Viaje na Viagem 2019: #partiu ano 15

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Newsletter do Viaje na Viagem

Era uma vez uma Bóia

No dia 17 de novembro, um sábado, eu estava no Rio de Janeiro quando descobri que estava chovendo em Florianópolis. Mas não soube disso porque vi no noticiário, na Climatempo ou no app de meteorologia do celular, nem porque tenha falado com alguém que estava lá. Descobri que o sábado do mega-feriadão de novembro estava chuvoso em Florianópolis porque, ao entrar de manhã cedo no Analytics (o serviço do Google que mede a audiência da internet), o post mais acessado do dia no Viaje na Viagem, disparado no topo, era Floripa: o que fazer em dias frios, nublados ou chuvosos (um texto publicado em 2014).

Volta e meia acontece um pico de acesso em algum post por motivos que, de cara, a gente não entende direito. Puxa, será que o roteiro de 7 dias na Andaluzia está bombando por causa do lançamento dos guias de Sevilha e Granada? Daí a gente vai ver, e foi um Globo Repórter sobre a Andaluzia que passou algumas semanas antes.

Daí num outro sábado é o guia de Curaçao que sobe ao topo e eu penso: "ah, na certa teve Globo Repórter ontem sobre isso". Vou conferir, e era uma reação ao vivo a uma reportagem do programa da... Eliana Dedinhos!

Ter o conteúdo organizadinho para ser encontrado na hora em que você precisa dele é o que move o Viaje na Viagem.

Caixa de comentários dos primórdios

Não que isso tenha sido planejado desde o início. Durante toda a sua primeira infância, o Viaje na Viagem foi basicamente uma sala de bate-papo onde as perguntas apareciam e eu, com o auxílio luxuoso da tropa de elite dos leitores, ia respondendo de cabeça o que sabia (e googlava o que não sabia).

Com o crescimento da audiência, intuitivamente comecei a fazer o que chamei, meio de gozação, de 'blogagem defensiva'. Passei a prever, em cada post, quais perguntas poderiam ser feitas por leitores de diferentes perfis -- dando um jeito de incluir no texto (ou em links relacionados) as informações que respondessem a essas dúvidas.

Isso acabou moldando o site a um ponto em que não podemos mais nos dar ao luxo de publicar nada que não seja útil ou completo. (Balanço de fim de ano é útil? 'Xô ver... hmmm... bem... toda regra tem sua etc.)

Poliganano a Mare

Polignano a Mare, Puglia

Não sei se você já notou, mas a gente não transmite viagem ao vivo. Nesse segundo semestre, por exemplo, eu passei quase 90 dias na Europa fazendo campo para o site, e poderia ter mostrado a viagem inteira no Stories do Instagram. Por que não mostrei? Porque não faz sentido o Viaje na Viagem acenar com um conteúdo que ainda não está no ar.

Nada contra quem faz isso -- até porque o normal, hoje, é fazer isso. Mas o Viaje na Viagem não pode. A gente é quem tem o conteúdo organizado na hora que você precisa, lembra? Não ter conteúdo organizado com as respostas às perguntas que você gostaria de fazer sobre o que acabamos de postar seria um contra-senso. Mas pode deixar, que esses Stories vão aparecer -- assim que cada um dos novos conteúdos for publicado.

Viaje na Viagem

Nosso Insta

No nosso Instagram, cada fotinho publicada corresponde a um post ou um guia que já está no site. Não que seja fácil acessar o tal do post que corresponde à foto -- o Instagram não permite links clicáveis, e por isso é preciso copiar uma URL encurtada na barra de navegação. Mas se aquela foto suscitar uma vontade súbita de viajar para lá, você encontra aquele conteúdo rapidinho.

A estratégia tem sido bem-sucedida. Em 2018, saltamos de 225.000 para 324.000 seguidores no Insta -- um trabalho incrível da Nat Soares, nossa social media wonder woman.

Outra plataforma movimentada em 2018 foi o YouTube. Publicamos 52 vídeos, em três séries. Nosso parceiro KAYAK apoiou duas dessas séries (obrigado!).

A série "Vai por mim" transformou em vídeo o conteúdo de posts-chave do site.

A série "Ricardo Freire responde" levou para o YouTube as perguntas mais recorrentes feitas no blog.

E a série "Vai por mim: Brasil" funciona como um telecurso para quem quer descobrir o Brasil aproveitando as épocas de melhor clima e preço mais simpático de cada lugar.

Como acontece com não-nativos do YouTube, nosso crescimento lá é pianinho. Mas já estamos com quase 50.000 inscritos -- muitos deles travando contato com o conteúdo do Viaje na Viagem pela primeira vez. (É engraçado que volta e meia me param na rua porque me reconheceram do Youtube -- como se eu fosse de lá, hahaha). No YouTube a gente também não dá ponto sem nó, e os vídeos acabam sendo incorporados aos posts já existentes no site, oferecendo uma alternativa a quem prefere ver/ouvir a ler.

Apesar do apresentador, garanto que os vídeos estão bem bacaninhas -- graças à produção da minha CEO Elisa Araujo e à realização da H+ Conteúdo. Em 2019 vamos voltar com novas temporadas (isto é, assim que eu parar quieto em algum lugar para gravar).

Viaje na Viagem no celular

Viaje na Viagem no celular

Você acessa o Viaje na Viagem pelo celular? Notou alguma diferença? Aposto que sim. Agora no segundo semestre demos um tapinha sutil no layout, que melhorou tremendamente a navegação. Não foi nada muito radical: mexemos tamanho de letra, no espaço entre as linhas, nos quadros -- num trabalho preciso do Fred Marvila. Arrisco dizer que está mais gostoso de ler do que no desktop. Como resultado, as páginas e os posts sobre o que fazer nos destinos, que normalmente são consultados durante as viagens, no celular, estão bombando.

viaje na viagem no tablet

Viaje na Viagem no tablet

(Ah, sim: e pela primeira vez em muitos anos, o Viaje na Viagem está perfeitamente legível no tablet. Ainda não é nosso layout definitivo, mas se você já tinha desistido de acessar o Viaje na Viagem pelo tablet, pode dar uma segunda chance que agora não está mais todo desconjuntado, não.)

Keukenhof

O post é de 2014 -- as informações, de 2019

E o conteúdo? Bem, em 2018 continuamos o trabalho interminável de atualização de guias e posts já publicados -- uma tarefa que eu divido com a incansável Juliana Waissman. (Outra coisa que eu divido com a Juju é a preferência por escrever em html -- mas para explicar isso eu precisaria de outro post.)

Rio de Janeiro: onde ficar - Emiliano Rio

Continua lindo

Publicamos também 10 guias novos: Rio de Janeiro, Mendoza, San Andrés, Foz do Iguaçu, Madri, Algarve, Sevilha, Granada, Manaus e Salamanca. Se você tapar a autoria no alto das páginas, não vai saber quais desses guias foram feitos por mim e quais foram feitos pela Mariana Amaral. Ou melhor -- vai, sim: os da Mariana são muito mais bonitos que os meus, porque a danada fotografa bem melhor.

Na caixa de comentários, a Bóia (a amarelinha, primeira e única, recuse imitações!) aumentou o rigor na moderação. Decidimos não mais publicar dicas que consideramos tecnicamente (ou eticamente) erradas. A internet está inundada de dicas ruins de viagem, e não vale a pena emprestar a nossa relevância no Google à disseminação de roubadas em potencial. Nananinanão.

Em compensação, os leitores habituais do Viaje na Viagem continuaram dando um show de dicas quentes, sempre que chamados a colaborar nas enquetes ou no Perguntódromo. Muito obrigado!

Roteiro Japão: Miyajima

Miyajima (foto do Diego Maia)

Continuamos a publicar relatos incríveis de viagens feitas por vocês. Em 2018 transformamos em posts as viagens da Mirian a Fort Lauderdale e Key West, o giro (e a filosofia de viagem!) da Sylvia pelo Sudeste Asiático, o superguia do Hugo Medeiros para uma primeira viagem a Orlando, o relato do que fazer no caso de extravio do passaporte do João Guilherme, o roteiro sensacional de 20 dias pelo Japão do Diego e o primeiro de uma série de posts do Andre L. sobre passeios alternativos em Roma. Arrasaram!

Expedição Katerre

Expedição Katerre

Como vem acontecendo já há alguns anos, nossas viagens foram praticamente todas organizadas anonimamente e custeadas pelo site. Apenas duas viagens de 2018 envolveram algum tipo de cortesia. Em janeiro, viajei pela Expedição Katerre no Rio Negro como convidado -- um passeio que estava nos meus planos para o futuro, e que acabou funcionando como o empurrão final para eu finalmente terminar o guia de Manaus. E em julho a Mariana foi a Orlando cobrir o lançamento para a imprensa da Toy Story Land na Disney -- achamos que valia a pena mostrar a novidade já do que esperar até a nossa próxima viagem de atualização a Orlando.

Alentejo

Alentejo

Entre julho e outubro, passei quase 90 dias na Europa numa viagem totalmente custeada pelo Viaje na Viagem. Pude testar os hotéis e as regiões que eu quisesse, escolher os restaurantes mais convenientes e me locomover da maneira mais adequada para cada itinerário. Fico feliz de lembrar que a última dessas viagem de conteúdo de 3 meses pela Europa, feita em 2011, só foi possível porque a Elisa tinha conseguido costurar uma teia de permutas. Não entenda mal: os apoiadores eram todos ótimos -- e sem eles o site não teria um conteúdo importantíssimo durante anos. Nas condições de hoje, porém, uma viagem como aquela implicaria em produzir uma avalanche de conteúdo ao vivo, inundando os nossos canais de hashtags. Só que a gente não divulga conteúdo que ainda não está organizado e publicado, lembra?

Junto comigo pela Zoropa estava o controlador-mor de qualidade do site, o Nick Santiago, que além de tudo me agüenta no dia a dia (há 32 anos, pípols, sabem lá o que é isso?). Por sinal, muita gente já descobriu que para saber onde eu estou normalmente não adianta olhar no meu Instagram -- é melhor ver o dele (emoji de riso amarelo).

Roma roteiro 3 dias: Vaticano

Fura-fila no Vaticano

Ainda na parte comercial (e aqui aproveito para mandar um beijo pra Rose Silva, que cuida da nossa retaguarda contábil), talvez você tenha notado que estamos incorporando ao conteúdo a oferta de trânsfers, passeios e ingressos vendidos por nossos parceiros. Fazemos isso porque existe uma demanda muito grande de um leitor de perfil bem específico. Mas continuamos sempre explicando tintim por tintim (e põe tintim nisso) como fazer os traslados e passeios e como comprar ingressos por conta própria -- porque um Viaje na Viagem que não explica como fazer os passeios por conta própria não seria um Viaje na Viagem.

Viaje na Viagem

Onde tudo começou

Pois bem: seguindo uma tradição de tempos praticamente imemoriais, este post deveria ter sido publicado no dia 30 de dezembro de 2018, data em que o blog comemorou 14 anos no ar. Não consegui.

Mas essa não foi a única efeméride que eu acabei perdendo no ano passado. Consegui deixar passar em branco os 20 anos de publicação do Viaje na Viagem de papel, onde tudo isso começou (a noite de autógrafos foi no dia 26 de outubro de 1998, no restaurante Lolita, da Carla Pernambuco).

Agora, ferrou: vou precisar compensar no aniversário de 15 anos do Viaje na Viagem, esse ano. Bora fazer uma festa?

partiu 2019

Réveillon 2019 em Copacabana: pulando onda

Que em 2019 todo mundo possa viajar melhor. A gente promete ajudar. Feliz ano novo!

Mais balanços de fim de ano:

114 comentários

Elizabeth
ElizabethPermalinkResponder

Esse VNJ é imprescindível pra qualquer pessoa que goste de planejar sua viagem
e um vício como exercícios, leituras, netflix, redes sociais....Obrigada e parabéns pelo trabalho sério e verdadeiro.

Valquiria
ValquiriaPermalinkResponder

Em junho de 2018 eu completei 10 anos de leitora do site Viaje na Viagem. Desde 2008 eu organizo as minhas viagens predominantemente por conta própria, consultando o VnV e o benefício de tempo, dinheiro, conveniência e experiências é incalculável. Obrigada ao Ricardo Freire e sua equipe, o serviço que vocês prestam merece ser exaltado. Sucesso sempre!

Norma Cristina

Impossível viajar bem sem o VnV!!! Não pego estrada nem avião sem antes consultar esse site incrível q me ensinou a viajar! Muito obrigada pelas lições e dicas desse deliciosa arte de sair mundo afora conhecendo e reconhecendo lugares fascinantes e até- pq não?- me auto conhecendo. Vida longa ao blog!!! Sucesso sempre!!!

Renan
RenanPermalinkResponder

VnV é meu site de consultas na hora de organizar minhas viagens pelo terceiro ano seguido. Estou terminando roteiro para Espanha em abril proximo e as dicas e orientações do blog tem sido essenciais. Obrigado e uma longa Viagem de Sucesso.

Flavia Kaiser
Flavia KaiserPermalinkResponder

Entra ano e sai ano, não vou na esquina sem antes passar aqui. Desde 2007 smile

Zuzu Bastos
Zuzu BastosPermalinkResponder

Reli o livro Viaje na Viagem, foi maravilhoso... sou sua fiel seguidora desde então... Beijos

Cintia
CintiaPermalinkResponder

Chorei agora quando vi a foto do livro. Marcou minha vida! E minha paixão por viagens. Obrigada Viaje na Viagem pela companhia, sempre.

Marilia Pierre

meu companheiro de viagens <3

clarice shinoda

Ricardo, já te vi anos atrás em Fernando de Noronha e me senti como se conhecesse já que acesso tanto o VnV, e o divulgo muito tb!
Enfim, parabéns por todos esses anos!!!
Fiz muitas viagens seguindo suas dicas e de outros leitores.
A última foi para o Rio de Janeiro e ajudou a beça, como bem dizia seu post, tomei todas as providências para cuidar da minha segurança e fui curtir o Rio, foi uma delícia. E olha que eu tinha medo mesmo de ir pra lá.
Muito obrigada e que venham os próximos 20 e mais 20 e....

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar