porto é pequena e Barcelona tb.
Pense o seguinte, seu vôo para Lisboa, são de quase 12 horas. Ou seja, no primeiro dia, no máximo vc vai curtir um jantar. Mesmo que chegue meio dia, entre pegar malas, chegar no hotel, almoçar... O mesmo ocorre com o último dia. Então vc só tem 13 dias de viagem. Se vc inclui muitas cidades, vc acaba diminuindo mais dias de viagem pelos deslocamentos.
Enfim... Se eu fosse refazer esta viagem, cortaria fora Barcelona.
3 dias inteiros em Lisboa, 3 dias inteiros em Madrid e 5 dias inteiros em Paris, os outros 4 dias seriam de deslocamento, com a graça de ter um tempinho livre para sentar no jardim de tulieres e ver a Paris passar. Ou melhor, corta logo Madrid também, faz Lisboa com uns bate e voltas em sintra, óbidos, etc.. e depois gasta uns 8 ou 9 dias em Paris, vc não vai se arrepender!!

Evelyn
EvelynPermalinkResponder

eric,

reiterando o que já falaram: MUITO POUCO tempo pra paris e pra lisboa!

Rodrigo Basso
Rodrigo BassoPermalinkResponder

Eu também acho o roteiro apertado demais. Mas vai da vontade e do estilo de cada um.
Eric, eu faria o seguinte (caso não queira tirar as 2 cidades da Espanha): 04 noites em Lisboa, 03 noites em Barcelona e 06 noites em Paris. O ideal seria efetuar a compra de todos os trechos com a mesma companhia (para ter a mesma franquia de bagagem, entre outras vantagens), mas as simulações que fiz (TAP e KLM) não obtiveram resultados satisfatórios. A melhor opção (tirando um dos trechos fora) ficou com a KLM (R$ 1.871,44), da seguinte maneira:
07/03 - GRU / Lisboa
14/03 - Lisboa / Paris
20/03 - Paris / GRU
Você só precisaria comprar o trecho Lisboa/Barcelona para o dia 11/03.

Dionísio
DionísioPermalinkResponder

Fiz Porto Alegre-Lisboa-Barcelona-Porto Alegre pela TAP, sem nenhum custo a mais pelos voos Lisboa-Barcelona-Lisboa.

Fiquei seis dias inteiros em cada cidade e voltei frustrado por não ter visto tudo o que eu queria.

Eu escolheria só duas cidades desta vez.

Dionísio
DionísioPermalinkResponder

Explicando, eu sugeriria ao Eric escolher só duas cidades.

Eric
EricPermalinkResponder

Pessoal agradeço muitíssimo pelas sugestões, estou considerando fazer algumas mudanças, antes disso só queria mencionar o que me influencia a ponto de querer fazer esta "Corrida Contra o Tempo", quer dizer... viagem.

Quando estive na Europa anteriormente, consegui em 3,5 dias (excluindo os períodos de grandes deslocamentos) conhecer Roma, passear pelas principais atrações e até alguns pontos pouco conhecidos (Pincio, Villa Borghese). O nível de conhecimento e expectativa que tive de Roma (e paixão pela cultura italiana) foi adequado e quando bate a vontade de voltar, é mais para matar saudades dos mesmos lugares (em segundo plano, conhecer algo que passou batido). Quanto a Paris onde a opinião é unanime: 7, 6, no mínimo 5 dias, já não tenho tanta expectativa como tinha com Roma. Não pretendo debulhar os museus, apenas conhecer o Louvre e ticar os pontos principais. Quanto a Madrid, em 12h que fiquei por conta de 1 conexão, consegui tranquilamente passear pelo Parque do Retiro e usar o metrô (repleto de baldeações e linhas). Outra influência, não perco 1 episódio do programa "Low Cost" exibido no canal Glitz* (http://www.glitztv.com.br/programa/low-cost) e realmente fica a ideia de que é possível "conhecer" os principais pontos em 2 dias.

Voltando as opções, seria melhor então substituir Paris por Veneza? (logística similar por causa do voo low-cost) e passar 2 ou 3 dias em Veneza (menos pontos turísticos, cidade menor) e talvez aumentar Lisboa, Madrid e Barcelona. Ou.... aumentar mais ainda Lisboa, Madrid e Barcelona, e incluir bate-volta para algum arredor, excluindo uma 4ª cidade-base?

Paris pode ficar para uma próxima (junto com Londres, Alemanha, Amsterdam e Praga) {Corrida contra o tempo 2...rs...]

Rodrigo, quanto aos preços dos voos e franquias, consegui pela TAP um trecho europeu incluso (total de R$ 1.700 ida e volta + este trecho) e estou me preparando psicologicamente para me virar com 1 bagagem de porão de 20kg (+ a da minha esposa), comprei pelo eBay uma balança eletrônica portátil de gancho para monitorar a bagagem...

Pessoal, agradeço muito pelas sugestões e experiências de vocês!

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Ok... acho que em 2d, você consegue, sim, visitar as coisas principais de Madri (sem visitas longas ao palácio ou ao Prado, claro).
Acho uma boa substituir Paris por Veneza - 2/3 dias são o bastante para conhecer a cidade (também sem visitas demoradas nos museus, mas o legal de Veneza não são os museus, de qualquer forma).
De qualquer forma, 3 dias é pouco para Barcelona. A cidade é muito legal e não é tão concisa...

Maria das Graças

Eric, voce se engana achando que sendo Veneza uma cidade menor que Paris o tempo que voce tem seria suficiente. Não será. Em Veneza a própria cidade é um encanto e requer do viajante um olhar atento.

Voce já conhece Portugal?

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Eric,

Eu tiraria Paris e faria uma viagem mais detalhada por Lisboa - Madri - Barcelona e, conforme os dias que dedicar a essas cidades, caberiam alguns lugares ao redor.

A proposito, entre Madri e Barcelona existe um trem de alta velocidade, fiz esse percurso no fim de 2011 e indico, uma vez que você não precisa chegar com tanta antecedencia quanto nos aeroportos, não precisa se preocupar com os limites de bagagens e as estaçoes de trem são no centro das cidades, ao contrario dos aeroportos.

Eric
EricPermalinkResponder

Maria,
Não conheço Portugal, pelo meu estilo e da minha esposa, não é exatamente nossa paixão quanto a culinária, cultura, etc. mas o roteiro que estou construindo para Lisboa está ficando interessante.

Fernanda e Guilherme,
Estamos lendo um livro "O Viajante na Europa" e analisando as cidades, roteiros e cada uma a fim de definir os dias... agora o Plano B está sendo: 3 dias em Lisboa, cortamos Madrid, 4 dias em Barcelona e 5 dias em Paris (sem longas paradas nos museus).

Quanto ao trem, fiz várias simulações e o Renfe (entre Madrid e Barcelona) os valores estavam muito altos para o período em comparação com aéreo (reconheço que o visual, experiência a bordo, estações bem localizadas e tempo total de deslocamento são diferenciais).

Obrigado, abcs, Eric

Nivia
NiviaPermalinkResponder

Ai que pena de Madrid, achei bem mais interessante, boêmia e charmosa que Barcelona, mas alguns discordam. De qualquer forma, cortar uma cidade já ajudará bastante o seu roteiro - Boa Sorte na viagem!!!!

Silvia TP
Silvia TPPermalinkResponder

Olá, primeiramente venho parabenizá-los pela qualidade das informações! Pretendemos conhecer Roma, Paris e Portugal em 15 dias no fim de abril/2012 e gostaria de contar com dicas de roteiro, quantos dias ficar em cada país, etc. Queremos conhecer Veneza, Florença, Pisa e Assis também, enfim, qualquer dica será muito bem-vinda, principalmente, de hospedagem (com exceção de Portugal)! Muito obrigada, Silvinha.

Paulo
PauloPermalinkResponder

Olá a todos!
Eu e minha esposa vamos fazer FRA (8 dias, Paris/Vale do Loire/Saint Michel) - SUI (3 dias, Zuriche/Interlaken) - ITA (8 dias, Veneza/Roma/Florença) - SPA (3 dias, Barcelona/Madri), nessa ordem. Chegada em Paris, dia 1/3 e volta por Madri, 23/3/12. Qual a melhor opção, em custo x benefício, para:
1) Paris - Vale do LOire - Saint Michel: em 2 dias? de trem + carro? excursão?
2) Paris - Zurich: trem ou avião? a bagagem no avião low fare é um problema mesmo?
3) A quantidade de dias em cada país/cidades é adequada?
grato e abs a todos
Paulo

Andre Lot
Andre LotPermalinkResponder

1) carro, para te dar mais liberdade. Excursoes para lugares como castelos, de facil acesso de carro, sao desnecessarias.

2) Da pra ir de trem de alta velocidade em menos de 5h. Compre com (bastante) antecedencia

3) 8 dias eh um pouco corrido para Venezia, Firenze, Roma. 3 dias eh impraticavel para Madrid e Barcelona - eu me limitaria a uma delas apenas.

Cris
CrisPermalinkResponder

Paulo, na minha opinião, 8 dias em Roma - Florença -Veneza é muito apertado, mas até é factível, se você planejar muito bem os roteiros, comprar alguns ingressos antecipados e estiver com muita disposição, sem muitas opções para uma viagem mais lenta, mais sossegada.

Mas 3 dias entre Madrid e Barcelona é impossível. Eu reservei 7 dias para as duas cidades (4 em Madrid e 3 em Barcelona) e achei a parte mais frustrante da viagem, porque não consegui fazer tudo o que eu queria em Barcelona. Escolha apenas uma delas. As duas cidades são interessantes, o museu do Prado e da Reina Sofia (em Madrid) valem cada centavo da viagem, mas em Barcelona também tem a Sagrada Família que também por si só já vale a viagem transcontinental, hehehe... Se você só tem 3 dias na Espanha, escolha apenas um delas, mesmo que com remorsos!

Pedro
PedroPermalinkResponder

Concordo com o pessoal que já respondeu... 3 dias é pouco para fazer Madri OU Barcelona, quanto mais as duas...

Se a sua passagem é por Madri, fique por lá e deixe Barcelona para a próxima. Acredite, vai faltar tempo para Madri...

Bruno
BrunoPermalinkResponder

Olá pessoal,
Gostaria de fazer esse esquema de bate e volta utilizando Barcelona como cidade-base... o que me sugerem? Algo com no máximo 1h e 30 de viajem, tal como o Ricardo recomendou nesse post...
Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Alô, Bruno! O Comandante dá sugestões na seção "Daqui pra onde?" da página-guia de Barcelona: http://www.viajenaviagem.com/europa/barcelona-ricardo-freire/

Bruno
BrunoPermalinkResponder

Obrigado pelo link, Bóia!

Maíra
MaíraPermalinkResponder

Oi!!!!
Este ano vou passar uma semana em ST. Tropez e na volta quero parar em Lisboa para conhecer um poquinho mais da região... Tenho 02 dias e meio...Como ja conheço Lisboa, gostaria de fazer algum passeio por Sintra, Cascaes e etc, mas deixando Lisboa como ponto base - passo o dia viajando e volto para dormir...
Vi que existe um passeio de trem chamado "Travessia de Comboio".. Vocês já escutaram falar? O que vocês acham? Alguma dica?
Beijos

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maíra! Cascais é um subúrbio de Lisboa. Você chega por conta própria de trem, com a linha de Cascais (pegue no Cais do Sodré).

Sintra está no fim da Linha de Sintra (pegue no Rossio). Chegando em Sintra, você compra a passagem do ônibus circular 434 que leva a todas as atrações.

Existem ônibus que ligam Sintra a Cascais descendo a serra direto para o mar, mas não recomendamos fazer os dois passeios no mesmo dia porque há muito o que ver em Sintra.

Juju
JujuPermalinkResponder

Seguindo as dicas do VnV, fechamos o roteiro da nossa primeira Eurotrip!! Serão 3 noites em Budapeste, 2 em Viena, 3 em Praga, 3 em Berlim e 3 em Amsterdam - retornando de la para o Rio de Janeiro. Vamos em setembro e estamos muito animados! Agora estamos na fase de fechar hoteis e trechos internos.

Nayara
NayaraPermalinkResponder

Bom dia! Surgiu uma oportunidade de viagem para Europa dos dias 29 de abril a 14 de maio, poderiam me ajudar? Vou encontrar com meu marido em Bruxelas, onde estará fazendo um curso. Chego lá no dia 29 à tarde. Como ele já vai ficar uma semana antes em Bruxelas, pensei que no dia 30 à tardinha ou à noite, a gente poderia ir para outro lugar e eu conheceria somente um ponto ou outro na cidade. Pensamos assim:
30.04.12(segunda) à noite a 01.05.12 (quarta) à noite – Amsterdã – SÓ DE PASSAGEM
01.05.12 (terça) à noite a 06.05.12 (domingo) pela manhã – Paris
06.05.12 (domingo) à noite a 09.05.12 (quarta) à noite – Suíça
09.05.12 (quarta) à noite a 10.05.12 (quinta) à noite – Florença
10.05.12 (quinta) à noite a 12.05.12 (sábado) à tarde – Veneza
12.05.12 (sábado) à noite a 14.05.12 (segunda) pela manhã – Fátima (JÁ CONHEÇO PORTUGAL. ESSE PONTO É EM FUNÇÃO DE UMA FESTA RELIGIOSA)
Poderiam opinar?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nayara! Você quer percorrer a Europa inteira em 15 dias, saracoteando sem estratégia. Lembre que em cada deslocamento você perde um dia. E que cada deslocamento aumenta o custo da sua viagem. Releia este post com atenção. Só pelo seu roteiro dá para ver que você não leu -- ou que não está seguindo os nossos conselhos (neste caso, a gente fica se sentindo meio inútil de dar outros).

Leia também estes:
http://www.viajenaviagem.com/2011/12/como-montar-viagem-europa/

http://www.viajenaviagem.com/2012/02/roteiro-viagem/

http://www.viajenaviagem.com/2012/01/fatima-como-chegar/

http://www.viajenaviagem.com/2011/11/veneza-como-chegar-e-como-se-locomover/

http://www.viajenaviagem.com/category/suica

Angela- Alemanha! Por que nao?

Desculpe-me Nayara, mas que absurdo de roteiro!!
Já que vc esta na regiao de Bruxelas, se concentre em Bruxelas, Bruges, Amsterdam, Colônia na Alemanha e no máximo Paris. Sao todas cidades que o acesso de trem é fácil á partir da onde vc está.

Mônica Miglioli

Olá, Ricardo e A Bóia!
Primeiramente parabéns pelo site!!! Maravilhoso! Desde já obrigada pelas dicas!
Vou pra Europa pela primeira vez com meu marido em abril/2012. Chegaremos por Roma em 09/04 e voltaremos por Amsterdam em 29/04. Ficaremos de 9 a 15 em Roma, 15 a 18 em Florença, 18 a 20 em Veneza, 20 a 27 em Paris e 27 a 29 em Amsterdã, sendo que o voo de volta é à tarde portanto só teremos a manhã do dia 29. Vamos de trem dentro da Itália e de Veneza pra Paris, de avião. Tenho muitas dúvidas... atualmente as principais são: o número de cidades está legal ou é muito? Vale a pena gastar o dia 27 em Bruges (indo de tremo fazendo o esquema paris-bruxelas, brux-bruges-brux, brux-amsterdam ou ir direto de avião para Amsterdam?
Muitíssimo obrigada desde já.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Alô, Mônica! Infelizmente não temos como dar conta de avaliar os roteiros de leitores individualmente. Siga as dicas do Comandante no post acima. Faça viagens de trem que levem até quatro horas -- para viagens mais longas, use avião.
Leia mais:
Sobre trens na Europa - http://www.viajenaviagem.com/2011/07/vai-por-mim-trem-na-europa/
http://www.viajenaviagem.com/2007/08/europa-aviao-trem-ou-carro/
Sobre Bruges - http://www.viajenaviagem.com/2009/08/um-pulinho-em-bruges/

Thiago
ThiagoPermalinkResponder

bom dia Bóia!
Meu roteiro está previsto somente 8 dias na Italia, por isso sei que perderei muita coisa, mas é o que podemos nesta viagem. Pretendo ficar 4 dias em Roma, 2 em Veneza e dois em Milao (local do meu voo de volta para SP). A dúvida é: Saíremos de trem de Roma para Veneza no periodo da manha, existe a possibilidade de passar por Firenze e passarmos o dia por lá (tipo Pit stop)? Valeria a pena ou seria perda de tempo somente 1 dia em Firenze? Pensamos em deixar as malas na estaçao e aproveitar pelo menos os principais pontos turistícos! Aproveitando o post, quanto tempo leva cada trajeto de trem: Roma-Firenze, Firenze-Veneza e Roma-Veneza? Desde já agradeço!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thiago! É um pecado dedicar tão pouco tempo a Florença, mas a operação é plenamente factível. De Roma a Florença dá 1h20 de trem; de Florença a Veneza, 2h30. O guarda-volumes é fácil de achar em todas as grandes estações italianas. Se quiser visitar a galeria Uffizi, não esqueça de reservar antes.

Leia:
http://www.viajenaviagem.com/2011/10/florenca-furando-fila-na-uffizzi-e-na-accademia/

http://www.viajenaviagem.com/2011/10/passo-a-passo-como-comprar-passagens-de-trem-online-na-trenitalia/

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Leia o post mais completo e atualizado deste assunto:

Como montar seu roteiro de viagem à Europa

marcelo caetano

sabe me informar se há guarda volume na estação de trem de Dresden?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcelo! Tem, sim.

Iara reis
Iara reisPermalinkResponder

Sempre. interessantes as reportagens .
Boas dicas! Continuem.

Marilândia Gonçalves

Adorei as dicas.

Graça Assis Thaumaturgo

Amei as sugestões em dicas dos pit-stop, os alertas de onde deixar as malas sem ter que carregar pra todo tipo de deslocamento, etc

Jerônimo
JerônimoPermalinkResponder

Eu gosto de visitar 1 ou 2 países quando vou à Europa. Gosto de sossego e aproveitar bem o lugar.

Jussara
JussaraPermalinkResponder

Adoro as dicas e sugestões do brilhante e generoso Ricardo Freire.

Fátima Gameiro

Amei as dicas para viajar e aproveitar cada momento....os arredores das cidades e suas aldeias são lugares lindos para ser visitados...fujam das excursões sim...boa viagem...arrumando malas e finanças oara minha terceira viagem a Europa! Valeu

Tania Zampa Mancini

Bom dia Ricardo. Ouvi o seu comentario hoje, 15/03/2017 na BandFM sobre leasing de carro na Europa. Gostaria de maiores informações. Estou planejando uma viagem em jun/17 saindo de Lisboa, passando por Santiago de Compostela, Lourdes, Vale do Loire e Paris em 20 dias. Porém a locação de carro em Lisboa devolvendo em Paris fica bastante onerosa. Como funciona o leasing? Um abraço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tania! Quem responde é A Bóia. Os caminhos estão aqui:

http://www.viajenaviagem.com/2013/08/leasing-de-carro-na-europa-voce-fez-recentemente-diga-la

Eva Vider
Eva ViderPermalinkResponder

Gostei da proposta da page
Sucesso

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar