Rio de Janeiro

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Rio de Janeiro: o que fazer | Roteiros práticos de passeios

É perfeitamente possível curtir o Rio como um carioca em férias na sua própria cidade. Praia, boteco, restaurante, show, teatro e exposições já fazem uma viagem perfeita.

Mas se o objetivo for turistar de verdade, mãos à obra: o Rio tem tanta coisa para ver, que se você quiser ticar tudo numa viagem só, mal vai sobrar tempo para estender sua canga na areia. Mas não será em vão. O Rio pós-olímpico está repleto de novas atrações, e as que já existiam estão com acesso mais civilizado. O transporte melhorou muito. O metrô e o VLT levam a mais lugares com segurança, e os aplicativos (99, Easy, Taxi.Rio, Uber, Cabify) organizaram e baratearam os deslocamentos de táxi.

Nesta página você encontra um índice do que fazer no Rio atração por atração. Em cada atração você vai encontrar sugestões de passeios combinados.

Se você vai ficar pouco tempo no Rio, veja a seção Roteiros prontos, que tem um roteiro para 48 horas no Rio. Ali você encontra também o roteiro para visitar o Rio como parada de cruzeiro. A também inclui uma lista de idéias para curtir o Rio num dia de chuva e o que fazer no Rio com crianças.

Veja também nosso post-dossiê sobre praias e as seções sobre noite, shows, Réveillon e Carnaval.

Leia também sobre como visitar o Rio de Janeiro com segurança

  • Índice de atrações

Mexa no mapa! Use o comando (+) para aproximar e ver detalhes que não aparecem. Use o comando (-) para afastar e ter um plano ainda mais geral.

O que fazer no Rio de Janeiro: Cristo Redentor

Símbolos do Rio

Cristo Redentor | Pão de Açúcar | Maracanã | Jardim Botânico

O que fazer no Rio de Janeiro: Boulevard Olímpico

Boulevard Olímpico

Geral | Museu do Amanhã | AquaRio | Etnias | M.A.R. | Mosteiro de São Bento | Pira Olímpica | CCBB | Casa França-Brasil | Centro Cultural dos Correios | Paço Imperial | Praça XV | Ilha Fiscal | Morro da Conceição

O que fazer no Rio de Janeiro: Igreja de São Francisco da Penitência

Mais Centro & arredores

Escadaria Selarón & Arcos da Lapa | Santa Teresa | Teatro Municipal, Museu de Belas Artes e Biblioteca Nacional | Confeitaria Colombo | Igreja de São Francisco da Penitência | Real Gabinete Português de Leitura | Museu Histórico Nacional | MAM | Marina da Glória (Passeios de barco) | Museu da República | Bhering

O que fazer no Rio: passeio de helicóptero

Mais Zona Sul

Passeio de helicóptero | Mureta do Bar Urca | Forte do Leme | Forte de Copacabana | Pôr do Sol no Arpoador | Lagoa | Parque Lage | Vista Chinesa | IMS | Vôo duplo | Favela tour

O que fazer no Rio de Janeiro: Quinta da Boa Vista

Mais Zona Norte

Quinta da Boa Vista, Museu Nacional & Rio Zoo | Feira de São Cristóvão | Cadeg

O que fazer no Rio: Sítio Burle Marx

Barra da Tijuca & Zona Oeste

Geral | Ilha da Gigóia | Cidade das Artes | Sítio Burle Marx | Pedra do Telégrafo | Lagoa Marapendi | Fazendinha | Water Planet

O que fazer no Rio de Janeiro: bate-volta a Niterói

Bate-voltas

Niterói | Petrópolis | Búzios, Arraial do Cabo e Angra dos Reis

O que fazer no Rio de Janeiro: num dia de chuva, com crianças

Roteiros sob medida

48 horas no Rio -- dia 1 | 48 horas no Rio -- dia 2 | Rio como parada de cruzeiro | Rio num dia de chuva | Rio com crianças

O que fazer no Rio de Janeiro: praias e noite

Divirta-se

As praias | Noites cariocas | Shows | Teatro | Réveillon no Rio | Carnaval no Rio

  • Símbolos do Rio (e passeios combinados)

Mexa no mapa! Use o comando (+) para aproximar e ver detalhes que não aparecem. Use o comando (-) para afastar e ter um plano ainda mais geral.

Veja como combinar Cristo Redentor, Pão de Açúcar, Maracanã e Jardim Botânico:

  • Cristo Redentor

O que fazer no Rio de Janeiro: Cristo Redentor

É a atração mais procurada do Rio de Janeiro. Ver a estátua de perto parece ser o objetivo principal da maioria dos visitantes. O que deveria motivar a peregrinação até lá em cima, porém, é a vista. Não existe paisagem urbana mais bonita no planeta do que a Baía de Guanabara e o Pão de Açúcar vistos da varanda do Cristo Redentor.

Quando ir ao Cristo Redentor

O mais importante é subir num dia claro. Num dia de céu carregado, nuvens mais baixas do que a estátua podem eliminar a vista.

De manhã ou de tarde?

O Cristo Redentor é mais procurado de manhã, talvez por ser o passeio mais importante do dia (e da visita ao Rio) para grande parte dos turistas. O período da manhã é o mais favorável para fotografar a estátua, porque (num dia ensolarado) o sol incide sobre o Cristo. Já Pão de Açúcar e a Baía de Guanabara estarão no contraluz.

À tarde o movimento é menos intenso (mas nem por isso arrisque chegar sem ingresso comprado). A maior vantagem, na minha opinião, é pegar o sol incidindo sobre a Baía de Guanabara e o Pão de Açúcar, o que favorece fotografar a vista. (A estátua do Cristo, porém, estará no contraluz.)

Ingresso antecipado ou na hora?

Compre ingresso antecipado pela internet (aqui ou aqui) para não arriscar esperar entre uma e três horas para embarcar. Monitore a previsão do tempo, e compre na véspera -- ou mesmo no dia, com algumas horas de antecedência.

Trem, van ou táxi?

O que fazer no Rio de Janeiro: subindo ao Cristo Redentor de trem

Cristo de trem

O que fazer no Rio de Janeiro: Cristo Redentor de van

Cristo de van oficial

  • O Trem do Corcovado é a maneira mais lúdica de chegar à estátua
  • As vans oficiais da Paneiras-Corcovado incluem o traslado desde Copacabana, Largo do Machado ou Barra da Tijuca
  • Quem sobe de carro ou táxi não chega até a estátua: precisa pegar a van oficial no Centro de Visitantes das Paineiras

Como é a visita ao Cristo Redentor?

Veja como é a visita ao Cristo Redentor clicando neste post.

Como chegar ao Cristo Redentor

  • Vans oficiais partem de Copacabana (Praça do Lido: Av. Atlântica esquina Belfort Roxo), do Largo do Machado (metrô Largo do Machado, saída A Largo do Machado) e da Barra da Tijuca (Shopping Città América, BRT Bosque Marapendi). Veja preços das vans (com ingresso incluído) no box abaixo
  • O Trem do Corcovado sai da rua Cosme Velho, 513. Veja preços do trem (com ingresso incluído) no box abaixo. Um táxi desde Copacabana à estação do trenzinho custa entre R$ 23 e R$ 30. De ônibus, venha da Zona Sul pelo 583 Cosme Velho-Leblon (BRS 2). De metrô, salte na estação Largo do Machado e siga com o 583 Cosme Velho-Leblon ou o 540 Cosme Velho. Confira horários no Moovit
  • Vans complementares têm ponto de embarque na Praça São Judas Tadeu, ao lado da estação do Trem do Corcovado, e levam até o Centro de Visitantes das Paineiras. Custam R$ 15 por pessoa (R$ 30 ida e volta). Do Centro de Visitantes você segue com a van oficial (veja preços da van oficial, com ingresso incluído, no box abaixo)
  • Um táxi de Copacabana ao Centro de Visitantes das Paineiras, se você conseguir táxi um que leve até lá em cima pelo taxímetro, vai custar entre R$ 35 e R$ 40. Do Centro de Visitantes você segue com a van oficial (veja preços da van oficial, com ingresso incluído, no box abaixo)

Cristo Redentor

Passeios combinados com o Cristo Redentor

Caso você queira combinar o Cristo com alguma das atrações a seguir, não compre seu ingresso com a van de Copacabana ou a van da Barra, porque você teria que voltar ao ponto do de embarque. Compre pelo Trem do Corcovado ou pela van do Largo do Machado.

Pão de Açúcar

  • Para melhor luz, vá de manhã ao Pão de Açúcar (com o sol incidindo em Copacabana e no Corcovado) e à tarde ao Cristo Redentor (com o sol incidindo no Pão de Açúcar e Baía de Guanabara)
  • Esteja no Pão de Açúcar entre 3h30 e 4h antes do seu horário de embarque ao Cristo Redentor
  • Um táxi do Pão de Açúcar à estação do trenzinho sai entre R$ 25 e R$ 28. Entre o Pão de Açúcar e o ponto de embarque das vans no Largo do Machado sai de R$ 21 a R$ 25. Entre o Pão de Açúcar e o Centro de Visitantes das Paineiras, pelo taxímetro, de R$ 31 a R$ 39
  • A linha 581 Urca-Leblon fazia a ligação entre o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor, mas se encontra desativada. O caminho mais curto é ir com o ônibus 513SP Botafogo até o metrô Botafogo. Ali, pegue a linha 1+4 (direção Uruguai) ou linha 2 (direção Pavuna) e salte na estação Largo do Machado. Saia pelo acesso A (Largo do Machado) e vá ao Cristo com a van oficial do Largo do Machado. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Pão de Açúcar aqui

Maracanã

  • O táxi entre o Maracanã e a estação do Trem do Corcovado custa de R$ 27 a R$ 31. Entre o Maracanã e a estação de embarque das vans no Largo do Machado, de R$ 26 a R$ 30. Entre o Maracanã e o Centro de Visitantes das Paineiras, pelo taxímetro, de R$ 38 a R$ 43
  • De transporte público entre o Maracanã e o Cristo Redentor, venha de metrô. Embarque na estação Maracanã (direção Botafogo), e salte na estação Largo do Machado (saída A Largo do Machado). Pegue a van oficial no Largo do Machado. Se for subir com o Trem do Corcovado, pegue no Largo do Machado um desses ônibus: 583 Cosme Velho-Leblon ou 540 Cosme Velho
  • De transporte público entre o Cristo Redentor e o Maracanã, primeiro siga até a estação Largo do Machado do metrô. Pode ser com a van oficial (se você tiver comprado seu embarque por lá), de táxi (R$ 12 a R$ 14) ou de ônibus (580 Largo do Machado ou 422 Grajaú). No metrô, embarque num trem da linha 2 (direção Pavuna), e salte na estação Maracanã (saia pelo acesso A Estádio do Maracanã). Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Maracanã aqui

Jardim Botânico

  • O táxi entre o Jardim Botânico e a estação do Trem do Corcovado custa de R$ 20 a R$ 22 (no sentido oposto, de R$ 27 a R$ 31). Entre o Jardim Botânico e o ponto de embarque das vans no Largo do Machado, de R$ 25 a R$ 28. Entre o Jardim Botânico e o Centro de Visitantes das Paineiras, pelo taxímetro, de R$ 31 a R$ 36
  • De ônibus, do Jardim Botânico à estação do Trem do Corcovado pegue o 584 Cosme Velho-Leblon. Do Jardim Botânico ao ponto de embarque das vans oficiais no Largo do Machado, pegue o TRO-10/101 Cruz Vermelha. No sentido contrário, da estação do Trem do Corcovado ao Jardim Botânico vá com o 583 Cosme Velho-Leblon. Do ponto de embarque das vans oficiais no Largo do Machado ao Jardim Botânico vá de metrô (linha 1+4 direção Jardim Oceânico ou linha 2 direção Botafogo) e salte na estação Botafogo. Saia pelo acesso A (São Clemente Humaitá) e continue com o metrô na superfície (sem cobrança de nova passagem para quem tem RioCard ou cartão do MetrôRio). Salte na parada Jardim Botânico. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Jardim Botânico aqui

Boulevard Olímpico

  • O táxi entre a Praça Mauá e a estação do Trem do Corcovado custa de R$ 25 a R$ 28. Entre a Praça Mauá e o ponto de embarque das vans no Largo do Machado, de R$ 20 a R$ 23. Entre a Praça Mauá e o Centro de Visitantes das Paineiras, pelo taxímetro, de R$ 40 a R$ 47
  • De transporte público entre o Boulevard Olímpico e o Cristo Redentor: vá com o VLT (direção Santos Dumont) e salte na estação Cinelândia. Continue de metrô: pegue a linha 1+4 (direção Jardim Oceânico) ou a linha 2 (direção Botafogo), e salte na estação Largo do Machado (saia pelo acesso A Largo do Machado). Pegue a van oficial no Largo do Machado. Se for subir com o Trem do Corcovado, pegue no Largo do Machado um desses ônibus: 583 Cosme Velho-Leblon ou 540 Cosme Velho
  • De transporte público entre o Cristo Redentor e o Boulevard Olímpico: primeiro siga até a estação Largo do Machado do metrô. Pode ser com a van oficial (se você tiver comprado seu embarque por lá), de táxi (R$ 12 a R$ 14) ou de ônibus (580 Largo do Machado ou 422 Grajaú). No metrô, pegue a linha 1+4 (direção Uruguai) ou a linha 2 (direção Pavuna) e salte na estação Cinelândia (saída C Pedro Lessa ou, se estiver fechada, saída A Theatro Municipal). Então embarque na estação Cinelândia no VLT, direção Praia Formosa. Salte na Parada dos Museus ou Parada dos Navios. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Boulevard Olímpico aqui

Menu | Mapa | Índice de atrações | Roteiros prontos | Divirta-se

  • Pão de Açúcar

O que fazer no Rio de Janeiro: Pão de Açúcar

Não basta subir ao Cristo. O Pão de Açúcar é a sua vista complementar. Além de apreciar a Baía de Guanabara pelo ângulo oposto (e com o próprio Cristo ao fundo), você ainda tem praticamente uma vista aérea sobre Copacabana. Ah, sim: e com todas as montanhas emoldurando o quadro. O Pão de Açúcar está a um pulinho de Copa, e a subida pelo bondinho já (quase) vale a viagem.

Quando ir ao Pão de Açúcar?

É difícil as nuvens estarem tão baixas a ponto de taparem a vista. Mas a experiência num dia nublado é muito inferior a um dia ensolarado. Monitore a previsão do tempo para subir num dia claro.

De manhã ou de tarde?

O que fazer no Rio de Janeiro: Pão de Açúcar

À esquerda: pela manhã - à direita: pela tarde

De manhã o movimento é menor (está todo mundo no Cristo!) e o sol incide sobre a Urca, o Aterro do Flamengo, Copacabacana e as montanhas (incluindo o Corcovado). É o meu período favorito para subir ao Pão de Açúcar.

A vantagem de ir no início da tarde é que dá para fazer uma dobradinha com a mureta do Bar Urca, que fica relativamente perto (vá de ônibus ou táxi).

O fim da tarde costuma ser bastante movimentado. Copacabana e as montanhas, porém, estarão no contraluz total. Vale a pena se você esperar o horário do lusco-fusco para ver as luzes se acenderem na cidade.

Ingresso antecipado ou na hora?

Vale a pena comprar ingresso antecipado: você evita a fila da bilheteria. Mas não há horário marcado, só o dia. Dá para comprar ingresso facilmente na véspera, ou mesmo no próprio dia.

Como é a visita ao Pão de Açúcar?

Veja como é a visita ao Pão de Açúcar neste post.

Como chegar ao Pão de Açúcar

  • Um táxi da orla da Zona Sul ou da região central até o Pão de Açúcar vai custar entre R$ 20 e R$ 35
  • O ônibus 581, que ligava a Zona Sul ao Pão de Açúcar, encontra-se desativado. Para ir de transporte público, vá metrô Salte na estação Botafogo, saia pelo acesso E (Mena Barreto), atravesse a rua e procure o ponto final do SP513 Urca. Confira horários noMoovit

Pão de Açúcar

  • Avenida Pasteur, 520 | Tel. (21) 2546-8400 | Aberto diariamente das 8h às 21h (bilheteria até 19h50) | Ingressos: a partir de 13 anos, R$ 80; crianças e jovens de 6 a 21 anos, estudantes, maiores de 60 anos e pessoas com necessidades especiais e outros, R$ 40; menores de 6 anos, grátis -- compre aqui | Preços de março/2018

Passeios combinados com o Pão de Açúcar

Passeio de helicóptero

  • Um dos helipontos da empresa que faz sobrevôos panorâmicos pelo Rio fica no Morro da Urca, primeira parada do Bondinho
  • O roteiro mais curto leva a Copacabana e Arpoador, com vistas de Ipanema e da Lagoa (R$ 230 por pessoa, divididos em 4 x R$ 57,50). O roteiro de 12 minutos continua por Leblon, Lagoa e dá volta na estátua do Cristo (R$ 690 por pessoa)
  • Não há reservas antecipadas
  • Leia sobre o passeio de helicóptero aqui.

Bar Urca

  • Se você for ao Pão de Açúcar à tarde, o melhor complemento é o concorrido happy-hour na mureta deste bar
  • Um táxi do Pão de Açúcar ao Bar Urca custa entre R$ 11 e R$ 12
  • Os ônibus 513 Urca-Fonte da Saudade, 513SP Urca e 107 Urca levam da parada da rua Ramon Franco, 10 ao Bar Urca. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Bar Urca aqui

Cristo Redentor

  • Para melhor luz, vá de manhã ao Pão de Açúcar (com o sol incidindo em Copacabana e no Corcovado) e à tarde ao Cristo Redentor (com o sol incidindo no Pão de Açúcar e Baía de Guanabara)
  • Esteja no Pão de Açúcar entre 3h30 e 4h antes do seu horário de embarque ao Cristo Redentor
  • Um táxi do Pão de Açúcar à estação do trenzinho sai entre R$ 25 e R$ 28. Entre o Pão de Açúcar e o ponto de embarque das vans no Largo do Machado sai de R$ 21 a R$ 25. Entre o Pão de Açúcar e o Centro de Visitantes das Paineiras, pelo taxímetro, de R$ 31 a R$ 39
  • A linha 581 Urca-Leblon fazia a ligação entre o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor, mas se encontra desativada. O caminho mais curto é ir com o ônibus 513SP Botafogo até a estação Botafogo do metrô. Ali, pegue a linha 1+4 (direção Uruguai) ou linha 2 (direção Pavuna) e salte na estação Largo do Machado. Saia pelo acesso A (Largo do Machado) e vá ao Cristo com a van oficial do Largo do Machado. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Cristo Redentor aqui

Maracanã

  • O táxi entre o Pão de Açúcar e o Maracanã custa de R$ 37 a R$ 42
  • De transporte público entre o Pão de Açúcar e o Maracanã, pegue o ônibus 513SP Botafogo e salte na stação Botafogo do metrô. Siga de metrô com a linha 2 (direção Pavuna) e salte na estação Maracanã (saia pelo acesso A Estádio do Maracanã)
  • De transporte público entre o Maracanã e o Pão de Açúcar, pegue o metrô na estação Maracanã (direção Botafogo) e salte na estação Botafogo. Saia pelo acesso E (Mena Barreto), atravesse a rua e procure o ponto final do SP513 Urca. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Maracanã aqui

Boulevard Olímpico

  • O táxi entre o Pão de Açúcar e a Praça Mauá custa de R$ 33 a R$ 38.
  • De transporte público entre o Pão de Açúcar e o Boulevard Olímpico: dá para ir direto com o ônibus 107 Central e saltar na parada Candelária. Se quiser chegar ao Boulevard Olímpico de VLT, pegue o ônibus 513SP Botafogo e salte na estação Botafogo do metrô. Siga com a linha 1+4 (direção Uruguai) ou linha 2 (direção Pavuna) e salte na estação Cinelândia. Pegue a saída C Pedro Lessa ou, se estiver fechada, saída A Theatro Municipal. Então embarque na estação Cinelândia no VLT, direção Praia Formosa. Salte na Parada dos Museus ou Parada dos Navios. Confira horários no Moovit
  • De transporte público entre o Boulevard Olímpico e o Pão de Açúcar: vá com o VLT (direção Santos Dumont) e salte na estação Carioca. Caminhe até a av. Nilo Peçanha, quase esquina rua da Assembléia. Pegue o ônibus 107 Central. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Boulevard Olímpico aqui

Menu | Mapa | Índice de atrações | Roteiros prontos | Divirta-se

  • Maracanã Tour

O que fazer no Rio de Janeiro: Maracanã

Do 'maior do mundo', infelizmente, só restou a casca. Inteiramente reconstruído para Copa e Olimpíada, o Maracanã perdeu boa parte do seu carisma. Mas a oportunidade de emergir pela boca do túnel e ver o estádio ao rés do gramado não é de se jogar fora.

Quando ir ao Maracanã?

O tour do Maracanã é bom de encaixar num dia que não dê praia. (Mas em dias de chuva a visita fica prejudicada, sobretudo se você vier de metrô, porque a passarela da estação que dá acesso ao estádio é descoberta.)

O ideal é não ficar só na visita guiada. Ver um jogo no Maraca continua uma experiência memorável. (Veja mais abaixo as dicas para comprar ingresso para jogos.)

De manhã ou de tarde?

Em princípio, tanto faz. Mas leve em conta que em dias de jogos as visitas são encerradas 3 horas antes do horário de abertura dos portões. Ou seja: indo de manhã você não se preocupa com isso. Se for perto da hora do almoço, pode emendar com os bolinhos de feijoada do Aconchego Carioca (veja mais abaixo).

Ingresso antecipado ou na hora?

Comprando ingresso com antecedência (aqui) você evita perder algum tour guiado que esteja lotado por grupos de excursão. Mas normalmente dá para comprar na hora sem problema.

Como é a visita ao Maracanã?

Você pode escolher entre tours guiados (bilíngües português/inglês, com saída de hora em hora) e tours não-guiados (você fica livre para se movimentar pelo percurso da visita).

As duas primeiras salas funcionam como um pequeno museu, mas o acervo é bem fraquinho. Tem uma estação dedicada a Zico (maior artilheiro do Maracanã), outra à Seleção Brasileira e suas conquistas, outra ao milésimo gol de Pelé (incluindo a bola do gol). Tem também uma espécie de calçada da fama com os moldes dos pés de craques de times e épocas diversas. E algumas estações interativas/moderninhas que propõem games (e podem ter ingresso cobrado à parte).

Então você passa pelo vestiário (onde estão expostas as camisetas dos 20 times da Série A) e finalmente entra em campo. Ou quase: não dá para pisar no gramado, mas você anda pela lateral e pode sentar no banco de reservas.

A visita guiada é mais rica, porque a narração do guia compensa o raquitismo do museuzinho.

E para assistir a um jogo no Maracanã?

  • Em qualquer hotel do Rio você encontrará, na recepção, filipetas de agências que levam a jogos, incluindo ingressos. Mas também dá para ir por conta própria, comprando ingresso pela internet e chegando de metrô.
  • Na maioria dos jogos, uma carga de ingressos é vendida online. O Flamengo costuma vender ingressos pelo Superingressos. Fluminense e Vasco, pelo Futebolcard. (O Botafogo manda seus jogos no estádio Nilton Santos, o Engenhão.) O site Maracanã Online sempre traz a informação sobre venda de ingressos (tanto online quanto nas bilheterias físicas.)

Como chegar ao Maracanã

  • Um táxi de Copacabana ao Maracanã vai custar entre R$ 38 e R$ 44
  • De transporte público, a melhor opção, sem a menor dúvida, é o metrô. Vá pela linha 1+4 (direção Uruguai) e salte em Botafogo, Central ou, no fim de semana, Estácio. Continue pela linha 2 (direção Pavuna) até a estação Maracanã. Saia pelo acesso A (Estádio do Maracanã), siga pela rampa e, ao chegar em frente ao estádio, contorne pela esquerda. Entre pelo portão 2 para o tour (a bilheteria fica na parte de dentro do portão)
  • Várias linhas de ônibus ligam a Zona Sul ao Maracanã. A 435 Grajaú-Gávea (BRS 2) passa por Leblon, Ipanema e parte de Copacabana (até a Siqueira Campos). A 456 Norte Shopping (BRS 1-3) passa por toda a extensão de Copacabana. Muitas outras linhas ligam a Zona Sul ao Maracanã, veja opções e horários no Moovit

Maracanã Tour

  • Av. Presidente Castelo Branco, portão 2 | Tel. (21) 98341-1949 | Dias de jogos: das 9h até três horas antes da abertura dos portões | Dias sem jogos: das 9h às 18h (último tour guiado: 17h) | Dias de jogos: das 9h até três horas antes da abertura dos portões (último tour guiado: quatro horas antes da abertura dos portões) | Ingresso: tour guiado, R$ 60 (estudantes, maiores de 60 anos, crianças de 6 a 10 anos, PNEs, R$ 30); tour não-guiado, R$ 50 (estudantes, maiores de 60 anos, crianças de 6 a 10 anos, PNEs, R$ 25); grátis até 9 anos | Bilheteria online: aqui | Preços de março/2018 | Metrô: Maracanã

Passeios combinados com o Maracanã

Aconchego Carioca

  • O Aconchego Carioca é o berço do bolinho de feijoada, criação de Katia Barbosa que é o mais espetacular petisco do Rio de Janeiro. A casa tem filiais, mas na cozinha original sai mais gostoso (R. Barão de Iguatemi, 379, tel. 21 2273-1035; 3ª a sábado das 12h às 23h, domingo das 12h às 17h)
  • Um táxi do Maracanã ao Aconchego Carioca sai entre R$ 12 e R$ 13
  • Dá para pegar o ônibus 363 Candelária e descer na Praça da Bandeira
  • Leia sobre o Aconchego Carioca aqui e sobre outros restaurantes da rua Barão de Iguatemi aqui

Quinta da Boa Vista, Museu Nacional & RioZoo

  • Um táxi do Maracanã à Quinta da Boa Vista sai entre R$ 11 e R$ 13
  • De metrô, embarque na estação Maracanã (destino Botafogo) e salte na estação São Cristóvão (saída B Trens da Supervia)
  • Leia sobre a Quinta da Boa Vistaaqui

Feira de São Cristóvão

  • Um táxi do Maracanã à Feira de São Cristóvão sai entre R$ 17 a R$ 19
  • De metrô, embarque na estação Maracanã (destino Botafogo), salte na estação Cidade Nova. Siga com os ônibus 275 Méier-Candelária, 313 Penha ou 471 Triagem-Siqueira Campos (BRS 2-4). Confira horários no Moovit
  • Leia sobre a Feira de São Cristóvãoaqui

Cristo Redentor

  • O táxi entre o Maracanã e a estação do Trem do Corcovado custa de R$ 27 a R$ 31. Entre o Maracanã e a estação de embarque das vans no Largo do Machado, de R$ 26 a R$ 30. Entre o Maracanã e o Centro de Visitantes das Paineiras, pelo taxímetro, de R$ 38 a R$ 43
  • De transporte público entre o Maracanã e o Cristo Redentor, vá de metrô. Embarque na estação Maracanã (direção Botafogo), e salte na estação Largo do Machado (saída A Largo do Machado). Pegue a van oficial no Largo do Machado. Se for subir com o Trem do Corcovado, pegue no Largo do Machado um desses ônibus: 583 Cosme Velho-Leblon ou 540 Cosme Velho
  • De transporte público entre o Cristo Redentor e o Maracanã, primeiro siga até a estação Largo do Machado do metrô. Pode ser com a van oficial (se você tiver comprado seu embarque por lá), de táxi (R$ 12 a R$ 14) ou de ônibus (580 Largo do Machado ou 422 Grajaú). No metrô, embarque num trem da linha 2 (direção Pavuna), e salte na estação Maracanã (saia pelo acesso A Estádio do Maracanã). Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Cristo Redentor aqui

Pão de Açúcar

  • O táxi entre o Pão de Açúcar e o Maracanã custa de R$ 37 a R$ 42
  • De transporte público entre o Maracanã e o Pão de Açúcar, pegue o metrô na estação Maracanã (direção Botafogo) e salte na estação Botafogo. Saia pelo acesso E (Mena Barreto), atravesse a rua e procure o ponto final do ônibus SP513 Urca
  • De transporte público entre o Maracanã e o Pão de Açúcar, pegue o metrô na estação Maracanã (direção Botafogo) e salte na estação Botafogo. Saia pelo acesso E (Mena Barreto), atravesse a rua e procure o ponto final do ônibus SP513 Urca. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Pão de Açúcar aqui

Boulevard Olímpico

  • O táxi entre o Maracanã e a Praça Mauá custa de R$ 23 a R$ 26.
  • De metrô entre o Maracanã e o Boulevard Olímpico<: embarque na estação Maracanã (direção Botafogo) e salte na estação Uruguaiana. Saia pelo acesso D (Presidente Vargas). Você pode ir a pé à Pira/CCBB/Orla Conde (8 min) ou à Praça Mauá (15-20 min). Também pode caminhar até a estação Candelária do VLT e pegar um bonde na direção Praia Formosa. Confira horários no Moovit
  • De transporte público entre o Boulevard Olímpico e o Maracanã: vá com o VLT (direção Santos Dumont) e salte na estação Candelária. Caminhe até a estação Uruguaiana dometrô, na av. Presidente Vargas. Embarque na linha 2 (direção Pavuna) e salte na estação Maracanã (saia pelo acesso A Estádio do Maracanã). Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Boulevard Olímpico aqui
  • Jardim Botânico

O que fazer no Rio de Janeiro: Jardim Botânico

A vinda da família real portuguesa em 1808 não transformou somente a arquitetura da cidade do Rio de Janeiro. A criação do Jardim Botânico também remonta àquela época. Inicialmente, era um 'jardim de aclimatação' para adaptar espécies exóticas (e especiarias) às condições brasileiras. Tornou-se o mais belo parque urbano do Brasil, famoso por seu corredor de palmeiras-imperiais (originárias das Antilhas, mas vindas da Ilha Maurício). A vegetação diversa e exuberante, as fontes e o orquidário também são motivos para visitar.

Quando ir ao Jardim Botânico?

Evite apenas os dias chuvosos ou de muito calor. Num dia de sol tudo fica mais bonito (mas as fotos ficam mais complicadas, por causa do contraste de sol e sombra).

De manhã ou de tarde?

Para pegar temperaturas mais amenas, vá no começo da manhã ou no fim da tarde.

Aproveite para combinar com um café da manhã ou um chá da tarde nos cafés das redondezas. O La Bicyclette não funciona mais dentro do parque, mas mantém a casa uma rua vizinha (R. Pacheco Leão, 320, loja D, tel. 21 3256-9052). O Plage Café (R. Jardim Botânico, 414, tel. 21 2535-7336) tem localização privilegiadíssima, dentro do palacete do Parque LageParque Lage. A Casa Carandaí (R. Lopes Quintas, 165, tel. 21 3114-0179) é também é um bom lugar para almoço, e o Empório Jardim (R. Visconde da Graça, 51, tel. 21 2535-9862) serve um variado menu de café da manhã o dia inteiro.

Como é a visita ao Jardim Botânico?

Veja como é a visita ao Jardim Botânico neste post.

Como chegar ao Jardim Botânico

  • Um táxi de Copacabana ao Jardim Botânico vai custar entre R$ 19 e R$ 26. De Ipanema ou Leblon ao Jardim Botânico, entre R$ 15 e R$ 20
  • O ônibus 584 Cosme Velho-Leblon (BRS 2) liga Copacabana, Ipanema e Leblon ao Jardim Botânico. (Volte pelo 583 Cosme Velho-Leblon). Confira horários no Moovit
  • De metrô, salte na estação Botafogo, use a saída A (São Clemente Humaitá) e continue pelo metrô na superfície (ônibus complementar, sem cobrança de segunda passagem) Botafogo-Gávea. Desça na parada Jardim Botânico

Jardim Botânico

  • R. Jardim Botânico, 1008 | Tel. (21) 3874-1808 | Abre 2ª das 12 às 17h, 3ª a domingo das 8h às 17h | Ingresso: inteira, R$ 15; meia-entrada (estudantes, pessoas com necessidades especiais, jovens até 21 anos e idosos), R$ 7,50; crianças até 5 anos, entrada gratuita | Preços de março/2018

Passeios combinados com o Jardim Botânico

Parque Lage

  • O táxi entre o Jardim Botânico e o Parque Lage custa de R$ 8 a R$ 9
  • O ônibus 584 Cosme Velho-Leblon (BRS 2) leva do Jardim Botânico ao Parque Lage. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Parque Lage aqui

Vista Chinesa

  • O táxi entre o Jardim Botânico e a Vista Chinesa custa de R$ 22 a R$ 25
  • Não há transporte público entre os dois lugares
  • Leia sobre a Vista Chinesa aqui

Instituto Moreira Salles

  • O táxi entre o Jardim Botânico e o Instituto Moreira Salles custa de R$ 11 a R$ 12
  • Os ônibus TRO5/105 Alto Gávea, 112 Alto Gávea e 538 Rocinha levam do Jardim Botânico ao Instituto Moreira Salles (pegue na calçada do Jardim Botânico). Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Instituto Moreira Salles aqui

Cristo Redentor

  • O táxi entre o Jardim Botânico e a estação do Trem do Corcovado custa de R$ 20 a R$ 22 (no sentido oposto, de R$ 27 a R$ 31). Entre o Jardim Botânico e o ponto de embarque das vans no Largo do Machado, de R$ 25 a R$ 28. Entre o Jardim Botânico e o Centro de Visitantes das Paineiras, pelo taxímetro, de R$ 31 a R$ 36
  • De ônibus, do Jardim Botânico à estação do Trem do Corcovado pegue o 584 Cosme Velho-Leblon. Do Jardim Botânico ao ponto de embarque das vans oficiais no Largo do Machado, pegue o TRO-10/101 Cruz Vermelha. No sentido contrário, da estação do Trem do Corcovado ao Jardim Botânico vá com o 583 Cosme Velho-Leblon. Do ponto das vans no Largo do Machado, siga de metrô (linha 1+4 direção Jardim Botânico ou linha 2 direção Borafogo) até a estação Botafogo. Saia pelo acesso A (São Clemente Humaitá) e continue com o metrô de superfície (ônibus complementar). Salte na parada Jardim Botânico. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Cristo Redentor aqui

Menu | Mapa | Índice de atrações | Roteiros prontos | Divirta-se

  • Boulevard Olímpico

O que fazer no Rio de Janeiro: Boulevard Olímpico

O nome do projeto é 'Porto Maravilha'. Sua extensão, entre a Praça Mauá e a Praça XV, leva o nome oficial de 'Orla Conde'. Mas a área acabou mais conhecida pelo seu apelido durante a Rio 2016: Boulevard Olímpico.

É justo. Se não fosse pela Olimpíada, a prefeitura não teria conseguido derrubar o horrendo viaduto da Perimetral que isolava a área portuária. Agora os carros passam por um túnel (o 'mergulhão'), e a orla central do Rio virou um calçadão de 3 km, entre o AquaRio e a Praça Marechal Âncora. O único veículo que trafega em parte dessa área é o VLT, o bondinho moderno que tornou seguros os deslocamentos pelo Centro.

O Boulevard Olímpico reúne várias das novíssimas atrações do Rio -- o Museu do Amanhã, o AquaRio, o M.A.R., o painel Etnias do grafiteiro Eduardo Kobra, a Pira Olímpica. Mas também leva a atrações tradicionais que tinham acesso complicado pelas ruas emaranhadas do Centro, como o Mosteiro de São Bento, o Centro Cultural Banco do Brasil e a Ilha Fiscal. As obras também deixaram mais fácil visitar o Morro da Conceição e desencavaram o Cais do Valongo, local de desembarque de navios negreiros que é candidato a patrimônio da humanidade da Unesco.

A Confeitaria Colombo, agora ligada à Praça XV pelo VLT, é um ótimo fecho para o passeio.

Quando ir ao Boulevard Olímpico?

Há tantas atrações ao longo do Boulevard que você encontrará o que fazer mesmo em dias chuvosos. Mas claro que, quanto mais claro estiver o dia, mais bonito será o passeio.

No verão, evite caminhar entre meio-dia e 15h. Lembre-se que 2ª feira o Museu do Amanhã e o M.A.R. não funcionam, e que no domingo a Confeitaria Colombo não abre. Para incluir o passeio à Ilha Fiscal, vá entre quinta e domingo.

De manhã ou de tarde?

Para encontrar o sol incidindo sobre o painel Etnias, vá pela manhã. À tarde o painel estará no contraluz. Já o letreiro Rio Te Amo, na Praça Mauá, fica iluminado pelo sol a partir do começo da tarde.

No geral, de manhã o Boulevard está mais vazio. Se quiser visitar o AquaRio com menos gente nos corredores, vá nos primeiros horários da manhã.

De tarde, sobretudo nos fins de semana de verão, o Boulevard fica bem cheio.

Ingresso antecipado ou na hora?

Compre ingresso com hora marcada para o Museu do Amanhã (que nem vende ingressos na bilheteria) e para o AquaRio (que costuma lotar com freqüência). Algumas exposições do Centro Cultural Banco do Brasil também requerem compra de ingresso antecipado. Ingressos para o passeio da Ilha Fiscal são vendidos apenas no dia, na bilheteria do Centro Cultural da Marinha, a partir das 11h.

Para as demais atrações não é preciso providenciar ingresso antecipadamente.

Como é a visita ao Boulevard Olímpico?

Se você quiser ver tudo, vai precisar dividir sua visita em pelo menos dois dias. Nada impede também de fazer visitas picadinhas, uma ou duas atrações por vez.

Preparamos cinco roteiros para você fazer render seu passeio:

Como chegar ao Boulevard Olímpico

  • Um táxi de Copacabana à Praça Mauá vai custar entre R$ 33 e R$ 40. De Ipanema ou Leblon à Praça Mauá, entre R$ 42 e R$ 50
  • O melhor jeito de chegar por transporte público é indo de metrô + VLT. Saindo da Zona Sul, pegue a linha 1+4 (direção Uruguai) e salte na estação Cinelândia. Saia pelo acesso C (Pedro Lessa) ou, se estiver fechado, pelo acesso A (Theatro Municipal). Atravesse a avenida Rio Branco para a estação Cinelândia do VLT. Pegue o primeiro bonde na direção Praia Formosa. Salte em Parada dos Museus ou Parada dos Navios

Passeios combinados com o Boulevard Olímpico

Maracanã

  • O táxi entre o Maracanã e a Praça Mauá custa de R$ 23 a R$ 26.
  • De metrô entre o Maracanã e o Boulevard Olímpico: embarque na estação Maracanã (direção Botafogo) e salte na estação Uruguaiana. Saia pelo acesso D (Presidente Vargas). Você pode ir a pé à Pira/CCBB/Orla Conde (8 min) ou à Praça Mauá (15-20 min). Também pode embarcar na estação Candelária do VLT direção Praia Formosa. Salte em Parada dos Museus ou Parada dos Navios. Confira horários no Moovit
  • De transporte público entre a Praça Mauá e o Maracanã: vá com o VLT (direção Santos Dumont) e salte na estação Candelária. Caminhe até a estação Uruguaiana do metrô, na av. Presidente Vargas. Embarque na linha 2 (direção Pavuna) e salte na estação Maracanã. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Maracanã aqui

Cristo Redentor

  • O táxi entre a Praça Mauá e a estação do Trem do Corcovado custa de R$ 25 a R$ 28. Entre a Praça Mauá e o ponto de embarque das vans no Largo do Machado, de R$ 20 a R$ 23. Entre a Praça Mauá e o Centro de Visitantes das Paineiras, pelo taxímetro, de R$ 40 a R$ 47
  • De transporte público entre o Boulevard Olímpico e o Cristo Redentor: vá com o VLT (direção Santos Dumont) e salte na estação Cinelândia. Continue de metrô: pegue a linha 1+4 (direção Jardim Oceânico) ou a linha 2 (direção Botafogo), e salte na estação Largo do Machado. Saia pelo acesso A (Largo do Machado). Pegue a van oficial no Largo do Machado. Se for subir com o Trem do Corcovado, pegue no Largo do Machado um desses ônibus: 583 Cosme Velho-Leblon ou 540 Cosme Velho
  • De transporte público entre o Cristo Redentor e o Boulevard Olímpico>: primeiro siga até a estação Largo do Machado. Pode ser com a van oficial (se você tiver comprado seu embarque por lá), de táxi (R$ 12 a R$ 14) ou de ônibus (580 Largo do Machado ou 422 Grajaú). No metrô pegue a linha 1+4 (direção Uruguai) ou linha 2 (direção Pavuna) e salte na estação Cinelândia. Saia pelo acesso C (Pedro Lessa) ou, se estiver fechado, pelo acesso A (Theatro Municipal). Então embarque na estação Cinelândia no VLT direção Praia Formosa. Salte em Parada dos Museus ou Parada dos Navios. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o cristo Redentor aqui

Pão de Açúcar

  • O táxi entre o Pão de Açúcar e a Praça Mauá custa de R$ 33 a R$ 38.
  • De transporte público entre o Pão de Açúcar e o Boulevard Olímpico: dá para direto ir com o ônibus 107 Central e saltar na parada Candelária. Se quiser chegar ao Boulevard Olímpico de VLT, pegue primeiro o ônibus 513SP Botafogo e salte na estação do Botafogo do metrô. Siga com a linha 1+4 (direção Uruguai) ou linha 2 (direção Pavuna) e salte na estação Cinelândia. Saia pelo acesso C (Pedro Lessa ou, se estiver fechado, pelo acesso A (Theatro Municipal). Embarque na estação Cinelândia do VLT em qualquer bonde direção Praia Formosa. Salte na Parada dos Museus ou Parada dos Navios. Confira horários no Moovit
  • De transporte público entre o Boulevard Olímpico e o Pão de Açúcar: vá com o VLT (direção Santos Dumont) e salte na estação Carioca. Caminhe até a av. Nilo Peçanha, quase esquina rua da Assembléia. Pegue o ônibus 107 Central. Confira horários no Moovit
  • Leia sobre o Pão de Açúcar aqui

Mais passeios | Centro | Zona Sul | Zona Norte | Barra da Tijuca | Praias

Menu | Mapa | Índice de atrações | Roteiros prontos | Divirta-se

  • Bate-voltas

O que fazer no Rio de Janeiro: Fortaleza de Santa Cruz

Se você tem tempo, vale a pena passar um dia do outro lado da baía, em Niterói. E tirar um dia para subir a serra e explorar a Petrópolis imperial.

Por outro lado, passeios a Angra, Ilha Grande, Cabo Frio, Arraial do Cabo, Búzios... não valem a pena, não. Veja por quê aqui.

  • Niterói

Rio de Janeiro: o que fazer - Niterói

A uma curta travessia de barca, Niterói oferece as vistas mais bonitas do Rio e suas montanhas. De quebra, tem uma atração de valor histórico (a Fortaleza de Santa Cruz), um ícone arquitetônico (o MAC, de Niemeyer) e um trio de ótimas praias oceânicas.

Quando ir

Não vale a pena ir num dia feio. Lembre-se que na 2ª tanto o MAC quanto a Fortaleza de Santa Cruz não abrem.

De manhã ou de tarde?

Para fazer o circuito das vistas, é bom chegar perto do meio-dia a Niterói. Assi seu passeio vai se estender até a hora do pôr do sol, que é deslumbrante do alto do Parque da Cidade.

Ingressos antecipados ou na hora?

Não é necessária nenhuma preparação prévia. As passagens da barca são compradas na hora, e os ingressos do MAC e da Fortaleza também.

Como é a visita a Niterói?

Para ver um roteiro de rolê panorâmico por Niterói de ônibus, táxi e Uber, clique aqui.

Se o seu interesse for pelas praias, clique para ler sobre Itacoatiara, Camboinhas e Itaipu.

Como chegar a Niterói

  • Um táxi de Copacabana à Estação das Barcas na Praça XV vai custar entre R$ 46 e R$ 50. De Ipanema ou Leblon à Praça XV, entre R$ 50 e R$ 60
  • É muito prático e seguro ir de metrô + VLT. Saindo da Zona Sul, pegue a linha 1+4 do metrô (direção Uruguai) e salte na estação Carioca. Saia pelo acesso A (Rio Branco), atravesse a av. Nilo Peçanha e a rua da Assembléia, e na terceira rua, a Sete de Setembro, vire à esquerda. Pegue a linha 2 do VLT (sentido Praça XV). Salte no ponto final (é o próximo)
  • Da Praça XV, barcas levam à Praça Araribóia, em Niterói, por R$ 6,10. Continue seu passeio de ônibus, táxi ou Uber (veja aqui)
  • Se a sua intenção for pegar praia em Niterói, é melhor alugar um carro e ir pela Ponte Rio-Niterói
  • Petrópolis

O que fazer no Rio de Janeiro: bate-volta a Petrópolis

A meros 60 km da saída da cidade (75 km da beira da praia de Copacabana), Petrópolis proporciona um dia charmoso na serra, com temperaturas sempre mais amenas que no Rio. O Museu Imperial, o Palácio de Cristal, a Casa de Santos Dumont, o antigo hotel Quitandinha e uma visita à cervejaria Bohemia compõem um itinerário redondo e factível sem maiores perrengues.

Quando ir?

Petrópolis é um belo passeio para o ano inteiro. A experiência fica prejudicada debaixo de chuva, mas não é necessário sol brilhando para valer a pena. Evite subir a serra na 2ª feira, porque a maioria das atrações estará fechada. Caso faça questão da visita guiada ao Sesc Quitandinha, vá numa 4ª, sábado, domingo ou feriado (3ª, 5ª
e 6ª a visita é feita sem guia).

De manhã ou de tarde?

Para dar conta do roteiro (e almoçar bem), saia do Rio de manhã. Quanto mais cedo, melhor.

Ingresso antecipado ou na hora?

Em fins de semana e feriados, vale a pena comprar o ingresso para a Cervejaria Bohemia.

Como é a visita a Petrópolis?

Veja o que fazer em Petrópolis no nosso Guia de Petrópolis. Para um roteiro organizado de 1 dia em Petrópolis saindo do Rio, clique aqui.

Como chegar a Petrópolis

  • De carro, são 75 km a partir de Copacabana. Saia pelo túnel Rebouças, Linha Vermelha e BR 040
  • De ônibus dá 1h30 de viagem pela Fácil. Hà saídas freqüentes da Rodoviária Novo Rio, e dá para comprar a passagem na hora

Como chegar à Rodoviária Novo Rio:

  • Um táxi de Copacabana à rodoviária Novo Rio vai custar entre R$ 30 e R$ 40. De Ipanema ou Leblon à rodoviária Novo Rio vai custar entre R$ 36 e R$ 45
  • De transporte público, saindo da Zona Sul, pegue a linha 1+4 do metrô (direção Uruguai). Salte na estação Cinelândia, saia pelo acesso C (Pedro Lessa) ou, se estiver fechado, pelo acesso A (Theatro Municipal). Pegue o VLT direção Praia Formosa, salte na parada Rodoviária
  • Búzios, Arraial do Cabo, Angra, Ilha Grande...

Arraial do Cabo RJ

Durante a sua estada no Rio, você vai ser bombardeado com ofertas de passeios a praias próximas. Resista. Não valem a pena. Veja por quê:

  • Essas praias não são tão próximas assim. Búzios, Cabo Frio e Arraial do Cabo estão a 3 horas de viagem (para ir e depois para voltar). O embarque para passeios a 'ilhas tropicais' ou Ilha Grande está a pelo menos duas horas e meia do seu hotel. No caminho é certo que você vá enfrentar engarrafamentos, para ir ou para voltar. Não será um dia agradável
  • O tempo é imprevisível. Esses passeios precisam ser decididos até a véspera. O clima pode mudar sem avisar. Ventos frios que sopram do mar costumam fazer surpresas aos meteorologistas, e dias com previsão de tempo ótimo amanhecem encobertos (e assim ficam durante o dia). A trajetória de frentes frias também pode se acelerar, mudar o tempo e estragar o seu passeio
    Não dá tempo para aproveitar. Tanto a região dos Lagos (Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio) quanto a Costa Verde (onde estão Angra, Ilha Grande e Paraty) devem ser exploradas com mais calma. Esse esquema vapt-vupt só é bom para quem vende o passeio

Quando ir?

Escolha a sua praia e programe pelo menos dois pernoites durante a semana (se puder mais dias, tanto melhor). Assim você aproveita Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Ilha Grande ou Paraty sem os turistas de fim de semana do Rio e cidades próximas. E então você vem para o Rio no contrafluxo, aproveitando a metrópole no fim de semana, quando tudo acontece.

Veja nossos guias de Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio e Paraty.

Menu | Mapa | Índice de atrações | Roteiros prontos | Divirta-se

  • Roteiros prontos

O que fazer no Rio: roteiros prontos

Tem pouco tempo no Rio? Nesta seção, veja roteiros prontos para ver o Rio em 48 horas e também para visitar o Rio como parada de cruzeiro. Consulte também as sugestões do que fazer no Rio num dia de chuva e Rio com crianças.

Ah, sim: e se você quiser fazer um city-tour clássico, com guia, recomendo a querida Meilin Mares Guia da Turismares. Dê uma olhadinha nas resenhas dela no TripAdvisor.)

Este roteiro está dividido em dois dias, mas a ordem dos dias não é rígida.

  • Faça o roteiro 'Dia 1' no dia que a meteorologia prever o melhor tempo
  • O roteiro 'Dia 2' fica menos prejudicado num dia nublado ou chuvoso
  • Dia 1: Pão de Açúcar, Cristo Redentor e Zona Sul

Mexa no mapa! Use o comando (+) para aproximar e ver detalhes que não aparecem. Use o comando (-) para afastar e ter um plano ainda mais geral.

9h*: Pão de Açúcar

Compre seu ingresso previamente pela internet. O bilhete não tem hora marcada, mas poupa você de passar pela bilheteria.

Deslocamento

  • Um táxi vai custar entre R$ 20 e R$ 30 desde a orla da Zona Sul ou da região central
  • De transporte público, pegue o metrô (linha 1+4 direção Uruguai) e salte na estação Botafogo. Saia pelo acesso E (Mena Barreto), atravesse a rua e procure o ponto final do ônibus SP513 Urca. Confira horários noMoovit

Veja como é a visita ao Pão de Açúcar neste post.

12h30*: Cristo Redentor

Compre seu ingresso previamente pela internet para embarque três horas e meia depois do horário em que você planeja chegar ao Pão de Açúcar. Isso vai permitir uma visita confortável de duas horas e meia ao Pão de Açúcar e ainda vai dar tempo suficiente para chegar ao seu ponto de embarque ao Cristo Redentor.

O trenzinho é o jeito mais lúdico de subir ao Cristo. Se você comprar ingresso para subir com o Trem do Corcovado, vai sair da estação da rua Cosme Velho.

Caso o trem esteja esgotado para o horário, vá de van. A van também é indicada para quem quer aproveitar o bom restaurante-buffet do Centro de Visitantes das Paineiras (o trem não pára lá, só a van). Se você comprar ingresso para subir de van, escolha o ponto de embarque no Largo do Machado.

Deslocamento

  • Um táxi do Pão de Açúcar à estação do trenzinho sai entre R$ 25 e R$ 28. Entre o Pão de Açúcar e o ponto de embarque das vans no Largo do Machado sai de R$ 21 a R$ 25. Entre o Pão de Açúcar e o Centro de Visitantes das Paineiras, pelo taxímetro, de R$ 31 a R$ 39
  • Para ir de transporte público do Pão de Açúcar ao Cristo Redentor, primeiro pegue o ônibus SP513 Botafogo. Salte na estação Botafogo do metrô. Se for pegar o Trem do Corcovado, siga com o ônibus584 Cosme Velho. Caso for pegar a van no Largo do Machado, vá de metrô: embarque na linha 1+4 direção Uruguai ou linha 2 direção Pavuna e salte na estação Largo do Machado. Saia pelo acesso A (Largo do Machado). Confira horários no Moovit

Veja como é a visita ao Cristo Redentor neste post.

15h30*: Forte de Copacabana

No canto direito da orla de Copacabana, o Forte de Copacabana é o melhor mirante para apreciar a bela curva da praia. A vista vai do Pão de Açúcar à colônia de pescadores (e point de praticantes de SUP) do Posto 6. Difícil é tudo caber no quadro da sua câmera.

Você pode aproveitar para visitar a ponta do Forte, onde está a Cúpula dos Canhões. Dois restaurantes funcionam na mureta. O mais concorrido é a filial da Confeitaria Colombo, sempre com filas. Mais adiante, o Café 18 do Forte tem um bom menu de pratos rápidos e cervejas artesanais.

O forte abre entre 3ª e domingo. Numa segunda-feira, seu passeio por Copa vai se limitar a uma caminhada pelo calçadão do Posto 6, com direito a um chope ou água de coco num dos quiosques.

Deslocamento

  • Um táxi da estação do trenzinho ao Forte de Copacabana deve sair entre R$ 30 e R$ 35. Do ponto de desembarque das vans no Largo do Machado ao Forte de Copacabana deve sair entre R$ 26 e R$ 30
  • O ônibus é indicado para quem sai da estação do Trem do Corcovado. Pegue o 584 Cosme Velho-Leblon e salte na parada BRS 2 Raul Pompéia da rua Rainha Elisabeth. Caminhe duas quadras até a praia. Siga à direita até o fim do calçadão
  • O metrô é o melhor para quem sai do ponto de desembarque das vans no Largo do Machado. siga de metrô pela linha 1+4 direção Jardim Oceânico. Salte na estação General Osório e saia pelo acesso D (Sá Ferreira). Vire à direita na saída (para evitar a conturbada rua Sá Ferreira) e pegue a primeira rua à esquerda, Sousa Lima, caminhando três quadras até a praia. Siga pela direita até o fim do calçadão

Leia mais sobre o Forte de Copacabana aqui. Leia mais sobre a praia de Copacabana aqui.

18h*: Arpoador

O pôr do sol mais bonito do Rio é o que se vê a partir do Arpoador, o canto esquerdo da praia de Ipanema. O sol se põe atrás (e, no alto verão, ao lado) do Dois Irmãos, o morro que emoldura a paisagem de Ipanema e Leblon. A Pedra do Arpoador serve de camarote para os espectadores.

Deslocamento

  • Saia a pé do Forte e continue na mesma calçada pela rua Francisco Otaviano. Você vai passar pela Galeria River, só de lojas identificadas com a cultura surf (tem também a hamburgueria de Thomas Troisgros, a TT Burger)
  • Antes de chegar ao hotel Arena Ipanema você verá uma servidão à sua esquerda. Vá por ela até a praia
  • Ao chegar ao calçadão, vire à esquerda e escale a Pedra do Arpoador

Leia mais sobre a praia do Arpoador aqui. Leia mais sobre a praia de Ipanema aqui.

*Os horários sugeridos levam em conta o período fora do horário de verão. Sob a vigência horário de verão, atrase todos os horários sugeridos em uma hora.

  • Dia 2: Boulevard Olímpico e Centro

9h: Escadaria Selarón e Arcos da Lapa

Comece o seu tour pelo centro pelas duas atrações da Lapa que deve ser vistas de dia. A Escadaria Selarón, com seu mosaico coloridíssimo, é um ponto de peregrinação de visitantes ao Rio. O artista chileno Jorge Selarón criou o mosaico entre 94 e 2000. A obra foi incrementada depois disso com a inclusão de azulejos do mundo inteiro, enviados por estrangeiros que passaram pela escadaria. Em 2013, deprimido e vítima de ameaças de um ex-colaborador, Selarón acabou se suicidando. Mas deixou seu nome imortalizado num marco carioca.

Ao chegar e ao sair, você vai avistar um dos ícones da paisagem urbana do Rio, os Arcos da Lapa. Foram erguidos no século 18, para sustentar o Aqueduto da Carioca, que trazia água do rio Carioca para a cidade. Desde o fim do século 19, porém, os arcos servem apenas de viaduto para a passagem do Bondinho de Santa Teresa.

Deslocamento

  • Um táxi de Copacabana à escadaria Selarón vai custar entre R$ 33 e R$ 38
  • O ônibus TR04 (104) Rodoviária vem da Zona Sul pelas paradas BRS 1, passa por Botafogo, Flamengo e Largo do Machado. Desça na parada Passeio Público, atravesse a rua e entre na rua lateral da Sala Cecília Meireles, que já é a Joaquim Silva, a rua da Escadaria. Confira horários no Moovit
  • Vindo de metrô pela linha 1+4 (direção Uruguai), salte na estação Cinelândia. Saia pelo acesso D (Passeio) e siga a pé pela rua do Passeio. Atravesse a avenida e pegue a rua lateral da Sala Cecília Meireles -- é a Joaquim Silva, a rua da Escadaria. Se não quiser caminhar, salte na estação Glória, saia pelo acesso A (Rua da Glória) e pegue um táxi no ponto que fica imediatamente antes do retorno (à altura do número 260). O táxi dali até a Escadaria Selarón vai sair entre R$ 10 e R$ 11

Veja como é a visita à Escadaria Selarón neste post.

Veja também o roteiro de Santa Teresa.

10h: Boulevard Olímpico

A derrubada do Viaduto da Perimetral (substituído por um túnel) devolveu ao Rio de Janeiro a orla da região portuária. É um verdadeiro corredor de atrações turísticas. Aqui você encontra a maioria das novidades olímpicas: o Museu do Amanhã, o AquaRio, o mural 'Etnias' do Kobra, a Pira. O Boulevard também tornou muito mais fácil o acesso a instituições cariocas, como o Mosteiro de São Bento, o Centro Cultural Banco do Brasil e a Ilha Fiscal.

Não dá para ver tudo num dia só. Por isso, você vai precisar selecionar que atrações quer visitar. Preparamos cinco roteiros prontos para você escolher. Clique para ver os detalhes:

Deslocamento

  • Vindo da Escadaria Selarón, volte até a avenida Mem de Sá, atravesse as duas pistas e siga pela Rua do Passeio até a Cinelândia (Praça Floriano). Ali, na av. Rio Branco, você encontrará a estação do VLT. Pegue o primeiro VLT na direção Praia Formosa
  • Para ir direto ao AquaRio, salte na estação Utopia/AquaRio
  • Para ir direto ao Mural Etnias, salte na estação Parada dos Navios
  • Para ir direto ao Museu do Amanhã ou ao MAR, salte na estação Parada dos Museus
  • Para ir direto ao CCBB ou Pira Olímpica, salte na estação Candelária
  • Para ir direto ao Mosteiro de São Bento, salte na estação São Bento
  • Para ir direto à Confeitaria Colombo, salte na estação Sete de Setembro
  • Para ir direto à Praça XV, salte na estação Sete Setembro, atravesse a avenida Rio Branco e, na estação Colombo (que fica na rua Sete de Setembro) pegue o primeiro VLT na direção Praça XV
  • Rio como parada de cruzeiro

O que fazer no Rio de Janeiro numa parada de cruzeiro

O terminal de cruzeiros do Rio, o Píer Mauá, está em pleno Boulevard Olímpico. Ou seja: a visita começa já no desembarque. Criamos e testamos um roteiro para quem quer visitar Pão de Açúcar, Zona Sul, Cristo Redentor e o Boulevard Olímpico durante a parada do cruzeiro, por conta própria.

Clique no nosso roteiro Rio como parada de cruzeiro: um roteiro testado.

  • Rio num dia de chuva

O que fazer no Rio de Janeiro num dia de chuva

Felizmente o Rio de Janeiro é pródigo em atrações cobertas. Numa cidade com tantos museus interessantes, mais o Mosteiro de São Bento e o AquaRio, você só se refugia num shopping se quiser.

Escolha seu passeio em dia de chuva:

AquaRio | CCBB | Confeitaria Colombo | IMS | MAM | M.A.R. | Mosteiro de São Bento | Museu da República | Museu do Amanhã | Museu Histórico Nacional | Real Gabinete Português de Leitura | Teatro Municipal, Museu de Belas Artes e Biblioteca Nacional

Menu | Mapa | Índice de atrações | Roteiros prontos | Divirta-se

  • Rio com crianças

O que fazer no Rio de Janeiro: Parque do Cantagalo

Não faltam programas amigáveis para fazer com crianças no Rio.

  • Bichos? Garanta seu ingresso para o AquaRio. E, se estiver para os lados da Barra, dê um pulinho à Fazendinha. (Quando reabrir depois da reforma, o RioZoo vai ser o mais espetacular do Brasil, com jeitão de Busch Gardens.)
  • Parquinhos: a Lagoa tem três -- o Parque dos Patins (com atividades de ação), o Parque do Cantagalo (com pedalinhos) e o Parque das Catacumbas (integrado à natureza, com atividades semi-radicais no fim de semana). Se a gurizada fizer muita questão, encare as multidões no parque aquático Water Planet, em Vargem Grande
  • No departamento passeios na natureza, dois bons programas na Barra. A Fazendinha, com direito a bichos, e o passeio dominical da EcoBalsa pela Lagoa Marapendi
  • Procurando praia conveniente para ir com os pequenos? As praias com mar mais consistentemente calmo são a Praia Vermelha, na Urca, e o Posto 6 de Copacabana. O Arpoador alterna dias de piscininha com dias de surf, dependendo das condições atmosféricas. Com crianças menores de 5 anos, considere também o Leblon, à altura da rua General Venâncio Flores, onde está o Baixo Bebê, que é um parquinho na areia
  • No fim de semana, aproveite a boa variedade de peças infantis em cartaz. Algumas delas têm até estrelas globais (se é que os seus pimpolhos ainda assistem à TV aberta...). Veja a programação de teatro na Vejinha Rio ou no encarte Rio Show, que sai na sexta n'O Globo.
  • Divirta-se

O que fazer no Rio de Janeiro: Rio Scenarium

Rio Scenarium

No seu hit 'Cariocas', Adriana Calcanhotto canta que 'cariocas não gostam de dias nublados' e 'cariocas não gostam de sinal fechado'. Poderia acrescentar: 'cariocas nunca subiram ao Pão de Açúcar' e 'cariocas têm preguiça de ir ao Cristo Redentor'.

Se você quiser seguir estritamente o Carioca way of life, pode abdicar completamente das chamadas atrações turísticas. O Rio das praias, da noite, dos shows, do teatro (e também do Réveillon e do Carnaval) já vale a viagem.

A melhor estratégia, claro, está no meio termo. Tempere a turistagem com generosas porções de carioquice, e você vai aproveitar o Rio mais que os cariocas (e que os colegas turistas).

  • Rio de Janeiro: as praias

O que fazer no Rio de Janeiro: praias

Imagine a provação que é ir trabalhar num dia de sol e calor no Rio de Janeiro. Não precisa imaginar: você também vai ser tentado a abandonar seus planos de turistagem por um dia de praia.

Escolha as areias onde estender sua canga (ou alugar sua cadeirinha) no nosso post de Praias do Rio de Janeiro (e Niterói).

Mexa no mapa! Use o comando (+) para aproximar e ver detalhes que não aparecem. Use o comando (-) para afastar e ter um plano ainda mais geral.

Se preferir, clique direto em cada praia no menu logo abaixo. Ah, sim: leia aqui sobre segurança na praia.

Abricó | Arpoador | Barra da Tijuca | Camboinhas | Copacabana | Farme | Grumari | Ipanema | Itacoatiara | Itaipu | Joatinga | Leblon | Leme | Macumba | Pepê | Praia Vermelha | Prainha | Recreio & Pontal | Reserva

Menu | Mapa | Índice de atrações | Roteiros prontos | Divirta-se

  • Noites cariocas

Mexa no mapa! Use o comando (+) para aproximar e ver detalhes que não aparecem. Use o comando (-) para afastar e ter um plano ainda mais geral.

Mais até do que a praia, o botequim (ou seria a calçada?) é a sala de estar do carioca. Não existe atividade social na cidade mais importante que sair para beber com amigos.

Botequins clássicos

O que fazer no Rio de Janeiro: botequins

Adega Pérola

A experiência de boteco fica mais completa quando você escolhe um botequim famoso pela qualidade de seus petiscos. A gente fala deles aqui: Onde comer no Rio: botequins.

De noite no Baixo

O que fazer no Rio de Janeiro: Pobreta da Urca

Pobreta

Nos anos 80, o entorno da Pizzaria Guanabara e do Luna Bar, no Leblon, era o point da moçada notívaga do Rio. Por estar na parte baixa do bairro, acabou conhecido como Baixo Leblon. Cazuza era um dos habituês -- e desde o fim de 2016, está de volta ao pedaço, agora eternizado numa escultura.

Com o aburguesamento do bairro, o Baixo Leblon acabou perdendo a aura alternativa (mesmo continuando com um certo movimento). Mas outros pólos de barzinhos surgidos na cidade depois dele acabaram batizados de 'Baixo'. Mesmo quando não incorporam o 'baixo' ao nome, esses lugares compartilham uma característica: o movimento se espalha dos bares para as calçadas. Nas noites de 6ª e sábado, chega a ser difícil passar de carro. Se estiver à procura de muvuca ao ar livre, procure qualquer um desses baixos:

  • Baixo Gávea. Praça Santos Dumont, no entorno do bar Braseiro da Gávea. Em termos de carisma, é o sucessor do Baixo Leblon
  • Baixo Botafogo. A rua Voluntários da Pátria, entre a praça Nelson Mandela e a praia, virou um mar de mesas na calçada. A facilidade de chegar de metrô (salte na estação Botafogo, saída F Voluntários da Pátria) está surrupiando freqüentadores da Lapa
  • Baixo Barra. A rua Olegário Maciel, no Jardim Oceânico (à altura da praia do Pepê) é o foco de vida noturna a céu aberto na Barra da Tijuca. Leia mais aqui
  • Baixo Copa. As ruas Domingos Ferreira e Aires Saldanha, ao cruzarem com a Bolívar, formam um corredor de botecos
  • Av. Mem de Sá (Lapa). O burburinho noturno da via principal da Lapa começa já embaixo dos Arcos, com barracas de cerveja e drinks, e continua pelas próximas três quadras e suas transversais. Leia mais aqui
  • Praça São Salvador (Laranjeiras). A pracinha de Laranjeiras (perto da estação Largo do Machado do metrô) atrai um público alternativo (e a ira dos moradores, que não gostam nada do barulho)
  • Pobreta da Urca. A pouco mais de 1 km da pioneira Mureta do Bar Urca, a Pobreta atrai a moçada pela cerveja mais em conta. Fica à altura do Urca Grill (Marechal Cantuária, 18, tel. 21 3209-1623)
  • Rua Tubira (Leblon). Numa parte decidamente não-burguesa do bairro, a cervejaria Jeffrey, a casa de espetinhos Steak Me e a sanduicheria Da Roberta acabaram criando um novo baixo no Leblon. Leia mais aqui

Eu sou o samba

O que fazer no Rio de Janeiro: Trapiche Gamboa

Trapiche Gamboa

Tanto faz o dia da sua visita ao Rio de Janeiro. De segunda a segunda, sempre existe algum bom samba acontecendo na cidade.

Literalmente: no primeiro dia útil da semana já tem samba. Perto do Boulevard Olímpico (mas só se não estiver chovendo ou ameaçando chover), a Roda de Samba na Pedra do Sal, uma das rodas de samba mais cultuadas do Rio. Numa pracinha ao pé do Morro da Conceição, os músicos tocam e cantam sem microfone. Barraquinhas e bares ao redor suprem os comes e bebes(R. Argemiro Bulcão, 1). No Andaraí (Zona Nort), um dos grandes nomes do samba carioca, Moacyr Luz, comanda o Samba do Trabalhador no Renascença Clube (R. Barão de São Francisco, 54, tel. 21 3253-2322, abre às 16h).

Para os dias seguintes tem Carioca da Gema (Av. Mem de Sá, 79, tel. 21 2221-0043), Rio Scenarium (R. do Lavradio, 20, tel. 21 3147-9000), ambos na Lapa, e Trapiche Gamboa (R. Sacadura Cabral, 155, tel. 21 98900-9925), na zona portuária... entre outros. As atrações variam a cada dia (clique nos nomes para ver a programação), mas o que não muda é a animação do público.

Sem falar nas quadras de escolas de samba, com seus arrepiantes ensaios abertos. Mangueira (R. Visconde de Niterói, 1072, tel. 21 2567-3419), Salgueiro (R. Silva Teles, 104, tel. 21 2238-9226), Portela (R. Clara Nunes, 81, tel. 21 3256-9411) e outras grandes escolas estão mais do que acostumadas a receber turistas, e não têm acesso complicado (clique nos nomes para ver a programação).

Karaokê e forró na Feira de São Cristóvão

O que fazer no Rio de Janeiro: Feira de São Cristóvão

'Qual é a boa?' Se tem um programa que sempre é 'a boa', é a noite de 6ª ou sábado da Feira de São Cristóvão (Campo de São Cristóvão, s/nº, tel. 21 2580-6946). O enorme pavilhão tem múltiplos palcos onde nos fins de semana se apresentam repentistas, trios e bandas de forró, e também músicos de outros ritmos brasileiros.

O público é animado e gosta de dançar de parzinho, além de soltar o gogó nos quiosques de videokê. No Bazar da Cantoria (Campo de São Cristóvão, s/nº, Rua Paraíba, 38, tel. 21 2580-0521) a sua performance pode ser gravada em CD. Na Barraca Já Disse (Campo de São Cristóvão, s/nº, Rua Ceará, D10, tel. 21 2146-6704), a proprietária e hostess Vilani também participa da brincadeira, cantando de Clara Nunes a Liza Minnelli com a mesma desenvoltura.

Balada e festas

O caderno Rio Show, que sai 6ª feira no Globo, traz sempre uma ótima seleção de festas para o fim de semana (e a semana seguinte). Para uma experiência autenticamente carioca, não perca -- não perca! -- o Baile do Almeidinha, que costuma rolar de tempos em tempos no Circo Voador (mas não só lá).

Divirta-se | Praias | Noite | Shows | Teatro | Réveillon | Carnaval

  • Shows

O que fazer no Rio de Janeiro: Teatro Rival

Teatro Rival

Já foi mais fácil assistir a grandes shows no Rio. A maioria dos artistas agora faz apresentações únicas, com ingressos que podem esgotar rápido. A melhor estratégia é percorrer os sites das principais casas de espetáculos algumas semanas antes da sua viagem, e já garantir os ingressos.

Onde ver shows no Rio

Mexa no mapa! Use o comando (+) para aproximar e ver detalhes que não aparecem. Use o comando (-) para afastar e ter um plano ainda mais geral.

Circo Voador

  • O Circo Voador, montado num espaço muito interessante sob os Arcos da Lapa, tem uma programação eclética. Seu palco alterna medalhões da MPB com nomes novos do pop brasileiro. Os preços são acessíveis (levando 1 kg de alimento, todo mundo paga meia-entrada). Não há lugar marcado -- você fica em pé na arena ou sentado numa arquibancada metálica. Os shows começam pelo menos 1 hora depois do horário marcado (R. dos Arcos, s/n, tel. 21 2533-0354)

Teatro Rival Petrobrás

  • Não existe lugar mais gostoso para assistir a shows do que o Teatro Rival. O espaço não é grande nem pequeno; você se sente próximo do artista não importa onde esteja sentado. Os grandes nomes têm rareado na programação, mas sempre vale a pena conferir para ver se você tem sorte. (Vi um show de Luiz Melodia poucos meses antes de sua morte.) Os espectadores se acomodam em torno de mesas com lugares marcados. O serviço de bar tem drinks bem-feitos e petiscos do Aconchego Carioca. Os shows começam pelo menos meia hora depois do horário marcado (Álvaro Alvim, 33, tel. 21 2240-4469, metrô Cinelândia, saída A Theatro Municipal)

Theatro Net Rio

  • A programação do Theatro Net Rio é predominantemente teatral. Mas examine a agenda com atenção, que de vez em quando acontecem ótimos shows no meio de semana (já vi Teresa Cristina e Zélia Duncan. Fica no segundo andar de um shopping vintage (o térreo dá medo, mas a sobreloja é arrumadinha) ao lado da estação Siqueira Campos do metrô (Siqueira Campos, 143, tel. 21 2147-8060, metrô Siqueira Campos, saída A Siqueira Campos)

Vivo Rio

  • De certa forma, o Vivo Rio é o sucessor do Canecão: trata-se da grande casa de espetáculos mais próxima de Copacabana. A programação é que não chega a emocionar (com honrosíssimas exceções, como a grande temporada de Chico Buarque no início de 2018). Fica no Aterro, colado do MAM (Infante Dom Henrique, 85, tel. 21 2272-2901, VLT Antônio Carlos)

Blue Note

  • Desde agosto de 2017, o Rio tem sua filial do clube de jazz nova-iorquino Blue Note. A casa é elegante e a programação, movimentadíssima, com shows quase todas as noites (às vezes, duas atrações diferentes numa mesma noite). Em 2018, os donos do extinto bar Semente, da Lapa, passaram a participar da montagem do line-up de shows. Fica no complexo Lagoon (Borges de Medeiros, 1424, Lagoa, tel. 21 3799-2500)

O que fazer no Rio: Theatro Municipal

Theatro Municipal

  • Com o orçamento minguado, a programação erudita do Theatro Municipal está bastante reduzida. Mas a casa é freqüentemente arrendada para shows de artistas de peso (já assisti a Ney Matogrosso e Madeleine Peyroux ali). Todos os espetáculos têm ingressos à venda online -- os preços para os espetáculos de música erudita costumam ser camaradas (Praça Floriano, s/n, tel. 21 2332-9191, metrô Cinelândia, saída A Theatro Municipal)

Sala Cecília Meireles

  • Mais intimista que o Municipal, a Sala Cecília Meireles tem uma agenda constante de concertos, a preços módicos (r. da Lapa, 47, tel. 21 2332-9223, metrô Cinelândia, saída D Rua do Passeio)

Teatro Riachuelo

  • Na Cinelândia, o luxuosamente restaurado Teatro Riachuelo costuma preencher dias vagos durante a semana com shows de grandes nomes da MPB (r. do Passeio, 38, tel. 21 2533-8799, metrô Cinelândia, saída D Rua do Passeio)

Sala Baden Powell

  • Praticamente atrás do Copacabana Palace, a Sala Baden Powell faz parte da rede de teatros da prefeitura. Seu palco recebe excelentes shows de MPB. Dá para comprar ingresso na hora (N. Sra. de Copacabana, 360, tel. 21 2547-9147, metrô Cardeal Arcoverde)

O que fazer no Rio: Beco das Garrafas

Beco das Garrafas

  • Amanda Bravo, filha do compositor Durval Ferreira, um dos grandes da bossa nova, arrematou as três microboates que nos anos 50 e 60 compunham o Beco das Garrafas. Dividiu o espaço em dois, revivendo os nomes Bottle's Bar e Little Club, e desde 2014 oferece uma programação que privilegia jazz, bossa e nomes da velha guarda. Fica a uma quadra do Copacabana Palace (Duvivier, 37, tel. 21 2543-2962, metrô Cardeal Arcoverde)

Km de Vantagens Hall

  • A maior casa de shows do Rio agora atende pelo esdrúxulo nome de Km de Vantagens Hall. Fica no shopping Via Parque, no caminho entre a Barra da Tijuca e o Parque Olímpico (Ayrton Senna, 3000, tel. 21 2156-7300, BRT Via Parque)

Parque Olímpico

  • O espaço multiuso Jeunesse Arena é o único equipamento do Parque Olímpico que continua em pleno funcionamento. Costuma receber artistas populares e shows do humor (além de muitos eventos esportivos). A área do parque também é usada para megafestivais, como o Rock in Rio e o Festeja Brasil (Embaixador Abelardo Bueno, Jacarepaguá, BRT Rio 2)

Leia sobre shows e rodas de samba na seção Noite.

Saudades do Canecão

  • O Rio ainda se ressente da perda de sua casa de espetáculos mais carismática, o Canecão. Localizado na saída do Túnel Novo, entre Copacabana e a Urca, o Canecão era o lugar para ver grandes shows de MPB sem precisar ir ao Centro ou viajar à Barra. A casa funcionava sob um contrato de sublocação da associação civil que detinha o usufruto do terreno. Acontece que a União acabou doando o terreno à Universidade Federal do Rio de Janeiro, a UFRJ. Em desacordo com a exploração comercial do lugar por uma empresa com fins lucrativos, a universidade passou 40 anos tentando evacuar os ocupantes. A sentença definitiva veio em 2010, e a UFRJ não aceitou nenhum tipo de negociação. Desde então o palco mais mitológico de música brasileira está silencioso. De vez em quando se divulga um projeto para o lugar, mas a penúria das finanças públicas impede que vá adiante. É lamentável que uma universidade tenha se empenhado tanto em fechar uma instituição carioca, sem ter condições de fazer nada no lugar.

Divirta-se | Praias | Noite | Shows | Teatro | Réveillon | Carnaval

  • Teatro

Mexa no mapa! Use o comando (+) para aproximar e ver detalhes que não aparecem. Use o comando (-) para afastar e ter um plano ainda mais geral.

Se você gosta de teatro, vai se esbaldar no Rio. Se quiser, pode ir todas as noites. Além dos espetáculos com temporada convencional de 5ª a domingo, existem peças com apresentações só no meio da semana, aproveitando os dias vagos das produções principais. Se procurar bem, você encontra peças em cartaz até na 2ª feira -- o dia em que a 'classe' pode ver os trabalhos dos colegas.

Além de grande, a oferta de teatro é bastante diversificada. Você vai poder escolher entre musicais, peças com atores globais, dramas, besteiróis, textos-cabeça, espetáculos experimentais ou descaradamente comerciais. Quase sempre dá para conseguir ingresso com apenas alguns dias de antecedência. Caso você se organize para comprar uma semana antes, encontra ingresso para praticamente qualquer espetáculo.

Para ver a programação, compre o jornal O Globo na sexta-feira e consulte o caderno Rio Show. Dá para consultar online, mas o guia é menos organizado na internet do que no papel. Também dá para dar um rolê pelos sites dos melhores teatros para conhecer a programação.

Alguns dos meus lugares favoritos para assistir a peças no Rio:

Onde ver teatro no Rio

Teatro Poeira (Botafogo)

  • Fundado e dirigido por Andréa Beltrão, Marieta Severo e Aderbal Freire-Filho, o Teatro Poeira é 'o' lugar para ver produções independentes, com textos instigantes que não subestimam o espectador. Não há o que se apresente no palco do Poeira (e de seu anexo, o Poeirinha) que não esteja entre as melhores peças em cartaz na cidade. Único defeito: fica longe do metrô -- vá de táxi ou Uber (R. São João Batista, 104, Botafogo, tel. 21 2537-8053)

Shopping da Gávea

  • Muito antes de inventarem os multiplex de cinemas, o Rio já tinha seu multiplex de teatros. O Shopping da Gávea tem nada menos que quatro teatros espalhados em dois andares: Teatro dos Quatro, Teatro das Artes, Teatro Clara Nunes e Teatro Vanucci. Comédias leves predominam na programação, mas há exceções (Marquês de São Vicente, 22)

Leblon e Ipanema

  • No Leblon, o ótimo Teatro do Leblon, com três salas, anda mal das pernas -- ultimamente, somente a sala Marília Pêra tem tido espetáculo em cartaz (Conde de Bernadotte, 26, Leblon, tel. 21 2529-7700). O teatrão do bairro é o Oi Casa Grande (Afrânio de Melo Franco, 290, tel. 21 2511-0800, metrô Jardim de Alah, saída B General Urquiza), anexo ao Shopping Leblon, normalmente aproveitado para grandes produções. A cena alternativa acontece no Teatro Municipal Café Pequeno (Ataulfo de Paiva, 269, tel. 21 2294-4480, metrô Jardim de Alah, saída B General Urquiza), que costuma ter esquetes e pocket-shows
  • Em Ipanema, o Teatro Ipanema (Prudente de Morais, 824, tel. 21 2267-3750, metrô N. Srª da Paz, saída A Joana Angélica) é o espaço de produções (e shows) cult. A Casa de Cultura Laura Alvim (Vieira Souto, 186, tel. 21 2332-2016, metrô General Osório, saída A Praça General Osório) também traz peças off-circuitão em suas duas salas

Copacabana

  • Ocupando as instalações -- reformadas -- do histórico Teatro Tereza Rachel, o Theatro Net Rio (Siqueira Campos, 143, tel. 21 2147-8060, metrô Siqueira Campos, saída A Siqueira Campos) se caracteriza pro produções bem-feitas e fáceis de agradar. Para espetáculos menos comerciais, dê uma olhada na programação do Sesc Copacabana, que tem boa curadoria e preços camaradas (Domingos Ferreira, 160, tel. 21 2548-1088)

Botafogo e Flamengo

  • Além do Teatro Poeira destacado no topo da lista, confira as produções independentes do Solar de Botafogo (General Polidoro, 180, tel. 21 2543-5411) e do Espaço Cultural Sergio Porto, no Humaitá (Humaitá, 163, tel. 21 2535-3846). Já o Oi Futuro Flamengo se notabiliza pelo teatro mais experimental (2 de Dezembro, 63, tel. 21 3131-3060, metrô Largo do Machado, saída B Rua do Catete)

Centro

  • A Cinelândia hoje é só um nome (os cinemas praticamente sumiram). Mas dá para dizer que o Centro do Rio continua uma teatrolândia, graças aos inúmeros teatros ligados às secretarias de culturas e entidades. O metrô e o VLT tornam fácil e seguro aproveitar a rica programação dos teatros centrais. Preste atenção nos horários: a maioria dos espetáculos tem sessões às 19h ou 20h
  • A Praça Tiradentes tem dois teatrões vintage, que recebem grandes produções a preços populares. O Carlos Gomes é municipal, e o João Caetano, estadual (Praça Tiradentes, metrô Carioca + VLT Praça Tiradentes)
  • Teatros mantidos por entidades costumam dar chance a produções que fogem ao padrãozão comercial. Informe-se sobre o que está em cartaz no CCBB (1º de Março, 66, tel. 21 3808-2020, metrô Cinelândia + VLT Candelária), no Teatro Sesi Centro (Graça Aranha 1, tel. 21 2563-4164, metrô Cinelândia, saída C Pedro Lessa ou, se estiver fechada, saída A Theatro Municipal), no Sesc Ginástico (Graça Aranha, 187, tel. 21 2279-4027, metrô Carioca), e no Teatro Nelson Rodrigues da Caixa Cultural (av. Chile, 230, tel. 21 3980-3815, metrô Carioca)
  • A cena teatral do Centro é completada por dois teatros privados. O Maison de France (Pres. Antônio Carlos, 58, tel. 21 2544-2533, metrô Cinelândia + VLT Antônio Carlos) tem uma das salas mais confortáveis do Rio, e costuma exibir peças que combinam leveza e inteligência. Já o Teatro Riachuelo (r. do Passeio, 38, tel. 21 2533-8799, metrô Cinelândia) ocupa o histórico cinema Art Palácio e tem foco em musicais brasileiros

Barra da Tijuca e São Conrado

  • A faraônica Cidade das Artes (av. das Américas, 5300, tel. 21 3328-5300, BRT Alvorada), que é do município, tem programação eclética, e costuma abrir espaço para espetáculos de dança. O Teatro dos Grandes Atores (av. das Américas, 3555, tel. 21 3325-1645, BRT Parque das Rosas), no shopping Barra Square, mostra comédias e peças com globais. O Teatro Bradesco (av. das Américas, 3900, tel. 21 3431-0100, BRT Parque das Rosas), no shopping Village Mall, alterna shows, musicais e peças blockbuster

Divirta-se | Praias | Noite | Shows | Teatro | Réveillon | Carnaval

Menu | Mapa | Índice de atrações | Roteiros prontos | Divirta-se

  • Rio de Janeiro no Réveillon

O que fazer no Rio: Réveillon

Assim como todo muçulmano precisa uma vez na vida ir a Meca, todo brasileiro precisa uma vez na vida passar a virada do ano em Copacabana. É a festa mais linda do Brasil. Na minha opinião, os fogos (e os shows) são o de menos. O que é fantástico é aquele milhão de pessoas de branco, em paz. Já passei seis réveillons na areia de Copa, e quero passar tantos quantos puder.

Dicas práticas para o Réveillon no Rio

Hospede-se a uma distância caminhável da praia de Copacabana

  • O acesso a Copacabana é interrompido no começo da noite. Só o metrô funciona -- e apenas para passageiros que tenham comprado o ticket especial (veja mais abaixo). Hospede-se em Copacabana mesmo (minha dica: nos Postos 5 ou 6), ou no comecinho de Ipanema, e você poupará muitos perrengues.

Quer conforto? Reserve uma mesa num quiosque

  • Eu sempre passo o Réveillon na areia e nunca me arrependi. Mas se você prefere estar no deck, com conforto e serviço de bordo, é só reservar uma mesa num quiosque. Passeie pelo calçadão (de preferência, com alguns dias de antecedência) e negocie.

Vai pra areia? Fique longe dos palcos

  • As aglomerações são campo fértil para batedores de carteira e celular. Desencane do show e encontre um pedacinho de areia menos congestionado. Sua noite vai ser mais gostosa e tranqüila.

O ponto mais tranqüilo da festa: o Posto 6

  • Do Posto 6, o canto direito de de Copacabana, você enxerga todo o recorte da praia. Ali você também está longe do palco (e das maiores aglomerações) e mais perto do mar (para pular as sete ondas). Eu sempre vou para lá.

Bolsa térmica, espumante e gelo

  • O supermercado Zona Sul vende os três itens mais importantes da noite. Para comprar gelo, peça no caixa (a geladeira fica depois do check-out para não molhar os corredores do super).

Use doleira

  • Para o Réveillon valem as recomendações de segurança de todo dia na praia. Vá sem penduricalhos (relógio, corrente, câmera poderosa) que chamem a atenção ou possam ser arrancados por pivetes (sobretudo na saída da festa). Bolsa, só a térmica com espumante. Guarde documento, dinheiro e celular na doleira para chegar e sair da praia.

Vai se hospedar fora de Copa? Arranje alguém para comprar o ticket do metrô

  • Quem se hospeda fora de Copacabana -- sobretudo se escolher um hotel em Botafogo, Largo do Machado ou Barra da Tijuca (fora da orla) -- economiza horrores no Réveillon. A pegadinha é que, na noite da virada, só pode pegar metrô quem tiver comprado um ticket especial que é posto à venda lá por 20 de dezembro. Esse ticket só tem venda presencial e termina bem antes do Ano Novo. Acione sua rede de contatos para conseguir alguém para comprar o seu (há um limite de 10 tickets por comprador). O ticket tem hora marcada de embarque, mas para voltar o horário é livre (o metrô funciona 24 horas nesse dia).

Menu | Mapa | Índice de atrações | Roteiros prontos | Divirta-se

  • Rio de Janeiro no Carnaval

O que fazer no Rio de Janeiro: Carnaval

Até a virada do milênio, o Carnaval era uma das épocas mais tranqüilas para ir ao Rio. As ruas ficavam vazias. O carnaval acontecia somente no Sambódromo e nos clubes (nas ruas, só no dia em que a Banda de Ipanema desfilava). Nos últimos anos o carnaval de rua explodiu e hoje atrai mais público do que a Sapucaí.

Dicas práticas para o Carnaval no Rio

Como conseguir ingresso para o Sambódromo?

  • Há um lote de ingressos avulsos vendidos no site Total Acesso. Fique atento a partir do mês novembro. Para o carnaval de 2018, as vendas iniciaram dia 21 de novembro de 2017
  • Também é possível comprar em agências de viagem, que costumam ter ingressos até a última hora
  • Para ter uma idéia de preços, veja a tabela de preços oficiais da Liga das Escolas de Samba de 2018 aqui
  • Assim que tivermos informações sobre o Carnaval de 2019, postaremos aqui

Como desfilar numa escola de samba?

  • Antigamente era preciso freqüentar os ensaios ou ter conhecidos numa ala para conseguir comprar uma fantasia. Hoje a coisa é mais organizada, e os próprios sites das escolas de samba mostram as fantasias à venda e dão o contato das alas
  • Clique para comprar fantasias na Mangueira, Portela, Salgueiro, Vila Isabel, União da Ilha, São Clemente e Mocidade.

Como chegar ao Sambódromo?

  • De metrô. Mesmo se você estiver fantasiado (aliás, é mais divertido pegar o metrô quando você está fantasiado para desfilar). Se o seu ingresso é para o setor par, salte na estação Praça Onze. Se o seu ingresso é para o setor ímpar, salte na estação Central. Se você vai desfilar, informe-se com a sua ala sobre o local da concentração e a estação mais próxima. O metrô funciona 24 horas nos dias dos desfiles.

Como desfilar na rua?

  • Durante os quatro dias de carnaval é difícil você não topar com algum bloco ao sair na rua na Zona Sul. Você encontra fácil a programação dos blocos nos jornais e portais. Mas os blocos mais bacanas são os discretos, que não divulgam lugar e hora para sair -- esses você só vai descobrir se tiver os contatos certos no WhatsApp (e disposição para pular às 5 da manhã).

Use doleira

  • É o acessório mais importante do carnaval de rua. Tudo que estiver no seu bolso tende a desaparecer de lá em algum aglomero qualquer.

Carnaval de rua mais divertido e mais barato? Venha no pré-carnaval

  • Os dois fins de semana que antecedem o carnaval oficial já têm blocos na rua. É um carnaval menos muvucado e, se você mora fora do Rio, mais barato, já que a hotelaria ainda não está praticando as tarifas gordas de Momo.

Menu | Mapa | Índice de atrações | Roteiros prontos | Divirta-se

2 comentários

Paulo Roberto
Paulo RobertoPermalinkResponder

Embora eu já tenha sugerido à supervia, é uma pena que não haja um roteiro para o musal, que tem perto a vila militar com o museu paraquedista.

Jéssica Brito

Que pagina maravilhosa!!! hahaha Estou indo pro Rio em Setembro e me ajudou bastante as dicas daqui...

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar