40 praias sem aglomeração (para curtir com distanciamento social)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Praias sem aglomeração: Praia do Sancho, Fernando de Noronha

Praia do Sancho, em Noronha: à espera da reabertura para todos

Praias sem aglomeração

Férias na praia é o sonho de muita gente para quando terminar sua quarentena. E quando a praia não é lotada, oferece uma experiência segura de desconfinamento. Felizmente o Brasil oferece muitas praias paradisíacas e semi-desertas, imunes a aglomerações. Em outros destinos de praia, a muvuca é opcional. Se você procura praias sem aglomeração, nesta página vai encontrar uma seleção de praias onde o distanciamento social não vai ser um fardo, mas um prazer.

Dividimos a nossa seleção em 4 categorias (clique para ir direto à categoria):

Índice de praias por estado

Se preferir, consulte as praias estado a estado:

AL | Antunes e Camacho (Maragogi) | São Miguel dos Milagres
BA | Algodões, Saquaíra e Cassange (Península de Maraú) | Barra Grande e Taipu de Fora (Península de Maraú) | Boipeba | Caraíva | Corumbau | Cumuruxatiba | Imbassaí | Itacimirim | Quinta Praia (Morro de São Paulo) | Praia do Espelho | Praia do Forte | Santo André | Trancoso
CE | Flecheiras | Fortim | Icaraizinho | Praia do Preá (Jericoacoara)
PE | Fernando de Noronha | Maracaípe (Porto de Galinhas) | Praia dos Carneiros & Tamandaré
PI | Barra Grande do Piauí
RJ | Arraial do Cabo | Búzios | Paraty
RN | Galinhos | Pipa | São Miguel do Gostoso
SC | Bombinhas | Praia do Rosa
SP | Baleia, Toque-Toque Grande, Toque-Toque Pequeno (São Sebastião)| Camburi, Barra do Saí, Juqueí, Maresias (São Sebastião) | Ilhabela | Itamambuca e praias do norte (Ubatuba)]

Praias à prova de aglomeração

Praia dos Amores, praia do Espelho

Praia dos Amores, acessível a pé na maré baixa a partir da Praia do Espelho

Em alguns destinos de praia do Brasil, aglomerações são eventos raríssimos. Alguns desses lugares não têm sequer um centrinho. Em todos esses destinos, o footing mesmo só acontece na areia.

Clique para ir direto ao destino:

Algodões, Saquaíra e Cassange (Península de Maraú, BA)

Praia de Algodões, Península de Maraú

Praia de Algodões

  • O lugar: a Península de Maraú é a maior reserva de praias desertas da Bahia. A costa voltada para o oceano tem 40 km de praias com pouquíssimo movimento -- e supervazias ao sul de Taipu de Fora. Algodões e Saquaíra têm piscinas naturais rente à areia. Cassange oferece uma lagoa de água doce a uma distância caminhável da praia.
  • De avião: voe a Ilhéus e siga com trânsfer (2h30).
  • De carro: 240 km de Salvador (via Itaparica), 860 km de Vitória, 1.250 km de Belo Horizonte, 1.350 km de Brasília, 1.400 km do Rio de Janeiro, 1.800 km de São Paulo.
  • Onde ficar: em Algodões, Na Villa dos Algodões (bom custo x benefício, bar de praia próprio), Casa dos Arandis (rústico-chic). Em Saquaíra, Bahia Boa (no povoado), Butterfly House (charmosa e isolada). No Cassange, Pousada Lagoa do Cassange (eco-consciente, fundos para a lagoa), Terraços Marinhos (escolha um dos superbangalôs).
  • A Bóia recomenda: vá numa época de lua cheia ou lua nova para aproveitar as piscinas naturais na maré baixa.
  • Pegadinha: durante o mês de setembro a Península de Maraú exige teste PCR negativo de Covid realizado há no máximo 72 horas.
  • Veja os números da pandemia na Península de Maraú
  • Saiba o que está aberto na Península de Maraú
  • Confira nosso Guia da Península de Maraú

--> Alugue carro com nosso parceiro Rentcars - em até 12x sem juros

Voltar | Praias à prova de aglomeração | Topo

Corumbau (BA)

Praias sem aglomeração: Corumbau

Fazenda São Francisco, Corumbau

  • O lugar: 60 km de estrada de terra protegem uma das praias mais bonitas da Bahia. Corumbau tem 3 km de areias desertas e águas azuis.
  • De avião: enquanto não são retomados os voos a Teixeira de Freitas, voe a Porto Seguro e siga de trânsfer ou carro alugado (4h30).
  • De carro: 500 km de Vitória, 670 km de Salvador, 840 km de Belo Horizonte, 1.015 km do Rio de Janeiro, 1.435 km de São Paulo e 1.520 km de Brasília.
  • Onde ficar: Vila Naiá (luxo rústico), Fazenda São Francisco (luxo e espaço), Jocotoka Village (para ir com criança).
  • A Bóia recomenda: vá numa semana de lua cheia ou lua nova para ver o banco de areia que se forma na ponta norte da praia, avançando sobre o mar. Cacife um passeio privativo aos recifes Itacolomis.
  • Pegadinha: aos domingos há turismo regional, mas a aglomeração só acontece junto ao povoado.
  • Veja os números da pandemia em Corumbau (Prado)
  • Saiba o que está aberto em Corumbau
  • Confira nosso Guia de Corumbau

Voltar | Praias à prova de aglomeração | Topo

Fortim (CE)

Praias sem aglomeração: Foz do rio Jaguaribe, Fortim

Foz do rio Jaguaribe, em frente ao Jaguaribe Lodge & Kite

  • O lugar: As praias de Fortim, como o Pontal de Maceió e a foz do rio Jaguaribe, estão fora do circuito dos passeios oferecidos em Fortaleza. Fortim entrou para o mapa como um dos melhores points de kitesurf no litoral leste do Ceará.
  • De avião: voe a Fortaleza e siga com trânsfer ou carro alugado (2h).
  • De carro: 140 km de Fortaleza, 35 km de Canoa Quebrada, 410 km de Natal, 660 km de Recife, 2.250 km de Brasília.
  • Onde ficar: Vila Selvagem (luxo praiano, no povoado), Jaguaribe Lodge (todo trabalhado na sustentabilidade, bangalôs sobre palafitas, fora da vila, no melhor lugar para kite), Villa VeraTheresa (charme na praia do povo, não aceita crianças). Fortim é uma ótima praia para alugar casa de temporada.
  • A Bóia recomenda: aproveite um dia entre 2ª e 5ª para dar uma espiadinha em Canoa Quebrada.
  • Pegadinha: se você não faz kite, é um lugar para caminhar na praia e aproveitar a piscina do hotel.
  • Veja os números da pandemia em Fortim
  • Saiba o que está aberto em Fortim

Voltar | Praias à prova de aglomeração | Topo

Galinhos (RN)

Jangada em Galinhos

Galinhos

  • O lugar: Uma península de areia com um braço de mar de águas verdes, um mangue viçoso, dunas de areia e de sal (tem uma salina atrás do mangue). Galinhos recebe alguma visitação bate-volta de Natal e São Miguel do Gostoso, mas não chega a lotar nem em feriadões.
  • De avião: voe a Natal e siga com trânsfer ou carro alugado (2h30).
  • De carro: 150 km do aeroporto de Natal, 420 km de Fortaleza, 445 km de Recife, 2.400 km de Brasília.
  • Onde ficar: Amagali (bangalôs branquinhos e a melhor piscina da vila), Made in Aqui (básica, mas com o melhor banho de chuveiro do povoado), Chalé Oásis (chalezinhos fofinhos pé na areia do braço de mar).
  • A Bóia recomenda: faça o passeio de barco com o Júnior Tubarão (com direito a ceviche, ostras e fogueira na duna ao pôr do sol).
  • Pegadinha: a água de Galinhos é salobra (é o que evita o boom imobiliário!). Na maioria das pousadas há um galão de água mineral ao lado do chuveiro para finalizar o banho.
  • Veja os números da pandemia em Galinhos
  • Saiba o que está aberto em Galinhos
  • Confira nosso Guia de Galinhos

Voltar | Praias à prova de aglomeração | Topo

Praia do Espelho (BA)

Praias sem aglomeração: Praia do Espelho

Praia do Espelho vista do Outeiro das Brisas

  • O lugar: A praia mais bonita da região de Porto Seguro. Mesmo sendo destino de passeios bate-volta que trazem visitantes para passar o dia, a Praia do Espelho tem espaço suficiente para cada um ficar na sua. Pegue sol em frente à sua pousada e aproveite para fazer caminhadas no início da manhã e no fim de tarde, que são gloriosamente despovoados.
  • De avião: voe a Porto Seguro e siga de trânsfer ou carro alugado (2h).
  • De carro: 90 km de Porto Seguro, 565 km de Vitória, 590 km de Salvador, 910 km de Belo Horizonte, 1.070 km do Rio de Janeiro, 1.500 km de São Paulo e 1.520 km de Brasília.
  • Onde ficar: pé na areia: Calá & Divino (no ponto mais isolado da praia, aonde poucos visitantes chegam), Enseada do Espelho (confortável, bom custo x benefício), Pousada Bendito Seja (ambientes 'casa cor'), Pousada Recanto do Espelho (econômica)
  • A Bóia recomenda: reserve uma mesa para almoçar no Restaurante da Silvinha, um tesouro local.
  • Pegadinha: os últimos 20 km de estrada são de terra.
  • Veja os números da pandemia na região de Porto Seguro
  • Saiba o que está aberto na região de Porto Seguro
  • Confira nosso Guia de Corumbau

Voltar | Praias à prova de aglomeração | Topo

Praia do Preá (Jericoacoara, CE)

Praias sem aglomeração: Rancho do Peixe, Praia do Preá

Rancho do Peixe, Praia do Preá

  • O lugar: Vizinha a Jericoacoara (mas já no território do município de Cruz), a Praia do Preá é a escolha dos kitesurfistas que preferem não gastar suas energias na noite de Jeri. Há um pequeno centro, mas as pousadas -- a maioria, de padrão superior à média de Jeri -- estão espalhadas pela praia, fora do povoado.
  • De avião: voe a Fortaleza e siga com trânsfer ou carro alugado (4h30). O caminho é todo asfaltado.
  • De carro: 285 km de Fortaleza, 12 km de Jericoacoara (pela areia), 440 km de Teresina, 810 km de Natal, 1.150 km de Recife, 2.100 km de Brasília.
  • Onde ficar: Rancho do Peixe (bangalôs rústicos, o hotel de praia mais original do Brasil), Casana (superluxo, villas auto-suficientes), Preabeach Villas (casas branquinhas charmosinhas), Vila Bela Vista Preá (com o deck da piscina rente à praia).
  • A Bóia recomenda: passe um dia no sossego do restaurante da Pousada do Paulo, na lagoa de Jijoca.
  • Pegadinha: entre o fim do asfalto, no centrinho do povoado do Preá, e a sua pousada à beira-mar, o caminho vai ser de areia. Se você não alugar um 4x4, é melhor ir de trânsfer.
  • Veja os números da pandemia em Jericoacoara
  • Saiba o que está aberto em Jericoacoara
  • Confira nosso Guia de Jericoacoara

--> Alugue carro com nosso parceiro Rentcars - em até 12x sem juros

Voltar | Praias à prova de aglomeração | Topo

Quinta Praia (Morro de São Paulo, BA)

Quinta Praia, Morro de São Paulo

Quinta Praia, Morro de São Paulo

  • O lugar: Das praias da ilha de Tinharé onde existem pousadas, a Quinta Praia (também conhecida como Praia do Encanto) é a mais isolada. Está protegida por um mangue no canto esquerdo (norte), que impede a passagem pela areia desde a Quarta Praia. Por isso, não há visitantes que vêm passar o dia. Na prática, é uma praia privativa de quem se hospeda numa das pousadas do pedaço.
  • De avião: voe a Salvador e siga de teco-teco (25 min. de vôo panorâmico) ou de trânsfer (4h desde o aeroporto pelo caminho mais rápido, via catamarã).
  • De carro: use os estacionamentos do Atracadouro Bom Jardim (22 km ao norte de Valença). 116 km de Salvador, 460 km de Aracaju, 950 km de Vitória e de Recife, 1.220 km de Belo Horizonte, 1.330 km de Brasília, 1.470 km do Rio de Janeiro, 1.870 km de São Paulo.
  • Onde ficar: Vila dos Orixás (praiano-chic, chalés individuais, linda piscina), Anima (chalés individuais, piscina com vista para o mar).
  • Pegadinha: para entrar na ilha é preciso ter reserva de hospedagem confirmada.
  • Veja os números da pandemia em Morro de São Paulo (Cairu)
  • Saiba o que está aberto em Morro de São Paulo
  • Confira nosso Guia de Morro de São Paulo

Voltar | Praias à prova de aglomeração | Topo

Santo André (Santa Cruz Cabrália, BA)

Praias sem aglomeração: Santo André, Bahia

Santo André

  • O lugar: Provavelmente a praia brasileira com mais estrutura (pousadas, restaurantes) onde é possível excercer o distanciamento social 365 dias por ano. Extensa, com mar calmo, sem nenhum estrupício estragando a paisagem. Alguma muvuca, só na zona das barracas, no canto direito da praia (mesmo assim, mínima).
  • De avião: voe a Porto Seguro e siga de trânsfer ou carro alugado (1h30, com travessia de balsa).
  • De carro: 30 km de Porto Seguro, 650 km de Vitória, 575 km de Salvador, 1.045 km de Belo Horizonte, 1.180 km do Rio de Janeiro, 1.600 km de São Paulo e 1.400 km de Brasília.
  • Onde ficar: pé na areia: Campo Bahia (luxuoso), Vila Araticum (com restaurante e bar de praia próprios), Victor Hugo (chalés individuais, gramado em frente ao mar), Vila Angatu (pequeno resort, ex-Costa Brasilis). Beira-rio: Pousada Corsário (deck, ótimo restaurante).
  • A Bóia recomenda: passe um dia no singularíssimo Restaurante Aqui Eu Maria Nilza, na praia do Guaiú.
  • Pegadinha: a água do mar nem sempre é azulzíssima -- mas a experiência de praia sempre é especial.
  • Veja os números da pandemia na região de Porto Seguro
  • Saiba o que está aberto na região de Porto Seguro
  • Confira nosso Guia de Santo André

Voltar | Praias à prova de aglomeração | Topo

Praias onde é possível evitar aglomerações

Praia da Pedra Grande, Trancoso

Praia da Pedra Grande, Trancoso

Existem destinos de praia onde as areias têm pontos de aglomeração, mas também oferecem vastos espaços sem muvuca para curtir o dia, mesmo nos feriados. Esses destinos normalmente têm uma rua de footing noturno. Ao sair à noite, você pode encontrar algum burburinho se o vilarejo estiver cheio. Mas sempre haverá alternativas tranquilas -- incluindo, em muitos casos, jantar na pousada.

Clique para ir direto ao destino:

Antunes e Camacho (Maragogi, AL)

Praias sem aglomeração: Antunes, Maragogi

Praia de Antunes, Maragogi

  • O lugar: Fora do centro, Maragogi tem pousadas e hotéis pé na areia em trechos de praia com baixa densidade demográfica. Antunes, ao norte do centro, é a praia mais bonita de Maragogi, com mar azul-bebê vívido. Camacho, ao sul do centro, é de uso praticamente privativo dos hóspedes das pousadas e do resort Salinas.
  • De avião: voe a Recife ou Maceió e siga com trânsfer ou carro alugado (2h30).
  • De carro: 130 km de Maceió e Recife, 250 km de João Pessoa, 400 km de Aracaju, 700 km de Salvador, 2.000 km de Brasília.
  • Onde ficar: em Antunes Anttunina (novíssima, luxuosa, dos mesmos donos da caprichada Camurim Grande), Rangai (bem-montada, decoração vagamente asiática). Na praia do Camacho, Praiagogi (pequena, com a melhor cozinha da região), Camurim Grande (superpousada com piscina de resort).
  • A Bóia recomenda: cacife uma lancha no modo privativo para fazer o passeio de orla, que leva a bancos de areia com água transparente (você não vai ver peixinhos, mas vai ficar longe da muvuca das piscinas naturais).
  • Pegadinha: evite o trecho das barracas em Antunes e a frente do resort Salinas no Camacho.
  • Veja os números da pandemia em Maragogi
  • Saiba o que está aberto em Maragogi
  • Confira nosso Guia do Litoral Norte de Alagoas

Voltar | Praias onde dá para evitar a aglomeração | Topo

Barra Grande e Taipu de Fora (Península de Maraú, BA)

Taipu de Fora, Península de Maraú

Taipu de Fora, Península de Maraú

  • O lugar: As praias mais frequentadas da Península de Maraú são as da ponta norte, com acesso por lancha. Mas mesmo nelas você vai conseguir fazer caminhadas pela areia e pegar praia sem esbarrar em ninguém. Barra Grande é o maior povoado praiano da península. A praia da vila, voltada para o norte, tem águas sempre calmas, e só tem alguma eventual muvuca na extremidade leste, a Ponta do Mutá. Taipu de Fora, a 4 km de Barra Grande, é a praia mais famosa, graças às piscinas naturais que se formam na maré baixa rente à areia. Taipu não chega a ter um centrinho. A faixa em frente à piscina natural atrai muitos visitantes durante o dia, mas nunca chega a ficar realmente apinhada (e fora dessa área, a densidade demográfica da areia será ínfima).
  • De avião: voe a Ilhéus e siga com trânsfer a Camamu (2h), onde você embarca na lancha para Barra Grande.
  • De carro: 180 km de Salvador (via Itaparica), 875 km de Vitória, 1.250 km de Belo Horizonte, 1.300 km de Brasília, 1.400 km do Rio de Janeiro, 1.800 km de São Paulo.
  • Onde ficar: em Barra Grande, Pousada Denada (chalés individuais, pé na areia junto ao centrinho), Ponta do Mutá (pé na areia num ponto tranquilo da praia, bom custo x benefício), Camauí Hotel & Villas (chalés espaçosos de frente para o mar junto à Ponta do Mutá), Kaluana (bangalôs individuais num ponto isolado da praia, voltada para o leste, em frente a piscinas naturais). Em Taipu de Fora, Pousada Taipu de Fora (vizinha da piscina natural), Encanto da Lua (trecho sossegado da praia, bons quartos, ótima piscina), Bambu Dourado (decoração charmosa, a meia quadra da praia), Dreamland Bungalows (com bar de praia próprio).
  • A Bóia recomenda: vá numa época de lua cheia ou lua nova para aproveitar as piscinas naturais de Taipu de Fora na maré baixa.
  • Pegadinha: durante o mês de setembro a Península de Maraú exige teste PCR negativo de Covid realizado há no máximo 72 horas.
  • Veja os números da pandemia na Península de Maraú
  • Saiba o que está aberto na Península de Maraú
  • Confira nosso Guia da Península de Maraú

Voltar | Praias onde dá para evitar a aglomeração | Topo

Boipeba (BA)

Praia da Cueira, Boipeba

Praia da Cueira, Boipeba

  • O lugar: Boipeba é uma ilha de acesso complicado, o que ajuda a manter sua lotação sempre baixa. Não há tráfego de veículos -- a exceção são as jardineiras e quadriciclos que fazem o transporte por dentro da ilha. Se você gosta de caminhar por praias desertas, vai amar. Evite apenas a zona das barracas da Boca da Barra e a barraca do Guido na Cueira, que atraem os visitantes dos passeios bate-volta.
  • De avião: voe a Salvador e siga de trânsfer (5h30 desde o aeroporto via Itaparica e Valença), ou voe a Ilhéus e siga de trânsfer (4h30 via Torrinha).
  • De carro: 120 km de Salvador (a Valença, via Itaparica), 460 km de Aracaju (a Valença), 920 km de Vitória (a Torrinha), 945 km de Recife (a Valença), 1.280 km de Belo Horizonte (a Torrinha), 1.350 km de Brasília (a Torrinha), 1.450 km do Rio de Janeiro (a Torrinha), 1.850 km de São Paulo (a Torrinha).
  • Onde ficar: Vila Sereia (pé na areia, capricho extremo) e Santa Clara (jardins cuidados, melhor restaurante da ilha), Dendê Loft (bangalôs individuais em frente a um trecho sossegado de praia), A Mangueira (refúgio charmoso no povoado de Moreré), Coco Bambu (elegante novidade pé na areia em Moreré).
  • A Bóia recomenda: invista num passeio de lancha privativo de volta à ilha.
  • Pegadinha: para entrar na ilha é preciso ter reserva de hospedagem confirmada.
  • Veja os números da pandemia em Boipeba (Cairu)
  • Saiba o que está aberto em Boipeba
  • Confira nosso Guia de Boipeba

Voltar | Praias onde dá para evitar a aglomeração | Topo

Caraíva (BA)

Praias sem aglomeração: Caraíva

Caraíva

  • O lugar: Com ruas de areia, sem trânsito de carros e sem postes de luz (a energia vem por cabos subterrâneos), Caraíva preserva o autêntico espírito alternativo do Sul da Bahia. Em janeiro e em feriados mais prolongados, pode haver aglomeração na Praia da Barra de dia e na beira-rio à noite. Mas a praia é extensa e à noite você pode evitar os focos de muvuca.
  • De avião: voe a Porto Seguro e siga de trânsfer ou carro alugado (2h30). O carro ficará parado no estacionamento durante a sua permanência em Caraíva.
  • De carro: 105 km de Porto Seguro (32 km em estrada de terra), 510 km de Vitória, 620 km de Salvador, 860 km de Belo Horizonte, 1.035 km do Rio de Janeiro, 1.450 km de São Paulo, 1.570 km de Brasília.
  • Onde ficar: Pousada Lagoa (chalés individuais, terreno amplo, no coração da vila), Casa Pitanga (chalés individuais, nota 10 no Booking), Pousada San Antonio Praia (chalés individuais, ponto sossegado da praia), Vila do Mar (beira-mar, para ir com crianças).
  • A Bóia recomenda: atravesse de canoa para caminhar até a Praia do Satu, onde vai encontrar piscinas naturais (na maré baixa, em época de lua cheia ou nova) e duas lagoinhas (permanentes).
  • Pegadinha: o mar de Caraíva é normalmente turvo, por causa da água do rio (mas em épocas de estio prolongado fica super-azul).
  • Veja os números da pandemia na região de Porto Seguro
  • Saiba o que está aberto na região de Porto Seguro
  • Confira nosso Guia de Caraíva

--> Alugue carro com nosso parceiro Rentcars - em até 12x sem juros

Voltar | Praias onde dá para evitar a aglomeração | Topo

Cumuruxatiba (BA)

Cumuruxatiba

Praia da vila, Cumuruxatiba

  • O lugar: Um vilarejo de praia que nunca lota, com uma fartíssima oferta de hospedagem pé na areia. Se a zona das barracas da vila estiver cheia, basta caminhar para a esquerda e se refugiar sob as amendoeiras.
  • De avião: enquanto não são retomados os voos a Teixeira de Freitas, voe a Porto Seguro e siga de trânsfer ou carro alugado (4h).
  • De carro: Cumuruxatiba está a 475 km de Vitória, 680 km de Salvador, 820 km de Belo Horizonte, 1.000 km do Rio de Janeiro, 1.415 km de São Paulo e 1.530 km de Brasília.
  • Onde ficar: Areia Preta (no centrinho, gramado à beira da praia), Villa Cumuru (no centrinho, jardim bem-cuidado), Pousada Rio do Peixe (fora do centro, ótimo serviço), Pousada Maré (fora do centro, a mais nova de Cumuru).
  • A Bóia recomenda: invista num passeio privativo de barco ao Corumbau.
  • Pegadinha: os últimos 30 km do caminho são de terra.
  • Veja os números da pandemia em Cumuruxatiba (Prado)
  • Saiba o que está aberto em Cumuruxatiba
  • Confira nosso Guia de Cumuruxatiba

Voltar | Praias onde dá para evitar a aglomeração | Topo

Fernando de Noronha (PE)

Praia do Sancho, Fernando de Noronha

Praia do Sancho, Fernando de Noronha

Voltar | Praias onde dá para evitar a aglomeração | Topo

Flecheiras e Guajiru (CE)

Piscincas naturais de Flecheiras

Piscinas naturais de Flecheiras

  • O lugar: Próximas ao tradicional vilarejo praiano de Mundaú, Flecheiras e Guajiru tiveram um desenvolvimento relativamente recente, ligado à onda do kitesurf. A praia, extensa, oferece pousadas auto-suficientes para quem prefere evitar os centrinhos dos povoados. A areia não lota nunca (mas nos feriados o centrinho de Flecheiras fica bastante movimentado à noite).
  • De avião: voe a Fortaleza e siga com trânsfer ou carro alugado (2h30).
  • De carro: 140 km de Fortaleza, 190 km de Jericoacoara, 660 km de Natal, 890 km de Recife, 2.200 km de Brasília.
  • Onde ficar: Zorah Beach Hotel (luxo exótico, em Flecheiras), Vila Vagalume (ótima piscina, em Guajiru), Rede Beach (estrutura para kitesurf, em Guajiru), Coral Beach (villas, em Guajiru) ou o resort all-inclusive Vila Albergaria (bom custo x benefício, em Guajiru).
  • A Bóia recomenda: vá numa época de lua cheia ou lua nova, para aproveitar as piscinas naturais que se formam à beira da praia perto dos povoados de Flecheiras e de Guajiru.
  • Pegadinha: no fim de semana o centrinho de Flecheiras pode registrar alguma aglomeração (mas em frente à sua pousada isolada vai estar sossegado).
  • Veja os números da pandemia em Flecheiras
  • Saiba o que está aberto em Flecheiras

Voltar | Praias onde dá para evitar a aglomeração | Topo

Icaraizinho de Amontada (CE)

Praias sem aglomeração: Icaraizinho de Amontada

Icaraizinho de Amontada

  • O lugar: Mais perto e com acesso mais fácil que Jericoacoara, Icaraí de Amontada (mais conhecida como Icaraizinho) parece ter mais movimento no mar -- que fica dominado por velas de kitesurf na temporada dos ventos -- do que na areia. Cataventos de energia eólica fincados nas dunas fazem parte da paisagem.
  • De avião: voe a Fortaleza e siga com trânsfer ou carro alugado (3h).
  • De carro: 200 km do aeroporto de Fortaleza, 150 km de Jericoacoara, 730 km de Natal, 1.000 km de Recife, 2.200 km de Brasília.
  • Onde ficar: Casa Zulu (charme alternativo junto ao centro do povoado), DePraia Brasil (confortável, no ponto mais central da praia), Vila Pitaya (ambiente caseiro a uma quadra do mar), Villa Mango (chalés confortáveis junto à duna dos cataventos), DePraia Moitas (casas equipadas numa praia deserta).
  • A Bóia recomenda: o restaurante Uru Cozinha D.O.C., do chef-sensação de Fortaleza, Leonardo Gonçalves (d'O Mar Menino), abre de 6ª a domingo e é imperdível.
  • Pegadinha: Icaraizinho não é mais um segredo. Os feriados podem encher a cidade (mas a praia continuará com muito espaço livre para praticar o distanciamento social).
  • Veja os números da pandemia em Icaraizinho de Amontada
  • Saiba o que está aberto em Icaraizinho de Amontada

Voltar | Praias onde dá para evitar a aglomeração | Topo

Itacimirim (BA)

Praias sem aglomeração: Itacimirim

  • O lugar: Pertinho de Salvador e bem menos famosa que suas vizinhas Praia do Forte e Guarajuba, Itacimirim segue protegida das multidões por ter poucos acessos à praia. Toda a orla é ocupada por casas de veraneio e 'villages' (condomínios praianos). As praias são em sua maioria de mar calminho -- mas tem um trecho conhecido como Praia das Ondas, vá sabendo. Nos fins de semana e feriados, evite a área das barracas. Permaneça em frente à sua pousada, e curta a praia sem muvuca.
  • De avião: voe a Salvador e siga com trânsfer ou carro alugado (1h).
  • De carro: 50 km do aeroporto de Salvador (80 km do centro), 5 km de Praia do Forte, 250 km de Aracaju, 1.450 km de Brasília e de Belo Horizonte, 1.700 km do Rio de Janeiro.
  • Onde ficar: Pousada Jambo (pé na areia junto ao melhor trecho da praia), Pousada da Espera (ótima piscina, perto de piscinas naturais), Villa Maeva (decoração tropical a uma quadra do mar), B. Blue Beach Houses (casas equipadas perto da Praia da Barra, na foz do rio Pojuca).
  • A Bóia recomenda: entre 2ª e 5ª aproveite para dar uma escapada a Praia do Forte.
  • Pegadinha: Nos fins de semana, fique longe da área das barracas, porque vai encher.
  • Veja os números da pandemia na região de Praia do Forte
  • Confira nosso Guia de Itacimirim

Voltar | Praias onde dá para evitar a aglomeração | Topo

Itamambuca e praias do norte de Ubatuba (SP)

Praias sem aglomeração: Puruba, Ubatuba

Praia do Puruba, litoral norte de Ubatuba

  • O lugar: Ubatuba tem 70 km de costa. A orla ao norte do centro, mais distante da descida principal pela rodovia dos Tamoios, ficou a salvo da exploração imobiliária que ocorreu ao sul. Mesmo sendo uma das praias mais procuradas da orla norte, Itamambuca é tão extensa que sempre vai oferecer espaços livres na areia.
  • De avião: voe a São Paulo (Guarulhos, não Congonhas!) e siga com trânsfer ou carro alugado (3h30).
  • De carro: 240 km de São Paulo, 300 km de Campinas, 148 km de São José dos Campos, 110 km de Taubaté, 60 km de Paraty, 310 km do Rio de Janeiro.
  • Onde ficar: Guest House da Lui (capricho a uma quadra e meia da praia), Pousada Todas as Luas (a mais estruturada de Itamambuca), Pousada Bawa (no condomínio da praia do Félix, a 50 metros da areia), Recanto Tangará (apartamentos com cozinhas compactas, no condomínio da praia do Prumirim). Veja também casas de temporada em Ubatuba.
  • A Bóia recomenda: entre 2ª e 5ª aproveite para visitar o vilarejo de Picinguaba ou mesmo Paraty, a 40 km.
  • Pegadinha: em feriadões, se a praia ficar muvucada demais para o seu gosto, pegue o carro e escape para passar o dia numa das praias dentro do Parque da Serra do Mar, como Puruba e Praia da Fazenda.
  • Veja os números da pandemia em Ubatuba
  • Saiba o que está aberto em Ubatuba

Voltar | Praias onde dá para evitar a aglomeração | Topo

São Miguel dos Milagres, Porto de Pedras e Japaratinga (AL)

Praia da Laje, Porto de Pedras

Praia da Laje, Porto de Pedras

  • O lugar: Um desvio da rodovia litorânea alagoana para o interior ajudou a preservar 40 km de praias perfeitas, de mar calmíssimo, protegidas por recifes. No início dos anos 2000, uma leva de pousadas de charme criou as condições ideais de descanso no paraíso. Nos últimos anos, os passeios bate-volta de Maceió e Maragogi (e uma febre de novas construções) têm alterado o ritmo e interferido na paisagem da região. Ainda assim, o sossego continua garantido em frente a cada pousada (e também antes e depois que os visitantes do dia vêm e se vão).
  • De avião: voe Maceió e siga com trânsfer ou carro alugado (2h30).
  • De carro: 105 km do aeroporto de Maceió, 150 km de Recife (via balsa), 280 km de João Pessoa (via balsa), 365 km de Aracaju, 670 km de Salvador, 1.950 km de Belo Horizonte, 2.000 km de Brasília, 2.230 km do Rio de Janeiro, 2.600 km de São Paulo.
  • Onde ficar: na Praia do Toque, Pousada do Toque (primeira pousada de charme da região, chalés individuais -- alguns com piscina privativa --, staff carismático), Pousada da Amendoeira (eco-pousada, chalés individuais, comida saudável), Abaetetuba (apenas 3 chalés, terreno amplo). Na Praia da Laje, Aldeia Beijupirá (chalés individuais, praia mais bonita da região, cozinha Beijupirá), Villages (casinhas individuais, boa piscina, bom preço). Na Praia do Patacho, Pousada Patacho (melhor cenografia, chalés individuais, agora com piscina), Samba Pa Ti (chalés individuais -- dois deles, com piscina privativa --, amplo espaço, bom custo x benefício), Pedras do Patacho (chalés duplex individuais com piscina na laje), Vila do Patacho (chalés individuais, vibe alternativa, bons preços). Em Barra do Camaragibe, Villas Paru (confortável, grande piscina em frente à praia).
  • A Bóia recomenda: para visitar outras praias da região, a melhor estratégia é marcar um almoço em outra pousada (reserva é essencial).
  • Pegadinha: a maioria das pousada é pequena e um grupo de hóspedes que não se comporte pode dar dor de cabeça a quem respeita os protocolos.
  • Veja os números da pandemia em São Miguel dos Milagres
  • Saiba o que está aberto em São Miguel dos Milagres
  • Confira nosso Guia de São Miguel dos Milagres

Voltar | Praias onde dá para evitar a aglomeração | Topo

Trancoso (BA)

Praia do Rio Verde, Trancoso

Praia do Rio Verde, Trancoso

  • O lugar: Trancoso tem focos bem definidos de aglomeração. De dia, o trecho de barracas da praia central. À noite, os restaurantes mais badalados, na alta temporada ou em fins de semana com casamento na vila. Mas é perfeitamente possível escapar das muvucas: a orla é interminável (tanto para o norte quanto para o sul) e, fora da altíssima temporada (do Réveillon a 15 de janeiro), para cada restaurante com fila de espera haverá três ou quatro supervazios. Até o footing no Quadrado pode ser feito com o devido distanciamento social.
  • De avião: voe a Porto Seguro e siga de trânsfer ou carro alugado (1h30).
  • De carro: 80 km de Porto Seguro, 565 km de Vitória, 590 km de Salvador, 910 km de Belo Horizonte, 1.070 km do Rio de Janeiro, 1.500 km de São Paulo, 1.500 km de Brasília.
  • Onde ficar: Capim Santo (DNA de Trancoso, chalés individuais, junto ao Quadrado), Uxuá Casa Hotel (hotel mais charmoso do país, bangalôs individuais, no Quadrado), Segredos de Trancoso (chalés individuais, no Quadrado, com vista para a praia), Estrela d'Água (luxo pé na areia, trecho sossegado da praia, prefira os chalés individuais), Quarto Crescente (conforto, mimos aos hóspedes e bom custo x benefício), Seis e Meia (estilosa com bom custo x benefício).
  • A Bóia recomenda: num dia que não dê praia, reserve o almoço no restaurante Floresta, na Fazenda Rio da Barra.
  • Pegadinha: Trancoso costuma lotar nos fins de semana de casamento. A cidade sempre vai estar mais tranquila de 2ª a 5ª.
  • Veja os números da pandemia na região de Porto Seguro
  • Saiba o que está aberto na região de Porto Seguro
  • Confira nosso Guia de Trancoso

Voltar | Praias onde dá para evitar a aglomeração | Topo

Praias sem aglomeração fora de feriados

Praia da Lagoinha, Bombinhas

Praia da Lagoinha, Bombinhas

As praias desta seção, ainda que estejam próximas a cidades grandes, são encaráveis até mesmo nos fins de semana. Qualquer coisa, é só procurar um trecho mais vazio na praia ou evitar o restaurante com fila. Nos feriadões, porém, evite.

Clique para ir direto ao destino:

Baleia, Toque-Toque Grande, Toque-Toque Pequeno e Guaecá (São Sebastião, SP)

Praias sem aglomeração: Guaecá

Guaecá

  • O lugar: São Sebastião tem inúmeras praias predominantemente residenciais, sem muitas pousadas nem estrutura que atraiam multidões de visitantes. A praia da Baleia é a mais sossegada do eixo da região entre Juqueí e Camburi, enquanto Toque-Toque Grande, Toque-Toque Pequeno e Guaecá são ótimas alternativas à eventual muvuca de Maresias.
  • De avião: voe a São Paulo (Guarulhos, não Congonhas!) e siga com trânsfer ou carro alugado (2h30).
  • De carro: 160 km de São Paulo, 150 km de São José dos Campos, 240 km de Campinas, 430 km do Rio de Janeiro (pela Rio-Santos).
  • Onde ficar: na Baleia, a elegante Azul Maria (a 50 metros da praia). Em Toque-Toque Pequeno, a Pousada Aparas está de frente para a praia. No alto do morro com vista para Toque-Toque Grande, a Ilha de Toque-Toque. Veja também casas para alugar em São Sebastião.
  • A Bóia recomenda: entre 2ª e 5ª, aproveite para visitar as praias vizinhas.
  • Pegadinha: nos feriados mais concorridos, talvez você precise praticar o distanciamento social defensivo na areia.
  • Veja os números da pandemia em São Sebastião
  • Saiba o que está aberto em São Sebastião

Voltar | Praias sem aglomeração fora de feriado | Topo

Barra Grande do Piauí (PI)

Barra Grande do Piauí

Barra Grande do Piauí

  • O lugar: Reduto de kitesurfistas, Barra Grande do Piauí tem uma ocupação muito charmosa. Pousadas confortáveis, bons restaurantes e respeito à proibição de tráfego de veículos na areia fazem de Barra Grande uma alternativa sossegada a Jericoacoara.
  • De avião: enquanto os voos a Parnaíba e Jericoacoara não são retomados, o jeito é voar a Teresina e seguir com trânsfer ou carro alugado (6h), ou voar a Fortaleza e seguir com trânsfer ou carro alugado (7h).
  • De carro: 400 km de Teresina, 450 km de Fortaleza, 500 km de São Luís, 180 km de Jericoacoara.
  • Onde ficar: Pousada Chic (elegante, isolada e pertinho da praia), BGK (no melhor ponto para apreciar o kitesurf), La Cozinha (bangalôs gostosos, com bom restaurante na pousada), a superpousada La Plage (com ares de Grécia).
  • A Bóia recomenda: reserve um jantar no Mô Cozinha Afetiva, o restaurante mais inventivo da vila.
  • Pegadinha: no fim de semana, evite a área das barracas do centrinho da vila.
  • Veja os números da pandemia em Barra Grande
  • Saiba o que está aberto em Barra Grande do Piauí
  • Confira nosso Guia de Barra Grande do Piauí

Voltar | Praias sem aglomeração fora de feriado | Topo

Bombinhas (SC)

Praias sem aglomeração: Praia da Tainha, Bombinhas

Praia da Tainha, Bombinhas

  • O lugar: Uma península com lindas praias voltadas para os quatro pontos cardeais, Bombinhas tem praias apropriadas para o distanciamento social em diferentes situações. De 2a. a 5a., fora de férias e feriados, todas as praias estarão vazias, incluindo a mais procurada, Bombinhas. Nos fins de semana, a longa praia do Mariscal, além de praias menos frequentadas como Canto Grande, Conceição e Zimbros, permitirão distanciamento social sem stress. Atenção: as praias ainda não estão liberadas para banho de sol em Santa Catarina.
  • De avião: voe a Navegantes e siga com trânsfer ou carro alugado (1h20), ou voe a Florianópolis e siga com trânsfer ou carro alugado (1h30).
  • De carro: 70 km de Navegantes, 80 km de Florianópolis, 110 km de Blumenau, 140 km de Joinville, 260 km de Curitiba, 520 km de Porto Alegre, 650 km de São Paulo, 700 km de Campinas, 1.080 km do Rio de Janeiro.
  • Onde ficar: em Bombinhas, Vila do Farol (pousada com estrutura de resort, pé na areia, vá de 2ª a 5ª), Pousada Palmeiras (perto das prainhas escondidas vizinhas à praia de Bombinhas), Boulevard Bombinhas (debruçada sobre a prainha escondida da Lagoinha). Em Quatro Ilhas, Dubai Bungalows (com acesso a pé tanto a Quatro Ilhas quanto a Bombinhas), Pedra da Gaivota (ambiente de casa de praia, unidades com cozinha equipada), Retiro da Ilha (quartos confortáveis, junto à praia). Em Mariscal, Atalaia do Mariscal (no canto semi-privativo da praia), Hotel Atlântico (boa estrutura, no centro da praia). Em Zimbros, Canto da Trilhas (chalezinhos individuais com cozinha equipada). Veja também casas de temporada em Bombinhas.
  • A Bóia recomenda: entre 2ª e 5ª, descubra as prainhas escondidas da península, como Embrulho, Lagoinha, Sepultura e Tainha.
  • Pegadinha: caso viaje via Florianópolis, na volta saia 4 horas antes do seu vôo, porque o trânsito na ilha até o aeroporto pode estar engarrafado.
  • Veja os números da pandemia em Bombinhas e Porto Belo
  • Saiba o que está aberto em Bombinhas e Porto Belo

Ilhabela (SP)

Praia da Feiticeira, Ilhabela

Praia da Feiticeira, Ilhabela

  • O lugar: Ilhabela é o destino de praia mais charmoso do Litoral Norte de São Paulo. Tem uma coleção de lindas prainhas de mar calmo voltadas para o continente, e esplêndidas praias de mar aberto, com ondas. Boa parte do território é parque estadual. Só lota em feriadões e em janeiro.
  • De avião: voe a São Paulo (Guarulhos, não Congonhas!) e siga com trânsfer ou carro alugado (3h30, incluindo a travessia de balsa).
  • De carro: 180 km de São Paulo, 110 km de São José dos Campos, 260 km de Campinas, 390 km do Rio de Janeiro (pela Rio-Santos).
  • Onde ficar: no Norte da ilha, menos muvucado: Ilhabela Pousada (piscina com vista, amplas áreas externas, perto da praia da Siriúba), e Porto Pacuíba (dos mais tradicionais da ilha, vá a pé às praias do Viana e de Siriúba). Na vila, junto a restaurantes: Vila Kebaya (algumas suítes com hidro). Perto do porto das balsas: Vellin Ponta do Pequeah (bom custo x benefício, entre a balsa e a vila), Barra do Piúva (ao sul da balsa, dá para mergulhar do deck do hotel). No sul da ilha, com mais estrutura nas praias: Villa Galiileu (charmosa, perto da praia da Feiticeira), Forte Rocha (arejada, perto da praia da Feiticeira), DPNY (a mais badalada, pé na areia na praia do Curral -- recomendável apenas de 2ª a 5ª).
  • A Bóia recomenda: de 2ª a 6ª, aproveite os beach clubs: Prainha do Julião (sul), Balena Club (Siriúba, norte), Tangará (Jabaquara, norte), Comandante Adriano (praia do Curral, sul). No fim de semana, prefira os trechos menos frequentados das praias extensas (Jabaquara, no norte, Castelhanos, no leste) ou as praias sem bares (Praia do Pinto e Praia da Armação, no norte, Praia da Feiticeira, no sul).
  • Pegadinha: você provavelmente já sabe, mas não custa reforçar: Ilhabela é protegida da superlotação por ávidos mosquitos chamados borrachudos (tome vitamina B, leve repelente e citronela).
  • Veja os números da pandemia em Ilhabela
  • Saiba o que está aberto em Ilhabela

Voltar | Praias sem aglomeração fora de feriado | Topo

Maracaípe (Porto de Galinhas, PE)

Maracaípe

Maracaípe

  • O lugar: A 3 km de Porto de Galinhas, Maracaípe é praia de surfista. Recebe muitos visitantes que passam o dia no Pontal de Maracaípe, no canto direito da praia, na esquina da foz do rio Maracaípe. O resto da praia, porém, tem pouca gente na areia o ano inteiro (o movimento do Pontal é que fica mais pesado nos fins de semana e sobretudo feriados). Há boas pousadas pé na areia.
  • De avião: voe a Recife e siga com trânsfer ou carro alugado (1h15).
  • De carro: 55 km de Recife, 180 km de João Pessoa, 220 km de Maceió, 2.100 km de Brasília.
  • Onde ficar: Xalés de Maracaípe (chalés individuais, piscina, amplo gramado em frente à praia), Pousada Maracabana (meio boutique), Pousada Brisas (próxima ao Pontal do Maracaípe), Pousada Coqueiros (charme rústico, junto às barracas e restaurantes).
  • A Bóia recomenda: aproveite para caminhar até o Pontal de manhã cedo, antes dos visitantes chegarem.
  • Pegadinha: a praia tem ondas e repuxo; entre com cuidado (ou caminhe até o Pontal, mantendo distância dos visitantes).
  • Veja os números da pandemia em Ipojuca
  • Saiba o que está aberto na região de Porto de Galinhas
  • Confira nosso Guia de Porto de Galinhas

--> Alugue carro com nosso parceiro Rentcars - em até 12x sem juros

Voltar | Praias sem aglomeração fora de feriado | Topo

Praia do Rosa (SC)

Praia do Rosa

Praia do Rosa

  • O lugar: A Praia do Rosa combina a beleza do litoral catarinense com uma característica rara no estado: não há avenida beira-mar nem uma fileira de casas pé na areia. Junto ao mar, a sensação é de estar numa praia selvagem. Os únicos trechos em que o distanciamento social pode ser um problema é o canto sul, onde estão os maiores bares de praia, e a Lagoa do Meio, que fica perto do canto sul e é point das famílias com criança. As pousadas estão escondidas na mata ou longe da praia. Há uma micro-rua de footing noturno. Querendo evitar, é só pedir delivery.
  • De avião: voe a Florianópolis e siga com trânsfer ou carro alugado (1h45).
  • De carro: 90 km de Florianópolis, 215 km de Blumenau, 250 km de Joinville, 370 km de Curitiba, 400 km de Porto Alegre e de Caxias do Sul, 760 km de São Paulo, 830 km de Campinas, 1.200 km do Rio de Janeiro.
  • Onde ficar: Fazenda Verde do Rosa (terreno amplo que vai até a beira-mar, chalés individuais), Caminho do Rei (uma pousada de montanha na praia, melhor mirante da Praia do Rosa), Village Praia do Rosa (casinhas completas, com churrasqueira, junto à praia), Villa Agrifoglio (quartos arejados e chalés completos, perto do acesso ao canto norte da praia, mais sossegado), Solar Mirador (luxo, piscina com vista panorâmica).
  • A Bóia recomenda: entre julho e novembro a região é visitada por baleias franca. Atualmente a observação é feita em mirantes no continente, o turismo de observação de baleias embarcado está proibido.
  • Pegadinha: os lugares para estacionar junto aos acessos à praia são bastante limitados. Se da sua pousada não der para ir a pé, saia cedo para conseguir vaga.
  • Veja os números da pandemia na Praia do Rosa
  • Saiba o que está aberto na Praia do Rosa

Voltar | Praias sem aglomeração fora de feriado | Topo

Praias sem aglomeração de 2ª feira a 5ª feira

Praia do Forno

Praia do Forno, Arraial do Cabo

Perto de capitais, há destinos de praia onde o distanciamento social fica muito difícil nos fins de semana, feriados e férias. No início da semana, porém, as praias permitirão distanciamento social para quem queira -- e à noite você vai aproveitar os restaurantes sem aglomerações na rua.

Clique para ir direto ao destino:

Arraial do Cabo (RJ)

Arraial do Cabo

Prainhas do Pontal do Atalaia, Arraial do Cabo

  • O lugar: Com areia branco-talco e um degradê de azuis no mar, o Arraial do Cabo já consolidou sua (merecida) fama de ter as praias mais 'caribenhas' do Brasil continental. Nos fins de semana de sol, nos feriadões e nas férias de janeiro suas praias ficam apinhadas. Mas entre 2ª e 5ª, fora de férias e feriadões, você vai encontrar a Praia dos Anjos e as Prainhas do Pontal do Atalaia tão belas e despovoadas quanto aparecem nos cartões-postais.
  • De avião: voe ao Rio de Janeiro (tanto faz Galeão ou Santos Dumont) e siga de trânsfer ou carro alugado (3h).
  • De carro: 160 km do Rio de Janeiro, 450 km de Vitória, 570 km de Belo Horizonte, 585 km de São Paulo, 645 km de Campinas, 1.300 km de Brasília.
  • Onde ficar: Vila Turquesa (dentro do condomínio do Pontal do Atalaia), Hotel Praia dos Anjos (quartos e ambientes sociais mais charmosos que a média), Orlanova Boutique (quartos amplos, decoração clean), Canto da Canoa (apartamentos com cozinha compacta e vista vertiginosa para o mar), Pousada da Prainha (ambientes agradáveis, a duas quadras da beira-mar da Prainha), Ocean View (à beira-mar na Prainha).
  • A Bóia recomenda: é melhor usar táxi, Uber e barco-táxi. Estacionar na cidade é difícil e caro.
  • Pegadinha: Para passar pela barreira sanitária é preciso apresentar comprovante de reserva de pousada ou casa de temporada.
  • Veja os números da pandemia em Cabo Frio e Arraial do Cabo
  • Saiba o que está aberto em Cabo Frio e Arraial do Cabo
  • Confira nosso Guia de Arraial do Cabo

Voltar | Praias sem aglomeração de 2ª a 5ª | Topo

Búzios (RJ)

Praia em abril: Ferradurinha, Búzios

Praia da Ferradurinha, Búzios

  • O lugar: Búzios é a praia brasileira com charme mediterrâneo. Mesmo antes da pandemia, visitar a península durante a semana, fora de feriados, fazia toda a diferença: a Búzios dos dias úteis tem praias vazias, estacionamentos com vagas, restaurantes sem fila e Rua das Pedras sem muvuca. Nesses tempos de distanciamento social, Búzios durante a semana é um sonho: um lugar onde, a bordo da sua máscara, você vai poder desconfinar de maneira plena.
  • De avião: voe ao Rio de Janeiro (tanto faz Galeão ou Santos Dumont) e siga de trânsfer ou carro alugado (3h).
  • De carro: 180 km do Rio de Janeiro, 430 km de Vitória, 600 km de Belo Horizonte, 600 km de São Paulo, 655 km de Campinas, 1.340 km de Brasília.
  • Onde ficar: no Centro, Vila do Mar (charme buziano vintage). No Morro do Humaitá, debruçado na Orla Bardot, Casas Brancas (despojado-chic, a piscina com vista mais bonita), Vila d'Este (aconchegante, cara de lua de mel). Na Praia dos Ossos, Vila da Santa (o mais novo hotel-boutique), La Chimère (ótimo custo x benefício). Em João Fernandes, Ville La Plage (quartos grandes, clube de praia próprio). Na Ferradura, Vila Baobá (bons preços na praia mais 'família'). Em Geribá, Serena Búzios (bem montado, a duas quadras da praia), Repouso do Guerreiro (econômica, perto da praia). Veja também casas para alugar em Búzios.
  • A Bóia recomenda: use aquatáxi e Uber para seus deslocamentos. Sai bem mais barato que estacionar nas praias.
  • Pegadinha: As praias estão liberadas para banho de sol de 2ª a 6ª. Sábados e domingos só atividades físicas (mas é permitida a permanência nos quiosques fora da areia, em praias como Ferradura, Geribá, João Fernandes e Azeda).
  • Veja os números da pandemia em Búzios
  • Saiba o que está aberto em Búzios
  • Confira nosso Guia de Búzios

Voltar | Praias sem aglomeração de 2ª a 5ª | Topo

Camburi, Barra do Saí, Juqueí e Maresias (São Sebastião, SP)

Camburi

Camburi

  • O lugar: graças a leis que impedem a construção de prédios, o litoral de São Sebastião conseguiu preservar a paisagem de mais de uma dúzia de lindas praias. As praias com mais estrutura (restaurantes, bares de praia, pousadas) tendem a encher nos fins de semana e superlotar nos feriadões. Mas de 2ª a 5ª, fora de férias e feriadões, estarão vazias da silva. Barra do Saí é a mais jeitosinha da turma, sem construções à vista da praia. Camburi é o maior pólo gastronômico. Juqueí tem a maior oferta de hospedagem. Maresias é a única do grupo que têm um trecho da praia devassado para a Rio-Santos.
  • De avião: voe a São Paulo (Guarulhos, não Congonhas!) e siga com trânsfer ou carro alugado (2h30).
  • De carro: 160 km de São Paulo, 150 km de São José dos Campos, 240 km de Campinas, 430 km do Rio de Janeiro (pela Rio-Santos).
  • Onde ficar: na Barra do Saí, Aldeia de Sahy (alguns chalés têm cozinha equipada), Pousada Tiê Sahy (boa piscina e restaurante). Em Camburi, Pousada Canto do Camburi (charmosa e aconchegante), Nau Royal (luxo pé na areia). Em Juqueí, Juquehy La Plage (quartos grandes, piscina de frente para o mar), Beach Hotel Juquehy (no canto norte da praia, na esquina com o rio Juqueí). Em Maresias, Amora Boutique Hotel (ótima piscina, extensa frente para a praia), Maui Maresias (a meia quadra da praia, bom custo x benefício). Veja também casas para alugar em São Sebastião.
  • A Bóia recomenda: entre 2ª e 5ª, quando a região está vazia, aproveite para visitar as praias vizinhas.
  • Pegadinha: ao alugar casa, verifique a localização. Quando a descrição usa a expressão "no sertão de...", significa no mato, longe da praia.
  • Veja os números da pandemia em São Sebastião
  • Saiba o que está aberto em São Sebastião

Voltar | Praias sem aglomeração de 2ª a 5ª | Topo

Imbassaí (BA)

Imbassaí

  • O lugar: Uma praia atípica, sem orla: o trecho principal de Imbassaí tem um riozinho correndo paralelamente ao mar. Para chegar você precisa atravessar uma ponte de pedestres ou embarcar numa canoinha. A falta de terrenos frente mar retardou o desenvolvimento imobiliário do lugar, que continua pacato à noite. De dia, porém, o trecho em frente ao rio lotará nos fins de semana de sol.
  • De avião: voe a Salvador e siga com trânsfer ou carro alugado (1h20).
  • De carro: 75 km do aeroporto de Salvador (80 km do centro), 10 km de Praia do Forte, 235 km de Aracaju, 1.600 km de Brasília e de Belo Horizonte, 1.720 km do Rio de Janeiro.
  • Onde ficar: Vilangelim Ecopousada (chalés individuais, bom restaurante, piscina, bosque), Imbassaí Breezes (apartamentos, cozinha completa, vibe contemporânea), Luar da Praia (rústica, pé na areia, piscina), Too Cool (charme alternativo, perto da vila do Diogo -- a 20 minutos de caminhada da praia).
  • A Bóia recomenda: pegue o carro para experimentar a moqueca d'À Sombra da Mangueira, na vila de Diogo (5 km, na direção da Costa do Sauípe).
  • Pegadinha: Nos fins de semana e feriados o trecho principal da praia lota.
  • Veja os números da pandemia na região de Praia do Forte
  • Confira nosso Guia de Imbassaí

Voltar | Praias sem aglomeração de 2ª a 5ª | Topo

Paraty (RJ)

Paraty dicas

Em Paraty, passeie de traineira

  • O lugar: Nossa mais bonita cidade colonial à beira-mar proporciona dias muito seguros ao mar: traineirinhas de aluguel fazem passeios privativos de 2 a 4 horas pela baía de Paraty, parando para mergulhar em ilhotas ou praias do continente sem acesso por terra. A muvuca do fim de semana acontece no centro histórico (com aglomeração nas ruas e fila nos restaurantes) e nas praias de Trindade, 20 km ao sul. Vá durante a semana, fora de feriadão, e não haverá contra-indicações.
  • De avião: voe ao Rio de Janeiro (Galeão) e siga de trânsfer ou carro alugado (3h30).
  • De carro: 260 km do Rio de Janeiro, 300 km de São Paulo, 180 km de São José dos Campos, 330 km de Campinas, 600 km de Belo Horizonte, 685 km de Curitiba, 1.250 km de Brasília.
  • Onde ficar: Pousada Literária (a mais confortável do centro histórico), Pousada Pardieiro (casinhas coloniais independentes em meio a um jardim tropical), Arte Urquijo (pequenina, aconchegante), Casa Turquesa (a mais charmosa). Fora do centro histórico, considere Maris Paraty (ambientes clean, serviço elogiadíssimo), Selina Paraty (quartos grandes, espaço para co-work), Hotel Santa Clara (estilo resort, beira-mar 10 km ao norte da cidade). Veja também casas para alugar em Paraty.
  • A Bóia recomenda: se couber no seu bolso, invista num passeio privativo de lancha rápida para chegar até o Saco do Mamanguá, o 'fiorde' brasileiro.
  • Pegadinha: Só passa pela barreira sanitária quem apresenta reserva de hospedagem confirmada.
  • Veja os números da pandemia em Paraty
  • Saiba o que está aberto em Paraty
  • Confira nosso Guia de Paraty

Voltar | Praias sem aglomeração de 2ª a 5ª | Topo

Praia do Forte (BA)

Praias sem aglomeração: Praia do Forte

Praia do Forte

  • O lugar: Em Praia do Forte a muvuca não é na areia: há praias bem mais procuradas na Estrada do Coco e Linha Verde, como Guarajuba, Arembepe e Imbassaí. Mas o centrinho é, de longe, o mais concorrido da região, e nas noites de 6ª e sábado pode tornar difícil o distanciamento social. Venha entre domingo e 5ª, porém, e você vai aproveitar praias vazias e o footing sem aglomero.
  • De avião: voe a Salvador e siga com trânsfer ou carro alugado (1h).
  • De carro: 55 km do aeroporto de Salvador (85 km do centro), 245 km de Aracaju, 1.450 km de Brasília e de Belo Horizonte, 1.700 km do Rio de Janeiro.
  • Onde ficar: Pousada Porto da Lua (charmosa, pé na areia na praia do Lord), Farol das Tartarugas (belo gramado à beira-mar e piscina nos fundos), Refúgio da Vila (elegante, a 100 metros da praia), Via dos Corais (estrutura de hotel, bom custo x benefício).
  • A Bóia recomenda: se estiver de carro, almoce uma moqueca n'À Sombra da Mangueira, ótimo restaurante no vilarejo de Diogo (15 km para o norte).
  • Pegadinha: cuidado ao entrar n'água na praia do Lord (à esquerda do Farol) na maré alta. O trecho tem pedras que ficam invisíveis sob a água.
  • Veja os números da pandemia em Mata de São João
  • Saiba o que está aberto em Praia do Forte
  • Confira nosso Guia de Praia do Frote

Voltar | Praias sem aglomeração de 2ª a 5ª | Topo

Pipa (RN)

Praia do Madeiro

Ponta do Madeiro, Pipa

  • O lugar: Praias lindamente emolduradas por falésias + vida social e gastronômica intensa: assim é Pipa. Dá para ficar apenas com as paisagens, abrindo mão da muvuca social? Perfeitamente, mas você vai precisar evitar os fins de semana e desconsiderar totalmente os feriadões, quando a rua principal vira um aglomero só.
  • De avião: voe a Natal e siga com trânsfer ou carro alugado (1h45).
  • De carro: 100 km do aeroporto de Natal, 150 km de João Pessoa, 250 km do Recife, 500 km de Maceió, 580 km de Fortaleza, 2.350 km de Brasília.
  • Onde ficar: Terra dos Goitis (chalés individuais, café no quarto, nos altos da Praia do Amor), Toca da Coruja (superbangalôs individuais, praticamente um parque na área central da vila, 100% auto-suficiente), Flor da Mata (apartamentos com cozinha equipada, no coração da vila), Pousada Barbara (bom custo x benefício, a passos da praia central), Hotel da Pipa (acesso direto à Praia do Amor; vale se você reservar um dos apartamentos com vista frontal do mar).
  • A Bóia recomenda: entre 2ª e 5ª feira, passe um dia na Ponta do Pirambu, um clube de praia em Tibau.
  • Pegadinha: faça reservas para jantar, de preferência no primeiro horário, antes da rua encher.
  • Veja os números da pandemia em Pipa
  • Saiba o que está aberto em Pipa
  • Confira nosso Guia de Pipa

--> Alugue carro com nosso parceiro Rentcars - em até 12x sem juros

Voltar | Praias sem aglomeração de 2ª a 5ª | Topo

Praia dos Carneiros e Tamandaré (PE)

Tamandaré

Tamandaré também tem uma igrejinha à beira-mar

  • O lugar: A Praia dos Carneiros é a mais famosa de um lugar que ostenta um litoral padrão Maragogi de beleza: Tamandaré. A praia da cidade, protegida por corais, é invadida por multidões todo fim de semana de sol. Mas caminhando em direção ao norte, o mar mantém o mesmo azul-bebê, e as areias jamais estarão apinhadas. A Praia dos Carneiros, na foz do rio Formoso, recebe muitos visitantes durante o dia, sobretudo no fim de semana. Mas quem se hospeda na praia pode se refugiar no terreno da sua pousada ou caminhar até pontos fora do fervo. A situação só fica desagradável em feriados prolongados.
  • De avião: voe a Recife e siga com trânsfer ou carro alugado (1h30).
  • De carro: 90 km de Recife, 180 km de Maceió, 220 km de João Pessoa, 390 km de Natal, 450 km de Aracaju, 750 km de Salvador, 2.100 km de Brasília.
  • Onde ficar: em Carneiros, Pontal dos Carneiros Beach Bungalows (no ponto mais gostoso da praia, sem aglomeração dos visitantes do dia), Bangalôs do Gameleiro (chalés individuais, ambiente de sítio à beira-mar), Pousada Praia dos Carneiros (porte de hotel, piscina grande). Em Tamandaré, Coral Beach (central, mas fora da muvuca maior), Baía Branca (fora do centro, num ponto bonito e sossegado da orla).
  • A Bóia recomenda: cacife uma lancha no modo privativo para visitar as piscinas naturais e bancos de areia em alto mar.
  • Pegadinha: à noite só há restaurantes em Tamandaré. Mas sua pousada ou hotel em Carneiros deve servir jantar.
  • Veja os números da pandemia em Tamandaré
  • Saiba o que está aberto em Tamandaré
  • Confira nosso Guia de Tamandaré e Carneiros

Voltar | Praias sem aglomeração de 2ª a 5ª | Topo

São Miguel do Gostoso (RN)

Praia de Tourinhos

Praia de Tourinhos, São Miguel do Gostoso

  • O lugar: Pertinho da esquina do mapa do Brasil, São Miguel do Gostoso é literalmente o lugar onde o vento faz a curva. A temporada de wind e kitesurf vai de setembro a fevereiro, mas a estrutura que surgiu para atender os velejadores é permanente: boas pousadas e ótimos restaurantes. A praia do povoado é extensa e vazia -- serve para velejar, caminhar e dar um mergulho, mas para pegar sol é desconfortável (é provável que você use mais a piscina da pousada). A praia mais frequentada está 6 km fora da cidade: Tourinhos, onde tem muvuca de barracas (vá em dia de semana). A rua dos restaurantes registra aglomerações à noite nos fins de semana e sobretudo em feriados.
  • De carro: 110 km do aeroporto de Natal, 290 km de João Pessoa, 390 km do Recife, 540 km de Fortaleza, 645 km de Maceió, 2.450 km de Brasília.
  • Onde ficar: Pousada dos Ponteiros (quartos amplos, piscina bem-desenhada, próxima aos restaurantes), Mi Secreto (boa piscina, restaurante com vista para a praia), Flor da Mata (apartamentos com cozinha equipada, no coração da vila), Bangalô Kauli Seadi (chalés individuais, piscina recém-inaugurada), Vila Boa Vista (chalés individuais confortáveis, piscina charmosa, beira-lagoa, mas a 200 metros da praia).
  • A Bóia recomenda: faça o passeio a Galinhos!
  • Pegadinha: se você não veleja, vai preferir a piscina à praia (dia de semana, porém, dá para pegar praia boa em Tourinhos, 6 km adiante, sem encontrar muita gente).
  • Veja os números da pandemia em Gostoso
  • Saiba o que está aberto em Gostoso
  • Confira nosso Guia de Gostoso

Voltar | Praias sem aglomeração de 2ª a 5ª | Topo

Leia mais:

8 comentários

Ricardo Rezende Salum

Boa noite, muito bem vinda as sugestões das praias , porém seria de grande valia evidenciar que as praias estão situadas em municípios. Cumuruxatiba e Corumbau são distritos do município de Prado, cidade com uma excelente infraestrutura para receber turistas. Apenas uma sugestão!!!!

Fernando
FernandoPermalinkResponder

Mesmo de segunda à quinta-feira é chateação estacionar nas praias de Búzios? Carro alugado lá não serve em nenhuma época?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernando! O que a gente fala é que Uber vai sair mais barato.

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Parabens, Riq!
Que guia imprescindivel para este Novo Normal!!!

Leo
LeoPermalinkResponder

Excelente material, não apenas em época de quarentena! Ainda não me sinto segura pra viajar, mas certamente esta página ficará salva nos meus favoritos. wink
Obrigada!
Abs a todos e se cuidem. wink

Carmen
CarmenPermalinkResponder

¡Saudade! ... ¡SAUDADE!... posso dizer mais alto, mas não mais claro...

Paula Klein
Paula KleinPermalinkResponder

Ótimas dicas, só uma atualização: litoral norte, em especial praia da Baleia, Barra do Sahy, Juquehy e Camburi estão lotadas, durante a semana e principalmente aos finais de semana. Distanciamento social seletivo e quase ninguém usando máscaras =/. Abs

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paula! O conceito "sem aglomeração" significa "sem aglomeração", só. Não significa "deserta". Você não encontrará um mar de guarda-sóis colados uns aos outros, nem um paredão de pessoas no mar nessas praias de 2ª a 5ª fora de feriado. Quem quiser fazer distanciamento social fará.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar