Punta Cana: como são o Paradisus Palma Real e o The Reserve

The Reserve, Paradisus Palma Real

No meu quinto dia de Punta Cana, me mudei para o terceiro resort da viagem. Desta vez testaria o mais luxuoso dos resortões, o Paradisus Palma Real, na praia de Bávaro.

O Paradisus é a marca top-de-linha do grupo Sol Meliá. Em Punta Cana funciona em dois endereços — tem o Paradisus Punta Cana em Arena Gorda, e o Paradisus Palma Real em Bávaro, colado justamente ao Meliá Tropical. Como que eu sei que o Paradisus Palma Real é mais metido que o Paradisus Punta Cana? Porque é o único que pertence à Leading Hotels of the World, uma associação de hotelões que se acham.

Numa coisa o Palma Real é igual aos resorts classe média: para ter acesso ao hotel inteiro e ter preferência nas reservas de restaurantes, é preciso ser vip. No Palma Real dá pra ser vip de duas maneiras: reservando uma das suítes Royal Service (para maiores de 18 anos), ou cacifando o The Reserve, um anexo calminho que é destinado a famílias. No dia em que fiz a reserva tinha uma suíte no The Reserve por menos de US$ 400; fui nela. (O Royal Service estava mais de US$ 600.)

E não é que eles estavam me esperando?

Chegada no The Reserve

No check-in, ganhei minha pulseirinha mágica e fui acompanhado até o quarto por uma concierge que foi me explicando o funcionamento do hotel e os restaurantes. Minhas malas chegaram em seguida. E já saí correndo para fuçar tudo.Quem fica no The Reserve pode usufruir de todos os serviços do Paradisus Palma Real, então aproveitei para testar os dois hotéis numa noite só.

Minha pulseirinha no The Reserve

Minha avaliação:

Localização. A menos de meia hora do aeroporto, na praia de Bávaro, que é o filé mignon das praias de Punta Cana. É vizinho de condomínio do Meliá Caribe Tropical.

Suíte no The ReserveSuíte no The Reserve

Quarto. Minha suíte no The Reserve era moderna e confortabilíssima. Uma LCD enorme na sala, cozinha equipada, jacuzzi na varanda, banheiro super-espaçoso.

Paradisus Palma Real: lobby e pátio central

Paradisus Palma Real - recepção

Pátio do Paradisus Palma RealPátio do Paradisus Palma RealPátio do Paradisus Palma Real

Layout do resort. A palavra que me veio à mente quando entrei no lobby principal do Paradisus Palma Real foi — Dubai!!! Tudo grande, opulento, dourado. A vida social se dá em torno de um pátio cheio de fontes. Por ali ficam os restaurantes, a discoteca, o cassino, o teatro. Os apartamentos ficam em blocos separados da sede.

Já o The Reserve, onde me hospedei, é um anexo do Paradisus Palma Real que fica nos fundos do terreno. A decoração é bem mais interessante do que a do resort-mãe: você se sente num hotel-design, só que grandalhão. É possível chegar aos apartamentos por dentro do prédio, todas as alas são interligadas.

Restaurante Gabi, no The Reserve

Ante-sala do restaurante Gabi, The ReserveAnte-sala do restaurante Gabi, The ReserveRestaurante Miso, The Reserve

O spa do complexo fica na área do The Reserve.

Em compensação, para ir ao Paradisus Palma Real é preciso pegar um carrinho de golfe — ou chegar suado depois de uma caminhadinha de pouco mais de cinco minutos na umidade de 95%. Para ir à praia também é um saquinho — ou você espera o carro de golfe, ou vai caminhando. Nessas horas a gente não se sente chique não.

Punta Cana Shopping VillagePalma Real Shopping VillagePalma Real Shopping Village

Ao lado da entrada do condomínio tem um shopping, o único de Punta Cana a merecer esse nome: é o Palma Real Shopping Village, com lojas de grife (Diesel, por exemplo), um Hard Rock Café e até cinemas. É aberto ao público (a entrada geral é pela estrada), mas quem está no complexo Meliá-Paradisus Palma Real entra pelos fundos.

Restaurante Gabi do The Reserve

Piscina de adultos no The Reserve

Piscinas. Inúmeras. No Paradisus Palma Real há uma exclusiva para quem está nas suítes do Royal Service, com cabanas. No The Reserve existe uma especial para crianças, com brinquedões coloridos.

Piscina de crianças no The Reserve

Mas o que me chamou mais a atenção foram as espreguiçadeiras iradas 😯

Piscina do The ReservePiscina do The ReservePiscina do The Reserve

Praia. Calminha, rasinha, areia branquinha — apesar de tantos inhos, é uma praia superlativa. Infelizmente faltou iluminação para fazer uma foto que lhe fizesse justiça.

Praia em frente ao Paradisus Palma Real

Durante o dia em que estive por ali, o sol só foi sair quando eu estava a meia hora de distância, num trecho deserto de praia logo depois do Barceló Bávaro Palace Deluxe. Não foi um sol daqueles superescancarados (o tempo continuava carregado, com uma névoa que não deixava a luz brilhar como devia), mas dá para ter uma idéia:

Praia de Bávaro, Punta Cana

Praia de Bávaro, Punta Cana

Os hóspedes do The Reserve (e também do Royal Service do Paradisus Palma Real) têm uma praia exclusiva no canto esquerdo, a Gabi Beach. Quem tem certificação PADI pode fazer mergulho de garrafa grátis.

Gabi BeachGabi BeachBloody Mary com Absolut Peppa e um salsãozão

Comida. Se você está acostumado a comer em ótimos restaurantes, não vai achar nada demais. Mas se você comparar com a comida dos resorts mais democráticos — uau.

Curry verde de frutos do mar no Bana Bistro

Ingredientes de primeira, apresentação classuda. No restaurante Bana Bistro comi um curry verde de frutos do mar bem decente (com satês de frango de entrada, bem feitinhos).

Saladita feita no buffet de almoço do Paradisus Palma RealSegundo round no almoço do Paradisus Palma Real

Nos buffets você não se sente num bandejãozão. Até porque o público não se comporta como público de bandejão…

Bar no The Reserve

Bebidas. Destilados de primeira. Vodkas Absolut (no bloody mary usaram Absolut Peppar), uísque 12 anos (pedi um Red Label e o barman insistiu que eu levasse um Black Label). Vinhos OK: espumante californiano no bar, tinto chileno no jantar. Consegui experimentar tudo isso e não acordar de ressaca…

Atendimento. Eficiente mas discreto. Não exageradamente efusivo — pelo menos nesse dia, e para comigo.

Público. Bem mais comportado do que nos resorts anteriores em que estive. Sem dúvida parece ter comprado a idéia de que estão num hotel de luxo que por acaso é all-inclusive. Europeus, russos, americanos. Ouvi português do Brasil na praia do Meliá ao lado.

No Brasil seria o quê? Não temos nada parecido. Se o Transamérica Comandatuba fosse construído hoje, talvez quisesse ser assim.

Atenção. Este relato é sobre o Paradisus Palma Real, na praia de Bávaro. Não visitei o Paradisus Punta Cana, que fica em outro ponto da costa.

Você ficou em algum dos Paradisus? Conte pra gente a sua experiência…

Pesquise o menor preço aqui.

Leia mais:

590 comentários

Quem vai para o Melia, vá de Royal Service e tente um quarto com jacuzzi no quarto (master suite). As bebidas nessa parte do hotel são de qualidade superior, tem serviço de praia, o serviço de quarto é incluído e a comida do restaurante Gabi (exclusivo para os hospedes de royal service) é excelente e tambem superior aos demais restaurantes do complexo.

… Meu voô foi Copa com conexão no Panamá, não tenho boas recordações do avião, muito apertado…

… E lógico… Matei meu cartão de crédito e meus dólares na volta no Panamá, ficamos 4h e meia esperando o voô para SP, perfumes, makeup, relógio, camisetas, óculos, amei, é o Paraguay da ponte área!!!! Rsrsrsrs

Oi Ricardo!!! Também fiquei hospedada no Palma Real em abril, na minha lua de mel e simplesmente amei, não fiquei no The Reserve e nem Royal Service,mas fui muito bem atendida e recepcionada. Mas vamos combinar… a comida deste lugar é muito boa, cansei de comer lagosta e camarão!!!!!! Bebidas então… muito vinho Australiano no almoço e jantar!!! Só não tomei aquelas bebidas com banana que pareciam um sorvete. A praia é divina!!! O shopping é tudo!!! Conheci o The Reserve, pois tinha uma moça querendo vender o pacote do Club Meliá para nós.

    OI Carol, estoy querendo ir para o Palma Real em abril de 2011 com 2 crianças agitadas. Você acha que o hotal tem clima para crianças ou é um hotel muito sério???? Como estva o clima qdo foste???
    Abraços e obrigada, alessandra.

Ricardo, aonde eu posso ler sua crônica sobre a viagem de ônibus entre Bávaro e Santo Domingo. Estou curiosíssima pra saber se foi um pastor evangélico no ônibus…rs…

Rapaz você reduziu Cap Cana a um condomínio?! Humilhou a Donald Trump, um dos sócios do Projeto. Pode ser um condomínio de condomínios com 120km², hotéis luxosissímos, como o Secrets Sanctuary Cap Cana. Quando você retornar à RD para completar o roteiro inclua a visita a Cap Cana na programação VIP, sabe que pode usar o meu nome para ter acesso (risos).
Estamos lhe esperando aqui para o São João. Giilberto Gil vai ser uma das atrações do Forrocaju lançando o segundo CD de forró dele.

    Hehehe, eu acho que eu chamaria Casa de Campo de condomínio também.

As dicas estão excelentes, seu blog é fantástico, descobri agora e estou indicando pra todo mundo!
Sei que o próximo post será de como escolher o hotel em PC (que imagino que será fantástico também), mas estou na dúvida entre dois hotéis e queria perguntar pra vc e pra quem já foi qual a sugestão: Meliá Caribe Tropical OU Barceló Bávaro Palace Deluxe.
Obrigada!!!

    Seriam os meus finalistas também, junto com os NH. Eu ficaria no Barceló Bávaro Palace Deluxe, pelos quartos e pela praia (à direita dele há um praião deserto). A vantagem do Meliá seria o fato de receber muitos brasileiros (e provavelmente estar se adaptando a nós). O ponto alto do NH me parece ser o tamanho, um pouco menos gigante do que os vizinhos.

    Riq, depois de ler todo o relatório Punta Cana, fiquei com uma dúvida exatamente nessa parte: As resenhas sobre o Barceló Bavaro Palace Deluxe de uma forma geral são mais negativas que os demais, não é? Li algumas sobre o complexo estar em obras, inclusive com alguns restaurantes fechados, de que não há piscinas nesse resort (só as dos demais hoteis) e de que o club premium não oferece nenhuma vantagem significativa além de internet gratis. Não há áreas exclusivas de fato nem check in especial. O Club Paradise do NH Arena Real está por um pouco mais caro que o Bavaro Palace Deluxe pra época que eu vou, mas na minha (e na sua tb) opiniao o quarto é inferior… Duvidas e mais dúvidas!!!

    Acho que a vantagem do Palace Deluxe são as acomodações, que são bacanérrimas, e a proximidade da praia. Confesso que não li as resenhas — mas sinceramente eu acho um plus não ir à piscina. (Piscina é pra resort em praia ruim….) A praia em frente é maravilhosa e está ao lado de um trecho deserto (com um tapume no primeiro trecho onde estão construindo alguma coisa, mas nada que atrapalhe).

    Mas que o NH parece ser um hotel melhor, não tenho dúvidas. O Barceló é mais turismo de massa; o segmento Deluxe não é totalmente a praia deles não. A rede NH, apesar de ter bons preços, se caracteriza por uma hotelaria mais moderna e bacana.

    Exatamente o que eu tinha pensado… Quanto a piscina, eu gosto dela apenas para um tchibum rápido pós mar. Para ter aquela sensação de se libertar do sal, sabe? Nada muito necessário mesmo. O grande problema, na minha visão, é o resort estar em obras e não informar isso em local algum. Sem falar que me parece o cúmulo eles não respeitarem o que o site diz sobre o club premium!

    Acredito que o público que vai a resorts all inclusive quer ter comida e bebida disponíveis sem precisar de muito trabalho. Com os bares/restaurantes fechados o serviço fica complicado e se nem sendo premium isso melhora, acho que vou abrir mão do quarto nitidamente melhor do Barceló e ficar com o NH, que já conheço de outros destinos…

    Isso se eu não aproveitar a promoção da Air China e trocar uma semana de relax na praia por uma semana de Lere na Espanha! Viajantes e suas dúvidas cruéis!!!

    To pesquisando e no hoteis.com o Barcelo Bavaro Palace Deluxe All Inclusive está a $363 a diaria (maio/11) enquanto os outros 2 recomendados estão:
    * Melia $529
    * NH Royal Beach All Inclusive Adults Only – $668

    O Barcelo é realmente do mesmo nivel dos outros??? por quase metade do preço?
    Outra duvida: pq o NH é “adults only” ?

    Está muito cedo para você encontrar boas ofertas, Bernardo.

    A hotelaria do Barceló certamente é inferior à dos outros. A arquitetura e a posição na praia é que são melhores.

    Alguns resorts são adults-only para quem não gosta de crianças e quer curtir lua de mel. Tire esse pensamento Hedonism da Jamaica da sua cabeça…

    Ricardo,
    Qual a melhor época então para fazer reservas para maio?
    Eu achei que quanto maior a antedcedencia melhor…
    Já fechei inclusivo os voos (03/05 a 10/05)

    Com relação ao NH, estou querendo mesmo um hotel tranquilo para ferias em familia! 🙂

    Pra pegar ofertas boas, 3 meses costuma ser a melhor antecedência!

Ricardo,
Adorei tudo e estou ansiosa com a minha viagem, acredito que fiz uma excelente escolha optando por PC. só espero que em setembro tenha sol e que tudo não vá por agua abaixo literalmente.
Uma questão, vc fez o passeio a Ilha Saona? Ou ao passeio dos golfinhos? Dolphin Island.
É uma pena que não tenha condições financeiras de optar por um hotel desse, imagino que deve ter sido fantástico, optei pelo Ocean Blue & Sand mesmo.
Aguardo post.
Melissa

    Passeio Saona é imperdível, realmente maravilhoso…
    O mergulho com os golfinhos fizemos com o Dolphins Explorer.
    O preço foi salgadinho $169,00 , mas 40 minutos na piscina com aqueles animais fantásticos não tem preço…

    Vc vai adorar o Ocean Blue, é lindo e a localização dele é fantastica. Na minha proxima viagem ficarei nele.

    Oi Claudia, obrigada por me animar, ninguém conhece o Ocean Blue e vc pelo menos já viu…kk
    Quero fazer Saona e Golfinhos tb…deve ser uma emoção indescrítivel. Vc foi na boate Imagine? é legal?
    Torça para que eu não pegue chuva, vou em Setembro.
    Agradeço dicas no meu e-mail [email protected]
    Obrigada

    Essa boate fica bastante longe da maioria dos hotéis. Está próxima do aeroporto, a quase meia hora do seu resort. É bom que esteja MUITO animada quando você for, senão vai ser um programa de índio 5 tacapes e meio.

    Alerta: não tente transformar Punta Cana em Cancún… não vai rolar.

    Não tive tempo de fazer os passeios (não gosto de passeios em grupo; entro e já quero sair). Nesta minha semana nem teria valido a pena fazer as ilhas, porque o tempo estava carregado, e o mar cristalino só aparece com sol alto e forte. Eu não iria com passeios agendados nem para PC nem para lugar nenhum. Chegaria, me localizaria, passaria dois dias sentindo os arredores, caminharia (em Punta Cana dá pra caminhar na praia que é uma maravilha) e então avaliaria a vontade/necessidade de sair do hotel para passear. Compare os preços que o hotel oferece com os que você encontrar em vendedores na praia. Passeio é o que falta; há vários além desses.

Que delícia de resort, mas que diária salgadinha… uma pena que não rola Priceline nessas bandas. Mas com certeza este vai pra listinha! Aguardando ansiosamente o post sobre como escolher o hotel.

    Eu achei um pouco exagerado pra Punta Cana, vou falar isso no próximo post…

Muito legal! Post completíssimo com informações mastigadas! Agora já sei onde ficar em Punta, só falta arranjar dinheiro. 🙂

Rep. Dominicana está na minha lista de prioridades e com certeza essas dicas estão me ajudando bastante. Valeu Riq!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.