Santiago: roteiro completo dia a dia (e como seguir viagem pelo Chile)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

El Golf, Santiago

Bienvenido, bienvenida. A 4 horas de vôo de São Paulo e 4h40 do Rio, Santiago está longe demais para passar um fim de semana. Três dias... bom, já dá para considerar. O mínimo ideal, no entanto, são quatro noites, porque pelo menos dois passeios importantes (Viña del Mar + Valparaíso e, no inverno, o dia na montanha) requerem que se passe o dia fora da cidade.

Se essa é a sua primeira vez, saiba que dificilmente será a última. O Chile é lindo e cativante -- e tão cheio de atrações, que não dá para visitar tudo de uma vez só. A cada volta você vai precisar dar ao menos uma passadinha por Santiago, e com isso pode fazer algum programa que não tenha conseguido entrar na agenda da viagem de estréia.

Se preferir, clique para ir direto ao tópico desejado:

Chegando: moeda e trânsfer

Moeda

Não vale a pena comprar peso chileno no Brasil.

Por mais baratinho que pareça, a cotação não será vantajosa. Se vai ficar só em Santiago, pode levar reais. Mas troque o mínimo no aeroporto: a cotação não é boa (dá para pagar o táxi ou a van com cartão de crédito, veja a seguir).

Deixe para fazer câmbio em dia de semana, no horário de expediente bancário. No fim de semana e fora do horário dos bancos a cotação sempre baixa. Na temporada de inverno (grande fluxo de brasileiros em Santiago), a cotação cai, e provavelmente será mais negócio levar dólar. Nas férias de verão, quando há chilenos viajando para o Brasil, a cotação do real em Santiago costuma ficar mais vantajosa. Confira cotações atualizadas no site da Cambios Santiago (a cotação que vale é a da coluna de "compra").

Se vai para o Atacama, Lagos Andinos ou Patagônia e quer levar dinheiro vivo, leve dólares. O real não terá boa cotação fora de Santiago. (Até o dólar perde um pouquinho de valor; se não fosse pelo risco de desvalorização do real, daria até para recomendar usar cartão de crédito direto, fora de Santiago.)

Leia mais:

Transporte do aeroporto

Ao desembarcar, você vai passar pelos guichês dos táxis oficiais. Há duas opções: o táxi comum, que vai pelo taxímetro, e o táxi especial, que é tabelado. A corrida do especial, tabelada, vai custar entre 20.000 e 25.000 pesos e você pode pagar no cartão de crédito. Os táxis estão disponíveis 24 horas.

No mesmo balcão dos táxis você encontrará o serviço de trânsfer compartilhado em van. Custa 8.000 pesos por pessoa. Nosso parceiro Viator oferece trânsfer privado do aeroporto ao hotel e do hotel ao aeroporto a partir de 37 dólares por pessoa em carro com 4 passageiros.

A maneira econômica de sair do aeroporto é com os ônibus da Tur-Bus ou da Centropuerto. A passagem custa 1.800 pesos e leva ao centro de Santiago, com parada na estação Pajaritos do metrô (linha 1). Os ônibus da TurBus continuam até o Terminal Alameda (a principal rodoviária, na estação Universidad de Santiago do metrô) e os da Centropuerto, até a estação Los Héroes do metrô (Centro de Santiago).

Ambas estações também fazem parte da linha 1 do metrô. Os ônibus da Centropuerto saem de 10 em 10 minutos entre 6h e 23h30; entre a meia-noite e as 6 da manhã há um ônibus a cada hora cheia. Os ônibus da TurBus saem a cada 10 minutos entre 5h e 1h. Se continuar a viagem de metrô, você vai gastar entre 630 e 760 pesos mais. Você também pode chamar um Uber.

Voltar | Menu

Onde se hospedar em Santiago

Se você ainda não decidiu onde ficar, recomendo que escolha um hotel num desses três pontos:

  • Próximo às estações Universidad Católica ou Baquedano do metrô (para estar próximo aos barrios Lastarria e Bellavista, focos de vida noturna),
  • Em Providencia (um bairro bem localizado e com bastante comércio)
  • em El Golf (os "Jardins/Leblon" de Santiago)

Hotéis próximos à vida noturna charmosa de Lastarria e Bellavista

Um dos hotéis mais reservados pelos leitores do Viaje na Viagem, o Mito Casa Hotel fica num edificiozinho déco a uma quadra da estação Baquedano. Entre a estaçao e o barrio Lastarria, considere o econômico Principado Express e os hotéis-boutique Luciano K, Su Merced e Lastarria.

No miolinho do bairro, confira os novíssimos (e chiquérrimos) The Singular e Las Cumbres com os flats do Lastarria 43-61.

Já no centro da cidade, mas com acesso fácil ao barrio Lastarria, vale considerar o custo x benefícios do apart Ameristar Apart Hotel (use sempre a saída da calle Merced), do antigão Montecarlo e do correto Sommerlier Express (mas vou avisando: tem uma -- discreta -- boate de strip-tease a duas casas).

Hotéis em Providencia

Providencia é um bairro extenso, com uso misto -- residencial, comercial e empresarial. Desde a instalação do shopping Costanera Center, a localização mais interessante da região é o entorno da estação Tobalaba: você fica perto do shopping, com acesso a duas linhas de metrô (incluindo a que leva a vinícolas), e a uma corrida curta de EasyTaxi ou Uber aos restaurantes badalados de El Golf e da Nueva Costanera. O hotelão clássico desse ponto é o NH Collection (antigo Radisson), em frente ao shopping. Na outra calçada, o Doubletree by Hilton Santiago Vitacura faz o mesmo gênero, com instalações mais novas.

Mais basiquinho, o RQ Bosque Tobalaba fica em frente à estação; ali perto, o Atton El Bosque é um confortável hotel business, e o La Sebastiana tem studios e apartamentos com cozinha equipada.

Na parte mais tradicional do bairro, o Ibis Providencia, é o mais bem localizado da cidade; fãs de hotéis-butique devem comparar o Hotel Orly, de ares parisienses, os pequeninos Meridiano Sur Petit Hotel e Casa de Todos B&B Boutique, e o sofisticado Le Rêve, todos nas proximidades de alguma das estações de metrô do bairro.

Hotéis em El Golf

El Golf é coração da Santiago mais afluente. Se estiver podendo, cacife o W Santiago, o mais interessante entre os hotéis de luxo da cidade. Para um luxo mais clássico, pense no Ritz-Carlton. E para se hospedar junto aos bacanas sem ir à falência, reserve o Holiday Inn Express El Golf

Voltar | Menu

Roteiro de passeios em Santiago

Neste post você encontrará sugestões de passeios de dia inteiro e de meio dia para compor o seu roteiro personalizado. Caso você queira um roteiro prontinho para 4 dias (1 dia no centro, 1 dia para vinícola, 1 dia para montanha e 1 dia para Valparaíso e Viña del Mar), clique aqui.

De modo geral, evite subir à montanha em fins de semana e feriados, porque muitos santiaguinos têm a mesma idéia e os lugares não comportam tanta gente assim. (Viña del Mar só fica cheia demais no alto verão.)

Continue lendo para ver também as combinações de Santiago com outros destinos chilenos, nesta ou nas próximas viagens.

Um dia turistando no Centro

Plaza de Armas, Santiago

Os pontos fundamentais da capital podem ser matados num único dia, se você sair cedo e com disposição.

Eu começaria visitando La Chascona, uma das três casas-museu do poeta Pablo Neruda. Abre de 3ª a domingo das 10h às 18h; fecha 2ª e atende por ordem de chegada (por isso é melhor começar o passeio por aqui). A entrada custa 7.000 pesos (2018). Na seqüência, subiria ao Cerro San Cristóbal, se onde se tem a vista mais bonita para a parte moderna de Santiago (com as montanhas ao fundo). O funicular funciona de 3ª a domingo, no verão, das 10h às 19h45; 2ª das 13h às 19h45 e no inverno, das 10h às 18h45; 2ª das 13h às 18h45; custa 2.000 pesos ida e volta. Metrô: Baquedano, linha 1-vermelha ou 5-verde.

De lá continuaria ao centro antigo; passaria no incontornável Mercado Central, senão para almoçar, pelo menos para testemunhar o inacreditável assédio dos garçons (a minha tática: entrar no primeiro restaurantinho que não vier te caçar no corredor). Os frutos do mar são excepcionais; mas não espere pagar barato pela centolla (caranguejo chileno gigante). Abre de segunda a domingo. Metrô: Puente Cal y Canto, linha 2-amarela.

Do Mercado dá para ir a pé até o coração da cidade velha, a Plaza de Armas, onde está a Catedral Metropolitana e o Museu Histórico Nacional (o museu abre de 3ª a domingo das 10h às 17h45; entrada gratuita).

A continuação natural do passeio é o museu mais imperdível da cidade, o Museu de Arte Pré-Colombiana (abre de 3ª a domingo das 10h às 18h; fecha 2ª. A entrada custa 6.000 pesos).

Ainda a pé, continue até o Palacio de la Moneda, sede da presidência chilena, que foi bombardeado em 1973 pelas forças golpistas de Pinochet. Para mim o grande apelo da praça está na estátua ao presidente deposto Salvador Allende, bem ali, ao lado do palácio em que se suicidou. Mas para os guias o tchans do lugar é a troca da guarda, que ocorre dia sim, dia não, às 10h da manhã -- ou seja, impossível para os passageiros desse meu tour.

Vamos sair do Centro pelo lado mais bonito, caminhando até o Cerro Santa Lucía, um parque de onde se tem uma visão complementar da cidade (mas não tão alta quanto a do San Cristóbal).

Aproveite que você está ao lado do bairro Forestal/Bellas Artes, visite o Museu Nacional de Belas Artes (aberto de 3ª a domingo das 10h às 18h45; entrada gratuita) e/ou o Centro Cultural Gabriela Mistral (salas de exposição abertas 2ª das 16h às 21h e 3ª a domingo das 11h às 21h; entrada normalmente gratuita). Depois, passe em revista a calle Lastarria para escolher um restaurante para jantar em alguma noite da sua estada. De 5ª a sábado há uma feirinha de antigüidades das 10h às 20h.

Veja opção de passeio guiado com nosso parceiro Viator - Excursão a pé em Santiago: degustação de comida e mercados, incluindo almoço

Um dia na neve

Farellones: como chegar

Santiago é cercada pelos Andes, e subir à montanha é o programa mais desejado pelo visitante brasileiro. Apesar de ser oferecido o ano inteiro pelas agências de turismo receptivo, só recomendo fazer o passeio no inverno, com neve de fato. Sem neve, as quarenta curvas da estrada vão constituir um sacrifício que não será compensado pela paisagem.

Quando encontrar neve?
  • De julho a fim de setembro: neve garantida, com as estações funcionando.
  • Maio: pode até nevar, mas as estações ainda não estarão nem pensando em iniciar a temporada.
  • Junho: a neve é provável, mas não garantida. Havendo neve suficiente, as estações iniciam a temporada lá pela terceira semana.
  • Outubro: a neve não é garantida. Havendo neve suficiente, as estações podem continuar a temporada na primeira semana.
  • Janeiro, fevereiro, março, abril, novembro, dezembro: a não ser que São Pedro resolva aprontar, não há neve para tocar.

Existem quatro estações de esqui nos arredores de Santiago. Chega-se a elas pelo mesmo caminho, saindo da cidade pela parte mais nova (Las Condes). As três estações mais tradicionais ficam a pouco mais de uma hora montanha acima: são El Colorado, Farellones (tecnicamente parte de El Colorado) e La Parva. Pouco menos de meia hora adiant

2110 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Patricia
PatriciaPermalink

Perfeito suas postagens! Seus textos são simples, acertivos e objetivos.
E parabéns pela paciência!!! Pq certas perguntas, percebe-se que quem faz nem se dá ao trabalho de ler toda a matéria!! Muita Paciência!!!! Mas obrigada por não desistir e continuar incrementando o site rsrs

Diego Uchôa
Diego UchôaPermalink

Amigo, primeiramente, parabéns pelo site e obrigado pelas informações valiosas.
Tenho duas dúvidas, referentes à minha filha que estará com 9-10 meses quando viajarmos (final de abril a início de maio). Uma ida a Cajon del Maipo seria interessante e conveniente? E para Isla negra?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Diego! Com a bebê tão pequena, os passeios ficam mais convenientes com carro alugado, assim você não submete eventuais companheiros de tour aos humores da pequena, e poderá lidar melhor com suas necessidades de alimentação e sono. É complicado fazer Cajón por conta própria; Isla Negra é tranqüilo.

lilian
lilianPermalink

estou planejando a viagem, tenho um filho de 5 anos e queremos ir a pelo menos uma vinicula. qual delas vc recomenda - ebtenda se menos chata para crianças. kkk
Parabéns pelo trabalho.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Lilian! Quem responde é A Bóia. Vinícola é com "o". Todas serão aborrecidas para crianças pequenas. A visita à Concha y Toro é mais rápida. Só vá se o menino for comportado.

Fernanda
FernandaPermalink

Lilian,
Espero poder ajudar, pois estou pesquisando e tenho uma criança pequena também. O site Chile para Crianças recomenda a vinícola Casas Del Bosque. Dá uma olhadinha: http://www.chileparacriancas.blogspot.com.br/2011/10/vinicola-kids-friendly.html
Boa viagem!

Daniela
DanielaPermalink

Boa tarde! Vou para o Chile em abril e levarei comigo meu avô que é cadeirante, por acaso você tem alguma indicação de hotel com acessibilidade? Muito obrigada pela sua atenção!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Daniela! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Carlos Queiroz
Carlos QueirozPermalink

Estivemos no Chile ano passado, seguimos suas dicas e aproveitamos bastante. Ficamos muito gratos pela sua grande ajuda. Foi realmente de grande valia.
Gostarámos apenas, de alertar sobre dois aspectos negativos de Santiago:
1- Cuidado com seus pertences ao pegar o metrô da Linha 2. Minha irmã, ao saltar do trem, percebeu que havia sido furtada.
Um chileno me disse que furtos dentro dos trens é muito comum, isto porque pessoas de outros países, como Colômbia e Peru, ao chegar em Santiago para tentar ganhar a vida, não conseguem emprego e por isso, furtam, principalmente turistas, nos vagões do metrô.
2- Outro lugar que é preciso muito cuidado, é nas proximidades do Mercado Central.
Lá dentro é seguro, pois tem muitos seguranças (alguns brasileiros), porém, lá fora, a coisa muda de figura. Esta dica nos foi dada por um segurança brasileiro que fica em uma das entradas do mercado.
No mais, achamos Santiago uma cidade bastante segura, exceto minha irmã que ficou sem seu celular e seus óculos de grau.
Nos hospedamos no bairro Providencia e adoramos o Chile.

Leandro
LeandroPermalink

Olá, boa tarde. Estou planejando a viagem à Santiago com esposa em filha de 3 anos. Preciso decidir se o período será de 21-05 a 28-05 ou 11-06 a 18-06 (só posso nesses períodos). Quero visitar El Colorado, La Parva ou Valle Nevado para ver neve (possivelmente) mas não necessariamente esquiar. Também pensei em tirar uns dias e ir à Valparaíso, Casablanca e Isla Negra. Esse planejamento é bom? Em Maio ou Junho? Tem outra sugestão? Obrigado e parabéns pelo artigo.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Leandro! Se quer certeza de neve, vá de julho a meados de setembro.

Daniel Moura
Daniel MouraPermalink

A viagem de carro (alugado) entre o aeroporto de Santiago e Valparaiso (Ibis Valparaiso) durante a noite e no inverno, com a ajuda de todos os aparatos (Google Maps, Waze e GPS "normal), é tranquila ou há alguns cuidados específicos que devemos tomar? Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Daniel! Tranqüila.

alessandro
alessandroPermalink

Bom dia ! Ótimas dicas ! Eu e minha noiva iremos em junho/2016 pela primeira vez, gostamos muito das dicas ! Estamos pensando em ficar no hotel ibis providencia. abraços

THAYS DE ANDRADE
THAYS DE ANDRADEPermalink

Tente procurar no AIRBNB, lá os precos costumam ser mais em conta e vc aluga um flat inteiro por equivalente a 110,00 em media a diaria.

Roseli
RoseliPermalink

Obrigada, dicas de valor. Amei a visita. E com as dicas consegui fazer tudo.

Vivianne
ViviannePermalink

Que maravilha de informações! Parabéns pelas dicas!!! Vamos, eu e meu esposo, entre 8 e 15 de abril. Super preparados e informados, na teoria rsrs! Vamos ver como nos saímos na prática! rsrsrs Volto aqui pra contar! Nem cheguei lá e já estou pensando na segunda viagem ao Chile. rsrsrs

Roni
RoniPermalink

Incrível post. Ótimas dicas.
Nada de propagandas de restaurantes para turistas.
Minha dica é vá comer aonde não seja turisco
Estive em Santiago em Jan/15.
Meu agente disse que eu iria voltar.
Irei em Jun/16.
Tudo que você disse é verdeda e me ajudou a programar minha segunda viagem.
Parabéns pelo seu trabalho muito bem feito.
Obrigado por compartilhar.

Eduardo Carvalho
Eduardo CarvalhoPermalink

FANTÁSTICO !!!! Estive no Chile algumas vezes há algum tempo, estarei retornando em Setembro/16. Muito boas suas dicas. PARABÉNS !!!!

Cida Prates
Cida PratesPermalink

Parabéns pelas recomendações!! Estarei indo com minha filha no período de 25 a 31 de maio para comemorar nossos nivers (52 e 16!!!).... Será nossa primeira visita ao Chile, e caiu feito luva suas dicas!! O-bri-ga-da!!!!! Tanta arte, cultura, gastronomia e, é claro, vinhos, que já está me parecendo uma viagem de conto de fadas: perfeita!!! Ao retornar, digo como foi. Abraços!

Simone
SimonePermalink

Seu site é o melhor site sobre viagens que eu tenho visitado. Vamos para o Chile em agosto, ficaremos 10 dias. Suas dicas vão conosco! Obrigada!

ANA PAULA CAMPOS
ANA PAULA CAMPOSPermalink

Olá Ricardo! Parabéns pelo site, muito útil e claro. Gostaria de saber como faço para reservar vaga em excursão no site partner.viator. Pois todas as excursões que tento comprar o mínimo são de duas pessoas por compra. E como viajarei só, tenho interesse em só 1 vaga de cada passeio. Grata.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ana Paula! Deixe para comprar com agências locais no Chile, não terá problemas.

Jessica
JessicaPermalink

Fiz uma simulação de uber para ir do aeroporto até o hostel, ficava em torno de 110 reais, realmente o uber é tão caro em Santiago? sendo que fica a 18 km (segundo google maps), o aeroporto do hostel.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Jéssica! O táxi oficial custa o equivalente a 30 dólares.

Dora
DoraPermalink

Olá, li os comentários, gostei de algumas dicas e tbm gostaria de deixar a minhas experiencia. Ano passado (julho), eu e meu marido fomos de carro, saimos de SP, fomos até Bariloche e voltamos pelo Chile, entramos por Los Andes, passamos nas Caracoles e Mendonza. Adorei o Chile, tivemos um certo corre corre, por isso, não aproveitamos muito bem a capital Santiago. Mas estamos planejando voltar...

Sergio Lima
Sergio LimaPermalink

Gostaria que comentasse algo sobre os outlets? compensa comprar neles devido ao câmbio atual? e nas lojas falabella? Estou indo de 13 a 19 de julho. gostei bastante das dicas.Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Sergio! Se encontrar liquidação, confira preços nas lojas da cidade. Mas com o câmbio atual não é inteligente desperdiçar um dia de férias num outlet, não.

Mayara
MayaraPermalink

Visitei Santiago em maio do ano passado, o frio começando a tomar forma, não pegamos neve então visitamos Cajon del Maipo e depois o deserto do atacama, uma das opções do roteiro. Muito bom.

keila oro
keila oroPermalink

parabens pelosite, muito bem organizado, foi de grande auxilio para minha viajem , conseguimontar um roteiro para 4 dias baseado nos seus roteiros e dicas
obrigada

Rosângela
RosângelaPermalink

Adorei o site! Estarei indo em setembro pra lua de mel. Chegaremos lá às 2:55 da madrugada. Existe algum hotel que faça o check-in nesse horário? A maioria dos que eu vi são feitos a partir de 12:00. Poderia me ajudar?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Rosângela! Você precisa reservar a noite anterior. Avise por email que vai chegar de madrugada.

JOYCE CAMILLO DA CUNHA
JOYCE CAMILLO DA CUNHAPermalink

olá ricardo, boa tarde!
Estou planejando ir para o Chile em setembro com meu marido e nossa filhinha de 1 aninho. Gostaria muito de visitar a patagônia em Punta Arena, mas não sei se é muito radical pra ir com um bebê, o que você acha?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Joyce! É baixa temporada na Patagônia, os passeios não funcionam, a temperatura mínima é de 0º e a máxima, 5ºC. Se você tem algum conhecido que já levou bebê a um lugar assim...

Rodrigo
RodrigoPermalink

Olá Bóia! Com um carro alugado de categoria "normal", consigo chegar em Farellones em agosto?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Rodrigo! Não faça essa maluquice de subir a montanha no inverno com carro alugado.

Ricardo
RicardoPermalink

Olá Bóia!
Seu post é o melhor ever. Excelente, muito obrigado por compartilhar de uma forma tão ilustrativa e rica nos detalhes.
Eu e minha esposa entamos indo para Santiago no final de agosto ficaremos 8 dias.
Gostaria de aproveitar a ocasião e perguntar sobre Cajón del Maipo. Você recomenda alugar um carro. É bem tranquilo o caminho para este local no final de agosto? Qual o nível de dificuldade para dirigir. Você recomendaria dormir uma noite neste local? Em quais locais você ficaria mais tempo no Cajón?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ricardo! O trecho final de Cajón del Maipo é off-road. No inverno, só faça em tour organizado.

SERGIO E DANI DE QUADROS

Parabéns pelas dicas que recebemos deste site e também dos posts. Fomos à Santiago e ficamos encantados com a cidade e arredores. Espero poder contar a experiência dos 6 dias em que ficamos lá.
Muito obrigado e abraços
Sérgio e Dani

Priscilla Rocha Machado

Olá! Ameeeeei suas dicas! Vou em setembro com minha família. Minha dúvida é a seguinte, meu irmão é cadeirante e gostaria se saber se é válido (se tem acessibilidade) ele ir pro vale nevado?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Priscilla! Tem até aulas de esqui para cadeirantes:
http://www.vallenevado.com/pt/atividades-deficientes/

Milene Araujo
Milene AraujoPermalink

Boa noite!!

Parabéns pelo post e obrigada pelas dicas. Só fiquei com uma dúvida e gostaria de saber se você pode me ajudar. Quando você fala do "tour pela montanha", este é feito com alguma empresa em específico, se sim, você poderia me indicar, pois não encontrei!!

Obrigada grin

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Milene! TurisTour, SnowTours e Turistik fazem tour à montanha.

Wang
WangPermalink

Estou planejando viagem para Santiago, Chile e apenas pelas informações que já li gostei muito do site. Excelente, com várias informações pertinentes e importantes! Parabéns, ajudou muito. Posto novamente depois da viagem, obrigado!

Jaqueline Sampaio Gomes Melo

Bom Dia,
adoro o site, lendo os posts e relatos, já me sinto viajando.
Em março estou programando a viagem para o Atacama, com 4 dias em Santiago, neste roteiro e possível incluir Mendonza.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Jaqueline! Você pode combinar as regiões que quiser. Em todos os itens indicamos como chegar e a permanência mínima recomendada.

maria helena
maria helenaPermalink

adorei as dicas...estive em agosto de 2015..retornarei em final de agosto e com suas dicas tenho certeza que iremos aproveitar melhor nosso passeio..obrigada

Carlos Eduardo
Carlos EduardoPermalink

O que acha de La Serena?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carlos Eduardo! Sair do Brasil para ver praia no trecho mais gelado do Pacífico nos parece um desperdício de tempo e dinheiro, com tanta coisa bonita para se ver no Chile.

Carlos Eduardo
Carlos EduardoPermalink

Boa noite
Não expliquei direito.
A questão é que meu filho estuda medicina na federal do Rio e este mês inteiro, estará estudando em intercâmbio, na Universidade de La Serena.
Sendo assim iríamos a Santiago e arredores e depois passaríamos uns 2-3 dias com ele em La Serena. Sendo assim, queria saber se você conhece a cidade e se teria alguma dica sobre ela e entre Santiago e La Serena.
Muito Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carlos Eduardo! Infelizmente não temos. Seu filho conseguirá as melhores dicas ao chegar.

Christiane Lisboa
Christiane LisboaPermalink

Ola, iremos para o Chile no final de outubro e apesar de não ter neve nesta época queria conhecer a montanha. Você acha que vale a pena subir neste período?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Christiane! Se não houver neve, a resposta é não. Já respondemos isso diversas vezes. Por favor atenha-se às recomendações do post.

Helbert Bruno
Helbert BrunoPermalink

Olá! Ricardo gostaria de agradecer pelas dicas de roteiro em Santiago. Minha esposa e eu estivemos lá do dia 07 a 13/07 e fizemos o roteiro completo sugerido por você e deu super certo, foi muito tranquilo. Recomendo demais essa viagem. Muito obrigado e parabéns pelo site!!!

Irapuã
IrapuãPermalink

Muito legal o seu site. Gostaria de saber se posso economizar indo do aeroporto à praça das armas de ônibus e metrô (aluguei um apartamento a cerca de 500 metros da praça das armas). Chego no aeroporto na sexta por volta das 20:00. É perigoso? Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Irapuã! Em princípio não há perigo, mas o centro de Santiago morre à noite e serão 500 metros bem estressantes para percorrer com sua bagagem, seu dinheiro e seus documentos. Eu investiria 30 dólares no táxi.

MARCOS ROBERTO GAMA MACHADO

Estive com minha família lá esse mês (10/2016) Achei a cidade maravilhosa.

Criei um video e disponibilizei para quem quiser ver como estava o Vale Nevado pós inverno.

https://www.youtube.com/watch?v=AZcHwufCi7U

Vale a pena conferir!

Willyane
WillyanePermalink

Nossa, melhor post que já li sobre o Chile! Vcs dizem tudo que o viajante precisa saber, com detalhes e linguagem simples. Sem dicas soltas, com programas mesmo de viagem pra gente escolher e adaptar. Simplesmente adorei!

Alcemara
AlcemaraPermalink

Reitero o que Willyane disse! Vocês estão de parabéns!!!!

Lalá
LaláPermalink

Olá Bóia, acabei de voltar de Santiago, agora, dia 27 de novembro. Só gostaria de repassar uma informação preciosa (procurei muito e não encontrei antes de viajar) e confiável para os turistas que apreciam vinhos e gostam de trazê-los para o Brasil: é permitido vinho na bagagem de mão no voo da Latam de Santiago para o Brasil, mesmo que não seja comprado no freeshop, e bem provavelmente em outras companhias aéreas também (pois o Rx da alfandega que poderia denunciar e confiscar líquidos é o mesmo!). Eu e minha esposa trouxemos 2 garrafas (cada) na mochila, e uma amiga também trouxe 3 garrafas de vinho no mesmo voo. A atendente da Latam em santiago (não adianta perguntar às atendentes da Latam no Brasil - elas informaram errado) nos confirmou a informação antes de despacharmos as malas, e não tivemos problema. É só não exagerar (parece que é um acordo meio informal, não existe uma quantidade fixa de garrafas permitida). Essa informação é importante, pois em voos na América do Sul "só" podemos despachar 23kg, e as garrafas de vinho costumam pesar muito (no mínimo 1kg cada), então dá para evitar de pagar excesso de bagagem transferindo umas garrafas para a bagagem de mão (mochila). Sobre o excesso de peso na bagagem despachada, a Latam não costuma cobrar se passa um ou dois kg, a mala da minha esposa estava com 1,5kg acima e não tivemos problema, nossa amiga estava com pouco mais de 1 kg acima, e também não pagou. Só não abusar também! Obrigado e um grande abraço!

YANEZ
YANEZPermalink

parabéns!!! adorei as dicas, foram úteis em todos os pontos! vou recomendar!

ANA BEATRIZ CARVALHO NOBREGA

Bom Dia!!!

Adorei as dicas...mas vou esse ano de 2017 pra santiago em setembro.
duvidas: troco o real la em cambio paralelo?faz muito frio nessa epoca?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Ana Beatriz! Não existe 'câmbio paralelo' no Chile. Você faz câmbio em casas de câmbio legalizadas. Durante a temporada de neve a cotação para reais costuma ser desfavorável. Confira mais próximo da data as cotações para dólar e real.

Fabiana Alves
Fabiana AlvesPermalink

Olá. Adorei o post. Tenho uma grande dúvida e nunca vi nada sobre isso. Não faço uso de bebida alcoólica mas queria conhecer as vinicolas. Possoir a alguma delas so para conhecer a paisagem

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fabiana! Pode sim. Ninguém vai obrigar você a beber smile

Denise
DenisePermalink

olá, bom dia... vou para Santiago em Julho, eu tenho alguns EUROS que sobraram de uma outra viagem, vale a pena levar para trocar por peso ou seria melhor levar reais... desde já obrigada e parabéns pelo blog... toda vez que viajo pego dicas aqui!!!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Denise! Pode levar seus euros para trocar lá.

Elis Bondim
Elis BondimPermalink

Olá!
Seu site blog e suas dicas são excelentes! Obrigada por compartilhar!
Gostaria de saber se existe alguma van ou outro transporte entre as estações de Farellones e do Valle Nevado.
Gostaria de ir nas duas no mesmo dia, porém indo por minha conta, com essas vans em que o pessoal que esquia costuma ir, como você mesma indicou acima.
Mas gostaria de sair de Santiago a Farellones, ficar um tempo lá, depois ir para o Valle Nevado, e aí voltar de lá para Santiago. Gostaria de saber se é possível.

Grata pela atenção,
Elis.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Elis! Nâo existe transporte entre as duas estações. Não é possível visitar e aproveitar as duas estações num mesmo dia. Ou você não sobe na gôndola do Valle Nevado, ou você não se diverte em Farellones.

Emily
EmilyPermalink

Super agradecida pelas dicas do post e dos comentários, foram ótimas para minha viagem (abril/2017)! E é um destino tranquilo para mulher viajar sozinha (pelo menos foi assim pra mim). Para acrescentar: dá pra reservar transfer da Transvip pelo site (Aeroporto até Providência e o caminho inverso ficaram cerca de 7.000 pesos cada trecho); me hospedei por airbnb em Providência com diárias de R$50 em quarto de apartamento popular; na rua Pedro de Valdívia (Providência) tem várias casas de câmbio; na Av. Providência, 2359, tem o Centro de Informações Turísticas, onde tem mapas gratuitos e informações sobre turs a pé e de bicicleta; Santiago é CHEIA de museus, ótimo destino pra quem curte turismo cultural (e não deve deixar de ver o Centro Cultural La Moneda, abaixo do Palácio de la Moneda, e o GAM - Centro Cultural Gabriela Mistral); para artesanato, indico a galeria no Centro Cultural La Moneda e o mercado indígena, no Cerro Santa Lucía; o comércio de rua perto do metrô La Moneda é muito bom; os trajetos entre Valparaíso e Viña del Mar fiz de ônibus comum, por sugestão de moradores, já que é fácil e custa cerca de 400 pesos. Pra mim o melhor de Valparaíso foi conhecer a La Sebastiana e o Museu de Belas Artes, então talvez não seja o melhor destino (de dia) pra quem não curte turismo mais cultural. Para atualizar (preço de abril/2017): La Chascona está 7.000 pesos, Funicular do Cerro San Cristóbal 2.600, Zoológico (também no Cerro) 1.000, Sky Costanera 10.000 (sinceramente, preferi a vista do Cerro San Cristóbal, não pagaria Sky Costanera outra vez), Museu de Arte Pré Colombiana 4.500, La Sebastiana 7.000 (estava meio fora de temporada e não foi fácil arrumar táxi perto da La Sebastiana, então fui caminhando e dei sinal quando apareceu um). Pra comer, gastei em média 5.500 pesos por refeição (porções bem generosas, na maior parte das vezes eu deixava um terço). Para finalizar: realmente é um lugar que merece ser visitado mais de uma vez e que precisa de, no mínimo, umas 4 noites. Aproveitem!

Wilton Silva
Wilton SilvaPermalink

Boa tarde, parabéns pela matéria tão detalhada, e pela paciência em responder perguntas tão óbvias rs.. Ficarei em Santiago por 13 dias (02/09 a 14/09) e vou ler e reler várias vezes pra absorver ao máximo todas as dicas. Espero as estações ainda estarem funcionando nesse período.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Wilton! O Valle Nevado só não estará funcionanfo se a temporada fir muito seca e cair pouca neve.

Marcos
MarcosPermalink

Bom dia, parabéns pelo site, são ótimas as dicas.
Tenho algumas dúvidas. Estou indo a Valle Nevado e ficarei hospedado por lá durante dois dias. Irei em uma sexta -feira (15/09) e gostaria de retornar domingo (17/09) cedo (pois depois das 08:00hs o fluxo é apenas de subida). Lendo as dicas aqui, entendi (não sei se corretamente) que os transfers (pelas Skitotal e outras) são de ida e volta no mesmo dia, e que nas diárias dos alugueis dos equipamentos pega-se pela manhã e devolve-se a tarde quando se retorna da montanha. Minhas dúvidas são as seguintes:
Tem algum transporte que faz o trajeto Valle - Santiago antes das 08:00hs em um domingo?
Caso eu alugue o equipamento na sexta de manhã e devolva no domingo pela manhã, terei que pagar duas ou três diárias?
Caso eu alugue apenas uma diária (no dia de ida), sendo que não retornarei para Santiago neste mesmo dia, tem como devolver o equipamento a alguém da empresa la no Valle?

Agradeçovpela atenção!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Marcos! Quem alugou para você em Valle Nevado deve ter os esquemas de traslado.

Carina Coelho
Carina CoelhoPermalink

Parabéns pelo site! Li e lerei novamente para programar minha viagem!!! Obrigada pelas dias.

Arthur
ArthurPermalink

Olá,

Coloquei em outro blog e irei colocar aqui como alerta para os turistas brasileiros.

Tudo estava indo as mil maravilhas até o dia que fui viajar por conta própria (carro alugado) para Viña del Mar passando pela vinícula Emiliana.

Fui furtado e me parece que é uma coisa muito frequente aqui. Se soubesse dos riscos em Viña de Mar de furtos a veículos de turistas, nunca teria alugado um carro e ido sozinho.

Na locadora me avisaram para não deixar na rua e nem nenhum pertence dentro, porque poderiam quebrar o vidro. Segui a recomendação, porém deixei casacos (pelo calor) e os vinhos e presentes comprados na vinícola (que não tinha como carregar). Para meu azar, em um dos casacos tinha no bolso uma boa quantia em dolares. Aumentando muito o meu prejuizo!

Deixei o carro apenas em dois lugares: Parei em um estacionamento privado mais a frente da entrada do Palacio Vergara e depois deixei o carro ao lado do Casino em um estacionamento público com um flanelinha em um local movimentado (Calle Los Heroes). Só dei conta do furto no retorno a Santiago.

Fui na polícia e me parece que não dará em nada. E a Chilena Rent a Car quer me cobrar 3x o preço do aluguel diário pelo conserto na porta. O que mais me surpeende é que reparei que em diversos veiculos do pátio da locadora estavam com esse mesmo dano na porta do carona. Ou seja, isso é muito frequente e os brasileiros que leem seu Blog devem saber para não cair nessa furada. Me parece ter até uma omissao da locadora, pois os veículos sao relocados com dano no cilindro da chave (que facilita ainda mais a ação – pois eles te cobram, mas nao arrumam) e eles não possuem alarme ou nemhuma segurança para coibir os roubos.

Fica ai a dica e o meu relato. Espero
que compartilhe com seus leitores.

Arthur

Kamylla Batista
Kamylla BatistaPermalink

Bom saber! É lastimável isso. Fico consternada por sua experiência negativa e agradecida por seu aviso.

Viviane
VivianePermalink

Infelizmente tenho lido muitos comentários como o seu nesta temporada! Já ouvi relatos de roubo a carro em Valparaíso e em Algarrobo!! Dessa mesma forma que voce falou! Graças a Deus fui a Vina/Valpo de carro e voltamos ilesos!