7 dias na Andaluzia: um roteiro prático

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Pueblos Blancos: Olvera

Olvera

Está planejando uma viagem para a Andaluzia? Este roteiro foi pensado para você aproveitar melhor o seu tempo, visitando os destinos mais desejados do sul da Espanha: Córdoba, Sevilha, Jerez, Rota dos Pueblos Blancos, Ronda e Granada. O ritmo é intenso, porém não frenético; a idéia é dormir sete horas por noite e fazer as refeições nas horas certas.

Claro que, com mais tempo, daria para aumentar os pernoites e incluir outros lugares. (O itinerário prevê duas cidades com apenas um pernoite, algo que eu normalmente recomendo evitar.) Mas esse roteiro básico proporciona uma linda viagem, com o mínimo de perrengues.

7 dias na Andaluzia: roteiro prático

O roteiro inclui trem e carro. (Não quer alugar carro? Clique para ver o roteiro alternativo sem carro.)

O ponto de partida é Madri. A primeira parte da viagem, até Sevilha, é feita de trem.

Ao sair de Sevilha, você aluga um carro e devolve três dias mais tarde, em Granada.

De Granada você pode voltar a Madri (de avião ou trem) ou seguir a Barcelona (de avião).

As sete noites são distribuídas desta maneira:

  • 3 noites em Sevilha
  • 1 noite em Vejer de la Frontera
  • 1 noite em Ronda
  • 2 noites em Granada

Vamos ao roteiro dia a dia:

Dia 1 | De Madri a Sevilha de trem, com pit-stop em Córdoba

Mesquita Córdoba

Mesquita de Córdoba

Os trilhos de alta velocidade fazem do trem a melhor alternativa para cobrir os 530 km de distância entre Madri e Sevilha. Para que se cansar indo de carro, quando o trem é muito mais rápido? Além do mais, estar de carro em Sevilha é inútil: o centro histórico é um labirinto e estacionar, um problemão. Você pagaria diárias de carro alugado para deixar seu carro parado (e pagando estacionamento).

A viagem de trem traz outra vantagem: permite que você faça um pit stop espertíssimo em Córdoba, para visitar a Mesquita. Guarde suas malas na estação de ônibus, que fica do outro lado da rua e tem armários grandes. A estação fica a menos de 10 minutos de táxi do centro histórico. Prevendo uma parada entre quatro e seis horas na cidade, você pode visitar a Mesquita, passear pelo centro histórico e almoçar.

Você precisa comprar duas passagens de trem separadas: uma Madri-Córdoba (1h40) e outra Córdoba-Sevilha (45 min).

Pit-stop em Córdoba

Clique para ver todos os detalhes sobre esse trajeto:

Mesquita de Córdoba
  • Endereço: Cardenal Herrero, 1
  • Horários: abre diariamente
    • mar a out: 2ª a sáb 10-19h; dom e feriado 8h30-11h30 e 15h-19h
    • nov a fev: 2ª a sáb 10h-18h; dom e feriado 8h30-11h30 e 15h-18h
  • Ingressos: vendas só na bilheteria (não há venda antecipada)
    • inteira: 10 euros
    • 10-14 anos: 5 euros
    • outros descontos aqui
  • Site oficial

Chegando a Sevilha

Sevilha o que fazer: La Giralda à noite

La Giralda, Sevilha

Reserve 3 noites em Sevilha. Veja nossa seleção de hotéis na cidade:

Nesta primeira noite em Sevilha, saia pelas vielas do bairro de Santa Cruz em direção à torre La Giralda, batendo ponto nos bares de tapas pelo caminho.

Sevilha o que fazer

Casa Anselma, Sevilha

Se estiver com todo o pique, atravesse a ponte para o bairro de Triana e faça uma noitada num dos bares com flamenco tocado e cantado (mas não bailado) ao vivo.

Veja nosso roteiro para a noite de chegada em Sevilha.

Dias 2 e 3 | Sevilha

sevilha alcazar

Alcázar de Sevilha

Com dois dias inteiros, você vai ter tempo de ver o básico de Sevilha com calma, se perdendo pelo labirinto da parte mais antiga da cidade e se dedicando ao nobre esporte do tapeo -- sair de bar em bar, de tapa em tapa.

sevilha bodega santa cruz

Bodega Santa Cruz, Sevilha

Clique e siga nosso roteiro essencial de 2 dias em Sevilha:

Dia 4 | Sevilha a Vejer de la Frontera, com pit-stop em Jerez

Vejer de la Frontera

Vejer de la Frontera

Alugue um carro com retirada no 4º dia às 9h em Sevilha e devolução no 6º dia às 19h em Granada. Como a devolução vai ser no fim do dia, você vai acabar pagando 3 diárias. Nosso parceiro Rentcars compara tarifas entre várias locadoras, com desconto; dê uma olhadinha. Esteja com chip local no celular para usar o Google Maps ou o Waze. Normalmente não pedem habilitação internacional, mas veja por que vale a pena fazer a sua PID.

Faça o check-out e vá de táxi pegar o seu carro alugado fora do centro histórico.

Jerez de la Frontera

O primeiro destino do dia é Jerez de la Frontera, a 91 km, onde o objetivo é visitar uma bodega de jerez, o vinho fortificado que é para a Espanha o que o vinho do Porto é para Portugal. Já foi a uma cave de vinho do Porto em Portugal? Pois saiba que o jerez tem um processo diferente de produção: a aguardente vínica é adicionada só depois da fermentação (no vinho do Porto a adição é feita bem antes, para interromper a fermentação).

Estacione no Parking Alameda Vieja (calle Puerto, 1), que é fácil de chegar mas fica bem no centro histórico. Você estará a passos do Alcázar, da Catedral e, o que é mais importante, da Bodega Tío Pepe, que é a mais central. Assim você consegue dar conta do essencial de Jerez numa parada de 4 horas (com direito a um lanchinho).

Atenção: na Espanha, nunca deixe nenhum tipo de bolsa ou mala à vista no carro -- mesmo em estacionamentos fechados. Não deixe documentos ou dinheiro no carro.

Alcázar de Jerez
  • Endereço: Calle Alameda Vieja, s/n
  • Horários:
    • jan a jun: diariamente 9h30-14h30
    • jul a set:  2ª a 6ª 9h30-17h30, sáb e dom 9h30-14h30
    • out a dez: diariamente 9h30-14h30
  • Ingressos: 5 euros
  • Site oficial
Catedral de San Salvador
  • Endereço: Plaza Encarnación, s/n
  • Horários: 2ª a sáb 10h-18h30
  • Ingresso: 5 euros
  • Site oficial
Bodegas Tío Pepe
  • Endereço: Calle Manuel María González, 12
  • Visitas guiadas em espanhol (1h30 de duração):
    • jun e jul: 2ª a sáb 12h, 13h, 14h, 17h e 18h
    • ago: 2ª a sáb 12h, 13h, 14h, 17h, 18h e 19h
    • set e out: 2ª a sáb 12h, 13h, 14h, 17h e 18h
    • nov a mai: 2ª a sáb 12h, 13h, 14h, 16h e 17h
    • dom, o ano inteiro: 12h, 13h e 14h
    • horários de visitas em inglês aqui
  • Ingressos: reserve aqui
    • visita + degustação simples: 15,50 euros
    • 5-17 anos: 7,75 euros
    • até 4 anos: grátis
    • ingressos para outros tipos de visita: aqui
  • Site oficial

70 km adiante de Jerez (160 km de Sevilha), Vejer de la Frontera é o pueblo blanco que oferece o pernoite mais charmoso. Procure chegar ainda sob a luz do dia para ter a melhor das primeiras impressões.

Onde ficar em Vejer de la Frontera

Vejer de la Frontera

Vejer de la Frontera

A Casa del Califa está no centro dos acontecimentos e tem nota 9 no Booking (out/2018). Seu restaurante está aberto ao público. Entre junho e outubro é preciso reservar com bastante antecedência (tel. 956 45 17 06).

Jardin del Califa

Restaurante Jardín del Califa

Outros hotéis para iniciar a rota dos pueblos blancos com estilo: o Hotel V, que tem terraços com vista desimpedida para o vale nota 8,4 no Booking (out/2018), e o Las Palmeras del Califa, onde uma pequenina piscina vai lhe dar as boas-vindas nota 9,1 no Booking (out/2018).

Procurando uma opção econômica, a La Botica de Vejer tem uma ótima relação charme x benefício -- e nota 9 no Booking (out/2018).

No verão, vale a pena prolongar sua estada em Vejer por mais alguns dias, para curtir a Costa de la Luz, que tem praias bem mais preservadas do que as da vizinha Costa del Sol. El Palmar é a praia mais próxima, a 15 km de Vejer. A praia mais badalada da região é Bolonia, com os chiringuitos (barracas de praia) mais disputados. Está a 40 km (45 minutos de carro).

Alternativa: bate-volta de Sevilha a Jerez de trem

Se você tem mais um dia para investir nesta viagem, ou se não quiser dormir em Vejer, aumente sua permanência em Sevilha em mais um dia e visite Jerez em esquema bate-volta, de trem.

O percurso de trem leva apenas 1 hora, e você pode fazer todas as degustações que quiser, sem se importar com dirigir depois.

Além disso, em alguns dias da semana (quase sempre 3ª e 5ª, em alguns meses também 6ª) você pode combinar a visita a uma bodega com o espetáculo da Real Escuela Andaluz de Bailados Ecuestres -- isso mesmo, um balé eqüestre, protagonizado por cavalos andaluzes.

Veja todos os preparativos para este passeio e horários de três bodegas e da Real Escuela neste tópico sobre bate-volta de trem de Sevilha a Jerez.

Dia 5 | De Vejer a Ronda, passando pelos Pueblos Blancos

Arcos de la Frontera

Arcos de la Frontera

Está descansado? Este vai ser o dia mais intenso da viagem. Mas também tem tudo para ser o mais bonito. Vamos percorrer a Rota dos Pueblos Blancos, que passa por inúmeros vilarejos branquinhos encarapitados nas colinas. Uma parte do trajeto se dará por dentro do Parque Natural da Serra de Grazalema. Saindo de Vejer, você vai rodar no total 250 km; saindo de Sevilha, 270 km. Mas é um roteiro para fazer devagarzinho, pelas estradas vicinais, com paradas. A idéia é sair do hotel lá pelas 9 da manhã e chegar a Ronda no finzinho da tarde.

Rota dos Pueblos Blancos

Não existe a Rota dos Pueblos Blancos. Existem os pueblos blancos, dispersos da costa à montanha; a rota quem faz é o freguês, usando de preferência as estradinhas vicinais.

Fazer este passeio em um dia, como vamos fazer, equivale a um city-tour: não é uma visita séria. Nosso objetivo será cumprido se você se encantar com a aparição dos pueblos na estrada. As paradas (você escolhe!) são mais para esticar as pernas e  fazer fotos do que para turistagem convencional. Querendo entrar em igrejas e inspecionar ruínas, monte base em Ronda ou Arcos (ou em qualquer pueblo) e invista alguns dias zanzando pela região.

A rota a seguir é bastante factível num passeio das 9h às 17h.

O primeiro destino do dia é Arcos de la Frontera (105 km de Vejer). É o mais populoso entre os pueblos blancos que aparecerão no seu caminho até Ronda. O fato de ser uma cidade de verdade, movimentada, só aumenta o seu encanto. Suba à medina (cidade alta) e tente achar uma vaga para estacionar... (Às 11h, esteja de volta ao carro, senão a gente não chega hoje em Ronda.)

Siga pela estrada principal (A-372) por mais 28 km, até um pouquinho antes de El Bosque. Ali você já vai estar no Parque Natural da Serra de Grazalema. Pegue a A-373 e em 16 km você chega a Ubrique, onde há ruínas da ocupação romana (quando a cidade se chamava Ocuri).

Pueblos Blancos: Grazalema

Grazalema

Volte 3 km e pegue a A-374. Os próximos 30 km passarão por Benaocaz e Villalengua del Rosario, levando ao próximo vilarejo que vale descer do carro: Grazalema. Aproveite para almoçar.

Escolha a CA-5311 para subir os 17 km a Zahara de la Sierra: você vai passar pela Ermida de Nossa Senhora do Rosário e costear a represa Zahara-El Gastor.

Setenil de las Bodegas

Setenil de las Bodegas

Pegue a A-384 e a CA-9120 e siga 45 km até a imponente Olvera e a delicada Setenil de las Bodegas (entre na cidade para ver as casas construídas aproveitando a encosta).

Ronda

Ronda

Ronda

Mais 18 km e você chegará a Ronda. Tomara que dê tempo de ver o entardecer da ponte sobre o desfiladeiro do rio Guadalevín.

Onde ficar em Ronda

Você pode desfrutar dessa vista da varanda do seu hotel, se você reservar algum desses hotéis:

Ainda no centro da cidade, mas sem estar na beira do penhasco, alguns bons hotéis a considerar:

Se quiser passar uns dias na região e brincar de Provence na Espanha, não há melhor endereço do que o charmosérrimo Fuente de la Higuera. Fica a 8 km do centrinho e tem nota 9,5 no Booking (out/2018).

Dia 6 | De Ronda a Granada

Plaza de Toros de Ronda

Plaza de Toros, Ronda

Plaza de Toros,Ronda

Não saia correndo de Ronda. Até porque a segunda maior atração da cidade (depois do desfiladeiro!) é a sua Plaza de Toros, menorzinha e mais delicada do que a de Sevilha (e que só abre às 10h).

Real Maestranza (Plaza de Toros) de Ronda
  • Endereço: Calle Virgen de la Paz, 15
  • Horários:
    • jan e fev: 10h-18h
    • mar: 10h-19h
    • abr a set: 10h-20h
    • out: 10h-19h
    • nov e dez: 10h-18h
    • fecha para visitas em dias de touradas
  • Ingresso: 7 euros
  • Site oficial

Granada

albaicín granada

Albaicín

Granada está a 190 km de Ronda. Devolva o carro assim que chegar. (Sim, você poderia ficar com o carro até as 9h do dia seguinte, mas para que acordar com essa obrigação?)

Neste dia provavelmente ainda dê tempo para você passear pelo bairro cigano, o Sacromonte. E à noite, que tal um show de zumbra, o flamenco de Granada?

Veja: roteiro para o seu dia de chegada em Granada.

Onde ficar em Granada

Granada onde ficar

Palacio Santa Inés

Reserve duas noites em Granada.

A localização mais bonita em Granada é o bairro do Albaicín, que tem vista para a Alhambra. Os hotéis ali têm jeito de pousada. Fazendo questão de hotel mais convencional, procure no Centro.

Encontre seu hotel em Granada:

E atenção: tão importante quanto reservar hotel é comprar com antecedência seu ingresso para a Alhambra. Na hora você não vai encontrar. As vendas abrem sempre 90 dias antes da data.

Veja tela a tela: como comprar ingressos para a Alhambra.

Roteiro sem carro

Se você não quer alugar carro, veja aqui como adaptar o roteiro. Clique nos textos em azul para os detalhes.

Os roteiros do dia 1 e dos dias 2 e 3 permanecem os mesmos.

Em vez de reservar 3 noites, porém, você deve reservar 5 noites em Sevilha. Os dois dias extras servirão para passeios bate-volta.

No dia 4, você faz um passeio bate-volta de Sevilha a Jerez, seja de trem (por conta própria) ou de tour organizado.

No dia 5, você faz um passeio bate-volta de Sevilha a Ronda e Pueblos Blancos, em tour organizado. (Este é um passeio difícil de encontrar com saída de Ronda. As saídas em grupo normalmente são de Sevilha ou Málaga. Se você resolver ir a Ronda para pernoitar, vai precisar negociar o passeio aos Pueblos Blancos como tour privado.)

No dia 6 você vai de Sevilha a Granada de ônibus. A viagem leva 3 horas e as saídas são da rodoviária da Plaza de Armas. Compre a passagem na Alsa.

O dia 7 permanece o mesmo do roteiro dos com-carro.

Dia 7 | Alhambra em Granada

Alhambra

Alhambra

Detalhes da Alhambra, Granada

Maior legado dos sete séculos de dominação moura na Andaluzia, a Alhambra é indiscutivelmente um dos mais lindos palácios do planeta. Por fora, parece uma medina (cidade murada) como qualquer outra. Seus interiores, porém, são a maior obra-prima da arte decorativa islâmica. Você nunca mais vai esquecer o significado da palavra 'arabesco'.

Clique e veja como é a visita à Alhambra.

Depois, passeie pela Calle de las Teterías. À noite, encerre seu tour andaluz saindo 'de tapas'.

Veja: roteiro para o 2º dia em Granada.

Alhambra
  • Endereço: Calle Real de la Alhambra, s/n
  • Horários:
    • 15/out a 31/mar: 8h30-18h
    • 1/abr a 14/out: 8h30-20h
    • fecha 25/dez e 1/jan
    • Palácios Nasridas: visitas apenas com hora marcada
  • Ingressos: bilheteria oficial aqui
    • inteira: 12 euros
    • 12-14 anos: 8 euros
    • 65+ com passaporte europeu: 9 euros
    • Até 11 anos: grátis (mas é necessário emitir ingresso no site)
    • outros ingressos: saiba aqui
  • Site oficial

Sigo viagem no mesmo dia ou durmo a segunda noite em Granada?

É superfactível visitar a Alhambra de manhã e programar a continuação da viagem para o fim da tarde. Mas a visita fica muito mais relaxada quando você não tem outro compromisso premente no dia, nem precisa providenciar coisas como fazer o check-out antes de sair para turistar.

Além disso, as últimas duas noites foram passadas em duas cidades diferentes, lembra? Você vai me agradecer por ficar aqui mais uma noite.

Caso você vá no inverno, fique uma terceira noite e suba à Sierra Nevada, que fica a meia hora de distância. Veja as dicas dos leitores sobre Sierra Nevada.

Seguindo viagem pela Espanha

Caso vá de Granada de volta a Madri, você pode ir de avião (1h) ou viajar num combinado de ônibus + trem. O percurso por terra envolve 1h20 de ônibus até Antequera e depois 2h20 de trem AVE a Madri. As estações rodoviária e ferroviária de Antequera são vizinhas. Dá para comprar a passagem conjunta no site da Renfe (ponha origem Granada e destino Madri, e o site já vai oferecer combinação completa para você). Veja como comprar passagens de trem na Espanha.

Se o seu destino for Barcelona, vá de avião (1h25). De trem a viagem leva intermináveis 7 horas e 40 minutos, com baldeação em Antequera.

Caso queira ir a Málaga, fique com o carro e, no caminho, passe pelas Alpujarras, outros pueblitos blancos andaluzes.

Como fazer este roteiro vindo de Portugal

Combinar Lisboa, Algarve ou Alentejo com a Andaluzia faz todo o sentido.

Vindo de carro

Para combinar Portugal e Espanha de carro, é preciso retirar e devolver o carro no mesmo país -- se você retirar o carro num país e devolver no outro, vai pagar uma sobretaxa absurda.

O ideal para unir os dois países sempre vai ser um roteiro circular.

Você pode descer de Lisboa para passar uns dias no Algarve.
Depois entra na Espanha por Huelva e vai direto a Sevilha, onde deixa o carro num estacionamento enquanto estiver na cidade.

A partir da chegada em Sevilha, é só seguir o roteiro descrito aqui.

Ao fim do roteiro, saindo de Granada, vá a Córdoba, onde você deve dormir uma noite.

Saia da Espanha via Badajoz -- você vai entrar em Portugal pelo https://www.viajenaviagem.com/2018/07/roteiros-portugal/#alentejo. Aproveite para passar entre dois e três dias na região antes de devolver o carro em Lisboa.

(Este roteiro circular também funciona no sentido inverso -- saindo de Lisboa pelo Alentejo a Córdoba, Granada, Pueblos Blancos e Sevilha, entrando de volta em Portugal pelo Algarve.)

Sem carro

Caso você não retorne a Portugal, o melhor é devolver no Algarve o carro que você alugou em Lisboa, e pegar um ônibus a Sevilha (compre na Alsa).

Aumente um dia de permanência em Sevilha para fazer o bate-volta de trem a Córdoba.

Alugue o carro ao sair de Sevilha e cumpra exatamente o roteiro deste post. Entregue o carro em Granada e siga de avião a Barcelona ou a Madri.

Lisboa + Andaluzia

Se você quer ir de Lisboa direto para a Andaluzia, sem passear nem no Algarve nem no Alentejo, então vá de avião direto a Sevilha. Para voltar direto, sem passar por Madri, depois de Granada pegue o vôo direto de Málaga a Lisboa.

Não dá para ir de Portugal à Espanha de trem?

As ligações ferroviárias entre Portugal e Espanha são ruins. Não há trens diretos entre Portugal e o sul da Espanha. Só há um trem diário entre Lisboa a Madri -- e é noturno, não recomendo.

592 comentários

VIRGINIA PINTO

Boa noite, Bóia!

Eu e meu marido estamos indo de Madrid à região da Andaluzia de lá vamos para o Marrocos. Qual a cidade que devemos pegar o ferryboat ou devemos ir de avião de Sevilha para o Marrocos?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Virginia! A rota mais curta é o ferry de Tarifa a Tânger.

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Boa tarde Bóia,

Estou pensando em fazer esse roteiro em setembro e depois passar 12 dias na Itália.
Como você recomendaria chegar a Itália depois do roteiro da Andaluzia?

Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Há vôos de Málaga direto para Roma e Milão. De Madri ou Barcelona você voa também a Veneza e Florença.

Marcio Cutrim
Marcio CutrimPermalinkResponder

Boa tarde Bóia..tdo bem?!

Quero muito visitar a Andaluzia em Maio/2019. Como quero ir sozinho..vale a pena alugar um carro ou fazer mesmo o roteiro de ônibus e trem?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cutrim! Neste roteiro, só vale a pena fazer de carro o trecho que indicamos fazer de carro. Nos trechos em que indicamos trem, o trem é mais veloz, confortável e prático. Carro em cidade grande e média é encrenca.

Marcio Cutrim
Marcio CutrimPermalinkResponder

E como faço para não correr o risco de pegar multas no roteiro de carro? Tive amigos que pegaram multas em Granada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcio! Não entre no centro de cidades históricas grandes como Granada, Córdoba ou Sevilha com o carro. Entregue o carro ao chegar em Granada, conforme está indicado no roteiro.

Marcio Cutrim
Marcio CutrimPermalinkResponder

Mas vale a pena eu alugar um carro já que vou sozinho? Digo...essa opção valeria mais a pena se estivesse em grupo ou não?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcio! Se não quiser dirigir mas desejar fazer os Pueblos Blancos, encaixe-se numa excursão de um dia a partir de Sevilha.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Quem sabe não nos encontramos por lá pra fazer alguma coisa com companhia...rs... irei na mesma epoca!

Ana Paula Federighi

Olá, Bóia! Consegui comprar somente ingressos para a visita noturna. Mas ainda há disponibilidade na data para visita diurna à Alcazaba, Jardins, Palácio de Generalife e Partal. Você recomendaria dividir estas visitas em dois dias diferentes ou no mesmo dia? A visita noturna inicia somente às 22hs.
Abs!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ana Paula! A melhor ideia é visitar os Palácios Nazaríes numa noite, e depois voltar no dia seguinte para conhecer o resto da Alhambra.

Laura Alves
Laura AlvesPermalinkResponder

Boa noite!
Na verdade eu acabei de comprar Alhambra Experiências, que engloba a noite dum dia e o dia imediatamente a seguir, tudo incluído, para Junho. Já visitei há uns 15 anos, durante o dia. Desta vez decidi fazer assim. O valor é o mesmo!

Neko Nogueira
Neko NogueiraPermalinkResponder

Olá Ricardo,
Gostaria de algumas dicas a respeito da viagem para Espanha, que estamos programando para 1 primeira semana de julho de 2019. (em torno de 10 a 12 dias)
Somos 6 pessoas, 3 adultos (45-50 anos), 1 idosa (75 anos) e 2 adolescentes (17 e 19 anos).
Temos como objetivo visitar Madrid, Barcelona e Andaluzia.
A primeira questão é : começar e terminar por onde ?
Qual a melhor forma de deslocamento entre as com esse grupo ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Neko! Acrescente 3 dias, fique 4 dias em Madri, faça o roteiro de 7 dias da Andaluzia, voe a Barcelona, encerre com 4 dias em Barcelona.

Compre passagem na modalidade múltiplos destinos com ida do Brasil a Madri e volta de Barcelona ao Brasil no mesmo bilhete. Compre Granada-Barcelona à parte.

Se só puder mesmo 12 dias, escolha entre Madri e Barcelona.

Leila
LeilaPermalinkResponder

Olá! Você tem uma ideia aproximada quanto gastaria entre passagens trem ônibus, hotel e alimentação em 7 dias na Andaluzia? O calor de julho é suportável para andar por lá? Grata

Marcio Cutrim
Marcio CutrimPermalinkResponder

Oiiii, boa tarde!!
Ví que vc respondeu ao Neko, logo acima, que dê preferência em ficar 15 dias com chegada por Madri (estadia de 4 dias), fazer a Andaluzia em 7 dias e ir para Barcelona, onde ficaria mais 4 dias. Só que me surgiu uma dúvida...
Nesses 15 dias já está incluso os dias de deslocamento...é isso mesmo?
Pergunto pq ví em algum vídeo do Ricardo falando que o dia de deslocamento é um dia perdido, que não deveria ser considerado.
Forte abraço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcio! Sim, o dia de deslocamento normalmente é meio perdido. No caso de Madri para Sevilha, a gente otimiza esse dia com esse pit stop em Córdoba, e como são 3 noites em Sevilha, acabam sendo dois dias inteiramente aproveitáveis. Em Barcelona a hospedagem de 4 noites resultaria em 3 dias e uma noite líquidas.

Marcio Cutrim
Marcio CutrimPermalinkResponder

Boa tarde pessoal,
Pretendo ir para Espanha em Maio (Madri-Andaluzia-Barcelona) e ainda não comprei as passagens pq estou achando caro na modalidade multiplos destinos. Só que encontrei uma promoção com ida e volta por Madri, saindo de Fortaleza. Até que ponto vcs acham que compensa comprar passagens desvinculadas?
Nesse caso aí da promoção, eu ainda teria que comprar separado São Luís-Fortaleza-São Luís, e também Granada-Barcelona-Madri.
Depois das simulações ficou uma diferença em torno de R$ 800. Pensei em dormir uma noite em Fortaleza para não correr o risco de perder o voo de volta. Vcs acham que
Forte abraço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcio! O vôo doméstico de volta é o de menos... o problema é você perder Fortaleza-Madri porque o vôo de São Luís atrasou, e perder Madri-Fortaleza porque não chegou a tempo de Barcelona.

Nossa recomedação para vôos desvinculados é dormir na véspera na cidade de onde partem os vôos de continuação (no seu caso, Fortaleza na ida e pelo menos Madri na volta).

Passagem é como calçado. Você também pode economizar comprando um sapato um número menor do que o seu, mas valerá a pena?

Maria Beatriz Ramos

Olá!! Estou pensando em fazer mais ou menos esse roteiro na Andaluzia. Gostaria de saber se vale a pena gastar umas horinhas e ir até Gibraltar.
Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Beatriz! Não vale não. Você vai passar metade do dia na imigração de entrada e de saída. A ilha não tem nenhum atrativo, é só uma curiosidade geopolítica.

Fábio Guzzo
Fábio GuzzoPermalinkResponder

Bom dia, Bóia!
O Ricardo escreve o seguinte no começo de seu texto: "com mais tempo, daria para aumentar os pernoites e incluir outros lugares." Estou pensando nesse comentário...
Vou fazer o roteiro de carro indicado por ele neste post. E reservei três pernoites em Granada.
Será que vale a pena cortar alguns destes pernoites e "incluir outros lugares" (como o Riq sugere)? Quais??
Abração e parabéns pelo ótimo trabalho

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabio! Você pode acrescentar um ou dois pernoites em Córdoba, mais dois pernoites em Sevilha (para bate-voltas a Jerez e Cádiz), pode descer de Ronda a Málaga e ficar lá uns dois dias antes de seguir a Granada.

Lorena
LorenaPermalinkResponder

Olá boia! Como sempre suas dicas e roteiros são maravilhosos. Não viajo sem checar antes.
Vou para a Andaluzia em setembro saindo do Algarve e indo para Sevilha de ônibus. Como não pretendemos alugar carro, vou ficar apenas em Sevilha e Granada, fazendo bate voltas, como vc indicou.
Vc acha viável ir de lá ao Marrocos de avião e depois voltar de avião à Lisboa? Chego em Lisboa dia 08/09 e volto dia 27/09
Muito obrigada pela ajuda.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lorena! Deixe para ir ao Marrocos quando você tiver de 7 a 10 dias disponíveis para fazer o essencial do país.

Elvis Boaventura

Belo, eu e uma amiga fizemos esse roteiro q vc quer em novembro de 2016, seguindo o Roteiro de Boia.
Maravilhoso. Em Granada alugamos novamente outro carro e fomos até Valência (cidade linda) e depois de trem prá Barcelona.
O roteiro sugerido é bem enxuto. Hoje e durmiria mais uma noite na belíssima Cádiz e aumentaria mais uma noite no meio do roteiro dos Pueblos Blancos.
Os Pueblos Blancos são muito bacanas para só um dia. Eu dormitórios em Grazalema prá chegar mais cedo na espetacular Ronda.

martha
marthaPermalinkResponder

Boa noite, Boia!
Estou pensando em fazer este roteiro em setembro. Gostaria da dica para partir de Barcelona. Muito obrigada e parabens pela dicas maravilhosas!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Martha! Voe a Granada e faça o roteiro no sentido contrário.

virgínia grossi

Oi Bóia, estamos em um grupo de 6 pessoas indo agora em abril para Andaluzia baseando no seu roteiro. Mas vamos dormir um noite em Ronda e não estamos querendo dirigir, (sabe como é, vinho espanhol..) e depois vamos à Granada .Não estou conseguindo localizar ônibus Ronda-Granada, apenas trens. Sabe nos informar se existem? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Virginia! O trecho Ronda-Granada se faz de trem, mesmo.

https://www.viajenaviagem.com/destino/granada/#chegar

Marcio Cutrim
Marcio CutrimPermalinkResponder

Boa tarde Bóia,

Acha que daria para acrescentar Cádiz no roteiro? de que forma? Vale a pena?

Abraço

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcio! Acrescente um dia e faça um bate-volta de Sevilha de trem.

Adriana Ramos
Adriana RamosPermalinkResponder

Boa Noite! Farei uma viagem em Junho com meu marido e minha filha,iremos de São Paulo direto para Sevilha, teremos 14 dias gostaria de saber quais cidades que valem a pena conhecer e se vale a pena alugar um caro? a volta ao Brasil será por Sevilha também.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Adriana! Aumente a permanência em todas as escalas, durma também em Cádiz e Málaga.

Marcio Cutrim
Marcio CutrimPermalinkResponder

Boa tarde Bóia, tdo bem?

Pra mim que não sou muito fã de vinho...vale a pena passar por Jerez? Se não,..teria outra sugestão?

Abraço

VIRGINIA PINTO

Boa noite, Bóia!

Estamos indo para Madrid dia 18/04/19 nosso passaporte vence em 28/08/19. A validade é de no mínimo 03 ou 06 meses? Estamos em dúvida em alguns sites fala em 03 meses e outros 06 meses.

Obrigada.

Rita Lucia de Oliveira

Bom dia, na semana santa estarei em Sevilha, Cordoba e Granada . Para reservar ingressos on line no Alcazar- Sevilha, estou com duvidas ( maiores de 65 anos pagam 15 euros..pergunto .. e tem seguranca comprar pelo site da atracao). E quando falam em gratuidade para visitarem outros monumentos isso significa nao enfrentar filas ( ou tem que enfrentar filas para comprovar a idade..) Desde ja agradeco

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rita! Reserve tudo o que puder pelos sites. Você está muito muito atrasada. Essas cidades ficam abarrotadas na Semana Santa.

Lisiane
LisianePermalinkResponder

Olá Ricardo! Primeiramente, agradeço por suas dicas tão precisas e sua disponibilidade. Não perco seu programa na rádio nem seus posts aqui.

Uma dúvida: planejei mal comprando uma passagem chegando por Porto e saindo por Lisboa com 16 dias de permanência. Meus planos eram ir à Andaluzia. Achei que fosse fácil se locomover como na Alemanha - trem pra tudo, mas vi que não.

Você acha que vale a pena fazer uma viagem "balão" Porto - Coimbra - Lisboa, pega um carro, vai até Sevilha, faz a rota dos Pueblos Blancos até Ronda (seguindo seu roteiro) e volta para Lisboa para entregar o carro? Nesse contexto, separei 7 dias para Lisboa-Andaluzia-Lisboa.

Andaluzia era um sonho do meu marido e passar 16 dias só em Portugal não me agrada. Temo estar procurando sarna viajando de carro até a Espanha, mas não queria perder a oportunidade.

Por outro lado, vi uma passagem de avião Lisboa-Sevilha-Lisboa por R$ 2 mil... mas como você diz que deslocamento de aeroporto é sempre bom evitar, estou perdida. Me dá alguma sugestão?

Obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lisiane! Quem responde é a Bóia. Voe de Lisboa a Sevilha. Alugue carro apenas quando sair de Sevilha. Voe de volta a Lisboa desde Málaga.

Devolva o carro ao chegar em Granada ou no aeroporto de Málaga. Neste caso, vá de ônibus de Granada ao aeroporto de Málaga.

https://www.viajenaviagem.com/destino/sevilha/#chegar
https://www.viajenaviagem.com/destino/granada/#chegar

Lisiane
LisianePermalinkResponder

Olá, Bóia!
Voltei para pedir uma dica... viajar de avião está bem caro. Pensei em alugar um carro para sair de Lisboa, mas estou encontrando mais dificuldade que facilidade.

Vi num post de vocês a alternativa de ir de ônibus de Portugal para Espanha, no meu caso, Lisboa-Sevilha (ida e volta). Vi no site da ALSA. Vale a pena? É menos chateação que viajar de carro, não é?

Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lisiane! A viagem é longa, mas dá para fazer.

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Boia boa noite! Vou para Sevilha em setembro e pegarei o carro no último dia, como vc sugeriu para fazer o roteiro que dos pueblos blancos terminando em Málaga, pois meu voo sai de lá para Lisboa.
Gostaria da sua ajuda, se possível com algumas dúvidas:

E viável ficar duas noites em Vejer e ir até Córdoba de lá ?

Dois dias são suficientes para ficar em Málaga? Vale a pena ficar de carro lá ou
posso devolver o carro em Granada e ir de ônibus para Málaga?

Agradeço a ajuda de todos!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carlos! É mais negócio você fazer um bate-volta de trem de Sevilha a Córdoba antes de sair da cidade. Você pode entregar o carro ao chegar em Granada e depois ir de ônibus a Málaga, ou ficar de carro o tempo todo (mas ele vai ficar parado durante a sua estada em Granada).

Régis
RégisPermalinkResponder

Estou passando apenas para agradecer as dicas do Ricardo que foram fundamentais na minha viagem. Acabei de voltar da Andaluzia, fazendo Sevilha, pueblos blancos e Granada. Não visitei Jerez nem Cordoba por falta de tempo, mas acrescentei o Caminito do Rei, que é um passeio inesquecível e único, e fica perfeito no trajeto entre Ronda e Málaga. Só que os ingressos tem que ser comprados com muita antecedência.
Muito obrigado mais uma vez! Foi mais uma viagem redondinha graças ao VnV!

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Boa noite, Boia, tudo bem?

Pretendo ir à Espanha em novembro e ficarei 21 dias, com roteiro de Madri a Barcelona passando pela Andaluzia, por Almeria e por Valencia.

O roteiro que você propõe parece perfeito, mas meu problema surge após Granada: quero ir a Almeira, a Valência e, por fim, a Barcelona. Como me desloco desde Granada até Almeria? E de lá a Valência? E deValência a Barcelona?

Não quero parecer folgado ( e já me desculpo se estiver parecendo!), já pesquisei bastante, mas queria saber a opinião de vocês!

Muito obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eduardo! De Granada a Almería dá para ir de trem, são 2h40. O problema é de Almería a Valencia. Você ficaria 9 horas na estrada indo de ônibus ou o mesmo tanto indo de trem, com baldeação. Para manter o itinerário, o melhor é ir de carro (pode ser o mesmo que você alugou ao sair de Sevilha). Sem continuar com carro alugado, dá para voar de Almería a Barcelona (1h10) e terminar o roteiro em Valencia (3h de trem desde Barcelona).

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Brigadao pela resposta, Boia!

To tentado a ir de carro mesmo, acho que vai ser a maneira “menos pior”.

Abusando da sua ajuda: caso seja de carro, vc indica alguma cidade bacana pelo caminho que valeria a pena pra um pit stop, seja entre Almería eValência, seja entreValência e Barcelona?

Valeu, Boia!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eduardo! Vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

Victor de Lyra

Seguindo a costa catalã tive a oportunidade de conhecer Sitges ano passado, lugar agradável, praiano com uma bonita e pequena cidadela e bons lugares para comer/beber fugindo um pouco do ambiente urbano de Barcelona.

Marcus
MarcusPermalinkResponder

Eduardo : Se vc curte praia tem La Manga ao lado de Cartagena que é uma cidade que teve ocupação romana e Benidorm que além de praia tem uma noite com muitos bares e agitação .Entre Valencia e Barcelona tem uma cidade pequena e linda chamada Peníscola, com praias excelentes .

João Henrique Carrieres Rato

Numa viagem com estadias em Lisboa e Paris qual a melhor forma de fazer o deslocamento entre as duas cidades (no meu caso saindo de Lisboa e indo para Paris)? Obrigado.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, João Henrique! Avião. Não pense em nenhuma outra maneira.

Camila
CamilaPermalinkResponder

Olá Boia,
Novamente estou seguindo as preciosas dicas de vocês.
Quantos dias no total vocês recomendam para fazer o roteiro Algarve, Andaluzia e Alentejo?
Tenho 12 dias livres agora em junho, é suficiente? Dá para incluir mais alguma região? (PS: já fiz o roteiro Lisboa a Porto)
Obrigada

Olivia Vicente

Entre Almeria eValência há toda a costa de Alicante (conhecida como Costa Blanca). Além da cidade de Alicante (capital da província de mesmo nome), entre outras, há boas opções como Altea, Calpe e Xábia (tb conhecida pelo nome de Jávea). Já deValência para Barcelona, considero Tarragona a melhor opção.

Marisa
MarisaPermalinkResponder

Bom dia Bóia,
Vou fazer um roteiro pela Espanha no final de setembro,início de outubro,seguindo sempre as suas preciosas dicas ficarei 5 dias em Madrid para um bate e volta a Toledo,sigo para Córdoba onde pretendo pernoitar, 4 dias em Sevilha para um bate e volta a Cádiz,1 pernoite em Vejer,1 em Grazalema,1 em Ronda ,2 em Málaga e 2 em Granada e finalizo com 4 em Barcelona.
A minha dúvida é o pernoite em Cordoba, vale a pena já que tenho tempo ou é melhor fazer o pitstop como está no roteiro do site e ficar mais uma noite em Madrid para um bate e volta a Ávila e Segóvia em tour organizado que faz as 2 no mesmo dia..? Ou troco Cádiz por Ávila e Segóvia e mantenho o pernoite em Córdoba ?O que vale mais a pena? Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marisa! O Ricardo Freire acredita que o pit-stop em Córdoba é suficiente, até para diminuir a quantidade de pernoites únicos. Quanto mais pernoites únicos a gente tem na viagem, mais cansativa ela fica. Pit-stops e bate-voltas eliminam o stress do check-out e check-in dos pernoites únicos.

Marisa
MarisaPermalinkResponder

Ok ,obrigada, aumento uma noite em Madrid então e mantenho o bate e volta a Cádiz a partir de Sevilha? Você teria alguma outra sugestão melhor para o meu roteiro ? Aceito pitacos.Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marisa! Infelizmente não temos como desenhar roteiros individuais. O Ricardo Freire publica esses roteiros essenciais para que sirvam de base.

Flávia Lopes
Flávia LopesPermalinkResponder

Boa tarde Bóia! As dicas deste post são excelentes, como de costume! Vou com a família para Madrid (4 dias), Barcelona (7 dias) e depois sigo para a Andaluzia (12 dias) e retorno ao Brasil de Madrid. Surgiu a seguinte dúvida: a rota pela Andaluzia iniciando por Granada e terminando em Córdoba cria um anticlímax? Faz muita diferença fazer o tour na sequencia indicada no post?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Flávia! Dá certo também, porque se a Alhambra é o top dos monumentos, Sevilha é a top das cidades. O pit stop em Córdoba funciona em qualquer sentido.

Maria Angélica

Boa tarde Bóia!
Viajarei em outubro com 2 pessoas para Andaluzia, mas não alugaremos carro.
O roteiro inicial será Madri/Sevilha; Sevilha/Verez de La Fronterra ; Verez de La Frontera/Ronda; Ronda/Granada e Granada/Madri.
Vc acha possível fazer o Pueblos Blancos qdo chegar em Ronda?
Existe tour privado para Pueblos Blancos partindo de Vejer de La Frontera?
Aguardo seus comentários.
Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Angélica! É mais garantido encontrar tour de dia inteiro pelos Pueblos Blancos saindo de Sevilha. Outubro já estará fora de temporada, Vejer não estará cheia, você dependerá de quórum ou terá que bancar um tour privado.

https://www.viajenaviagem.com/destino/sevilha/o-que-fazer-sevilha/

MANUELA FERNANDA MARQUES CABRAL

Olá Ricardo, tudo bem?!
Que vc acha de incluir no roteiro de carro de sevilha a verez uma passada em Cádiz para almoçar?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Manoela! Lembre-se de esconder toda bagagem e estacionar de costas para uma parede. O problema dessas paradas na Europa são os furtos a bagagem.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar